terça-feira, 5 de julho de 2022

"No Limite" corrigiu os equívocos da temporada passada e merecia mais reconhecimento

 A edição de 2022 de "No Limite" merecia ter feito sucesso. A edição passou longe de um fracasso, mas a repercussão foi baixa e a audiência mediana. Bem longe do que a Globo planejava. Mas a temporada, que chega ao fim nesta quinta-feira (07/07), não fez jus ao resultado aquém do esperado. A produção soube ouvir todas as merecidas críticas feita ano passado e apresentou um ótimo produto ao público. 


A edição de 2021 marcou a volta do reality após 13 anos de hiato. A terceira edição foi exibida em 2009, depois de outro longo período fora do ar ---- o formato estreou no ano 2000 como um fenômeno e foi encerrado em 2002 com claros sinais de desgaste. Porém, o retorno não deu certo. As provas repetitivas, a falta de foco na convivência dos participantes, a apresentação desanimada de André Marques e o excesso de regalias afastaram o público. Nem mesmo a seleção de um elenco apenas com ex-BBBs gerou repercussão. 

Houve uma avalanche de críticas ao longo da temporada. Nem parecia que o reality voltaria em 2022 diante de tantas opiniões negativas. Não por acaso, o anúncio da nova edição despertou desconfianças. Mas ao longo dos episódios foi ficando claro o quanto a produção se preocupou em melhorar. Todas as situações questionadas ano passado foram corrigidas, o que parecia difícil.

O fato do reality ser exibido apenas uma vez na semana impedia que o telespectador criasse um maior vínculo com os competidores, além de implicar em uma abordagem bastante superficial sobre a convivência deles. Este ano foram exibidas duas edições por semana, o que facilitou o foco nas brigas e alianças entre os participantes. 

A mesmice das provas também foi corrigida. Eram todas com a mesma dinâmica: um desafio de agilidade que culminava na montagem de um quebra-cabeça. E o resumo era maçante diante de tanta previsibilidade. Agora foram provas elaboradas com mais criatividade, onde a resistência muitas vezes era vital. Aliás, ocorreram mais disputas de resistência com horas de duração. Ficou mais atrativo. Até despertou mais a rivalidade das equipes, chamadas de Lua e Sol. Houve ainda uma preocupação em misturar os times mais vezes, o que ajudou a provocar mais intrigas e mal-estar. 

Acertaram com o maior número de participantes. Como eram duas eliminações por semana, foram 24 selecionados para o reality. Outra novidade que funcionou. E a melhor surpresa de todas foi a apresentação. Amante do mundo dos esportes, atleta profissional e tetracampeão de paracanoagem, Fernando Fernandes deu um show no comando do reality. Visível a sua paixão pelo formato e a forma como se envolveu com o jogo. Ao contrário de André, que parecia pouco se importar, orientava os competidores nas provas e sabia impor sua autoridade quando necessário. Ainda provocava cada um na hora das votações e quando a equipe perdia determinada prova. Seus questionamentos estavam sempre de acordo com o conflito que acontecia na semana, ou seja, ele sabia tudo o que estava acontecendo. E acabava criando pequenos jogos da discórdia que esquentavam a dinâmica, algo que não aconteceu ano passado. 

O "No Limite" de 2022 corrigiu todos os equívocos da temporada passada  merecia um reconhecimento maior do público. Ainda bem que a Globo não desanimou com o resultado mediano da audiência e produzirá mais uma edição em 2023. A produção ---- com direção de gênero de variedades de Boninho, direção artística de LP Simonetti e direção geral de Angélica Campos ---- provou que críticas construtivas devem ser ouvidas.

8 comentários:

Anônimo disse...

Se eu pudesse adivinhar...não assisti justamente porque odiei a do ano passado.

Anônimo disse...

Esse estava muito melhor, gostei bastante. O Fernando é ótimo. A Globo poderia aproveita-lo em outros programas também

Jovem Jornalista disse...

Tenho gostado muito dessa edição. Estou alguns episódios atrasado e vou ver se consigo colocá-los em dia hoje. Adorei sua resenha. Que bom que o programa retorna ano que vem.

Boa semana!

O JOVEM JORNALISTA está no ar com muitos posts e novidades! Não deixe de conferir!

Jovem Jornalista
Instagram

Até mais, Emerson Garcia

Fatyma Silva disse...

Gostei de assistir, acho que gostei mais do Fernando como apresentador do programa !

Sérgio, tenha uma boa tarde!
Um abraço

Sérgio Santos disse...

Entendo, anonimo...

Sérgio Santos disse...

Poderia, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Emerso.

Sérgio Santos disse...

Bjs, Fatyma!