quarta-feira, 30 de abril de 2014

Homenagem a Carlos Nascimento e presença de Tony Ramos e Lília Cabral salvam um "Troféu Imprensa" cada vez mais antiquado

A quinquagésima-sexta edição do "Troféu Imprensa" foi ao ar no último domingo (27/04). E como acontece em todos os anos, os premiados foram escolhidos por um juri composto por jornalistas, onde vários deles são figuras praticamente fixas, marcando presença anualmente. Vide Cristina Padiglione, Leão Lobo, Keyla Jimenez, Paulo Barbosa, Décio Piccinini, entre outras figuras conhecidas. A edição de 2014  novamente expôs o quanto está ultrapassada, mas foi marcada pela bonita homenagem feita ao jornalista Carlos Nascimento, que enfrenta um câncer, e pela presença de Tony Ramos e Lilia Cabral.


A presença do jornalista no palco foi emocionante, principalmente quando é aplaudido de pé e ainda revela para todos que Silvio Santos fez questão de renovar seu contrato dois meses antes para que ele se recuperasse sem preocupações. O momento tocante expôs a força de Carlos Nascimento e a generosidade do dono do SBT.

A participação de Tony Ramos e a ida de Lília Cabral também foram os pontos altos da premiação. Ambos foram receber troféus de edições passadas e deram uma aula de educação e simpatia. Tony se mostrou emocionado, enquanto que Lília fez questão de agradecer o carinho de todos. Louvável a atitude da
Globo em liberá-los e a presença deles engrandeceu o programa. Silvio, inclusive, não poupou elogios aos dois.

Outro ponto que merece destaque foi a conversa que o apresentador teve com Jean Paulo Campos. O ator-mirim havia assinado recentemente um contrato com a Record, o que implicava em um desligamento do SBT. Silvio não perdoou e confrontou o menino no ar. O chamou de traidor e ainda disse que pagaria a multa contratual para 'pegá-lo de volta' ---- o que de fato fez alguns dias depois, diga-se de passagem. Foi divertido ver a 'brincadeira com toques de seriedade' do dono da emissora e o jogo de cintura da criança.

Já as premiações deixaram muito a desejar, começando pelos critérios apresentados. Mais uma vez o "Troféu Imprensa" mostrou o quão está ultrapassado, precisando urgentemente de uma renovação. Escolher apenas cinco jurados para votar é um erro, assim como deixar nas mãos do público da internet  a responsabilidade para escolher os três finalistas de cada indicação. O resultado deste equívoco é ver Caio Castro e Jean Paulo Campos disputando com Mateus Solano o prêmio de Melhor Ator, por exemplo. Assim como ver a cantora Anitta concorrendo com Tatá Werneck como Revelação. Uma cantora disputando com uma atriz? Complicado.

Outra situação sem o menor sentido foi o "Cidade Alerta" estar na mesma categoria que o "Jornal Nacional" e o "SBT Brasil", por exemplo. Dois telejornais disputando com um programa policial? Não deu para entender.

Foi incoerente ainda ver "Salve Jorge" e "Chiquititas" disputando com "Amor à Vida" o prêmio de Melhor Novela. "Sangue Bom" e "Pecado Mortal", por exemplo, eram bem mais merecedoras que as duas indicadas, que perderam merecidamente para a trama de sucesso de Walcyr Carrasco, que faturou mais um troféu para sua coleção.

Já Tatá Werneck e Mateus Solano mais uma vez ganharam como Revelação e Melhor Ator, respectivamente, graças aos seus marcantes papéis de "Amor à Vida". Os dois simplesmente faturaram todos os prêmios que concorreram. E Vanessa Giácomo também ganhou pelo seu grande trabalho na pele da víbora Aline, da mesma novela.

Entre justiças e injustiças, além de indicações sem o menor propósito, ficou claro que o "Troféu Imprensa" continua parado no tempo, sem sinal de uma necessária modernização. Embora Silvio Santos ainda seja o melhor apresentador e comunicador do país, esta premiação lamentavelmente perdeu há tempos a importância que tinha por motivos que saltam aos olhos de qualquer telespectador. O consolo da edição de 2014 foi mesmo a presença de Carlos Nascimento, Tony Ramos e Lília Cabral.



Confira todos os vencedores:

Melhor Apresentadora: Fátima Bernardes (Globo) e Patricia Abravanel (SBT). Troféu Internet: Eliana (SBT).
Melhor Programa Infantil: "TV Cocoricó" (TV Cultura). Troféu Internet: "Bom Dia e Companhia" (SBT).
Melhor Cantora: Paula Fernandes e Ivete Sangalo. Troféu Internet: Paula Fernandes
Melhor Programa de Entrevistas: "De Frente com Gabi" (SBT). Troféu Internet: "Agora é Tarde com Danilo Gentili" (Band).
Melhor novela: "Amor à Vida" (Globo). Troféu Internet: "Amor à Vida".
Melhor Jornal de TV: "Jornal Nacional" (Globo) e "SBT Brasil" (SBT). Troféu Internet: "Jornal Nacional".
Melhor Ator: Mateus Solano (por "Amor à Vida"). Troféu Internet: Mateus Solano.
Melhor Programa Humorístico: "Tapas & Beijos" (Globo). Troféu Internet: "Pânico na Band" (Band)
Melhor Comercial: Havaianas. Troféu Internet: Havaianas.
Melhor Atriz: Vanessa Giácomo (por "Amor à Vida"). Troféu Internet: Giovanna Antonelli (por "Salve Jorge").
Melhor Programa de Auditório: "Programa Eliana" (SBT). Troféu Internet: "Caldeirão do Huck" (Globo)
Revelação do Ano: Tatá Werneck (por "Amor à Vida"). Troféu Internet: Tatá Werneck.
Melhor Apresentador ou animador: Rodrigo Faro (Record). Troféu Internet: Silvio Santos (SBT).
Melhor Cantor: Roberto Carlos. Troféu Internet: Luan Santana.

58 comentários:

Andressa Mattos M. disse...

Puxa, Sérgio! Vim visitar seu blog e vejo esse post fresquinho recém-saído do forno! Que sorte!

Eu vi a premiação e concordo com você que os métodos de votação são antiquados e precisam de uma reformulação. Até acho que os jurados deveriam continuar, mas dessa forma não dá mais. E o que foi Caio Castro e aquela criança concorrendo com o Mateus Solano?

Mas fiquei feliz com as vitórias de Amor Á Vida, Mateus, Tatá Werneck, Vanessa Giácomo e Paula Fernandes (eu gosto dela). As outras categorias eu admito que nem prestei muita atenção porque não me interessava. A homenagem ao Carlos Nascimento foi bonita e ele até embargou a voz ao falar do Silvio. Tony e Lilia simpáticos e educados como não poderia deixar de ser. Beijos!

Anônimo disse...

Concordo. Antiquado e mal realizado. Fora o quanto que é brega!

Flávia disse...

Amor à vida ganhou tudo, né, Sérgio? AMO!!!! kkkkk E esse prêmio nem tem ligação com a Globo pros haters dizerem que foi manipulado... Mas concordo que está ultrapassado. Mais não posso opinar porque não vi. bjs

Thallys Bruno Almeida disse...

O Troféu Imprensa parou no tempo. Já não tem mais o mesmo prestígio de antigamente. E pecou também por não haver homenagens a Paulo Goulart, Luciano do Valle e José Wilker.

Novela: não gostei da vitória de Amor à Vida, mas como ñ tinha jeito, antes ela que SJ ou Chiquititas, já que gostava da primeira metade e me decepcionei com a segunda. O jurado Paulo Cabral fez bem em lembrar de Sangue Bom, que pra mim é campeã moral de todos os prêmios de melhor novela do ano passado. Pecado Mortal representaria melhor a concorrência do que Chiquititas, que é até bem feita, mas nem de longe tem a mesma força que Carrossel tinha.

Ator: uma piada velha, afinal tivemos Gabriel Braga Nunes concorrendo com Chay Suede e o mesmo Castro em 2011/12 e Murilo Benício contra Arthur Aguiar e Cauã Reymond em 2012/13. Mais uma vez prevaleceu a justiça. Mas kd Antônio Fagundes? Humberto Carrão, como exemplo jovem? Sérgio Mamberti, que foi o maior acerto de Flor?

Atriz: felizmente, uma categoria justa, com três candidatas excelentes, que rendeu um merecido prêmio pra Vanessa Giácomo. Talvez eu só tiraria a Antonelli, que já ganhou mtos prêmios, e trocaria por Giulia Gam.

Apresentadora: Patrícia Abravanel nem de longe tem a mesma desenvoltura de Eliana. Ganhou por pura bajulação. Felizmente, empatou com Fátima Bernardes, que mereceu mt, pois a vejo bem mais à vontade no Encontro.

Melhor jornal: Cidade Alerta nem devia estar lá, além do mais só faz sucesso por causa do humor do Marcelo Rezende. Jornal Hoje merecia ocupar essa vaga.

Cantora: fico feliz pela Paula consolidar seu espaço.

Cantor: Roberto Carlos é figurinha marcada e um exemplo do quão antiquado é o troféu, mas no cenário atual é o único que pode ser chamado de cantor, por sua vasta obra.

Programa de auditório: senti falta do Altas Horas e do Esquenta concorrendo.

Melhor humorístico: cadê o Pé na Cova, elogiado merecidamente ano passado?

Quanto aos jurados, dispensaria Ricardo Feltrin: chaaaaaaaato ao cubo. Leão Lobo e Décio Piccinini são dispensáveis, Valença Sotero falou pouco, Paulo Barboza não puxa, arrasta saco. Em compensação, gostei de Flávio Ricco, José Armando Vanucci, Cristina Padiglione, Keila Jimenez e Paulo Cabral. Se bem que pelo menos Nelson Rubens e Sônia Abrão ficaram de fora dessa vez.

A homenagem ao Carlos Nascimento mostrou o quão Sílvio é pessoa da melhor qualidade. Mostrou que fazia questão de tê-lo junto ao time do SBT ao renovar o contrato. Quanto ao Jean Paulo, ocorreu mais ou menos o que houve nos anos 80 quando Gugu foi pra Globo e Sílvio foi falar com Roberto Marinho pra "liberá-lo" pro SBT. Atitudes como essas dão vazão ao slogan de TV mais feliz do Brasil ao SBT. Assim como foi legal a atitude da Globo de liberar Tony Ramos e Lília Cabral para receberem seus prêmios, embora o último de Lília foi injusto por força de um papel inútil que ela recebeu e fez o que podia.

Mas o Troféu Imprensa precisa de uma reforma completa. Salvam-se apenas o bom senso de alguns jurados e Sílvio Santos.

Thallys Bruno Almeida disse...

Ah, acho que esse é talvez o último prêmio maior de AAV, porque, até onde sei, esse ano não vai ter o Prêmio Contigo, que era no meio de maio e "encerrava" o ciclo de prêmios.

Valéria disse...

Sérgio, até concordo que a premiação anda meio antiquada, o maior absurdo foi o quesito melhor ator, onde expuseram uma criança pra concorrer com 2 adultos, sendo um deles o péssimo Caio Castro,bem feio mesmo. Ainda assim, prefiro o Troféu Imprensa do que o "Melhores do Ano",que é bastante limitado e deveria se chamar "Melhores da globo", pois só participam os da casa em questão; e faz dele pra um prêmio com pouca valia. Abraços!

Anônimo disse...

O Leão lobo disse que Amor a Vida é um lixo, adorei! Caio Castro melhor ator indicado de novo? É, estamos vivendo tempos difíceis mesmo, como diz o Paulo.

OX disse...

Eu vi da metade para o final. Não cheguei a ver o Tony, mas vi a Lilia. Ela foi muito simpática. E concordo que o prêmio está ultrapassado demais. E é impressionante como Amor à Vida abocanhou todos os prêmios do país. Até o APCA. Era previsível que o Troféu Imprensa a premiasse também. A novela caiu na boca do povo e meteu a boca nos troféus. Agora eu não entendo a categoria de Melhor Comercial. Desnecessário.

Patricia Galis disse...

Eu não vi pq estava no pronto socorro, alias sabado e domingo afffff....assino em baixo Sergio.
Por exemplo Roberto Carlos de novo??? Nada contra o rei, mas tem coisas que não mudam né mesmo.
Que bom a Globo finalmente liberar seus artistas para irem receber seus troféus....uma avanço né mesmo.

Diogo S. disse...

Confesso que eu até acho que a breguisse faz parte do show, até porque estamos falando de SBT, que é uma emissora brega, popular, kitsch - o que não significa que é ruim. O que mais me chama atenção é jurados que puxam saco do Silvio e de produtos da emissora, como por exemplo, Patrícia como melhor apresentadora? Forçaram muitooo!! rsrsrs

Melina disse...

Sérgio, não vi a premiação mas fiquei feliz em saber que Amor À Vida mais uma vez faturou tudo. E Vanessa Giácomo merecia já que não levou o Melhores do Ano. A Aline dela foi ótima. Solano e Tatá não surpreenderam ao levar mais uma mas fiquei chocada com essa sua informação de que ele concorreu com CAIO CASTRO e essa criança que eu nem conheço e ela com Anita! Fiquei constrangida.

Amor Á Vida melhor novela merecido demais para o desespero dos que odeiam o Walcyr. Mas a minha Sangue Bom merecia ter concorrido. Salve Jorge? O que é isso? Que ridículo! E falando em Sangue Bom, adorei sua homenagem à novela no Facebook que completou um ano de estreia. Até um clipe com De Janeiro a janeiro você postou! Amei e chorei. E nem sabia do aniversário da Sophie. Vinte e cinco aninhos? Linda essa menina.

Voltando ao texto, concordo que esse prêmio está ultrapassado e por isso mesmo nem vejo. Até porque odeio quase todos aqueles jurados que não entendem nada de televisão. Um beijo e bom feriado, Sérgio.

Lulu on the Sky disse...

Vamos combinar que algumas categorias tinham absurdos, por exemplo colocar o menino Cirilo para competir com Caio Castro e Mateus Solano como melhor ator é sacanagem
bom feriado.
Já respondeu nossa pesquisa no blog ?
Big Beijos

Lucas disse...

Bem, concordo com você, essa premiação morreu e esqueceu de cair. Um acontecimento bizarro também foi ver Patricia Abravanel empatar com Fatima Bernardes como melhor apresentadora, de onde que Patricia pode ser considerada apresentadora para começar? Sobre as premiações do "sucesso" Amor à vida não me surpreende, essa novela é aplaudida por uns e odiada por outros, mas eu considero um modismo vazio, mas é isso que o publico quer cada vez mais.

Maíra disse...

Posso estar sendo pessimista, mas acho que no Brasil não a nenhuma premiação digna de TV. Talvez a APCA, mas ela é pouco abrangente, um ano tem alguma categoria, no outro não, depois tem de novo, enfim, é meio bagunçado.

O troféu Imprensa me parecia um bom porque não descrimina nenhuma emissora e lembra de todas as esferas da TV, tem melhor programa, apresentador e apresentadora, programa de humor, de entrevistas, infantil, telejornal (poderia ter de a e o jornalista), enfim, lembra varias categorias e não fica restrito mais as novelas como a maioria. Mas por outro lado, parece que ser apresentado pelo Silvio Santos e SBT pesa nas indicações, pois tem muita coisa do SBT que não merece e concorre e as vezes até ganha. Nesse ano, por exemplo, Fátima Bernardes foi muito bem e merecia, mais Elina ganhou pela enésima vez sem ser muito surpreendente em 2013.

Outro coisa que me incomoda são os jurados, só conheço a Keila Jimenez como jornalista de TV, os demais desconheço o que fazem, e Leão Lobo é fofoqueiro e não jornalista, não devia ser júri de um Troféu que avalia os trabalhos da TV, assim como Nelson Rubens e Sonia Abrão (que esse ano não estiveram e espero que não estejam mais), sendo que a segunda também não compete a avaliar trabalhos da TV. Achei certa a presença de Flavio Ricco e Ricardo Feltrin que trabalham com jornalismos sobre TV e acho que deviam convidar mais pessoas desse meio para compor o júri. Patricia Kogut é outra jornalista de TV, mas essa é muito puxa-saco da Globo e imparcial.

Foquei no porque não acho Troféu Imprensa um dos melhores e nem vou me ater aos indicados e vencedores, mas realço o descaso com novelas das 6 e 7 como Sangue Bom, que foram superiores a Salve Jorge, por exemplo (Pasme para sua indicação).

Anônimo disse...

Procurem no wikipedia ou qualquer outra fonte quem eram os indicados e vencedores do troféu imprensa nos anos 80 e verão que diferença. Não é o programa que é ruim, hoje é que esta tudo ruim, ou melhor, péssimo!

Cc disse...

Pessoal, o Silvio Santos deixa claro o tempo todo que os indicados são escolhidos por votação popular. Pior é aquele "melhores da globo" que além de só concorrer gente da emissora ainda são escolhidos por funcionários da globo, como o Faustão explica. Ou seja, Caio Castro(e outras porcarias) concorreu no troféu imprensa porque o povão indicou mas no melhores da globo foi indicado por votação dentro da própria globo. Por ai se vê o nível em que essa emissora chegou.

Filha do Rei disse...

Assisti ao troféu e o que percebi é que faltou ânimo ao programa,mas segue valendo, apesar de algumas indicações e vencedores não terem merecido.
Tenha um abençoado fim de semana. Bjs

Sissym Mascarenhas disse...



Sergio,

Eu não assisti, nem sabia..., mas para jornalistas e artistas deve ser muito bom participar e ser homenageado, há muita dedicação e expectativas.

Gosto muito de vir aqui.
Bom te ler !

Beijos

Thallys Bruno Almeida disse...

Só um gentil lembrete: conforme publicado na Veja São Paulo e pelo Maurício Stycer no fim do ano passado, os prêmios de Amor à Vida no APCA foram para os atores (Solano e Savalla), não para a novela em si. Não houve as categorias do Grande Prêmio da Crítica nem a de melhor autor, ambas vencidas em 2012/13 por Avenida/JEC. Portanto, Mateus Solano e Elizabeth Savalla, estes sim, ganharam o APCA, não a novela.

OX disse...

Senhor Thallys, não ganhou como melhor novela no APCA porque não teve essa categoria dessa vez porque se tivesse ganharia. Não entendo seu ódio pela novela, pelo autor e sua indignação pelo sucesso dela. E seus comentários nos posts do blog são sempre repetitivos falando sobre a mesma coisa: aquela personagem de Sangue Bom chamada Amora (decorei até o nome dela de tanto que você fala) e a tentativa de desqualificar Amor à Vida.

Clara Sol disse...

Boa tarde Sergio..
Linda esta homenagem.
Mas só tende a piorar com o tempo, pois estar cada vez mais retrô.
Agora o Carlos Nascimento mereceu esta indicação pelo trabalho qual faz, não por estar com câncer, mas por seu profissionalismo como jornalista na hora de comunicar a noticia com caráter e zelo ao telespectador que o estar assistindo.
Grata por partilhar essa noticia.
Desejando a você um excelente final de semana.
Abraços sempre.
ClaraSol.


Thallys Bruno Almeida disse...

Caro OX, eu não aplaudo uma coisa que zomba da minha inteligência. Simples.

OX disse...

Entendi. Então vc que se julga muito inteligente fica tentando desqualificar e desmerecer uma produção mesmo com todos os fatos comprovadamente contra. E ainda fica repetindo os argumentos como se fossem um mantra seu pra tentar até convencer a si mesmo. Isso deve ser algo bem inteligente.

Henrique disse...

OX, isso é coisa de gente frustrada que não prospera, e nem se esforça pra isso, e ainda critica quem prospera. Mas deixa, ano que vem Walcyr volta com um novo sucesso e dá a essas pessoas a oportunidade de externar suas frustrações, afinal ficar guardando esses sentimentos faz mau pra alma e até pra saúde.

Leandro disse...

Bem, mais uma premiação decepcionante, indicação e premiações erradas, pouca coisa se salvou.
Nossa fazia um tempo que não lia o blog, mas percebo que Amor à vida ainda fomenta muitas discussões .... rsrsr.. eu nunca gostei da novela e muito menos do autor, mas uma coisa não se pode negar, mesmo com todos os problemas de texto, a novelo foi um sucesso de audiência...

Sérgio Santos disse...

Tá vendo, Andressa, coincidência! E eu tb gosto da Paula Fernandes. Tb fiquei feliz com essas premiações, mas foi constrangedor msm o Solano concorrendo com os outros candidatos. A premiação está mt ultrapassada. bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Ganhou sim, Flávia. E foi merecido de novo. Bjs

Sérgio Santos disse...

Não dispensaria o Feltrin, Thallys, pq ele se mostrou o mais entendido dali. E ele é o que mais entedia msm. É chato, reclama de tudo, mas faz com respeito, o que não ocorre com Leão Lobo. Sangue Bom merecia indicações e a novela foi injustiçada em todas as premiações. Mas achei justíssimas as vitórias de AAV e nem me alongarei explicando as razões.

O prêmio está caduco mas parece que continuará assim, infelizmente. A fórmula pede mudanças mas ninguém parece mt se importar. E Silvio é mesmo um mestre.

Sérgio Santos disse...

Valéria, nem precisaria ter o nome Melhores da Globo pq isso já é explícito. O troféu é um símbolo da Globo, então já diz tudo. E acho mais honesto isso do que, po ex, enfiar como concorrente sempre alguém do SBT msm que não mereça. Mas enfim... bj

Sérgio Santos disse...

Vc adorou, anônimo? Achei uma falta de respeito ainda mais pra uma pessoa que se diz jornalista.

Sérgio Santos disse...

OX, vc perdeu um Tony simpático como de costume e bem emocionado. Tava até meio tímido diante do Silvio. A Lilia foi outra grata surpresa.

Realmente, AAV foi um sucesso e ganhou tudo quanto foi prêmio. Mt justo. Foi uma ótima novela. abçssss

Sérgio Santos disse...

Patrícia, espero que esteja tudo bem, viu? bj

Sérgio Santos disse...

Mas eu nem falei da breguice, Diogo, acho até que é uma característica da premiação. Acho péssimo mesmo essa falta de reformulação e mudanças. Sim, a bajulação de alguns jurados é constrangedora. abçssss

Sérgio Santos disse...

Melina, vc não perdeu muita coisa além dos pontos positivos que eu citei. AAV faturou tudo mesmo e foi justo. Tb acho que a Vanessa merecia pela Aline, já que ela não ganhou o Melhores do Ano. O menino é o que fez o Cirilo de Carrossel. E Tatá com Anitta não teve nada a ver msm.

Que bom que vc gostou da homenagem. Fiz questão de reunir umas boas fotos pra relembrar aquela novela linda. Tb acho que SB merecia estar nas indicações. Ela foi mt injustiçada. Bjssss

Sérgio Santos disse...

É vdd, Lulu. bj

Sérgio Santos disse...

Sim, Lucas, a Patrícia não tiha que ter sequer sido indicada, quanto mais ganhar. A premiação está ultrapassada demais.

Sérgio Santos disse...

Maíra, concordo com vc. As novelas das seis e das sete foram superiores mas Salve Jorge foi indicada. Incompreensível. Acho que o Troféu Imprensa só engloba as concorrentes pq ele mesmo não tem o que colocar em todas. Veja que a Record esse ano teve pouquíssima coisa indicada, o que implica na rivalidade que as emissoras têm. Por isso que não condeno as premiações da Globo, assim como não condeno as outas. Cada uma é cada uma. Só acho que o TI está precisando de reformas pra ontem. E é verdade, tem jurado que não entende bulhufas de tv e tá lá falando todo ano. Enfim... bjs

Sérgio Santos disse...

Mas não é só isso, anônimo, o formato precisa mudar.

Sérgio Santos disse...

Cc, da própria Globo implica me funcionários da casa. E eles são pessoas comuns como os que votam em internet. Por isso o absurdo é igual em uma ou em outra premiação. Apedrejar uma e elogiar outra não dá. Não condeno premiação alguma, só digo que a do SBT precisa mudar e a do Faustão tb, diga-se.

Sérgio Santos disse...

Cléu, obrigado pelo comentário. bjs

Sérgio Santos disse...

E eu sempre gosto de te ver aqui, Sissym .bj

Sérgio Santos disse...

Clara, sem dúvida o Carlos merece homenagens não só porque está doente. Mas a premiação foi mais uma vez retrógrada. bjsssss

Sérgio Santos disse...

Henrique, torço para que a novela inédita do Walcyr às onze seja ótima.

Sérgio Santos disse...

Leandro, a novela foi um sucesso mesmo. De público, de números e de repercussão. abçsss

Maxxi disse...

Olá Sérgio, quanto tempo.

Bem, eu ainda gosto do Trofeu Imprensa, se bem que este ano não pude assistir por motivo de força maior (clichê).

A presença de alguns críticos me fazem acreditar na credibilidade do programa, sobretudo o Vannucci, porém concordo que deve haver mudança no modo como é feita a votação. E ainda, para não haver injustiças, proponho que sejam cinco, ao invés de três selecionados. Acredito que só a menção seja um prêmio.

O que mais me surpreendeu foi o prêmio de melhor atriz. Enquanto o melhores do Ano anunciou Paola Oliveira e Suzana Vieira concorrendo ao prêmio (calma aí, concordo que ambas desempenharam bem seus papéis, porém não foi nada excepcional), o programa citou realmente as três atrizes que mereceram fortes elogios:Donelô, Vanessa Giácomo e Savalla. Essas sim foram dignas de elogio, e achei maior sacanagem do Melhores do Ano não dar esse prêmio para a Vanessa, embora minha opinião pessoal peça o prêmio para Giovanna, afinal ela carregou uma novela nas costas, embora seja uma excelente atriz numa produção extremamente fraca e equivocada.

No mais, alerto o fato de Tatá ter recebido o prêmio de maior revelação. E espero ansiosamente o morno Troféu Imprensa de 2015.

Anônimo disse...

Tem gente que não gosta de ter a inteligência subestimada mas adorou aquela porcaria de Avenida Brasil com aquela protagonista se vingando com fotos reveladas e guardadas em um cofre. É PRA RIR?

O Troféu Imprensa tá ultrapassado mesmo mas só vai mudar quando o Silvio morrer.

Sérgio Santos disse...

Há quanto tempo mesmo, Maxxi! Vc sumiu. Bom te ver de volta. Tb acho o Vanucci mt competente e desse ano, ele, Ricardo Feltrin e Flávio Ricco foram os que melhor analisaram e votaram. Mas o formato precisa de mudanças. Está ultrapassado e o esquema de votação é falho. Enfim... abçs

Sérgio Santos disse...

Anônimo, não achei Av Brasil porcaria, pelo contrário, achei excelente. Mas quem deixou passar essa situação não tem moral pra criticar nada de inverossímil em AAV. Mas eu acho que as duas novelas não tiveram nada de inverossímeis, apenas alguns erros pontuais.

Acho que qd o Silvio se for, é provável do Troféu acabar. Mas eu espero que esse ida demore mt.

Sérgio Santos disse...

Dia demore...

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, sempre que pude, assisti ao Troféu Imprensa, mas, desta vez, acabei perdendo. Fiquei por dentro ao ler o seu bom comentário.

Sérgio Santos disse...

Que bom que conseguiu se inteirar por aqui, Elvira. bj

Barbie Californiana disse...

Já foi um ótimo programa, pena está ficando ultrapassado, Sérgio. beijinhos

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sérgio Santos disse...

Pois é, Barbie. bjsss

Carlos disse...

A cada ano piora. Este ainda era um prêmio que forçava a respeitar, acho que ano passado até falei bem, talvez tentando me convencer. O problema é que este prêmio, assim como vários outros sobre TV, só escutam o público e não vão por técnica. De que adianta ter diversos prêmios que só valem pela emoção do público e sem críticos especializados. Especializados e não jornalistas de fofoca e TV, que pouco sabem sobre técnica. Infelizmente o melhor prêmio pra TV brasileira vem de fora: o EMMY. Acho que quem chega perto aqui é o APCA, como disseram, mas até esse tem ficado uma porcaria de uns tempos pra cá.

Abraços

Sérgio Santos disse...

Carlos, não lembro se vc falou bem ou mal no ano passado, mas eu falei mal e tornei a falar. Aliás, eu nem ia escrever nada, mas a presença de Lilia e Tony e a homenagem ao Nascimento me fizeram escrever um texto. A premiação tá ultrapassada e concordo que as premiações no geral precisam ser revistas. abçssss

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.