terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Cada vez mais à vontade no "Encontro", Fátima Bernardes se firma como uma ótima apresentadora

O "Encontro" estreou em junho de 2012 cercado de expectativas. Afinal, era a estreia de Fátima Bernardes em uma nova área, após anos atuando como repórter e âncora do "Jornal Nacional". Porém, não demorou muito para que a desconfiança passasse a rondar a nova atração. O programa se mostrava mais do mesmo e ela parecia insegura, o que era até normal. Portanto, uma pergunta começava a se proliferar: "Foi um acerto a Fátima sair do jornalismo e mergulhar no entretenimento?". Agora, três anos depois, pode-se afirmar com toda convicção: foi.


As manhãs da Globo ganharam muito com a entrada do "Encontro" na grade, se juntando ao "Mais Você" e "Bem Estar". E, após uma insegurança inicial plenamente compreensível,  Fátima Bernardes se mostrou uma apresentadora nata, que não tem medo e muito menos vergonha de, algumas vezes literalmente, se jogar no programa, com o intuito de entreter seu público. Ela dança, canta, brinca, entrevista, se diverte, interage com a plateia, debate assuntos importantes; enfim, faz de tudo um pouco para fazer da sua atração um produto atrativo para o telespectador.

A cada dia mais solta, Fátima tem pleno domínio do seu programa e faz uma ótima dobradinha com o jornalista Lair Rennó, seu fiel parceiro desde a estreia. A saída do Marcos Veras do 'time', aliás, foi até melhor, pois sua presença ali não era imprescindível.
A apresentadora conduz todos os temas com competência e consegue 'disfarçar' a comum correria que sempre acomete as atrações ao vivo, principalmente no caso do "Encontro", que tem pouco mais de uma hora de duração e vários assuntos para serem debatidos.

Após anos no jornalismo e precisando manter uma postura mais séria, com exceção de algumas matérias mais descontraídas (como na época da Copa do Mundo), era normal que Fátima sentisse uma certa dificuldade em se soltar no começo. Assim como era esperado que o telespectador se surpreendesse, à medida que a apresentadora fosse ficando mais relaxada ao longo do tempo no comando do seu programa. E tudo isso de fato aconteceu. Mas agora nada mais provoca 'espanto', pelo contrário, há sempre uma expectativa em torno do que ela fará no"Encontro".

Fátima já se arriscou no pole-dance, dançou de patins, fez a coreografia da Beyoncé e chegou até a cantar "Segura o Tchan", um dos maiores sucesso do grupo "É o Tchan". Mas, recentemente, ela conseguiu se superar em duas ocasiões. A primeira foi quando participou da apresentação da Anitta e fez questão de dançar com as bailarinas, coreografando ao som de "Bang", o novo hit da cantora. Sua performance virou destaque na imprensa e ficou marcada. Já a segunda foi semana passada, quando a apresentadora tentou jogar capoeira com o Rodrigo Simas e acabou levando um tombo. Ela nem se abalou com a queda e riu da situação.

Apesar de ainda ser considerada uma 'novata' na área, tem muitos apresentadores que precisam ter umas aulas com a Fátima de como se portar em um programa. E outro fato que merece menção (e que confirma o sucesso da responsável pelo "Encontro") é o festival de participações que ela tem feito nas novelas e produções da Globo 'interpretando' a si mesma. "Alto Astral", "Babilônia", "Cheias de Charme", "I love Paraisópolis" e até o humorístico "Tá no Ar: a TV na TV" são alguns exemplos. Antes, era bem mais comum as presenças de Luciano Huck e Faustão nos folhetins, quando havia a necessidade de inserir algum programa dentro das tramas ficcionais. Mas, a favorita passou a ser a Fátima.

Não é exagero constatar que Fátima Bernardes já é a melhor apresentadora do momento. Há outras bem competentes também, claro, mas a ex-âncora do "Jornal Nacional" conseguiu se mostrar bem mais segura e em um curto espaço de tempo. A saudosa Hebe Camargo, por exemplo, com certeza aprovaria essa sua nova colega e, talvez, até a escolhesse para uma simbólica 'passagem de bastão'. O "Encontro" ganhou uma identidade com Fátima e as manhãs da Globo ficaram bem mais agradáveis. A respeitada jornalista, agora, também é uma querida e admirada apresentadora.


28 comentários:

Rafaella disse...

Ela me surpreendeu. Tava dura e achei que o programa não ia durar nem um ano. Quebrei a cara. É a nova Hebe com sofá e tudo.

Talison disse...

Sempre gostei muito da Fátima no JN, mas a melhor coisa que ela fez foi migrar pro entretenimento. Tanto que já tem um monte de jornalista querendo imitar, como a Patrícia Poeta. Não vejo o programa pq não faz meu etilo, mas dá pra ver o quanto que ela está bem.

Anônimo disse...

ELA É MARAVILHOSA! AMO! MUITO MELHOR QUE AQUELA ANA MARIA BRAGA!

Bell disse...

Eu gosto dela, e cada dia mais está se soltando.
No jornal ela tinha que manter a aparência seria, agora ela pode mostrar para o mundo quem realmente ela é.

bjokas e um lindo dia pra vc =)

Ulisses disse...

Ela surpreendeu mesmo, não esperava que ficaria tão bem!

Joana Limaverde disse...

Fátima virou a melhor apresentadora do Brasil, colocando Angélica, Ana Maria Braga, Xuxa, Elianal, Ana Hickman e cia no chinelo. Adorei a crítica mais do que merecida.

Ale disse...

Eu não gostava muito de encontro no início mas agora adoro. Gosto mais ainda dos dias em que começam ou acabam as novelas, nos quais a Fátima reune alguns atores do produto. Muito boa sua critica e seu texto Sérgio.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

A princípio, cheguei a pensar que teria sido um erro da Fátima trocar o jornalismo pelo entretenimento. Contudo, ela se mostrou capaz de comandar a atração e com muita competência. Não tenho o hábito de ver o programa a até lamento ter perdido todos estes lances que você mencionou. Ela arriscou e acertou. Torço por ela, pois a admiro muito.

Abraço.

F Silva disse...

Algo a comentar...

Excelente post sobre a sempre competente Fátima Bernardes.

Eu acho graça de alguns comentários que vejo aqui Sérgio. Algumas pessoas tem uma tendência a fazer comparações do tipo, há ela é melhor que a Ana Maria Braga, que a Xuxa, que a Eliana e por aí vai...
Cada apresentadora tem o seu estilo e o seu público e cada uma delas construíram com competência seu próprio espaço dentro da televisão. Toda comparação é frívola. E digo mais, há espaço pra outras tantas, afinal ninguém é eterno e o futuro está logo aí...

Concordo com cada linha desse post, mas faço ressalva sobre o último parágrafo. Nem Fátima e nem nenhuma outra apresentadora precisaria da aprovação da saudosa Hebe Camargo e nem receber nenhum "bastão". Quem tem que aprovar é o público que está do outro lado da tela, e no caso da Fátima, repito aqui a última linha desse post "A respeitada jornalista, agora,também é uma querida e admirada apresentadora".

Beijos...

MARILENE disse...

Sergio, não pensei que ela ia conseguir (rss). Talvez já estivesse habituada a vê-la como jornalista, não acreditando que se saísse bem como apresentadora. Mas me enganei. Ela conseguiu. E está fazendo um merecido sucesso. Bjs.

John disse...

Hoje em dia é muito gostoso assistir o programa da Fátima, ela está solta, divertida, natural, abandonou aquela postura engessada com sorriso amarelo. Dei muita risada com ela usando os óculos Rift, simulando a montanha russa. Ela perdeu o medo de tentar, não se importa em pagar micos, em errar, e isso tudo nos aproxima e nos motiva mais a ver o programa. Foi um exemplo de que com o tempo, com os ajustes necessários, é possível manter um programa no ar e conquistar o público (aprende com a Fátima Xuxa)! òtimo texto, Sérgio, abraços! :)

Clau disse...

Oi Sérgio :)
Ela é inteligente e tem jogo de cintura,
mas já tentei assistir várias vezes e
é muito sem graça.
Todavia, ela tem o público dela!
Há quem goste.
Beijos \o/
Bom fim de semana :)

mineiro disse...

Essa mulher é forçada e ridícula, ela dançando aquelas bagaceiras é de embrulhar o estomago. Só esse blog mesmo pra gostar daquele programinha inútil dela, eu hein...

Ed Taborda Assunção disse...

Eu achava o Encontro insuportável no início, mas desde o ano passado pra cá eu comecei a gostar. Lembro que no início, o programa ficava duas horas falando sobre o mesmo assunto, e era só um debate insuportável mesmo. Agora está muito mais dinâmico, com convidados mais interessantes, uma maior participação da plateia e até com um noticiário no meio. A Fátima falando hoje sobre o teste de anjo e vagabundo foi hilário. Merece o sucesso que vem fazendo.
Abraços

Sérgio Santos disse...

Me surpreendeu tb, Rafaella.

Sérgio Santos disse...

Tb não faz meu estilo, Talison, mas ela está ótima!

Sérgio Santos disse...

Ela tá ótima msm, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Exatamente isso, Bell. bj

Sérgio Santos disse...

Tb não esperava, Ulisses.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Joana.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Ale. =) E eu tb gosto mt quando ela reúne o elenco das novelas.

Sérgio Santos disse...

Tb torço mt por ela, Vera. É uma ótima pessoa. bjs

Sérgio Santos disse...

Tb não vejo necessidade de comparações, F Silva. Cada uma tem o seu estilo mesmo e isso é ótimo. Falei do bastão pq o cenário da Fátima tem um grande sofá, onde ela reúne convidados para debates, e lembra o da Hebe. Por isso acho que se estivesse viva, a Hebe adoraria participar e convidá-la pro seu programa tb.

Sérgio Santos disse...

Confesso que tb me enganei, Marilene. bjs

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, John. E isso do óculo 3D eu nem vi, tá vendo. Só vi os que eu mencionei. Mas devem ter mts outros tb. Ela tá ótima e o programa ficou bem agradável. abraços!

Sérgio Santos disse...

Entendo, Clau. rs bjs

Sérgio Santos disse...

Não foi 'só' esse blog não, mineiro...

Sérgio Santos disse...

Concordo integralmente com vc, Ed. É isso. Antes era maçante, mas agora está bem interessante.