sexta-feira, 19 de setembro de 2014

"The Voice Brasil" estreia terceira temporada mantendo as qualidades e apresentando boas novidades

A terceira temporada do "The Voice Brasil" estreou nesta quinta-feira (18/09), no lugar de "A Grande Família", que chegou ao fim em definitivo. Após duas temporadas de sucesso, o programa, dirigido por Boninho, iniciou a terceira mantendo todas as qualidades vistas nas edições anteriores e com algumas boas novidades também.


Entre as novas ideias, está a 'Segunda Chance', que como o próprio nome diz, abre novamente uma oportunidade de um candidato reprovado nas audições anteriores ser escolhido por algum dos jurados. Outra novidade da edição é a 'Audição às cegas' para o público. Ou seja, o telespectador não conhece o participante e nem sabe da história de vida dele. A pessoa se apresenta escondida por uma cortina vermelha e quem está em casa tem a mesma sensação do juri: apenas ouvir e julgar a voz. Sem dúvida, foram duas novidades acertadas.

A entrada de Fernanda Souza como repórter, substituindo Miá Mello, também foi algo novo na terceira edição. A atriz, inclusive, se saiu bem e não fez feio ----- ela também apresenta um conteúdo on-line exclusivo, o "The Voice Web". Já o restante não foi alterado, até porque não se deve mexer em um formato que deu tão certo.
Inclusive o horário continua igual. A primeira temporada foi exibida aos domingos e a segunda foi transferida para as quintas, permanecendo, acertadamente, até hoje.

Thiago Leifert continua bem à vontade na apresentação, enquanto que Lulu Santos segue hiperativo, Carlinhos Brown persiste com seus longos comentários, Cláudia Leitte continua distribuindo sorrisos e elogios, enquanto que Daniel segue comentando pouco e se fazendo menos presente em relação aos demais. Não dá para negar que o quarteto segue bem entrosado, onde um brinca com o outro o tempo todo.

A estreia contou com bons participantes, outros nem tanto, e algumas revelações, como por exemplo, a drag queen Deena Love, que encantou os jurados e mostrou uma voz extraordinária. Não será surpresa se já for considerada uma finalista, porque tem potencial para estar na grande final. Ainda tiveram duas ex-integrantes do "Ídolos", da Record: Nise Palhares (que eliminou Chay Suede, ficando em terceiro lugar na edição de 2010) e Hellen Lyu (terceira colocada da edição de 2009).

Para encerrar a estreia em grande estilo, os quatro jurados cantaram "Toda Forma de Amor", de Lulu Santos, em uma excelente apresentação, que fechou o primeiro dia de audições da melhor forma possível. Foi uma estreia merecedora de muitos elogios.

O "The Voice Brasil" mostrou que ainda têm fôlego para várias temporadas e a terceira começou de forma promissora. O reality musical segue sendo um dos melhores programas da Globo, provocando uma grande repercussão nas redes sociais e exibindo talentos que ---- embora muitos não tenham emplacado té agora ---- cantam lindamente e encantam quem assiste.

45 comentários:

Anônimo disse...

Tb gostei da estreia e o programa continua bom demais!

Amanda Ventura disse...

Estou feliz com a volta do The Voice. Como sempre o nível dos candidatos é alto. Só que, ao contrário de você, não achei boa a novidade da última candidata se apresentar atrás da cortina até que um jurado virasse a cadeira para ela. Por ser um concurso, acho que deve haver uma padronização das apresentações: ou se adota a regra para todos ou para nenhum.

Diego disse...

Também gostei da estreia e o programa é muito bom. Aquela drag canta muito bem. E essa Segunda chance é uma boa ideia mesmo.

Andressa Mattos M. disse...

Boa crítica, Sérgio. Nem estava muito animada com essa terceira temporada mas me surpreendi com a estreia. O nível tá alto e as novidades agradaram. Só acho que os jurados tinham que mudar. Já deu pra eles. Beijo.

Melina disse...

Sérgio, estou um pouco cansado desse programa, mas até que gostei da estreia. Deu pra entreter e o nível dos candidatos estava bem bom mesmo. Gostei da novidade da cortina vermelha, mais do que a segunda chance. Um beijo.

Melina disse...

*cansada

juliana s disse...

olá Sergio, gostei muito das novidades do programa.Só acho chato quando os jurados começam fazer teatrinhos, o Carlinhos falar demais, fora isso está tudo perfeito. Eu acho que na próxima edição deveriam mudar os jurados. Bjos

Anônimo disse...

Adorei a estreia! Concordo com a crítica!

Clarisse P. disse...

Achei a estreia boa, embora tenha achado a da segunda temporada boa tb e depois me decepcionei. Mas o programa é bom e não dá pra negar. Essa ideia da cortina foi tirada do Superstar tá na cara. Vamos esperar os próximos dias.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Também gostei da estreia e das novidades. Espero que novos talentos, como Ellen Oleria e Sam Alves, sejam revelados.

MARILENE disse...

Sergio, encanto-me com alguns participantes e fico pensando nas belas vozes que existem e que não conseguem fazer sucesso. Esse programa não cansa, tem o lado divertido e é muito bom. As alterações deram certo e continuará a despertar o interesse do público. Bjs.

Rita Sperchi disse...

Bom dia Serginho querido, esse programa promete...Sempre tras bons cantores, mas depois a gente quase nem ve eles em programas por ai....Quantos aos jurados sou fã do Daniel gosto da Claudia e do Carlinhos mas não engulo o Tal do Lulu Santos acho ele intragável
mas é questão de gosto de cada um
Fernanda tava bem..vamos ver quem vai sair vencedor
Bjusss de chuva pra vc
RiTA!!

Bia Hain disse...

Olá, Sérgio, como vai? Eu gosto muito de programas estilo The Voice, talvez por gostar de demais de música. Gostei de algumas apresentações, acho que a Claudia Leite às vezes peca pela superficialidade e senti um certo nervosismo por parte da Fernanda, mas acredito que o programa engrenando, tudo entra nos eixos. Um abraço!

A Viajante disse...

Oi Sérgio! Parece que essa edição vai ser melhor mesmo. Beijão!!

Felisberto Junior disse...

Olá, Bom dia, Sérgio
sim,também, adoro esse tipo de programa, musical,tanto que vi e revi as 12 apresentações.Gostei da D.Love, mas, G.Silva mostrou ser um excepcional candidato. Sim, gostei da estréia da terceira temporada, com quase o mesmo formato da novidade 'Audição às cegas' e ,como escrito,os técnicos mantiveram a mesma postura anterior,com seus defeitos e qualidades!Vi o programa da Fernanda Souza na web ,ela estava elétrica,hehehe!
Obrigado pelo carinho, belo finde,abração!

Anônimo disse...

programinha enlatado e chato, a globo caiu demais no meu conceito.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Eu achei ótima a oportunidade da 'Segunda Chance'. Muito justa, haja vista a qualidade dos candidatos que se apresentam no programa.
Gosto desse tipo de reality musical, pois projetam no mercado grandes talentos musicais.
Não vi a estreia da terceira temporada e gostei de ler suas considerações sobre ela. Vou tentar ver os próximos programas.

Ótimo final de semana,

Abraço.

Filha do Rei disse...

Oiiii!! Também gostei e a gente se surpreende das vozes que o Brasil tem,fico olhando para os concorrentes e fico impressionada pela diversidade de tons, vozes, singularidade.Tudo continua com excelência.

Sérgio Santos disse...

Verdade, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Eu nem tava animado, Amanda. Mas gostei mt da estreia. E eu acho que essa questão da cortina nem influencia em nada pq os jurados estão de costas da mesma forma e o público nem vota, então não tem injustiça. Achei interessante a novidade. Depois posto o texto sobre Dupla Identidade. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Diego.

Sérgio Santos disse...

Eu tb não estava animado, Andressa, mas gostei do que vi. E tb acho que poderiam dar uma mudada nos jurados. bjs

Sérgio Santos disse...

Entendo, Melina, mas eu ainda gosto bastante. Bjão!

Sérgio Santos disse...

Isso eu tb acho chato, Juliana. Esse teatrinho é forçado e nada engraçado. Só prejudica a naturalidade do formato. Tb acho que alguns jurados tinham que sair. bj

Sérgio Santos disse...

Obrigado, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Clarisse, não tinha parado pra pensar nisso. É verdade, como Boninho dirigiu os dois, é provavel que tenha tirado a cortina da tela subindo no Superstar. Mas gostei mesmo assim. bjsssss

Sérgio Santos disse...

´Tb espero, Elvira. Vamos ver. bjs

Sérgio Santos disse...

De pleno acordo com vc, Marilene. Bjsssss

Sérgio Santos disse...

Rita, é questão de gosto mesmo pq acho o Daniel o jurado mais desimportante e o Lulu o melhor de longe. rs E quero chuva mesmo! bjsssss

Sérgio Santos disse...

Tb gosto desse tipo de programa, Bia, e amo música, etão ajuda. rs Achei a Fernanda bem e a Cláudia é desse jeito mesmo, aliás, nenhum ali muda, impressionante. Bjsssss

Sérgio Santos disse...

Vamos ver, Ju. bjão!

Sérgio Santos disse...

Felis, nem cheguei a ver o tal programa da Fernanda na web, mas deve ter sido bom de acordo com o que vc escreveu. Ou não. rs O programa é mt bom mesmo, concordo. abçsssss

Sérgio Santos disse...

Ok, anônimo!

Sérgio Santos disse...

Tente ver os próximos, Vera. E a ideia da segunda chance é mt justa mesmo, tb gostei bastante. bjsssss

Sérgio Santos disse...

Oi Cléu! Concordo plenamente com vc. bjão!

Amanda Ventura disse...

Acho a ideia da cortina boa sim, Sérgio. Possibilita ao público ter a mesma experiência dos jurados de avaliar apenas o que se ouve e não o que se vê. Mas acho que deveria valer para todos os participantes e não apenas para um, porque quando não há padronização corre-se o risco de alguém se sentir prejudicado ou acharem que alguém foi beneficiado.

Mesmo que os jurados não vejam o candidato antes de virarem as cadeiras, o público vê e se manifesta, e esta manifestação pode influenciar. O público reagiu de imediato ao ver Deena Love. É claro que a voz era maravilhosa, mas a primeira reação foi pelo visual.

Que bom que vai escrever sobre sobre Dupla Identidade! Quero ler sua opinião. Eu gostei bastante, é pena que não seja diário.

Luma Rosa disse...

Oi, Sérgio!
No programa eles exageram no uso do Auto-Tune, o que não mostra a voz em seu natural. Não deviam usar, mas a justifica tiva é que o programa não é de "calouros" e para dar um ar mais profissional e melhorado no nível dos participantes, eles fazem uso de recursos para melhorar tanto a voz quanto a parte instrumental. Assisto por curiosidade e as pessoas deveriam ficar atentas na escolha de músicas muito populares. Uma candidata foi praticamente desclassificada porque a platéia cantou junto, quase abafando a artista. Para nós, a voz chega nítida por causa dos filtros usados na transmissão, mas ao vivo, os jurados ouvem também a platéia. Como proibir a platéia de não cantar junto? Deveriam ser conscientizados que podem prejudicar o candidato a vaga. Achei super injusto a moça ser desclassificada, mas cantando Adele, a platéia se empolgou pela música e não pela candidata. Enfim, o programa peca ao não dar a dica para os concorrentes.
Beijus,

Fabíola Oliveira disse...

Oi, Sérgio, infelizmente esses programas só servem para entreter o público que está na platéia e o que está em casa porque raramente o participante que vence consegue fazer sucesso.

Cadê o Sam Alves? Para quem tá começando, aparecer sempre é bom. No entanto, muitas vezes ser o vencedor dessas atrações serve apenas para amaciar o ego do ganhador porque depois que a euforia da temporada passa, ninguém ouve nem falar do participante mais e nem mesmo a Globo o chama para fazer participações em programas da casa.

É como se depois de tudo aquilo eles ficassem abandonados à própria sorte.

Sérgio Santos disse...

Entendi, Amanda. Mas ainda que o público se manifeste, ele não manda em nada nesta fase, são só os jurados mesmo, ou seja, teoricamente não faz diferença. Por mais que se tivesse gostado da Deena, e os jurados não tivessem virado, ela não seria classificada, por mais que reclamassem. Beijossss

Sérgio Santos disse...

Luma, gostei do seu comentário. Eu nem achei que essa candidata que cantou Adele tenha ido bem, mas o que vc bem colocou pode ter sentido mesmo. bjs

Sérgio Santos disse...

Pior que é verdade, Fabíola. Mas é um bom entretenimento. Curiosamente, o SuperStar, que deu menos ibope, teve mais êxito nesse sentido. A vencedora Balda Malta, por ex, está com várias músicas estouradas e já ganhou disco de ouro. A Suricato também está colhendo bons frutos. Já no The Voice tem sido diferente. Bjssss

Anônimo disse...

O segundo dia foi péssimo! Uma queda de nível terrível. Detestei.

Uma Interessante Vida disse...

Eu não curtia esse programa, mas agora assisto e gosto. :) bjs

Sérgio Santos disse...

O segundo dia deixou a desejar mesmo, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Que bom, Barbie. =) bjs