segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Sexta edição de "A Fazenda" fica marcada por guerra de cuspe e suspeita de manipulação

A sexta edição de "A Fazenda" terminou nesse domingo (29/09), com a vitória de Bárbara Evans, com 54,88% dos votos. O reality, que estreou em junho, em meio à crise da Record, ficou marcado pelas suspeitas de manipulação e por uma verdadeira guerra de cuspe, que foi liberada pela direção, já que não houve qualquer tipo de punição para os participantes que chegaram a esse nível.


"A Fazenda" começou dessa vez tentando surpreender o público através de uma regra ousada: inserir uma prova na primeira semana de confinamento que levaria um participante direto para a final. A atitude foi louvável, afinal, é sempre bom procurar sair da mesmice, porém, o resultado foi um verdadeiro tiro no pé. Oliver, um sujeito cansativo, irritante e que pouco fez para merecer continuar no programa, ganhou a tal prova e garantiu o terceiro lugar. Terceiro porque sempre foi desprezado pelo público e nunca teve sequer chance de faturar o prêmio.

Apesar desse grave erro, a produção acertou na escalação do time. Afinal, nesse reality quanto pior for a pessoa melhor para o programa. E vários escolhidos protagonizaram barracos que entraram para a lista dos mais pesados de todas as edições. Lu Schievano, Andressa Urach, Bárbara Evans, Mateus Verdelho, Oliver,
Paulo Nunes, Rita Cadillac, Ivo Meirelles e Denise foram os responsáveis pelas maiores baixarias da sexta edição. Mulher Filé, Yudi, Scheila Carvalho, Beto Malvacini, Aryane Steinkopf, Gominho e Márcio Duarte também participaram de brigas, entretanto, um pouco mais 'leves' do que as do outro time. Aliás, Scheila teve uma participação apagada no reality, mas acabou se destacando do lado de fora da casa por causa da relação com seu marido: teve sua vida pessoal amplamente explorada pelo "Domingo Espetacular", por causa da traição de Tony Salles.

Apesar de ter cumprido o que prometeu ao selecionar um time extremamente polêmico, o diretor  Rodrigo Carelli errou na condução do programa. Lamentável o público ter sido 'presenteado' com aquele festival de cuspes que marcou várias discussões sem que os participantes envolvidos fossem devidamente punidos ----- Andressa Urach e Mateus Verdelho foram os principais 'cuspidores'. Ao ignorar os espetáculos de cusparada, a produção deixou claro que estava mesmo pretendendo alcançar uns pontos a mais no ibope através da escatologia. É bom deixar claro que brigas são comuns em qualquer reality e o fã desse tipo de atração gosta, entretanto, um pouco de bom senso se faz necessário. Ainda mais levando em consideração que Britto Jr. sempre foi um crítico ferrenho do "Big Brother Brasil" e suas 'baixarias'.

Além das tristes guerras de cuspe, é de se lamentar as situações que deixaram a credibilidade de "A Fazenda" bastante abalada. As outras edições já renderam o mesmo tipo de especulação, mas na sexta isso ficou ainda mais evidente do que o 'normal'. As 'surpresas' que vinham dentro da arca --- imunizações, benefício de votos, enfim ---- nunca foram comunicadas para o público com antecedência; ou seja, o telespectador era tão surpreendido quanto os participantes. Para piorar, duas eliminações foram canceladas sem prévio aviso. E coincidentemente as duas 'roças' canceladas eram compostas somente por participantes polêmicos, que rendiam boas brigas e corriam risco de sair. Difícil assistir sem desconfiar dos reais interesses das súbitas decisões.

"A Fazenda" 6 conseguiu liderar na grande final (11 pontos), deixando a Globo (9 pontos) em segundo e o SBT (8 pontos) em terceiro, porém, chegou ao fim tendo uma média geral de 9 pontos, índice nada satisfatório para os padrões da emissora. Apesar da queda de audiência, do alto custo de produção e da diminuição do número de patrocinadores, a Record  anunciou que irá produzir a sétima edição. Porém, se depender da impressão causada ao longo dessa temporada, "A Fazenda" 7 precisará de muitas reformulações. Britto Jr. novamente mostrou que não tem carisma e nem desenvoltura para comandar o reality, Rodrigo Carelli subestimou a inteligência do público através de regras suspeitas, as edições mais uma vez foram arrastadas e entediantes e, para culminar, a sexta edição terminou tendo Ivo Meirelles como a única atração musical da final. Sem dúvida um conjunto preocupante e um desfecho nada animador.

38 comentários:

paulo disse...

O poder da arca equivale ao bigfone do bbb, ou seja, pode ser manipulado sim, porem a arca fica o tempo todo na sede a vista dos peões e trancada. Quanto ao bigfone eles podem escolher na hora dependendo de quem atender, concorda? O "show" do Ivo Meirelles não foi exatamente isso, parece que foi uma canja dele com os outros peões pela empolgação do momento, afinal ele pegou o microfone no final e cantou, nem palco tinha. Não é costume da fazenda colocar atrações musicais na final e sim priorizar os melhores momentos do programa e reunir os ex-peões. O bbb é que sempre chama alguma atração musical pra tentar animar aquele marasmo. E suas criticas ao Brito lembre-se que ele é um produto da rede globo. Acho o bial bem mais chato que ele, nunca esqueci o DESASTRE que foi ele apresentando o rock in rio 2 de 91(ele pagou king kong com seus comentários, você nem deve se lembrar pois não tem idade pra isso). O negocio é que o brito apresenta a fazenda sem levar aquilo muito a serio ao contrario do bial com suas declamações, metáforas e poemas intermináveis, patético! E pra terminar a globo precisa aprender com a Record a escolher melhor os participantes pro seu bbb(falsos anônimos), ao contrario da fazenda que só melhora a cada edição.
Falei!

Vinícius disse...

Nem perco meu tempo vendo esse reality.Só vi a primeira edição e achei péssimo.

E comentarista Paulo, o senhor está errado. O poder do Big Fone é avisado pelo Bial antes dos participantes irem atender, na Fazenda ninguém sabe o que tem lá. E quem te garante que a produção não abre e troca sem que ninguém veja? A transmissão ao vivo na internet é cortada toda hora. Santa ingenuidade, Batman!

Anônimo disse...

Como já comentei em outro site: prêmio mais mal dado e edição das mais sem graça. Mereceu a audiência, até por tudo de feio e absurdo que rolou e deixaram passar e a suspeita de manipulação e resultados principalmente da que ganhou, já que a mãe dela vivia anunciando notícias praticamente boas antes do resultado.
E o apresentador que uma semana antes diz ter certeza já que ela ganharia e etc...

Foi mais uma e das piores. Pessoa ganhando por causa de casalzinho forçado de novo, que cresce por n motivos e em cima de outros participantes, torcida boba, e não por personalidade.
E resolveram fazer a 7? Se o elenco não me agradar, assim como esse último, nem insisto em olhar uma vez ou outra como fiz nesse. Ou talvez nem procure saber quem vai mesmo, ainda mais depois dessa péssima.
Se bem que só passei a assistir mesmo, uma vez ou outra, e torcer depois de ver as palhaçadas que faziam com um participante.
Brito enjoado como sempre, desde o Hoje em Dia critica o que acontece perto dele também.
E nem assisti o final, mas só de ter sido "apenas" o outro uó, Ivo, porque ainda seria pior com o arrogante e desnecessário Yudi, que também ia se apresentar e parece que não foi. Sem falar em Mateus que parece que cantou também...
Pelo menos desisti de assistir o previsível e triste da final antes de terminar e aproveitei para rever o melhor episódio da segunda temporada de Revenge.

eder ribeiro disse...

Sérgio tenho aversão a estes tipos de programa. Boa semana.

Anônimo disse...

ODEIO,ESSE,TIPODE,PROGRAMA,NEM,PERCO,MEUTEMPO,ASISTINDO.BOMDIASERGIO.

Anônimo disse...

DAQUI,ALGUNS,MESES,ENTRA,NOAR,OUTRA,PORCARIA,CHAMADA,BBB,NINGUEM,MERECE.

Bell disse...

Engraçado é que muitas pessoas como eu odeiam e outras tantas amam, caso contrario não teriam audiência.
Cada um representa um papel nestes reality (quanto mais vc causa, mais chances tem de ir para final), não vejo graça em pessoas se ofendendo, se cuspindo, e fazendo nheco nheco debaixo dos edredons.

Mas é disto que muita gente ainda curte e gosta.

paulo disse...

O Bial apenas avisa que o telefone vai tocar mas nunca diz o que será dito, óbvio que muda de acordo com quem atende. Num reality onde o participante é eliminado e volta depois pra dentro da casa tudo pode acontecer, rsrs... Ah, eu acho é graça desses fanáticos pela globo que morrem de vontade de acompanhar outros canais(incluindo a fazenda) mas tentam a todo custo resistir, e pior que não conseguem e acabam assistindo, kkkkkk!

Clau disse...

Bom dia Sérgio!
Ainda bem que não assisti 'A Fazenda' nenhum dia.
Sei que não perdi nada relevante.
Quanto às manipulações,certamente existem,mas creio que não somente nesse programa,mas também no BBB e em outros reality shows.
Bjs e ótima semana!

Luma Rosa disse...

Oi, Sérgio!
Acabou? Não cheguei a assistir e não conhecia quase ninguém. Ouvia os comentários e passei um dia com nojo, quando a Lulu contou uma "proeza" de uma "mocinha". Não gosto nem de lembrar que me embrulha o estomago.
Somos um país tão esquisito, que onde tem baixaria, o ibope vai nas alturas. Perceba que até nas novelas é um tal de dar tapa na cara toda hora, gente se pegando, dizendo besteiras, palavrões... fazer o quê? Deve ser cultural...rs.
Beijus,

Vinícius disse...

Paulo, eu não sou fanático pela Globo, ao contrário de você que é um doente pela Record como dá pra ver.

O Bial AVISA SIM o conteúdo do poder do Big Fone e o site do programa também publica no dia do telefone o que irá acontecer com quem atender. Se informe antes de sair falando qualquer besteira.

Mas também você acha Brito um bom apresentador e MELHOR que o Bial. hahahahahahahaha Como te levar a sério?

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Olá amigo, eu nunca assisti esse programa mas minha filha que mora fora diz que é pura baixaria, pelo jeito é mesmo, afff Abraçosss

Anônimo disse...

A manipulação desse reality é vergonhosa. Não sei como pode já estar na sexta edição. Desde a primeira há golpes ou alguém realmente acredita na vitória daquele Dado Dolabella?

Demian disse...

Na minha opinião, tanto A Fazenda quanto BBB são péssimos programas... Aliás, esses programas são o quê??? A TV, para mim, é sinônimo de entretenimento, dramaturgia, informação... Esses realities (que de realidade não tem nada) não são nada disso... Não vou criticar quem assiste e gosta, mas eu passo longe desse tipo de programa.

Letícia disse...

Boa noite meu caro Sérgio, tudo bem?

Na realidade nunca assisti nenhuma edição de "A Fazenda", mas confesso que ao ler seu texto fiquei um pouco incomodada com o baixo nível do programa, mas principalmente pelo festival de cusparada que parece ter feito parte desta edição do programa da Record. Achei bastante lamentável o ocorrido, apesar de não ter visto o programa, apenas mostra que a emissora não se preocupa com as pessoas ali envolvidas, mas com a audiência que aquilo pode proporcional. Sei que o programa é feito com "celebridades", mas pelos nomes que li no seu texto, conheço apenas três pessoas ali, o resto não faço ideia de quem são. É o tal "famoso quem?".

Confesso que assisti umas quatro edições do BBB, mas mesmo assim sem grande interesse. O último, então, nem sei por onde passou, nem a final assisti, de tão desinteressada que eu estava. Confesso que nem sei o nome da quem ganhou, como pode observar meu interesse era inexistente mesmo.

Mas lamento por programas assim, sei que tão um faturamento altíssimo as emissoras e o prêmio entregue ao ganhador é apenas uma pequenina parcela do montante faturado, é quase um troco.

As emissoras não estão muito preocupadas com quem participa. É nítido que estimulam a baixaria, vide o BBB, quando há festas temáticas o número de bebidas alcoólicas colocadas ali a disposição dos participantes é de deixar qualquer um em coma alcoólico. Nas vezes que assisti, não me lembro de ter alguém que tenha saído das festas totalmente sóbrio. Todos sabem que onde há bebidas ofertadas assim, sempre haverá confusão, barraco e brigas homéricas. É o que deseja as emissoras e o público que se submete a acompanhar tais programas. Os participantes envolvidos sempre esperam que consigam a tão almejada fama, alguns conseguem, outros voltam ao anonimato. A única que vi que ganhou um destaque e consegui fama e prestígio foi a Grazi Massafera, é claro que há outros que conseguiram destaque, mas apenas ela conseguiu atingir o grau de protagonista de novela. Não se pode negar que a moça tem carisma, mesmo que o talento ainda precisa ser aprimorado, mas já melhorou bastante, mas há um longo caminho pela frente.

Enfim, particularmente não acredito que as emissoras abram mão de um produto tão rentável, não se pode negar que são programas ruins mesmo, mas que atraem público e patrocinadores. E ainda teremos muitas edições de "A Fazenda", e "BBB". Para quem cansou deles, tem a opção de trocar de canal, ao melhor ainda, vá fazer outra coisa mais interessante, ler um livro, ir ao cinema, estudar, bater papo com os amigos... Enfim, sempre haverá coisas mais legais para fazer que perder tempo com reality show.

Um abraço Sérgio e uma excelente semana...

paulo disse...

Caro Vinicius, eu não afirmei em momento algum qual dos dois apresentadores eu acho melhor ou pior. Eu apenas acho que as pessoas pegam no pé do brito simplesmente porque ele é da Record, se esquecem que ele veio da globo, enquanto colocam o bial num pedestal(fãs do bbb). Eu acho o bial patético(sempre achei), desde sua desastrosa participação como comentarista do RIR2(procurem na internet vídeos e textos sobre tal coisa), tanto que depois disso ficou na geladeira por um longo tempo. E se o Sergio se lembra já contei aqui que aquele big brother é mais falso que os programas do João Kleber com anuncio da Tekpix juntos. Mas quem gosta de ser enganado e ainda aturar o apresentador levando aquilo a serio com direito a declamação de poemas e uso de metáforas nos textos dos paredões vem ai mais bbb...

Danizita L. disse...

A briga das cusparadas foi triste ( isso só pra citar uma das confusões) tinha que ter tido punição, erro grave da emissora, uma pena, poderiam conduzir o programa de uma forma melhor, pois acho que tem bom potencial. Depois daquilo quem é fã da Record não tem direito de apontar o dedo para as novelas e o BBB da Globo, aliás essa edição da Fazenda foi o programa mais escandaloso do ano, kkkkkkkkk.

Boa semana Sérgio.

Barbie Californiana disse...

Quanto barraco, heim Sérgio? Não assisto, mas imaginei o escândalo... rs beijinhos

Thallys Bruno Almeida disse...

Olha, se eu assisti 5 minutos dessa Fazenda, foi muito. Só vi o que saía de longe e já era determinante pra passar longe daí. Entra Fazenda e sai Fazenda e Britto Junior só parece piorar, seja na falta de comando, seja nas pretensões de criticar a concorrência sem moral.

E outra, como dá pra acreditar que é ao vivo 24 horas se sempre que tem prova importante o site corta a transmissão toda hora?

Quanto ao elenco, foi o que mais fez jus à ideia de quanto pior, melhor. Uma seleção de criaturas bizaríssimas. Teve de tudo. Guerra de saliva, palavrões, xingamentos homéricos, festa-reencontro com participante andando nua (Andressa Urach) na frente de todos pra ironizar as escolhas das finalistas.

Olha, nem o BBB 10 que pra mim foi um dos recordistas em xingamentos e discussões chegou a tanto. E duvido muito que A Fazenda mude. Abç!

Sérgio Santos disse...

Não, Paulo, eu discordo. O conteúdo do Big Fone é avisado no site do BBB e pelo próprio Bial antes de tocar. O público sempre sabe o que será. Não tem nada a ver com a tal arca que todos, incluindo o espectador, são surpreendidos.
Quanto a participante que volta, já falamos disso, voltam por votação popular. E quanto a isso não vejo manipulação, nem no BBB e nem na Fazenda. Voto é voto e quem escolhe (acertadamente ou não) é o público.

Já colocar um participante dentro do reality pra movimentar a casa, ok, não é manipulação. Manipulação é cancelar duas eliminações que foram devidamente formadas por meio de votação dos envolvidos, porque todos os ameaçados são polêmicos e rendem audiência.

E daí que o Britto veio da Globo, Paulo? Tô pouco me lixando pra isso. O Paulo Henrique Amorim também veio e o acho igualmente ruim. Brito é um péssimo apresentador. Eu falo do Bial pelo que eu vejo no reality, o que ele fez antes critica-se antes e não agora. Mas se vc odeia os discursos metafóricos do Bial, imagino que deve ter tido ânsia com aquele discursos do Britto, que eram claramente 'inspirados' nos do Bial. Só que, né, davam vergonha alheia.

Já disse, Paulo, nada tenh contra quem gosta de Fazenda, mas criticar quem gosta de BBB não tem um pingo de lógica. Ainda mais citando 'manipulação', afinal, mas manipulado que que esse reality da Record é... Abraços.

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Vinícius. Sim, vc tem razão, o Bial fala o conteúdo do Big Fone. abçs

Sérgio Santos disse...

Anônimo, não sei dizer se o prêmio foi justo ou não porque vi muito pouco e nem sei quem era 'legal' ou 'imbecil'. Aliás, vi mais gente imbecil do que legal, mas enfim.

Eu li que a produção tinha tentado chamar Naldo ou Anitta pra cantar na final mas acharam o valor mt alto e optaram pelo Ivo mesmo. Triste. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Ok, eder, abraços.

Sérgio Santos disse...

Ok, anônimo. Boa noite.

Sérgio Santos disse...

Isso depende, Bell, nem sempre quem mais causa vai pra final. Muitas vezes e o contrário. Mas essa ediçao de A Fazenda teve um péssimo ibope. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Paulo, o Bial diz que vai tocar e o que a 'voz' vai dizer. Mas esse seu comentário prova que vc realmente não vê o programa, ou seja, falou a verdade qd disse que odeia.

Sérgio Santos disse...

Clau, obrigado pelo comentário. bjsssss

Sérgio Santos disse...

Olha, Luma, eu nem sei o que se passou com essa tal mocinha, mas é melhor deixar pra lá... bjsssss

Sérgio Santos disse...

Kellen, eu também não vejo. Aliás, vejo mas bem pouco. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Anônimo, não vi nada dessa edição do Dado então nem posso opinar, mas não duvido que o povo tenha premiado ele mesmo... Quase sempre gostam de um infeliz...

Sérgio Santos disse...

Demian, eu sou fã do BBB. Assino PPV e me envolvo. A Fazendo eu não gosto porque acho chato e detesto aquelas subsubcelebridades. Mas é triste ver uma edição marcada por cusparadas e suspeitas de manipulação. abçssss

Sérgio Santos disse...

Oi minha cara Letícia. Eu amo o BBB. Mas lá nunca teve guera de cuspe, aliás, isso deveria dar eliminação imediata.

Sobre as bebidas, concordo que são colocadas para que eles bebam e briguem ou falem mais 'verdades', no entanto, eles são bem grandinhos, né, então bebem porque querem.

A Globo uniu o útil ao agradável com o BBB. Coloca a sua programação pós 22h de férias e ainda fatura com isso. Mas respeito quem odeia esse tipo de programa.

Eu nem critico a Fazenda por ser um reality, até elogiei o início dessa edição porque vi que estavam tentando sair da mesmice. Mas não posso fingir que tá tudo bem numa edição onde cuspe e regras suspeitas dominaram.

Beijão! ;)

Sérgio Santos disse...

Danizita, essa cusparada foi a única que eu vi, mas sei que nessa edição foi um festival de baixaria. E o curioso é que o Edir Macedo dizia que as novelas da Globo e o BBB eram lixos e davam péssimos exemplos. O mundo dá voltas... rs bjs

Sérgio Santos disse...

Pois é, Barbie... rs bj

Sérgio Santos disse...

Isso do corte da transmissão quando tem prova ao vivo eu cheguei a ler, Thallys. Outra coisa que levanta suspeita.

Li também que a Urach andou pelada nessa tal festa mas nem cheguei a ver. Também acho difícil que eles mudem algo. Pelo visto só irá piorar. abç

Patricia Galis disse...

Comecei a ver mas depois parei foi uma porcaria e com certeza cartas marcadas, participantes porcos, e de baixo escalão como expectadora fiquei chocada com o que vi....

Sérgio Santos disse...

Imagino o seu estado de choque, Patrícia. rs Realmente vc não suportaria ver aquilo. bj

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.