segunda-feira, 27 de maio de 2013

Reprise de "Avenida Brasil" no "Novelão da Semana" expõe oportunismo do "Vídeo Show"

Na segunda-feira da semana retrasada (13/05), o "Vídeo Show" começou a reprisar "Avenida Brasil" no "Novelão da Semana". Isso após ter sido divulgado com alguns dias de antecedência que a trama de João Emanuel Carneiro iria ao ar. E ao invés das tradicionais duas semanas, a atual reprise se estenderá, excepcionalmente, por três semanas. Tudo por causa dos fãs da novela que encheram a 'correspondência' do programa de pedidos, segundo os apresentadores ---- André Marques e Ana Furtado. Nada contra a reprise, porém, não deixa de ser estranho que uma obra que foi encerrada em outubro de 2012 já esteja sendo exibida.


E esse estranhamento apenas se intensifica ao analisar o período escolhido pela produção do programa para reprisar o fenômeno de João Emanuel Carneiro. A primeira semana de reprise foi ao ar justamente na última de "Salve Jorge" e a segunda semana pegou a estreia de "Amor à Vida". Ou seja, uma época em que, teoricamente, o "Vídeo Show" deveria estar voltado para as respectivas tramas, ao invés de se preocupar em render um assunto que já tinha sido devidamente explorado há pouquíssimo tempo.

"Avenida Brasil" foi um estrondoso sucesso e deixou milhares de fãs órfãos com seu término, porém, reprisá-la tão cedo não deixa de ser um equívoco. Ainda mais em um quadro cuja função sempre foi reprisar novelas antigas ou então que não serão exibidas no "Vale a Pena Ver de Novo" ---- claro que essa trama não será reexibida no "VAPVN" por causa da classificação indicativa, mas, é preciso levar em consideração que acabou no final do ano passado. E o pior é que, além da
trama ainda permanecer viva na memória do público, há vários atores que já estão em outras novelas. Caso de Eliane Giardini e Juliano Cazarré em "Amor à Vida", José Loreto e Débora Nascimento em "Flor do Caribe", e Letícia Isnard em "Sangue Bom". É perfeitamente plausível que os atores não queiram mais falar sobre os tipos vividos em 2012, afinal, é página virada. Claro que todos ficarão marcados pelos papéis na novela e isso é ótimo pois reflete o sucesso da obra, no entanto, repercutir tão cedo sobre os personagens é cansativo, para eles e para o público.

Um exemplo pode ser citado com a entrevista que Marcos Caruso, José Loreto e Letícia Isnard deram ao programa. Os atores, embora tenham ficado satisfeitíssimos com o trabalho, não esconderam um certo desconforto durante a conversa. Caruso, aliás, fez questão de dizer que tem que esquecer o Leleco porque já está mergulhado em outro trabalho ("Joia Rara", a nova novela das seis). Loreto também tentou colocar o Candinho no meio da conversa, evitando focar só no Darkson. E as declarações que eles deram caíram na repetição, afinal, todos os envolvidos nessa vitoriosa produção já falaram muito sobre os personagens e nem há mais nada a dizer.

Mas o fato é que, ignorando a precipitação da reexibição e o quanto isso é desfavorável para os atores, a volta dos conflitos entre Nina e Carminha deu certo. O ibope do programa costuma aumentar em dois pontos (ou mais) na hora em que a novela está sendo reprisada.

Essa reprise de "Avenida Brasil" expõe um certo oportunismo do "Vídeo Show". Em busca de uma audiência fácil, o programa, que não andava com um ibope muito animador nas últimas semanas, resolveu se aproveitar desse sucesso, mesmo ignorando o fato da novela ter acabado há menos de oito meses. Obviamente que a atração tem todo o direito de exibir o que bem quiser, afinal, se utiliza justamente dos arquivos da Globo, mas, fica difícil enxergar essa reprise com naturalidade.

O "Novelão da Semana" estava fazendo falta e foi um prazer ver o quadro de volta (após um período de 'recesso') reexibindo a excelente "A Favorita", do mesmo João Emanuel Carneiro. Porém, ao optar pela reprise de "Avenida Brasil", o "Vídeo Show" ---- apesar de ter se apoiado na frágil desculpa de 'estar atendendo aos inúmeros pedidos dos telespectadores' ---- não conseguiu esconder essa estratégia, digamos, equivocada e oportunista, para alcançar uns pontinhos a mais no ibope.

40 comentários:

Mônica Monte de Souza disse...

Também achei descabida a apresentação dessa novela no quadro "Novelão da Semana" justamente agora que a novela ainda está fresca na cabeça do telespectador. Se quisessem reprisar uma trama do JEC poderiam muito bem reprisar Cobras & Lagartos que, por n motivos, ainda não foi apresentada no Vale a Pena Ver de Novo. Uma bobeada enorme da Globo, que normalmente costuma ser mais profissional em suas decisões. Tirou totalmente o foco de uma novela que estava em sua última semana e de outra que iria estrear. Não sei qual o futuro do Vídeo Show, que está mal das pernas há tempos, mas a reprise de Avenida Brasil deveria ocorrer no mínimo em 5 anos.

Mila disse...

É claro que quem gostou da novela assim como eu, curtiu a ideia de reprise, mas concordo contigo que ainda é muito cedo e de certa forma atrapalha as outras novelas. Eu, por exemplo, Vire e mexe assisto as outras novelas comparando com Avenida Brasil. E tudo voltou com força assistindo a reprise

Thallys Bruno Almeida disse...

Ótimo texto, Sérgio. Eu vou confessar que tomei um "abuso" de Avenida Brasil por causa dessa atitude do Video Show.

Poxa, foi novelão, inesquecível, marcou o público em tempos onde a audiência não atinge mais patamares de outrora, mas três semanas pra uma novela que só terminou há 6 meses? Enquanto outras histórias tão boas quanto (ou mais, considerando-se a época) tiveram no máximo 2.

E se um dos objetivos era abafar a fase final de Salve Jorge, teve efeito nulo, porque, àquela altura, nas críticas feitas à trama da Glória já não se falava de Avenida, o foco eram os erros de SJ e a expectativa de AaV.

Enfim, isso acabou cansando a trama ainda mais. Uma decisão equivocada, ainda mais porque não é tradição da emissora esse tipo de manobra oportunista. Espero que depois que acabar, AVBR seja enterrada duma vez por todas e descanse por um boooooom tempo. Abçs!

Luma Rosa disse...

Será que falta assunto ao Video Show?
Uma chatura essa reprise.
Gostava quando eles entrevistavam os artistas, mas agora isso ficou para o programa da Angélica.
Boa semana!!

A viajante disse...

Também achei "cedo" para a reprise, Sérgio. Não entendi bem a lógica, mas certamente a sua análise me ajudou a entender ainda mais o mundo dos oportunistas globais! Beijo!

Ricardo disse...

Achei essa reprise um erro. alem do mais na época em que a novela estava no ar, o video show ja explorava ela com resumos e materias o tempo todo, o que me afastou ainda mais dela.

paulo disse...

Parabéns Sergio, desde que comecei a acessar seu blog este foi seu melhor post. Sinceramente achei que você ia derramar elogios a sua novela favorita com essa "reprise" mas dessa vez você me surpreendeu. Até que enfim você aceitou que a rede globo é tão, ou mais oportunista que outras emissoras da nossa triste TV aberta. Mas falando especificamente do novelão foram dois absurdos: o resumo de "Locomotivas", excelente novela de 1977, foi abortado no meio do caminho, ou quase isso. É que anunciaram que seriam 2 semanas mas como o famigerado ibope caiu eles resumiram o resumo da novela e ficou em uma semana mesmo pra poder enfiar a chatíssima Avenida Brasil no lugar em uma tentativa desesperada de vencer o anão do balanço geral na Record. E o pior é que também cancelaram a próxima novela que entraria no quadro, no caso Anjo Mau, previamente anunciada no site do programa. O curioso de tudo é que as mensagens que passam durante a exibição do novelão AB são só elogios, como se a novela fosse uma unanimidade e bem sabemos que essa novela esta longe disso. Pelo menos na comunidade do Orkut que participo sobre TV houve até um movimento pra que todo mundo mandasse mensagem criticando essa postura da globo e a escolha de AB mas parece que é tudo em vão, atitude típica da rede globo de televisão. E aproveito pra reafirmar aqui o quanto essa novela é superestimada, outro dia assistindo um trecho dela no tal novelão pude (re)avaliar o quanto ela é chata, enfadonha e sem sentido, aliás até combina com a atual fase do vídeo show e aqueles dois malas que apresentam. Enfim...
Abrçs.

Carlos disse...

Video Show já está horrível faz tempo. Até os programas de especial de fim de ano estão ruins (o do ano passado, no Divino, foi o PIOR. Bom só pra quem é fã da novela). Eles pararam de falar do mundo do entretenimento pra focar em novela. O pior é que temos umas 5 novelas por dia (contando com malhação) e pra piorar ainda tem esse novelão. Tentaram fazer um boom com esse novelão de Avenida, mas adiantou nada. Os números subiram nos 2 primeiros dias, mas cairam nos dias seguintes. O público não é tão imbecil assim. Tá na hora do Video Show andar com as próprias pernas pq na época da novela já usavam ela, dessa vez não adiantou.

No novelão deveria ter novelas antigas e só. E no resto do programa fugir um pouco do tema "novela" e falar de outros assuntos do entretenimento e não apenas aquelas "rapidinhas" que eles fazem antes de dar o comercial. Tirar a Ana Furtado também seria o ideal, mas isso é praticamente impossível rsrs.

Abraços.

Sérgio Santos disse...

Mônica, assino embaixo. Foi, no mínimo, inoportuna. E não dá pra enxergar essa reprise com "naturalidade". Forçaram a barra. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Mila, acho que muitos que gostaram nem curtiram. Meu caso, por exemplo. Eu fui fanático pela novela e gostei do primeiro ao último capítulo. Desde o início achei essa reprise totalmente descabida. Tentaram se aproveitar de um sucesso pra alavancar o ibope. bjssss

Sérgio Santos disse...

Pois é, Thallys, chega. Já ganhou todas as premiações e até esses eventos chegaram ao fim. Agora é hora de virar a página.

Fora que a [época escolhida foi de uma infelicidade absurda. Não acredito que o objetivo tenha sido abafar o final de Salve Jorge, até porque o programa não ia "lutar contra" a própria emissora. Porém, o oportunismo foi tanto que nem fizeram questão de esperar.

Encheu o saco. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Luma, vai ver falta... Porque essa reprise foi totalmente equivocada. Pior ainda foram as entrevistas com os atores. Deu pra ver o desconforto deles. Bjs

Sérgio Santos disse...

Ju, na verdade não tem lógica alguma, é só busca por ibope mesmo. Só. bjão.

Sérgio Santos disse...

Exato, Ricardo. Na época ainda tinha os famosos "Resumões", ou seja, já se aproveitavam na época. Mas essa reprise ultrapassou todos os limites. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Paulo. Eu não sou esse puxa-saco da Globo que vc pensa. Quando elogio faço porque realmente gosto e não porque é da Globo. Continuo discordando disso que a novela foi "superestimada" e achei a trama excepcional.

Porém, essa reprise foi um abuso. E nem tentaram disfarçar esse oportunismo. Confesso que não havia reparado nisso da Locomotivas. Mas a trama que antecedeu Avenida Brasil no "Novelão" não foi essa e sim "A Favorita", do mesmo autor. Talvez essa tenha vindo antes do quadro entrar em recesso.

Sim, eu mesmo disse aqui que a próxima seria Anjo Mau, mas aboliram. E, coincidentemente, essa novela foi confirmada no Viva no lugar de Felicidade. Talvez tenha sido por isso. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Essa reprise pegou muito mal, Carlos. Foi forçado, inclusive o festival de entrevistas que eles fizeram, DE NOVO, com o elenco. E ninguém tinha mais nada pra dizer, óbvio.

Vai ser impossível mesmo tirar a Ana... Queria a Cissa de volta mas já desisti. Abraços.

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Bom dia amigo
Agradeço a visita e repito as tuas palavras - o oportunismo da TV.
Querem audiências e enquanto lhes cheira a bons episódios vão-se repetindo até à exaustão.

luís rodrigues coelho Coelho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
EDER RIBEIRO disse...

Sérgio, o formato do programa vídeo show deveria ser aproveitado para contar a história da própria globo sem perder o foco no entreterimento. Por isso, para uma análise da evolução da teledramaturgia brasileira, seria mais interessante o programa passar as produções das décadas de 60, 70, 80 e assim por diante. Porém o q move a TV aberta é a audiência, o ibope, então Vale Tudo. Abçs.

Rosa Branca disse...

Bola fora, total ...
Um abraço carinhoso

Paty Alves
Ágape Amor Verdadeiro
Patyiva
Vou Conseguir

Milene Lima disse...

Há vida além de Avenida Brasil, há sim...

Beijo, Sérgio.

Rita disse...

Bom Sergio apesar de ter sido uma
óóótima novela ainda é cedo pra
reprise....prefiro outras coisas no vídeo shwhou, massss engto passa a gente atura
Só a dona Globo mesmo
Bjuss de bom dia de chuva
Rita!!!!

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,


Creio que as reprises se justificam quando decorrido maior tempo de exibição da trama ou programa. Rever bons quadros é sempre interessante, mas não de maneira tão recente. Estou até surpresa com a informação de que o ibope sobe no horário da exibição da reprise.
Enfim, parece que vale tudo para se salvar a audiência de um programa, ainda que caminhando à contramão da lógica.

Beijo e ótimo dia.

Clau disse...

Oi Sérgio!
Vc como sempre,fazendo ótimas análises.
O Vídeo Show poderia ter esperado,pelo menos até dezembro,
(ou mais!).
Avenida Brasil,já cansou;mesmo tendo sido uma boa novela.
Bjs!

Lulu disse...

O vídeo show já não é mais o mesmo.. Amei avenida Brasil mas foi cedo demais essa reprise né?
Big Beijos
Lulu
http://luluonthesky.blogspot.com.br

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Assino embaixo, Sérgio. "Avenida Brasil" foi ótima, mas essa reprise tão prematura é descabida e oportunista mesmo.

MARILENE disse...

Muito recente para reprise. Ainda está na memória de todos que a assistiram. Bjs.

Carlos disse...

Cissa?Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.Pode ir esperando mesmo. Ela é muito carismática, mas do jeito que Boninho é. Ele tem vários nomes: André Marques, Tominaga, Angélica (pq acabaram com o videogame com os famosos?), Cissa e Márcio Garcia. Sendo que esse último até hoje não entendo como não tem um programa pra ele. O mal da Globo é não apostar em novos talentos como apresentadores. Nada contra os velhos, mas Márcio Garcia merecia um programa pra ele fora as novelas.

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Luis. Abraços.

Sérgio Santos disse...

O objetivo do Vídeo Show é justamente esse, Eder. Pena que escorregaram feio nessa reprise. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Verdade, Paty. bjs

Sérgio Santos disse...

rsrsrs Claro que há, Milene! beijão!

Sérgio Santos disse...

A novela foi excelente mesmo, Rita, mas reprisá-la agora foi de um oportunismo gritante. beijos.

Sérgio Santos disse...

Exato, Vera. Qual foi a lógica dessa reprise além de uma audiência fácil? Esse papo de "ser pedido de telespectador" não cola. bjssss

Sérgio Santos disse...

Clau, obrigado pelo carinho. bjssss

Sérgio Santos disse...

Também amei, Lulu, mas, fato, foi muito cedo. Bjs

Sérgio Santos disse...

Elvira, quando eu li (semanas atrás) sobre essa possibilidade não acreditei. E não é que reprisaram mesmo? Foi um ato descabido mesmo, como vc bem disse. bj

Sérgio Santos disse...

Tá mesmo, Marilene. Ainda mais uma trama tão marcante como essa. bjs

Sérgio Santos disse...

Pois é, Carlos, perdi as esperança de vê-la de volta mesmo. Mas, olha, sobre o término do "Vídeo Game" eu não tenha nada a reclamar. Aquilo já tava chato pra caramba e achei ótimo o fim.

Nem tenho nada contra o André Marques, acho ele um bom apresentador. Mas sozinho. Quando tá com a Ana Furtado, há uma forçação de barra tão gigantesca pra "mostrar uma amizade e um entrosamento" que chega a constranger.

Também acho que o Márcio merecia um programa. O Gente Inocente era bem interessante e ele comandava muito bem. Abraços.

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.