sexta-feira, 26 de abril de 2013

Sangue Bom: o que esperar da próxima novela das sete?

Desde que as chamadas de "Sangue Bom", a nova novela das sete que estreia na próxima segunda-feira (29/04), começaram a ir ao ar, ficou claro para o telespectador que a trama apresentada será baseada no universo adolescente. Os seis protagonistas são jovens e todos, pelo menos de acordo com o que tem sido mostrado, terão dramas que se intercalarão ao longo do tempo. Com ares de comédia romântica, a história tem grandes chances de agradar.



As chamadas estão alegres e a trilha sonora apresentada até agora reflete bem esse universo adolescente: muitas bandas tocariam facilmente na "Malhação", por exemplo. Aliás, Maria Adelaide Amaral, a autora ao lado de Vincent Villari, ficou irritada quando um repórter perguntou se sua trama seria uma espécie de "Malhação", por ter tantos atores jovens em papéis importantes. Mas fica difícil não fazer uma comparação, afinal, a novelinha duradoura da Globo sempre teve um elenco repleto do adolescentes. Porém, deixando as polêmicas de lado, a trama tem potencial para ser um sucesso.

Só pelo pouco do que foi apresentado ao público, está bem explícito que vários personagens se destacarão e muitos atores brilharão com seus papéis. É o caso de Isabelle Drummond, por exemplo, que viverá uma personagem masculinizada. Após angariar elogios em todos os seus trabalhos, a atriz tem grandes chances de ser a protagonista que mais despertará a simpatia do público. Já Marisa Orth e Giulia Gam são as veteranas que terão a missão de convencer vivendo peruas descompensadas. São outras atrizes que fatalmente roubarão a cena. O elenco, é bom dizer, é composto por ótimos atores; apesar de muito numeroso.

Maria Adelaide Amaral enfrenta a missão de escrever sua primeira novela inédita, após várias minisséries e alguns remakes. A competência da autora já é amplamente conhecida e se somar seu vitorioso currículo apenas com as chamadas de sua nova novela o resultado já fica bastante animador. 

Mas independente de como a trama vai se desenvolver, uma coisa é certa: o resultado da audiência será superior ao obtido em "Guerra dos Sexos". Não é necessário ser um vidente para constatar isso, da mesma forma que seria óbvio dizer que "Flor do Caribe" teria mais ibope que a ótima "Lado a Lado". Sem Horário de Verão e Horário Político, além de uma estação mais fria, as novelas serão muito beneficiadas. 

"Sangue Bom" deixou o público animado com sua história. Se a novela cumprir todas as 'promessas' feitas em suas chamadas, a possibilidade de desagradar o telespectador do horário é ínfima. Mas a hora de confirmar ou não todas as boas impressões deixadas já foi marcada: 19h30 da próxima segunda-feira, dia 29 de abril. 

50 comentários:

Carlos disse...

Nossa, quanto tempo!!! Bom, pelas chamadas a novela parece que vai ser boa, mas possivelmente não acompanherei, não apenas pq deixei de ver novelas como tbm nessa hora tô no maldito transito, aí é chato acompanhar. Mas prevejo ótimos trabalhos de alguns atores como a Isabelle e o Humberto., dos protagonistas pelo menos.

Hj não gostei de a Grande Família. O episódio foi bem escrito, mas e a comédia? Acho válido e interessante quando tem alguns episódios dramáticos pq isso sempre teve, agora, eles tem o objetivo de voltar ao passado com todos morando debaixo do mesmo teto, então pq não colocá-los brigando, falando alto, tendo altas confusões... Nem a briga no final tem mais, tenho saudade disso rsrs. O pior é saber que eles tem vários assuntos pra falar com a fase da adolescencia do Florianinho (um universo amplo), com uma nova relação do Tuco (namoro, noivado, o próprio "ano do casamento" com direito a despedida de solteiro, chá de panela... Olha que hilário que seria, ainda mais se a namorada somasse com os demais atores). Acho que os autores precisam pensar nisso, pois são assuntos que mexeriam com os personagens e são assuntos que dão mais gás e comédia ao programa.

Outro programa que nada vem me agradando é Tapas & Beijos. Virou uma palhaçada e esse último programa me provou isso. Era um traindo outro, aquelas briguinhas de sempre. A falta de novidade foi tanta que até continuaram um episódio do ano passado.

Pra encerrar, Pé na Cova. Não sei como vcs gostam rs. Sério, acho um show de apelação. Hoje teve até uma piada com o "nada nada nada", que pior, foi repetido. Piada já tá velha e ainda foi repetida. Pra piorar ainda teve piada com "neca". Sério? Daqui a pouco Falabella vai baixar a Young e colocar outros "nomes" no roteiro como: xota, piroca, grelo e derivados.

ps.: desculpe o palavriado Sérgio, mas é pq não dá né? Adoro o Falabella, mas ele perdeu a mão faz tempo. Personagens parecidos (com o passado e até na própria trama), piadas batidas, palavras com X pra dar duplo sentido (ex.:xana,ximbica, etc). Enfim, mas novamente, desculpe o palavreado.

Abraços

Flávia disse...

a Maria Adelaide Amaral teve toda a razão em se irritar com o repórter que comparou sua novela à Malhação pelo simples fato dos protagonistas serem jovens, da mesma forma seria ridículo associar qualquer filme/livro/série/etc que tem como personagem principal uma criança à uma obra destinada para o publico infantil. Que a personagem da Isabelle Drummond irá se destacar não há dúvidas, aliás os próprios autores deram uma entrevista dizendo que Giane, Malu e Bento serão certamente queridos pelo público. Sophie Charlotte pode parecer uma escolha controversa, mas foi feita há tempos pelos próprios autores, na primeira entrevista que a Maria Adelaide Amaral deu sobre a novela, em janeiro de 2012 ela revelou que tinha reservado a Sophie Charlotte e o Marco Pigossi para sua novela porque tinha gostado do trabalho dos dois em Ti Ti Ti.... Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari sabem que a personagem Amora poderá provocar diversas reações do publico, por ser uma personagem controversa, ambígua... e um dos fios condutores da discussão entre ter X ser que querem abordar na novela... Pelo que deu para perceber do que foi divulgado até agora, com essa trama amorosa envolvendo os 6 protagonistas,os personagens Bento, Malu e Giane serão os contrapontos respectivos dos personagens Amora, Mauricio e Fabinho na questão ser X ter... e os três primeiros talvez até os responsáveis pela transformação/redenção dos últimos.
As personagens da Marisa Orth e da Giulia Gam prometer divertir muito! É engraçado que vi alguns comentários de pessoas indignadas porque a novela terá uma personagem mulher fruta/funkeira, essas pessoas realmente não entenderam que os autores não querem valorizar/enaltecer/homenagear mulheres frutas e sim criticar e críticas podem ser feitas com humor! A cada chamada da novela só aumenta minha vontade de assistir Sangue Bom, as imagens são lindas, a trilha sonora tem músicas ótimas, elenco de primeira! Vamos aguardar!

Felisberto Junior disse...

Olá
Sérgio
Bom dia
vish, o que esperar?
Ficarei de olho nos detalhes das suas análises postadas aqui, depois do início, para ter uma opinião. Pela sua abordagem, quem vai adorar é minha filha. Então, vou ter q acompanhar de alguma forma...e também por causa da Fernanda Vasconcelos e da Marisa Orth.
Obrigado pela visita
Boa Sexta feira
Abraços

✿ chica disse...

Sérgio, pelas chamadas parece ser divertida. Não acompanharei, pois nesse horário é impossível!

abração,lindo fds! chica

Anônimo disse...

sobre o elenco, pelo que se viu nas chamadas, Fernanda Vasconcellos está bem, porém a personagem não dá espaço para demonstrar a crescente evolução da atriz e acho que será a protagonista mais apagada junto ao Jayme Matarazzo que para mim é péssimo. Marco Pigossi também está ok e as chances do público se apaixonar pelo personagem é grande, afinal carisma é o que não falta em Pigossi. Não senti ainda a essência de Humberto Carrão , apesar dele ser um bom ator, acho que esse papel (que exige bastantes nuances) não caiu bem. Sophie parece que conseguiu (ao menos nas chamadas) driblar a falta de carisma toda que conquistou após tantos papés medianos. Isabelle em poucas cenas engoliu parte do elenco, está ótima. mas pode errar a mão, o que não deve acontecer. ela é muito boa. Fora isso fica realmente claro que as coadjuvantes Giulia Gam, Marisa e Ingrid vão roubar a cena. aposto também em Ellen Rocche porque esse papel caiu como uma luva para ela

Rafael Barbosa dos Santos disse...

Bem, eu espero um baita sucesso rs, minhas expectativas são as melhores. Eu fui completamente arrebatado por Cheias de charme, e quando a novela acabou senti um grande vazio pois era um grande fã, talvez e isso contribuiu e muito para eu não me ligar á Guerra dos Sexos. Por isso mesmo, estou carente de uma boa novela pra acompanhar, e sinto que vou amar sangue Bom tanto quanto Cheias de Charme. Já me sinto dentro do universo da trama, baixei as musicas da trilha, e já adoro os personagens só pela chamada, enfim to bem ansioso. Posso me frustrar, mas confio no texto dos autores, acho Maria Adelaide uma das grandes novelistas do momento.
Discordo dos que já estão comparando a novela com Malhação, até porque são protagonistas jovens, mas não adolescentes, e pela história anunciada, como a própria Maria Adelaide disse, da pra ver que embora jovem, moderna e colorida, trata-se de uma trama adulta.
Sobre a audiência, é uma questão bem complexa, mas realmente é evidente que será maior que GDS, mas principalmente porque a novela promete ser um produto de qualidade que tem tudo para agradar o publico e a critica, vejo as pessoas bem ansiosas com a estreia.
Discordo que a baixa audiência de Lado lado e Guerra dos sexos se deva somente a Horário político ou horário de verão. Acho que Lado a Lado foi até um tanto injustiçada pois foi muito boa, mas a meu ver precisava de mais para enfrentar essas dificuldades. E Guerra dos sexos, também ficou bem aquém do esperado, não agradou boa parte do publico e nem a crítica, também não me agradou por N motivos, por isso não a achei injustiçada, acho que foi uma novela fraca e a audiência correspondeu, infelizmente.
Enfim espero que Sangue Bom arrepende a boca do balão e faça um estardalhaço rsrs.

Abraços.

paulo disse...

Me arrisquei a assistir o remake de GDS por ser escrito pelo mesmo autor do original e pelo elenco estelar, e até que gostei. Mas essa novelinha nova com esse elenco de beldades sinceramente nem me arrisco.
Abrçs.

Anônimo disse...

Sérgio, acho que Sangue Bom não tem nada a ver com Malhação. Os personagens são jovens, não adolescentes. A trilha sonora é popular, assim como a de Avenida Brasil e Cheias de Charme. Portanto vamos evitar fazer comparações infundadas antes da novela estrear. Depois sim, com a trama no ar, pode compará-la com malhação e até outras tramas.

MARILENE disse...

Espero que seja uma boa novela, pois costumo assistir as que vão ao ar nesse horário. As chamadas foram bem feitas e creio que ela pode nos surpreender, positivamente. Bjs.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, as chamadas de "Sangue Bom" despertaram a vontade de acompanhar a novela. Maria Adelaide Amaral agradou em "Ti ti ti" , o enredo parece ser interessante, muitos atores são talentosos. Posso estar enganada, mas, pela sinopse, a trama de Amora e Bento lembrará a de Ritinha e Batata, em "Avenida Brasil", porque as duas duplas foram criadas em condições precárias e se apaixonaram quando crianças, se reencontrando anos depois. Mas Amora será um "it girl", ao contrário da Nina, que voltou como cozinheira, no seu plano de vingança. Também acho que a audiência da nova novela poderá ser superior à de "Guerra dos Sexos".

Kellen Bittencourt disse...

Olá amigo, acho que vai ser uma novela muito boa, pelo menos como vc disse as chamadas estão alegres, e a aposta nos protagonistas parece ótima, gosto de todos eles! As musicas tbém estão boas até o momento, certamente tem tudo p ser um sucesso bem maior que Guerra dos Sexos, falando nisso será que o Nando vai ficar com a Juliana mesmo? Humm queria que ele voltasse p Roberta! rssr abraçosss

Adriana Helena disse...

Oi Sérgio, meu querido amigo!!
Tudo bem? Sempre com novidades bombásticas para a gente! Obrigada!

Estou gostando muito das chamada para essa nova novela Sangue Bom!
As músicas que acompanham o desenvolvimento do comercial dá uma sensação de festa e uma vontade danada de dançar! Um estilo jovem, divertido, alto astral e de bem com a vida!! ADOREI!!

Sua análise, sempre perfeita!!
Tenha um maravilhoso final de semana amigão!!

Thallys Bruno Almeida disse...

Bem, Sérgio, a minha expectativa de Sangue Bom é a maior possível. A Maria Adelaide Amaral, no campo novelístico, se saiu muito bem e fez sucesso merecido em TiTiTi 2010. E uma coisa que ajuda é a entrada de sangue jovem, no caso o Vincent Villari, que já foi colaborador do JEC (Da Cor do Pecado e A Favorita) e dela (Anjo Mau 1997 e TiTiTi), e agora tem tudo pra emplacar, muito embora a "grife" seja MAA (assim como Gilberto Braga e Ricardo Linhares).

Quanto ao elenco protagonista, minhas apostas principais são na Fernanda Vasconcellos e na Isabelle Drummond. A Fernanda cresceu bastante depois de A Vida da Gente, sua Ana conquistou uma torcida enorme, fez uma dupla perfeita com a Marjorie, Ana Beatriz e Nicette; sendo que agora a personagem me parece ser um pouco menos sofrida e mais de bem com a vida, com uma causa altruísta, nobre, que valoriza o "ser". E agora tenho certeza que ela vai conquistar o público de novo.

Isabelle dispensa comentários, desde o início da carreira tá sempre brilhando e continua linda, mesmo agora num estilo mais masculinizado. Não torço por time nenhum (rs), mas é uma boa sacada inseri-la como torcedora do Corinthians, aproveitando o barulho que o time vem causando após ter sido campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes 2012. Boa parte do público que curte novelas e gosta do time se verá identificado nela.

No caso da Sophie, o figurino será de longe o que chamará mais atenção. Sua personagem, ao contrário da Malu (Fernanda V.), é toda antenada no que há de mais moderno no mundo da moda, rica e um tanto metida. A empostação vocal dela nas chamadas de início não me agradou, por lembrar o tom "enjoado" adotado por ela na Stéfany em TiTiTi (embora essa fosse mais vulgar). Das três mocinhas, é a que tem um tom mais vilanesco. E acredito que dará mais certo se for vendida como vilã, já que me parece um tanto arrogante pra ser uma mocinha carismática.

Dos três masculinos, aposto no Pigossi, o mais carismático dos três, mas Humberto pode emplacar, já que Fabinho é praticamente um vilão. Tenho restrições ao Matarazzo, mas vai que ele surpreende...

Entre os coadjuvantes, Damaris (Marisa Orth) e Bárbara Ellen (Giulia Gam) prometem desde já, as duas personagens têm muito pano pra manga. A Ellen Rocche, que foi citada lá em cima, funcionará como o chamariz do público masculino. Não dá pra dizer que ela é uma boa atriz até porque só fez papel de gostosa (a exceção foi uma ponta dela em Na Forma da Lei que uma vez eu lembro que vc elogiou), mas para o papel de mulher-fruta ela caiu muito bem, e ainda com a vantagem do corpo inteiramente natural.

A história me parece ser mais madura que a de Malhação, com conflitos que deixam margem para rumos mais completos. Lembro que uma das coisas que inspirou foram os casos de famosos estrangeiros que adotam crianças, como o caso da Angelina Jolie; no qual servirá de base pra avaliar até que ponto essas adoções são sérias ou quando elas são pretexto para aparecer na mídia.

Sobre audiência, nem tem pra onde, vai superar "Guerra". Não que remakes sejam exatamente problema, vide as boas audiências de O Astro e Gabriela, mas muitos não se identificaram com o que a nova Guerra dos Sexos apresentou, seja por falta de interesse na nova versão ou até pela ausência do frescor de sua antecessora Cheias de Charme, que trouxe uma nova linguagem, abordagem transmídia excelente, protagonistas carismáticos (a cantora decadente louca pra voltar, as domésticas que o povo adora, o cantor sertanejo que adora uma mídia). E como o universo de Sangue Bom tem elementos que o público gosta, acredito sim que vá superar Guerra dos Sexos (tanto na audiência quanto na qualidade).

Portanto, minha expectativa é a melhor possível. O que eu li no resumo dos primeiros capítulos já me atraiu logo de cara e, somado aos outros fatores que citei, só aumenta a sensação de que vem coisa (MUITO) boa por aí. Abçs!

letícia disse...

Boa tarde Sérgio,

Não acompanho muito o trabalho da Maria Adelaide Amaral, mas gostei muito do remake que ela fez de TI TI TI. Achei a novela interessante principalmente a personagem Marcela de Isís Valverde.

Gostei do que vi nas chamadas, não sei se é tudo isto que promete, mas não deixarei de dá uma olhadinha, quem sabe eu goste. Seria interessante abordar o tema da adoção de forma menos superficial, pois é algo que ainda traz um pouco de preconceito.

Quando ao sexteto de protagonistas, gosto do Marcos Pigossi e da Isabelle Drummond, são carismáticos e provavelmente os mais talentosos do grupo. Fernanda Vasconcelos, gosto dela, mas acho que pode melhorar mais, apesar de ter gostado muito dela em "A vida da Gente". Na realidade eu os acho talentosos, mas vamos ver agora protagonizando uma novela.

Comparar a novela com Malhação é realmente natural, afinal de contas não é todos os dias que temos uma turma tão jovem a frente de um dos principais produtos da Globo, uma novela das sete, não deixa de ser arrojado.

Também gostei dos veteranos que participaram de Sangue Bom. Certamente haverá momentos engraçados protagonizados pelas excelentes Marisa Ortiz e Ingrid Guimarães. Um pouco de drama com Malu Mader e Felipe Camargo, e assim por diante.

(Uma coisa me incomoda, não gosto muito de ver atores tão bons servindo de escada para os jovens, sei que é necessário haver uma renovação, mas são tão novinhos ainda, nenhum ali chega perto dos trinta anos por exemplo). Por exemplo em Lado a Lado, todos protagonistas estavam na casa dos trinta e poucos anos (mesmo não aparentando), querendo ou não tinham mais conteúdo e experiência.

Realmente só esperando para vê como será a recepção de Sangue Bom perante ao público. Provavelmente chamará mais atenção que Guerra dos Sexos, o momento é mais favorável para isto. Não creio que seja prejudicada como aconteceu com sua antecessora, mas também precisar de conteúdo para ter audiência necessária (apesar de saber que conteúdo não significa altos índices de audiência, basta ver o exemplo de Lado a Lado).

Enfim só assistindo para saber... Boa sorte para Maria Adelaide Amaral e companhia.

Um abraço.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

As chamadas são atraentes e sugerem uma boa novela. Se assim for será um bom momento de lazer para os telespectadores do horário.

Beijo.

Clau disse...

Boa noite Sérgio!
Eu gostei do elenco,e pelo jeito será uma trama divertida.
Vamos aguardar a estréia.
Bjs!!
Bom fim de semana \o/

A viajante disse...

God, como eu vou escrever uma tese de doutorado com boas e novas novelas?? risos... vou tentar ficar de longe, mas confesso que fui fisgada pelos juvenis todos, que são lindinhos e bons atores... vamos aguardar e ver... beijo, querido!

Barbie Californiana disse...

A novela parece ser muito boa, pelo menos o elenco é ótimo. Só não sei se conseguirei ver. beijos

VERINHA TIBURSKI disse...

Olá Sergio.
Vou ter que assistir para poder comentar aqui, mas achei mesmo que ela esta muito alegre e chamativa, vamos ver, não gosto de malhação faz muito tempo que parei de assistir, a filhinha era vidrada, mas já passou desta fase de encanto. Vamos ver e torcer para que de certo, os atores são novos e já provaram que tem talento.
Bom fim de semana. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Carlos, deixa de ser chato. Pelo menos tente ver quando vc chegar mais cedo. Não vai doer. E, sim ,também acho que a nova novela será muito boa.

Olha, mais uma vez não gosto da temporada da Grande Família. A série perdeu sua comicidade e virou um dramalhão. Não só nesse episódio. Perdeu a identidade.

Tapas e Beijos também tá cansativo e as mudanças não surtiram muito efeito.

Gosto de Pé na Cova, mas entendo que a série desagrade muita gente. Principalmente pela falta de 'ação'. Não vejo problema nos diálogos porque o horário é tardio, mas entendo sua concepção. rsrs Abraços e pare de sumir.

Sérgio Santos disse...

Oi Flavia. Apenas mencionei a situação da Maria Adelaide, não cheguei a concordar ou discordar de sua irritação.

Com certeza a Isabelle vai roubar a cena, deu pra notar. Gosto da Sofhie e acho que Amora será uma ótima personagem. Uma protagonista meio vilã meio mocinha. Bacana.

Giulia e Marisa divertirão com certeza. Também estou otimista com a novela. Vamos aguardar. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Felis, essa novela foi escrita para agradar os jovens mesmo. Isso ficou claro. Portanto, acredito que sua filha vai se encantar. Abração.

Sérgio Santos disse...

Chica, obrigado pelo comentário.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, achei um equívoco escalarem a Fernanda pra viver outra boazinha romântica. Tá na hora de uma vilã ou algo cômico.

Gostei de escolherem o Humberto pra viver um vilão após dois mocinhos marcantes que ele fez. Será bom pra ele.

Ellen Roche também pode se destacar. Já Isabelle tenho quase certeza que roubará a cena. Enfim... Abraços.

Sérgio Santos disse...

Rafael, acho que será um sucesso mesmo. Tem tudo pra isso. A trilha é muito boa, o elenco idem e a história parece muito agradável.

Não disse que GDS e LaL tenham fracassado exclusivamente por esses motivos, mas contribuíram e muito. Porém, claro que a rejeição do público também influenciou. Porém, o que quis dizer é que mesmo que a próxima novela (tanto das seis quanto das sete) for um imenso fracasso, ainda assim terá um ibope maior do que as antecessoras justamente por essas razões.

Enfim ,achei que LaL e GDS não mereciam os fracassos. A das seis merecia ser um sucesso e a das sete ao menos merecia ficar na média estabelecida. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Paulo, já imaginava que vc não ia gostar da nova novela. Mas o primeiro capítulo, ao menos, vc deveria ver. Nem que seja pra descer a lenha. abraços.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, eu não fiz comparação alguma. Apenas citei o que o jornalista perguntou para a autora. Mas a trilha é baseada em muitas bandas jovens, que poderiam tocar na Malhação tranquilamente. E realmente só dá pra comparar depois da estreia, mas nem acho que haverá qualquer semelhança. abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Marilene. Também acredito nisso. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Elvira, também estou com boas expectativas. O elenco é muito bom, a trilha idem e a história parece ser bem interessante.

É verdade, essa trama citada por vc lembra um pouco Rita e Batata. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Vai ser muito boa, Kellen. Pelo menos se cumprir o que está prometendo.

Ih, a Ju e o Nando ficaram juntos. Eu gostei do final, mas vc acho que não muito,né? rs Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Adriana. Essa novela é a sua cara, sabia? Acho que vc vai gostar caso consiga ver. Eu que agradeço. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Também acho que será uma ótima novela, Thallys. Sobre o tom de voz da Sofhie, não tem como mudar, é dela. Ninguém consegue mexer no timbre de voz a não ser se for imitar alguém. Gosto dela e acho que vai convencer. A sua personagem é uma quase vilã pelo que se nota, mas claro que vai se redimir de seus futuros erros no final.

Boa sacada ter seis protagonistas, pois assim há mais variações de temas. Giulia após ser menosprezada em Amor Eterno Amor terá uma personagem que faz jus ao seu talento. Marisa Orth voltará em grande estilo acredito. Enfim, vamos ver. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Letícia, mas uma vez concordo com tudo. A comparação com Malhação é inevitável porque é um elenco muito jovem em sua grande maioria. Mas depois da estreia acredito que isso irá acabar.

Também não gosto de ver veteranos servindo de escada, por isso minha admiração pelo Silvio de Abreu, que sempre valoriza os grandes atores, mas acho que os jovens foram bem escolhidos.

Verdade, o momento é muito propício para dar uma boa audiência e isso beneficiará a novela. Porém, como vc bem disse isso muitas vezes não implica em nada, vida a linda Lado a Lado. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Vera. Sem dúvida. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Vamos ver segunda, Clau. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Será que vc vai conseguir, Ju? Eu vou te aconselhar a ver! rs Beijos.

Sérgio Santos disse...

Ih, Barbie, acho que vc não conseguirá ver por causa do horário. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Verinha. Pois é, só vendo pra saber. Aguardemos. Beijos.

Carlos disse...

Nem é por ser chato, mas é porque não tenho mais aquela paciencia de acompanhar uma novela por trocentos capítulos e com os autores dando voltas em textos pobres e batidos. Já sabemos que no final tudo vai dar certo pra mocinha e pro mocinho, mesmo que eles não se esforcem pra isso. Não consigo mais ter emoção nenhuma. Maneco ainda nos trás surpresas. Ele sim, não tem "peninha" dos personagens. Acho que ele só não mataria a Helena, quanto ao resto, tudo pode acontecer. Ele é capaz de nos deixar com raiva disso, os outros só nos deixam por puro enche linguiça, Glória Perez, JEC, Aguinaldo, os 3 ultimos do horário não me deixam mentir. O público ficou de saco cheio em algum momento de suas tramas por conta disso e não nos trazem surpresas. No máximo algumas ceninhas de ação, mas nada demais pra quem acompanha filmes do gênero.

Quanto A Grande Família, a melhor solução pra eles é voltar ao puro humor, sem dramas. Achei válido temas tristes como o do coma, prisão do Agostinho, da volta da mãe do Lineu, agora essa crise dele, mas acho que pra encerrar a série com chave de ouro, como ela merece, o melhor seria focar nas situações engraçadas do cotidiano, que os autores já mostraram capacidade várias vezes. Lembro que no ano passado geral elogiou o episódio da internet, e a razão é simples: identificação. Os personagens estavam felizes e é isso que o público quer ver. Já nos emocionamos, agora queremos rir. No primeiro episódio mostraram isso, mas espero que mostrem mais no decorrer do ano.

Pé na cova é exibida tarde, ok, mas precisa ir pra um vocabulário desses? Rsrs. Minha implicância talvez se dê por eu ver o Falabella fazendo isso sempre, desde Sai de Baixo, que começou a cair por causa disso, ficou se repetindo e tendo um vocabulário baixo.

Hoje assisti o dentista (na verdade ontem, né? Rs). Definitivamente é muito ruim. Young e marido conseguiram ir além do fundo do poço. A última temporada dos Normais foi mal vista pelo público (eles dizem que acabou porque quiseram, mas coincidentemente a série já tinha indíces menores e mais críticas negativas...), mas esse público, me incluo, não imaginava as pérolas seguintes. Se você analisar os textos, as besteiras são as mesmas, mas só agora que o público está percebendo. Alguns já falavam na época de Macho Men e CAOFDM, mas como agora a estrela é o Adnet, a coisa ficou mais na cara. O negócio é tão igual que vou resumir em uma frase: as melhores personagens são as protagonistas mulheres. Elas tem as mesmas características. Tudo repetitivo, por isso me nego a ver Young e marido. Tentei pela quarta vez, mas chega de sofrer rs.

Abraço

Sérgio Santos disse...

Mas, Carlos, partindo dessa sua premissa, não dá pra ver nada e muito menos ir ao cinema, afinal, quase sempre sabemos o que vai acontecer no final dos longas. Raríssimas são as histórias que surpreendem no final, a não ser uma ou em outra situação e olhe lá.

A Grande Família, para mim, você sabe, já acabou desde o ano passado. Deveriam ter acabado em 2012. Resolveram mexer muito na essência e se perderam. Quiseram transformar a série numa espécie de Dviã, seriado da ótima Lilia Cabral, que mesclava drama com comédia, mas não deu. Ficou pior do que já estava.

Olha, quanto O Dentista Mascarado, tenho que concordar. Adorei a estreia mas o programa foi piorando a cada sexta. Hoje eu odiei o episódio. Mas continuo discordando sobre as séries anteriores deles porque amei todas. Abraços!!!

Carlos disse...

Mas aí é que está, tem muita coisa sem graça hoje em dia, por isso que investem tantos nos remakes.

Quanto A Grande Família, não acho que mexeram na essência, porque os personagens ainda estão lá (Bebel mimada, Lineu sisudo, Nenê apaziguadora, Agostinho metido a esperto e Tuco enrolado), no entanto eles não pararam no tempo. Li um comentário hoje que faz o maior sentido: "eles não são desenhos pra ficar com a mesma idade". Os atores envelheceram, os personagens idem. No ano passado foi isso que aconteceu. Os personagens tiveram que se virar sem o paizão. Nenê foi trabalhar fora, alguns acharam estranho mas alguém tinha que trabalhar rs. Não acho que quiseram transformar em Divã, essa ótima série tinha uma estrutura completamente diferente. Acho que eles apenas tentaram aprofundar algumas situações possíveis em qualquer família, já que na vida real não vivemos só de alegrias. Como em antigos episódios já faziam, já teve esses momentos tristes mas era em um episódio do ano ou em uma cena curta, o que não pesava no todo. Acho que o problema mesmo é o drama tomar conta, voltar apenas com humor é o ideal.

ps.: esse negócio de "essência" é bem complicado. Hoje em dia geral tá usando pra tudo e acho que de uma forma muito mal colocada. Em relação a família Silva, ontem li uma que falou que "eles haviam perdido pois agora moravam todos juntos, e que não era assim". Uma piada pra quem assiste desde o início. Pra mim a essência estaria perdida se a Nenê traísse o Lineu no ano passado, se a Bebel deixasse de lado o ar "chique" que ela tanto gosta, se o Tuco virasse um médico, etc. Pra mim, até agora os personagens estão dentro da personalidade deles. O Lineu pirou ontem e muitos estranharam esse papo de barco, mas uma simples pesquisa na internet sobre o assunto (crise na meia idade) explica isso. Acho que dizer de essência com um grupo de redatores que conhecem os personagens a 12 anos é meio complicado. Os novatos podem até querer modificar, mas os veteranos estão lá pra "colocar na balança". Concluindo, acho que o pecado deles é apenas querer investir no drama, sendo que o humor que é a marca do programa é o que merece destaque. E isso não é questão de essência, é questão de querer renovar por um caminho errado pra essa série. Momentos tristes quase todas as comédias familiares tem, mas elas não vivem só disso, porque o gênero acaba falando mais alto. Por isso espero que o bom senso dos autores façam eles verem que o melhor agora, antes de fechar o ciclo, é voltar pro humor. Tirar essa "nuvem negra" que está em cima da família Silva. Lineu daqui a pouco vai sofrer mais que a escrava Isaura rsrs.

Abraços

EDER RIBEIRO disse...

Sérgio, eu tive essa mesma impressão, e gostei mto da trilha sonora, passa otimismo. Abçs.

Raissa Bernd disse...

Eu acho que essa novela vai ser bem ao estilo das novelas das 7! Descontraída, divertida.. e sinceramente, essa que acabou agora, era uma droga. Eu até tentei assistir, mas não consegui assistir nem um episódio inteiro! Tinha um elenco MARAVILHOSO, mas não tiveram sucesso.
E tem muita gente que tem preconceito com malhação, mas o intuito é ser mais "bobinho", leve. O público para quem ela é destinada é o público Teen.

http://conversaentreirmas.blogspot.com.br/

Daniel Luís de Souza disse...

Sérgio, concordo com absolutamente tudo da sua crítica.

Minhas expectativas para Sangue Bom também são as melhores possíveis. As chamadas são contagiantes, muito alegres a trilha idem, assim como o elenco, em sua grande maioria. Tudo indica que vem aí mais um sucesso.

Minha maior aposta entre os jovens protagonistas também é Isabelle Drummond. Ela é extremente talentosa e deve roubar a cena facilmente, conquistando o público logo de cara, pelo que se vê nas chamadas da sua personagem.

Gostei também dos personagens da Fernanda Vasconcellos e do Marco Pigossi. Não gosto muito do trabalho da Sophie Charlotte, nem a personagem me atraiu muito. Humberto Carrão tem a chance de se destacar em um personagem diferente dos últimos que fez e Jayme Matarazzo parece o mais apagado dos protagonistas.

Giulia Gam e Marisa Orth certamente se destacarão nos núcleos cômicos, visto que são excelentes atrizes.

Agora é esperar pra confirmar as boas expectativas! Que venha Sangue Bom!

Sérgio Santos disse...

Mas Carlos, convenhamos, dá pra saber o que vai acontecer nos finais dos filmes e das novelas desde que o mundo é mundo. Isso não é de agora. Por isso acho que não tem nada a ver deixar de acompanhar uma obra pq no final o casal vai ficar junto e a vilã vai se estrepar ou então fugir.

Quando falei da essência, digo em cima do humor. A Grande Família sempre foi uma série cômica. Transformá-la em dramática pra "renovar" chega a ser um crime. Claro que as características dos personagens continuam as mesmas, mas a questão é que todos perderam a graça. E nos áureos tempos, todo episódio apresentava uma trama recheada de conflitos e problemas, não era oba oba. Só que agora os problemas tão a nível dramalhão ao cubo. E com tanta tristeza, até os poucos diálogos cômicos perdem a graça, afinal, nem dá pra rir no meio daquela "depressão" toda.

E eu vejo essa nuvem negra em cima da família Silva desde o início do ano passado. Por isso até que deixei de ver inúmeros episódios. Em 2013 só não vi um, mas provavelmente deixarei de ver mais se continuar assim. Abração.

Sérgio Santos disse...

Verdade, Eder. Acho que vem coisa boa por aí. abçs

Sérgio Santos disse...

Oi Raissa. Sem dúvida a nova novela tentará conquistar o público jovem e creio que irá conseguir. Eu adorei Guerra dos Sexos mas sei que a maioria detestou. Vamos ver a próxima. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Daniel, estava sumido. Também aposto na Isabelle como a principal destaque. Tá quase explícito que ela roubará a cena. O Jayme parece que será o mais apagado mesmo, o que não será uma surpresa, afinal, deixa a desejar. Enfim, o conjunto da obra é ótimo. A chance do sucesso é elevada. abraços.

Vitor Augusto disse...

A Novela parece ser simples, mas é moderna, rápida e divertida. a construção dos personagens foram boas. O elenco é muito bom também. Como todos estão falando realmente percebe-se que Giane será a mais querida, mérito do talento da atriz que a cada papel conquista mais admiradores. Jayme não tem carisma algum vamos ser sinceros e seus últimos trabalhos revelaram sua péssima dicção. Sophie é uma boa atriz mas também não tem carisma. Humberto, Marco e Fernanda são bons também. Porém esse Fabinho não vai colar e novela precisa de vilões convincentes para decolar.
Só sei que torcerei para Giane e Bento ficarem juntos.. rsrsrs
Ps: isso não vai acontecer :(

Sérgio Santos disse...

Pois é, Vitor. Parece que teremos uma boa novela no ar. Giane tem tudo pra cair nas graças do público rapidamente. Quem sabe fica com o Bento? É possível. Abraços.