terça-feira, 11 de junho de 2013

Tatá Werneck, Marcelo Adnet e Dani Calabresa: três talentos, três estreias e apenas um sucesso

Os três trabalhavam na MTV. Os três sempre se destacaram através da comicidade. Os três eram as grandes estrelas da emissora e se desligaram de lá quase ao mesmo tempo. Motivados com a possibilidade do sucesso na tevê aberta e seduzidos por interessantes propostas, dois deles foram para a Globo e uma para a Band. Entretanto, até agora, apenas uma pessoa está colhendo os frutos do sucesso. Claro que os três em questão são Tatá Werneck, Marcelo Adnet e Dani Calabresa.


Apesar de apresentarem tantas 'semelhanças', é notório que a mudança de emissora só foi benéfica, por enquanto, para Tatá Werneck. Enquanto a atriz se destaca na pele da divertida Valdirene em "Amor à Vida", Marcelo enfrenta o fracasso de "O Dentista Mascarado" e Dani permanece totalmente avulsa e apagada no "CQC".

Após um início promissor, a série de Alexandre Machado e Fernanda Young acabou virando uma grande decepção ao abusar da escatologia e das piadas infames, deixando de lado a trama do super-herói que tinha tudo para decolar. Marcelo Adnet não tem culpa alguma desse início, digamos, turbulento na
nova casa. O ator imprimiu um tom farsesco no Doutor Paladino, encaixando muito bem nessa proposta, e o elenco que está com ele é ótimo, entretanto, ninguém conseguiu fazer milagres em meio a situações desprovidas de graça e que pouco acrescentavam ao contexto da história.

Já Dani Calabresa entrou na Band no programa errado. A talentosa comediante tinha tudo a ver com o formato do "Pânico na Band", mas, equivocadamente, foi inserida no "CQC". O resultado foi péssimo logo na estreia. Ficou claro que contrataram a atriz sem ter um projeto para ela, que por sua vez se mostrou pouco à vontade na nova turma. O quadro, além de limitar seu talento, não tinha nada de novo. Apesar de terem melhorado um pouco a participação da Dani com o passar dos meses, ainda não conseguiram deixá-la com a cara do programa. Infelizmente, Calabresa parece uma estranha no ninho e sua participação pouco repercute.

Entretanto, enquanto o casal de humoristas não enfrenta um momento muito favorável, o mesmo não se pode dizer de Tatá Werneck, que começou encarando uma novela das nove da Globo. A resposta positiva do telespectador foi imediata. Roubou a cena assim que surgiu em "Amor à Vida" e sua personagem já caiu nas graças do público. A periguete atrapalhada não consegue ficar com nenhum famoso e até agora só sofreu rejeição na história, o que tem resultado inúmeras sequências hilárias. Porém, essa rejeição também afeta a autoestima da garota, proporcionando sequências tocantes e ampliando as chances da atriz se destacar também no drama. Surfando na onda do sucesso de Valdirene, Tatá estreou com pé direito no horário nobre: está totalmente à vontade no papel, tem química com seu colega de cena Anderson di Rizzi (Carlito, um quase-namorado) e ainda faz uma ótima parceria com a Elizabeth Savalla (Márcia, mãe de Valdirene e ex-chacrete). A atriz ainda participou do "Domingão do Faustão" no último domingo (09/06) e conseguiu deixar o apresentador sem palavras, algo raríssimo. Ela simplesmente dominou o palco com sua desenvoltura, simpatia e jogo de cintura. A Globo não abrirá mão do seu talento se for inteligente.

Mas a verdade é que ainda há um leque de possibilidades para todos os três. "O Dentista Mascarado" obviamente não terá uma segunda temporada e agora Marcelo Adnet passa a integrar o "Fantástico" como comentarista da Copa das Confederações. Apesar desse presente de grego, nada impede de vê-lo em breve em alguma nova série, quem sabe, escrita por ele mesmo. A Globo será muito burra se deixá-lo avulso ou na geladeira. E, ao que tudo indica, a Band planeja dar para Dani Calabresa um programa solo, o que seria ótimo para ela e para o público. Resta torcer para que não demore muito, uma vez que esse casamento da humorista com o "CQC" definitivamente não deu certo. A Tatá não tem do que reclamar, verdade seja dita, porém, depois da Valdirene, a atriz poderá emendar em outra novela ou então participar de alguma nova série cômica da Globo.

Tatá Werneck, Marcelo Adnet e Dani Calabresa são profissionais talentosos e, independente dos resultados obtidos nas novas emissoras, cresceram em suas respectivas carreiras. Já estava mais do que na hora desse trio sair da MTV para se mostrar na televisão aberta. Tatá tem tudo para progredir ainda mais e Marcelo e Dani não demorarão muito para dar a volta por cima, deixando para trás esse início pouco animador. Tudo no seu tempo.

58 comentários:

Anônimo disse...

Dani merecia NO MÍNIMO, ficar na bancada.

Ana Paula disse...

Legal percebe-se que entende realmente do que falas, sucesso garantido. Bjs meu novo amigo.

Diogo S. disse...

Gosto dos três... Pena q Adnet e Calabresa não deram certo, por hora... Q apareçam boas oportunidades pra eles!!

Thairys Moreno disse...

Sérgio, você sempre com ótimos artigos...
Bom, a Tatá Werneck me conquistou logo de cara, o papel da Valdirene de Amor à vida, caiu como uma luva pra ela, talentosíssima, além de uma desenvoltura e presença notáveis...
O Marcelo Adnet muito talentoso também, porém foi infeliz na pele do dentista que dá vida à série, uma pena a série não ter decolado, levando-se em conta que o elenco em si é muito bom, mas parece que não foi mesmo dessa vez, acho que os autores exageraram na dose!
E quanto à Dani Calabresa, não acompanho o trabalho dela, mas o pouco que vi me agradou!
Beijos e boa semana!

eder ribeiro disse...

Sérgio, concordo com vc em relação ao talento dos três. O Marcelo Adnet, penso, se sairá mto bem no novo quadro do Fantástico pelo q se viu na sua aparição o último Domingo. Qto a Tata, o seu talento é inegável, contudo, achei q no programa do Faustão, ela não saiu do papel, me frustou um pouco. Abçs.

✿ chica disse...

Tatá na cena da festa mostrou pra que veio. Estava ótima!! Ri muito e ela definitivamente s firmou...abração,chica

Kellen Bittencourt disse...

Oiii amigo que gostoso estar aqui te lendo novamente depois de uma pausa p descanso que dei no meu blog, olha essa DAni eu nem sei quem é por que não assisto esses canais, o cara do dentista mascarado é legalzinho mas odiei a série, assisti uma vez e achei pastelão demais, sem divida o destaque é todo da Tatá, com sua maravilhosa e divertida interpretação na novela! Ela sim se deu bem! Abraçosss, tem sorteio no blog tá!

paulo disse...

Nunca gostei do Adnet, acho ele pedante e chato, é um outro Marcos Mion, se acha. E não vejo graça nenhuma nele. A Dani Calabresa eu considero um fenômeno, ela consegue imitar as pessoas com uma perfeição que chega a assustar, principalmente qdo ela "incorpora" a Suzana Vieira ou a Luciana Gimenez é de rolar de rir. E sua espontaneidade que é o mais importante. A Tatá já é outro caso, ela é uma verdadeira palhaça, quem a viu no Faustão pensou que ela estava no personagem mas ela é daquele jeito, e o papel na novela é adequado pra ela, pra mim ela é uma nova Dercy Gonçalves, ou seja, só fará papéis em novela que se adaptem ao seu humor e irreverencia. Acho que o Adnet não durará muito na globo, a Calabresa pode render na band e a Tatá será aproveitada em outras produções, mas preferia as duas na MTV. Ah, o comédia era muito engraçado, era um humor tipo TV Pirata, com ironia, deboche e inteligência, e não um humor "metido a inteligente" como muitos programas que vieram depois, mas você nunca gostou da TV Pirata né Sergio, não sabe o que perdeu, talvez porque certos quadros só funcionassem na época como a novela Fogo no Rabo, ou o casal telejornal, hilários(só de lembrar me dá vontade de rir)rs...
Abrçs.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

A princípio, fiz restrição à Tatá Werneck, como Valdirene, mas já mudei de opinião. A cada dia ela cresce mais na novela, divertindo e emocionando.
Não tive oportunidade de conhecer o trabalho da Dani, mas Marcelo Adnet, apesar do talento, não está sendo feliz em sua nova empreitada. Torço para que ambos se encontrem em novas oportunidades.

Ótimo dia.

Beijo.

Bell disse...

Pra ser sincera não estou gostando da atuação de nenhum deles.
A Tata se esforça é engraçada, mas não é ela, Marcelo parece outra pessoa (aquela série dele é ridicula), essa é minha opinião.
E a Dani, ta perdida ainda.
A diferença é que na MTV, eles tinham liberdade para criarem e soltarem a criatividade.
Ao mudarem de emissora, os padrões são outros.
bjokas =)

Adriana Helena disse...

Sérgio,bom dia meu amigo antenado!!
Tudo bem?
Mais um post sensacional como sempre!
Eu estava esperando saber a sua opinião sobre as novas estrelas da Globo e você, para variar, disse tudo!!

Delas, conhecia mais a Tatá Werneck e estou adorando a atuação dela na novela Amor à Vida! Também, cair de cara em um novelão desses tem que ter muito talento e se segurar nas tamancas não é? rsrs

Infelizmente o dentista mascarado não vingou! Também, com piadas horríveis como poderia o Marcelo fazer sucesso? Impossível não é mesmo? E aquela voz empostada que ele usa no seriado? Puxa, ficou estranho demais! Da Dani não posso emitir uma opiniã,o pois não acompanho o trabalho dela na Band, mas sua descrição já me deu a ideia que eu precisava: infelizmente é mais um talento mal aproveitado. Que pena!!

Amigo, adorei vir aqui!
Deixo um beijo e desejos de ótima semana!!

Rosa Branca disse...

Otimo post, e vemos que certos programas apagam o talento o brilho dos artistas.
Um abraço carinhoso

Paty Alves
Ágape Amor Verdadeiro
Patyiva
Vou Conseguir

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Parabéns pela análise, Sérgio. Concordo que Marcelo Adnet tem sido uma decepção, menos por culpa dele e mais pelo texto de "O Dentista Mascarado". Espero que ele se saia bem no quadro do "Fantástico".
Tatá Werneck se esforça para ser engraçada, e algumas vezes consegue. A personagem Valdirene enfrenta situações parecidas, mas concordo que as melhores cenas são quando ela se vê com a autoestima diminuída. Quanto ao "Domingão", respeito a sua opinião, mas achei-a forçada. Repetiu a expressão "é brincadeira" indefinidamente.

Clau disse...

Olá Sérgio!
Gostei do post.Aliás eu sempre gosto.
Dos três artistas que vc mencionou,apenas não acho um pingo de graça em Dani Calabresa.
Em compensação Tatá Werneck,rouba a cena em qualquer lugar.
E acho que vai ser divertido ver o talentoso Marcelo Adnet no Fantástico.
Bjs!!

Rita disse...

Boa tarde de terça feira!!

Que a beleza que você tem seja sempre
elogiada, pelo bons amigos e amigas que
passam e deixam uma mensagem carinhosa
Parabéns ser uma pessoa especial a todos e tenha
sempre o carinho de minha amizade
E que o dia dos namorados seja lindo a você
Abraços
Rita!!!!
¸.•°❤❤⊱彡

Rita disse...

Sergio assisto a novela e acho essa
Tatá bem talentosa ela e a mãezoca dela dão um swhouuu, mas acho um pouco desmiliguida feinha rsrsrsr
e os outros tbém faz da sua apresentação o melhor, mas não vejo muito não só alguma coisa deles, vejo criticas, mas não vou opinar por não assistir.
Tatá sei que continua arrebentar
Bjusssss

MARILENE disse...

Você se expressa muito bem em suas postagens. Realmente, a desengonçada Valdirene nos tem feito rir, demonstrando talento na interpretação. Espero que os outros dois superem esse início desastrado nas novas emissoras. Bjs.

Lulu on the Sky disse...

Já sou mais prática. Que a Globo contrate a Calabresa, chame a Tatá Werncek, o Adnet, a Ingrid Guimarães e forme um seriado de humor.
Big beijos
Lulu
http://luluonthesky.blogspot.com.br

Filha do Rei disse...

Oi, Sérgio! Dos três quem tem me encantado é a Tatá Werneck, ela é simplesmente talentosa - tem um humor ímpar,inédito. Domingo parei no Faustão só para vê-la, ela foi simplesmente ela, sem estrelismo.Com a Valdirene começo a rir sem querer :) , o riso sai, sem esforço.É uma grande alegria assistir a este talento.
Tenha uma linda noite. Bjss

Letícia disse...

Boa noite Sérgio,

você fez uma ótima análise desse talentoso trio. Ao meu entender a Globo fez uma boa aposta em contratar o Marcelo Adnet, mas se equivocou em colocá-lo no seriado "O dentista mascarado", acredito que a emissora seria mais feliz em fazer o jovem trabalhar em um seriado mais parecido com o perfil do ator, ao mais autoral mesmo, assim o talento do Adnet seria melhor trabalhado. Sem contar que já pelo nome não se dava muita coisa pelo seriado. Fernanda Young e Alexandre Machado, já foram mais felizes em trabalhos passados como "Separação" por exemplo, para mim poderia ter tido uma segunda temporada sem nenhum problema.

Já Tatá Werneck é um show a parte, conhecia muito pouco do seu trabalho na MTV, mas sabia que a moça era bastante talentosa. Não tem como não sentir simpatia pela sua Valdirene, a dobradinha que faz com a maravilhosa Elisabeth Savalla é ótima, a química entre as duas é grande e não tem como não se divertir com elas. Certamente é a parte mais leve da novela, Walcyr fez uma bela escolha, quando escalou as duas para seus respectivos papeis, e ainda há muita novela pela frente..

Já Dani Calabresa não conheço seu trabalho no CQC (Acredite se quiser meu caro Sérgio, nunca assisti ao programa, sempre ouço falar, mas nunca vi. Mesmo situada no planeta Terra, em pleno ano de 2013 deste século, eu ainda não tive a oportunidade de assistir, vai entender, rsrsrsr...), mas voltando a atriz eu a vi algumas vezes no Furo MTV e a achava engraçadíssima. Quem sabe ela ainda encontre seu lugar na Band, ou mesmo em uma outra emissora, quem sabe até, futuramente, na própria Globo, mas isto dependerá de como sua carreira será direcionada, torço pela moça.

Talento os três tem de sobra, espero que consigam trilhar um caminho longo e vitorioso.

um abraço..

Anônimo disse...

Gostei do texto.mas discordo,não acho a Tatá isso tudo não.Ela deu sorte.A Rede Globo sabe manipular a opinião pública como ninguém.Transformam um pedaço de pau em talento fenomenal.Valdirene não passa de uma Suelen feinha e pateta.Personagem piriguete já encheu o saco.

Daphne

Anônimo disse...

Tatá se deu bem na Globo, ganhou uma personagem deliciosa e cheia de possibilidades e tem dado conta do recado.
Adnet deu azar, pegou o pior trabalho da dupla de autores, mas terá mais possibilidades no Fantástico.
E Calabresa, deslocadíssima no CQC,
Pânico seria o ideal, o tipo de humor e o talento para imitações que ela possui, seriam melhor explorados.

Carlos disse...

Desses 3 só vejo graça na Calabresa. Ela na MTV era um barato e conseguia imitar as pessoas com uma facilidade. Ela é perfeita imitando a Sônia Abrão.

Já os outros dois não consigo achar graça. Não são péssimos, mas para atores acho que eles não tem jeito. Como não acompanho a novela, não vou falar tanto da Tatá, mas o Adnet... Fraquíssimo.

Abraços

Lyzzl disse...

Sérgio, muito obrigada, por escrever essa análise acurada a respeito dos três. Uma bela prova do seu senso de observação, de isenção crítica e da generosidade em partilhar conosco aspectos que muitas vezes gostaríamos de ver confirmados.
Irrepreensível tudo o que você diz no tocante a Marcelo e Dani. E sinceramente, desejo que tudo se concretize pelo melhor, afinal, eles estão - cada um deles - no início de uma nova relação contratual.

O que me deixou realmente emocionada, devo lhe dizer, foi vibrar quando você fala desse dom insuspeito, para mim, revelado só agora, de Tatá Werneck: excelente no humor, seu talento também o é, para o drama!
Lembrei do famoso "Paradoxo do Comediante" de Diderot.
Você foi um dos poucos, senão o primeiro crítico a ressaltar essa versatilidade incrível de Tatá para a comédia para o drama e quem sabe mais... Ela mais que humorista é uma verdadeira e completa atriz!.
Viva Tatá Werneck, a estrela sobe!

P.S. Você saberia me informar se existe DVDs ou qualquer espécie de mídia contendo trabalhos dos três? Que se possa comprar?
Obrigada.

Narinha disse...

Um desperdício de talento jogarem o Adnet nesta furada que é O dentista mascarado. Há algum tempo o texto da dupla Fernanda&Alexandre vem perdendo o humor.O pior é o diretor José Alvarenga Jr declarar que "o público não entendeu ..." a proposta deles.Não suporto essa falta de humildade pra reconhecer que ,sim, tá fraco o seriado.Começando com este tombaço de pé esquerdo, temo pelo futuro do Adnet na Globo, viu?

Thallys Bruno Almeida disse...

Bom texto, Sérgio.

O Adnet foi a maior "decepção", já que a expectativa da ida dele para a Globo foi a mais alardeada pela imagem que ele representa na geração jovem de humoristas. Pegou o pior projeto da dupla Young e Machado (que só teve 1 episódio bom e não foi nem o primeiro, foi o sexto) e o tom farsesco dado ao Paladino algumas vezes dá a impressão de que ele tenta sem sucesso imitar Jim Carrey. Tanto que quem mais consegue se salvar no projeto é uma atriz da própria emissora (Taís Araújo). Felizmente, ele soube se impor ao declarar logo que não queria Zorra Total: "nada contra o elenco do Zorra, mas pra mim, é tudo menos ZT".

A Calabresa tá no meio termo entre a repercussão negativa do Adnet e a positiva da Tatá. Faz tempo que pouco se fala em CQC, ainda mais depois da ida do Pânico pra Band. Só vi um ou outro quadro dela depois da estreia e ela tá deslocadaça. O programa solo irá ajudá-la a retomar o prumo.

Tatá Werneck, como se vê, foi a que melhor sorte teve. E o melhor ainda é que sua personagem lhe permitiu trabalhar também o lado dramático e conferir versatilidade à mesma. Sua periguete às avessas (já que ela se acha sexy e não é, se acha esperta e não é) e a influência da mãe carreirista têm sido apontados como a melhor coisa de Amor à Vida de forma mto merecida.

Sou dos que adoravam suas participações no Comédia MTV. Se eles saíram, foi porque a emissora estava se tornando pequena demais para os mesmos. Que Tatá continue nessa crescente e desejo melhor sorte para Adnet e Calabresa. Abç!

Sérgio Santos disse...

Concordo com vc, anônimo. abç

Sérgio Santos disse...

Diogo, acredito que seja uma questão de tempo. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Muito obrigado, Thairys. Estava sumida. A série fracassou mas nem foi culpa do Adnet e sim dos erros na estrutura da história. bjsssss

Sérgio Santos disse...

Eder, a Tatá é daquele jeito mesmo. Talvez seja uma forma dela driblar uma suposta timidez. Ela sempre improvisa e brinca, dificilmente é mais sóbria. Abrção!

Sérgio Santos disse...

Chica, a Valdirene foi um grande acerto! Bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Kellen. Espero que tenha ido bem de viagem! A Tatá foi a mais sortuda mesmo, já que talento os três têm. bjs

Sérgio Santos disse...

Paulo, nada tenho contra o Adnet. Não o acho arrogante como o Mion, não. Porém, como já disse aqui, também não vejo graça nele. Por isso que achei o aproveitamento dele na série excelente porque é assim que eu gosto de vê-lo: num formato cômico mas atuando, ainda que possa improvisar também. Mas fazendo imitação e compondo aqueles raps não dá pra mim. Nunca ri de nada disso.

A Caladresa é genial e por isso tenho certeza que o Pânico era pra ela, não o CQC. Ela tá avulsa e sem função. Espero que o tal programa solo venha logo.

Tatá é palhaça mesmo e é assim sempre. Acredito que seja uma forma de driblar a timidez. Vejo um futuro imenso pra ela. Tanto em novelas quanto em séries, ou até mesmo como 'repórter'. Não acho que o Adnet sairá da Globo não.

O quadro do jornal na TV Pirata eu achava muito bom. Aliás, qualquer coisa que a Casé faz com o Luis Fernando Guimarães fica bom. Mas a maioria das coisas da TV Pirata eu realmente achei de uma bobagem sem tamanho.
Sou fã do Ney, mas sinceramente não consigo compreender como aquele Barbosa fez tanto sucesso. E o Guilherme Karam gritando na pele daquele cara supostamente grosso e machista? Que coisa sem graça! Essa novela Fogo no Rabo deve ter sido engraçado na época em que a novela Roda de Fogo era exibida, mas depois perdeu o sentido.

Aliás, ainda em humor, já vi vários Viva o Gordo e é gigantesca a semelhança com o Zorra Total. Claro, tirando as imitações do Jô, todas as esquetes poderiam ser facilmente repetidas dentro daquele famigerado metrô do Zorra.

Abraços!

Sérgio Santos disse...

Vera, eu gostei da Valdirene logo de cara e a Tatá roubou a cena assim que chegou. Sua personagem é um acerto. Realmente os outros não foram tão felizes... Beijos e boa quinta.

Sérgio Santos disse...

Oi Bell. Concordo sobre Dani e Adnet, mas discordo sobre a Tatá. Tenho achado ela excelente e hilária. Beijão!

Sérgio Santos disse...

Oi Adriana, vc sempre carinhosa. Bacana te ver no Twitter hoje! rs

Achei a voz forçada do Adnet apropriada para o formato de história em quadrinhos e achei adequada, mas a história se perdeu logo no terceiro episódios e aí nem milagre salvava.

Tatá está genial na pele da Valdirene. A Dani está sendo subaproveitada. Parece uma avulsa. bjão!!!!

Sérgio Santos disse...

Oi Rosa, obrigado. bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Elvira. Pois é, a culpa não foi do Adnet e sim da série mesmo. Olha, o que ele fará no Fantástico ele já fazia na MTV. Nada de novo. Ou seja, quem gostava dele na antiga emissora não tem mais moral para reclamar, mas, no meu caso, como eu não gostava de nada do que ele fazia lá, obviamente que não gostei do quadro.

A Tatá é daquele jeito mesmo, tente reparar. Beijos!!!

Sérgio Santos disse...

Oi Clau. Eu amo a Calabresa. Acho genial! Mas respeito sua opinião. A Tatá está incrível mesmo. O Adnet ainda não ganhou nada de excepcional. bjssssssss

Sérgio Santos disse...

Obrigado pela mensagem carinhosa, Rita! Mas o legal da Valdirene é justamente isso, é uma periguete que não tem nada de gostosona, muito pelo contrário, é uma mulher fora dos padrões de gostosa. Bjsss

Sérgio Santos disse...

Marilene, obrigado pelo carinho! bjssss

Sérgio Santos disse...

Olha, Lulu, poderia ser interessante. Embora eu ache que a Ingrid só interpreta o mesmo personagem sempre. bjsss

Sérgio Santos disse...

Cléu, a Tatá é a que está, de fato, colhendo os frutos do sucesso. Isso tá claro. Ela tá ótima mesmo. bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Letícia, muito obrigado! Walcyr acertou em cheio mesmo nessa escalação e a dobradinha dela com a Savalla é perfeita. As duas estão impagáveis e também conseguem emocionar.

Acho que a Globo foi inteligente em colocar o Adnet com os ácidos autores, mas, na minha opinião, pela primeira vez eles erraram feio. Com exceção de O Sistema, eu havia gostado de absolutamente todas as séries dele. Mas O Dentista Mascarado foi um projeto infeliz.

Olha, eu só fui ver o CQC depois de mais de um ano de estreia por isso de entendo. rsrs A Dani não combina com o programa. Em nada. Beijão.

Sérgio Santos disse...

Daphne, confesso que não entendi isso de "manipular a opinião pública". Até porque se a Globo conseguisse isso todos os atores de lá seriam elogiadíssimos, o que não é verdade. Tem muita gente ruim emendando novelas, inclusive. Mas respeito sua opinião sobre a Tatá.

A graça da Valdirene é justamente ser uma periguete fora dos padrões, até porque, dentro dos padrões, já tivemos inúmeras. bj

Sérgio Santos disse...

Pois é, Anônimo, a Dani casaria com o Pânico de uma forma absurda. Erraram feio nisso. Adnet não teve sorte mesmo, ao contrário da Tatá que já estreou numa novela das nove com um papel de destaque. abçs

Sérgio Santos disse...

Carlos, também sou fã da Dani! É espetacular e o CQC está jogando isso fora.

Acho o contrário do Adnet. Não vejo graça nele como humorista mas gosto como ator de projeto cômicos. Gostei muito dele no filme Os Penetras, por exemplo.

A Tatá tem roubado a cena como Valdirene. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Lyzzl, não tem nada o que agradecer e eu que agradeço o seu elogio. Tatá surpreendeu ao mostrar que também é capaz de emocionar e a Valdirene é uma personagem muito rica. Adnet e Calabresa ainda não tiveram muita sorte, mas tomara que isso mude em breve.

Infelizmente vou ficar devendo no DVD. Não sei mesmo. bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Narinha. Olha, eu discordo sobre os autores. Até porque O Dentista Mascarado foi o primeiro projeto deles que eu me decepcionei mesmo.

Vi essa entrevista do José e também lamento. O problema não foi não ter entendido e nem o fato de todos serem uns perdedores, e sim a trama policial ficar jogada de lado em meio a piadas escatológicas e forçadas. E olha que eu sempre gostei desse humor mais pesado deles, mas dessa vez exageraram na dose.

Acho que o Adnet não sai mais da Globo não. Nem que ela dê pra ele um programa de temporada às sextas depois do Globo Repórter. bj

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Thallys. Gostei do primeiro episódio e achei o segundo mais ou menos. Depois começou a regredir cada vez mais. O sexto, com Alinne Moraes foi uma exceção e valeu a pena assistir. Quem dera fossem todos assim. Gostei dessa empostação do Adnet porque achei apropriado para o formato.

Dani tá deslocada mesmo e precisa sair dali.

Tatá está perfeita e faz uma grande dupla com a Savalla. Ainda tem conseguido se sair bem também nas cenas mais dramáticas.

Não gostava do Comédia MTV, mas concordo que a emissora já estava pequena demais pra eles. Abraços.

paulo disse...

Se me permite uma réplica: a mesma graça que eu achava e o brasil inteiro no Barbosa do grande Ney é a que você, Sergio, e o publico jovem de hoje achou daquela empregada da novela AB cantando "eu quero ver tu me chamar de amendoim", que graça tem aquilo? Mas a TV pirata era muito mais que isso, só pra citar um exemplo, você já viu aquele quadro "negro, eu?", procure no youtube, uma família negra onde os pais tem vergonha da raça e querem ser brancos(ney e cazé impagáveis) e o filho(Diogo Vilela) que quer assumir que é... negro! Humor politicamente incorretíssimo e engraçadíssimo, tente assistir!

Sérgio Santos disse...

Claro, Paulo. Até quintéplica. Eu idolatro o Ney e o acho fabuloso em qualquer papel que faça, mas nunca vi graça no Barbosa. Também nunca vi graça naquele Tonhão da Cláudia Raia. Vou procurar no Youtube porque isso eu de fato não vi. Mas um quadro que eu gostava era o da Debora Bloch vivendo uma repórter avoada. Porém, está na lista de exceções do humorístico pra mim. Abçs

Anônimo disse...

Dos três a que mais amo e a Dani acho ela incrível, uma humorista completa, mais a dani nunca irá da certo no cqc, pois no cqc ninguém pode brilhar mais do que a careca do Tas

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sérgio Santos disse...

Também gosto muito da Dani. Acho que ela não deu certo no CQC porque o programa nada tem a ver com ela. abç

Emerson Nasck disse...

Estes talentos são indiscutíveis, entretanto bem citado a mal utilização que estão fazendo dos mesmos, exceto claro, a Tatá. abraços.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Emerson! Abraço!

Hannar Alverga disse...

Acredito que o segredo do Marcelo é deixar ele produzir... O cara é inteligente e tem ótimas sacadas. A censura me revolta, mas a livre expressão na globo é praticamente impossível, então a única forma do Marcelo fica à vontade lá e produzindo e o que não puder ser dito, ser cortado. Subordinar o Adnet a um texto é subestimar o talento do cara...
Quanto à Dani... acredito que ela se sairia ótima em matérias externas, longe dos estúdios no cqc, ou até mesmo ao vivo na bancada, já que ela era uma ótima apresentadora/comentarista do FuroMtv.
Mas discordo de você em relação ao programa ideal pra ela na Band...
Acho que ela deveria ter entrado no Agora é tarde, porque ela tem uma intimidade muito grande com o Danilo Gentili (São amigos desde antes da fama). Isso acrescentaria ainda mais no programa...
Abraços...