terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Félix e Niko: um casal que conquistou o telespectador de "Amor à Vida"

No início de "Amor à Vida", a possibilidade da formação desse casal era praticamente nula. Um era o grande vilão da novela e outro vivia um ótimo relacionamento com seu companheiro (Eron - Marcello Antony). Para culminar, os núcleos mal se entrelaçavam. Entretanto, ao longo da trama, a vida de ambos mudou drasticamente, ocasionando uma aproximação que acabou dando origem a um dos melhores pares do folhetim das nove: Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso).


O irmão de Paloma (Paolla Oliveira) perdeu tudo, ficou pobre, foi expulso de casa, rejeitado por quase todos e acabou se arrependendo de seus crimes após receber carinho de Márcia (Elizabeth Savalla) e Jonathan (Thalles Cabral). Já Niko (Thiago Fragoso) descobriu que seu marido tinha um caso com Amarilys (Danielle Winits) ---- suposta melhor amiga que havia se oferecido para ser a barriga solidária do casal ---- e que a víbora ainda tinha tentado fraudar a fertilização para que fosse considerada a mãe verdadeira de Fabrício.

Após essas reviravoltas em suas vidas, Félix e Niko acabaram se aproximando. O agora ex-vilão ajudou seu amigo a desmascarar Amarilys e o 'Carneirinho' soube agradecer consolando e sendo um grande companheiro para o filho de Pilar (Susana Vieira). E essa relação foi ficando a cada dia mais próxima, evidenciando
o talento dos atores, a sintonia entre os personagens e a boa química do casal, que virou um dos grandes destaques de "Amor à Vida".

O processo de regeneração do vilão está sendo conduzido de uma forma extremamente verossímil e bem-humorada. Félix já havia demonstrado traços fortes de humanidade quando foi humilhado por César, após ter sua homossexualidade exposta por Edith (Bárbara Paz) diante de toda a família, e no momento que foi desmascarado pelo pai --- em relação ao ato monstruoso de ter jogado Paulinha (Klara Castanho) em uma caçamba ----, sendo alvo da fúria de Paloma. E após sua derrocada, o vilão respondeu da melhor forma possível ao amor de Márcia e do seu filho Jonathan, os únicos que o apoiaram depois de tudo.

E o período que o vilão ficou na 25 de março, vendendo hot-dog com a ex-chacrete, proporcionou momentos impagáveis e mostrou uma ótima parceria entre Mateus Solano e Elizabeth Savalla. Também serviu para enfatizar o sarcasmo e o ar ferino do personagem, que se mantiveram presentes, deixando claro que ele se arrependeu do que fez, mas não virou um anjo de pessoa. Aliás, as cenas em que Félix pede perdão para Atílio (Luis Melo) ---- onde o humor se sobressaiu ---- e depois para Paloma ---- onde o drama dominou ---- foram ótimas e demonstraram o sincero remorso do ex-malvado.

Todo esse bonito processo de regeneração, obviamente, está sendo desenvolvido para que Félix e Niko tenham um desfecho feliz. Afinal, Walcyr Carrasco já deu provas o suficientes de que gostou da química, assim como o público, que se apaixonou pelos dois juntos e torce para a felicidade deles. O que não deixa de ser mais uma grande ousadia da novela: um casal homossexual ganhar a importância de um par protagonista e ainda apresentar conflitos iguais a de uma relação dita 'normal'. Isso porque fica claro que Félix é o mocinho do Niko e a dupla protagoniza várias sequências românticas, ainda que não tenha beijo.

Já o arrependimento do Eron, que agora tenta voltar para seu ex, provoca uma situação completamente inusitada e inovadora na teledramaturgia: um triângulo amoroso gay. O filho de Pilar, inclusive, já demonstrou ciúmes todas as vezes que flagrou seu 'Carneirinho' com a 'Lacraia dos olhos azuis'. Clichê mais do que comum em casais héteros da ficção, mas que pouco tinha sido mostrado com casais homos em folhetins.

Além de toda essa trama atraente e muito bem desenvolvida, é preciso, claro, elogiar os atores. Mateus Solano é o grande nome da trama. Esbanjou talento na época que Félix cometia inúmeras maldades e tem brilhado também em todas as cenas pós-vilania: tanto nas cômicas, quanto nas dramáticas. E Thiago Fragoso foi crescendo aos poucos até virar um dos personagens centrais da história. Niko é um sujeito íntegro, puro, amigo e está sendo interpretado da melhor forma possível pelo ator, que tem aproveitado o destaque dado pelo autor.

Félix e Niko se transformaram em um dos principais casais de "Amor à Vida" e a relação entre eles está a cada dia mais bonita de se ver. Walcyr Carrasco acertou quando resolveu juntar esses dois ótimos personagens e os atores estão conseguindo transmitir toda a beleza desse par, que poderia muito bem protagonizar uma cena de beijo no último capítulo, consagrando mais essa ousadia da novela e reverenciando o talento dos intérpretes. Afinal, há uma história sólida, grandes papéis e uma forte torcida do público. Momento mais propício do que esse não haverá. Entretanto, com ou sem beijo, o fato é que o casal já é um dos acertos da novela das nove que se aproxima do fim.

55 comentários:

Milene Lima disse...

Eu já vinha ler sobre Amores Roubados, mas sem comentar,porque não vi nenhum capítulo. Mas todo mundo que viu me disse que adorou.

Sobre o casal, eu simplesmente amo. O Niko é a criatura mais fofa e doce do mundo. O jeito que ele fica quando os seus pretendentes estão se engalfinhando é um barato.

Gosto também do jeito verdadeiro com está sendo conduzido esse triângulo.

Mateus Solano... Dizer o que?
Monstro!

Beijo, Sergio.

Bruno Marques disse...

Como não amar Niko e Félix???Impossível!!!
Incrível como até as pessoas que sempre se colocaram contra casais gays,torcem por Niko e Félix!!!
Só lamento a falta do beijo!!! Acho que seria importante nesse momento!!!
Mas tá valendo!!!
Abraços Sérgio!!!

Thallys Bruno Almeida disse...

Sobre Félix e Niko: os dois são ótimos personagens e a relação têm proporcionado que os dois atores transbordassem química, embora pra isso o Félix tenha mudado sua personalidade de forma tão radical a ponto de virar outro personagem totalmente diferente. Do talento dos atores, nem preciso falar, Mateus e Thiago estão cada vez melhores, não à toa têm toda essa grande torcida. Sou da opinião de que muitas vezes, o carisma quando somado ao talento, determina se uma pessoa vai amar ou odiar o personagem mais do que o papel normalmente prevê. E eles, carismáticos que são, conseguiram plenamente a torcida pelo final feliz. É um dos poucos acertos dessa reta final maçante, juntamente com a ótima cena da Bruna Linzmeyer de hoje.

Como eu disse outras vezes, não sou contra humanização/regeneração de personagens com desvio de caráter. Sou contra o excesso dessa abordagem nas novelas. Uma ou outra vez, é válido.

Mas sejamos francos. Amarilys vai dar golpe em mais um casal gay. Uma repetição, não? Aliás, a crítica do Fefito sobre repetições mostra que isso não é um problema só de Joia Rara. Vale a pena ver.

E confesso: não sei se por preferência pessoal ou pelo fato de a novela estar na reta final, mas sinto falta de artigos falando sobre as outras duas novelas da Globo. Afinal de contas, não é só Amor à Vida que tem qualidades, né?

Além do Horizonte e Joia Rara tbm mereciam ser melhor abordadas, ainda mais que a novela das 7 está melhorando a olhos vistos. E a das seis, me desculpe, mas a vejo ser bem injustiçada. Discordo totalmente da forma como vc tem definido a linda trama de Duca e Thelma resumindo-a a uma simples "coleção de repetições". Os últimos capítulos, inclusive, me fazem não concordar em nada com essa definição, graças à abordagem do romance ~quase proibido~ entre a Matilde e o Sonan, a Sílvia acordando do coma e ao segredo envolvendo Manfred, Gertrude e Venceslau. Boas tramas, bem desenvolvidas, bem atuadas, boas doses de emoção incluídas. E continuo achando um desrespeito com os profissionais destas o corte das aberturas destas duas, como se abertura fosse um privilégio da novela das 9. Enfim. Abç!

Pedro Bertoldi disse...

Oi Sérgio. Isso mostra uma evolução no povo brasileiro. Há algumas décadas, um casal gay como protagonistas (é o que eles são, porque Bruno e Paloma, nem vou comentar, Malvino Salvador é bem limitado) em uma novela das nove seria impensável. O público torcer por eles então... Isso mostra que Félix é o melhor personagem de Amor à Vida e que Niko foi conquistando espaço na trama principal graças ao talento de Thiago Fragoso. Acho que agora na reta final, Walcyr tem acertado mais na condução dos núcleos, isso com a união de Paloma e Félix, a entrada de Rebecca no núcleo principal, as vilanias de Aline, no tocante núcleo da Linda, enfim, apesar de ter me decepcionado com AàV, estou gostando dessa reta final. E torcendo pelo casal! Abraços, querido!

Pedro Bertoldi disse...

Oi Thallys, concordo contigo em quase tudo, nesse comentário. Confesso que não tenho acompanhado Joia Rara como gostara, afinal sou fã da Duca e Thelma, desde Cama de Gato (pra mim a melhor da dupla). Também acho que Além do Horizonte melhorou bastante. E falando nela, acho que as muitos gostam de produtos enlatados em que não se precise raciocinar. Nessa reta final de Amor á Vida, tenho gostado de algumas coisas, e a cena da Linda e da mãe dela foi de arrepiar. Desculpa por pegar carona no teu cometário.

Thallys Bruno Almeida disse...

Sem problemas, Pedro. E mesmo achando a reta final de AAV pouco atraente, tem lá seus acertos como a cena da Linda. Não à toa acho o autismo, de longe, a melhor trama paralela da novela, a mais acertada do começo ao fim.

Letícia disse...

Boa noite meu caro Sérgio.

Tenho adora assistir a novela por causa deste casal... E imaginar que no início era praticamente impossível prever isso... Primeiro tento o Félix como o grande vilão da trama e o Niko como o bom moço que sonha em formar sua família... O que mais me encanta no personagem do Mateus é a sua humanidade, mostrando todas as nuances que uma pessoa possa ter... Félix sempre reage a maneira como é tratado, se é rejeitado, acaba se tornando alguém frio e cruel mesmo, mas se é amado mostra seu lado mais fraterno... É interessante que mostra que o personagem fez de tudo para chamar a atenção do pai, ter desse carinho, amor e afeto e apenas encontrou rejeição, preconceito e egoísmo... A cena em que o pai fala que preferia que ele tivesse morrido no lugar do irmão, pode não ser tão cruel como jogar uma criança em um caçamba, mas não deixa de ter ser pérfida também... O interessante é como Félix reage a tudo isso, se viu praticamente sozinho, após ter sua maldade revelada... Tem apenas Jonathan o filho que ele rejeitava, mas que ao descobrir que era seu irmão, sofre, porém este o reconhece como pai e assim ambos acabam se entendendo de vez... Márcia, que lhe deu abrigo e colo no seu pior momento... O ex-vilão soube ser grato pela acolhida sendo que ao sair da casa da vendedora de hot dog a chamou de mãe e fez dela uma grande amiga... Sei que já falei disso aqui em outro post, mas a cena em que ele cuida da Maryjeyne foi linda, delicada... Engraçado que ele chega a falar para a bebezinha que tinha jogado alguém bem parecida com ela em uma caçamba... A beleza da cena está no cuidado que ele tem com ela, o carinho que demonstra e na relação afetiva que estabelece com a pequenina... Foi lindo de assistir e reconheço que de vez enquanto assisto aquela cena novamente pela sua beleza.

Engraçado como Niko completa o Félix, enquanto um é a bondade em pessoa ao ponto de ser um tanto ingênuo e crédulo demais, Félix, como um bom cético, tem malícia o suficiente para reconhecer o caráter dos outros, saber em quem pode ou não confiar... Quantas vezes ele avisou das más intenções de Amarilys e o Carneirinho não quis ouvir, acreditando que a falsa amiga havia se regenerado...

Sérgio, nestes últimos tempos tenho assistido a novela apenas por eles, hoje mesmo estava fora e não via a hora de chegar em casa para ver a cena em que recuperam o bebê... E o Félix dizendo ao Niko que o chef precisa dele e o outro confirmando isso foi bem legal.

Sobre os atores, ambos estão maravilhosos, a química ali é maravilhosa e já sinto saudades dos personagens... E pensar que daqui a duas semanas já não os teremos mais no vídeo...
Se haverá ou não o beijo, não sei... O casal é muito fofo e o autor sobre unir e fazer deles o mais interessante da novela tirando o lugar dos verdadeiros protagonistas...

Beijo Sérgio é uma ótima semana...

Letícia disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Carol BH/MG disse...

Nunca na história das novelas um casal gay cativou tanto o público quanto Niko e Félix..A torcida é grande para um final feliz...Realmente era um casal improvável. Mas já naquela cena deles no café, a química entre os atores ficou evidente e a partir daí a torcida por um possível romance cresceu. Que eles vão ficar juntos, todo mundo já sabe, mas eles mereciam um final de destaque maior.. Um casamento, e quem sabe um beijo no final.. Não seria nada demais.. os tempos mudaram, e o público torce muito para que isso aconteça..

Felisberto Junior disse...

Olá,bom dia,Sérgio
a torcida é grande para um final feliz entre Felix e Niko, e é aquilo, quando é para ser será, pois que me lembre , o caminho cruzado entre ambos não estava inserido na trama original,pois como dito, os núcleos nem se entrelaçavam.Sim, o processo de regeneração do vilão está,mesmo, de uma forma verossímil e bem-humorada e se tiver o beijo, que seja de forma natural...
Bela análise, obrigado, belos dias, abraços!

Lulu on the Sky disse...

Oi Sérgio,
Acho tão fofo quando o Félix chama o Niko de "carneirinho", mais um vilão que se regenera. Pelo visto "Avenida Brasil " fez escola.
Big Beijos
LULU ON THE SKY

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, também gosto da maneira como está sendo conduzida a trama da regeneração do Felix, sem exageros e com o personagem conservando suas características de humor ferino e sarcasmo. Niko igualmente tem uma bela história. O encontro dos dois personagens propicia ótimas cenas, reforçadas pelo talento de Solano e Fragoso.
Mas continuo achando Amor à Vida uma novela com muitos personagens e muitas tramas descartáveis e não vejo a hora de ela chegar ao fim.

Melina disse...

Sérgio, que texto ótimo falando do melhor casal da novela! Como bem escreveu a comentarista Carol, nunca antes na história das novelas um casal gay gerou tanta torcida e teve tanto destaque. Mateus e Thiago estão muito bem e o casal cativa. Me emociono e me divirto com eles!

E pode continuar escrevendo muito sobre Amor à Vida porque eu e muita gente adora! Essa novela preencheu o vazio que eu estava sentindo com o fim de Sangue Bom! Um beijo!

Karina disse...

Esse casal é lindinho demais! E os atores estão perfeitos! Amei o texto, Serginho. Quem diz que o Félix teve uma mudança radical e inverossímil não vê a novela ou é bem burro, desculpe a franqueza. Beijinho.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Concordo que Félix e Niko conquistaram os telespectadores da trama. Torço também pelos dois e me divirto com as discussões entre eles, na mesma medida e forma de casais comuns. Até já disse por aqui que vou sentir saudades do Félix, a estrela da novela. Somente acho que o beijo não sairá, pois poderá impactar e gerar críticas devido ao preconceito ainda reinante na sociedade a respeito de carinhos públicos entre homossexuais.

Ah! o Niko é uma graça de doçura.
Outro excelente desempenho.

Parabéns pelo ótimo texto, Sérgio.

Beijo.

Flávia disse...

Sérgio, ia te perguntar se você ia deixar a novela acabar sem um texto falando desse casal. kkkk Concordo com tudo e o Walcyr acertou na mosca quando juntou esses dois! AMO!!!! E amei seu texto também! Félix foi se regenerando mas de uma forma coerente e sensata, sem absurdos. Pena de quem quer criticar tudo e usa até essa linda condução como objeto de ataque. Bjs!

Adriana Helena disse...

Oi Sérgio, depois de umas férias voltei às visitas! Estava com saudades! E cheguei em um post adorável! A história do Félix com o Niko é muito fofa! Irresistível por assim dizer! O olhar puro e doce do "Carneirinho" para com o Félix em suas cenas românticas, diz tanta coisa!

Realmente é uma evolução na tv brasileira existir até um triângulo amoroso neste sentido! E está excelente, apesar de eu ficar com raiva toda vez que a traidora "lacraia de olhos azuis aparece" hehehe

Torço por um final feliz entre eles, que poderá ser coroado com um beijo ou pelo menos um selinho, para evidenciar o talento primoroso de ambos os atores que estão fantásticos em cena.

E você sempre arrasando em seus textos amigo! Parabéns sempre!
Beijos e uma semana perfeita!

Bia Hain disse...

Sérgio, fiquei encantada com a reviravolta que a história deu principalmente em relação ao Felix. Eu sempre gostei dele mesmo sendo vilão, mas agora é mais que isso, acabamos por torcer pelo final feliz... bem legal a sacada do escritor. Um abraço!

Athyne Tedesco disse...

Estava esperando um texto sobre os dois aqui no blog rs, para mim eles são o melhor casal da novela, mesmo eu gostando de outros também. É impressionante a química que eles tem, só nos olhares e nos sorrisos, é uma coisa apaixonante linda de se ver mesmo, acho que até as pessoas mais preconceituosas devem soltar pelo menos um sorriso vendo as cenas deles.

Acredito que o Walcyr deveria escrever um beijo deles no ultimo capitulo, seria ótimo para os fãs deles (twitter eles tem uma torcida enorme) e mesmo se chocasse o publico conservador seria no ultimo capitulo, então não comprometeria a audiência da novela. Sinceramente se o primeiro beijo gay em novela da globo não for deles, acho que só com o casal da Fernanda Montenegro com a Natália Timberg, porque eu não tô botando muita fé no casal de Em Família, ah e caso o beijo aconteça aí que Amor á Vida entra de vez para a história.

Sobre os atores não tem o que falar são os melhores dessa geração, o Mateus brilhou em todos os capítulos, tanto na comédia quanto no drama, não tem nem o que falar. E o Tiago fez do Niko o personagem mais adorável da novela, daqueles que dá vontade pra casa, e pra ser sincera eu fiquei receosa dele aceitar esse papel com tão pouco tempo de descanso, mas ele como ator maravilhoso que é está fazendo um Niko perfeito, e transformou um mero coadjuvante, em um dos personagens centrais.

Sobre a redenção do Felix não acho nada forçada, foi muito bem construída, não foi aquela redenção de ultima hora, foi algo que foi acontecendo aos poucos e o melhor é o que Felix continuou e irônico, comparo a redenção dele com a do Fabinho de Sangue Bom, que foi igualmente bem conduzida.

Thallys Bruno Almeida disse...

PS: Retiro a parte do meu comentário onde falo sobre Joia Rara pra não me prolongar nem me repetir demais.

Barbie Californiana disse...

Eles estão perfeitos... até nas brigas... hahaaa beijinhos

Mila Costa disse...

Olá Sérgio, excelente critica adoro o seu blog...beijinho!

MARILENE disse...

Os atores nos conquistaram e passamos a vê-los com carinho, desejando um final muito belo para ambos. De fato, no início da novela, jamais poderia imaginar que se aproximariam. Ao mesmo tempo em que me divirto com suas discussões, fico no aguardo do entendimento final. Bjs.

Melina disse...

Sérgio, é o melhor casal da novela. O segundo é Linda e Rafael. Como eu me emociono com esses dois. E a cena da aproximação deles que quase rolou um beijo? Chorei feito louca! Mateus e Thiago estão divinos e o casal desertou uma imensa torcida. Que bom que você escreveu um texto sobre eles. Tinha medo que não fosse postar porque a novela já tá no finzinho! Beijo!

Sérgio Santos disse...

Milene, Amores Roubados foi incrível mesmo. Pena que vc não viu.

E esse casal é ótimo mesmo, incluindo o talento dos atores. Dá gosto de ver. bjs

Sérgio Santos disse...

Verdade, Bruno. O casal é um dos acertos da novela. Acho difícil o beijo sair, mas quem sabe. abçs

Sérgio Santos disse...

Thallys, me desculpe, mas o Félix não teve uma mudança radical. Ele foi mudando aos poucos mas manteve seu lado ferino. Claro que os que odeiam a novela arrumam qualquer motivo pra crítica, inclusive isso.

Sobre essa reta final maçante que vc vê eu nem comento. Sobre o número de texto sobre AAV, nem é tão grande assim. No entanto, quando uma novela está na reta final eu escrevo muito mais mesmo. Desde que eu goste da história, é claro. Fiz isso com Lado a Lado, Av. Brasil, Guerra dos Sexos, Sangue Bom e faço com Amor à Vida.

Acabei de escrever sobre Além do Horizonte.

E eu juro que não entendo pq minha opinião sobre Joia Rara te incomoda tanto. Acho a novela melhor que Flor do Caribe mas não acho incrível e vejo equívocos que já citei.

Eu li a crítica do Fefito e discordo completamente. Desculpe, mas considerar duas quedas da Ciça como repetição sendo que foram em situações completamente distintas? E Amarilys dagolpe em outro casal gay é repetição? Desculpe, mas então um serial killer é mt repetitivo, assim como todos os golpistas que têm perfis de vítimas para atacar. Eu achei uma sacada ótima do autor.

E o Fefito disse um monte de coisa mas não citou o que a novela sempre teve de repetição: Patrícia e Michel que só transam e não tem uma trama útil. Gosto do Fefito e disse pra ele inclusive que discordo.

E sobre a Silvia entrar em coma, a vingança dela foi pro lixo, né? Espero que qd ela volte retome o plano.

Sérgio Santos disse...

Pedro, é verdade. Aliás, o Silvio de Abreu sofreu mt com isso.Em A Próxima Vítima e Torre de Babel os casais gays sofreram rejeição por causa do elevado preconceito. Que bom que pelo menos nessa novela isso não aconteceu. Tb acho que a reta final está sendo mt bem conduzida, com personagens pequenos já tendo seus desfechos e a trama principal com grandes cenas. Abçs

Sérgio Santos disse...

Letícia, adorei seu comentário para variar. Esse casal encanta pela sensibilidade, humor e drama também. Os atores estão excelentes e Solano pôde exercer absolutamente todas as facetas na trama. Comédia, drama, ironia, enfim, ele viveu tudo. Nenhuma outra novela conseguirá proporcionar tudo isso ao mesmo tempo pra ele.

Tb não sei se terá beijo, mas ainda que não tenha, não há como negar que esse par já entrou pra história. Bjsssss e bom fim de semana.

Sérgio Santos disse...

Carol, eu concordo inteiramente com vc. Bjssssss

Sérgio Santos disse...

Felis, está tudo sendo feito de uma forma verossímil mesmo e o par deu super certo. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Verdade, Lulu. E olha que Carminha só se regenerou no último capítulo e ainda assim ninguém achou inverossímil. bjs

Sérgio Santos disse...

Elvira, sem problemas, respeito que não goste da novela. Bjão!

Sérgio Santos disse...

Melina, muito obrigado. O casal é encantador mesmo e os atores estão ótimos. Não sei se vc reparou, mas vc comentou o texto duas vezes. rs bjs

Sérgio Santos disse...

Karina, quem diz isso é pra criticar por criticar. bjs

Sérgio Santos disse...

Vera, também vou sentir muita falta do Félix, assim como de outros personagens dessa novela. Pois é, acho o beijo difícil, mas ainda assim creio que outra situação tão propícia não haverá tão cedo. Bjsssss

Sérgio Santos disse...

Flávia, não poderia deixar esse casal de lado sem um texto. rs Obrigado pelo comentário. bj

Sérgio Santos disse...

Adriana, estava com saudades de vc. Que bom que gostou do texto. O casal é ótimo e esse triângulo gay é uma ousadia e tanto. Inédito. Obrigado pelo carinho de sempre! bjs

Sérgio Santos disse...

Uma ótima sacada, né Bia? Beijão!

Sérgio Santos disse...

Athyne, muita gente aguardava. Eu é que fiquei esperando a reta final mesmo. rs A regeneração n]ao foi forçada, assim como o belo romance do casal. Eu tb acho que um beijo coroaria um lindo desfecho para o par e quebraria um tabu, mas vamos ver o que farão. Obrigado pelo comentário. Um beijo!

Sérgio Santos disse...

As brigas são impagáveis, Barbie. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo carinho, Mila. bj

Sérgio Santos disse...

Marilene, não vou negar, sempre torci por esse casal. Mesmo início da novela. E quando essa possibilidade começou a surgir, gostei muito. Bjsssss

Thallys Bruno Almeida disse...

O que me incomodava em sua definição de Joia? Muita ênfase nos defeitos que vc via e pouca menção às qualidades da mesma. Mas ñ se preocupe, prefiro ñ mais me incomodar com isso. abç

Sérgio Santos disse...

Thallys, eu escrevi apenas UM texto criticando Joia Rara. Todos os outros eu só elogiei. E todas as vezes que eu fiz questão de apontar tudo o que eu achava equivocado foi para mostrar que eu tb sei ser cri cri quando quero. E que bom que vc não vai mais se incomodar! abç

Melina disse...

Sérgio, desculpe. Falha minha. Já sabia que tinha lido o texto mas não me lembrei que tinha comentado. É velhice. hehe Beijo!

Lucia Navarro disse...

Sergio,
Excelente a sua análise!
Eu confesso a você que logo que começaram a cogitar decjuntar o Felix com o Niko, eu relutei...
Mas, depois entendendo melhor o drama do Félix, vendo-o tomar consciência das atrocidades que cometeu, analisando que ele praticamente foi criado sem amor, pois qdo bebê foi afastado da mãe depressiva pela morte do irmão, o pai que o culpava pelo acidente do Cristiano, e sem a babá(Marcia) que lhe dava carinho, ou seja, ele não foi amado e acolhido por ninguem! Somando-se o fato de ter sido obrigado a se "esconder no armário", casar com uma mulher, mesmo sendo gay, e tudo isso para ser visto, aceito e valorizado pelo pai, e mesmo assim sempre sendo preterido, não poderia mesmo resultar numa pessoa de boa estrutura psicológica!
Entretanto, bastou ele ser acolhido pela Marcia, sem perguntas, sem julgamentos, para que ele começasse a entender o que era amor, generosidade, gratidão! E, nesse processo surgiu, inicialmente de maneira torta(para vingar a "lacraia dos olhos azuis"), o Niko! Que era tudo que precisava acontecer na vida do Félix, pois o amor materno e amigo ele tinha c/a Marcia, mas faltava surgir um amor na vida dele! Uma pessoa que ele pudesse se entregar, de corpo e alma, mas como ele não recebeu amor, ele esta tendo que aprender a amar... E é nisso que o Niko mais brilha, pois ele é amor puro!
E essa trama toda só poderia ser contada por dois brilhantes, talentosos, e lindos atores como o Mateus e o Thiago! Eles viraram os "Namoradinhos do Brasil"! Suas cenas são as mais esperadas(por mim certamente!), cada conversa, cada troca de olhares, ou carinhos, mesmo que muito sutis, nos encantam e emocionam!
A cena que foi ao ar no último dia 21/jan, onde o Felix vai procurar o Niko para desabafar, foi uma das cenas de amor mais lindas que já vi! Chorei muito, e já revi várias vezes, e em todas elas me emociono...
Claro que o Walcyr tem um mérito gigante nisso, pois o texto e a trama foi escrita por ele, mas o brilho e a repercussão só tem esse destaque por termos os ESPETACULARES ATORES, Mateus Solano e Thiago Fragoso!
Torço sim pelo beijo para coroar esse lindo amor, mas espero que, caso não tenhamos o beijo, que tenhamos outros carinhos tão lindos quanto da cena do dia 21/han...
Amoooo esse casal, Niko & Felix!!!

Sérgio Santos disse...

Lúcia, eu lembro que vc não tinha gostada ideia! Mas tudo foi feito de uma forma tão bonita e coerente que foi difícil não se encantar com o casal. Eu sempre torci para isso, não vou negar. Félix e Niko combinam muito e o casal caiu nas graças do público, um feito histórico. Eu concordo com todo o seu comentário! Beijos!

Anônimo disse...

O melhor casal gay da história da teledramaturgia.

Sérgio Santos disse...

Concordo, anônimo.

Fernando Teixeira disse...

Concordo Sérgio.Apesar de eu odiar essa novela, o Félix e o Niko formam um ótimo casal, e se complementam em suas personalidades: o Niko é bonzinho demais e tem o Félix para alertá-lo e o Niko foi uma das razões para a regeneração do Félix, já que ele tem um bom coração.Gosto do seu blog, mas é a primeira vez que comento.Também criei um blog de novelas.Tenha uma boa tarde.

Re disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Re disse...

To apaixonada a muito tempo não via novela,mas Felix e Niko e irresistivel,foi amor a primeira vista,vai fazer muitaaaaaaaaa falta

Sérgio Santos disse...

Fernando, obrigado! Fico feliz que goste do blog! Félix e Niko fizeram história. abçssss

Sérgio Santos disse...

Já estão fazendo falta, Re! bjs