sexta-feira, 17 de abril de 2015

Melhor programa de humor da atualidade, "Tá no Ar: a TV na TV" novamente divertiu através do deboche e da crítica inteligente

Após uma bem-sucedida temporada em 2014, o "Tá no Ar: a TV na TV" voltou a marcar presença na grade da Globo em 2015 e conseguiu repetir todas as qualidades vistas no ano passado. A segunda temporada, que estreou em fevereiro, foi encerrada nesta quinta (16/04) com mais um impagável episódio, repleto de esquetes inspiradas e politicamente incorretas. A atração realmente se firmou como um respiro no tão desgastado humor nacional.


Sem se preocupar com os moralistas de plantão, a equipe mais uma vez surpreendeu com sátiras que primavam pela crítica e pelo deboche desenfreado, onde ninguém escapava. Nem mesmo os anunciantes e muito menos a Globo. Sobrou até para o próprio programa, quando foi feita uma imitação da clássica Velha Surda em uma rápida esquete, fazendo uma homenagem ao saudoso Roni Rios e rindo deles mesmos, uma vez que o "Tá no Ar" perdeu algumas vezes na disputa de audiência para "A Praça é Nossa", do SBT.

Outra sacada de mestre da atração foi a piada feita em cima das entrevistas sensacionalistas do Gugu, na Record. Jorge Beviláqua (Welder Rodrigues hilário), apresentador do "Jardim Urgente", fez uma entrevista exclusiva com uma menina (interpretada por Giovanna Rispoli) que tinha matado aula.
Ele explorou toda a situação e no final admitiu que só estava ali para usar a 'assassina' e ganhar audiência. Uma crítica maravilhosa e muito bem-humorada a esta moda da 'espetacularização' de criminosos.

Mas também sobrou para uma das principais autoras da Globo: o 'War Glória Perez' foi um jogo anunciado pelo programa, onde os personagens secundários são rapidamente esquecidos e há vários bordões para serem usados, além de alguns Murilos Benícios. Foi difícil não rir. E, claro, que o militante fanático, vivido magistralmente por Marcelo Adnet, continuou tecendo mil teorias de conspiração a respeito da 'Vênus Platinada' e odiando a Globo com todas as suas forças. Um dos maiores êxitos da temporada passada continuou nesta.

Quem também permaneceu foi, como já mencionado, Jorge Beviláqua com seu 'Jardim Urgente', uma sátira precisa dos programas policialescos, como "Brasil Urgente" e "Cidade Alerta". Os bordões "Foca em mim" e Foca lá" mais uma vez divertiram e o quadro continuou sendo um dos mais longos do "Tá no Ar". Destaque, inclusive, para o momento merchandising, quando o apresentador parava de falar em 'desgraça' para citar produtos de muita utilidade para o pai se livrar de seu filho levado, vide fita para grudar a criança na cadeira, porta e janelas de aço para não ouvir o choro, entre outras pérolas.

A 'Vingança dos Famosos' foi a maior novidade deste ano: os atores abordavam anônimos em locais públicos, transbordando inconveniência, como normalmente acontece com eles. Regina Duarte, Marcos Caruso, Fernanda Paes Leme e Cissa Guimarães participaram do quadro e entraram na brincadeira. Já os clipes musicais, sempre exibidos no fim de cada episódio, mais uma vez se destacaram através da genialidade de Marcelo Adnet e equipe, que criaram letras repletas de críticas subliminares (e explícitas também), onde o principal objetivo era debochar da hipocrisia que reina na sociedade.

O último episódio fechou a segunda temporada em grande estilo. Em homenagem aos 50 anos da Globo, o programa relembrou a história da emissora através da mescla de imagens de arquivo (na hora da zapeada de canal) com esquetes geniais. Alexandre Nero fez uma participação revivendo o comendador José Alfredo de Medeiros, de "Império", em uma cena de "Irmãos Coragem" junto de Marcius Melhem e Danton Mello --- as duas novelas falaram sobre garimpeiros. E Antônio Fagundes surgiu cantando 'Não se reprima', caracterizado de Menudo, em uma performance jamais imaginada pelos seus admiradores. Foi hilário e o próprio se divertiu muito.

Ainda teve mais um show de Welder Rodrigues comandando o 'Jardim Urgente' (que também fez uma sátira ao 'Você Decide') e a indignação do militante revoltado proferindo 50 'verdades' sobre a Globo na porta da emissora e do consulado americano. O rapaz, aliás, se indignou quando soube que 'G' de Gshow, presente no endereço de seu blog, significava 'Globo'.

E o último clipe foi nada menos que uma paródia da abertura de "Vale Tudo" (clássico da teledramaturgia), transformando a letra do sucesso 'Brasil', de Cazuza, em uma crítica ferrenha a todas as emissoras, programações e ao próprio telespectador ---- 'Pra ter audiência é preciso ser herói reformando carros...', 'Mais de 100 canais e a gente ainda quer mais do bom e do ruim', 'Vi TV nascer bancada pelo dízimo, correndo atrás pra passar o plim-plim...' e 'Brasil: a TV é um negócio que vive do teu ócio, se liga em mim.' foram apenas alguns trechos da ferina música.

O "Tá no Ar: a TV na TV" é o melhor programa humorístico da atualidade e falta muito para qualquer outro conseguir chegar perto do nível da atração de Marcelo Adnet, Marcius Melhem, Maurício Farias, elenco e equipe. O mínimo que se espera é uma terceira temporada, uma vez que o humor nacional precisa de um produto como este, em meio a tantos programas desgastados e sem graça. Vida longa ao "Tá no Ar", Rede Globo!

38 comentários:

César disse...

Mesmo que fosse um programa ruim já teria valido só pela sátira de Vale Tudo. Aquilo foi épico.

João disse...

Deixaram o último programa pro final e me fizeram gargalhar do primeiro ao último minuto! TV Pirata é fichinha perto desse até porque não fazia crítica tão pesadas a Globo como esse fez.

Olímpia Menezes disse...

SÉRGIO, QUERO PEDIR DESCULPAS PORQUE ESTOU DIGITANDO NO CAPSLOCK MAS É PORQUE MEU TECLADO TÁ COM PROBLEMA. SÁBADO EU VOU TROCAR MAS JÁ COMENTAREI LOGO ESSE POST QUE EU CONCORDO PLENAMENTE. ESSE PROGRAMA É UM TAPA NO POLITICAMENTE CORETO E FALEM O QUE QUISER MAS NEM SBT, NEM BAND E NEM RECORD TOLERARIA UM TÁ NO AR EM SUA GRADE. ELES CENSURARIAM COM CERTEZA. A GLOBO FOI MUITO CORAJOSA EM LIBERAR TUDO ATÉ PORQUE AQUELA CRÍTICA DE VALE TUDO NO FINAL DO CLIPE DE ONTEM ESCULACHOU A PRÓPRIA EMISSORA ALÉM DAS OUTRAS. E O JARDIM URGENTE É ENGRAÇADO DEMAIS. JÁ ESTOU COM SAUDADE E TEM QUE TER TERCEIRA TEMPORADA!

Anônimo disse...

Tenho que admitir que o programa é bom mesmo e nunca imaginei que a Globo fosse ser tão liberal como foi. Nem na MTV chegaram a tanto!

Yasmin disse...

Sei não, senti um clima de despedida no último programa. E se foi será lamentável porque é um dos poucos programas realmente engraçados e críticos. Assino em baixo de seu texto e duvido até que os haters da Globo tenham coragem de falar mal desse programa. Depois da estreia péssima no Dentista Mascarado, o Adnet deu a volta por cima.

Anônimo disse...

A Globo tirou do ar pq? O que vão colocar no lugar? Achei um absurdo!

Paula disse...

Esse programa mostrou que é possível sim fazer humor de qualidade no Brasil e no canal aberto. A Globo está de parabéns por ter deixado seu lado careta de lado e liberado a produção do Tá no Ar pra fazer um humor livre, com direito a muito deboche e ironia. Eu amei e torço pra uma terceira temporada. Parabéns pela sua crítica tão bem escrita!

✿ chica disse...

Tá mesmo muito legal esse programa! abraços, lindo fds! chica

Ed Taborda Assunção disse...

Esse é o melhor programa de humor dos últimos tempos! Deveria era ser fixado na grade, de preferência no lugar daquele Zorra Total que é um lixo. E eu nem acho que se desgastaria tanto, pois eles estão sempre parodiando coisas antigas e as coisas recentes. Nunca pensei que a Globo um dia colocasse um programa assim na programação, debochado dela mesmo e das concorrentes. Morri com o Antônio Fagundes de Menudo e a sátira de Vale Tudo. Vai fazer falta. Ainda vai ter mais temporadas? Espero que sim.

Kauê disse...

Esse programa é muito bom! Assino em baixo do seu ótimo texto. Ano passado teve uma ótima estréia e esse ano não foi diferente. Admiro a ousadia da Globo e a criatividade de toda equipe. Tá No Ar é humor, é critica e o melhor: tudo sem restrições, o ponto alto é rir de si mesmo! As curtas temporadas é um ponto positivo deixando uma certa saudade, e não desgastando o formato, espero que volte!!! Merecemos :)

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Não vi nenhum episódio desta temporada. Pelas suas considerações dá para se ter uma ideia do quanto foi divertida. Sem dúvida, estamos precisando de programas de humor de qualidade, pois os atuais chegam a irritar de tanta bobeira. Talvez por isso não me animei a assistir ao "Tá no Ar". Quase não vi nada da primeira temporada, por isso fiquei com preguiça de assistir à segunda, pois não dei crédito às chamadas. Caso haja a terceira temporada vou tentar assistir.

Gostei muito de ler a sua análise a respeito.

Ótimo final de semana.

Abraço.

Anônimo disse...

A Globo tava precisando de um programa desses.

Bia Hain disse...

Oi, Sérgio, como vai?
Suuper de acordo contigo, acho esse programa muito bom! Pena que a temporada foi curtinha, acredito que justamente para não desgastar o formato.
Já o zorra Total, que passa daqui a pouco, nooossa, kkkk, não aguento mais nem escutar de longe! tomara que o programa sempre volte fresco e renovado!
Abraço, ótimo domingo!

OX disse...

Sérgio, eu não acreditei quando o Adnet deu uma entrevista dizendo que a Globo tinha deixado ele muito mais livre que a MTV. Achava blefe. Mas agora entendo que ele falou isso por causa desse programa. Nem na época da MTV ele foi tão ousado e tão crítico. Fiquei ao mesmo tempo espantado e feliz em ver a emissora sem frescuras de censura. Mas triste que a audiência não tenha sido das melhores, enquanto o Zorra fica liderando folgadamente. Sua crítica ficou perfeita. Abraço.

JrGiam disse...

O "Tá no Ar" foi realmente uma das melhores novidades no humor da TV nos últimos anos. Merece uma terceira temporada, sim! Só precisa tomar cuidado com o possível desgaste de alguns quadros. O "Balada Vip" e o "Barracos da Bíblia", por exemplo, não mantiveram a graça inicial ao longo da temporada. Mas os próprios roteiristas do programa parecem se dar conta disso, já que sempre houve uma espécie de revezamento semanal de quadros. O próprio "Jardim Urgente" não ia ao ar toda semana(ou só fazia uma aparição de segundos durante a "zapeada" de canais) exatamente pra não cansar, já que era praticamente o único quadro longo do programa. Enfim, no meio de tantos humorísicos desgastados e sem graça, o "Tá no Ar" foi um oásis de divertimento!

MARILENE disse...

Sergio, pelo que escreveu, nota-se que há humor bem feito nesse programa. Ainda não o vi (rss), mas sua postagem é inspiradora. Bjs.

Uma Interessante Vida disse...

Fazia tempos que a Rede Globo não exibia nada legal, Sérgio. Também estou gostando desse programa.

Ah! sumi daqui, pois não sei por qual motivo, mas as vezes seu blog travava para mim... enfim, hoje consegui comentar. bjs

Gabriel disse...

É sem dúvida o melhor humorístico no ar na TV aberta primeiro pq foge daquele tipo de humor com bordão que já mais que cansou. Outro grande mérito do programa é o humor crítico e inteligente mais do que isso ser um programa de TV que critica e ri da propria tv. Sem censura falando de tudo e todos e o mais surpreendente disso tudo é que estamos falando de um programa da TV Globo, veja só, emissora que tem fama de controladora,que não cita nada q não seja da propria, nem brinca ou fala mal de si,legal né ver essa mentalidade da emissora mudando.
Mas o horário ainda é mt tarde acho q o programa merecia mais destaque quer dizer não sei como anda a audiência do programa, mas tem não dá para esperar mt coisa no horário em q passa. Podia tentar na próximatemporada arriscar e botar depois da novela no lugar desse novo pprograma de humor q estreou as quintas bem chato por sinal.

Sérgio Santos disse...

Foi épico msm, César.

Sérgio Santos disse...

Foi bom demais mesmo, João!

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Olimpia! E é verdade, duvido que as outras emissoras tolerariam tanto deboche contra elas mesmas como a Globo tolerou com o Tá no ar. Eu, por exemplo, jamais imaginaria uma coisa dessas. E vamos torcer pra ter mais uma temporada pq o humor merece.

Sérgio Santos disse...

Verdade, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Será, Yasmin? Tomara que não. Pq esse programa não pode sair do ar tão cedo, tem muita coisa pra sacanear ainda.

Sérgio Santos disse...

Vão colocar o Na Moral, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Paula, e eu concordo com vc.

Sérgio Santos disse...

Boa semana, Chica. bjs

Sérgio Santos disse...

Eu tb espero que tenha, Ed. Mas eu acho que fixo não teria como pq imagine o trabalho que deve dar fazer aquilo tudo e ainda por cima coisas tão curtinhas. Não daria como. Mas temporada tinha que ter e muitas, por isso torço pra uma terceira, quarta, enfim... Tb nunca pensei que a Globo fosse ser tão liberal como foi.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Kauê. E tb espero que volte pq merecemos mesmo!

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Vera. O programa é infinitamente superior a qlq outro. E tente ver ao menos na internet a sátira da abertura de Vale Tudo. Ficou espetacular. bjs

Sérgio Santos disse...

Tava mesmo, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Oi Bia, foi mt bom msmo. E tão dizendo que o Zorra voltará renovado em maio e no estilo Tá no Ar. Eu só acredito vendo. bjsss

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, OX. Isso foi ruim mesmo, a audiência não ter sido das melhores, mas valeu a ousadia do formato. E vamos torcer pra voltar pq merece muito. E tb achei exagero na época qd o Adnet disse que se sentiu mais livre que na MTV. Mas ele tava certo, por incrível que pareça. abçs

Sérgio Santos disse...

Isso é verdade, JrGiam, tb não vi mta graça nas continuações do Balada Vip e Barracos. Aliás, do Balada eu só ri uma vez e olhe lá. Mas é verdade, eles têm consciência disso pq evitam repetir mt e deixam aquele gostinho de quero mais. Abçs.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Marilene. bjs

Sérgio Santos disse...

Barbie, há quanto tempo! Então vc sumiu por isso? Eu estranhei seu desaparecimento. bjsss

Sérgio Santos disse...

Perfeito, Gabriel! E é verdade, debocham de tudo e de todos. Por isso foi tão bom. E até teve bordão, o Foca em mim, mas era impagável. E tomara que volte. Sobre o horário, esse ano até que começou mais cedo, mas como não correspondeu mt nos números, a Globo foi esticando a novela e atrasando tudo... abçs

Anônimo disse...

O Marcelo Adnet curtiu essa sua crítica na página do Facebook dele. Você viu?

Sérgio Santos disse...

Vi sim, anonimo. Fiquei lisonjeado.