sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Amor & Sexo estreia sexta temporada em grande estilo

Nesta quinta-feira (07/09) estreou a sexta temporada do bem-sucedido "Amor & Sexo", substituindo o "Na Moral", logo após a exibição de "Gabriela". O programa de auditório comandado por Fernanda Lima estava de cara nova, apresentando um cenário muito mais caprichado, e quadros diferentes dos já mostrados até então.


O "Amor & Sexo" sempre foi uma ótima opção para os telespectadores, no entanto, já apresentava sinais de desgaste. O quadro 'strip quiz' estava saturado e não havia mais graça na competição, onde se despia manequins quando a plateia discordava das respostas dadas pelos famosos. E para piorar, quase toda a atração se resumia a isso. 

Agora os anônimos são o centro das atenções e os famosos acabam sendo comentaristas dos assuntos abordados. Na estreia, as participações de Ísis Valverde, Xico Sá, Glória Maria, Alexandre Nero, José Loreto, Mariana Santos e da sempre ótima Regina Navarro Lins foram bem-vindas e ajudaram
a movimentar o jogo de perguntas e respostas a respeito de relacionamentos --- uma espécie de 'Sexolândia', quadro extinto do "Domingão do Faustão". E a ideia de ter um time só de bailarinos foi bem interessante porque fugiu da mesmice.

Fernanda Lima já virou a identidade do programa é não dá para imaginar outra pessoa em seu lugar. A apresentadora domina o palco, diverte o público e entretém os convidados. Definitivamente nasceu para isso e achou uma atração que é a sua cara. Léo Jaime continua com suas observações nem sempre engraçadas, mas também é uma peça importante para o time.

"Amor & Sexo" teve uma excelente reestreia e provou, em sua sexta temporada, que ainda tem fôlego para várias edições. A Globo acertou na volta deste programa despretensioso, mas muito divertido.

Links relacionados: Amor & Sexo: entretenimento puro
Na Moral encerra sua temporada e prova que terá vida longa na Globo
Na Moral: uma boa surpresa de Pedro Bial

26 comentários:

paulo disse...

Desculpe se estou sendo chato, não é minha intenção, mas esse programinha da Fernanda Lima é mais um "mais do mesmo" da emissora do projac. Uma apresentadora, uma platéia, convidados da casa(novidade) e um tema, neste caso sempre sexo. Já reparou que a globo é tão pedante que em sua programação não existe espaço pra ninguem de outra emissora, são sempre os atores da casa? E nas premiações dela idem, não concorrem programas, nem atores, nem novelas de outras emissoras, como o troféu imprensa do sbt faz. Mas falando sobre esse programinha: a MTV fala sobre sexo em seus programas com muito mais gabarito, na globo tudo parece plastificado, certinho demais, metido a besta demais. No final das contas a impressão que fica é que o tema principal do programa fica sempre ofuscado por tantas "estrelas" e tanta superficialidade. Aliás a globo viru um grande outdoor de sí mesma, toda sua grade é um trampolim pra divulgar sua programação, é um tal de empreguetes em tudo qto é programa, atores de Avenida Brasil, resumo de AB no video show, etc. Pior mesmo é na época de BBB, aí ninguem aguenta essa emissora, quer dizer, quase ninguem, o que não falta são os fanáticos. E repito, já assistí muito a globo, decada de 80, época de ouro das suas novelas, e programas ótimos como TV pirata, Globo de ouro e tantos outros.

Thallys Bruno Almeida disse...

Em resposta ao amigo de cima, não querendo defender a emissora carioca, Hebe Camargo (ex-SBT e ex-RedeTV!) já apareceu por duas vezes no Faustão e numa delas RECEBEU prêmio (Troféu Mário Lago). A Globo tem um gigante celeiro de artistas e dá pra aproveitar sem cansar, por isso, não vejo pedância da emissora, pra quê a Globo ficar falando o tempo todo das concorrentes? Só acharia válido MESMO em casos como o do jornalismo, como o crédito dado à Record nas imagens das Olimpíadas de 2012. Além do mais, pra se ter um exemplo, sempre liberou alguns de seus artistas ao Teleton promovido pelo SBT (ao contrário da RedeTV em 2010 e da Record em 2011). Se a programação faz sucesso, tem mais é que divulgar! A Record poderia fazer melhor isso com suas novelas, por exemplo. BBB, é aquela coisa, perdeu sim audiência ao longo dos anos no ibope, mas dura até hoje porque faz sucesso na internet e é lucrativo comercialmente (seja nas votações, seja nos patrocinadores, as vendas das revistas das participantes mulheres). E, em matéria de encheção de saco, sejamos imparciais: A Fazenda enche TANTO QUANTO o BBB. Estão no mesmo nível, um não é melhor nem pior.

Sérgio, sobre o artigo ao programa, concordo. O programa até então era um tanto bobinho, mas essa reformulação parece ter dado uma sobrevida ao programa e deixado-o mais interessante. Era visível o desgaste, especialmente na última temporada, que sofreu com o sucesso de Rei Davi, série bíblica da emissora da Barra Funda. Quanto à Fernanda, a emissora percebeu o potencial maior que ela tinha como apresentadora (por ter fracassado como atriz) e acertou em apostar nesse lado dela, aliado à experiência dela na MTV. Que o novo programa tenha sucesso.

paulo disse...

Em resposta a "Thallys": voce lembrou de um caso isolado onde a HEBE foi CONVIDADA pra participar de alguns programas na globo, mas contratados de outras emissoras e programas nunca concorrem naquela "premiação" dos melhores do ano. E voce sabia que até meados dos anos 90 as chamadas das novelas na globo só iam ao ar nos primeiros e nos últimos capitulos? A explicação pra isso é que naquela época as novelas globais tinham muito ibope, ao contrario de hoje. Me lembro claramente que houve uma exceção com "Rainha da Sucata" que estava sendo ameaçada por "Pantanal" na Manchete, daí a globo levou ao ar chamadas que diziam "DAQUI A POUCO" nos intervalos da propria novela mostrando o que ia acontecer no dia naquele capítulo. Desespero é o nome que se dá a isso, como acontece hoje com tanta divulgação da sua programação dentro de seus programas, além daquelas chamadas no estilo "voce não pode perder", etc. E esse ano A FAZENDA quase não teve divulgação no Hoje em Dia, até minha mãe que é fã do reality reclamou. Aqui em Minas e SP o reality foi sucesso, daí a explicação. Já o BBB nos últimos anos tomou conta da programação da globo, uma verdadeira OVERDOSE!

Clau disse...

Oi Sérgio :)
Fernanda Lima se sai muito bem como apresentadora.Tem um estilo próprio.
Desde os tempos do 'Fica Comigo',eu já gostava de vê-la.
Bjs e bom feriado \o/

Carlos disse...

Mas qual o problema de a Globo fazer propaganda de si mesma em sua programação? O SBT vem fazendo com Carrossel, a Record fez sim com a Fazenda (os eliminados foram no Hoje em Dia, foram no Legendários, no Tudo a Ver aparecia partes... Sua mãe viu mesmo a Record?). Isso é "business", eles DEVEM fazer isso. Só acho chato quando é exagerado, como quando o Video Show passa "resumo de Avenida", isso é desnecessário, mas essa OVERDOSE como vc disse TODAS as 3 principais fazem (Sbt, Globo e Record), e eu como um bom telespectador paciente, desligo a TV.

Quanto a premiações concordo, não sei quem fica feliz com essas premiações bobas, feitas para a Globo. Já comentei em outro tópico que DETESTO o troféu imprensa, não apenas por algumas opções "suspeitas" (Rebelde, Pânico... É sério?). Mas tbm pelos jurados que ficam dando pitaco sendo que nem estudos sobre o assunto eles são. Falar sobre TV todo mundo fala, mas ser "phd" no assunto é outra coisa. É a mesma coisa que me colocar lá pra dar pitaco... Definitivamente, prêmio de TV aqui no Brasil tenho que ser curto e grosso: não presta.

Quanto a Amor e Sexo não assisti. Não acho que a Globo seja tão "pura" sobre o assunto, mas ela não faz de seu programa um filme pornô, assim como alguns programas da MTV, e isso tem um nome: bom senso. Quem quiser saber mais que procure uma sexóloga ou que jogue no google.

Abraço

Milene Lima disse...

Ontem foi a primeira vez que vi o programa, nas outras temporadas não havia visto sequer um dia. Nunca fui muito fã da Fernanda Lima, porque aliás ela não é lá muita coisa pra alguém ser fã, mas gostei. Dá pra entreter um tanto, e é essa a intenção, né?

Sérgio, comentei outra vez o post anterior, já que sou uma das que "se emociona com bobagens".

Beijo!

Thallys Bruno Almeida disse...

Paulo, respeito sua visão, mas desespero, pra mim, é anunciar a estreia do reality (A Fazenda) às 22h15 e só começar o programa quando AVBR acaba, cortando inesperadamente o programa que vinha antes. Ou anunciar uma série policial pra 23h15 e só estrear meia hora depois, evitando confronto direto com a emissora líder. Isso sim eu chamo de desespero. É não confiar em seu próprio taco. Quanto a prêmios de TV, o Troféu Imprensa, mesmo sendo imparcial, também teve indicações e vencedores um tanto suspeitos.

E por falar em overdose, A Fazenda também toma conta da programação da Record. É no Hoje em Dia, no Tudo a Ver, às vezes no Melhor do Brasil, na época da primeira edição era até pior com aquela maldita passarela. O Carlos falou bem, divulgar a programação é business! Mas entendo tua visão.

paulo disse...

Uma coisa que pra mim é notório é que a Globo, vendo que está perdendo ibope de uns anos pra cá, está tentando deixar de ser a emissora das elites, toda certinha, pra ser mais "povão". As novelas Avenida Brasil e Cheias de Charme comprovam isto. Nunca na história da Globo uma novela teve uma trilha sonora tão bagaceira qto a de AB. E o Video show que se tornou uma bobagem sem tamanho, com exceção do excelente quadro "novelão da semana". Mas bagaceiro mesmo são os programas de "humor" da Globo, abaixo da crítica. No mais é aquela enxurrada de programas mais do mesmo com a fórmula "apresentador-platéia-convidados": Altas Horas, Encontro com Fátima Bernardes, Na Moral, Amor & Sexo. ZZZZZZZ.

paulo disse...

Só pra finalizar, "Thallys", acho que voce está equivocada mais uma vez: esse ano a Record não exibiu A Fazenda imediatamente após terminar AB, cortando o programa que vinha antes como voce disse. Estava passando aquelas pegadinhas, toscas por sinal, e depois que encerrava AB na globo ainda ficava uns 10 minutos de pegadinha pra começar o reality. Repito, esse ano a Record NÃO estava desesperada com o ibope da Fazenda. Tanto que os ex peões qdo eliminados iam SIM nos programas da casa mas ocupavam pouco tempo, não era aquela overdose das outras edições.

Thallys Bruno Almeida disse...

Paulo, se permite a gentil correção, é "equivocado". Sou homem.

Sobre cortar a novela pra exibir A Fazenda, eu falei do programa DE ESTREIA, que é uma das maiores audiências junto com eliminações da reta final e final propriamente dita.

A trilha nacional de AB de fato é terrível, mas não acredito que isso seja tão agravante para uma história de sucesso. A de CdC segue pelo mesmo nível, mas as canções lançadas internamente, envolvendo as personagens (tipo Vida de Empreguete, Maria Brasileira, Voa Brabuleta) foram bem criadas e conseguem se destacar (a primeira inclusive toca nas rádios da vida real). No Video Show eu concordo que decaiu, especialmente com a ausência do Falha Nossa. Tiraria o Altas Horas da lista de programas fracos por gostar do mesmo, embora seja inferior ao Programa Livre do SBT.

Ainda assim, continuo achando que a Globo não tem porque se desesperar com nada, acredito que conquistar novos públicos é normal. E aliás, já que você falou em elite e povão, a Record está justamente lançando uma trama popular (Balacobaco) para recuperar a audiência derrubada por uma novela considerada elitista (Máscaras). Então, não vejo desespero em nenhuma das emissoras, e sim ambas adotando estratégias normais ao mercado na busca de seu público. Mas respeito teu ponto de vista.

Thairys Moreno disse...

Sempre gostei do programa e adoro ver a Fernanda Lima apresentando, linda, simpática, divertida e interage bem com o público, tudo á ver com o programa, mas realmente o programa já estava caindo na mesmice e necessitando de um sopro de vida, e foi isso o que vi acontecer ontem, adorei a estréia da nova temporada. O que mais gosto do programa é o fato de tratarem do sexo de uma forma aberta, sem encanação, sem vergonha, e o mais importante, sem baixaria. Está de parabéns!
Beijos.

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde!
Sérgio!
Vamos ver, pelo menos estão fazendo algumas mudanças, entre elas esta do corpo de balé formado apenas por homens, ao contrário das mulheres que pipocam nos demais programas de auditório, já é uma novidade! E despertar um vocabulário sobre sexo e suas diferenças...
Bom feriadão!
Abraços

VERINHA disse...

Olá Sergio,
É sempre um prazer vê-lo em meu cantinho.
Legal este programa não é mesmo, gostei muito da estreia,Fernanda lima é muito linda e talentosa, ha quem duvide, mas é o que penso.
Beijinhos amigo, tenha um fim de semana maravilhoso.

Sérgio Santos disse...

Paulo, obrigado pelo comentário. Você já viu a Casas Bahia falar do Ponto Frio? Nas emissoras é a mesma coisa, não tem motivo para falar da concorrente. E a Globo não fala nem bem, nem mal, simplesmente ignora. Não vejo mal nisso. Já a Record muitas vezes se utiliza do Domingo Espetacular para atacar a concorrente de uma forma gratuita e antiética.

Sobre as premiações, acho que é um direito dela fazer só com seus produtos.

Sobre o Amor & Sexo, discordo. Você não deve ter assistido ao programa desde que este estreou, porque eles até ousam demais em algumas situações. E como disse o Carlos, falar muita mais não cabe a uma emissora aberta, para isso tem as tvs a cabo e com certeza a Globo sofreria críticas se o programa virasse uma baixaria. No mais, concordo com o Carlos e Thallys. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Thallys, obrigado pelo comentário. Sem dúvida as reformulações eram necessárias e o programa apanhou bastante de Rei Davi na época. Era preciso mesmo dar uma renovada.

Fernanda continua ótima na apresentação. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Clau, também me recordo do "Fica comigo" na MTV e era um bom programa comandado por ela. A Globo errou ao colocá-la em novelas, mas depois acertou ao deixá-la com uma atração só pra ela. Beijos, pra você também.

Sérgio Santos disse...

Oi Carlos, concordo com a sua opinião a respeito da 'propaganda de si mesma'.

Sobre o resumo de Avenida Brasil, o Vídeo Show nunca fez isso com nenhuma novela e creio que optou por isso para se aproveitar do sucesso e da repercussão da trama atual.

Nas premiações não vejo problema em fazê-las, mas vejo sim problemas nas votações. Não são poucas as vezes que ganham programas e atores que não merecem e sim porque tem um bando de fãs adolescentes que ficam na internet votando sem parar.

Essa nova temporada do A&S foi bem bacana e espero que continue assim. Também concordo com você sobre o 'bom senso'. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi Milene, pois é, como entretenimento é bacana. Importância mesmo, não vejo nenhuma, vale vale para passar o tempo. Gosto da Fernanda como apresentadora.

Sim, eu li seu comentário lá e fique á vontade! Gosto dos debates! =) Beijos e bom fim de semana!

Sérgio Santos disse...

Paulo, não acho que a Globo esteja desesperada por ibope, muito pelo contrário, a emissora está tranquila com suas novelas a séries. Não se v~~e ameaçada por ninguém e a Record que planejava ultrapassar a líder até 2006, se viu com menos audiência e se vendo ameaçada pelo SBT que está, aos poucos, recuperando a vice-liderança no horário nobre. Como disse o Thallys, a questão em agradar mais classes está em uma questão de mercado. Eu também odeio a trilha nacional de Avenida Brasil, mas isso não afeta a trama.

Sérgio Santos disse...

Oi Thairys, é isso aí! Compactuo da sua opinião e a volta do Amor & Sexo é bem-vinda. E olha que eu estava meio descrente... Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Felisberto, é verdade, esse balé masculino fugiu da mesmice. Bom feriadão pra você também! Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Verinha, eu que agradeço. Também gosto da Fernanda. Beijos e bom fim de semana! =)

Barbie Californiana disse...

Ah! eu já gostava da outra temporada e adorei a estreia da segunda... o programa é mesmo muito bom, Sérgio! beijos

Carlos disse...

Resumindo: Paulo é fã da Record. Por mais que vc diga que já gostou da Globo no passado, vc é fã da Record (ou pelo menos gosta mais dela do que das outras). Mas vai por mim, sua opinião está muito imparcial, eu pelo menos tento ficar em cima do muro. Adoro a Globo, mas não amo tudo o que ela produz. DETESTO AB por exemplo (Sérgio sabe mto bem disso hehe) e assim vai indo. Claro que a gente não gosta de ler uma crítica contra nosso programa preferido enquanto uma outra favorece um programa da emissora rival, mas faz parte, pq aí vai do gosto de cada um. Tudo bem que já vi o Sérgio meter o pau na Record mtas vezes, mas acho que ele ainda não é dos piores, pelo menos o vi elogiar o que tinha que ser elogiado (como o Rei Davi), fora isso o que ele iria elogiar? Fazenda? Máscaras? Rebelde? Legendários?

Abraço

Sérgio Santos disse...

É bom, né, Barbie. Eu também gosto muito, embora estivesse bem desanimado com a temporada passada. Ainda bem que deram essa necessária renovada. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Carlos, pois é, sei bem mesmo! rsrs Sim, também já percebi a simpatia que o paulo sente pela Record, ficou evidente. E esses programas que você citou eu não elogiarei mesmo! haha Abraços.