terça-feira, 14 de abril de 2015

Os vencedores da 57ª edição do "Troféu Imprensa"

A 57ª edição do "Troféu Imprensa" foi ao ar neste domingo (12/04) e mais uma vez teve a espontaneidade de Silvio Santos como ponto alto. Apesar de muito gripado, o melhor apresentador do país fez seus deboches e conduziu a premiação com a sua conhecida competência, proferindo uma sucessão de pérolas. Não estava tão inspirado como nos outros anos (por questões óbvias), mas valeu mesmo assim. Já o time de jurados mais uma vez foi composto por figuras que sempre marcam presença, como Sônia Abrão, Leão Lobo, Décio Piccinini, Flávio Ricco, Ricardo Feltrin, entre outros.


Infelizmente, as injustiças viraram rotina no "Troféu Imprensa", uma vez que o esquema de votação para a classificação dos três finalistas é feita exclusivamente pela internet e o vitorioso de cada categoria é escolhido por cinco jurados, selecionados aleatoriamente. Esta soma de fatores acaba implicando em um festival de erros que já deveria ter sido solucionado. Mas em todo ano as mesmas situações são repetidas e nada é feito para mudar, o que deixa a premiação cada vez mais enfraquecida.

Porém, apesar do equívoco em várias indicações, alguns vencedores mereceram ganhar o troféu e, como programa de entretenimento, o formato ainda consegue prender a atenção. As gratas surpresas deste ano foram Marcos Caruso e Mariana Ximenes, que estiveram no palco com Silvio.
Ele foi pegar seu troféu pelo grande desempenho em "Páginas da Vida" (onde viveu o amoroso Alex) e ela, com sua costumeira simpatia, marcou presença para levar dois troféus (Imprensa e Internet) em virtude do show de atuação que deu em "Passione", quando interpretou a diabólica Clara, sua primeira vilã e melhor o papel da carreira.

Mariana ainda fez questão de dizer que começou no SBT, na novela "Fascinação", escrita por Walcyr Carrasco, autor que lhe deu uma de suas melhores personagens anos depois: a mocinha Ana Francisca, em "Chocolate com Pimenta". Ela falou com muito carinho dele e de Silvio de Abreu. Foi uma bonita participação, pois mostrou (além da humildade e simpatia) que Mariana não nega suas origens e ainda é grata por tudo o que conquistou.

Entre os vencedores deste ano, Eliana faturou merecidamente como Melhor Apresentadora (Imprensa e Internet) e concorreu com Regina Cazé e Sabrina Sato. Mas a ausência de Fernanda Lima não foi justa. Já na categoria Revelação, Isabella Santoni ganhou. E foi prazeroso ver esta menina tão talentosa recebendo um justo reconhecimento pelo seu ótimo trabalho em "Malhação Sonhos" na pele da esquentadinha Karina. Rafael Vitti, outro merecedor, concorreu com ela, além de Sam Alves (vencedor do Troféu Internet). Aliás, a presença de Sam foi absurda, pois ele foi revelado em 2013 e não em 2014. Bruna Hamu, Anaju Dorigon, Jesuíta Barbosa, Conrado Caputo, Gabriel Godoy e Paula Barbosa, por exemplo, mereciam bem mais.

Na categoria Novela, foi lamentável não ver "Meu Pedacinho de Chão" e "O Rebu" entre as finalistas, pois as duas foram, sem a menor sombra de dúvida, as melhores e mais caprichadas novelas de 2014. "Chiquititas", "Império" e "Malhação Sonhos" (que o SBT equivocadamente juntou com a fraca temporada 'Casa Cheia' quando exibiu o clipe) concorreram e os jurados premiaram a trama de Aguinaldo Silva. Já o Troféu Internet foi dado para "Malhação" ---- merecidamente, uma vez que a história de Rosane Svartman e Paulo Halm segue muito bem escrita, repleta de talentos, atrativos conflitos e bons personagens.

Paula Fernandes venceu como Melhor Cantora e levou o Troféu Imprensa e o Internet, vencendo Anitta e Cláudia Leitte. "De Frente com Gabi" (atração do SBT já extinta) faturou como Melhor Programa de Entrevista, derrotando o "Programa do Jô" e o "The Noite", este vitorioso na internet. Já Rodrigo Faro ganhou os dois troféus como Melhor Apresentador, concorrendo com Luciano Huck e Celso Portiolli. Entre os finalistas, ele realmente foi o mais merecedor, mas Silvio Santos deveria ter concorrido e vencido. Havaianas, OLX e Vivo disputaram como Melhor Comercial, onde a empresa de celulares triunfou na escolha dos jurados, enquanto a de compra e venda levou a melhor, coerentemente, na internet.

O vitorioso na categoria Melhor Programa de Auditório, como não poderia deixar de ser, venceu o "Programa Silvio Santos", derrotando "Eliana" e "Caldeirão do Huck". A atração do SBT é um dos trunfos da emissora e ainda ameaça a Globo, mantendo uma tranquila vice-liderança. Mas na internet o programa da Eliana foi vencedor. Gustavo Lima, Luan Santana e Chay Suede disputaram na categoria Melhor Cantor e o Gustavo ganhou pelo jurados e o Luan pela internet. Aliás, a categoria Cantor/Cantora nem deveria fazer parte das premiações televisivas, pois fogem ao tema.

William Bonner venceu como Melhor Apresentador de Telejornal, concorrendo com a polêmica Rachel Sherazade e Marcelo Rezende. Resta saber a razão para a ausência de Ricardo Boechat, Sandra Annenberg, Renata Vasconcellos, entre outros, e a presença de Marcelo, já que o "Cidade Alerta" não é um telejornal. E, por mais absurdo que possa parecer, o mesmo programa foi finalista da categoria Melhor Jornal, mas perdeu para o "Jornal Nacional" (assim como Bonner, vencedor também na internet), que derrotou ainda o "SBT Brasil". Mas o "Jornal da Band" merecia ter concorrido.

Lília Cabral foi escolhida pelo juri como Melhor Atriz e disputou com Marina Ruy Barbosa e Juliana Paiva. Marina e Juliana são talentosas e mereceram o reconhecimento, mas não ter Cássia Kiss, Patrícia Pillar, Marjorie Estiano e Drica Moraes como finalistas, por exemplo, foi um absurdo. Marina ganhou na internet, o que também não foi justo em comparação com a grande Lília, que esteve primorosa na pele da Maria Marta, em "Império".

E Alexandre Nero foi eleito o vitorioso na categoria Melhor Ator, tanto pela internet, quanto pelos jurados. Premiação mais do que merecida por sua atuação como o arrogante comendador José Alfredo de Medeiros, na história de Aguinaldo Silva. Ele concorreu com Rodrigo Simas e Arthur Aguiar, dois jovens que já comprovaram que têm talento e vêm se firmando na carreira. Porém, como não ter Osmar Prado, Tony Ramos, Othon Bastos, Irandhir Santos, entre outros, como finalistas? Este tipo de situação deixa o "Troféu Imprensa" desacreditado.

Outro momento que deixou a desejar foi a escolha de Melhor Humorístico. "A Praça é nossa", "Pânico na Band" e "Zorra Total" concorreram, onde o programa do SBT foi eleito pelos jurados e a atração da Band foi escolhida pelos internautas. Mas a grande questão foi a ausência do "Tá no Ar", a melhor estreia de um formato de humor na Globo em anos. É no mínimo questionável o desgastado "Zorra" estar presente e este ótimo produto de Marcelo Adnet, Marcius Melhem e cia ser ignorado.

Infelizmente, todo ano são feitas críticas em cima dos critérios ultrapassados e equivocados do "Troféu Imprensa", mas Silvio Santos e os envolvidos na realização do prêmio não estão muito preocupados em mudar. Entretanto, a premiação ainda funciona como reconhecimento de alguns bons trabalhos e desperta atenção como programa em virtude das pérolas do sempre genial Silvio. Apesar de algumas injustiças e muitas ausências sentidas entre os indicados, vários premiados mereceram o troféu e resta torcer para que o formato seja reformulado o quanto antes, ainda que a chance da mudança ocorrer seja remota.

44 comentários:

Gustavo disse...

Nunca mais falo mal do prêmio do Faustão na minha vida!

Felipe disse...

Eu estou perplexo. Não tinha visto esse ano e a lista dos finalistas é constrangedora! Que prêmio é esse? Isso faz aquela porcaria do Faustão parecer um Oscar. Daí, eu parabenizo, a Lilia, a Isabella e o Nero. SÓ.

Anônimo disse...

Nossa Sérgio, acho q vc nem precisava escrever um texto sobre o Trofeu Imprensa, nem vale a pena lembrar dessa premiaçao, conseguiu ser pior que o Melhores do ano do Faustao, enquanto as votaçoes estiveram em maos dos fãs clubes sempre veremos situaçoes bizarras como essa.
Fora que ganhar o trofeu imprensa é o mesmo que não ganhar nada visto que o vencedor leva anos para buscar o seu premio, me chamou atencao o fato de Marcos Caruso recolher o trofeu depois de 9 anos, eu nao teria paciencia pra esperar tudo isso.
Com razao tenho sempre lido por ai que o APCA é a melhor premiaçao, agora estou entendendo muito bem o porque e nao é para menos. Torcendo para que mudem essa situaçao o mais rapido possivel

Luma Rosa disse...

Oi, Sérgio!
Louvável a existência dessa premiação no Brasil. Acho que é a única, não?
Acho estranho algumas indicações, como Chay Suede cantor. Sabemos que ele canta, mas ser indicado para essa categoria é o fim da picada. Ele é um cantor pífio. Assim como a Sabrina Sato é uma aprendiz de apresentadora...
Beijus,

Anônimo disse...

Um prêmio onde Sonia Abrão, Leão Lobo, Nelson Rubens e uma legião de fã-clubes de internet ditam os vencedores não pode ser levado a sério.

Fernanda disse...

Lília Cabral, Isabella Santoni, Alexandre Nero e William Bonner mereceram, mas o resto eu achei coisa de amador. Como ignoraram O Rebu e Meu Pedacinho de Chão que foram as melhores disparadas do ano passado? E olha que eu nem gostei muito do Pedacinho, mas reconheço a beleza estética e a inovação da trama. Mas das indicadas, que ganhasse Malhação porque tá bem melhor do que foi Império e do que é Chiquititas. Os 3 humorísticos selecionados foram de uma piada muito sem graça. Tá no Ar não entrou? E Marcelo Rezende e Schrazade concorrendo com Bonner? Que vergonhoso! Concordo com vc, está mesmo na hora de mudar esse método horrível de votação. Mas pelo visto só quando o Silvio morrer...

Anônimo disse...

Kkkkk, o povo aqui acha que esses troféus projac que tem por ai onde só as produções da ex-poderosa são indicados é que valem alguma coisa. Tá certo que há injustiças e opiniões meio por fora mas a realidade é que no brasil não há um único premio pra televisão que possa ser levado a serio. Os da globo eu nem considero porque pra essa emissora só existe ela mesma na TV. Outros genéricos por ai patrocinados pela ex-poderosa idem. Pelo menos no troféu imprensa temos um pouco da resposta do que o publico assiste e gosta, nem sempre o melhor. E se o cenário musical, cultural e artístico hoje é péssimo, óbvio que os indicados nunca serão nenhuma maravilha. Mas valeu mesmo pelo impagável Silvio Santos.

Henrique disse...

Não dá pra deixar nas mãos da internet a classificação dos finalistas. Precisa que os jurados escolham. E que TODOS VOTEM. Escolher só cinco por rodada não faz o menor sentido e ainda prejudica os finalistas pq vai que na rodada da vez os jurados que não gostam e determinado programa são escolhidos quando o próprio está lá? O prêmio respeitado é o APCA mesmo, o único.

Anônimo disse...

Legal a Ximenes não negar suas origens. Poucos atores fazem isso. O Silvio é excelente mesmo gripado.

Matheus Nogueira disse...

Sérgio,o Sílvío é rei e não tem como negr.na minha visão a indicação da Anitta foi ridícula,do Sam Alves tb foi ridícula.
Jrados:Zé Armando mostrou q é competente,Keila Jimenez e Cristina Padiglione também foram bem.Paulo Cabral e Valença Sotero não comprometeram.Flávio Ricco e Ricardo Feltrin foram mal.e Décio Piccinini,Sônia Abrão,Leão Lobo e Nelson Rubens mostram q de televisão não sabem nada. resumindo:o Troféu imprensa continua ultrapassado com equívocos desde os critérios para escolher os indicados até a ´´manutenção´´do júri.

paulo disse...

Não é o troféu imprensa que é ruim, tudo atualmente esta ruim. Novelas, musicas, "cantores", tudo!!! O premio é pra quem se destacou no ano anterior, então é o que temos pra hoje. Pelo menos é melhor que as premiações do Faustão que ignoram outros canais.

Lilly Silva disse...

Esse ano quando fiquei sabendo do troféu, já era na segunda-feira...
Como estou com a cabeça nas nuvens...
Tenhas uma bela tarde!!!
Beijos e beijos

http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

Reinaldo SP disse...

Olá Sérgio, foram poucos os pontos positivos que vi nessa premiação, depois do que vi no Melhores do Ano e agora (no Troféu Imprensa) não nos resta nenhuma dúvida de que atualmente a melhor premiação do Brasil atende pelo nome de APCA.
As vitórias de Lilia Cabral, Alexandre Nero e Império não foram injustas, mas temos que levar em consideração de que estes praticamente não tiveram concorrentes a altura, foi uma vitória automática. Seria tão maravilhoso ver Lilia Cabral concorrer com Cássia Kiss, Patrícia Pillar, ou até mesmo Drica Moraes, da mesma forma que ver Alexandre Nero concorrer com Irandhir Santos, Tony Ramos ou Osmar Prado. Tenho certeza de que teríamos uma disputa bastante acirrada caso os concorrente fossem outros.
Hoje em dia, o Troféu Imprensa se tornou a premiação mais fraca do país. As premiações Extra, Quem e Melhores do Ano, de certa forma ainda possuem uma certa credibilidade pelo simples fato dos candidatos não serem selecionados mediante internet (o Quem recentemente conseguiu ser mais justo) mas, claro, não chegam perto do APCA.
E uma última coisa, foi muito prazeroso ver Mariana Ximenes junto de Silvio Santos (mesmo ela recolhendo um prêmio atrasado), essa sim foi uma das cenas que dificilmente conseguiremos esquecer algum dia e, na minha opinião, foi o momento mais impactante (ou até mesmo o único) da premiação. Abraços.

MARILENE disse...

Sergio, só através de suas considerações fico sabendo o que acontece (rss). Não vejo o resultado dessas premiações e nem confio nas escolhas. Sua alusão à forma como Mariana Ximenes se comportou me passou a ideia de um momento especial. Bjs.

Karina disse...

Oi Sérgio!
Pelo menos esqueceram de "Em Familia" rs

Maxxi disse...

Primeiro ano da minha vida que não assisti à premiação e fiquei boquiaberto com os resumos dos resultados aqui, Sérgio...

Primeiramente, os finalistas da Internet estão absurdos... Lília Cabral concorrendo com Juliana Paiva? Acho esta última uma graça, porém para concorrer com Lília, ou tinha de ser Patrícia Pillar (O Rebu) ou Cássia Kiss (essa preciosidade faz tantas novelas, mas raramente é lembrada) ou mesmo Juliana Paes, que mereceu destaque pela sua atuação primorosa na novela do Benedito.

E esses competidores do Alexandre Nero? Parece combinação para facilitar sua vitória. Decerto, Alexandre foi o melhor ator, mas teve tantos homens que poderiam estar concorrendo com ele.

Outro absurdo foi Chay Suede como cantor num ano em que ele despontou sua carreira de ator. Ah! Tantos absurdos que fica difícil até de predispor a criticar. Gostava tanto do Troféu Imprensa, que agora o que sobra dele não é mais a credibilidade de outrora, mas as piadas do Sílvio que repercutem na imprensa.

Maxxi disse...

Sérgio, posso fazer um pedido como leitor assíduo?

Por favor, faça um daqueles resumos de novelas inesquecíveis da novela que mais amei: Xica da SIlva, a novela que mais amei ver na TV. Nesse ano ela faz 19 anos e adoraria ler um novo resumo feito por você! Obg!

Anônimo disse...

Se esse prêmio fosse exibido na Globo é claro que o Paulo falaria horrores, mas é no SBT aí ele consegue até defender. Um prêmio onde Marina Ruy Barbosa ganha de Lilia Cabral, Zorra Total é finalista de humor, Cidade Alerta é classificado como telejornal...

Ed Taborda Assunção disse...

Nossa Sérgio, que premiação horrível. Nem vi. Faz tempo que esse Troféu Imprensa perdeu a credibilidade. Acho o método como eles escolhem os vencedores tudo muito errado. Rodrigo Simas, Juliana Paiva, Cidade Alerta, Zorra Total entre os finalistas? Esses dois atores até são bons mas não tiveram papéis relevantes para concorrer a prêmio de melhores atores. Zorra Total é um programa horrível que já devia ter acabado faz tempo e o Cidade Alerta é de um sensacionalismo só. Eliana, Sílvio Santos e William Bonner mereciam ganhar mesmo por que são bons. Prêmio de melhor cantor eu nem considero mais por que todo ano é sempre a mesma coisa, nunca muda os cantores. Pior que eu não gosto de nenhum deles. E o que o Sam Alves tava fazendo concorrendo como revelação?? Alexandre e Lília mereciam mesmo, mas Império de melhor novela? Sei não.
Pelo menos foi bom saber que Marcos Caruso e Mariana Ximenes estiveram por lá pra ser premiados. Páginas da Vida foi a última novela do Maneco que eu gostei e o Caruso tava bom lá mesmo. Quanto a Mariana sou suspeito de falar por que ela é minha atriz favorita, mas achei a Clara a melhor personagem da carreira dela e mesmo recebendo o prêmio tardiamente foi bom. Sdds dela nas novelas, depois da Clara ela só participou de Novela ruim, mas pelo menos as personagens que ela pega sempre são boas. Queria ela em Favela Chique... Certeza que o Sílvio foi o ponto alto da atração por que ele é incrível.

Vera Lúcia disse...


Oi Sérgio,

Há muito não vejo o "Troféu Imprensa". Toda vez que eu assistia acabava discordando de algumas premiações. Você destacou muito bem acerca das eventuais injustiças que ocorrem, tendo em vista os critérios das votações.

Valeu por me inteirar do resultado da premiação-rs.

Abraço.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Só gostei das premiações para Império, Sérgio.

Sérgio Santos disse...

Eu ri, Gustavo. rs

Sérgio Santos disse...

Felipe, o esquema de votação precisa mudar, mas eles não ligam.

Sérgio Santos disse...

Isso é mesmo, anonimo, o APCA é o mais respeitado, sem dúvida.

Sérgio Santos disse...

Não é não, Luma, tem várias. E é verdade, os esquemas de votação prejudicam. bj

Sérgio Santos disse...

Mas esse prêmio já foi mt bom, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Fernanda, nem fale isso pq o Silvio é genial. O dia da sua morte será uma tragédia pra televisão. Mas é vdd, a votação precisa mudar. Os jurados têm que selecionar os finalistas e deixar a internet escolher no troféu internet. E todos os jurados têm que votar, não só cinco por vez. Aí complica. E concordo com td o que vc escreveu.

Sérgio Santos disse...

O APCA é mt respeitado.

Sérgio Santos disse...

Exato, Henrique.

Sérgio Santos disse...

A Mariana Ximenes é incrível, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Matheus, complicado.

Sérgio Santos disse...

Não é o que temos pra hoje, Paulo, muitas situações ficaram sem o menor sentido.

Sérgio Santos disse...

Ah, Fernanda, concordo, ignorar Meu Pedacinho de Chão e O Rebu que foram as melhores novelas do ano passado disparadamente, foi difícil de engolir.

Sérgio Santos disse...

Td bem, Lilly. bjs

Sérgio Santos disse...

Reinaldo, desculpe a demora em responder. E pra variar eu assino embaixo do que disse. Perfeitas colocações! Tb achei a Mariana no palco o momento mais bacana.abçs

Sérgio Santos disse...

Pelo menos eu te informo, Marilene. rs bjão!

Sérgio Santos disse...

É mesmo, Karina... rs

Sérgio Santos disse...

Oi Maxxi! pois é, esses esquemas de votação precisam mudar. Deixe a internet pro Trofpeu Internet, mas que os jurados escolham os finalistas e votem. Eu nem culpo os fãs pq eles têm direito de votar nos ídolos, mas cabe ao programa mudar isso. E obrigado pela sugestão de Xica da Silva. Pensarei com carinho! =) abção!

Sérgio Santos disse...

Cidade Alerta como telejornal foi puxado, anonimo...

Sérgio Santos disse...

Oi Ed. Tb acho a Clara a melhor personagem da Mariana. E o criterio de escolha pros finalistas é mt falho, mas não se preocupam em mudar. O Silvio foi o ponto alto msm, até gripado. abçssss

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Vera. de nada. rs bjs

Sérgio Santos disse...

Entendo, Elvira! bjs

BIA disse...

Olá Sérgio!

Aqui no seu blog a gente fica atualizada sobre tudo o que acontece neste meio! Infelizmente injustiças é o que mais acontece... mais um reflexo do Brasil!
Tenha uma boa semana! :)

Bjs

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Bia. =) bjs