sexta-feira, 18 de abril de 2014

Com poucas mudanças, última temporada de "A Grande Família" não empolga

A Globo confirmou: a décima-quarta temporada de "A Grande Família" será a última. Portanto, o ano de 2014 marcará o fim da série que está há 13 anos no ar. Na coletiva de imprensa do lançamento da última temporada, todos os atores se emocionaram e já começaram a sentir o peso da despedida. A emissora fez questão de enfatizar o encerramento da produção e fez uma boa propaganda em cima desta última safra de episódios. Mas após duas semanas no ar, ficou perceptível que a trama não sofrerá muitas alterações se comparada com as fases mais recentes.


O drama continuará tendo bem mais peso que o humor e a história insistirá no tom mais denso. Nenê (Marieta Severo) e Lineu (Marco Nanini) voltam para casa após uma longa viagem de barco e encontram tudo bagunçado. Agostinho (Pedro Cardoso) sofre um enfarte, se recupera e depois acaba afundando o barco dos sogros. Lineu não o perdoa e inicia uma rivalidade com o genro, mas a briga sofre uma pausa porque o picareta precisa passar por um cateterismo. Tuco (Lúcio Maura Filho) ainda diz estar deprimido, enquanto que Bebel (Guta Stresser) segue se preocupando com o marido. Esses dramas marcaram o começo da última fase, que ainda conta com a participação de Grazi Massafera interpretando a verdadeira mãe do menino (Lineuzinho) que a família adotou na temporada passada.

E de acordo com o que foi divulgado, a última temporada abusará dos flashbacks para relembrar vários momentos marcantes ao longo destes anos e as memórias contarão até com cenas inéditas, como o casamento de Lineu e Nenê em 1974 e o de Bebel (Guta Stresser) e Agostinho em 1994. A própria abertura, aliás, é uma bonita homenagem:
remasterizaram a primeira abertura da série, que agora é cantada por Zeca Pagodinho, e fizeram algumas modificações, como a inserção de personagens que não tinham na vinheta inicial, vide a entrada de Paulão (Evandro Mesquita), Vinicius Moreno (Florianinho), Beiçola (Marcos Oliveira) e Mendonça (Tonico Pereira).

Mas deixando um pouco a abertura e os flashbacks de lado, a verdade é que a série se desgastou e não consegue mais evitar os sinais do tempo. A décima-quarta temporada começou sem empolgar e os episódios exibidos até agora comprovam que será muito difícil voltar aos velhos tempos, ainda que seja só para uma despedida. As mudanças feitas nos últimos anos deixaram "A Grande Família" sem aquela alegria que o núcleo familiar tinha e até os personagens aparentam cansaço, por incrível que pareça. O tom mais pesado do seriado serviu para dar mais densidade aos papéis, mas acabou deixando o conjunto sem o brilho que tinha.

No entanto, o elenco continua impecável. É sempre um prazer ver a grande Marieta Severo e o talentoso Marco Nanini em cena, assim como prestigiar as atuações de Evandro Mesquita, Marcos Oliveira, Tonico Pereira, Pedro Cardoso, Guta Stresser e Lúcio Mauro Filho. Todos parecem mesmo uma família muito unida e o tempo que estão juntos obviamente ajuda a reforçar esta impressão.

Apesar das temporadas mais recentes terem deixado muito a desejar e da décima-quarta não ter começado de uma forma muito animadora, "A Grande Família" é uma produção que deixou sua marca e o ano de 2014 será o importante fechamento de um ciclo que durou muito tempo. Resta torcer para que os próximos episódios mudem a fraca impressão inicial da última fase, pois a longevidade da série e o carinho que o público tem por ela fazem por merecer uma despedida em grande estilo.

36 comentários:

Bell disse...

Vi ontem e achei tão sem graça.
O tempo passa e dependendo do rumo que as histórias tomam elas se encaminham para o final.
Gostei muito da abertura que com certeza vai marcar.

Thallys Bruno Almeida disse...

A equipe de AGF teve a dignidade de anunciar, ainda que tardiamente, o fim do seriado. Tá mais do que na hora de Marco Nanini e Marieta Severo voltarem às novelas.

Não tenho prestado muita atenção na série desde o ano passado, onde só me interessou o episódio em homenagem ao Rogério Cardoso; então não tenho muito a dizer.

Mas acredito que para o final da temporada os autores estão mesmo planejando algo realmente bom para que a série se encerre em grande estilo ou mesmo sem deixar muito na cara a sensação de que vai tarde.

E por mais que eu goste da Ivete Sangalo (que cantou a abertura do ano passado) e do Zeca Pagodinho (a desse ano), a versão do Dudu Nobre era outra marca que eu julgava intocável.

O fim de AGF também marca uma mudança de mentalidade na emissora, que, após ensaios nos últimos anos, se joga de cabeça nos formatos curtos. Agora é torcer pro Zorra cair tb.

Bia Hain disse...

Oi, Sérgio, como vai? Tem razão, assisti ao episódio da Grande Família ontem, infelizmente se de um jeito... Concordo que os atores continuam sendo impecáveis, mas é hora de partir pra novos projetos. Um abraço!

Filha do Rei disse...

Oi, Sérgio!! Infelizmente, já faz um tempo que a Grande família não tem me empolgado.Acredito que a essência se perdeu, as mudanças não foram acertadas, mas ficam as lembranças dos bons tempos.
Um abraço do tamanho do meu sul! :)

MARILENE disse...

São muitos anos e o programa acabou cansando, eis que não apresentou mudanças estimulantes. Mas já foi muito bom e os atores merecem créditos.
Sergio, desejo-lhe uma adocicada e iluminada Páscoa. Bjs.

Patricia Galis disse...

Apesar de ser fã acho que já deveria ter terminado há tempos, depois de 5...6 anos já não tinha tanta coisa, acho que protelar em certos casos só desgasta todos e o publico.
Eles estão de parabéns nos fizeram rir muito...mas que venha novos trabalhos.
Uma páscoa abençoada a ti e td sua familia.

✿ chica disse...

FELIZ Páscoa e tudo de bom! abraços, chica

Barbie Californiana disse...

Não vi o de ontem, mas vi o da semana passada e não me empolguei mesmo... beijinhos

Anônimo disse...

Foi tão divertido o episódio de quinta. Foi de um estilo diferente, parecendo documentário. Teve um episódio sobre filme mas que foi bem diferente deste. E ao contrário do primeiro de 2014 esse nem teve drama, só a parte que Lineu perdoa Agostinho, o resto foi comédia, com Agostinho fazendo cena de que havia morrido e não conseguindo contar o segredo, Bebel envergonhando o marido e querendo sair bonita nas imagens, Nenê tentando fazer Lineuzinho falar. Lembrei das filmagens que faço em casa e que acho que toda família faz. Pena que vai acabar, ainda acho a melhor série, mas compreendo que tem que acabar. Só acho ruim o horário, muito tarde e a novela é muito ruim.

Anônimo disse...

Eu amei esses dois primeiros episodios

Melina disse...

Sérgio, concordo. Eu deixei de acompanhar a série em 2009, acho. Ficou muito sem graça e eu só verei mesmo o último episódio. Tenho saudades de ver a Marieta e o Nanini em novelas. Um beijo e espero que tenha passado uma linda Páscoa.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Já me diverti muito com 'A Grande Família', mas desde a morte de Rogério Cardoso fui me desinteressando do programa. As mudanças ocorridas no decorrer do tempo tornaram o programa menos interessante, embora com alguns bons episódios. Com certeza, houve desgaste da série, o que é comum quando uma série fica no ar por longos anos. Os atores são excelentes e já me fizeram rir muito, principalmente o Pedro Cardoso, como Agostinho. Torço para que essa última série seja um sucesso e que o programa fique eternizado na lembrança dos telespectadores em homenagem ao que representou e ao belo trabalho dos atores.

Espero que você tenha tido um ótimo domingo de Páscoa. Cheguei há pouco de Conselheiro Lafaiete, onde a família se reuniu para celebrar a Páscoa, por isso não pude passar aqui mais cedo.

Abraço.

Flávia disse...

Serginho, como foi de Páscoa? Muitos chocolates? kkkk Eu vi o primeiro episódio dessa última temporada e achei um tédio. O segundo eu nem vi. Mas ano passado não vi quase nada. Se desgastou mesmo e o que tá no seu texto é real: os atores aparentam cansaço. Que bom que acaba esse ano. bj

Anônimo disse...

Me diga algo na globo atualmente que empolgue? Feliz Pascoa!

Sérgio Santos disse...

Bell, obrigado pelo comentário. bjs

Sérgio Santos disse...

Dificilmente o Zorra vai acabar, Thallys, pq a audiência continua alta e não há concorrência que o ameace.

AGF já deveria ter se encerrado e tomara que os próximos episódios fiquem atraentes para que se encerre em grande estilo.

Sérgio Santos disse...

Exato, Bia. Obrigado pelo comentário. bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Cléu. Sim, as mudanças que fizeram nas temporadas recentes não foram acertadas. Uma pena. Bjs e um abraço do tamanho do meu sudeste.

Sérgio Santos disse...

Isso, Marilene. Na minha concepção, até 2011 foi excelente. Depois que começou a se perder e cansar. Bjs e espero que tenha tido uma ótima Páscoa.

Sérgio Santos disse...

Patrícia, o ano de 2014 fechará um longo ciclo e que venham novos trabalhos para os atores. Bjs!

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Chica. Espero que tenha passado uma linda Páscoa.

Sérgio Santos disse...

O primeiro foi fraco mesmo, Barbie. O segundo foi melhor, mas nada de incrível.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, eu achei algumas parte do vídeo do Agostinho realmente engraçadas, mas no geral achei o episódio mediano. Não acho o horário tarde. Depois da novela ainda é considerado cedo se comprar com os programas que vêm depois. Mas Em Família é ruim mesmo.

Sérgio Santos disse...

Ok, anônimo!

Sérgio Santos disse...

Tb tenho saudades de ver a Marieta e o Marco nas novelas, Melina. E ocorreu tudo bem. Que vc tb tenha tido uma boa Páscoa. bjão.

Sérgio Santos disse...

Sem problema, Vera! E obrigado por vir aqui até num domingo de Páscoa. =) Deve ter sido bacana a reunião.

E é verdade, aos poucos a série foi se desgastando. Mas ela até que se sustentou bem sem o grande Rogério. Faz muita falta, claro, mas por muitos anos a trama se sustentou bem. bjsssss

Sérgio Santos disse...

Foi tudo bem, Flávia. E o seu? Quanto mais velho a gente fica menos chocolate a gente ganha... Obrigado pelo comentário. bjssss

Sérgio Santos disse...

Feliz Páscoa, anônimo. Olha, Doce de Mãe, Tá no Ar, O Caçador e a recém-terminada A Teia são mt boas. Mas a fase da teledramaturgia anda fraca msm.

Andressa Mattos M. disse...

Sérgio, estou de acordo. Achei a estreia dessa última temporada bem fraca e não fez jus ao tempo que a série está no ar. Deveriam ter se preocupado mais com isso. Pareceu desleixo. Se continuar assim até o final A Grande Família terminará com clima de já vai tarde!

Lulu on the Sky disse...

Não assisto, acho muito chato.
Voltei com o blog.
Big Beijos
Lulu
luluonthesky.blogspot.com.br

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Andressa! Tb achei fraca, mas tomara que melhore pra fechar o ciclo com bons episódios. Bjsssss

Sérgio Santos disse...

Ok, Lulu. bj

Anônimo disse...

O PROBLEMA SAO OS ROTEIRISTAS E ESSA INSISTÊNCIA BURRA EM VALORIZAR O DRAMA NO LUGAR DO HUMOR.

Sérgio Santos disse...

Acho que é um conjunto, anônimo. As mudanças que eles fizeram nos últimos anos não foram bacanas.

Carlos disse...

Tenho gostado desses últimos episódios e este do dia das mães foi bem divertido e engraçado. Agora entendo porque eles incluíram o drama já que vinham planejando o fim tem 2 anos. Como sabiam que iriam explorar o lado mais íntimo dos personagens, acrescentaram um pouco de drama junto com o humor já existente. Se essa quebra ocorresse apenas na última temporada ficaria estranho, foi bom terem incluído aos poucos e em momentos próprios para isso.

Abraços.

Sérgio Santos disse...

Carlos, o do Dias das Mães eu tb vi e só gostei da parte das apresentações. O garotinho cantando Mulher de Fases dizendo que era pra mãe foi engraçado. Mas continuo achando a temporada sem empolgar, mas ainda tenho esperança que do meio pro fim eles passem a honrar o que foi A Grande Família e encerrem em grande estilo. abçsssss