quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Na primeira grande premiação do ano, Avenida Brasil sai consagrada e colhe os frutos do sucesso alcançado

A televisão sempre foi a grande paixão do brasileiro. E quando o ano vai chegando ao fim, vários veículos da imprensa promovem premiações, consagrando o bom trabalho de apresentadores, atores, autores, diretores e novelas e produções que mais se destacaram no ano que passou. A primeira grande premiação de 2012 --- o Prêmio Extra --- mostrou o que todos já previam: "Avenida Brasil" foi a grande vencedora da noite, triunfando em seis categorias, das nove que concorreu. A festa (ocorrida ontem, 27/11) foi transmitida pela internet e quem assistiu pôde acompanhar toda a cerimônia, esta muito bem apresentada por Marcos Caruso e Eliane Giardini.


Ao longo desse ano, os telespectadores se apaixonaram por duas novelas que foram um verdadeiro sucesso de público e crítica: "Cheias de Charme" e "Avenida Brasil". Não por acaso, as duas produções ganharam vários prêmios e foram ovacionadas pela plateia, que reagia empolgada a cada vitória das respectivas tramas. Em meio a tantas comemorações, ainda houve espaço para homenagear Glória Menezes e Tarcísio Meira, que ganharam o Troféu Extraordinário, categoria mais importante da premiação do jornal Extra. Os grandes atores se emocionaram e mostraram que o amor entre eles, e pela profissão, continua forte.

Mas voltando aos indicados, ficou bem claro que será muito difícil competir com a novela das sete e das nove que mais fizeram sucesso em seus respectivos horários nos últimos anos. "Cheias de Charme" e "Avenida Brasil" são produções que irão faturar quase todas as categorias que vierem a concorrer, e caso se enfrentem, como ocorreu no
Prêmio Extra, a obra de João Emanuel Carneiro levará uma larga vantagem e não dará chance alguma para sua 'rival'.

Na categoria 'revelação infantil', a lindinha da Mel Maia levou o troféu para casa. Apesar da sua curta participação na novela, Rita foi uma papel marcante e o público se apaixonou pela menininha que foi jogada no lixão. Já na categoria 'revelação', Cacau Protásio venceu e ainda cantou 'eu quero ver tu me chamar de amendoim' (o hit que mais caracterizou a personagem) no palco. Isis Valverde ganhou como 'melhor atriz coadjuvante', mostrando o quanto que a periguete Suelen despertou paixões. Vera Holtz concorria com Isis e também merecia o prêmio, pois Mãe Lucinda foi genialmente interpretada por ela. José de Abreu, que fez uma ótima parceria com Vera, acabou triunfando na categoria de 'melhor ator coadjuvante', conquistada graças ao irônico Nilo e a sua risadinha característica: hi hi hi.

"Cheias de Charme" acabou faturando os prêmios de 'melhor maquiagem', 'melhor figurino', 'tema musical' (com o hit Vida de Empreguete) e 'Ídolo Teen', tendo Isabelle Drummond como vencedora. Em meio a tantos festejos, pode-se dizer que a grande frustração da noite foi a vitória de Marcelo Serrado, na categoria 'melhor ator', vencendo Murilo Benício e Marcello Novaes, que concorriam pelos grandes trabalhos como Tufão e Max, respectivamente. Pelo que se viu, o mordomo Crô, da péssima "Fina Estampa", ainda permanece na memória do público. Marcelo é um grande ator, mas nessa disputa não mereceu ganhar.

Após essa rápida decepção da plateia, e do público que assistia a tudo pela internet, vieram as duas categorias mais esperadas: 'melhor atriz' e 'melhor novela'. Não houve dúvidas e nem poderia ser diferente, Adriana Esteves venceu, acabou dançando como Carminha e fez as caras e bocas da vilã que apaixonou o país. A atriz ainda agradeceu a todos da equipe e lembrou das concorrentes (Claudia Abreu, Christiane Torloni, Marjorie Estiano, Taís Araújo e Débora Falabella), enfatizando que Carminha jamais existiria sem Nina. Para fechar a noite, foi anunciada a melhor novela de 2012 e óbvio que "Avenida Brasil" levou, sem nenhum tipo de contestação. Vários atores do elenco subiram ao palco e Eliane Giardini, que também apresentava a premiação, pediu a palavra para dizer que sabia que estava fazendo parte de uma novela histórica.

Apesar do reconhecimento do belo trabalho apresentado em "Cheias de Charme" e dos quatro merecidos troféus recebidos, foi a recém-terminada novela das nove a dona na noite. A consagração de "Avenida Brasil" no Prêmio Extra foi apenas um aperitivo do que ainda virá nas próximas premiações. Após meses hipnotizando e prendendo o telespectador diante da tevê, chegou a hora de colher os louros da vitória. Se nada de surpreendente acontecer, a trama de João Emanuel Carneiro levará muitos troféus para casa e, quem sabe, será mais uma novela da Rede Globo a ganhar o Emmy. Oi oi oi!

Veja todos os ganhadores do Prêmio Extra:

Estreia do Ano: "The Voice Brasil" (concorrentes: "Encontro com Fátima Bernardes", "Louco por Elas", "Mulheres Ricas", "Na Moral" e "Programa da Tarde")

Melhor Programa de Humor: "Tapas & Beijos" (concorrentes: "A Grande Família", "A Praça é nossa", "CQC", "Pânico na Band" e "Zorra Total")

Melhor Apresentador: Luciano Huck (concorrentes: Fátima Bernardes, Fernanda Lima, Regina Casé, Rodrigo Faro e Pedro Bial)

Melhor Atriz Coadjuvante: Isis Valverde (concorrentes: Carolina Dieckmann, Eliane Giardini, Heloísa Périssé, Letícia Isnard e Vera Holtz)

Melhor Ator Coadjuvante: José de Abreu (concorrentes: Alexandre Borges, José Wilker, Juliano Cazarré, Marcos Caruso e Marcos Palmeira)

Melhor Ator: Marcelo Serrado (concorrentes: Murilo Benício, Marcello Novaes, Antônio Fagundes,Cauã Reymond e Ricardo Tozzi)

Melhor Atriz: Adriana Esteves (concorrentes: Christiane Torloni, Débora Falabella, Cláudia Abreu, Marjorie Estiano e Taís Araújo)

Personalidade do Esporte; Tadeu Schmidt (concorrentes: Alex Escobar, Flávio Canto, Glenda Kozlowski, Luis Roberto e Milena Ceribelli)

Ídolo Teen: Isabelle Drummond (concorrentes: Alice Wegmann, Arthur Aguiar, Caio Catro, Fiuk e Lua Blanco)

Melhor Maquiagem: "Cheias de Charme" (concorrentes: "Casseta & Planeta", "Gabriela", "Pânico na Band", "Rei Davi" e "Zorra Total")

Melhor Figurino: "Cheias de Charme" (concorrentes: "Avenida Brasil", "Dercy de Verdade", "Fina Estampa", "Gabriela" e "Rei Davi")

Tema Musical "Vida de Empreguete" (concorrentes: "Correndo atrás de mim" - Aviões do Forró, "Ex my love" - Gaby Amarantos, "Mata o papai" - Sorriso Maroto, "Vem dançar com tudo" - Robson Moura e Lino Krizz e "Depois" - Marisa Monte)





62 comentários:

Thallys Bruno Almeida disse...

Perfeito artigo, Sérgio. E essa foi só a primeira premiação que Avenida Brasil ganhou.

O fato de Cheias de Charme ter levado também uma boa quantidade de prêmios contribuiu para um justo equilíbrio entre as duas novelas. Só lamento que outras emissoras não tenham sido contempladas, como justamente o Pânico, que esse ano por causa do Jornal do Boris/Avenida Barril merecia esse ano.

Os prêmios conquistados pelo Marcelo Serrado como COADJUVANTE, e EM 2011, esses sim foram merecidos. Mas o de ontem foi uma afronta, não pelo ator em si, e sim por premiar injustamente uma esquecível novela que já estava morta e enterrada desde o fim de seu último capítulo de mau gosto.

Na categoria Ídolo Teen foi um milagre a vitória da Isabelle, porque eu jurava que ela e a Alice Wegmann perderiam para algum dos concorrentes cartas-marcadas. E na de apresentador: Pedro Bial, Fernanda Lima ou Regina Casé mereciam. Não que Huck seja ruim, pelo contrário, mas os outros tiveram muito mais aceitação popular esse ano.

Em atriz coadjuvante, tanto Ísis quanto Vera mereciam ganhar. Mas eu já sabia da vitória da mais jovem pelo fato de uma periguete ser naturalmente uma personagem mais popular do que uma mais complexa e dúbia como Lucinda.

Uma maioria justa, felizmente. Abçs e Oi Oi Oi! hihihi! Até!

Thallys Bruno Almeida disse...

Errata: "Pânico, que merecia ganhar esse ano por causa do Jornal do Boris e Avenida Barril".

Anônimo disse...

Parabens a essas duas cafonalhas de novelas, pra quem gosta é um prato cheio. Vou discutir? Não, não, comemorem esse "sucesso" que foi Avenida Brasil, a novela que "parou" o brasil no ultimo capitulo com... 51 pontos! Se isso é sucesso... e as caretas de Adriana Esteves, as estorinhas chatas e avulsas(Cadinho, Suélen e cia), um monte de personagens insuportaveis e um monte de furos: Avenida Brasil, o sucesso de 2012.
Oi, oi, oi...ai!

paulo, o eterno saudosista disse...

Meu Deus, olhando esses indicados nessa lista me dá até um embrulho no estomago. Quanta porcaria, quanto lixo! Seja novelas, programas de humor ou programas em geral, temas musicais, idolos teens... isso só pode ser uma piada! Acaba mundo ainda em 2012, please!!!!!

Carlos disse...

Vcs levam esse prêmio a sério? Esse prêmio tem o mesmo nível do melhores do ano do faustão. Organizações Globo total e soma que quem vota é o público viciado da net, conclusao, vcs ainda tinham dúvida de que daria Avenida?

As opções são péssimas, veja como exemplo atriz coadjuvante: 5, de 6, são de Avenida. Isso é justo? Fizeram tudo de qualquer jeito, quase empurrando o prêmio pra trama.

Programa de humor pra Tapas e Beijos, em um ano apagado, foi uma vergonha. Até o Zorra, com o ator que faz a Valéria, teve mais influência e graça. Nessa categoria era muito mais A Grande Família, Pânico ou CQC.

Infelizmente, o que já falei de vilãs glamourizadas irá acontecer direto mais uma vez. Uma pena, pq a Falabella fez um ótimo trabalho, mas... É mocinha.

Como já disse em outro tópico, estamos maus de premiações. Público que vota (mal), jornalistas q puxam-saco e não tem uma opinião formada (troféu imprensa). Único prêmio que respeito, é o Emmy, que esse ano premiou duas ótimas produções. Se Avenida ganhar, parabéns. Se não ganhar, lamento. Pra mim, é indiferente.

Abraço

Milene Lima disse...

O Ricarto Tozzi tava concorrendo como melhor ator? E dá pra levar esse prêmio a sério mesmo? Então tá, confio em você.

Mas eu fico meio desanimada em ver prêmios assim, absurdamente globais. Se nem o CQC tem chance de ganhar qualquer coisa, imagine outro programa. Tranque-se tudo e deixe apenas a Globo tomando conta do pedaço inteiro.

Eu amei o Crô, de paixão. Mas pra mim o Marcelo Cerrado era coadjuvante naquela novela.

No mais, tudo como se esperava.

Ah, ontem eu ri um bocado com o Felipe (Edson Celulari) em Guerra dos Sexos, e lembrei de ti. Queria te dizer que não sou tão intransigente. Rsrs.

Beijo.

LUIZ disse...

DENUNCIA: semana passada a enquete pro novelão da semana do video show era entre locomotivas(77), tititi(85) e Suave Veneno(99). Tititi ganhou mas foi ao ar Suave Veneno, um dos maiores fracassos do horario nobre e ainda por cima anunciada pelo Andre Marques como "um grande sucesso". A vontade DELES é que predomina, não acreditem em NADA que venha da globo. Abraços!

jurandir disse...

Me falem que dia que é essa premiação pra eu programar minha TV pra BLOQUEAR esse canal no dia. Coragemmmmmm!!! kkkk, bom dia a todos!

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, "Avenida Brasil" mereceu os prêmios, mas eu incluiria Murilo Benício como melhor ator. "Cheias de Charme" e "The Voice Brasil" foram outras premiações que me agradaram.
Lamentei que não tenha sido premiada a maravilhosa "A Vida da Gente", assim como nenhum programa de outras emissoras.

EDER RIBEIRO disse...

A premiação de AV é constatar o óbvio, foi uma obra redonda, beirando a perfeição. Parabéns pelo texto. Abçs.

Rita disse...

Bom dia meu querido, olha valeu mesmo
a premiação, Avenida Brasil, fez sucesso, e os atores a trizes são de primeira, cada um merecedor de seu papel,uma novela que abalou Bangu como dizem por ai rsrsrs ,
Deixo um abraço com carinho
Bjão da Rita.......mas não a da novela rsrsrsr

Parabéns a todos premiados!!!

Vanessa Barbosa. disse...

Carminha vai ficar na memória. Adriana Esteves ganhou um grande espaço pra explorar todo o seu talento, as variações dela em cena foram fantásticas.
E realmente Marcelo Serrado não mereceu essa.
Eu aposto muito em Ccau Protázio, ela tem que investir em novelas pois tem um talento oculto.

Beijos e até mais.

Felisberto Junior disse...

Olá!
Sérgio
parabéns à todos os vencedores. É lógico que uns mereciam mais ou menos, mas é questão de opinião.Eu de forma alguma daria o prêmio de melhor ator para Marcelo Serrado.Mas, temos que respeitar a forma e os que foram premiados!De "resto", normal!
Obrigado!
ótima quinta feira!
Abraços
ClicAki Blog(IN)FELIZ

MARILENE disse...

Não acompanhei a premiação mas me sinto atualizada sobre ela, lendo você.
Realmente, Marcelo Cerrado é um grande ator, mas eu não o louvaria pelo Crô, em detrimento de Marcello Novaes (Max). Bjs.

Clau disse...

Boa noite Sérgio :)
Avenida Brasil mereceu as premiações.
(Gostei que Luciano Huck,tenha ganho o Prêmio Extra,como Melhor Apresentador!).
Bjs!

Samuel disse...

Boa noite, Sérgio não considero o Premio Extra como uma grande premiação, aliás, nem ele nem o do domingão do Faustão, pois grande maioria do público vota nos mais famosos, nos mais bonitos, nos personagens mais engraçados, e assim vai, ou seja, a maioria do público não escolheram a Adriana Esteves, Isis Valverde e Marcelo Serrado pelas atuações, e sim pelos personagens carismáticos e engraçados que os três fizeram. Da mesma forma que escolheram o Luciano Huck por ser o mais famoso, e assim vai, e por falar em famoso, sabe quais são as chances dos atores de uma novela das 18h serem premiados em premiação com votação popular? Mínimas, as tramas das 21h sempre vão imperar nessas premiações, simplesmente por ser a mais famosa, a credibilidade técnica dessas premiações são zeros, tanto que só vão a premiação os artistas premiados, e isso porque devem ser avisados.

Samuel disse...

O Carlos levantou outro ponto importante, a questão das mocinhas, alguém lembra aí qual foi à última vez que uma atriz que fez a mocinha foi premiada em algo? Se observarem todas as vilãs das ultimas novelas foram premiadas, o que só reforça o que comentário do Carlos e o meu anterior quando falei da credibilidade dessas premiações populares. Sendo assim, a Claudia Raia já pode ficar tranquila, pois seu premio em 2013 já está garantido, kkkk

Dandara Blue disse...

Sérgio,

Ai, meu amigo, como sofri com a premiação de melhor ator. Que decepção! Um trabalho tão agudo, tão profundo, tão lindo, como nos presenteou Murilo Benício ser preterido pelo caricato Crô, de Marcelo Serrado. Sinceramente, 5 minutos de Tufão valeram por todas as cenas de Serrado em Fina Estampa.
Só não lamento mais porque sei que em outras futuras premiações essa injustiça será corrigida.
No restante, nada de grandes surpresas, embora no fundo, no fundo eu concorde em parte com as críticas de que a premiação segrega as produções de outras emissoras. Mas vem aí o Troféu Imprensa para carimbar Carrossel e sua trupe Ltda. Para mim, que sou sempre suspeita, Avenida Brasil, em qualquer premiação séria que concorra, será por direito e justiça, a grande campeã.
Um beijo,
Dandara

Paty Michele disse...

Sérgio, meu querido, e eu que não soube desse prêmio!!!
Merecidíssimo, Av Brasil foi uma novela que revolucionou, Ísis Valverde ter ganho pra Eliane Giardini foi meio forçado, não?
Só me tire uma dúvida: O júri foi composto por quem?

Um abraço!

Van disse...

Oi Sergio

Fico feliz em ver os atores vibrando em terem seus trabalhos reconhecidos e elogiados com a conquista de um prêmio. Todo esforço e todo trabalho merece recompensa.

Beijos

Sissym disse...

Se eu era fã da Adriana, com este ultimo trabalho serei fã eternamente! Ela é demais!


Sergio, beijos

ELAINE disse...

Adorei teu texto, como sempre! As premiadas fizeram por merecer! Passando pra ver como você está e agradecer o carinho.
Um abençoado e feliz fim de semana!
Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Sérgio Santos disse...

Thallys, obrigado pelo comentário. A premiação foi justa na imensa maioria e lamento a vitória de Marcelo Serrado, Tapas & Beijos e Luciano Huck.

Olha, sem querer parecer bajulador ou algo do tipo, o único programa da concorrência que eu achei merecedor de prêmio foi o Pânico mesmo. Tirando isso, nada mais merecia na minha opinião.

Enfim, é difícil prevalecer a justiça em todas as categorias, mas até que dessa vez vimos mais acertos do que erros. Abração!

Sérgio Santos disse...

"Anônimo", discordo do seu comentário, mas obrigado por expor sua opinião aqui. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Paulo, seu mau-humor já virou característica desse blog. rsrs Abraços!

Sérgio Santos disse...

Carlos, obrigado pelo comentário. Também quero que Débora Falabella ganhe algum prêmio porque ela merece, mas infelizmente a mocinha, mesmo diferente como foi o caso de Nina, não costuma vencer premiações.

Também achei injusta a vitória de T&B, mas você sabe minha opinião sobre a atual temporada de A Grande Familia. Torcia pelo Pânico. Mas tirando isso, não vejo merecimento para que nenhuma atração das concorrentes vencesse.

Há vários anos sempre me decepcionava com essas premiações porque a grande maioria era injustiçado, mas fico feliz quando vejo profissionais merecedores levarem troféus, por menos relevantes que sejam. Abração.

Sérgio Santos disse...

hahahahaha Sim, Milene, era sério. Eu não acredito nisso de armação, nem de ibope, nem de votação, enfim... Não acho que nenhum programa da concorrência fez por merecer ganhar prêmios, a não ser Carrossel do SBT e o Pânico da Band. O CQC está caído demais e perdeu o 'charme' que tinha.

Ricardo é fraco mesmo e ainda bem que não venceu. Marcelo também não merecia, embora seja um bom ator.

Ah, você riu, é? Ainda bem que lembrou de mim em Guerra dos Sexos! Bjs!!!

Sérgio Santos disse...

Luiz, tem algum erro aí. Suave Veneno estava concorrendo com Salsa & Merengue e ela não foi citada por você.

Suave Veneno foi o maior fracasso do horário nobre (junto com Esperança) mas não era uma novela ruim, na minha opinião. Embora também não fosse incrível. Mas voltando ao assunto, não acho que manipulariam essa bobagem. Pra quê? Seria melhor não dar opção alguma como fazem com o Vale a Pena ver de Novo.

Mas enfim, não acho que o Prêmio Extra tenha sido armado. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Jurandir, obrigado pelo comentário. Não se preocupe, não será televisionada. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Elvira, também gostei das premiações e lamentei que A Vida da Gente não tenha recebido a quantidade de prêmios que merecia. Creio que Lícia Manzo ganhou como melhor autora e Jesuela Moro como revelação infantil ano passado, mas ficou nisso, infelizmente.

O único programa da concorrência que eu acho merecedor de prêmios é Carrossel (mas entra na categoria novela e competir com Avenida Brasil não dá) e Pânico. Beijos.

ps: por que você não faz um Twitter?

Sérgio Santos disse...

Oi Eder, obrigado. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Rita, a consagração foi merecida e muitos prêmios ainda virão. Devem ter brincado muito com o seu nome na época da novela. rs Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Vanessa! Carminha será inesquecível mesmo e Adriana deu um show. Marcelo não mereceu mesmo, mas ainda terão outros prêmios e acredito na vitória do Benício.

Boa notícia pra você, a Cacau foi escalada para a novela das seis que vai substituir a novela que substituirá Lado a Lado. Ainda falta um pouquinho, mas ela volta à tv! bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Felisberto, obrigado pelo comentário. Também não daria o prêmio ao Serrado, mas fazer o que... Abraços!

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Marilene. Como o Extra é um jornal local, achei útil divulgar todos os premiados. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Clau, obrigado pelo comentário. Olha, eu não gostei da vitória do Huck porque acho que Fernanda Lima e Pedro Bial se destacaram muito mais e ele já ganhou sete vezes. Tá excessivo. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Samuel. Sempre costumo me decepcionar em votações populares justamente por isso: vence quem tem o maior e mais dedicado fã-clube, só a novela das oito ganhar etc etc etc. Mas dessa vez, não tenho queixas justamente porque acho a novela e 99% dos atores presentes nela merecedores.

Eu considero todas as premiações da imprensa grandes, mas claro, nada comparado ao Oscar ou Emmy.

Olha, não sei. não ,mas Claudia Raia não tem feito por merecer ganhar nada e muito menos Salve Jorge. E até as premiações do ano que vem, já estaremos com outra novela das nove, então... Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi Dandara. Também fiquei muito decepcionado e surpreso. Não imaginava aquele resultado. Mas também acho que as próximas premiações corrigirão esse erro.

Olha, Carrossel merece elogios e prêmios pelo merecido sucesso que tem feito, mas só ganhará se concorrer na categoria infantil ou algo do tipo. Se disputar na categoria 'novela', não tem como, sejamos justos.

Por isso não acho injusto que nenhum programa da concorrência tenha faturado (com exceção do Pânico). E no Prêmio Extra outros programas foram indicados, só não ganharam... Mas entendo essa questão polêmica. Beijão!

Sérgio Santos disse...

Oi Paty! Olha, foi votação popular. Todos foram eleitos pelo público. Gostei muito da Eliane Giardini, mas acho que se Isis tinha que perder era para Vera Holtz. Mas a periguete fez sucesso e a atriz foi ótima. Obrigado pelo comentário. Beijão!

Sérgio Santos disse...

Oi Van, obrigado pelo comentário! Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Sissym. Também sou muito fã da Adriana e depois da Carminha fiquei ainda mais! Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Elaine, obrigado. Beijos e bom fim de semana pra você também!

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, acho que "Rei Davi" merecia ter ganho algum prêmio.
Não tenho intimidade com as ferramentas da Internet, somente há pouco entrei no Facebook.
O que você achou do novo layout do blog da Kogut? Gostei, mas lamento que ficamos sem a nossa costumeira interatividade nos comentários.
Abraço.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Passando para me atualizar e matar as saudades.
Ler sua narrativa é melhor do que ter assistido ao programa (rsrs).
Concordo que Marcelo Serrado (Crô) não merecia estar à frente de Marcello Novaes (Max), que brilhou em Avenida Brasil.

Beijo.

Daniel disse...

Pelo sucesso alcançado realmente deveriam ganhar premios,

porém meu querido, o que mais me agradou foi a premiação aos nossos dois velhinhos da TV. Particularmente para mim o Tarcisio e a Gloria ainda continuam sendo os melhores atores,
cujo amor, particularmente,
emana superior de qualquer premiação.

Parabens pelo blog,

Dan

Barbie Californiana disse...

Sérgio, confesso a você que a novela me conquistou pela mocinha, creio que Débora Falabella tenha sido pioneira em compor um personagem de mocinha "forte"... uma novidade na teledramaturgia brasileira de novelas. o prêmio foi mesmo merecido. beijos e linda tarde.

Rafael Barbosa dos Santos disse...


Não foi novidade o fato de Avenida Brasil abocanhar a maioria dos prêmios, o fenômeno de JEC mereceu. O premio de melhor atriz não poderia ser de mais ninguém á não ser de Adriana Esteves, a primeira dama da teledramaturgia brasileira neste ano, que com sua entrega e paixão pelo trabalho, juntamente com sua interpretação visceral, fez de sua vilã Carminha um personagem amado e inesquecível que merece ser reverenciado sempre. O que não significa que suas concorrentes não eram merecedoras do premio, seria injusto dizer isso, todas as indicadas eram dignas de levar o premio para casa: Marjorie Estiano com sua interpretação comovente e sensível em A vida da gente como Manu, Cristiane Torloni com sua extravagante e popular T. Cristina que roubou a cena em Fina Estampa (apesar de achar sua indicação um equívoco), Débora Falabella que fez de forma impecável sua tão complexa e diferente Nina, Taís Araújo de quem sou fã que veio de um mau momento como Helena do maneco e deu a volta por cima em grande estilo, emprestando toda sua beleza, simpatia e seu gigante talento para a "linda di bunita" da Penha, personagem marcante em sua carreira, e por último Cláudia Abreu que se reinventou para fazer Cheias de Charme, fazendo de sua Chayene não só uma simples personagem, mas um verdadeiro acontecimento na teledramaturgia tal como Carminha. Sobre o de melhor ator, foi surpreendente e frustrante, não que Marcelo Serrado não fosse merecedor pois ele fez um maravilhoso trabalho como o impagável Crô, o melhor de Fina estampa, mas diante do primoroso trabalho feito por Murilo Benício como Tufão, ou até mesmo do Max de um inspirado Marcelo Novaes é quase impossível não se decepcionar. Acredito que Serrado venceu por Crô ter sido um personagem de forte apelo popular, assim como Suélen. Amava de paixão aquela periguete, de todos os personagens desse tipo de longe ela é minha preferida, ainda assim minha torcida para o premio de atriz coadjuvante era para a majestosa Vera Holtz, responsável por muitas das inúmeras catarses de Avenida Brasil. Sobre o fato de Ricardo Tozzi ter sido indicado ao premio de melhor ator, questionado em um comentário acima, não acho nenhum absurdo, nada mais natural, ele fez por merecer, segurou dois personagens em uma novela de sucesso, ou seja trabalho dobrado, tornou Inácio e Fabian criaturas completamente diferentes uma da outra, encontrou o tom certo a cada um deles, e Tozzi é um ator que vem amadurecendo a cada trabalho, não merecia o premio, mas a indicação foi justíssima, se alguém disser que não, posso dizer que Cauã Reymond também não merecia a indicação, por ter sido forçadinho em algumas cenas de drama em Avenida Brasil, e que também é um ator em evolução.
Fui um fã de Zezé e seu irresistível amendoim, Cacau mereceu o premio, mas não vou negar que minha torcida era para Titina Medeiros. Quanto ao de melhor novela, óbvio que era para Avenida Brasil e merecidamente, pois parou o país, foi uma trama completa, inovadora e genial, como Eliane Giardine disse, uma novela histórica. Ainda assim digo que Cheias de Charme também era merecedora (acho que sou o fã número 1 rsrs),se eu pudesse dividiria o premio entre as duas, já que as duas dividiram meu coração noveleiro durante o ano rs. Sobre os demais prêmios, concordo com todos exceto o de melhor apresentador, acho que deveria ter ido para Fernanda Lima que interage de forma brilhante com os convidados, platéia e telespectadores em seu delicioso "Amor e sexo". Merecido a vitória do eterno Nilo de José de Abreu (hihihi), a lindinha da Mel Maia que fisgou o Brasil logo de cara, ao hit mais famoso do ano "vida de empreguete", maquiagem e figurino para Cheias de Charme, a linda da Isabelle Drummond como ídolo teen, programa de humor merecidamente para Tapas e beijos que á meu ver continua com a mesma qualidade, e claro a estréia do ano para The Voice Brasil, super programa, a salvação de nossos domingos.
É isso, aguardando ansioso as novas premiações.
Puxa vida escrevi demais, quase um post, rsrs. Abraços.

Marcos Mariano disse...

Achei muito justas as premiações, também fiquei meio chocado quando soube que o Marcelo Serrado havia ganhado o premio de melhor ator, mas acho que isso mostra a popularidade do personagem.

Sérgio Santos disse...

Oi Elvira! Olha, eu não gostei. Preferia a cor azul com o cinza e achei aquele amarelo nada a ver. Também não gostei de ter que clicar em cada notícia para lê-la.

Sobre as notas, a Kogut disse que é temporário, mas mesmo assim, achei que as mudanças ficaram melhores esteticamente, mas pioraram a funcionalidade do blog.

Por isso mesmo que perguntei se queria fazer um Twitter. É fácil mexer e melhora a interatividade. Bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Vera! Obrigado! Pois é, foi uma unanimidade a reprovação sobre a vitória do Serrado, mas enfim... Beijos!!!!

Sérgio Santos disse...

Oi Daniel, eu que agradeço! Realmente a homenagem feita ao casal que representa a nossa televisão foi muito merecida. Glória e Tarcísio emocionaram. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Barbie. Sem dúvida a Nina foi uma mocinha inovadora e que fugia dos esteriótipos. Débora Falabella esteve impecável e também merecia prêmios. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Rafael! Eu sempre gosto de comentários grandes! rs Concordo que todas as atrizes mereciam prêmios, mas Christiane Torloni, não. Ela foi bem, mas nada de incrível.

Não concordei com a indicação do Tozzi (embora admita que ele evoluiu mesmo na novela) e nem com a indicação do Cauã. Não acho que eles eram merecedores de estarem na lista, mas enfim...

Fernanda Lima também era um das minhas favoritas para ganhar, além do Bial. Mas o Huck foi puxado...

Enfim, concordo com praticamente tudo o que você escreveu, Rafa. Só não acho que Cheias de Charme merecia dividir com Av. Brasil por causa daquela imensa barriga que a trama teve. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Marcos, é verdade. Acho que todos, sem exceção, ficaram surpresos com essa vitória. Abraços!

Vanessa disse...

Sérgio, tudo bem, querido?
Só assisti aos dois últimos quesitos, que eram os que mais me interessavam. E era bastante óbvio que a Adriana Esteves e “Avenida Brasil” venceriam como “Melhor Atriz” e “Melhor Novela”, respectivamente. Nada mais justo!

Mas confesso que muito me incomoda votação popular. Como comentaram aqui, sempre vence o ator/personagem mais carismático, nunca de fato quem merece. Até pq os que mais se empenham nessa votação são justamente os teens, fã-clubes, etc.

Achei uma pena “A Vida da Gente” não ter levado nada! Aliás, é triste que as novelas das seis na maioria das vezes são preteridas por esses prêmios. Salvo algum fenômeno, como “Cordel” (que eu, aliás, achei abaixo de “AVDG”), nunca são lembradas.

Se fosse das nove, aposto que veríamos uma Nicette Bruno, Ana Beatriz Nogueira e/ou Gisele Fróes concorrendo na categoria “Atriz Coadjuvante”. Bom, ao menos tivemos três prêmios: Marjorie Estiano (Quem), Jesuela Moro (Faustão) e Lícia Manzo (Contigo). :)

Por falar na categoria “Melhor Atriz”, gostaria de ver a Claudia Abreu recebendo algum troféu por sua maravilhosa Chayene. Vai ser difícil desbancar a Adriana, mas... Pra mim, as duas, além da Marjorie, foram os grandes nomes de 2012 na categoria.

Ah, antes do meu tchau, queria deixar registrado que adorei o discurso da Adriana. Primeiro, porque mostrou humildade ao elogiar cada concorrente. Depois, por reconhecer que “Cheias de Charme” fez parte do sucesso de “Avenida”, já que entregava com ótimos números.

Beijos, querido

Sérgio Santos disse...

Oi Vanessa! Pois é, também lamento que muitas vezes o ator não seja escolhido pelo seu talento e sim porque o personagem foi carismático. Aliás, vivia me decepcionante em votações e dessa vez foi uma das raras vezes que me decepcionei com poucas categorias.

Olha, também achei A Vida da Gente superior à Cordel Encantado, embora tenha amado a trama de Duca e Thelma. Mas a novela chegou a andar em círculos da metade pro final e isso a fez perder pontos. Já AVDG não teve isso e foi impecável. Sim, pelo menos Lícia, Marjorie e Jesuela ganharam alguma coisa e merecidamente.

Também adorei o discurso humilde da Adriana. Gostaria que Cláudia ganhasse e Débora Falabella também. Mas, infelizmente por um lado e felizmente por outro, acho muito difícil. Adriana levará tudo. Mas no finalzinho do ano eu farei uma homenagem aos que mais se destacaram no ano, como fiz em 2011 e aqui elas estarão! rs Beijão!!!

Vanessa disse...

Sérgio, também sempre me decepcionei com essas votações. Defendo sempre que sejam feitas apenas por um júri técnico, assim como o Oscar, o Globo de Ouro. Votação do público, como podemos ver nos tantos reality shows, nunca é o melhor caminho.

Bom, de qquer forma, diante de um mega sucesso como "Avenida Brasil", fica até contraditório outra produção desbancá-la. Só lamento mesmo por "Cheias de "Charme" e "A Vida da Gente", novelas que vão ser sempre guardadas em um lugar especial da nossa memória.

Também adorei a Débora Falabella, que levou de forma brilhante uma personagem extremamente difícil e complexa. Mas ainda me cativou mais os trabalhos da Adriana Esteves, Cláudia ABreu e Marjorie Estiano em 2012.

Sobre "Cordel", chegou uma hora que eu cansei com tanto vai e volta nas histórias do Jesuíno, Timóteo e Princesa.

Aguardo então a sua homenagem! Já prevejo muitos comentários no post. Eu mesma já vou reservar alguns minutinhos para concordar e discordar do que vc escrever! rs.

Beijos

Sérgio Santos disse...

Vanessa, pois é, será uma votação bem nos moldes da ditadura porque só eu escolherei. rsrs Os leitores poderão me xingar à vontade nos comentários. Fiz isso ano passado e homenageei A Vida da Gente, que jamais esqueceria. Enfim, será a última postagem no ano, como foi em 2011. Tenho que me preparar. Será um longo post. rs Beijão!

Thallys Bruno Almeida disse...

Vanessa e Sérgio, respeito suas opiniões, mas eu vou discordar de vocês sobre A Vida da Gente ter sido superior a Cordel. Aliás, Vanessa, vc é a Vanessa Oliveira que comentava no blog da Kogut?

A Vida da Gente foi de fato uma novela linda, embora tenhamos torcido pra protagonistas diferentes e por isso eu tenha odiado o final. Marjorie Estiano apresentou uma atuação impecável, mas Fernanda Vasconcellos também (aliás, merecia tanto quanto). Assim como Marjorie e Camila dividem as atenções em Lado a Lado.

Mas porque prefiro Cordel: entre histórias essencialmente dramáticas e dramas com toques de humor e ação; me identifico muito mais com o segundo estilo, no qual CE se enquadra. Teve lá sua enrolação também, mas soube SIM se recuperar e algumas sacadas que o Sérgio criticou na época (como a derrocada e morte do Timóteo) pra mim foram boas.

Sobre AVDG não ter enrolação, olha... teve sim. Por uma fase depois do acidente-coma até os conflitos começarem de verdade. Depois foi que a trama começou a consolidar as torcidas entre as protagonistas.

A Vida da Gente foi maravilhosa, merece as qualidades feitas, foi um lindo trabalho da Lícia Manzo e sofreu injustamente com a baixa audiência. Mas daí a dizer que é superior a Cordel, ah, mas isso não foi MESMO. Definitivamente não pra mim. Respeito a opinião, mas acho um pouco injusto com a trama de Duca e Thelma.

A viajante disse...

Nossa Sérgio, eu perdi essa premiação... buáaaaaaa... deve ter sido divertida demais! Adorei o prêmio para Tapas e Beijos (assisto toda semana) e os prêmios todos, excetuando-se o de Clô, exatamente como você, também fiquei frustrada... não suportei Fina Estampa, e mil vezes MAX.... merecia ainda mais que Tufão, mas enfim, a vida não é bem uma novela... risos.. um abraço!

Vanessa disse...

Oi, Thallys, tudo bem?
Olha, gostar de uma novela, achá-la superior, etc, é sempre muito íntimo. Mil fatores contribuem para tal, como o tipo de história, o elenco, o diretor, o autor, o seu próprio momento... Tenho predileção por tramas do tipo da Lícia Manzo e do Maneco. Só isso, porém, não basta. Não gostei, por ex, das últimas duas novelas do Maneco. E olha que no elenco estavam atrizes que eu amo de paixão, como a Vivianne Pastamenter. Sempre fui fã do Sílvio de Abreu, mas nem por isso consigo ver “Guerra”.

Quanto à “Cordel”, como já comentei com o Sérgio, achei bem cansativo o miolo da novela. A barriga foi enorme, as personagens principais andaram em círculo por dezenas de capítulos. Me cansou e eu só voltei a assisti-la na reta final.

Quanto à “AVDG”, em nenhum momento, afirmei que não teve enrolação. A novela teve mais qualidades, mas houve sim problemas. O que eu menos gostei foi o uso em excesso do personagem de orelha nos diálogos da Ana e do Rodrigo. Aquelas dúvidas que não acabavam, divididas com a Alice e Lourenço, tornaram o período cansativo. Mas, diferente de “Cordel”, outros elementos seguravam minha atenção, em especial o texto inspirado da Lícia, bem como o elenco de alto nível.

Por tudo isso, na minha opinião, “AVDG” foi sim superior. E desculpe, Thallys, mas ter essa opinião não é uma injustiça com a trama da Duca e Thelma. Do jeito que vc expõe, parece que vou ter que concordar com vc. Opinião cada um tem a sua! Preferência idem. Não é porque prefiro y que desmereço x.

Sérgio Santos disse...

Oi Thallys, eu adorei Cordel Encantado e você sabe disso. Mas a parti da metade eu fui me frustrando com aqueles sequestros repetidos, com as situações que sempre voltavam para o mesmo lugar e me decepcionei com aquele final do Timóteo, que achei totalmente sim impacto, após tantas maldades feitas por ele.

Eu, sinceramente, não vi enrolação em A Vida da Gente porque mesmo nos diálogos 'orelha' eu via função. Não vi problemas na novela e foi assim até o fim. Se visse, não teria problemas em citar. Mas eu entendo você ter achado Cordel superior, aliás, a grande maioria acha. Quando uma boa novela caba, as pessoas costumam se esquecer o que não foi bom. Caso de Cheias de Charme, por exemplo, que tenho certeza que quase ninguém se lembrará da imensa barriga que ela teve.

Abraço! E beijo, Vanessa!