segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Evaristo Costa e Sandra Annenberg formam a dupla mais entrosada e simpática do jornalismo da Globo

A Globo é uma emissora que tem a novela como produto mais apreciado, mas, verdade seja dita, o jornalismo não fica muito atrás. Tendo vários jornais sendo exibidos ao longo de sua programação, e todos com muita qualidade, a empresa conta com uma grande equipe de jornalistas e profissionais competentes. Entre tantos jornalísticos, o "Jornal Nacional" sempre foi o principal e dificilmente algum outro tomará esse posto, afinal, é exibido no horário nobre. No entanto, após algumas modificações, o "Jornal Hoje" acabou virando o produto mais querido por grande parte dos telespectadores.


Sempre sendo alvo de muitas críticas por apresentar um formato de telejornal engessado e até robótico, a Globo, há alguns anos, finalmente resolveu mudar e dar um ar de maior naturalidade aos seus jornalistas. Aos poucos, todos os jornais foram tendo modificações e os apresentadores começaram a se soltar um pouco mais. O jornalístico que menos apresentou mudanças na conduta de seus âncoras foi o "Jornal Nacional", enquanto que o "Jornal Hoje" foi o que mais sofreu modificações e para melhor. Juntou um formato mais leve com uma dupla de apresentadores segura e simpática: Evaristo Costa e Sandra Annenberg.

Sandra é uma jornalista de extrema competência e já esteve presente em diversos jornais da Globo. Assumiu o comando do "JH" em 1998 e, entre idas e vindas, acabou se fixando no telejornal vespertino em 2003 --- ano em que mudanças mais significativas começavam a alterar o formato do jornalístico ---,  fazendo dupla com Carlos Nascimento. Com a ida do apresentador para o SBT, Sandra passou a dividir a bancada com Evaristo Costa e a partir desse momento houve uma união perfeita. 

Evaristo e Sandra são naturalmente simpáticos e souberam aproveitar muito bem esse 'espaço' que a emissora deu a eles na apresentação. Ao inserir essa informalidade no jornalístico, mesclando notícias com culinária e comportamento, a Globo transformou o "Jornal Hoje" em uma atração que pode ter credibilidade e seriedade, sem precisar transformar o horário de almoço em um período tedioso ou trágico demais, com aqueles apresentadores sérios, que só noticiam desgraça. Afinal, para isso já há o "JN" na hora do jantar. 

O risco da tal informalidade era grande, afinal, a simpatia entre os âncoras e as brincadeiras que um fazia com o outro, poderiam ficar forçadas e o público estranhar. Mas a sintonia entre os jornalistas foi tão boa e sincera que o resultado acabou sendo o melhor possível. O telespectador, além de respeitar a credibilidade dos âncoras, sente-se próximo de Evaristo e Sandra, situação que já não acontece tanto com os outros telejornais da emissora.

O "Jornal Hoje" cumpre a sua missão de informar, ao mesmo que se preocupa em não ser um jornalístico tão 'pesado' no horário vespertino. Evaristo Costa e Sandra Annenberg transmitem seriedade e simpatia com a mesma naturalidade e formam uma ótima dupla. A competência e a desenvoltura de dois jornalistas talentosos somadas a um formato de telejornal mais leve e informal não tinha como dar errado. E realmente não deu. Sorte de quem tem disponibilidade para assistir ao telejornal diariamente. 

37 comentários:

✿ chica disse...

Gosto muito da atuação dos dois, em especial a da Sandra! abraços,linda semana,chica

EDER RIBEIRO disse...

Sérgio, pegando carona na sua crônica, percebi q a ida da Patricia Poeta para o JN tb deu essa característica ao mesmo, até a vejo ofuscando o Wlliam Bonnie. Abçs.

Águeda Lemos disse...

Até que enfim o talento e simpatia de Sandra Anemberg foram reconhecidos

Kellen Bittencourt disse...

Eu adoro a dupla amigo, a Sandra é formada em Artes Cênicas, por isso ela leva uma certa interpretação ao jornalismo, alguns criticam isso por acharem que soa falso, eu discordo, acho que enriquece ainda mais seu trabalho, e o Evaristo tbém é muito carismático! Adoroo! Abraçosss

Bia Jubiart disse...

É o meu horário vício na globo, almoço e paro um pouco p/ assistir...
Nem em novela faço isto! Eles são excelentes!

Lindo, uma ótima semana p/ vc!

Bjooooooooo

Felisberto Junior disse...

Olá!
Sérgio
ah, é verdade! A Sandra tem um carisma e simpatia contagiante!
Foi apresentadora e atriz!Tem uma enorme bagagem!E o Evaristo é da nova safra!Menos "engessado" e carismático!
Bastou a química entre ambos e ,juntando a credibilidade,deu tudo certo!
Obrigado!
Ótima semana!
Abraços
ClicAki Blog(IN)FELIZ

@aiquetudogente disse...

Olá, Sérgio! Amo os dois, carismáticos, bem humorados e ótimos jornalistas! Tanto eles como o Jornal Hoje, evoluíram muito de uns tempos pra cá. Gostava muito da química entre William Bonner e Fátima Bernardes também, mas acho que a Patrícia Poeta tem cumprido bem o papel.

http://aiquetudogente.blogspot.com.br/

A viajante disse...

ADOROOOOOOOOOOOOOOO... como bem disse, eles trazem leveza e as reportagens são super interessantes!! Um beijo, querido!

Vera Lúcia disse...


Olá Sergio,

Cheguei a trocar o Jornal Nacional pelo Jornal da Record exatamente pela descontração e sintonia entre seus apresentadores (Celso Freitas e Ana Paula Padrão). O jornal fica mais leve e divertido. O Jornal Nacional ainda está muito formal.
Por outro lado, Evaristo e Sandra formam uma bela dupla e gosto demais do estilo de apresentação deles.

Beijo.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, também gosto das pautas do "Jornal Hoje" e da dupla Sandra Annenberg e Evaristo Costa. Eles parecem conversar informalmente com o público, falam da vida particular, conseguem interagir de forma inteligente.
Individualmente falando, para mim, a melhor apresentadora de telejornal é a Renata Vasconcellos, que transmite credibilidade, é carismática e simpática, e que eu gostaria de ver na bancada do "Jornal Nacional".

Clau disse...

Oi Sérgio!
Talvez eu seja a única a achar a Sandra artificial,mas inegavelmente ela tem muita credibilidade.
Já o Evaristo,além de lindo é carismático e competente.
Bjs!

Paty Michele disse...

Opa! Agora sim, vc falou a minha língua.
Apesar de não assistir mto ao JH, por conta do horário em que estou trabalhando, qdo posso, vejo e gosto mto. Aliás, adoro telejornais, à noite vejo quase todos, fico zapeando.
Adoro a simpatia e o entrosamento dessa dupla, apesar de achar que Evaristo é quase tão engessadinho qto Bonner. rsrsr

E a Sandra é super elegante! rsrs

Um bjo, Sérgio.

Milene Lima disse...

Não assisto ao JH, por motivos de pura preguiça de ligar a tv nesse horário, não acompanhei essa mudança, mas antes assistia muito (antes do PC). Gosto da Sandra, embora ache que ela ria com tudo. E quando se ri de tudo, acaba soando forçadamente simpático. E o Evaristo, é lindo e também simpático. Bela dupla.

Beijo, Sérgio.

Adriana Helena disse...

Sérgio, meu amigo!
Que maravilha de post! Homenagear essa maravilhosa dupla de jornalistas com um artigo só para eles foi demais sabia?

Eu sempre assisto o Jornal Hoje, pois está na minha hora de descanso depois do almoço. Aliás, acabei de ver a reportagem do Evaristo Costa de hoje, que está se interagindo de uma maneira maravilhosa com os jovens! A Sandra, sempre simpática e eu jamais vou esquecer o termo
" que deselegante" que é a cara dela não é? rsrs

Barbie Californiana disse...

Eu adoro eles, Sérgio! :)
Adorei seu post... beijos e linda noite!

Sérgio Santos disse...

Oi Chica, obrigado pelo comentário! Bjs!

Sérgio Santos disse...

Oi Eder! Gostei da ida da Patrícia, embora a Renata Vasconcellos também fosse uma boa escolha. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Águeda. Eu gosto muito dela. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Kellen, eu também não acho falso, não, pelo contrário, acho muito espontâneo. O JH ficou mais leve mesmo. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Bia! Já virou vício, é? rs Tenha uma ótima semana você também! Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Felisberto, pois é, foi só juntar o útil ao agradável que deu tudo certo. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi 'aiquetudogente', também gosto do entrosamento dos dois. Apesar de Bonner e Fátima formarem a dupla mais tradicional do jornalismo global, eu particularmente não era fã justamente porque os achava frios e sem expressão. Mas a culpa não era deles e sim do formato que os obrigava a ficar assim. Abraços

Sérgio Santos disse...

Oi Ju, obrigado pelo comentário! Beijos!!!!

Sérgio Santos disse...

Oi Vera, é verdade, o JN ainda está muito formal, mas há quem prefira esse formato. Então acho que por isso a Globo deixo vários 'modelos jornalísticos' na programação. Sinto falta de jornalistas opinativos. Beijão.

Sérgio Santos disse...

Oi Elvira. Também acho que eles interagem de forma muito inteligente e a sintonia da dupla é muito boa.

Renata é uma grande jornalista e também a admiro muito. Não acho que ela combine com o jeito um pouco histérico do Chico Pinheiro e acho que o JN seria muito bacana com ela, afinal, aos sábados ela já mostra que sabe ficar bem na bancada. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Clau. Mas é bom ter opiniões diferentes também e respeito a sua. Gosto da Sandra e a acho natural, mas vai saber... Beijos! =)

Sérgio Santos disse...

Oi Paty! Jura que acha o Evaristo tão engessado quanto o Bonner? O acho bem mais à vontade. O JH não tem um horário muito acessível mesmo. Beijos!!!!!

Sérgio Santos disse...

Oi Milene, obrigado pelo comentário! Há vida antes do PC e depois do PC, né? rsrs Entendo bem o que quer dizer. Beijão!!!!

Sérgio Santos disse...

Oi Adriana, obrigado! Pois é, ainda teve essa expressão que acabou virando um baita bordão: 'que deselegante!" Aliás, resume muitas atitudes que vemos no dia a dia. Que bom que gostou do post! Beijão!!

Sérgio Santos disse...

Oi Barbie, também gosto! Obrigado! Boa noite pra você também! bj

Bia Hain disse...

Sérgio, há algum tempo evito jornais porque se tornaram a reprodução de tragédias, e penso que, se é para não fazer nada para ajudar, não adianta assistir. Com exceção do Jornal Hoje, que assisto com prazer! O casal de apresentadores tem ótimo entrosamento e colabora para manter a leveza que o horário pede. UM abraço!

Thallys Bruno Almeida disse...

Sérgio, nos jornais da Globo sempre dá pra ver que cada um tem um universo meio diferente: O Bom Dia Brasil, que ganhou uma nova cara - saiu a elegância do Renato Machado, entrou a simpatia do Chico Pinheiro; o JH pelo estilo mais light da Sandra e do Evaristo; o JN, que mesmo parecendo "robótico" é consagrado como principal informativo do país; e o JG na madrugada, onde o nível técnico é maior, com matérias mais elaboradas, colunas como a Conecte (sobre tecnologia) e a do Nelson Motta (sobre artes e música).

Não é à toa que Sandra e Evaristo conquistaram tanto o público. A simpatia + a competência de ambos deu nisso. E ela ficou ainda mais popular depois do fenômeno-meme "deselegante", após o ataque dos idiotas à Monalisa Perrone. Os dois dispensam mais comentários. Abç!

Sérgio Santos disse...

Oi Bia, é verdade! Os jornais têm sido uma fonte de notícias ruins, aliás, desde sempre. O JH tem uma pegada um pouco mais leve e os apresentadores são muito bons. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Thallys, é verdade, cada jornal da Globo tem a sua característica específica. Sinto falta do Renato no Bom Dia Brasil e gosto muito da coluna Conecte-se no JG.

Sim, aquela agressão contra a Monalisa foi ridícula. Abração!

Marcos Mariano disse...

Esses dois são minha companhia do almoço, sempre informando com muita descontração, sempre gostei muito da Sandra, e achei quando o Evaristo entrou no lugar do Nascimento deu um ar mais jovem ao telejornal.

Abraços

Sérgio Santos disse...

Marcos, o Carlos era muito sério mesmo e nada carismático. Ainda é assim no SBT. Evaristo deu um ar mais leve mesmo. Abraços.

Morgânia Almeida disse...

Os melhores, na minha opinião!