quinta-feira, 7 de agosto de 2014

"O Rebu": uma produção de qualidade inquestionável

A estreia de "O Rebu" foi empolgante. Repleta de luxo, com um grande elenco, personagens ambíguos, trilha sonora impecável, trama instigante e fotografia lindíssima, a novela causou uma ótima primeira impressão em seu primeiro capítulo. E, após algumas semanas no ar, pode-se constatar com bastante tranquilidade que o remake escrito por George Moura e Sérgio Goldenberg é um produto de qualidade inquestionável.


Dirigida por José Luiz Villamarim, a novela tem apresentado uma sucessão de cenas tensas e muito bem interpretadas, onde se observa claramente a competência do diretor extraindo tudo o que pode deste tão bem escalado elenco. Passada em 24 horas ----- a noite da festa e a manhã seguinte ----- e repleta de flashbacks reveladores, a história é muito mais do que o mistério que cerca o assassinato de Bruno (Daniel de Oliveira). E todos os seus meandros vão sendo apresentados ao público aos poucos, através dos podres dos convidados.

Isso porque todos os personagens têm falhas de caráter e telhado de vidro. Não há ninguém confiável. A novela é engrandecida com vários tipos complexos e ambíguos, onde não se sabe quem tem mais ou menos motivos para temer as investigações da polícia. O único fato concreto é que não há santo na história e nem aquele típico mocinho ou mocinha de folhetim.
Ou seja, todos são suspeitos, o que aumenta a curiosidade do telespectador, evitando qualquer tipo de previsibilidade. Tanto que em cada momento surge alguém que desperta desconfiança.

Os capítulos estão ficando cada vez mais intrincados e o clima de tensão constante deixa a trama com um ar sombrio, reforçado pela fotografia cinematográfica e um pouco escurecida de Walter Carvalho. A sensação passada é de que uma bomba está prestes a explodir, atingindo todos os integrantes desta instigante história, onde um tem medo do outro.

Enquanto o telespectador tentar montar o quebra-cabeças nada simples, os personagens tentam escapar o quanto podem das investigações, expondo o passado obscuro dos demais, em uma espécie de guerra velada. Ao mesmo tempo que o ataque é feito, se faz necessário armar uma defesa para evitar uma queda simultânea. Caso, por exemplo, do mau-caráter empresário Braga (Tony Ramos), parceiro da Mahler Engenharia, que precisa impedir que Angela Mahler (Patrícia Pillar) --- esposa de seu falecido amigo --- e a advogada Gilda (Cássia Kiss) destruam sua carreira, já que ambas têm provas de licitações fraudulentas, negociatas, lobby, além de vídeos (entregues por Bruno) de uma orgia promovida por ele, onde uma prostituta morreu de overdose.

E colocar personagens tão complexos nas mãos de atores talentosos não tinha como dar errado. Tanto que o elenco está primoroso e cada cena é brilhantemente interpretada. Vale destacar uma das mais fortes cenas até então, quando Braga é acuado por Gilda e Angela, que mostram para o empresário todas as provas que têm contra ele. Tony Ramos, Patrícia Pillar e Cássia Kiss foram extraordinários e vê-los juntos é um privilégio. Outra forte sequência foi o momento que Duda xinga Gilda e a acusa pela morte de Bruno. Sophie Charlotte, que está totalmente entregue nesta novela, brilhou ao lado da grande Cássia.

Maria Flor (Camila), Daniel de Oliveira (Bruno), Júlio Andrade (Oswaldo), Mariana Lima (Roberta), Camila Morgado (Maria Angélica), Jesuíta Barbosa (Alain), Bel Kowarick (Lídia), Pablo Sanábio (Kiko), César Ferrario (Cozinheiro Adão) e Bianca Muller (Mirna) são outros destaques que merecem menção. Além deles, há a sempre ótima Vera Holtz, que agora começou a ganhar importância na trama com sua divertida e atirada socialite Vic Garcez, uma devoradora de homens. Dira Paes também está excelente com sua investigadora Rosa, personagem que não existia na obra original, parceira do delegado Pedroso (Marcos Palmeira). E José de Abreu está muito bem como o canalha Bernardo, cúmplice de Braga e marido de Gilda. Ou seja, um time que faz jus ao conjunto irretocável desta produção.

O texto enigmático e repleto de tiradas ferinas é outro ponto alto. Os diálogos são marcados pela troca de ironias, cinismo e muitas indiretas. Levando em consideração que, em alguns momentos, as máscaras caem momentaneamente, proporcionando tons mais agressivos e transformando as conversas em enfrentamentos. Vale aplaudir também a trilha sonora, marcada por clássicos internacionais e nacionais. A música funciona como uma espécie de personagem imprescindível, onde 'Atrás da Porta' (Elis Regina), 'Bizarre Love Triangle' (New Order), 'Paris' (Jay JayJohanson'), 'The Way You Look Tonight' (Gloria Stefan), 'Eu Te Amo' (Chico Buarque), 'Why Won`t They Talk To Me' (Tame Impala) e 'Boys Don`t Cry' (The Cure), entre outras, engrandecem ainda mais a obra.

"O Rebu" tem proporcionado impecáveis capítulos para o telespectador e à medida que a história avança, o nível de interesse pelos meandros do bem amarrado enredo fica maior. George Moura, Sérgio Goldenberg e o diretor José Luiz Villamarim têm conseguido produzir uma obra de imensa qualidade, cujo enredo, elenco, trilha e personagens compõem de forma harmônica uma instigante história, que gira em torno de um assassinato, onde há bem mais bandidos que mocinhos.

80 comentários:

Anônimo disse...

Bom texto! É a melhor novela no ar. A única novela boa em sua plenitude.

William O. disse...

Boa noite. Estou de pleno acordo com a postagem! O Rebu tem honrado toda a preciosidade de sua produção e é uma novela que dá gosto de ver. Talvez esteja na hora da Globo rever a duração das novelas porque as mais curtas acabam sendo mais diretas e sem enrolações. O elenco é um dos melhores já vistos e a trama prende mesmo. Pena que acaba em setembro.

Paulo Roberto disse...

Ótima novela. Embora eu queria que fosse igual a original (os personagens): Conrad Mahler, Bruno, Boneco, Sílvia, Glorinha, Álvaro... Mas mesmo assim é ótima. Muito boa de assistir

Vivi disse...

Estou hipnotizada com essa novela. Não consigo nem piscar quando ela está no ar. Parece que estou vendo uma peça teatral de imensa qualidade só pelo nível do elenco. E o fato de todos os personagens serem ambíguos realmente aumenta ainda mais o grau de interesse. Todo mundo deve e todo mundo teme. Merece ganhar muitas premiações.

Thallys Bruno Almeida disse...

Gosto do que tenho visto, mas confesso não estar acompanhando assiduamente por acreditar que esperava um pouco mais de sua história, mesmo gostando da proposta de todos os personagens serem verdadeiros tubarões que querem um ferrar o outro. O elenco tá mt bem (em especial Tony, Patrícia, Holtz, Cássia, Zé de Abreu), o figurino é bem produzido, a trilha é boa, mas a história não é algo que me anime a acompanhar todos os dias como vem acontecendo com Império e Boogie Oogie (as duas que considero de longe melhores no ar). E antes que venham com essa história de "quem não gosta não tem inteligência suficiente pra entender", só digo que defendia a proposta e torcia muito pra vir uma trama espetacular. Ruim não é, pelo contrário, tem cenas ousadas (que quase não tinham em Saramandaia), é bem-feita mas não acho nada de incrível como achei O Astro (ainda, pra mim, insuperável na faixa das 23h). Pra mim, Império e Boogie Oogie me agradam mais.

Milene Lima disse...

Vi só o primeiro capítulo, então contei quantas novelas estavam passando durante o dia, só na Globo, e me dei conta de que há novela demais na face da TV.
Mas, deve ser mesmo impecável, diante de toda a repercussão.

Beijo, Sérgio.

Fernanda disse...

A melhor novela no ar sem qualquer discussão. Um primor. Assino embaixo do seu texto e concordo com tudinho. Elenco impecável, personagens bem construídos e dúbios, história enigmática, texto impecável, trilha de bom gosto... Tudo ótimo. E aquela Boogie Oogie é uma porcaria, Sérgio. A cada capítulo que passa vai ficando pior, mostrando como seu enredo é falho. Império tem coisas boas e outras péssimas. A das sete não vejo mas sei que é uma tragédia. Beijos.

Anônimo disse...

Fico abismado com a limitação intelectual do público que diz que a novela é confusa. Tenho até pena dessa gente. Merece novelas como essa Boogie Xongas com texto raso e situações absurdas! O Rebu é pra gente de nível.

Flávia disse...

Essa eu gosto, Sérgio. Concordo com tudo. Tá ótima! A melhor mesmo! bjkkkk

Ana Carolina disse...

Também estou amando essa novela, Sérgio. É a única que tenho visto com assiduidade. Elencão, personagens instigantes, direção precisa, trilha linda...Muita coisa boa. Pena que são só 36 capítulos, não é?

Anônimo disse...

O CAPÍTULO DESSA QUINTA FOI UM DOS MELHORES!!!!!!!!!!

Andressa Mattos M. disse...

Sérgio, concordo com toda a sua bem escrita postagem. Gostei de O Rebu logo de cara, depois fiquei meio ressabiada, mas a novela me prendeu de um jeito que não consigo mais perder um só capítulo. Além de ser importante pra compreensão da trama, ainda nos coloca quase que dentro na novela como espiões. A trilha é de mt bom gosto, o elenco é repleto de estrelas e todos os personagens são complexos. Uma obra prima!

E agora Melina vai se esbaldar aqui! Beijo.

OX disse...

Sérgio, eu vi a versão original e digo que está está muito melhor. Talvez se fizessem um remake 100% fiel não fosse dar tão certo. O trabalho da equipe é digno de aplausos e é uma história que dá gosta de acompanhar. E ficou diferente da original, o que não prejudicou nem uma e nem outra. Desconfio que o assassino seja a Duda e seria uma final incrível. Mas todos são suspeitos e devem muito. Estou adorando tudo. Não há um só defeito nesta obra. É até impressionante. Abraços.

OX disse...

Que dá gosto*, desculpe.

Raíssa disse...

Novela impecável e quem não tá vendo tá perdendo uma grandiosa produção e de encher os olhos. A melhor novela no ar e a melhor novela das onze até agora! Deixou as outras no chinelo.

Anônimo disse...

Essa novela não é pra qualquer um. É pra um público segmentado, igual foi Lado a Lado, por exemplo. E texto impecável. Concordo com todos os posicionamentos sobre esta tão preciosa novela. Bjs

Anônimo disse...

Amo O Rebu. Pra mim é a melhor novela no ar. As ousadias da novela me surpreenderam, não se parece nada com a fraca Saramandaia. Eu gosto muito do núcleo central de Império, mas em O Rebu amo tudo. Pena que a novela não tem a audiência que merece ter. Acho essa obra voltada para um público bem específico.
Concordo com a Fernanda sobre Boogie oggie. A novela é, óbvia, falha e tem o texto raso (novela de principiante), mas não é tortura acompanhar algumas cenas. Tortura era acompanhar Em família.

Amanda Ventura disse...

O Rebu é o tipo de novela que sabe aproveitar bem cada minuto, sem desperdiçar nada. Se você perder uma cena, provavelmente ficará sem entender outras. Prende a atenção do início ao fim, e os capítulos curtos, que sempre terminam com uma nova revelação, instigam o público a acompanhar no dia seguinte. Como se não bastasse a história intrigante, temos também excelentes atuações e uma produção e fotografia preciosas.

Fabrício disse...

Uma produção caprichada e impecável. Não há defeitos ou um ponto fraco. É tudo perfeito e bem construído. Elenco, texto, direção, fotografia, personagens, não tem nada pra criticar. TEXTO PERFEITO, Sérgio! Uma crítica impecável para uma novela impecável. Abraço!

Paula Mattos T. disse...

Primeiramente, parabéns pelo seu blog. É o melhor blog televisivo que conheço. Fala de vários programas e novelas, é completo e o dono ainda interage com os leitores. Sempre acompanho embora não tenha comentado até agora.

Sobre O Rebu, assino embaixo. É a novela mais primorosa que está no ar e comparar com as demais é até covardia. Parecem produções primárias perto dessa. O elenco está fantástico. Tantos os experiente como Tony Ramos, Patrícia Pillar, Cássia Kiss, Vera Holtz e José de Abreu, quanto os mais jovens, como Sophie Charlotte, Bianca Muller, Maria Flor e Jesuíta Barbosa.

Os personagens ambíguos fascinam e preenchem a história de uma forma muito atraente. E concordo, a história vai muito além do assassinato do Bruno. Tem muito mais além disso. E ao longo dos capítulos isso vai ficando claro.

Pena que não vai durar muito no ar. Acho que merecia ter a mesma duração das novelas das onze anteriores. Mas com certeza será uma obra inesquecível.

Alexandra disse...

Nem acompanho direito, e nem tento mais, afinal se perco 1 capítulo dessa novela perco tudo, né? rsrs. Então já desisti. Mas o elenco é grandioso e a trilha ótima. Como não vejo mais O Rebu, a melhor novela pra mim é Império. Bjs.

Melina disse...

Sérgio, querido, que maravilha de crítica! Como disse a Andressa me esbaldei mesmo! hehe A novela é primorosa e estou encantada. Cada capítulo tem uma revelação ou cenas grandiosas. O mistério começa a ser desvendado aos poucos, com personagens deixando seus rastros de podridão á vista. Todos são culpados e inocentes ao mesmo tempo. Que delícia acompanhar isso!

Patrícia Pillar, Tony Ramos, Vera Holtz, Cássia Kiss, José de Abreu, Dira Paes, Camila Morgado, Mariana Lima e Marcos Palmeira estão ótimos e a linda Sophie Charlotte está impecável, assim como os outros mais jovens como Jesuíta Barbosa, Maria Flor, Júlio Andrade, Bianca Muller e o ator que faz o amante de Vic Garcez que infelizmente não sei o nome.

Uma sucessão de personagens maravilhosos, trama bem construída, ótimos atores e uma trilha sonora de agraciar qualquer ouvido. É uma novela que fará história e eu torço para vencer o Emmy Internacional. Sei que você torce pra Meu Pedacinho de Chão, Sérgio, mas eu quero O Rebu. Crítica impecável. Concordo com tudinho. Um beijo.

Felisberto Junior disse...

Olá,Boa tarde, Sérgio
bela análise, não me lembro muito da novela original, mas a essência, criativa, em si, permaneceu , toda trama da novela se passar em 24 horas e como dito, personagens complexos entregues à um grande elenco,não tinha como dar errado...
Obrigado pelo carinho, bom final de semana, abraços!

Lulu on the Sky disse...

Confesso que O rebu me surpreende a cada capítulo. Que novela ótima.
big beijos

Anônimo disse...

NOVELAÇO! MELHOR PRODUÇÃO DA GLOBO EM ANOS! E VI CRÍTICO ELOGIANDO BOOGIE OOGIE E SEU TEXTO CONSTRANGEDOR QUE CRITICOU AMOR À VIDA POR CAUSA DO TEXTO. E PIOR, VI GENTE PERDOANDO OS ABSURDOS DESSA NOVELETA DAS SEIS E DAS NOVE QUE CONDENOU OS ABSURDOS DE SALVE JORGE. É PRA RIR!!!! E O REBU É ALTO NÍVEL!

Pedro disse...

Novela luxuosa é outra coisa. Tudo bem acabado e bem produzido com uma história muito bem escrita.

Anônimo disse...

Depois de tanta coisa ruim a Globo parece ter acertado com essa novela. É de uma qualidade inquestionável realmente. E nem dá pra comparar com as outras que são lixos perto dessa. Qualquer comparação é descabida.

Lucas disse...

To curtindo essa novela de verdade, ta ótima, e a Patrícia já é dona total da novela, perfeita, ela é sem duvida a 2ª melhor atriz do Brasil....

Anônimo disse...

Não acompanho O Rebu pelo horário, mais sei bem dos dotes dessa produção. O elenco já é de primeira, o texto e a fotografia não deixam por menos.

E é um roteiro tão bem escrito que cada troca de palavras traz uma surpresa, uma revelação nova. E você tem que estar realmente "de olho nos detalhes", senão pode perder algumas informações valiosas que levam ao resultado final dos fatos.

Realmente, a proposta é muito ousada. Tanto a original, que contou uma noite em trezentos e tantos capítulos (eu acho), quanto o remake, que o faz por trinta e tantos.

Além do mais, o mistério sobre quem matou (excluindo o "quem morreu" da obra original) atiça a curiosidade, que só será saciada no último capítulo.

Uma grande idéia, que tinha tudo para dar errado, e deu certo.

TITO

Karina Marques disse...

Crítica maravilhosa, Sérgio! Essa novela é um primor e perfeita. Vamos criticar o que? Nem tem nada. Li hoje num site uma pessoa indignada porque a novela não pode ser passada em 24 horas se tem flashbacks do passado. Será que ela não tem capacidade para entender que 24 horas é a noite da festa e a manha seguinte? Que os flashbacks são uma coisa a parte? Por isso que não tem uma audiência muito alta, o público é burro demais pra entender.

Anônimo disse...

Eu gosto da novela, mas as vezes ela me cansa. A investigação do delegado é meio parada, ele deixa os convidados a vontade, parece que ninguém teme a policia. Parece mais que ta conversando do que interrogando um crime e ao final quando descobrir o assassino vai deixar passar. Os suspeitos estão a vontade, saem a hora que querem, numa dessas podem muito bem fugir pra não ser pego, afinal ta tudo muito livre. Enquanto isso tem aquele bando na cozinha que eu não sei o que estão fazendo, a festa já acabou, e continuam trabalhando preparando pratos. A forma como estão tocando as investigações é que me incomoda um pouco. E vem cá, as participações dos Noher já acabou? O Pierre sumiu, e o piloto já foi embora da festa e nem é suspeito. Cyria Coentro tem uma personagem que já apareceu mais que Olivia Torres, Miguel Arraes e Nando Brandão que nem entraram ainda e não tem o nome na abertura, sendo que ela não é uma atriz qualquer.

Kaká disse...

Poxa, lendo esse texto, fiquei com mais uma vontade de acompanhar essa novela. Pena que o horário não me permite. Mas, gostaria muito de assisti-la, pois gosto desse suspense, principalmente porque como você disse, ninguém lá é bonzinho, todo mundo tem algum segredo e pode ser suspeito. Mas, o que me chama mais atenção é o elenco. Afinal de contas, ter Tony Ramos, Patrícia Pillar, Cássia Kiss e José de Abreu numa mesma novela é sinônimo de excelência. Se a novela fosse só com eles, já valeria a pena assistir. Patrícia e Cássia já demonstraram várias vezes as atrizes maravilhosas que são. José de Abreu, depois de tantos trabalhos, conseguiu o destaque que merecia, graças ao Nilo. E Tony dispensa comentários. Sou suspeita para falar, pois sempre fui fã dele. Mas, além desse "quarteto fantástico", a novela ainda traz outros grandes nomes, como Vera, Dira, Camila, Danilo, etc. Enfim, Sérgio, é uma verdadeira constelação. Sorte de quem está conseguindo acompanhar.

Kaká disse...

Obs. No comentário anterior, onde eu escrevi Danilo, é Daniel de Oliveira.

Anônimo disse...

Gente que não tem capacidade para entender personagens complexos não acha O Rebu grande coisa. Vejo no Twitter que todos os burros que julgaram Amora Campana como vilã não gostam de O Rebu. Achei coerente. Esse tipo de perfil não é pra ralé.

Raquel Mazon disse...

Crítica precisa! Concordo com todos os argumentos bem detalhados do autor e assino embaixo. É a melhor novela no ar e uma produção merecedora de vários troféus, mas infelizmente não ganhará nada porque só ganha novela das nove. Mas o Emmy pelo menos precisa. Já estou até depressiva porque a trama acaba em setembro.

Sérgio Santos disse...

Concordo, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Pois é, William, já estou com saudades pq acaba em setembro. abçs.

Sérgio Santos disse...

Paulo, a novela é fantástica e gostei da mudança ao colocarem Patrícia e Sophie como protagonistas.

Sérgio Santos disse...

Vivi, tb fico hipnotizado e é impressionante como tudo se encaixa e os perfis são ambíguos, em uma trama instigante.

Sérgio Santos disse...

Ok, Thallys,antes mesmo da novela estrear vc já havia dito que não superaria O Astro pra vc. Ainda não sei se superou O Astro e Gabriela, que pra mim estão empatadas na excelência, já que ainda não acabou, mas as chances são grandes. E gosto cada um tem o seu, mas ela é infinitamente mais caprichada, incluindo tudo, do que todas as demais. Agora tudo o que a trama tem pra ser apresentado está apresentando, caso contrário seria outra novela.

Sérgio Santos disse...

Milene, isso é verdade, tem novela pra caramba no ar. bjs

Sérgio Santos disse...

Fernanda, é a melhor mesmo de longe. E impressiona como tudo funciona, tudo está em harmonia, incluindo elenco, personagens, trilha, história, texto, enfim... É de hipnotizar!

Sérgio Santos disse...

Anônimo, eu confesso que fico decepcionado com gente dizendo que a novela é confusa. Ou acha isso pq não vê, ou pq não presta atenção, ou pq tem limitações msm. Ela é até normal de ser entendida. Não tem nada demais.

Sérgio Santos disse...

Idem, Flávia. bj

Sérgio Santos disse...

Pois é, Ana, pena que são só 36 capítulos. Deveria ter ao menos os 60/70 das novelas das onze. bjs

Sérgio Santos disse...

Nossa, foi msm, anônimo, e o de sexta foi ainda melhor.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Andressa. É uma obra fantástica mesmo. Eu estava esperando uma baita novela mas confesso a vc que não esperava tanto. Eu não fiquei ressabiado não, amei tudo desde o começo e sigo preso a tudo da trama e fascinado com o elenco primoroso, trilha linda, direção, fotografia, trama, enfim... É incrível. Não tem nada pra criticar. Nem com má vontade vc arruma alguma coisa pra detestar. bjs

Sérgio Santos disse...

Jura, OX? Bem eu não posso fazer essa comparação, mas estou amando tudo. Que novela! E se vc acha melhor eu acredito, até porque a novela origina teve 112 capítulos então pode ter cansado em algum momento, não sei. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Grande novela mesmo, Raíssa.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, Lado a Lado tb foi uma obra de encher os olhos e que bom que foi agraciada com o Emmy. Pena que não teve a audiência que merecia. Mas até que i Ibope de O Rebu não estão desastroso não. Poderia ser melhor, mas não está decepcionante. Menos mal porque essa obra merece todos os elogios e numeros possíveis.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, tb amo O Rebu e a novela é repleta de qualidades. Que trabalho primoroso. Nem se compara com Saramandaia pq aquele remake era pra ser exibido às 18h e não às 23h. E eu tb concordo que tortura era Em Família. E apesar das críticas, tenho gostado de Boogie Oogie. Mas o texto é óbvio mesmo. No entanto, cada autor tem seu estilo, o do Rui deve ser esse já que ele nem é principiante.

Sérgio Santos disse...

Perfeito, Amanda. É verdade, não tem cena inútil ou avulsa. Tudo tem importância e tudo precisa ser visto com atenção. E todas as cenas são lindamente interpretadas pelo elenco. É muito bom. bjs

Sérgio Santos disse...

Muito obrigado, Fabrício!

Sérgio Santos disse...

Paula, mt obrigado. Que bom que gosta do blog. Mas pq nunca comentou antes? Comente mais a partir de agora, então.

O Rebu é um produção de extremo capricho e juro que tentei ver alguma coisa pra criticar mas não tem nada. Qualquer coisa que eu tente apontar vai parecer crítica rasa. E concordo com todos os elogios feitos aos atores que vc citou e tb acho que deveria ter a mesma duração das novelas das onze anteriores. bjsssss

Sérgio Santos disse...

Alexandra, como vc não vê é normal vc achar Império a melhor. bjão

Sérgio Santos disse...

Pronto, Melina! Sua crítica foi postada. rs Que bom que gostou. Assino embaixo de todo o seu comentário e a ambiguidade dos personagens é um dos muitos pontos altos dessa novela impecável. Que produção incrível! E a trilha é outro ponto alto, enfim, a história, tudo.

E eu acho que Meu Pedacinho de Chão é mt merecedora do Emmy, mas acho O Rebu igualmente merecedora. Qlq uma que ganhar eu ficarei feliz. Bjssss

Sérgio Santos disse...

É bom demais, Felis. Boa semana!

Sérgio Santos disse...

Concordo, Lulu. bj

Sérgio Santos disse...

Anônimo, eu acho essas contradições de quem tenta bancar o imparcial engraçadas. Só mostra como são implicantes com uns e 'legais' com outros. Aí é fácil.

Sérgio Santos disse...

Verdade, Pedro.

Sérgio Santos disse...

A Globo acertou em cheio, anônimo e parece que a emissora sabe da preciosidade que produziu.

Sérgio Santos disse...

Quem é a primeira pra vc, Lucas? E a novela está extraordinária. Patrícia dá show, assim como Cássia, Tony, enfim, todos.

Sérgio Santos disse...

Tito, pena que vc não vê porque é uma novela primorosa. E realmente vc tem que ficar de olho nos detalhes. rs abçs.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Karina. Nossa, é sério que vc leu isso? Realmente se tem gente que não entende que os flasbacks servem para mostrar o passado de cada personagem e nada tem a ver com a festa, fica difícil entender o resto. Mas isso me assusta pq a novela nem é complicada de se entender. Basta ver.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, sinceramente? Não sinto falta do Pierre pq pra mim ele sempre interpreta o msm personagem. Mas a novela ainda não acabou, então é preciso esperar a função de cada um desses. E a investigação não é parada. O que vc queria que acontecesse? Investigações são assim mesmo. E quanto a ninguém temer a polícia, eles temem muito, mas não demonstram. E saem a hora que querem porque todos são milionários (o que inibe a polícia, sabemos disso) e teoricamente não há provas contra ninguém. Abçs

Sérgio Santos disse...

Kaká, então te aconselho a ver tudo depois que a novela acabar. Ou no site ou quem sabe em DVD se lançarem. Porque essa obra merece mt ser vista. Vc ia gostar mt, tenho certeza. bjs

Sérgio Santos disse...

Quem achou a Amora vilã, anônimo, é limitado de fato, e até acho msm coerente não gostar de O Rebu por causa dos tipos ambíguos. Aliás, é essa gente que vê novela por causa de "torcida" de bem X Mal. Qd não tem isso sentem falta. Preguiça.

Sérgio Santos disse...

Raquel, quem sabe ganha o Emmy? Eu acharia excelente e mt merecido. Mas tb não queria que a novela acabasse tão cedo.

Lucas disse...

Olha Sergio, o primeiro lugar para mim é compartilhado pelas maiores atrizes do país: Regina Duarte e Fernanda Montenegro(na real não tem como por uma antes da outra), sendo Patrícia Pilar a segunda. Concorda comigo cara ?

Sérgio Santos disse...

Lucas, acho complicado fazer essas listas pq há várias grandes atrizes. Considero a Fernanda Montenegro a número 1 isolada, mas logo depois tem Glória Pires, Nathalia Timberg, Laura Cardoso, a Regina que vc falou, Cássia,, enfim...

Anônimo disse...

O Rebu é um deslumbre. Que produção boa! E se tem gente que prefere aquele lixo das seis do que essa primorosa produção só digo que cada novela tem o público que merece. E pelo que sei a audiência não está ruim, pelo contrário tá bem boa e já é maior que Saramandaia.

Lucas disse...

Entendo, na real isso depende muito da empatia que a gente sente por elas eu acho, vários personagens dela me marcaram ta ligado, e pra mim a Regina é a grande atriz da TV, não se pode falar em telenovela sem citar a Cena de Selva de Pedras que deu Ibope 100, de Veu de Noiva, que foi um marco na teledramáturgia e responsárel pela primeira liderança da Rede globo em telenovenas, de Roque Santeiro e tantos outros trabalhos que ela estava presente e teve uma ação direta nos resultado. Mas respeito sua opinião, como eu fali, é uma questão de empatia...

Pedro disse...

Melhor novela no ar. Produção magistral e merecedora de todas as louvações. Quem critica não merece um produto desses. Ótima crítica!

Anônimo disse...

Nossa, eu tinha comentado que o personagem do Jean Pierre Noher tinha sumido na novela, e agora vai aparecer um novo corpo na mansão, será o dele? Eu me choquei!

Sérgio Santos disse...

É um deslumbre mesmo, anônimo. Que obra caprichada! E é verdade, a audiência não está ruim não. Tá melhor que Saramandaia e não diminuiu a média da Globo no horário.

Sérgio Santos disse...

Sim, Lucas, isso vai da preferência de cada um, mas ainda assim não dá pra contestar o talento de nenhuma das citadas. Todas são incríveis.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Pedro!

Sérgio Santos disse...

Será, anônimo? Se for será uma jogada e tanto!

Anônimo disse...

NOVELA MARAVILHOSA! NÃO QUERO QUE ACABE!

Sérgio Santos disse...

Compartilho da mesma opinião, anônimo.