quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Com um início atípico, "Big Brother Brasil" estreia décima-quarta edição com boa audiência e ótimos participantes

Estreou, nessa terça-feira (14/01), mais uma edição do "Big Brother Brasil". A décima-quarta. E foi um início um pouco atípico, já que a tradicional vinheta de abertura com os rostos dos participantes não foi exibida, não houve clipe com o perfil dos selecionados, a prova do líder não foi de resistência (cuja vitoriosa foi Amanda) e a duração do programa foi curta em comparação com as edições anteriores.


Ou seja, a estreia procurou evitar maiores enrolações e partiu logo para o início do jogo. Mas, claro, é importante ressaltar que o reality durou menos não só com o intuito de agilizar a edição, mas também para que "Amores Roubados" não entrasse tarde demais, prejudicando os seus telespectadores. E a estratégia acabou dando certo, beneficiando as duas produções: o "BBB" obteve 31 pontos de média (6 a mais que 2013) e a minissérie de George Moura não foi ao ar tão tarde, mantendo os bons índices alcançados até agora.

Apesar do começo não ter apresentado maiores atrativos, ficou claro que a décima-quarta edição do reality promete. Ao invés dos tradicionais 14 participantes, foram colocados 20 para iniciar o jogo. O que
expõe a ótima estratégia de Boninho para movimentar a casa e já inserir paredões surpresas com o intuito de esvaziar um pouco o ambiente.

Os perfis selecionados são velhos conhecidos do público: sarados, mulheres lindas, e alguns mais exóticos. Porém, por tudo o que foi visto e divulgado, há personalidades fortes e tipos interessantes. Vide Clara, uma stripper, que ganha a vida fazendo vídeos eróticos para a internet ----- quase uma Odete Roitman (Luma Costa), personagem de "Pé na Cova". Outras pessoas que ganharam destaque da mídia foram Vanessa (ativista que participou do resgate dos beagles do Instituto Royal), Cássio (responsável por declarações preconceituosas e polêmicas), João (um bruxo cartomante) e Aline (que fez figuração em algumas novelas da Globo). Além dos citados, Alisson, Amanda, Angela, Bella, Diego, Franciele, Junior, Letícia, Marcelo, Princy, Rodrigo, Roni, Tatiele, Vagner, Valter e Vanessa reforçam a lista dos participantes.

Entre as novidades dessa edição, há o quarto Sibéria. Cômodo que ficará no lugar da antiga Xepa e servirá de punição para o grupo perdedor das provas de comida. Além do frio e da proibição do uso de casaco, não haverá banho quente. Já a decoração da casa ficou extremamente colorida e chamativa. Quem acompanha todas as edições estranhou o excesso de cores fortes, entretanto, foi mais uma surpresa desse ano.

E não tem como mencionar surpresa sem citar Valdirene (Tatá Werneck), de "Amor à Vida". A personagem da novela de Walcyr Carrasco é um dos pontos altos desse início de BBB, comprovando o quão foi acertada a interação da teledramaturgia com o reality show. Apesar da curta passagem (apenas 12 horas), a piradinha marcará a edição de 2014 e entrará para a história do programa. Só as chamadas criativas que a Globo fez anunciando a entrada da periguete e exibindo os seus loucos depoimentos já valeram pelo bom humor.

O "Big Brother Brasil 14" começou alcançando uma boa audiência, prometendo bons momentos para os fãs da atração e com um Pedro Bial afiado e provocador como sempre. Aliás, como bem disse o apresentador logo no início da décima-quarta edição, foi dada a largada para a temporada da paixão. A paixão das torcidas, dos participantes e das pessoas que se divertem assistindo aos conflitos de um grupo que busca fama e o cobiçado prêmio de um milhão e meio de reais.

30 comentários:

Thallys Bruno Almeida disse...

Achei a estreia bem mais ou menos. Não teve abertura, não teve prova de resistência, não teve o clipe, enfim, não condisse com o impacto de outras estreias. O acerto maior foi o Bial na condução.

Quanto aos 20 participantes, só digo uma coisa: haja paredão.

Ainda acho pura e simples encheção de linguiça essa interação do BBB com a ''novela'' das 9 e que pra mim só vai acrescentar ao reality, mas vejamos. Abç!

Fernando Oliveira disse...

Para ao tempo que foi a pior estréia de um bbb, foi também a melhor estréia de um bbb, já que não comprometeu a excelente Amores Roubados. Enfim, bbb é mais do mesmo, mas servirá para entreter. Pelo menos a Globo tem dado bons sinais de que se importa com o telespectador, não retardando o início da minissérie.

Bell disse...

Eu não curto =/

Alexandra Amaral disse...

Foi um ''primeiro capítulo'', vamos dizer assim, tão rápida, que passou quase despercebida por mim. Aliás, parecia que era dia de festa, tudo tão apressado, tão rápido. Não consegui entender nem quem era quem lá.

Anônimo disse...

O elenco parece com potencial mas o início foi fraco. O ponto alto será a Valdirene e olhe lá.

Anônimo disse...

O elenco dessa edição parece bom e tem muita gente que promete fazer polemica, vamos esperar pra ver.
Ah o que mais me interessa nesse começo é a participação da Tata como Valdirene

Bia Jubiart disse...

Pô, Sérgio, só vi cabelão chapado, nenhum encaracolado? Só um pouco de ironia p/ quebrar o climão rsrs BBB.
Pense em alguém que sabe notícias da TV cheia de bom senso e imparcialidade? É aqui com vc! Acho que faz uns 7 meses que deu piripac na minha parabólica, desde então, só aqui (sei, não sou muito de comentar, cadê time?) na net e netflix srsrsrsrsr. O bom dessa história é que acabei selecionando o que quero ler ou assistir. O BBB é um grande circo bem montado com produção TOP, só acho até hoje um desperdiço o Pedro Bial apresentar o mesmo, desde a primeira edição fiquei com essa impressão que tenho até hoje... Ele pode ser muito além de um BBB e narrador de poesia autoral... Pronto falei!

Sérgio que venha um ano feliz com muita saúde p/ você!

Bjõesssssss

Anônimo disse...

Esse programa ainda existe???????

Thallys Bruno Almeida disse...

Depois de ver a participação dela no BBB, eu quero mudar aqui uma parte da minha opinião sobre a participação de Tatá como Valdirene no BBB.

O que mudo: adorei essa participação dela e foi de fato um grande atrativo para esse início de reality. Foi maravilhoso vê-la improvisando de verdade, livre das amarras de sua personagem da novela. Valdirene de improviso foi épico. Gostei msm.

O que mantenho: a personagem pode até ser criação do Walcyr, mas se ela foi tão boa no BBB, o mérito pra mim é inteiramente de Tatá Werneck e do BBB. O reality, esse sim, ganhou com a participação dela. Duvido muito que isso vá fazer diferença na novela em si. Abç.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, achei um desrespeito ao público a mudança de horário de Amores Roubados. Quando se desliga a TV, corre-se o risco de perder o início do capítulo.

Athyne Tedesco disse...

Os participantes são bem interessantes mesmo, porém no comecinho não dá pra gostar nem desgostar de ninguém (eu mesma só sei o nome da metade) mas tem tudo para ser mais uma edição bem sucedida.

Ah e sobre a participação da Valdirene, foi MARAVILHOSA, o que a Tatá fez foi perfeito, ela ficou 12 horas encorporada na personagem sem sair por um instante, não é para qualquer um isso.

Thallys Bruno Almeida disse...

Vai, tá bom, eu retiro a última frase, rs. O uso das cenas do BBB na novela, até que enfim, deu um salto de qualidade e ajudou a novela a apresentar um capítulo bom e me fazer gostar de novo da Valdirene. Pena que foi tão curto, pois ajudou a novela a sair um pouco do marasmo dessa reta final.

Melina disse...

Sérgio, achei os participantes cansativos mas todo início é assim mesmo. A gente demora a se envolver. E o BBB só vai começar de fato depois que acabar Amores Roubados. Um beijo.

Anônimo disse...

Só eu acho que que a Tatá e a personagem dela a mesma coisa. Não vejo diferença na fala, na entonação, na piada, em nada, do que ela fazia na MTV, naquele programa de improviso, só que na novela ela é mais doidinha. Fora que ela fala super rápido, meu pai é um que não consegue entender metade do que ela fala. Fora que a personagem dela é a chatisse em pessoa. Mas gostava bastante dela na MTV.

Sérgio Santos disse...

A estreia foi diferente e eu gostei, Thallys. Mas o programa está lento por enquanto, o que não deixa de ser natural.

Quanto a Valdirene, é normal que vc ache que só a Tatá é merecedora de elogios. Sendo que repetiu inúmeras vezes que achava isso uma encheção de linguiça. Mas se mudou de opinião, ok.

Sérgio Santos disse...

É verdade, Fernando. Foi meio que um contraponto. Uma certa ambiguidade. Mas no fundo deu certo pq teve um bom ibope e não prejudicou mt a minissérie. abç

Sérgio Santos disse...

Ok, Bell! bj

Sérgio Santos disse...

Isso é, Alexandra. Ainda tô decorando os nomes. bjs

Sérgio Santos disse...

E o ponto alto foi a Valdirene mesmo, anônimo.

Sérgio Santos disse...

A participação da Tatá foi mt divertida, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Bia, muito obrigado. Respeito sua opinião, sem problemas. Bjsssss

Sérgio Santos disse...

Elvira, entendo sua opinião. Bjão!

Sérgio Santos disse...

Athyne, esse comecinho é sempre chato mesmo com raras exceções. E a Tatá merece aplausos pelo que fez. Não é pra qlq um mesmo. bjsssss

Sérgio Santos disse...

Melina, é verdade. Agora que acabou Amores Roubados o BBB começará de fato. bj

Sérgio Santos disse...

Anônimo, respeito sua opinião sobre a Tatá. Abraço!

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Voltei, pois quando estive aqui mais cedo dei uma rolada na página para conferir os assuntos postados e vi esta abordagem sobre o BBB-14. Como naquele momento não dava para ler deixei para retornar mais tarde.
Que dureza será este quarto Sibéria, hein? Se eu estivesse na casa e entrasse para este quarto daria logo adeus ao BBB. Odeio frio e banho gelado-rsrs.
Vamos ver o que nos reserva esta edição. Pelo menos, há muita gente bonita na casa.

Beijo.

Filha do Rei disse...

Só acho muitas pessoas numa mesma casa

Sérgio Santos disse...

Vera, esse quarto da Sibéria deve ser péssimo. Mas eu ia gostar porque amo frio. Só banho gelado é que não suportaria. O jogo tá começando a esquentar, sem trocadilho. rs bjsss

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sérgio Santos disse...

É verdade, Cléu. Ainda mais nessa edição, que começou com 20, um número bem acima do normal. bj