domingo, 23 de junho de 2013

"A Fazenda" estreia sua sexta edição e acerta ao tentar fugir da mesmice

Em meio à crise, a Record estreou nesse domingo (23/06) a sexta edição de "A Fazenda". Apresentado por Britto Jr. e dirigido por Rodrigo Carelli, o reality ---- que agora tem Gianne Albertoni como repórter ---- inicia mais uma temporada tentando angariar os telespectadores que foram perdidos ao longo dos anos. Em comparação com as edições anteriores, o ibope foi igual ao da primeira e quarta edições, o que representa o menor índice das estreias da atração ("A Fazenda 1": 16, "A Fazenda 2": 18, "A Fazenda 3": 20, "A Fazenda 4": 16, "A Fazenda 5": 17 e "A Fazenda 6": 16). Entretanto, pode ser considerado um bom índice, uma vez que liderou no horário por vários momentos. E por tudo o que foi visto, a produção acertou ao tentar fugir da mesmice com a criação de uma polêmica prova que transforma um participante em finalista logo na primeira semana.


Marcado para às 21h30m, o programa só começou às 21h45m. A edição foi lenta como de costume, mas ao menos os momentos finais foram mais animados por causa de uma prova e uma posterior divisão de grupos. Os participantes chegaram de carro importado e foram de helicóptero para a fazenda. Bárbara Evans, Rita Cadillac, Andressa Urach, Aryane Steinkopf, Beto Malfacini, Denise Leitão, Gominho, Ivo Meirelles, Lu Schievano, Márcio Duarte, Marcos Oliver, Matheus Verdelho, Paulo Nunes, Scheila Carvalho, Mulher Filé e Yudi foram os escolhidos para disputar o prêmio de dois milhões de reais e, apesar da Record ter tentado mais uma vez manter o mistério, todos os nomes já haviam sido divulgados pela imprensa dias antes.

Apesar da crise, a emissora investiu alto no reality. A sede contém 60 câmeras de alta definição e segundo especulações o custo do reality foi de 50 milhões. Logo no primeiro programa houve uma divisão de grupos, que foram chamados de Ovelha, Avestruz e Coelho. Após a realização de uma prova, os três melhores
colocados viraram líderes de equipe e foram os responsáveis pela escolha dos 'aliados'. Todo esse conjunto serviu para movimentar a estreia, evitando o característico marasmo nas edições desse reality.

Britto Jr. continua fraquíssimo na apresentação e sua ausência de carisma é visível. Entre uma e outra enrolação, o apresentador falava constantemente sobre a existência de "uma grande surpresa jamais vista na história dos realities". No final ficou visto que a tal surpresa era um poder que transforma um participante em finalista. Sem dúvida uma excelente e arriscada ideia do diretor, afinal, o público terá que engolir o finalista, gostando dele ou não. Pode ser uma tacada de mestre ou então um tiro no pé. Dependerá das circunstâncias. O único erro é a produção avisar o participante vencedor sobre esse grandioso benefício. Afinal, tirará a graça dessa boa sacada.

Rodrigo Carelli chegou a dizer que o time escolhido era o mais forte de todas as edições. Se será mesmo ou não só dará para saber nas próximas semanas. O fato é que a Record conseguiu uma ótima audiência com a estreia. O programa teve 16 pontos de média e alcançou picos de 19 pontos, liderando no horário por vários momentos. E assim como não tem como saber se os participantes renderão o esperado, o mesmo pode ser dito em relação ao ibope. Esse elevado índice pode persistir ou então cair vertiginosamente, como ocorreu nas recentes edições anteriores. Resta torcer para que a emissora não altere constantemente o horário do programa, evitando repetir o erro das edições mais recentes.

"A Fazenda" iniciou sua sexta edição com um saldo positivo para a Record. Afinal, o investimento foi alto e o sacrifício parece ter valido a pena levando em consideração os bons índices do primeiro programa. A surpresa divulgada era realmente algo relevante e a possibilidade de levar um participante para a final logo na primeira semana é uma ousadia e tanto. Apesar das enrolações e da falta de carisma de Britto Júnior e da edição lenta, para quem gosta desse estilo de reality há bons motivos para continuar assistindo.

18 comentários:

Thallys Bruno Almeida disse...

A Fazenda já viu estreias mais bombásticas. Essa, pelo menos pra mim, não empolgou. Ainda mais pelas escolhas dos participantes. A maioria deles são verdadeiras aberrações. E no time "feminino" só a Bárbara Evans pode ser chamada de mulher. Entra ano, sai ano, e Britto continua o mesmo chato e pretensioso de sempre.

Mas coragem eles tiveram quando eles anunciaram sobre esse finalista com tanta antecedência. Resta ver quem vai ocupar essa vaga pra saber se a tal estratégia vai dar certo ou não.

Diferentemente da fracassada Fazenda de Verão, a edição de famosos sempre rendeu repercussão à emissora. É esperar pra ver no que resultará. Abçs!

paulo disse...

Eu me divirto muito com a fazenda, aliás é um dos pouquíssimos motivos que me fazem assistir TV atualmente. É tosco, é cheio de sub-celebridades, mas é assumidamente tudo isso e não como o big brother que além de falso(ninguém ali é verdadeiramente anônimo) tem aquele mala do bial que insiste em levar aquilo a serio. Com ibope ou não eu assistirei como todas as edições passadas, só a segunda que achei mais fraca. ADORO!

eder ribeiro disse...

Sérgio, como não gosto de reality show, pois é mto show para pouca realidade, deixo aqui elogios para a sua excelente crônica. Abçs e uma ótima semana.

Anônimo disse...

Achei arriscado um participante ir direto pra final, mas o sortudo saberá disso? Acompanharei, com certeza!
amo\sou♥Afazenda♥

Danizita L. disse...

Já estou meio enjoada de reality show,porém até gosto desse, atualmente tenho mais interesse em ver A Fazenda do que o Big Brother,aliás esse último praticamente nem acompanho mais, rsrsrs.

Bjs Sérgio ;)

Carlos disse...

Cruzes!!! Agora, acho divertido e interessante, ao mesmo tempo, o Paulo gostar disso e falar do mal gosto dos outros com as novelas globais rs.

Clau disse...

Boa noite Sérgio,
Não costumo assistir 'A Fazenda',mas gosto de saber quem são os participantes!
Dos nomes que acabei de ler,conheço apenas 4...
Brito Jr,é mais que fraco na apresentação.É sonso.
Ninguém merece...
Bjs :)

paulo disse...

Carlos, peço licença ao sergio pra te responder: gosto sim da fazenda, como disse sei que é tosco e cheio de sub-celebridades mas essa é a graça da coisa, não é como o bbb que SE leva a sério. E as provas, diga-se de passagem são muito bem elaboradas, a de hoje mesmo foi sensacional, e o reality não é fútil como o bbb onde os meio "anônimos" ficam a toa o dia inteiro. É divertido ver os quase famosos cuidando dos bichos, passando perrengue no celeiro e sofrendo nas provas. E as novelas da globo, as quais antigamente eu não perdia nenhuma, já tiveram dias (bem)melhores, você mesmo não assiste nenhuma, não é mesmo?

Sérgio Santos disse...

Thallys, eu nunca me empolgo porque eu não gosto desse reality. Não por ser reality, e sim pela escolha dos participantes, do apresentador e das edições vagarosas. Mas eles foram inteligente com essa tal surpresa. Pode ser mt bom ou uma tragédia. Vai que ganha um participante que nada acrescenta... Enfim. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Bem, Paulo, eu detesto justamente por causa da tosquice dos participantes e de tudo o que já citei acima.

Sobre isso de ser mais legal porque os participantes terem algo a fazer nós já comentamos. Isso pouco importa. Qual a graça em vê-lo cuidando de uma vaca, por exemplo? Dá na mesma estarem á toa ou não, o bom de reality é a formação de grupinhos, intrigas e as brigas. E no BBB eles têm prova pra ganhar comida, cinema, enfim, é um 'trabalho', de uma forma ou de outra.

Eu confesso que o questionamento do Carlos é o mesmo que o meu. Vc é uma pessoa que eu jamais imaginaria que viesse a gostar de algo desse tipo. Mas enfim.

Ah, pode responder a quem quiser e a hora que quiser. Sem problemas. Abçssss

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Eder! =)

Sérgio Santos disse...

Anônimo, saberá sim. Aliás, isso eu achei um erro sem tamanho. Vai tirar toda a graça. Se ele souber vai ficar tranquilão lá até o fim. abçssss

Sérgio Santos disse...

Danizita, eu amo BBB e não perco uma edição. Mas é o único reality que eu me envolvo msm. Um que eu adorava era A Casa dos Artistas. Mas A Fazenda eu nunca gostei. bjssss

Sérgio Santos disse...

Pois é, Clau, pra vc ver como eels são famosos, né? É tudo gente decadente ou então os que amam aparecer no Ego. bjsss

Carlos disse...

Eu entendo Paulo, porque você já nos contou isso, mas, que fica estranho fica. Como o Sérgio bem lembrou, no BBB tbm tem provas e tem nada de legal em ver aquele pessoal tirando leite de vaca. É a mesma coisa que ver o cabelo crescer ou ver Globo Rural. Gosto da vida do campo, ando de cavalo e tudo (deixa isso pra lá rsrs), agora, achar divertido por causa dos bichos? Desligue a TV e vá pra um zoológico que vai ser bem melhor. Reality Show só presta por causa dos conflitos, mas depois de ver 2 casas dos artistas e 3 BBBs (4,5 e 7), pra mim a fórmula já cansou. Os conflitos são pelos mesmos problemas e me desanima muito saber que eles ganham milhões sem fazer nada e eu fazendo nada ganho... NADA. Diferente de um reality musical, que você ganha um cantor pra acompanhar ou um reality de construção (lata velha, lar doce lar) que você curte o sonho do outro e tudo isso em um dia.

Abraços

Anônimo disse...

Eu acho que oi que faz a audiencia sao personagens polemicos e interessantes.
Ano passado de pessoas interessante so tivemos Gretchen,Viviane Araujo,Nicole Bahls e elas fizeram a Fazenda 5 ser a melhor de todas

Nessa temos A Andressa Urach,a ex panicat Ariane,Denise Rocha,Barbara Evans,Mulher Filé,Marcos Oliver,Rita Cardillac,ou seja nomes de pessoas que pelomenos sao bastante conhecidas e todas tem potencial de criar confusao e caos,por isso em minha opiniao,graças ao elenco mais acertado do que o da Fazenda anterior,a Fazenda 6 pode ir bem no ibope :)

Sérgio Santos disse...

Carlos, isso é verdade. É desanimador mesmo vê-los enchendo o dito cujo de dinheiro e carros e a gente só na merda. Mas enfim...

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, anônimo. As brigas e as polêmicas são sempre os grandes atrativos de um reality. abçssss