quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Cheias de Charme apresenta uma sensível melhora na reta final, mas enrolações prejudicaram o desenvolvimento da trama

A novela que lançou o termo 'empreguetes' chega ao fim na sexta-feira da semana que vem. Mas ao contrário do que se imaginava, "Cheias de Charme" não conseguiu manter a qualidade e o ritmo. A novela foi se perdendo aos poucos e não conseguiu evitar a tão chamada 'barriga'. Apesar de ter apresentado uma melhora recentemente, a história de Filipe Miguez e Isabel de Oliveira sentiu o baque das enrolações e total falta de acontecimentos relevantes nos últimos meses.


Nos últimos capítulos, finalmente, acabou a farsa de Fabian e Inácio, graças a Chayene. Aliás, a vilã, vivida pela talentosa Cláudia Abreu, foi a única personagem que não se perdeu ao longo da novela. As pérolas continuam divertindo e o sotaque exagerado da atriz é um show à parte. Além da armação de Tom Bastos ter sido descoberta, ainda houve a prisão de Sarmento --- onde finalmente Cida descobriu que o pai continua o mesmo canalha de sempre ---, a volta de Lygia, complicando o romance de Penha e Gilson (totalmente desnecessário, diga-se) e o retorno de Rodinei e Liara, após semanas sumidos da trama. Também vimos a volta por cima de Socorro, que finalmente se vingará de Chayene com a ajuda de Laércio.

Embora os últimos dias tenham sido bem movimentados na trama das sete horas, infelizmente, a ausência de criatividade dos autores e a perda de função de vários personagens acabaram prejudicando uma novela que tinha tudo para ser perfeita. O aparente arrependimento de
Sarmento foi um grande equívoco e só foram perceber isso na reta final, quando subitamente o personagem voltou a ser o interesseiro de sempre. Ficou claro que houve um arrependimento pelo erro cometido, uma vez que a própria Isabel de Oliveira havia confirmado que o advogado realmente tinha se transformado em uma boa pessoa. 

Um dos principais atrativos da novela eram as empreguetes e suas características marcantes. Entretanto, a separação do grupo não gerou repercussão alguma e nem provocou uma virada interessante na obra. O ritmo decaiu ainda mais após o término do trio e as personagens foram ficando irreconhecíveis. Cida de ingênua e doce, virou uma imbecil completa a ponto de acreditar piamente no homem que a humilhou desde a infância e  no rapaz que a abandonou na primeira oportunidade que teve. Penha deixou a fibra de lado e passou a viver se preocupando com Sandro e ainda engatou um romance com Gilson. Já Rosário passou a viver em função de seu dueto com Fabian e mais nada. 

O sumiço e a perda de função de vários personagens também afetou negativamente "Cheias de Charme". Sônia, Máslova, Otto, Ariela, Isadora, Humberto foram tendo cada vez menos cenas até chegar a um ponto de total insignificância na trama. Brunessa, a periguete carismática interpretada pela ótima Chandelly Braz, também foi perdendo seu charme até virar uma figurante. Até mesmo Socorro, a curica que sempre roubava a cena, foi diminuindo suas aparições.

Em plena reta final, "Cheias de Charme" precisará urgentemente voltar a ser àquela novela que fez o Brasil se apaixonar pelas empreguetes e por toda a história criativa e colorida de Filipe Miguez e Isabel de Oliveira. Todos os elementos que alegram essa trama continuam lá, só precisam ser usados corretamente nos últimos capítulos, como eram no início dessa divertida obra.


42 comentários:

Jurandir Dalcin disse...

Concordo com tudo que falou ai! Espero que a reta final surpreenda!

jurandir.dalcin.zip.net - Blog de Novelas.

Milene Lima disse...

Pois é, eu torci tanto pra Penha ficar com o Otto, daí chega o surfista e estraga a história. E isso da penha e a Lígia se desentenderem outra vez já cansou, né?

Ainda bem acabou essa presepada cansativa da farsa do Fabian/Inácio. Sem noção total.

Chayenne chamando as fabianáticas de "serial kilo" foi hilário.

A relação do Rodiney-Miltinho-Seu Messias era tão bonitinha, bem podiam ter explorado mais isso, né?

Continuo gostando da novela, embora também tenha sentido essa falta de engrenagem. Teu texto tá perfeito. E mesmo gostando, estou querendo é ver guerra entre os sexos. Toni Ramos num personagem cômico é impagável.

Beijo, Sérgio.

Carlos disse...

Assisti bastante essa no início, mas por falta de vontade, e tempo, parei. Embora tenha achado essa novela "muito muito" (cheia de participações, cheia de música, cheia de situações nonsense), gostei dela. Foi simpática. E para dois iniciantes, isso foi mto bom. Se aprenderem com os erros, brevemente farão um outro sucesso.

Abraço.

Marcos Mariano disse...

Essa novela realmente surpreendeu, justamente pela sua proposta, que era focar na classe c, o que deu muito certo a principio, ainda que seu desfeche não seja totalmente satisfatório, pelo menos serviu para a Globo como uma experiência, para começar realmente e investir nessa nova classe.

Abraços

Sérgio Santos disse...

Oi Jurandir, obrigado pelo comentário! Vamos esperar pra ver. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Milene, obrigado pelo elogio. Chayene continua hilária mesmo e me diverti com o 'serial quilo'.

Olha, ainda tenho esperanças que Penha e Oto se acertem, viu? Se ela ficar com o Gilson ou Sandro, será decepcionante.

Também estou ansioso pelo remake de Guerra dos Sexos que tem tudo para ser um sucesso e uma delícia de novela. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Sem dúvida, Carlos. Os autores estrearam com o pé direito mesmo com os erros de desenvolvimento. Tenho certeza que as próximas serão muito boas também. Tem valido a pena o investimento da Globo em novos talentos. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Oi Marcos, obrigado pelo comentário. O saldo da novela será positivo, independente desse 'acidente de percurso'. Abraços.

paulo disse...

como eu ODEIO essas novelas atuais, 2012 então entrou pra história como o auge da cafonice. Não suporto essa novela brega, quer ver novela de verdade? Que Rei Sou Eu no canal viva, meu Deus, já é sucesso de novo como foi em 89(60 pontos naquela época), elenco, TRILHA SONORA, trama, tudo perfeito, viva os anos 80!!!

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Paulo! "Que Rei sou Eu" foi uma boa ideia de reprise que o Viva teve. Abraço.

tutankamon disse...

Serjão,
eu não entendo nada de novelas,fica díficil tecer algum comentário,porém-
Acho que o modelo se esgotou,muda-se somente o nome dos personagens,os autores necessitam de reciclagens e quem sabe dar oportunidades aos novos talentos(exceto Glória Perez)
Gosto de ver o (a)vilã(o) se explodir,sendo decapitado ou algo do gênero e não sendo punido com amnésias,exilados ou condenados a viverem no LIXÃO que mais parece um restaurante de fino luxo.Surreal demais!!!
Folhetins televisivos como Pantanal,Saramandaia,O Bem amado , A Viagem e até mesmo o chinfrim do Pecado Capital foram marcos da história de nossa dramaturgia com trilhas sonoras antológicas.Vi o finalzinho de Amor,eterno amor(acho ser este o nome) que me arrependi em não ter acompanhado desde o início,gosto demais destes temas
Vixeeeeeee.acho que a idade me tornou senil-hehehehehehe!!!!
Desculpe sair do contexto amigão
abraços fortes

EDER RIBEIRO disse...

Da novela, sei pela minha filha q gosta de assistir. Sem conhecimento da mesma eu não posso tecer um comentário. Do pouco que vi destaco a exuberante atuação da Claúdia Abreu, e não é pra menos, pois ela é uma atriz na concepção da palavra. Abçs.

Rafael Barbosa dos Santos disse...

Realmente a trama melhorou muito nos últimos capítulos, para minha alegria que sou fã rsrs. Para mim a trama ficou chata mesmo com a separação das empreguetes, depois das cenas maravilhosas em que o trio rompe, acreditei que a trama iria retomar o ritmo que a consagrou, mas as coisas só pioraram. Acho que a separação das empreguetes teve sim repercussão nas redes sociais e no site da novela, acho que foi um erro a campanha pela volta do grupo ter ficado restrita a internet, poderia ter sido aproveitada na trama, mas simplesmente esqueceram da campanha. Os personagens continuam os mesmos, os rumos que tem tomado é que ficaram chatos, um exemplo é Cida que sempre foi boba e ingenua então achei até coerente essa burrice dela em relação á Sarmento e Conrado. Os autores deveriam ter focado menos nas relações amorosas das tres, e mais nas consequências da separação. Mas daqui pro final tenho certeza que será muito bom ver á trama, até porque como voce disse Sergio todos os ingrdientes que fizeram a trama dar certo ainda estão lá. Tbm tenho esperança que Penha e Otto fiquem juntos, estou me agarrando no que ele disse quando ela deu um fora nele. Os próximos capítulos prometem com a derrocada de Chayene, ascensão de Socorro, e o reencontro das empreguetes.

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
Sérgio...é... vamos aguardar para que dê uma reviravolta e que os autores consiga fechar a trama da melhor forma possível.Apesar que pelo que eu li, não foi um fracasso,apenas q as mudanças nw foram as esperadas, né?
Mas , concordo, difícil mesmo é alguém brilhar mais do que Cláudia Abreu, melhor atriz da atualidade. E não há decepção alguma quanto à personagem. E, além de tudo, ainda canta..
Obrigado!
Boa quinta feira!
Abraços

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Concordo com seu comentário, Sérgio. Esses capítulos estão bem melhores do que os de um mês atrás e a reta final pode trazer algumas boas surpresas, além da volta das empreguetes cantando juntas e da decadência da Chayene. Pelo visto, os casais serão Penha/Sandro, Cida/Elano e Rosário/Fabian. Sarmento e Conrado (tendo Máslova como "conselheira")realmente mostraram suas verdadeiras faces.

Rita disse...

Essa novela eu adorei, com as Empreguetes tudo valeu a pena, só não gostei quando a Ligia falou brava com a Penha, e ela não reagiu muito, bom como a novela tem que ficar mais uns dias , é assim mesmo.....Penha devia é abrir a boca e dizer que ninguém fez por mal, ela conheceu sem saber que a Ligia já conhecia..mas tudo bem na final,,, vai dar tudo certo, abraços com carinho
Rita!!!!

Clau disse...

Oi Sérgio :)
Preciso ver os últimos capítulos,pois faz um tempinho que eu parei de assistir 'Cheias de Charme'.
As enrolações me cansaram,e se algo não me agrada eu paro de ver.
Mas o desfecho não quero perder!
Bjs!!

ELAINE disse...

Ôi Sérgio! Como vai o amigo!? Esperemos que a criatividade ressurja e salve pelo menos a última semana! Ótimas considerações! Um abençoado e feliz final de semana! Tem post novo!
Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

MARILENE disse...

Você fez uma excelente análise da trama. Assisti vários capítulo e até me diverti, mas a novela foi caindo e perdi o interesse. E não foi por falta de bons atores, mas de seu aproveitamento. Ficaram perdidos e esquecidos.
Bjs.

Patricia Galis disse...

Acho que o povo cansou de novelas demoradas deveriam ter no máximo 4 meses e olha lá .

Sissym disse...

Como não pude acompanhar, não tenho como opinar. Mas amigas criticaram muito o enredo da novela, começou muito bem e caiu vertiginosamente.

Bjs

Mery disse...

As novelas cansam quando os autores resolvem "esticá-las e perde a graça, "não somos idiotas" e Avenida Brasil já está cansando enrola enrola e blá blá blá "Haja saco!
Também deixei d acompanhar.
Vou assistir no Canal Viva a minissérie JK *( na época q passou ñ pude ver.
beijão

Thallys Bruno Almeida disse...

Ótimo artigo, Sérgio. Cheias de Charme retomou o ritmo, embora a fase de enrolação tenha prejudicado bastante.

Enfim Cida "acordou", ainda que da pior maneira, ao descobrir que Sarmento e Conrado nunca mudariam. Rosário também "acordou" ao descobrir o fim da farsa de Fabian. Chayenne e Socorro, como sempre, divertidíssimas (se bem que não precisava da cena do gorila). Só falta agora a Penha "acordar" e não voltar praquele traste do Sandro. Se os três últimos capítulos foram bons, a última semana tem tudo pra ser melhor ainda.

O saldo final, ainda assim, é positivo, pelo mérito dos autores em levantar a audiência do horário na "grande fase" da trama, além do perfeito casamento com a internet. Vai deixar saudades e ganhará uma substituta a altura. Abs!

Sérgio Santos disse...

Oi tutankamon, obrigado pelo comentário. Não tem nada de senil e apesar de dizer que não entende de novelas já provou que viu muitas. Sobre o lixão, é um espaço lúdico da novela e gostei da criação do autor. E você não saiu do contexto, muito pelo contrário, falou de várias novelas. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Eder, obrigado pelo comentário. A novela é um sucesso entre as crianças e Cláudia está perfeita como Chayene. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Rafael, obrigado pelo comentário. Pois é, os ingredientes continuam e precisam ser resgatados. Imaginei que você tivesse ficado feliz com essa melhora da novela. Também torço para Penha e Otto, mas já li hoje que ela ficará com o Sandro e acho ridículo se realmente for verdade... Vamos ver. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Felisberto, obrigado pelo comentário. Mesmo com essa queda de ritmo, a novela não virou um fracasso, sem dúvida você tem razão. A audiência caiu mas nada de muito grave. E tem o Horário Eleitoral que ajuda a atrapalhar os índices. Cláudia é maravilhosa mesmo! Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi Elvira, obrigado. Os capítulos estão melhores mesmo e antes tarde do que nunca. Li hoje que Penha ficará com Sandro e achei muito ridículo. Espero que isso mude. Sobre Rosário, creio que ela ficará com Inácio, não? Se for com Fabian será péssimo. Conrado não mudou nada e nem me surpreendi, porque nesse caso imaginei que os autores não haviam mudado o personagem. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Rita, as Empreguetes foram um sucesso mesmo e as brigas entre Lygia e Penha serviram pra movimentar a novela, mas confesso que achei essa última bem desnecessária e a situação escrita pelos autores idem. Vamos ver como será o fim. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Clau, muitos desistiram por causa da barriga assim como você. A reta final vale a pena conferir. Beijos e obrigado pelo comentário.

Sérgio Santos disse...

Oi Elaine, tudo indo, obrigado. Tenha uma ótima sexta e grato pelo comentário. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Marilene, obrigado pelo elogio, fico feliz que tenha gostado. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Patrícia, o tempo é um mal para as novelas mesmo mas no caso de Cheias de Charme, nem se aplica. A trama foi bem mais curta que as 'tradicionais', terá apenas 143 capítulos ao invés de quase 200 habituais. Ela nem tem desculpa para ter se desgastado. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Sissym, obrigado pelo comentário. Beijos! =)

Sérgio Santos disse...

Oi Mery, obrigado pelo comentário. JK foi uma grande minissérie, vale a pena você ver mesmo! Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Thallys, sem dúvida o saldo será positivo. A novela foi muito bacana e é uma pena que tenha tido tanta barriga. Também não quero Penha com Sandro.

A média geral da novela provavelmente será a mesma de Morde & Assopra que fez sucesso, apesar do início complicado. Guerra dos Sexos promete. Abraços.

Fernando Oliveira disse...

"Cida de ingênua e doce, virou uma imbecil completa" Confesso que essa descrição da Cida foi a melhor que já vi. Ela perdeu a personalidade, ou melhor, ela se transformou!

A viajante disse...

Mas, veja, mesmo com essa "queda" de glitter na novela, me identifico mais com essa fase e tenho assistido mais que antes. Creio que foi proposital o autor ampliar a percepção individual do trio, com suas aflições e conquistas. E creio que se houver um retorno, talvez não vejamos mais o brilho de antes... enfim, gostei da entrada de Marcos Pasquim na trama e também da reviravolta do personagem Sandro, que estava muito ofuscado pela intragável da Penha... risos.... beijo!

Bruno Marques disse...

Sérgio,perfeita a sua crítica!!!
Realmente a novela se perdeu e alguns personagens se perderam junto com a novela!!!Porém tenho que ressaltar que ,com a proximidade de seu fim,já começo a sentir saudades!!!No geral o saldo foi positivo!!

Sérgio Santos disse...

Oi Fernando, obrigado! Não tive como amenizar isso, porque foi exatamente essa transformação abrupta que fez o público passar a ter raiva da Cida. Ninguém gosta mais de mocinhas idiotas. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Ju, confesso a você que também gostei da virada do Sandro, achei interessante pro personagem. Também não tive nada contra a entrada do Gilson, só achei o romance dele com a Penha totalmente desnecessário e forçado. Obrigado pelo comentário! Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Bruno, muito obrigado. Também sentirei falta da novela e o saldo foi positivo mesmo, mas essa queda foi nítida. Abração!