sexta-feira, 25 de julho de 2014

Marjorie Estiano: o grande destaque da primeira fase de "Império"

A estreia de "Império" foi promissora. A primeira fase da novela já estava prometendo com atrativas chamadas e os quatro capítulos correspondentes honraram as qualidades apresentadas. Reginaldo Faria e Regina Duarte fizeram excelentes participações, Chay Suede convenceu na pele de José Alfredo jovem, enquanto que Vanessa Giácomo deu um show vivendo a doce e sofrida Eliane, não lembrando em nada a demoníaca Aline, de "Amor à Vida". Mas entre todas estas boas atuações, é preciso fazer jus ao desempenho grandioso de uma atriz que mais uma vez comprovou sua competência: Marjorie Estiano.


Escalada para viver a vilã Cora na primeira fase, Marjorie honrou a confiança de interpretar uma das personagens mais importantes da história de Aguinaldo Silva e que já está sendo interpretada pela grande Drica Moraes na segunda fase, iniciada nesta quinta-feira (24/07). Assim que surgiu no primeiro capítulo, a atriz já mostrou que roubaria a cena na pele de um perfil muito bem construído pelo autor. E de fato roubou.

Rancorosa, amargurada e fria, a personagem não pode ser classificada como uma simples vilã. Afinal, apesar de todas as características citadas e de ter arruinado o romance de Eliane com o cunhado José Pedro, a mulher mostrou uma preocupação extrema por sua irmã, a defendeu do agressivo marido (Evaldo - Thiago Martins) e,
após a morte do esposo de sua única parente, permaneceu ao seu lado em todos os momentos, ajudando na criação dos sobrinhos. Mas, na segunda fase, seu lado diabólico ficará bem mais exposto.

Cora é um tipo complexo e muito ambíguo. Uma verdadeira avalanche de sentimentos contraditórios, transparecendo até uma certa bipolaridade em alguns momentos. E Marjorie aproveitou mais esta boa oportunidade em sua carreira com unhas e dentes. Soube valorizar cada cena e cada aparição ao longo dos quatro capítulos de sua, infelizmente, curta participação. O olhar distante, muitas vezes frio, foi transmitido com maestria, ao mesmo tempo que o carinho pela irmã era demonstrado através de pequenos gestos e com uma expressão facial mais doce. Já o ódio guardado dentro da personagem era exposto nas horas das brigas e quando expulsou José Alfredo da vida de Eliane na rodoviária.

Prática e egocêntrica, a personagem odeia a própria vida e acabou mandando nas escolhas da irmã para tentar suprir seu vazio ---- embora Eliane também tenha sua parcela de culpa, já que sempre foi omissa e passiva. Cora será o grande trunfo de "Império" e agora a vilã está nas mãos de Drica Moraes, que já está dando show em cena. Aliás, Drica fez questão de elogiar publicamente a colega e contou que ambas fizeram a composição do papel juntas, o que explica vários trejeitos que Marjorie copiou de Drica, justamente para deixar o perfil verossímil com a passagem de fase. A composição milimétrica das duas atrizes, inclusive, merece o reconhecimento pelo belo trabalho apresentado.

Mas a atuação grandiosa de Marjorie Estiano não foi surpresa para quem acompanha sua carreira desde "Malhação" (2004), quando viveu a vilã Natasha, baixista da inesquecível Vagabanda. A novelinha adolescente já revelou (e ainda revela) muitos talentos, mas pode-se constatar sem grandes dificuldades que a maior revelação foi Marjorie.

Tanto que não demorou muito para ela se firmar através de outras ótimas interpretações em "Páginas da Vida" (2006) ---- quando viveu Marina, filha de um alcoólatra ----, "Duas Caras" (2007) ---- quando interpretou a protagonista Maria Paula, personagem difícil por ter se tratado de uma mocinha sofrida ----, "Caminho das Índias" (2009) ---- quando deu vida à nerd Antônia ----, "Amor em 4 Atos" (2011) ---- quando viveu a sensual Letícia ----, "A Vida da Gente" ---- quando interpretou a doce Manu, sua melhor personagem até agora ----, "Lado a Lado" (2012) ---- quando deu vida à lutadora Laura, uma mocinha à frente do seu tempo ---- e "O Tempo e o Vento" (2013) ---- quando emocionou na pele da sonhadora Bibiana.

Aliás, outra prova da confiança que os autores e roteiristas têm em Marjorie Estiano, é o nível das atrizes escaladas para interpretarem as personagens mais velhas, vividas pela atriz em seus dois últimos trabalhos. No longa-metragem "O Tempo e o Vento", transformado em microssérie pela Globo, a intérprete selecionada para ser a Bibiana mais velha foi nada menos que a admirável Fernanda Montenegro. E agora, para viver a vilã de "Império", escolheram a grande Drica Moraes. Sem dúvida, um privilégio e tanto.

A primeira fase da nova novela das nove chegou ao fim nesta quinta-feira, encerrando a participação de Marjorie Estiano na história. Cora não poderia ter sido melhor interpretada e chegou a vez de Drica Moraes brilhar. A atriz, com certeza, fará muita falta, porém, saiu de cena mais uma vez comprovando que é a melhor atriz da sua geração. E que seu retorno às novelas não demore muito, pois seu talento precisa ser constantemente apreciado.

60 comentários:

Thallys Bruno Almeida disse...

Marjorie foi simplesmente maravilhosa. Uma atuação impactante, incrível, de brilhantismo puro e talvez por isso dispensa mais comentários. Mesmo não sendo numa novela inteira, ela deixou uma marca sensacional e passou o bastão pra Drica de forma muito competente. Arrisco dizer uma de suas melhores atuações - no caso eu considero a Laura como melhor papel da carreira dela. Torço pra vê-la novamente numa novela inteira, de preferência com JEC, Giba ou Sílvio.

✿ chica disse...

Estou em férias e nem consigo acompanhar. Desde o início pensei que recorreria ao teu blog pra poder acompanhar a novela, quando voltar pra casa,rs... abração praiano,chica

Meirioanai disse...

Oi Sérgio, Marjorie Estiano é unanimidade. Talentosa, corajosa e vibrante. Canta, atua e impressiona. Foi ao lado de Chay Suede o trunfo de Aguinaldo. Ele tinha pouco tempo para se fazer interessante, e consegui. Império deve muito à Cora e Zé Alfredo da primeira fase. E Drica Moraes e Alexandre Nero devem muito Marjorie e Chay.

Uma Interessante Vida disse...

Por não ter dado muita credibilidade a novela, perdi a primeira fase, mas sem dúvida Marjorie é excelente atriz. beijinhos

Kelvin disse...

Marjorie Estiano além de linda e excelente cantora, é uma atriz espetacular, para mim é uma pena que ela não tenha ficado para segunda fase da novela mas eu fiquei sabendo que ela irá interpretar uma mocinha com câncer na próxima novela do João Emanuel Carneiro "Favela Chique" (Detestei esse título por sinal, preferia Ovelha Negra como título) então eu mal posso esperar para ver ela brilhando ao lado da Giovanna Antonelli, Dira Paes e Adriana Esteves porque na minha opinião essa moça é umas das melhores atrizes dessa geração, senão A melhor.

Anônimo disse...

Maravilhosa. Rouba a cena em toda novela que faz. Mais uma vez comprovou isso e também acho a Manu a melhor personagem dela.

Anônimo disse...

Estou apreciando bastante "Império" até então. O ritmo e o desenrolar da história conseguiram me prender. Mas é apenas o começo, e eu torço para que isso se torne uma constante. Será péssimo se mais essa trama se perder no meio do caminho. Mas acredito que o autor a conduzirá bem, como está fazendo até agora. Além do mais, ela está sendo uma boa aspirina para passar a dor de cabeça que foi "Em Família".

Concordo com seu texto. Marjorie foi uma REVELAÇÃO com todas as letras. Gostei do jeito com que ela compôs a sua "Cora".

(Pensei que você fosse fazer um texto comentando a mudança de fase da novela... rsrsrs...)

Nessa segunda fase, a mais vilanesca, ao meu ver, está sendo Maria Marta. Ela já revelou o quão fria é ao tratar o atropelamento que seu filho causou, e a prisão injusta (em partes) que seu outro filho sofreu com uma banalidade impressionante. Ela parece passar por cima dos acontecimentos como se eles formassem apenas um caminho que a leva a seus próprios interesses, f*dendo com os problemas dos outros. (Perdoe o linguajar).

Já essa nova Cora (Drica) se mostrou apenas uma mulher amargurada, que tem por vício guardar os recortes de jornais e revistas que falam de José Alfredo. - Ainda - não colocou suas garras de fora. Mas eu tenho altas expectativas, e espero por supercenas, que com certeza ainda virão por aí. Vamos deixar o tempo correr.

(Sérgio,estou comentando nulamente esse tempo, sem me tocar. Venho esquecendo de colocar meu nome no final do texto. E desculpe pelo tamanho do mesmo.)

TITO

Flávia disse...

Ai, Sérgio, como não amar essa moça? Eu amo muito. Foi a dona da primeira fase embora a Vanessa também tenha dado show. A Cora não poderia ter sido melhor interpretada. Quero vê-la agora ou com o João Emanoel ou com a Lícia Manzo novamente.

Andressa Mattos M. disse...

Sérgio, ela foi incrível mesmo. A Cora foi maravilhosamente bem interpretada. Também acho que ela foi a melhor revelação da Malhação. Ela tem um talento admirável e torço para ela volta na novela da Lícia Manzo ou na do João Emanoel Carneiro. Com certeza um ou outro vão querê-la. Estou sentindo falta dela em Império. Ótima crítica.

Fernanda disse...

Ela foi ótima mesmo. Mais uma vez. Nunca vi ela decepcionar em algum papel. Tem muito talento e é versátil. Muito merecida essa sua crítica, Sérgio. A Cora teve todas suas nuances bem interpretadas pela Marjorie e agora Drica está arrasando também.

Anônimo disse...

Sou fã dessa mulher e sua fã também!

Rita Sperchi disse...

Serginho querido vc sabe como adoro essa atriz, foi pena que só participou pouco, mas td bem valeu o que ela fez......Ai que peninha!!!!

Bom final de semana de frio!!

╭✿¸•⊰.•*ღ ღ¸╭•⊰✿Rita!!!!!!

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Tenho acompanhando a novela e estou gostando do ritmo e do desenrolar da trama. Suas considerações sobre a atriz Marjorie Estiano fazem jus ao talento dessa atriz. Realmente, ela deu um show de interpretação e lamento a troca de personagens, embora a Drica Moraes também seja uma excelente atriz. Às vezes penso que alguns personagens deveriam ser apenas 'envelhecidos' para continuarem na novela, mas, com certeza, daria trabalho com a maquiagem, atrasando as gravações.

Abraço e ótimo final de semana.

MARILENE disse...

Sergio, admiro a atriz. E a novela, ao contrário da anterior, chata (rss), vem merecendo atenção. Drica é ótima e, certamente, viverá grande personagem. Bjs.

Anônimo disse...

Pra mim não é surpresa essa boa atuação da Marjorie. Não acompanho o trabalho dela, mas sempre soube que ela era muito talentosa. Gostei da Cora dela.
A Cora e o Zé Alfredo são dois cretinos. Tudo farinha do mesmo saco.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Lucas disse...

Bah... essa atriz é muito talentosa cara, está na minha galeria de preferidas... mas sempre achei que vc achasse q a revelação de Malhação de todos os tempos fosse Caio Castro...kkk... SQN....

Wander Veroni disse...

Oi Sergio!

Sou suspeito pq também adoro o trabalho da Marjorie. Uma atriz e tanto.

Fiz hoje a tarde uma maratona de Império e achei a novela bastante promissora. Tem todos os elementos de sucesso.

Creio que a Globo fez uma troca e tanto de direção nas novelas do Aguinaldo. Saiu o Wolf Maya e entrou o Rogério Gomes. Ficou mil vezes melhor. Acompanho sempre os seus comentários no Twitter.

Um forte abraço,

www.cafecomnoticias.com

A Viajante disse...

Ohhhhhh... não vi nenhum capítulo ainda... vou tentar rever pela internet. Viva! Uma boa novela no horário nobre!! Beijo!!

Letícia disse...

Boa noite meu caro Sérgio, tudo bem?

Hoje é meu aniversário e você me dá de presente uma postagem sobre a Marjorie, uma atriz que tenho admirado cada vez mais... Muito obrigada pelo presente...
Na realidade eu prestei atenção na moça ainda nos tempos de Malhação, com a sua Natasha, depois, reconheço que as novelas que se seguiram, Páginas da Vida e Duas Caras, eu não prestei muito atenção, mas a redescobri um Amor em 4 atos, que eu adorei sua Letícia (por que será? kkkk), brincadeira a parte, a minissérie foi maravilhosa e Antes teve a tímida Tonia de Caminhos das Índias, mas ao mesmo tempo determinada em ajudar a personagem do Bruno Gagliasso. Eu também gostei muito dela no filme Malu de Bicicleta, apesar de ser um pouco mais que uma ponta, mas ela fez bonita como a amiga problemática da protagonista. Depois a vejo na belíssima "A vida da gente", sua Manu dividida entre o amor pela irmã e o amor pelo marido, ex da irmã, e ainda tendo que lidar com a mãe cruel e a irmã em coma... O que parecia ser fragilidade na personagem mostrou-se a força da personagem que a Marjorie sobre defender com maestria, a simplicidade que dá a interpretação, sem caras nem bocas, apenas o olhar, a suavidade em representar, mostra que a possa é estudiosa quando o assunto é representar... E de repente nos chega a Laura, que nada tinha a ver com a Manu, mas que era forte e a frente do seu tempo, que luta para ter seu lugar na sociedade e ainda viver seu amor com Edgar, em minha adorada Lado a Lado... A Marjorie, apesar de sua juventude, mostra tanta maduridade quando o assunto é representar... E se distancia e muitos de atores de sua geração, pois não é do tipo que se expõe desnecessariamente, como outros tantos que fazem da vida privada um espetáculo a parte e ainda consegue o respeito daqueles que trabalham com ela... Hoje eu dia sou fã dela coma atriz, tenho descoberta sua vertente cantora, mas reconheço que a prefiro como atriz, nada contra a cantora, já que sua voz é bem suave e gostosa de ouvir... Mas ela representando... É um deleite e que espero não demore muito para voltar a representar, já estou de olho nos filmes que fez ultimamente e espero assisti-la logo na telona... Eu também gostei muito dela em O Tempo e o vento, ali seu olhar já dizia tudo... Agora em Império (o nome da novela me lembra nome de teledrama mexicano), sua Cora foi maravilhosa, apesar de ser a vilã, mostra a humanidade da personagem, apesar de separar a irmã do amante, há, também um elemento, se a irmã vai embora, o cunhado não tinha motivos para mantê-la e assim, de certa maneira, ela mantém a própria sobrevivência, já que a personagem não parece fazer nada da vida, não tem emprego, e nem vida própria e ainda parece ter inveja da irmã, a atriz soube fazer isso com maestria. a atriz soube dosar muito bem isso.
Marjorie já é uma grande atriz, e também que é a melhor da sua geração... Já imaginou quando estiver mais madura... E pensar que ainda tem muito que crescer... E quem agradece somos nós espectadores de uma atriz maravilhosa...

Um ótimo final de semana e até a próxima meu caro Sérgio, bjs..

Pedro Bertoldi disse...

Oi Sérgio.
Confesso que queria mais um pouco da Primeira fase, rsrsrsrs.
Tava tão agradável...
A Marjorie e todo o elenco desta primeira fase merecem todos os elogios, pois foram responsáveis por manter a chama acesa durante quase uma semana, o que não aconteceu com Em família que quando chegou na fase definitiva ninguém mais tinha interesse!
abraços

Anônimo disse...

Sérgio, a Marjorie é maravilhosa e seu texto tá muito bom. O Xexéo escreveu um texto hj sobre ela mt bom também.

E eu fico admirada com a facilidade que vc samba na cara daquele comentarista chato que te enche o saco o tempo todo. Isso aqui ou no Facebook do blog. E só pra vc saber, ele arrumou briga lá na parte das notas da Patrícia Kogut. Só pra vc saber que a insuportabilidade dele não se restringe ao seu blog. É uma praga que está enchendo em todo lugar. Bjinho.




Thamires

Marisa Giglio disse...

Sérgio , seu texto é muito bom
. Concordo plenamente com sua crítica . Marjorie Estiano arrasou no papel de Cora nesta primeira fase da novela . Abraços .

Anônimo disse...

Dar ibope a Marjorie nunca deu. É uma atriz que dentro de 20 anos estará esquecida pois apesar da critica gostar dela, é solenemente ignorada pelo publico. Suas novelas estão entre os maiores fracassos da emissora. O capítulo de estréia de Imperio, todo centrado nela, foi A PIOR ESTRÉIA DA HISTÓRIA DA REDE GLOBO. O filme O Tempo e o Vento um dos maiores fracassos da história do cinema brasileiro. Quem roubou mesmo a primeira fase nos olhos do PUBLICO foi Chay Suede seguido de perto pela Adriana Birolli. Em termos de retorno para a Globo estes 2 fizeram a novela subir tres pontos no ibope no segundo capítulo e depois que o foco saiu deles a audiencia caiu pra sempre. A atuacao da Estiano esta enquadrada do novo cliche de atuacao. A mulher feia, de cabelo preso, sem make que faz caretas raivosas pra camera. O colunista alem de nao ser profissional, escreve como fa. lamentavel

Alexandra disse...

Ela foi ótima mesmo, Sérgio. Marjorie Estiano na primeira fase e Drica Moraes na segunda. Que deleite!! rs Só queria que a Regina Duarte participasse até o final e que eliminassem os canastrões Paulo Rocha e Romulo Neto. De resto, estou gostanto. Nada parecido com aquele entulho tóxico chamado Fina Estampa. Bjss

Alexandra disse...

Errata: Onde se lê gostanto, leia gostando.

Anônimo disse...

Marjorie leu seu texto e postou no Facebook dela, Sérgio. Tá com tudo você!

Melina disse...

Sérgio, nunca fui muito fã dessa atriz até porque, como já coloquei aqui, não vi muitas novelas com ela. Mas agora percebo porque vc gosta tanto dela. Ela é ótima mesmo. Um grande talento. A Cora foi defendida com maestria por essa moça. Nossa, mais de 800 curtidas! Fez sucesso esse seu post! Um beijo!

Thallys Bruno Almeida disse...

A pessoa que postou o comentáro de "27 de julho de 2014 21:06" dizendo que Adriana Birolli é sucesso entre o público na certa deve viver num mundo paralelo...

Gustavo Nogueira disse...

Concordo Sérgio.Cora foi o grande destaque da primeira fase de Império e a Marjorie Estiano esteve ótima na personagem.Considero a personagem uma das melhores de sua carreira, ao lado da Laura de Lado a Lado.E a personagem continua se destacando, agora na pele da ótima Drica Moraes.

Sérgio Santos disse...

Marjorie teve um grande desempenho de fato, Thallys.

Sérgio Santos disse...

Recorra à vontade, Chica. rs bj

Sérgio Santos disse...

Meirioanai, concordo com vc. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Barbie, achei a primeira fase impecável. bjs

Sérgio Santos disse...

Kelvin, a Marjorie dá show no canto e na atuação. É completa. Pena que ela não continuou mas também quero vê-la na novela do João Emanuel, embora na da Lícia tb seja uma boa pedida. Mas não sei em qual ela estará. Só sei que Favela Chique é título provisório e não acredito que se mantenha. Abçs.

Sérgio Santos disse...

Manu era fantástica, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Tito, não se desculpe, ao contrário, escreva o quanto quiser. E eu escreverei sobre a segunda fase, só estou deixando se desenvolver mais um pouquinho. E Cora revelou suas garras na morte da irmã, então virou uma peste com todas as boas nuances de uma vilã. Mas Maria Marte tb é uma víbora. Que venham os embates entre elas. abraços!

Sérgio Santos disse...

Flávia, como não amar? Tb quero vê-la com Lícia ou com João! Será mt bom. bjs

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Andressa. bjs

Sérgio Santos disse...

Tb nunca vi Marjorie decepcionar, Fernanda. Orgulho dela. E Drica já está dando show msm. bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Rita, tenha uma ótima semana. bjs

Sérgio Santos disse...

Vera, nesse caso a troca seria inevitável. Não tinha como Marjorie, mesmo envelhecida, ser tia da Leandra Leal. Mas ela deu um show e Drica está fabulosa. Espero que vc esteja melhor na medida do possível. Beijo!

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sérgio Santos disse...

Nem lembro mais da novela anterior, Marilene. rs Bjs e conte comigo.

Sérgio Santos disse...

Realmente não foi surpresa, anônimo. Abçs

Sérgio Santos disse...

Claro, Lucas, achava mesmo o Caio um grande ator (...)

Sérgio Santos disse...

Wander, fico feliz que goste dos meus comentários. E a novela tem todos os elementos de um bom folhetim. Vamos torcer para que continue assim. Abraço!

Sérgio Santos disse...

Tente ver essa primeira fase, Ju,foi bacana. bjs

Sérgio Santos disse...

Olá, minha cara Letícia. Primeiramente, feliz aniversário atrasado. Desculpe a demora em responder mas estava sem tempo algum pra isso. Agora consegui, finalmente. Fico feliz com essa coincidência. Então o meu texto acabou sendo um presente, que bom! =)

Marjorie é maravilhosa e vc fez uma ótima lembrança da participação dela no filme Malu de Bicicleta. O longo foi mt bom, Fernanda de Freitas deu show e Marjorie soube valorizar sua participação. Mt bacana. Em A Vida da Gente ela foi soberba. Sua Manu era repelta de complexidades, sofrimento e até solidão, e a atriz dominou a personagem do início ao fim. Fantástica. O msm vale pra Natasha, pra determinada Laura, pra Bibiana, e agora pra Cora. Haja talento! Eu adoro ela como cantora tb, embora o estilo não seja do meu favorito. Beijão!

Sérgio Santos disse...

Tb queria mais, Pedro, não vou negar. E até agora a segunda tb tá mt boa. Que siga assim. abçs

Sérgio Santos disse...

Thamires, eu li o texto do Xexeo e foi incrível mesmo. Merecido. Olha, tem um tempão que não acesso a parte das notas dos leitores na Kogut. Só vejo msm as notícias. A última vez eu vi foi antes do blog dela ser reformulado, ou seja, tem tempo. Bjsssss

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Marisa. bj

Sérgio Santos disse...

Anônimo, a Marjorie é uma atriz esquecida? OI? E o que tem a ver audiência com talento? Talvez vc nem sabia que a Malhação que a revelou marcou 40 pontos e foi o maior ibope da história da novelinha, que que vc curte tanto números. E vc acha a canastra da Adriana Birolli boa atriz? E tá me chamando de fã? Sou fã da Marjorie mesmo e isso não desqualifica meu texto e nem meus elogios, desculpa. E o que fez a novela aumentar a audiência não foi nenhum ator, foi uma boa história.

Sérgio Santos disse...

Alexandra, tb queria a Regina até o final. Ela engrandece qlq novela. E, por enquanto, Império não lembra em nada mesmo aquela desgraça de Fina Estampa, com exceção da trama da Tuane que é idêntica. Paulo e Romulo são péssimos mesmo. bjssss

Sérgio Santos disse...

Anônimo, eu vi e fiquei feliz que ela tenha gostado.

Sérgio Santos disse...

Melina, que bom que vc reviu seu conceito sobre a Marjorie. Ela é maravilhosa mesmo. E o post agradou mesmo, que bom. bjs

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Gustavo! Abraços!

Filha do Rei disse...

É impressionante como Marjorie faz cada personagem crescer. Encanto-me vê-la em cena.

Sérgio Santos disse...

Também, Cléu.