segunda-feira, 4 de maio de 2015

Reta final de "Alto Astral" surpreende com ritmo ágil e sucessão de acontecimentos

A atual novela das sete da Globo chegará ao fim nesta sexta-feira (08/05). E a reta final de "Alto Astral" vem presenteando o telespectador com vários acontecimentos, conseguindo, inclusive, um excelente retorno da audiência ----- a trama já chegou a picos de 30 pontos, índice não alcançado há mais de dois anos. Daniel Ortiz planejou muito bem as últimas semanas de sua história e o resultado é um conjunto de bons embates e ótimas interpretações.


O autor guardou as principais revelações para estes derradeiros momentos e acertou, pois conseguiu prender a atenção do público. Porém, é verdade que ele poderia ter desenvolvido algumas situações antes, como a falsa-doença da Úrsula (Silvia Pfeifer), por exemplo, que demorou demais para ser descoberta e ficou estagnada por um certo tempo. Só que estes detalhes ficaram pequenos diante da ótima reta final apresentada, repleta de boas cenas. 

Aliás, a descoberta da farsa da vilã foi uma das situações mais aguardadas de "Alto Astral". E valeu a pena esperar. Daniel Ortiz escreveu uma sequência que deixou Christiane Torloni brilhar absoluta. Maria Inês descobriu, graças a Ricardo (Nando Rodrigues), que sua 'melhor amiga' nunca esteve doente e que tudo não passou de uma armação para impedi-la de ficar com Marcelo (Edson Celulari), seu grande amor.
A personagem, até então mais subserviente e introspectiva, explodiu de raiva e deu uma esperada surra da rival (com direito aos 'clássicos' chutes, puxões de cabelo e muitos tapas), que lavou a alma do público. 

A cena da briga ainda teve um delicioso toque de humor com a frase dita por Maria Inês: "- Hoje é dia de castigo, bebê.", em referência, claro, ao inesquecível momento protagonizado por Christiane no Rock in Rio, quando a mesma disse em uma entrevista que "era dia de rock, bebê.". A atriz entrou na brincadeira e se destacou ao lado de Silvia Pfeifer e Edson Celulari, uma vez que Marcelo flagrou a discussão e também descobriu sobre a falsa doença da esposa. A sequência dramática conseguiu driblar as limitações da 'Classificação Indicativa' ---- não exibindo uma surra 'pesada', e sim com empurrões e tapas mais 'espaçados' ---- e o resultado ficou muito bom. 

Outro momento que marcou estas semanas finais foi a briga de Marcos (Thiago Lacerda) e Azeitona (JP Rufino), implicando na revelação sobre a verdadeira origem do menino, que até deu um soco no vilão, em uma cena surpreendente. Desesperada com o confronto, vendo o cúmplice tentando agredir Adeilson, Sueli gritou que ele era seu filho e deixou o garoto revoltado. Débora Nascimento se destacou (esta personagem foi muito bem defendida por ela, que mostrou uma nova faceta), assim como JP e Thiago. 

Entre os vários embates exibidos na reta final, vale mencionar ainda a derrocada de Adriana (ótima Totia Meirelles), após Laura (Nathalia Dill) confrontá-la sobre a morte de seu pai e conseguir a confissão de que ela foi a responsável pelo acidente que o matou. Scarlet (Mônica Iozzi, grata revelação) também enfrentou a tia depois que descobriu que tinha perdido sua herança em virtude de uma armação. 

Mas, além dos momentos dramáticos, a novela vem exibindo hilárias cenas através da dupla Samantha e Pepito. Cláudia Raia e Conrado Caputo se destacaram desde o início e ganharam ainda mais importância ao longo da trama. Os capítulos recentes têm contado com a participação especial do diretor Jorge Fernando, que é o responsável pela direção de um clipe de funk protagonizados pelos dois. Todos os desdobramentos que envolvem esta peculiar situação têm rendido muitos risos, evidenciando o quão foi acertada a criação destes tipos, além da escolha dos intérpretes.

É preciso também citar a grande cena envolvendo a derrocada de Marcos. A sequência ---- que lembrou, guardada as devidas proporções, a queda de Clara, em "Passione", excelente novela escrita por Silvio de Abreu que teve Daniel Ortiz como colaborador ---- destacou os atores e mostrou uma sucessão de embates fortes. O grande vilão da história ficou sem chão após ser traído por sua única aliada (Sueli), apanhou de Laura, levou um soco do irmão (Caíque), e ainda foi preso. Tudo na frente dos familiares. Nathalia Dill, Débora Nascimento, Sérgio Guizé, Thiago Lacerda, Christiane Torloni e Otávio Augusto puderam se sobressair e merecem elogios. 

"Alto Astral" está perto do seu fim e Daniel Ortiz está de parabéns por ter conseguido deixar a reta final de sua primeira novela tão cheia de conflitos. O bom retorno na audiência que a trama vem obtendo é mais do que merecido e tomara que o último capítulo encerre este despretensioso folhetim da melhor forma possível, honrando a boa história e estes empolgantes momentos derradeiros. 

40 comentários:

Olímpia Menezes disse...

As semanas finais dessa novela estão quebrando recordes de audiência e eu juro que não imaginava que o horário conseguiria chegar aos 25 pontos depois de tanta bomba,mas chegou e atingiu até 30.Chocada.As cenas mencionadas por você no texto foram ótimas e estou ansiosa para ver o resto.

Quércia N. disse...

TÁ BOA MESMO ESSA NOVELA E PENA QUE VAI ACABAR. A NOVA NÃO ME PARECE BOA E O ELENCO É HORRÍVEL.

Lorena disse...

Acho uma pena que já tá acabando. Nem deu pra sentir o tempo passar. Essa última semana promete e endosso suas palavras, são muito acontecimentos bons, ótimas interpretações e várias reviravoltas nessa reta final.

Wagner disse...

Realmente vale mencionar o excelente trabalho de Débora Nascimento. finalmente mostrou o que valeu seu diploma de atriz, já que só esteve apresentando trabalhos fraquíssimos.

Espero que continue assim.

Ernane M. disse...

Essa novela mostrou para Geração Fracassil o que é uma novela das sete. Trama leve, movimentada, despretensiosa, cheia de tipos carismáticos, bom elenco e reta final empolgante. Seu texto descreveu bem o que tem sido esses últimos capítulos e eu acho uma pena que já esteja acabando porque a próxima tem tudo pra ser uma porcaria, a começar pelo elenco que é mal escalado com atores principais de talento questionável.

Anônimo disse...

A novela foi leve e muito agradável.A reta final tá horando o que a novela foi e esse autor tem futuro.

Alessandra disse...

Essa novela é a cara das 19 horas. O elenco não é de figuras que cansam pela imagem desgastada porque vários fazem poucas novelas e a história mistura bem o espiritismo com a ficção tradicional.Essa reta final está imperdível e os dois momentos que mais adorei até agora foram a surra da Maria Inês na Ursula e a derrocada do Marcos que lembrou mesmo a da Clara em Passione, não havia feito a associação.E essa reta final animada me lembra a de Além do Horizonte que também foi repleta de cenas de ação.

Anônimo disse...

NÃO QUERO QUE ACABE, COMO FAZ?????

Gustavo disse...

O capítulo de hoje foi um dos melhores! A continuação dessa cena do Marcos humilhado foi ótima e ri muito dos clipes da Samanta e do Pepito.A novela é um sucesso.

Anônimo disse...

E o Marcos levando uns 8 tapas da Laura? FOI DELICIOSO! KKKKKK Concordo com seu texto do primeiro ao último parágrafo!

Bruna disse...

Concordo com tudo e só tenho umas pequenas reclamações a fazer: aquela mudança súbita de caráter da Liz foi absurda, o Gustavo ter ficado impune depois de tudo o que fez é ridículo, queria Scarlet com Afeganistão e não com Ricardo, e reforço sua crítica em cima da demora da revelação da falsa doença de Ursula, ainda que isso tenha feito a novela bombar na reta final.

Kauê disse...

Eu sempre gostei de Alto Astral desde o início e já estou sentido falta pq essa é a última semana. Essa reta final cheia de ação e acontecimentos foi um belo presente pra quem acompanha, confesso que até me surpreendeu que no sábado passado 'pós feriado' a novela atingiu seu maior índice até então e ainda levantou a audiência que desde o fim de "Sangue Bom" não ia mt bem. As cenas tão aguardadas pelo público surpreendeu pelo ótimo desempenho de grande parte dos atores envolvidos. Christiane Torloni brilhou em cada cena. O momento em que Marcos é desmascarado tb me fez lembrar a cena de Clara em Passione. E foi de lavar a alma ver esse canalha sendo humilhado e ainda levando uns belos tapas de Laura (antes disso o Azeitona deu UM MURRO na cara do vilão, nunca imaginei kkk). Espero que o final seja tão empolgante quanto esses acontecimentos apresentados até então. Acredito eu que Daniel Ortiz estreou com o pé direito até pq sendo cria de Sílvio de Abreu as chances de dar errado eram remotas!!!

Zyon disse...

Parabéns pelo texto sobre essa reta final empolgante. Está muito gostoso acompanhar esses acontecimentos finais e estou curioso mesmo é com o seu balanço final que, como já disseram várias vezes aqui, é impecável, fazendo sempre um bom resumo de tudo o que foi a novela acompanhado de análises interessantes.

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Olá amigo, estou adorando o final da novela, até que enfim a Laura reagiu né kkk, tbém estou gostando de no fim das contas a Tina ser mãe dela! Abraçoss

Luma Rosa disse...

Oi, Sérgio!
E já estou na ansiedade para estréia da próxima... rs.
Beijus,

Gabriel disse...

Com certeza um dos melhores finais de novela das 7h dos últimos tempos faz tempo que eu não acompanho um final de novela com tanta vontade. Cada capítulo tem uma situação importante não tá dando para perder um. Todos os tapas dados até agora foram mt merecidos e bons de ver. A Laura nessa reta final tá ótima nesse estilo vingadora, fazendo td o que tem direito.
A novela é leve e despretensiosa mt gostosa de assistir. Acho que teve alguns erros durante a novela a trama da Ursula como vc bem comentou se estendeu demais e o segredo sobre a mãe da Laura cansou em alguns momentos.
Mas isso não apaga os acertos da novela que se mostrou totalmente ligada ao longo da trama bem redondinha mesmo.
Quando a novela estreio achei que eu não ia gostar por conta do tema do espiritismo que já foi abordado em TANTAS novelas mas a trama conseguiu apresentar novos elementos como a história da Dirce o espírito que não sabe que morreu. Não lembro de ter visto história parecida em outras novelas do gênero e achei mt criativa e engraçado principalmente quando ela começou a "ter dos relacionamentos" com o Afeganistão (outro ótimo personagem por sinal)
Os núcleos cômicos foram um grande trunfo na novela com destaque para a dupla Samanta e Pepito e a família da Tina renderam bons momentos tbm.
No mais acho que a novela podia ter sido umpouco menor e ainda eespero um final feliz entre Scarlet e Afeganistão.

Gabriel Fonseca disse...

A reta final está ótima mesmo,muito movimentada e repleta de reviravoltas.O capítulo de ontem foi um dos melhores,acho que a mãe da Laura é a Maria Inês ainda teremos muito mais emoções.Essa trama da falsa doença da Úrsula cansou em muitos momentos e se estendeu bastante, mas valeu a pena pela cena da surra.A única coisa que não dá para engolir nessa reta final é a mudança de personalidade da Liz,como é que pode uma garota que deixa o caminho livre para o Emerson ficar com a Gaby abrindo mão dele e agora tenha virado uma escrota obcecada pelo Israel e preconceituosa com a Bia?Muito mal construído.

Ed Taborda Assunção disse...

Acho que desde Sangue Bom eu não ficava tão ansioso pra ver uma novela das 7. Tá tudo ótimo nessa reta final, nem tenho do que reclamar. Essa história da doença da Úrsula demorou muito mesmo mas foi muito bem usada agora. E nem tô pesquisando mais sobre a novela por que quero saber tudo o que vai acontecer só assistindo. Eu tava achando que a mãe da Laura é a Tina, mas depois do capítulo de ontem eu nem sei mais. Fiquei com pena da Dirce quando descobriu que já tava morta e gosto da Scarlet tanto com o Afeganistão quanto com o Ricardo. O Marcos é um vilão tão detestável que eu espero que ele morra e vá pro inferno. Essa novela é muito boa e me lembra as do Sílvio de Abreu. Ainda bem que fez um sucesso merecido depois daquelas duas porcarias que vieram antes.
Abraços

Vera Lúcia disse...


Excelente, Sérgio. Falou e disse-rsrs.
Hoje me surpreendi ao conhecer a verdadeira mãe da Laura. Como não acompanho comentários pela internet, fui pega de surpresa. Jamais pensei na possibilidade de ser a Maria Inês. Da forma como estava sendo conduzida a novela, pensei ma possibilidade de Laura ser filha da Tina. Adorei ver o Marcos sendo desmascarado. As cenas finais prometem, já que Marcos, ao que tudo indica, vai fugir da cadeia.
Tomara mesmo que o último capítulo encerre a novela com chave de ouro.

Abraço.

MARILENE disse...

Sergio, foi uma grande surpresa para mim o capítulo de hoje (rss). Em nenhum momento o autor deixou pistas sobre a real mãe de Laura. Gostei da novela inteira e o final está sendo ótimo. Bjs.

Sérgio Santos disse...

Tb não imaginava, Olimpia. Superou qlq expectativa. E merece o ibope, tá ótima.

Sérgio Santos disse...

Pena mesmo, Quércia.

Sérgio Santos disse...

Engraçado, Lorena, tenho a mesma sensação, realmente não deu pra sentir o tempo passar mesmo.

Sérgio Santos disse...

Débora Nascimento se destacou msm, Wagner.

Sérgio Santos disse...

É verdade, Ernane, nem se compara com a péssima novela anterior que mereceu o fracasso. Essa foi ótima e teve um merecido retorno.

Sérgio Santos disse...

Concordo, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Boa lembrança, Alessandra, essa reta final foi msm tão ótima quanto a de Além do Horizonte, que foi incrível tb. E a novela foi a cada da faixa realmente. Os acontecimentos finais foram mt bons.

Sérgio Santos disse...

Só resta lamentar, anonimo. rs

Sérgio Santos disse...

Um capítulo conseguiu ser melhor que o outro, Gustavo.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, anonimo. E o Marcos levando todos aqueles tapas da Laura foi bom demais msm.

Sérgio Santos disse...

Bruna, pois eu concordo com todas essas suas reclamações. No caso do Gustavo, ao menos ele se arrependeu msm. A Liz teve uma mudança súbita de personalidade msm que não convenceu e tb preferia Scarlet com Afeganistão.

Sérgio Santos disse...

Concordo plenamente, Kauê. E eu tb sempre gostei da novela, que mereceu o bom retorno e foi mt agradável de se acompanhar. Foi ótimo ver o Marcos levar um murro do Azeitona e eu tb me surpreendi. Nunca vi uma criança dando um soco num adulto numa novela. rs E o último sábado foi msm um recorde de audiência, mas que já foi quebrado, pq na quarta teve picos de 33. Incrível. Valeu a pena ver. abçss

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Zyon. O texto final ficará imenso, como de costume, pq escrevo demais e só depois vejo o tamanho que ficou... Mas tomara que gostem msm. abçs

Sérgio Santos disse...

Eu tb adorei, Kellen, mas a mãe da Laura no fim foi a Maria Inês, num desfecho surpreendente e coerente ao msm tempo.

Sérgio Santos disse...

Eu não tô não, Luma. rs bjssss

Sérgio Santos disse...

Gabriel, essa reta final já entrou msm pra lista das mais empolgantes. E claro que a novela teve erros, concordo, é quase impossível uma que não tenha, mas os acertos foram bem maiores. Todos os tapas e surras foram merecidas msm e Laura tomou uma guinada ótima. Eu tb queria Scarlet com Afeganistão, mas ela ficará com Ricardo msm. E eu particularmente achei o tempo da novela bom, nem foi longa, nem foi curta. abçs

Sérgio Santos disse...

Exato, Gabriel. Essa mudança da Liz ficou ridícula. E vc acertou, a mãe é msm a Maria Ines e a cena da revelação foi maravilhosa. Haja emoção. A reta final fez por merecer o alto ibope.

Sérgio Santos disse...

Tá mt boa msm, Ed. E a mãe é a Maria Inês, numa revelação surpreendente e sem furo algum. Tem sido um prazer acompanhar essa reta final e pena que acaba nessa sexta, fará falta. Tb gosto da Scarlet com Ricardo, mas preferia o Afeganistão. E as reviravoltas foram inúmeras, muitas msm. Silvio de Abreu lançou mais um bom pupilo e tb identifiquei várias características do Silvio na novela. abçs

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Vera. E essa revelação sobre a maternidade de Maria Ines foi um dos mts pontos altos da novela. A reta final foi excelente e cheia de viradas e boas cenas. O último tb promete. bjs

Sérgio Santos disse...

Foi mt bom, né, Marilene? Bjssss