sábado, 4 de janeiro de 2014

O que a televisão reserva para o telespectador em 2014

O ano está começando e, como de costume, várias novidades estrearão em 2014. Algumas produções parecem promissoras e outras nem tanto. Alguns profissionais mudaram de emissora, novas novelas começarão, série inéditas estão sendo produzidas, enfim, todos os canais (uns mais e outros menos) tentarão conquistar o telespectador, que está a cada dia mais exigente. Vamos aos produtos que estão programados para o ano que se inicia.





"Amores Roubados".
Com texto de George Moura e supervisão de Maria Adelaide Amaral, a série, que estreia no dia 6 de janeiro na Globo, tem apresentado chamadas primorosas e repletas de sedução e suspense. Com um grandioso elenco e protagonizada por Isis Valverde e Cauã Reymond ---- alvos de uma polêmica envolvendo a separação do ator com Grazi Massafera ----, a produção é inspirada em uma série de histórias publicada em jornais no início do século passado e tem tudo para repetir o sucesso de "O Canto da Sereia".


"Doce de Mãe".
O telefilme dirigido por Jorge Furtado, responsável pela vitória de Fernanda Montenegro no Emmy Internacional, virará série na Globo. A história da adorável Dona Picucha entrará na grade da emissora, para a alegria dos telespectadores que se encantaram e se emocionaram com aquela vovó de bem com a vida. Estreia dia 30 de janeiro, após o "BBB14".








"Big Brother Brasil 14".
O reality mais amado e odiado do país estreia sua décima quarta edição com fôlego de sobra. Não há como saber se o programa será ótimo ou não, uma vez que depende dos participantes, entretanto, essa nova temporada apresentará uma inusitada e ousada novidade: Valdirene (Tatá Werneck), de "Amor à Vida", ficará 12 horas na casa se comportando como uma participante qualquer. Será a primeira vez que o setor de teledramaturgia se integrará com o reality show. Promete. Estreia dia 14 de janeiro.


"Sai do Chão".
Uma espécie de "Jovens Tardes" mesclado com "Estação Globo", programas musicais já extintos da emissora. Cada domingo haverá um apresentador diferente e foram escolhidos para a missão: os onipresentes Thiaguinho, Naldo e Anitta, além de Luan Santana, Paula Fernandes e Jorge e Mateus. A atração cheira a déjà vu. Estreia dia 5 de janeiro.



"Serra Pelada".
Mais uma vez a Globo optou por desmembrar um filme e transformá-lo em microssérie. A atitude reflete uma preguiça da emissora em produzir algo inédito e o filme em questão ---- assim como "Xingu" e "Gonzaga: de pai para filho" ---- não combina em nada com um formato desses, ao contrário de "O Tempo e o Vento", que foi produzido juntamente com o objetivo de virar minissérie. Porém, valerá para conferir as atuações de Júlio Andrade, Juliano Cazarré, Wagner Moura e o elogiado desempenho de Sophie Charlotte na pele de uma prostituta.


"A Teia".
Prevista para 2013, a produção acabou tendo sua estreia adiada. Porém, em 2014 essa atraente produção finalmente será exibida. Com locações na Chapada dos Guimarães (MT), a história policial é protagonizada pelo ético Policial Federal Jorge Macedo, vivido por João Miguel. Seu objetivo será capturar o perigoso criminoso Marco Aurélio (Paulo Vilhena), que namora uma linda ex-prostituta (Andreia Horta). Escrita por Bráulio Mantovani e Carolina Kotscho, a série tem tudo para ser tão boa quanto a ótima "Força - Tarefa". Estreia dia 28 de janeiro.


"Amor Veríssimo".
Nova série do GNT, que estreia dia 8 de janeiro, apresenta várias crônicas sobre relacionamentos amorosos escritas por Luis Fernando Veríssimo. Dirigida por Artur Fontes e produzida pela Conspiração, o seriado terá 13 episódios e contará com nomes como Fernanda Paes Leme, Luana Piovani, Gabriela Duarte, entre outros. Parece interessante.


"Sabe ou não sabe?".
Estreia de André Vasco na Band (dia 6, às 15h50), após permanecer anos no SBT comandando programas como "Astros" e "Qual é o seu talento?". A atração é importada de Israel e já foi produzida em vários países. O apresentador (no caso André) procura transeuntes dispostos a responder a seis perguntas sobre conhecimentos gerais, em busca de um prêmio de 3 mil reais. As perguntas 'sabe', a pessoa precisar acertar, já na 'não sabe', precisa escolher alguém que ela tenha certeza que irá errar. O formato não é novidade e dificilmente fará sucesso. A chance de se esgotar em poucas semanas é grande.


"Em Família".
Última novela de Manoel Carlos no horário nobre. Depois o grande autor se dedicará exclusivamente às minisséries. A trama terá três fases e será protagonizada por Júlia Lemmertz, que viverá a última Helena para fechar um ciclo, iniciado por sua mãe, Lilian Lemmertz, que foi a primeira Helena de Maneco. O núcleo que promete render e muito é o de Giovanna Antonelli, que se envolverá com uma mulher (Tainá Muller), após largar o marido (Reynaldo Gianecchini). Resta torcer para que o autor escreva uma história tão fascinante quanto as de "História de Amor", "Por Amor", "Laços de Família" e "Mulheres Apaixonadas" e que fique longe de repetir as fracas "Páginas da Vida" e "Viver a Vida".


"Tá no ar".
Após fracassar em "O Dentista Mascarado", Marcelo Adnet ganhará um novo programa na Globo. Ele e Marcius Melhem serão os responsáveis pelo roteiro e protagonizarão o formato, que satirizará todos os programas populares e atrações da própria Globo. Resta saber se terá graça. Estreia dia 10 de abril.



"O Caçador".
Seriado policial, escrito por Marçal Aquino e Fernando Bonassi, que já começou a ser gravado e será protagonizado por Cauã Reymond, tendo ainda Alejandro Claveaux (irmão do protagonista) e Cléo Pires, formando um triângulo amoroso. Cauã interpretará um caçador de recompensas que mata bandidos e resolve crimes em troca de dinheiro. Dirigido por José Alvarenga Jr., o projeto ainda não tem data de estreia. Sem dúvida, parece ser uma grande produção.



"Caras & Bocas".
Após a re-reprise de "O Cravo e a Rosa" ----- que novamente fez um grande sucesso e chegou a marcar mais audiência que as inéditas "Joia Rara" e "Além do Horizonte" -----, será substituída por outro ótimo trabalho de Walcyr Carrasco. A novela das sete que obteve uma grande audiência será reprisada, reforçando a força de Walcyr no "Vale a Pena Ver de Novo". Praticamente todas as suas produções já foram reprisadas no horário. Pelo potencial da história, promete repetir o sucesso, e ainda será útil para rever o melhor trabalho de Isabelle Drummond na televisão, interpretando a topetuda Bianca ("É a treva!").


Danilo Gentili no SBT.
O apresentador, que foi o único integrante do "CQC" bem-sucedido fora da atração, deixou a Band e foi para o SBT. Após o sucesso do "Agora é tarde", Danilo se aborreceu com algumas atitudes da emissora e aceitou a proposta da concorrente, levando toda a sua trupe com ele --- com exceção de Marcelo Mansfield. Porém, isso implicou em uma quebra de contrato e o humorista saiu 'queimado' da Band. Resta saber se seu novo programa no SBT conseguirá se manter no horário fixado, já que Silvio Santos voltou a mexer constantemente em sua grade. Mas, independente disso, há grandes chances de Danilo repetir o bom desempenho na nova casa.


Nova Temporada de "Malhação".
Rosane Svartman voltará a escrever a história, sendo acompanhada por Paulo Halm. E Glória Barreto supervisionará. Ou seja, a Globo resolveu escalar novamente as duas autoras responsáveis pela ótima vigésima temporada, protagonizada por Lia, Fatinha, Ju, Gil, Bruno, Orelha e cia. Decisão muito acertada, já que a atual temporada é um grande erro. Se a dupla e Paulo conseguirem escrever uma trama tão boa quanto a da fase passada, o público adolescente não terá do que reclamar.


"Vitória".
Trama de Cristianne Fridmann que substituirá "Pecado Mortal" na Record. A novela terá a missão de reerguer o ibope do horário, uma vez que a obra de Carlos Lombardi já pode ser considerada um fracasso. E com um agravante: foi uma das produções mais caras da emissora, mas chegou a dar menos Ibope que "Balacobaco" e "Dona Xepa", dois fracassos anteriores e menos custosos. Resta saber se a história da autora terá a mesma boa produção e ótimo elenco da trama de Lombardi.


"A Segunda Dama".
Heloísa Périssé protagonizará uma série cômica, onde viverá gêmeas. Pelo pouco do que foi divulgado, a história será em torno de uma gêmea que ocupa o lugar da outra, que é primeira dama. Uma trama teoricamente comum, mas que pode render momentos engraçados. Isabel Muniz, Paulo Amaral e a própria atriz escreverão o roteiro e  texto será supervisionado por João Emanuel Carneiro.



"Geração Brasil".
Novela das sete que substituirá a fracassada "Além do Horizonte". Izabel de Oliveira e Filipe Miguez, autores do sucesso "Cheias de Charme", terão a árdua missão de reerguer a audiência do horário, que já andava em baixa, mas que ficou ainda pior com a atual trama que retrata a busca pela felicidade. O elenco será quase igual ao da primeira novela da dupla e, de acordo com o que vem sendo divulgado, a história --- protagonizada por Humberto Carrão e Chandelly Braz ---- será em volta de uma emissora de televisão e também terá a internet e reality show como temas. O ótimo elenco ainda conta com nomes como Isabelle Drummond, Cláudia Abreu, Taís Araújo, Aracy Balabanian, Sérgio Guizé, Renata Sorrah, entre outros. Tem potencial para fazer sucesso.


"Meu Pedacinho de Chão".
Mais um remake de Benedito Ruy Barbosa. A trama substituirá "Joia Rara" e não promete grandes surpresas. Pelo contrário. O autor já reescreveu todos os capítulos e os entregou à Globo, ou seja, se houver alguma rejeição, será difícil mudar. Essa situação lembra muito a época que o SBT produzia novelas e concluía toda a trama antes mesmo dela ir ao ar. Porém, no caso da emissora de Silvio Santos, as gravações também eram concluídas antes. E é uma pena que Benedito tenha desistido de escrever uma obra inédita. Todas suas últimas obras foram remakes e de novelas dele. Vide "Cabocla", "Sinhá Moça" e "Paraíso". A novidade mesmo do folhetim será a presença de Bruno Fagundes, filho de Antônio Fagundes, que estreará em uma novela. Ao que tudo indica, a história terá a talentosa Bruna Linzmeyer de mocinha. Mas se seguir o padrão do autor, o folhetim será arrastado e sem grandes acontecimentos.



"Os Experientes".
A série ---- escrita por Márcio Alemão Delgado e dirigida Fernando Meirelles e seu filho Quico Meirelles ---- gira em torno de personagens mais velhos, acima dos 70 anos. Com coprodução da O2 Filmes, o formato parece ser bem interessante e diferenciado. Lima Duarte, Juca de Oliveira, Tarcísio Meira, Joana Fomm, Rolando Boldrin, Selma Egrei, Karin Rodrigues e Othon Bastos já foram cotados para integrar o elenco.



"O Rebu".
Nova novela das onze. O remake da ousada trama de Bráulio Perdroso, que se passa em apenas dois dias e envolve o mistério de um assassinato, será escrito por George Moura e dirigido por José Luiz Villamarim, dupla responsável pela série "Amores Roubados". Protagonizada por Tony Ramos e Patrícia Pillar, a novela promete engrandecer a grade da Globo.




"Milagres de Jesus".
Mais uma série bíblica da Record. Contará com nomes como Beth Goulart, Leonardo Brício, Roberta Gualda, Milhem Cortaz, Rafaela Mandelli, entre outros. A produção terá 16 episódios independentes, onde cada um terá início, meio e fim. Mas, segundo o que vem sendo divulgado, a emissora encontra dificuldades financeiras para produzir as tramas e chegou a romper com a 'Academia de Filmes', parceira que inicialmente seria a responsável pela coprodução. Essa era a primeira vez que a Record apostava em uma parceria para cortar custos, porém, não deu certo. A estreia está marcada para o fim de janeiro, mas provavelmente será adiada em virtude desse problemas.


"Quem quer casar com meu filho?".
Adriane Galisteu gravou a temporada desse reality show, que estreará no dia 6 de janeiro, antes de se desligar da Band. Adriana fará o papel de cupido para ajudar a encontrar a alma gêmea de cinco rapazes, sendo que um deles é homossexual. Claro, como o título diz, a opinião das respectivas mães será vital para o sucesso do par. É um formato cansativo e que tem cheiro de passado. Porém, foi escolhido pela emissora para cobrir as férias do "CQC", já que o constrangedor "Mulheres Ricas" não terá continuação.


"A Grande Família".
Será o último ano da longeva série. Após muitos anos de sucesso, a produção começou a dar sinais de desgaste, apesar de manter a qualidade de sempre. Resta torcer para que, em respeito aos 13 anos que ficou no ar, o último ano seja inspirador para a Família Silva e que ela se despeça em grande estilo.




"The Voice Brasil".
A terceira temporada do reality já está confirmada e é quase certo que vá ao ar no mesmo horário de 2013: toda quinta, após a novela das nove. Provavelmente repetirá o sucesso e a boa repercussão das duas temporadas anteriores. Resta torcer para que o formato de votação mude e o nível dos participantes seja alto.



Sabrina Sato na Record.
Após 10 anos no "Pânico", Sabrina deixou o humorístico em meio a uma saia justa. Os integrantes simplesmente fingiram que ela nunca existiu e ignoraram a saída da musa do programa. Já a Band, não perdoou Sabrina e nem a Record, já que o contrato ia até 2015 e não foi cumprido. Porém, deixando essa polêmica de lado, resta saber se Sabrina terá capacidade para comandar uma atração dominical, como a emissora dos bispos quer. Apesar de carismática e engraçada, Sabrina não conseguia nem fazer o merchandising do "Pânico" direito. Ou seja, precisa se dedicar muito para não ser rejeitada pelo público e criticada por seu desempenho diante das câmeras.


"Doctor Pri".
Nova série de Aguinaldo Silva. Protagonizada pela ótima Glória Pires, a trama contará a história de Priscila, uma psicóloga especializada em casos de adultério. Apesar dessa sua especialidade, a personagem nem desconfiará que é traída por seu marido (José Mayer). Depois de "Cinquentinha" e da péssima "Lara com Z", Aguinaldo voltará a investir em uma série. Se repetir o que foi feito em seu último projeto, o seriado será um grande equívoco. Porém, em virtude do bom elenco, resta torcer para que o autor esteja inspirado.


.
"Lady Marizete" (título provisório).
Alcides Nogueira escreverá com Mário Teixeira a novela que entrará no lugar de "Meu Pedacinho de Chão", remake de Benedito Ruy Barbosa. A trama será contemporânea e ambientada entre Morumbi (bairro nobre) e Paraisópolis (uma das maiores favelas de São Paulo). Embora ainda não esteja 100% confirmado ---- Rui Vilhena tem uma obra para esse mesmo horário ----, é quase certo que essa será a novela das seis que estreará mais para o fim do ano. Alcides foi o responsável pelo remake de "Ciranda de Pedra" e "O Astro", duas ótimas obras.



"Amor & Sexo".
A última temporada do programa comandado por Fernanda Lima deveria ter ido ao ar em 2013. Entretanto, devido ao grande sucesso, a atração continuará na grade da Globo e muito provavelmente repetirá a boa dobradinha com o "The Voice Brasil". Se repetir o bom humor e a ousadia exibidos no ano passado, os índices de audiência continuarão altos.



"Sessão de Terapia".
A série de maior sucesso do GNT terá uma terceira temporada. E se apresentar a mesma qualidade das duas anteriores, será mais um ano incrível para esse formato dirigido por Selton Mello. Novos personagens, novos dramas, novas histórias e antigos dilemas terão grandes chances de manter o telespectador preso diante da televisão.


Copa do Mundo.
Obviamente, a Globo e a Band farão a cobertura completa do evento e isso implicará em uma alteração na grade das emissoras. No caso da Band, nada de muito difícil; porém, a Globo terá que mexer e muito em sua programação. Os maiores afetados serão "Malhação" (sairá do ar temporariamente), "Meu Pedacinho de Chão" e "Geração Brasil", que terão seus capítulos reduzidos e alguns deixarão de ser exibidos em dia de jogos. No caso da novela das sete, quando não houver exibição, os capítulos irão ao ar somente pela internet. Um atitude ousada e arriscada, já que a grande maioria da população continua vendo tevê pelo método 'tradicional'. Porém, como Filipe Miguez e Izabel de Oliveira tiveram êxito na época de "Cheias de Charme", quando o clipe das Empreguetes foi mostrado primeiramente no site da novela, não será surpresa se a dupla acertar de novo.




Não há como negar que as emissoras (principalmente a Globo, como de costume) tentarão presentear o público com várias estreias e o ano de 2014 será repleto de novidades. Entretanto, ainda é muito cedo para saber se todas as produções, que estão prestes a começar, terão mais qualidades ou mais defeitos. Só o tempo vai dizer se o telespectador estará bem servido nesse ano que se inicia, ou se o número de equívocos será maior que o de acertos.

40 comentários:

Raylan disse...

No que diz respeito à Globo, 2014 parece promissor. O primeiro passo já foi dado com a excelente "O Tempo e o Vento", e "Amores Roubados" só pelas chamadas já demonstra ser uma grande produção. As novelas desde já me enchem de ansiedade e tem tudo para reerguer a audiência, "Meu Pedacinho de Chão", apesar do ritmo pra lá de arrastado deve repetir o sucesso de "Paraíso", "Geração Brasil" pelo que foi divulgado tem cheiro de sucesso, e "Em Família", por se tratar da última do Maneco, chamará bastante atenção e promete ser um grande sucesso. "O Rebu" apesar da excelente trama e da inovação que representou para o gênero, temo que não registrará números altos de audiência e deverá ficar no mesmo patamar de "Saramandaia".
Das outras emissoras abertas só o que me chama atenção é o Danilo Gentili no SBT, o cara é muito bom e parece gostar de tv (o que deveria ser obrigatório para os trabalhadores do meio). Sabrina Sato deverá ter uma estreia boa e cair ao longo dos outros programas, apesar de carismática, ela não segura um programa sozinha.
As pessoas reclamam tanto da Globo, mas o que teríamos sem ela na TV? E esse ano ela parece disposta a agradar e reconquistar os telespectadores perdidos em 2013. Tomara.

Thallys Bruno Almeida disse...

Vou me antecipar em relação a Serra Pelada, já que vi o filme. Achei um tanto chato, pouco atraente, não gostei da forma como o Heitor Dhalia retratou um tema excelente (a corrida do ouro paraense no começo dos anos 80). O elenco está ótimo (até mesmo a Sophie Charlotte) mas a minha menção especial vai pra Júlio Andrade. O destaque que ele vem ganhando no cinema é mto merecido. E não tinha nada que adaptar esse filme pra série.

Agora vamos à lista em si.

Amores Roubados é minha maior aposta. Ísis Valverde é muito maior do que qualquer polêmica pessoal e a série promete, ainda mais com o super elenco (Murilo, Pillar, Dira e Osmar Prado, só pra ficar com alguns). Mas pelo que eu vi nas chamadas, o Jesuíno de Cordel reencarnou de volta na atuação repetitiva do Cauã, e com outra personalidade negativa - o pers. dele me pareceu bem canalha. E ainda bem que a Cássia Kiss desistiu de Amor à Vida pra entrar na série.

Doce de Mãe: outra que eu tô apostando bastante. Dona Picucha é a avó dos sonhos de muita gente e rendeu uma honraria especialíssima à nossa Montenegro.

O Sai do Chão pelo visto não tem nada de Jovens Tardes porque esse ainda era temático. É o Estação Globo reloaded sem a Ivete. E com a onda musical que temos hoje...

BBB é aquilo, é difícl ter opinião equilibrada, é uma coisa que mexe demais com o país. Sobre Valdirene no BBB, é como falei no outro artigo, preferia a Tatá Werneck em si, sem estar presa ao personagem, participando.

A Teia: estranhei ter sido anunciada na festa de programação do ano passado e ter ficado de fora. Quando eu achava que ela finalmente iria entrar, vem a surpresa da inclusão de A Mulher do Prefeito. A série tem tudo pra ser ótima, apesar de ter o Paulo Vilhena.

O Sabe ou Não Sabe da Band, eu não tenho muito a dizer, mas pode dar certo. O Quem Fica em Pé do Datena tem tido um resultado até interessante como programa. Mas é esperar pra ver, já que o André Vasco é fraco desde a MTV.

Minha desilusão com Amor à Vida me deu um gás extra pra apostar na nova trama do Maneco. A escolha da Júlia Lemmertz já se mostra acertada e o elenco em si tem gente boa, em especial o núcleo Giovanna-Tainá-Reynaldo. Quero muito que a nova trama seja boa. Uma terceira trama fraca seguida eu não aguento.

Marcelo Adnet vai ter uma responsabilidade maior agora porque em Dentista Mascarado ainda se podia livrá-lo, porque os autores eram Young e Machado. Só que agora é pra valer. Ele vai ser autor e precisa se inspirar bastante.

O Caçador: ter o Cauã Reymond de protagonista me desanimou, mas o projeto me parece bom e a escolha do Claveaux compensou isso. Lembro que a Nanda Costa seria protagonista dessa série (não sei se a Cleo Pires entrou no lugar dela ou vai fazer outra personagem).

Caras & Bocas: Melhor novela das 7 do Walcyr de longe, fez sucesso merecido na época, mas pra quem estava esperando Cobras e Lagartos não deixa de ser uma decepção. E outra, mais uma de Walcyr? Acaba valendo pela história divertida e pelo bom elenco, mas ainda tá muito recente na memória.

Tô curioso pra saber se o Gentili vai manter no SBT a liberdade que tinha na Band. Espero que sim, mesmo com a volta da grade voadora.

Meu Pedacinho de Chão: na boa, não aposto nada. Acho até uma pena que a Juliana Paes vá voltar nessa trama. E lembro que teve uma ou duas tramas globais no começo dos 90 que usaram o mesmo esquema de ter todos os capítulos entregues antes da estreia. Vai ser muito difícil ser surpreendido, mas...

Os Experientes: já gostei da ideia original de ser protagonizada por veteranos. Acaba valorizando e dando espaço pra uma turma muito boa.

O Rebu: essa novela deve ser bem curiosa. A ação toda só leva dois dias e, pra evitar a sensação de lentidão, o tempo é todo embaralhado. Um grande quebra-cabeça que foi bastante elogiado na época. E quero muito ver isso agora.

Thallys Bruno Almeida disse...

(continua) A Sabrina é uma linda, divertida, carismática, mas "é vdd", ela não foi exposta totalmente a uma situação assim, não se sabe se ela vai ter domínio de palco pra isso. Só quero uma coisa: que a direção desse programa passe LONGEEEEEE das mãos do Vildomar - esse cara só faz o MESMO programa em qualquer coisa que faça.

MEDO dessa série do Aguinaldo Silva por tudo que ele vem fazendo de 2007 pra cá. Mas a temática é boa e Glória Pires e José Mayer são excelentes, ainda mais que o Aguinaldo sempre diferenciou os papeis dele.

Tomara que o Alcides venha logo depois do BRB. Lembro de Ciranda de Pedra e tinha um carinho especial, era gostosinha de se ver. E ainda mais que ele fez o até agora não superado remake de O Astro na faixa das 23.

Mas minha aposta novelística maior é Geração Brasil. Miguez e Isabel acertaram em cheio com CDC e têm tudo pra manter o ótimo nível ou até mesmo superar. Quero que essa novela chegue pra já!

Espero que o The Voice tenha um nível melhor mesmo e torço para a dupla com o A&S continuar.

2014 vai ser um ano difícil (ou fácil) para as novelas porque os jogos da Copa costumam ter boas médias, mas depois vem o horário eleitoral pra derrubar.

E que 2014 nos traga tudo isso pra sabermos quais serão nossas reações e ver o que vamos comentar de tudo isso. Abç!

Alexandra Amaral disse...

Mais um texto completo e bem escrito. Está de parabéns. Dessa vez vou maneirar no texto.

''Amores Roubados'' parece ser uma minissérie promissora, o elenco é ótimo, assim como a história. A chamada é épica. Fiquei sabendo agora que a MAA vai supervisionar. O texto promete ser ótimo e não subestimar a inteligência do público. Acho que será sucesso.

''Doce de Mãe'' foi um filme delicioso que eu tive o prazer de ver. Fiquei muito feliz que vai voltar como série. Será adorável ver Fernanda Montenegro e todo aquele ótimo elenco denovo.

''Big Brother Brasil'' - Nunca gostei muito do reality, as vezes dou uma olhada e me agrada um pouquinho. Valdirene será épica.

''Sai do Chão'' - Será mais uma porcaria, tenho certeza. Cheira déjà vu e a chatice também. Anitta e Thiaguinho são presenças onipresentes e irritantes na Globo. Não vou ver.

''Serra Pelada'' - Olha, não vi o filme, mas acho uma falta de criatividade transformar filmes em microsséries. O elenco é bom.

''A Teia'' - Valerá a pena assistir por conta de Andréia Horta, por que o elenco não me agrada muito, nem a história.

''Amor Veríssimo'' - Luís Fernando Veríssimo? Muito interessante. Irei dar uma olhada.

''Sabe ou não sabe?'' - Não sei nem o que é Band mais.

''Em Família'' - Tem 50% de ser boa e 50% de ser boa. Essas novelas que você citou foram mesmo ótimas, e incrivelmente, todas dirigidas por Ricardo Waddington. As fracas, dirigidas por Jayme Monjardim. Aliás, acredito que ''História de Amor'' será reprisada no VIVA, no lugar de ''Anjo Mau''. A prova, é uma cena entre José Mayer, Regina Duarte e Carla Marins (que estavam no elenco) que eu vi no ''Reviva'', que mostrava um especial do que iria ser exibido em 2014 no canal.

''Tá no ar'', olha desculpe-me, mas tem cara de ser um ''Divertics'', claro, no sentido de sem-gracisse. Não sei, temos que esperar né.

''O Caçador'' - Denovo Cauã Reymond? Que irritante.

''Caras e Bocas'' - No começo, achei um pouco equivocada a escolha, mas relembrar Isabelle falando ''É a treva'' todo capítulo é muito bom. Promete ser do mesmo nível de ''O Cravo e a Rosa'', claro, em relação à audiência.

Alexandra Amaral disse...

''Danilo Gentili'' - Bom, você já disse tudo.

''Malhação'' - Pela boa repercussão da temporada de 2012-2013, aposto que tem tudo para ser um sucesso. Rosane Svartman é muito competente.

''Vitória'' - Bom, como não desejo mal à ninguém, espero que essa trama eleve a audiência da Record. Espero que seja um folhetim bom, assim como ''Escrava Isaura'', ''Essas Mulheres'', etc.

''A Segunda Dama'' - João Emanuel Carneiro e Heloísa Perísse? Competência define. Acho que será legal.

''Geração Brasil'' - Achei um pouco estranho esse título. Mas é o que pouco importa, até pq, Av. Brasil foi um sucesso. O elenco é uma mistura de ''Sangue Bom'' e ''Cheias de Charme''. Assim espero, que seja do nível das duas. Quero momentos engraçados, hehehe.

''Meu Pedacinho de Chão'' - Olha, pode ser até um sucesso(duvido), mas eu não chegarei perto da TV às 18:30. As tramas de Benedito são muito insossas e arrastadas, o cara também não renova o estilo.

''O Experientes'' - Que primor esse elenco dessa série. Tem tudo pra fisgar o público.

''O Rebú'' - Sempre gostei da trama de O Rebú, super diferenciada. Tony Ramos e Patrícia Pillar de protagonistas é pedir pra ser um sucesso. Aliás, nos livrará de canastrões terríveis sendo protagonistas de novelas.

''Milagres de Jesus'' - Você já disse tudo.

''Quem Quer Casar com meu filho?'' - Hahahaha, só digo uma coisa, eu ri com esse formato. Ri também do seu comentário ''Cheiro de passado''.

''A Grande Família - Que pena que o seriado vai acabar. Eu sempre gostei. Mas, com o término, poderemos ver Marieta Severo e Marco Nanini em outros trabalhos na Globo a não ser esse.


''The Voice Brasil'' - Tem tudo para ser sucesso, espero que o nível seja maior do que o da segunda temporada, que foi muito equivocada e previsível.

''Sabrina Sato na Record'' - Você já disse tudo denovo.

''Doctor Pri'' - Glória Pires como protagonista? Vale a pena. Epsero que Aguinaldo não decepcione.

''Lady Marizete'' - Espero que mudem esse título, hem... Saudades de tramas das seis, contemporâneas e exibidas em São Paulo. Alcides é muito competente e inspirado. Suas tramas são bem criativas, das poucas, não gostei apenas de ''O Amor Está No Ar''. Espero que a inspiração de Alcides soe nessa novela.

''Amor e Sexo'' - O programa é ótimo. A apresentação também, Fernanda não demonstra desgaste ou exageros. A dobradinha também é deliciosa e repleta de IBOPE.

''Sessão De Terapia'' - Não vi as temporadas passadas, mas agora irei ver. O elenco é ótimo, e tem tudo para manter o sucesso.

''Copa do Mundo'' - Realmente exibir uma novela pela internet é um feito raro. Vou acompanhar, será muito divertido.
Mas acho que não vão decepcionar. Vai ser difícil me acostumar.

Abraços!

Anônimo disse...

Quanta porcaria, credo! E esse "vale a pena valcyr de novo" já virou piada.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, parabéns pelo seu texto tão completo. Gostei de algumas atrações: Amores Roubados tem mostrado boas chamadas e de fato pode repetir o sucesso de O Canto da Sereia. Doce de Mãe deve ser tão bom quanto o episódio inicial.
Estou curiosa quanto a Serra Pelada, A Teia e O Caçador. Assim como de Os Experientes e dos remakes de Meu Pedacinho de Chão e O Rebu (espero que tenha o mesmo alto nível da primeira versão). Bom saber que The Voice Brasil terá nova temporada.
Também espero que Manuel Carlos volte a ter a mesma inspiração das novelas anteriores a Páginas da Vida.

Como gostei do elenco de Cheias de Charme, acho que vou gostar também de Geração Brasil. Espero ver alguns episódios de Os Milagres de Jesus, que espero sejam tão bons quanto os de Rei Davi.


Como você sabe, não gosto do BBB. Está havendo uma superdose de novelas do Walcyr Carrasco, e Caras & Bocas, apesar de ter sido divertida, ainda está muito presente na memória do público.
Não gostei da seleção de cantores do Sai do Chão, com exceção da Paula Fernandes.

















Leandro disse...

Nossa, pelo jeito vai ter muitas coisas novas, algumas ótimas outras nem tanto.
- Fernanda Montenegro com certeza vai ser o ponto alto do início de ano, mal posso esperar;
- BBB, a muito cansei desse formato, sou indiferente;
- "Em família", enfim um autor que tem potencial para escrever uma novela das 21 hs, espero que não me decepcione!
- "Caras e bocas" uma novela boa, para o horário que Walcyr nunca devia ter saido;
- "Meu pedacinho de chão", acho que vai ser uma novela adequada para o horário, não entendo hoje em dia fala-se muito em "agilidade" como se fosse a principal característica de uma novela. Gosto das novelas do Benedito porque são sobretudo novelas e não se envergonham disso. O que adianta ter agilidade e ter um texto medíocre?
- O Rebu - Patricia pillar e toni Ramos? Essa vai dar gosto de ver...
- Sabrina como apresentadora? Essa estou pagando para não ver...aff
- "Amor e Sexo" o formato é interessante, mas não simpatizo muito com a Fernanda Lima, nada contra...
Mais uma vez você fez uma ótima análise, trabalho caprichado! Parabéns.

Paty Michele disse...

Oi Sérgio
Saudade enorme daqui, menino!
Olha, tenho visto TV mais do que nunca. rsrs
Aguardando ansiosa Amores Roubados e Em Família. Não sabia que ia passar Doce Mãe, nem Serra Pelada. Adorei!
BBB14 vamos ver o que a Valdirene vai aprontar. Muitos risos.

Um beijão.

Anônimo disse...

Faltou citar a novela do Aguinaldo Silva que estreia em agosto, "Falso Brilhante" (título provisoríssimo. Pelo o que ele falou a premissa é meio igual a Fina Estampa, só que desta vez é um homem pobre pobre que fica rico, era até em Serra pelada mas mudou. E também terá 3 filhos, rs.

Danizita L. disse...

Oi Sérgio, feliz 2014! (Desculpe o atraso, rsrrs).

Bem, a maioria das produções parece muito interessante, vou prestar atenção nas séries pra ver se alguma me agrada.Mas estou curiosa por Amores Roubados e a microssérie Serra Pelada.A Grande Família vai partir, vou tentar acompanhar essa temporada inteira para me despedir, mas tudo bem, é um ciclo que se fecha. Pecado Mortal pra mim é uma novela ótima também sentirei saudades quando acabar.Agora sinceramente, mais uma temporada de Malhação?!Essa já era pra ter acabado há muito tempo aff, gostei muito mas hoje está saturada demais...Pelo menos tem muitas novidades na Globo e nas outras emissoras pra compensar.

Bjs.

Maíra disse...

2014 não esta me enchendo os olhos não, pra ser bem sincera. Acho que teremos mais um ano morno, assim como 2013, até por virtude da Copa, ta tudo muito em cima disso. Eu nem vou me ater as questões da Copa, pois esse assunto tem seus agravantes e aqui o negócio é TV, mais especificamente novelas, que é meu gênero preferido.

Apesar de nada me despertar a atenção de eu querer ver, com exceção de "Serra Pelada", que sempre quis ver, mas não foi exibido nos cinemas da minha região, porém o formato de série sera a chance de eu assistir, até por conta da Sophie Charlotte que eu amei em "Sangue Bom" e pelo que vi de trechos devulgados e até mesmo da própria história e da recepção da crítica o filme é ótimo. Mas concordo veemente com você, esse negócio de dividir filme em 4 partes e exibir como série é preguiça total.

Tenho boas perspectivas de "Em Família" ao que tudo indica vem uma história bem contada, e bem feita. Achei ousado as 3 fases, as primeiras semanas da novela que são fundamentais para questões de audiência estarão nas mãos de um elenco pouco conhecido e novo. A fase definitiva mesmo com Julia Lemmertz só começa lá pelo capitulo 18 se não me engano. Mas tem tudo pra ser como "Mulheres Apaixonadas". É um história boa, pelo menos no começo. E tem aquele elencão como o Maneco costumava escalar nos tempos aureus, rs, é um fator que se assemelha aos grandes sucessos dele.

Séries e programas eu não ligo. Achei "A Teia" e "O Caçador" com uma temática parecida, ambas séries policiais. Amei "Doce de Mãe", certamente darei uma olhadinha na série e "Os Experientes" merece crédito por apostar nos nossos veteranos. Já tenho pena da Glória Pires por "Doctor Pri", Aguinaldo Silva não tem dom pra seriado e nem pra cinema, ele faz tudo como uma novela, só que na versão de seriado ou filme, e o resultado é horrível.
E ainda terá a novela dele em agosto, como lembraram acima.

(continua...)

Maíra disse...

(... continuando)

Eu acredito no sucesso de "Meu Pedacinho de Chão", apesar de não acompanhar novela das 6, mas Benedito Ruy Barbosa tem um público cativo e seus remakes sempre fizeram algum sucesso, até "Paraíso" foi sucesso para os padrões daquele ano. Mas a mocinha não será Bruna Linsmeyer não, li que será uma Yasmim (com um sobrenome difícil que não me arrisco a escrever) e Johnny Massaro (o Fernandinho da Malhação 2008) será o protagonista apesar de já sofrer alguma critica por ser franzino para um peão. E a substituta será uma novela de um Rui Vilhena, não é Sérgio? Parece que já foi definido que será ele e que Alcides Nogueira esta apenas na fila. Eu não gostei, esse português exportado pelo Aguinaldo Silva que vá escrever novela lá na terra dele, tanta autor brasileiro querendo escrever novela brasileira a Globo vai dar oportunidade pra um portuga.

E "Geração Brasil" eu tenho lá minhas dúvidas. Tô achando que Filipe e Izabel repetirão o feito de Duca e Thelma com "Joia Rara": novela boa, bem produzida, com ótimo elenco, porém muita repetição e audiência modesta. O elenco é praticamente o mesmo de "Cheias de Charme" (eu não gosto de repeteco demais), Isabelle Drummond e Humberto Carrão par romântico pela 3ª vez consecutiva, no mesmo período do ano com apenas uma novela de intervalo (os fãs deles vão adorar,tão até achovalhando a Chandelly Braz, mas eu não curto não). E pelo que já se falou da história pouco me despertou a atenção, mas Murilo Benício e Claudia Abreu é convidativo. Li que o vilão do Marco Pigossi será um jornalista sensacionalista que namorara a enteada do Murilo Benício a fim de descobrir seus podres, brochei na hora. Espero que eu esteja me engando e que a condução dada pelos autores seja boa a aconteça uma boa história. "Amor a Vida" tinha uma ótima história e eu achei mal conduzida, talvez "Geração" seja ao contrario.

Mas o ano esta só começando, muitas produções não se tem informações concretas, e isso são apenas julgamentos do que elas parecem ser, vamos ver se no ar elas nos surpreendem, de preferencia positivamente.

Maxxi disse...

Sei não... Mas estou muito desconfiado dessa grade "vinte catorze"... Está cheirando a mofo e falta de criatividade...

Mas... Comentando...

Amores Roubados - se repetir a novidade fora dos padrões globais como O Canto da Sereia, tenho certeza que irá encantar o público. Só não estou feliz com a quantidade de episódios (soube que eram 10), tenho medo de cansar.

BBB - Em pensar que já fui tão fixado. Volto a assistir somente quando o Boninho se afastar definitivamente do programa, e com ele as arrogâncias e as manipulações explícitas.

Sai do Chão - Boa aposta da Globo, embora cheire a naftalina e elenco musical óbvio. Era preferível que eles estivessem juntos, interagindo, ao invés de divididos em programas avulsos.

Em Família - já sei que não vou gostar, embora torcesse tanto para que Maneco voltasse à condução de suas tramas como fez em Mulheres Apaixonadas. Depois foi uma decadência só. Embora Páginas da Vida ainda tivesse um diferencial. Mas quem sabe, não inserindo a palavra "vida", ele obtenha mais sucesso.

Caras & Bocas - excelente história que com certeza vai agradar o horário da tarde. Por sinal, Walcyer poderia escrever simultaneamente a novela das 6, 7 e 9, eu não me incomodaria.

Geração Brasil - acho que vai ser um desfile de repetição de história e elenco tentando seguir o rastro de Cheias de Charme. Autoras tão boas, mas a Globo não saberá aproveitar. E que negócio é esse de Humberto Carrão e Isabelle como par romântico? Que furada. Já não bastava Fernanda Vasconcelos e Thiago Rodrigues (eca!).

O Rebu - Ansioso. Ou será muito boa, revolucionária, ou será como Máscaras.

Doctor Pri - apostaria meu salário como vai ser mais um equívoco do arrogante Aguinaldo Silva. Embora Glória Pires deva ser um acerto.

Amor e Sexo - EEEbba! Aguardando ansiosamente!

Enfim... Que "vinte catorze" seja excelente quanto não esperamos. Relerei meu comentário nos confins de dezembro.

VERINHA TIBURSKI disse...

Olá Sergio.
Incrível as novidades que vem por ai. Agora fiquei pasma com a noticia que o Danilo Gentili saiu da Band para o SBT, será? Achei super estranho, mas como você escreveu Silvio Santos é mesmo imprevisível, mas vamos esperar para ver, adorava seu programa na Band.
Peninha que a grande família esteja no fim, mas vamos dar uma folga para o elenco também.
Adoro malhação, acho que era por causa da filhinha que assistia sempre, agora com a facul não sei se terá tempo.
Enfim grandes produções e com certeza irão nos surpreender, assim espero.
Agradecendo o carinho e um bom inicio de semana. Beijinhos.

Filha do Rei disse...

Oi, Sérgio. Realmente, para este ano temos grandes promessas de sucessos: Amores roubados já teve o empurrão do problema pessoal do Cauã,muitos olharão por curiosidade e pelas chamadas acredito que não se decepcionarão. Doce de Mãe será um doce :) já a Fernanda M. com seu talento já nos amolece.
Que venham produções que realmente venha valer a pena de assistirmos. Bjs

Fabíola Oliveira disse...

Oi, Sérgio!

Esse programa da Band promete ser, salvo engano, um grande fracasso. Vi uma reportagem sobre ele na própria Band e achei a proposta muito desinteressante.

Sérgio, faz tempo que o Maneco vem anunciado que tal novela será sua última. Ele diz isso há vários anos e tá sempre escrevendo novos folhetins... Vamos ver se agora ele mantém a promessa...rsrs

Tá difícil para Record sair do buraco. Deveria fazer uma corrente na igreja Universal e participar de alguma fogueira santa...Porque né... Só falta agora eles dizerem que essa crise financeira foi macumba da Globo... Mas brincadeiras à parte, o grande problema da Record, conforme já falei em outro comentário, provavelmente deve ter sido má administração de seus recursos financeiros e falta de planejamento... Ela esbanjou demais e apostou muito alto em produções nada promissoras... Agoraa tá sem condições de competir com a sua concorrente, a Globo, à altura.

Sabrina é muuuuuuuito carismática. Mas será que ela segura um programa sozinha, hein, Sérgio? Ou será que essa é outra aposta atabalhoada da Record?

Sérgio, eu não sei se já existiu em algum momento na televisão brasileira isso que vou falar agora: mas penso que talvez possa ser interessantíssimo um programa que se passe em uma sala de audiência em uma vara de família onde a juíza fosse o personagem central da trama e onde houvesse, algumas vezes, uma certa ligação entre os casos por ela julgados e sua própria vida pessoal.

Audiência em vara de família sempre rende muita porque a gente vê muita coisa e são histórias com as quais as pessoas sempre costumam se identificar por já ter passado por uma situação semelhante ou mesmo por conhecer alguém que tem uma história parecida... Sei lá.... Penso que uma minissérie assim pudesse ser até interessante se bem produzida...

Beijos, Sérgio!

Sérgio Santos disse...

Raylan, ainda não sei se será promissor ou não, tenho minhas dúvidas. Mas torço pra isso. E é verdade, se a Globo saísse do ar estaríamos ferrados em se tratando de televisão, verdade seja dita.

Acho que o remake do Benedito terá uma audiência melhor que Joia Rara (até pq pior é impossível já que está tendo o mesmo ibope que Lado a Lado) e Geração Brasil deverá emplacar. A do Maneco, torço para que seja excelente, mas independente disso, nao vejo um bom ibope pra novela. O Rebu eu acho que será excelente, mas não tenho ideia de como vai reagir nos índices, confesso. Enfim, vamos aguardar. abç.

Sérgio Santos disse...

Serra Pelada não tem uma temática que me atrai e imaginei que fosse chato. Mas vou ver pela Sophie porque ela teve um desempenho muito elogiado por todos que viram. Mais do que os protagonistas.

Se a novela do Maneco for boa sorte a minha, que emendarei uma novela que amei com outra ótima. Só Passione, Av Br e AAV me arrebataram nos últimos anos. Que essa consiga tb.

O remake do Benedito será cansativo como de costume, ainda que não d~e para prever nada. Mas dificilmente me animarei com a novela.

Espero que os autores de CDC corrijam os erros que cometeram e façam uma grande Geração Brasil, da mesma forma de MAA e Vincent fizeram com Sangue Bom, corrigindo os erros de Ti ti ti.

Amores Roubados tem tudo pra ser grandiosa e o elenco é ótimo. Tb acho que o Cauã tá igual ao Jesuíno, só que canalha. Cássia não desistiu da novela pra entrar na série e ficou claro que teve a ver com sua doença da bipolaridade.

A reprise de C&B prova o prestígio que Walcyr tem na Globo e como suas obras sempre fazem sucesso, com raras exceções. Eu queria que O Beijo do Vampiro fosse reprisada até porque fresca na memória Cobras e Lagartos tb está. Mas tanto, faz pq eu não vejo mesmo. Só gravaria se a novela do Calmon fosse reprisada. Abç

Sérgio Santos disse...

Alexandra, não precisa moderar, escreva o que quiser.

Olha, a trama do Maneco tem que ser ótima pq quero ver o autor saindo em grande estilo. Eu adoro o Maneco. Porém, não tenho tanta certeza. O elenco é numeroso demais e não são todos os autores que conseguem valorizar quase todo mundo como o Walcyr. Lembro que em Viver a Vida vários atores sumiram e outros nem entraram, como Débora Nascimento. A Luiza Valdetaro, coitada, foi assistente da figurante, que era dona de sorveteria. Em Páginas da Vida, Antônio Calloni se cansou da falta de função e pediu pra sair. O resultado foi uma morte nada a ver. Enfim, espero que esses eros não se repitam, mas com um elenco de mais de 80 nomes fica complicado.

O Benedito não soube se adaptar aos novos tempos. Suas novelas parecem todas de 1980, mesmo levando em consideração que são remakes.

O Alcides é um ótimo autor. Adorei o remake de Ciranda de Pedra e O Astro. Espero que seja ele mesmo o substituto do Benedito.

Enfim, gostei dos seus comentários sobre os programas. E sobre o Cauã, tb não gostei de vê-lo novamente em O Caçador. Mas, fazer o que... Bjssss

Sérgio Santos disse...

Ah, Alexandra, exibir capítulos só para a internet é mt arriscado. Os autores tiveram êxito em Cheias de Charme, mas é bom lembrar que depois os clipes iam pra tv. Nesse caso não irá.

Sérgio Santos disse...

Elvira, obrigado. Deu trabalho. rs Amores Roubados tem tudo para agradar. Estou ansioso.
Tb não gostei da seleção dos cantores do Sai do Chão, com exceção da Paula. Serra Pelada não me anima, mas O Rebu sim. O remake do Benedito já imagino que será chato e Geração Brasil é uma incógnita pra mim. Enfim, vamos ver. bjsssss

Sérgio Santos disse...

Muito obrigado, Leandro! Faço pra vocês. Realmente há coisas que parecem promissoras e outras que parecem uma cilada... Abraços!

Sérgio Santos disse...

Paty, saudades de voce também! Olha, a Valdirene no BBB será sensacional! Mal posso esperar. rs bjssss

Sérgio Santos disse...

Anônimo, pelo visto fiz bem em não falar. Será igual a Fina Estampa? Então será uma desgraça! Abraços!

Sérgio Santos disse...

Danizita, Feliz 2014!

Amores Roubados parece muito boa mesmo! Sobre Malhação eu discordo. Ainda que tenha fases ótimas e outras péssimas, é um programa que revela talentos e não teria nada de melhor para colocar no lugar, ainda mais naquele ingrato horário. A Grande Família, pra mim, já deveria ter terminado em 2012. Beijão!

Sérgio Santos disse...

Maíra, achei seu comentário excelente. Tb não estou mt empolgado no geral, confesso. Vc fez uma boa análise sobre Geração Brasil, mas espero que esteja errada. Porém, o elenco quase igual ao de CDC infelizmente pode ser um prenúncio de uma nova Joia Rara, com tudo o que vc bem citou. Mas pelo que li, Isabelle e Humberto não farão par. Será ele com a Chandelly. Eu acho válido pq repetir pela terceira vez poderia estigmatizá-lo e tb implicaria em uma falta de criatividade dos autores já que em Cheias de Charme eles tb foram casal.

Torço para a novela do Maneco ser boa. Vamos ver. Só achei equivocado a Bruna ser a Helena jovem e a filha da Helena depois. Seria melhor ser só a filha, na terceira fase e uma outra atriz nas duas primeiras. Mas enfim...

Serra Pelada não me atrai, mas a Sophie foi mt elogiada e verei por ela.

Eu tb acho que essa Doctor Pri será triste, mas tenho esperanças por causa da Glória. Essa novela nova dele me assustou. Uma nova Fina Estampa? É mt desgraça!

A Bruna não será a protagonista do remake do Benedito? Pior pra ele então. E já me desanimei ainda mais pq tinha gostado de saber que ela seria a mocinha. Paciência... Beijos!!!!!

Sérgio Santos disse...

Maxxi, gostei do que escreveu. Sobre o BBB, discordo pq acho o Boninho mestre no programa.

Tomara que Maneco acerte, embora tenha alguns receios.

AR terá 10 episódios mas acho difícil cansar. O Canto da Sereia tb teve 10 (se não me engano) e não cansou nadinha.

Todo autor tem sua panelinha e isso é normal, mas no caso de Geração Brasil há um certo abuso, digamos assim. O mesmo aconteceu com Joia Rara, diga-se de passagem. Mas Isabelle e Carrão não serão par (pelo que vi). Nem me lembre dessa par da Fernanda com o Thiago...

Vamos ver no que tudo isso vai dar. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi Verinha. o Danilo já saiu e está no SBT mesmo, fato consumado. O programa deve ser mt parecido com o que ele fazia. Só resta saber se se fixará num horário. Beijos e boa semana.

Sérgio Santos disse...

Que venham as produções, Cléu! E essa polemica envolvendo Amores Roubados deu o que falar. Aliás, até o título soou uma ironia do destino. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Oi Fabíola. Com certeza o problema da Record foi má administração e arrogância dos seus responsáveis.

Acho Sabrina muito inexperiente para comandar um programa. Acho que ela deu um tiro no pé.

Olha, acho que dessa vez o Maneco cumpre. Pq até ele voltar ao horário (caso continuasse), teria quase 90 anos. Não dá pra escrever uma novela, é mt desgastante.

Olha, achei essa trama da juíza ótima. Aliás, acho que seria melhor ainda se fosse uma juíza criminal e que vivesse cercada de segurança, mas com uma família e dramas. Em Páginas da Vida, Maneco tentou algo semelhante com a personagem da Renata Sorrah, mas não deu certo e o núcleo mal aparecia. Beijão!

Melina disse...

Sérgio, meu querido! Demorei mas voltei. Nossa, achei essa perspectiva bem ruim! Não que eu seja muito crítica, mas de tudo o que eu li no seu texto pouca coisa me deu vontade de ver. Me interessei pelo O Rebu, essa novela do Alcides e Amores Roubados. A Teia parece uma boa série mas com esse Paulo Vilhena de protagonista desanima. E Cauã de novo em O Caçador? A Globo não tem outro ator? Esse rapazote me cansa. Se não fosse pela boa história e pelo elenco eu nem veria essa Amores Roubados só por causa dele. Mas vou conferir mais tarde. E me lembrei de você, Sérgio, quando vi a chamada de Amor à Vida. Hoje o capítulo vai pegar fogo! Um beijo!

MARILENE disse...

Sergio, quantas novidades! Minha avaliação acontece quando começo a assistir. Se desperta interesse, continuo, dependendo do horário.
Mesmo que não assista, me atualizo com suas postagens, repletas de detalhes e considerações. Bjs.

Vanessa disse...

Sérgio, meu querido,
Já tentei comentar duas vezes este post pelo celular, mas nas duas deu erro. rs.

Bom, vamos lá...

Minha maior expectativa está sobre "Em Família". O Maneco sempre foi meu autor preferido até eu conhecer o trabalho da Lícia Manzo, e, como é seu último trabalho em uma novela, estou na expectativa de ver uma obra do nível de "História de Amor" e "Por Amor", as minhas preferidas. Sem contar que vem a Vivianne Pasmanter, atriz que eu adoro!!!

Sobre os outros temas, fiquei curiosa para ver "A Teia", "A Segunda Dama", "Doce de Mãe", "O Rebu", "Geração Brasil" e BBB14, CLARO! rs.

Colocaria também "Amores Roubados" na lista, mas como ela já estreou ontem, ficou sem sentido. De qualquer forma, gostei bastante da estreia. Conheço algumas cidades que serviram de cenário (já passei muitas férias no sertão nordestino), o que aumentou a minha curiosidade. Fora que tem Patrícia Pillar e Dira Paes, que me fazem aguentar o martírio de ver o Cauã Reymond na minha TV. Não, não sou fã da Grazi, nunca curti o trabalho dele mesmo. Acho um ator superestimado. Há outros mais muito mais talentosos que não recebem a metade de bons papéis que ele.

Beijão!!!

Vanessa

Vanessa disse...

Esqueci de falar sobre o Maneco... Por fim, vamos voltar a ter um grande texto no horário nobre da TV. Isso não acontecia desde "Avenida Brasil". Chega da cafonice do Walcyr Carrasco! rs.

Espero que, quando o mestre só se concentrar nas minisséries, que a Globo promova a Lícia ao horário das nove. Só ela tem a sensibilidade para falar do cotidiano e dos dramas que tanto nos tocam. :)

Beijão,

Vanessa

Sérgio Santos disse...

Melina, eu acho que teremos coisas excelente e outras ruins. Aliás, como todo ano. Tb não estou lá mt empolgado, mas vamos aguardar. Sobre a A Teia eu estou ansioso, msm com Paulinho Vilhena. E o capítulo de AAV foi sensacional! =) bjssss

Sérgio Santos disse...

Marilene, muito obrigado pelo seu carinho! =) bjão!

Sérgio Santos disse...

Senhorita Vanessa, quer parar de falar mal do Walcyr? Eu sou fã dele e amo a novela! Não vem não! rs

Eu tb fui fã de História de Amor e Por Amor, mas considero Laços de Família e Mulheres Apaixonadas as melhores do Maneco. Foram extraordinárias! Torço para que essa última dele encere a carreira do autor como novelista em grande estilo.

Já saiu a lista do BBB14, vc viu? Polêmica à vista! rs

Doce de Mãe se repetir o especial será excelente. Geração Brasil acho uma incógnita e Segunda Dama tb. Mas vamos aguardar.

Sobre o Cauã, concordo, tb nunca o considerei um grande ator. Mas o elenco compensa a presença dele. Beijão!!!

Anônimo disse...

Só estou ansioso por A Teia, O Rebu e Doce de Mãe. O resto não me agrada. Parabéns pela completa postagem!

Sérgio Santos disse...

Muito obrigado, anônimo!