quarta-feira, 15 de maio de 2013

Considerada a melhor produção de 2012, Avenida Brasil se destaca no Prêmio Contigo e mais uma vez sai consagrada de uma premiação

Após muitas premiações ---- incluindo "Prêmio Extra", "APCA", "Melhores do Ano" e "Troféu Imprensa" ----, pode-se dizer que foi realizada a última premiação em cima das produções do ano de 2012. O "Prêmio Contigo" foi realizado nessa segunda-feira, no Golden Room do luxuoso Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. A décima-quinta edição desse já conhecido evento contou com a presença de atores, atrizes e diretores de várias emissoras. E, confirmando o que já era previsto, "Avenida Brasil" mais uma vez saiu consagrada.


Apresentado muito bem por Fernanda Torres e Luiz Fernando Guimarães, o evento fez uma justa homenagem ao casal mais querido da televisão brasileira: Glória Menezes e Tarcísio Meira. Os atores ainda falaram sobre a evolução da tevê e da teledramaturgia ao longo dos anos. Também ocorreu uma tocante menção aos grandes profissionais que se foram nos últimos meses, incluindo Cleyde Yáconis, Hebe Camargo, Marcos Paulo e Walmor Chagas. 

Porém, claro, o foco principal foi a entrega dos troféus. Até porque, na premiação da Contigo, eram seis indicados por cada categoria, o que representava uma maior justiça na seleção dos melhores do ano. Talvez por ter atrasado mais de uma hora, todos os vencedores eram anunciados sem maiores enrolações ---- sempre
junto de alguma gracinha dos bem-humorados apresentadores ---- e os agradecimentos eram sucintos e claros. Todo esse conjunto deixou o evento agradável para quem assistia ao evento pela internet. 

Na hora de exibir os indicados para depois anunciar os vencedores, já foi possível ver a força de "Avenida Brasil". Os aplausos eram muito mais intensos na hora em que qualquer ator da novela aparecia na tela. E o resultado disso, sem grandes surpresas, foi um festival de prêmios para a produção. Murilo Benício ganhou mais um prêmio de 'Melhor Ator', enquanto que Adriana Esteves faturava mais uma estatueta de 'Melhor Atriz'. Aliás, a intérprete da Carminha ganhou absolutamente todas premiações possíveis. José de Abreu ganhou como 'Melhor Ator Coadjuvante'; Mel Maia como 'Melhor Atriz Infantil'; "Avenida Brasil" como 'Melhor Novela'; João Emanuel Carneiro como Melhor Autor; e Amora Mautner, Ricardo Waddington e José Luiz Villamarin ganharam como 'Melhores Diretores'. Aliás, um reconhecimento muito justo, uma vez que o trio foi responsável por uma direção impecável. O sucesso dessa obra também se deve a esse acerto. Ricardo ainda deu uma declaração ressaltando a importância da boa direção da novela, aliada ao trabalho do autor e ao elenco bem escalado.

Mas não foi só "Avenida Brasil" a premiada da noite. Totia Meirelles ganhou o como 'Melhor Atriz Coadjuvante' por causa de sua atuação impecável como Wanda em "Salve Jorge"; Jean Paulo Campos ganhou como 'Melhor Ator Infantil' graças ao Cirilo de "Carrossel";  Andrea Beltrão ganhou como 'Melhor Atriz de Série' por causa de "Tapas & Beijos"; Domingo Montagner faturou o prêmio de 'Melhor Ator de Série' graças ao seu desempenho admirável na grandiosa "O Brado Retumbante"; "As Brasileiras" ganhou como "Melhor Série"; Titina Medeiros ("Cheias de Charme") e Ivete Sangalo "Gabriela") empataram como 'Revelação' e o 'Troféu Mulher Extraordinária' foi para Fátima Bernardes.

As edições do "Prêmio Contigo" encerram tradicionalmente as premiações envolvendo produções de 2012, ou seja, teoricamente era a única grande premiação nacional que ainda faltava. Assim sendo, mais uma vez há a comprovação de que "Avenida Brasil" foi o grande sucesso do ano que passou e ainda colhe os frutos de seu êxito. A trama de João Emanuel Carneiro ganhou todos os troféus na categoria 'Melhor Novela', assim como Adriana Esteves faturou todos os prêmios de 'Melhor Atriz'. Sem dúvida será uma obra que jamais será apagada da memória do público. Agora é hora de virar a página e tentar saber qual será a produção que conquistará o público e a crítica em 2013. Façam suas apostas. 

46 comentários:

paulo disse...

Serei o primeiro(?): Você sabe que eu detesto essa novela não é Sergio? Então só posso acrescentar que o inexpressivo Murilo Benicio e a exagerada Adriana Esteves como melhores atores realmente comprovam que não estamos vivendo uma época muito frutífera nas artes em geral. Esse premio Contigo premia músicas também? Se sim devem ser do mesmo nível dos atores em questão. De qualquer forma Ivete Sangalo como atriz coadjuvante já mostra o nível dessas premiações. Enfim...
Abrçs!

paulo disse...

ps.: Ivete como revelação, mas dá no mesmo...

EDER RIBEIRO disse...

Sérgio, vou resaltar mais uma vez a qualidade do seu texto. A.B, realmente foi a melhor novela de 2012. Ivete Sangalo como atriz revelação é difícil de engoli, porém, sempre há injustiça nessas premiações. Abçs.

Pedro Bertoldi disse...

Oi Sérgio! Voltei!!!
Avenida Brasil realmente marcou quem aprecia a televisão. Poucas vezes vi um acerto tão grande entre texto, atuação e direção! Cenas que eram aproveitadas no momento certo, agilidade, personagens bem construídos, texto nem se fala, o JEC arrasa né?
É difícil prever qual consiguirá repetir o feito de Avenida Brasil,o fato é a que a novela marcou o público e abriu muitas portas para JEC,afinal quem não espera ansioso pela nova trama dele?
Entrando na brincadeira de apostar as fichas, acho pelo que as chamadas indicam que Amor à Vida, será uma excelente trama, talento para isso o Walcir Carrasco tem de sobra!E Salve Jorge,ajuda pra que Amor à Vida seja aguardada pelo público!
Valeu Sérgio!,
Abraços

André disse...

Adorei Totia Meireles e Adriana Esteves terem ganho
Porém Murilo Benicio melhor ator em Avenida brasil foi totalmente ridiculo,o personagem era insuportavel,e nao se destacava
Quem merecia era o Jose De Abreu

Lulu disse...

E você tinha alguma dúvida que não fosse levar todos os prêmios??? Avenida Brasil foi perfeita.
Gostei do discurso da Adriana Esteves dizendo que sem a Nina, a Carminha não existiria.
Big Beijos
Lulu
Blog Lulu on The Sky
http://luluonthesky.blogspot.com.br

Thallys Bruno Almeida disse...

E sem muitas surpresas, Avenida Brasil é consagrada mais uma vez numa premiação.

Foi linda a atitude de Adriana Esteves de dividir o prêmio com a Débora Falabella, já que Nina foi uma peça-chave importante pra criação de Carminha. E quanto ao empate, queria que a Titina Medeiros vencesse sozinha. Ou empatar com a Protásio. Afinal de contas, televisão não é a seara de Ivete, ela nem precisa mais de prêmio, tá aí consagrada, firmada.

Queria que Laura Cardoso ou Vera Holtz vencesse em Atriz Coadjuvante (especialmente Laura), mas gostei da Totia ter vencido por ter sido uma das peças-chave para que Salve Jorge não se tornasse mais desastrosa do que é. E na categoria de novela, já que SJ fatalmente seria indicada por ser das 9, Gabriela podia entrar no lugar de AEA. Felizmente, Lado a Lado foi lembrada (pelas indicações da Marjorie, do Thiago e da trama em si).

Em série, eu preferia que O Brado Retumbante fosse indicada, embora a vitória de Domingos Montagner compensasse. Rei Davi foi emocionante, mas o excesso de reprises e o uso que a Record fez da série "apoiando" camufladamente a campanha do Edir Macedo contra SJ tiraram pontos comigo. Em atriz de série eu senti falta da Glória Menezes. Em ator mirim, o Bernardo era bem mais talentoso, mas não tinha o apelo que o Jean Paulo tinha por este ser um dos protagonistas mirins de uma novela infantil de sucesso, e acredito que isso explica a vitória do mesmo. A Nanda Costa ter sido indicada no lugar da Cláudia Abreu foi de um insulto ímpar.

2012 foi o ano de Avenida. Mas o fato de ter sido uma novela das 9 também influencia muito nesse impacto todo. Como dito acho pela Keila Jimenez no Trof. Imprensa sobre Cheias de Charme, eu estendo pra todas: as outras novelas teriam grandes chances em qualquer outro ano. Tiveram o azar de AvBr ter tido essa força. LaL nem teria muita chance, pq mesmo linda, flopou como nunca antes na história. E a Globo já tá exagerando ao colocar a novela com menos de 1 ano do fim pra ganhar o Novelão do Video Show de 3 semanas. Cansa.

Foi linda a homenagem a Glória e Tarcísio e aos astros falecidos.

E com o Prêmio Contigo, se encerra o circuito dos grandes prêmios de 2012. Que venham as novas tramas, porque a safra é promissora. Abçs!

Rosa Branca disse...

Av. Brasil marcou pelo humor e carisma de Adriana Esteves, não pela trama. ---Na minha humilde opinião,rss --
Um abraço carinhoso

Paty Alves
Ágape Amor Verdadeiro
Patyiva
Vou Conseguir

MARILENE disse...

Não conhecia o resultado dessa premiação e julguei merecido o destaque para Avenida Brasil.
Tarcísio e Glória estarão sempre no pódio, com louvor. E Totia Meireles cumpriu seu papel com o talento de sempre, na insatisfatória novela que chega ao fim. Bjs.

Clau disse...

Oi Sérgio!
Todos os vencedores tiveram méritos.
Só não entendi porque o Troféu Mulher Extraordinária foi para Fátima Bernardes...
Como jornalista ela tem credibilidade,mas não é sensacional.
E como apresentadora ela não é inacreditável,e muito menos menos extraordinária...
Bjs \o/

Kellen Bittencourt disse...

Mais uma vez reconhecimento merecido, só não concordei muito com a premiação da Andreia Beltrão, gosto muito dela e sem duvida é uma grande atriz mas em termos de atuação em Tapas e Beijos eu prefiro a Fernanda Torres! ABraçosss

A viajante disse...

... muito legal, mas continuo achando que o querido Max merecia mais o prêmio que Tufão... enfim, eu sou só uma consumidora de tv... um beijo querido!

Barbie Californiana disse...

Com o sucesso que fez não poderia ser diferente. beijos

Santa Imaginação disse...

Oi Sérgio...adorei sua visitinha obrigada!!! e realmente foi uma novela óótima...
Bjs

Zu

Filha do Rei disse...

Avenida Brasil marcou muito e agora está no Vídeo Show e me deu saudades daquela confusão, sentimentos,mistérios. Bjs

Luma Rosa disse...

Oi, Sérgio!
Não assisti a novela, mas de tanto o pessoal falar, acessei a novela em um capítulo em que Adriana Esteves e Débora Falabella discutiam. Essa última submetia a Adriana Esteves com destratos aos afazeres domésticos. Então, não tive boa impressão dessa novela.
Acredito que a novela tenha retratado o que se passa no Brasil atual e por isso tanto sucesso, que rende frutos até agora. Estou sabendo que o Murilo Benício e Débora Falabella embarcaram ontem para Portugal para participar de uma premiação.
Boa sorte aos atores brasileiros!

Paty Michele disse...

Merecidos prêmios.
Faz tempo que a TV brasileira não nos presenteia com uma novela como Avenida Brasil.
Ah, adorei o prêmio da Fátima Bernardes.
rsrs
bjo, Sérgio.

Carlos disse...

A babação com essa noveleca já tá zzzzzzz.

Concordo com a Rosa: "Av. Brasil marcou pelo humor e carisma de Adriana Esteves, não pela trama". Perfeita a colocação dela. Personagens sem sentido, sem razão. Título que não tem nada a ver. História que demora pra ser desenvolvida... Novela que encheu linguiça nos capítulos mas que fazia um "boom" no final pra chamar público pro dia seguinte.

E outra, único prêmio sério até agora foi o APCA. O resto foi do público, ou seja, mais fãs. Mas claro, ano passado troféu imprensa foi porcaria (Rebeldes), esse ano foi uma maravilha (Avenida). Sei que vc não é desses Sérgio, mas tem cada fã dessa novela que vejo por aí que vou te contar, defende tudo. Diz que não teve barriga, diz que é licença poética, acredita até no apagão que iria ter e nas ruas vazias rsrsrs. Engraçado que no dia peguei trânsito e na minha casa tomei banho quente e assisti filme sem problema algum. Vai ver tenho uma caixa de luz extra rs.

Agora de verdade, espero que essa noveleca ganhe logo o EMMY pra vcs enterrarem ela na mesma cova da Nina, pq já não aguento mais ver a cara redonda da Adriana. Sim, toda simpatia que tinha por ela foi pro lixão rs.

Abraços.

Bruno Marques disse...

Avenida Brasil mereceu todos os prêmios recebidos e se consagra como o grande fenômeno da década!!!
Adriana Esteves também se consagrou com a sua inesquecível Carminha e já podemos afirmar que ela se tornou uma das estrelas do Brasil!!!
Muito bonita a homenagem feita ao casal Mito Tarcísio e Glória.
Aliás o casal sempre é homenageado.Poucos são os atores que conseguem a façanha que Tarcísio e Glória conseguem.
Só uma coisa me chateou na premiação.A ausência de Cláudia Abreu entre as melhores atrizes!!!
Tirando a Carminha,Chayenne foi a personagem de maior repercussão no ano passado e um divisor de águas na carreira da Cacau!!
Enfim,desculpa o texto longo Sérgio.Abraços!!!

Anônimo disse...

Muita babação mesmo com essa novela, é até boazinha mas nada demais, parece que o pessoal aqui é tudo papagaio, um fala e os outros vão atrás, quanta puxação de saco, dá ate enjoo!

Sérgio Santos disse...

Sim, Paulo, vc foi o primeiro. Não, esse prêmio, graças a Deus, não premia músicas. E, sim, eu sei que vc odeia a novela. Até deu uma nota 5 depois me surpreendendo... Acho Murilo um grande ator e Adriana excelente, portanto, vi merecimento. abraços.

Sérgio Santos disse...

Eder, muito obrigado. Sim, também não engoli isso de Ivete como revelação. Ao menos a Titina Medeiros também ganhou. abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Pedro. Concordo, Av.Br foi uma soma de acertos, o que refletiu no fenômeno que foi. Também acho que Amor à Vida será uma grande novela. Abraços.

Sérgio Santos disse...

André, o José de Abreu ganhou como melhor ator coadjuvante. Também gostei da Totia e da Adriana terem ganho. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Era previsível mesmo, Lulu. Também gostei do discurso da Adriana que, mais uma vez, ressaltou o trabalho da Débora Falabella. Lamento que a Débora não tenha faturado nada. bjs

Sérgio Santos disse...

Também gostaria que a Laura ganhasse, ou então a Vera, mas Totia também fez por merecer. Não achei justa a vitória da Andreia Beltrão e Glória Menezes deveria ser indicada e ganhar.

Ivete nem é atriz pra poder ser considerada revelação e creio que só ganhou por causa do fã-clube mesmo.

O Brado Retumbante foi excelente e fiquei feliz do Domingos ter faturado.

Essa reprise do Vídeo Show foi desnecessária. Até acho que escreverei sobre isso semana que vem. abraços.

Sérgio Santos disse...

Paty, respeito sua opinião. bjão!!!

Sérgio Santos disse...

É o prêmio da revista, Marilene, e tem tido uma boa repercussão desde que foi criado. Também considerei justo o destaque para Av.Brasil. Totia foi um dos poucos acertos de Salve Jorge. bjs

Sérgio Santos disse...

Clau, obrigado. Olha, confesso que também não entendi. Aliás, essa categoria é nova, foi criada esse ano. Enfim... rs bjs

Sérgio Santos disse...

Kellen, também não concordei com a vitória da Andreia, mas preferia Glória Menezes de vencedora. bjssss

Sérgio Santos disse...

Ju, o Marcello Novaes esteve ótimo na novela e merecia prêmios também, concordo. bjsss

Sérgio Santos disse...

Verdade, Barbie. bjs

Sérgio Santos disse...

Zu, eu que agradeço. bjsss

Sérgio Santos disse...

Cléu, quem acompanhou aquela novela sente saudades mesmo. Inevitável. beijos!!!

Sérgio Santos disse...

Luma, sim, Débora e Murilo foram pra Portugal porque Av.Brasil tá fazendo um sucesso estrondoso lá também. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Paty, o fenômeno não foi por acaso. rs bjssss

Sérgio Santos disse...

E não sou mesmo, Carlos, tanto que achei o Troféu Imprensa uma porcaria ano retrasado, ano passado, esse ano, enfim...

Bem, discordo que a novela tenha enrolado, mas ainda que tivesse, esse "boom" nos finais do capítulo para prender o telespectador já podem ser considerados uma ótima estratégia do autor.

Coitada da Adriana... abraços!

Sérgio Santos disse...

Bruno, sem problemas. Também achei um cúmulo a Cláudia Abreu não ter sido indicada como melhor atriz. Deveria estar no lugar da Nanda Costa.

Glória e Tarcísio são dois ícones. Merecem todas as homenagens.

Adriana se consagrou com a Carminha mesmo. Abraços!

Carlos disse...

Mas é Sérgio, minha antipatia por ela vem crescendo cada vez mais. E não por culpa dela, mas do povo. Sinto pena que o povo vote no calor da emoção e pensando em "vilã-diva" e não na interpretação. Pra mim Adriana fez mais do mesmo a novela toda, com caras e bocas, caretas e gritinhos roucos. Já a Falabella teve que fazer uma garota chata, que fazia uma vingança sem sentido. Mesmo assim, com o autor "contra" ela (custava fazer uma protagonista decente, de peito e coragem que nao ficasse choramingando por qualquer coisa e que nao fizesse cagada atrás de cagada, como pendrive, dinheiro no banco e boneca no quarto?), a atriz conseguiu fazer o seu melhor, como quando ela desmaiou após cambalear. Aquilo sim foi interpretação, mas a coitada não ganhou nenhum papel, pq? Pq era mocinha e o apelido mais "engraçado" (povo gosta de personagem engraçado. Vira gênio da interpretação da noite pro dia) dela era chamar a outra de "bruxa" ou "vadia"...

Isso sem esquecer de outras atrizes que de fato interpretaram, como Cláudia Abreu e Laura Cardoso. Mas não adianta, para isso, ambas atrizes deveriam estar na novela das 21 e no papel de vilã-diva, pq aí sim ganha prêmio. Não a toa Totia já ganhou dela, nem Giovanna ganhou ainda...

Sim, o autor teve uma boa estratégia, o que não chega a ser genialidade. E se demorar 100 capítulos pra começar uma vingança, a vingança for foto, a vilã ainda conseguir pegar todas as fotos não for enrolar...

Abraços

Sérgio Santos disse...

Carlos, mesmo a Débora não tendo faturado nenhum prêmio (o que considero injusto), considero a Nina a melhor personagem da careira dela ao lado da Mel de O Clone. Ela foi brilhante. Também queria que Cláudia e Laura ganhassem, foram igualmente ótimas.

Mas, ainda assim, não tiro o mérito da Adriana. Ela tinha cenas que gritava, sim, mas também tinha cenas que exigiam muito dela e a atriz brilhava.

Acho que Giovanna ganhará prêmios pela Helô, porém, Salve Jorge tá naquela 'safra' que não ganha muita coisa. Quando os prêmios forem ao ar, essa novela já terá sido apagada e Amor à Vida estará no ápice, ainda com a estreia do Maneco na cola. Aliás, Lado a Lado, Flor do Caribe e Guerra dos Sexos estão incluídas nisso também. abraços.

paulo disse...

Já que o post rendeu uma discussãozinha vou aproveitar e citar a declaração da ATRIZ Beatriz Segall que disse: "essa menina se esforçou muito..." Eu sei, são contextos diferentes em novelas diferentes e idades diferentes, mas vamos então comparar a Glória Pires como Raquel em Mulheres de Areia e Adriana como Carminha, não é possível que alguém com o mínimo de senso critico realmente ache que todo aquele tom exagerado e muita careta façam dessa ultima uma boa atriz. Qualquer humorista imita ou faz melhor aquela Carminha que a própria Adriana Esteves. Agora vá tentar imitar a Beatriz ou a Glória com suas personagens, ai eu quero ver! Sem contar que a própria personagem é uma vilã mixuruca, tudo que a tal da Carminha fez foi xingar, trair o bobalhão do marido, jogar a menina num buraco e cuspir(rsrs) e matar o próprio amante de maneira bem "discreta" e fantástica afundando um barco, kkk. Se Avenida Brasil fosse uma novela das 7 eu até revia meus conceitos mas levar aquela novela a serio não dá. A Cuspinha, ops, Carminha será apenas mais uma vilanzinha que o povo idolatra no calor do momento, até a Claudia Raia tá fazendo sucesso com sua Lívia(e tá mesmo, aceite Sergio) porque é a novela do momento e assim outras vilãs virão... Entre a Carminha da Adriana e a da Dani Calabresa eu fico com a segunda.
Abrçs.

paulo disse...

ps.: a Cuspinha da Dani Calabresa.

Sérgio Santos disse...

Como vc mesmo disse, Paulo, são situações diferentes e personagens diferentes. Eu li essa entrevista no Globo, ótima por sinal. Não acho que qualquer atriz faria uma boa Carminha, muito pelo contrário.

E Raquel era uma vilã dissimulada e super discreta, o oposto da Carminha que era uma escandalosa, inclusive nos momentos de alegria. Perfis incomparáveis.

Agora, Lívia não fez sucesso. Muito pelo contrário. E só começou a ser comentada, digamos assim, depois do assassinato constrangedor no elevador. Ou seja, era falada com deboche. A própria seringa virou piada. E Cláudia foi massacrada pela crítica. A Wanda, sim, fez sucesso.

Abraços.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, concordo com as premiações para "Avenida Brasil", Totia Meirelles, Domingos Montagner, Andréa Beltrão. Discordo da premiação para "As Brasileiras" (com seus altos e baixos). Faltou premiar Laura Cardoso, Antônio Fagundes e José Wilker, por "Gabriela".

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Poderiam ser lembrados ainda Cacau Protásio e "Rei Davi", ambos, excelentes.

Sérgio Santos disse...

Também acho que As Brasileiras não fez por merecer, Elvira. O Brado Retumbante sim. Laura Cardoso e José Wilker tinham que ganhar ao menos um prêmio pela Dorotéia e o Jesuíno de Gabriela. Pena. Bjssss