segunda-feira, 25 de maio de 2015

Elenco se destaca em "Amorteamo"

O capricho de "Amorteamo" impressiona. A série tem um figurino impecável, cenários repletos de detalhes que destacam bem o Recife do início do século XX, e a trilha sonora é um presente para os ouvidos. Mas além de todas estas incontestáveis qualidades, o elenco merece uma menção especial pelo belo trabalho apresentado nesta produção de apenas cinco capítulos, escrita por Cláudio Paiva, Newton Moreno e Guel Arraes.


A série tem um tom mais teatral e até bem voltado para o expressionismo. Os atores conseguiram mergulhar na proposta da fantasia macabra, abordada de várias formas, e vêm se destacando à medida que a história sombria vai avançando. Logo na estreia, já foi possível ver que todo aquele universo fazia uma espécie de mescla entre o lúdico e o terror. Os intérpretes foram bastante exigidos e o trabalho de composição de todos merece muitos elogios.

Um dos principais destaques é Letícia Sabatella, que está perfeita vivendo sua sofrida Arlinda. A mulher que passou a viver nas sombras de um profundo sofrimento, depois que seu amante foi assassinado por seu marido, é um perfil muito intenso.
Ela já protagonizou várias cenas dramáticas difíceis e ainda expôs seu conhecido talento de cantora em alguns momentos. A atriz tem várias sequências pesadas com Jackson Antunes e faz uma ótima dobradinha com o colega.

Ele, aliás, sabe interpretar vilões com maestria. O odioso Aragão ganhou um grande profissional para interpretá-lo e Jackson está muito bem. O cruel homem tem fortes embates com a esposa e o filho que nunca fez questão de amar. Daniel de Oliveira é outro que merece elogios. Depois do seu excelente desempenho no impecável remake de "O Rebu, na pele do canalha Bruno Ferraz, o ator brilha com o sacana e fogoso Chico, uma espécie de Vadinho ("Dona Flor e seus dois maridos") do Recife Antigo, que volta da tumba para se vingar de sua morte precoce. E Daniel, vale ressaltar, tem uma ótima química com Letícia Sabatella.

Já Johnny Massaro merece uma menção especial. O rapaz vem evoluindo a olhos vistos desde que estreou em "Floribella" (na Band), migrando para "Malhação"em 2007. Seu melhor trabalho até então havia sido na pele do poético Ferdinando, no lindo remake de "Meu Pedacinho de Chão". Ele se destacou merecidamente e ainda fez um divertido par com Paula Barbosa (Gina). Agora, o ator mais uma vez mostra o quão se aprimorou nesta série. O obscuro Gabriel proporciona grandes momentos para o intérprete, que corresponde à altura. É preciso ainda citar a química que ele tem com Arianne Botelho, uma grata revelação que também merece aplausos por sua atuação. A solar, mas triste, Lena, está em boas mãos.

Outros grandes nomes do elenco são Guta Stresser e Tonico Pereira. Saídos da longeva "A Grande Família" (onde viveram por quase 14 anos Bebel e Mendonça, respectivamente), os atores conseguiram se desvencilhar completamente dos antigos papéis e estão muito à vontade em cena. Ela vive a engraçadíssima Cândida, uma fofoqueira que gargalha de forma esganiçada quando fala da desgraça dos outros. A atriz, inclusive, faz uma boa dupla com o ótimo Aramis Trindade, intérprete do Manuel, marido daquela recalcada mulher. E Tonico está impecável vivendo o coveiro Zé. Solitário, o homem vive vagando pelos túmulos e conversando com os mortos.

Já Marina Ruy Barbosa está podendo mostrar uma nova faceta com a psicótica Malvina. A personagem é claramente inspirada em "A Noiva Cadáver", de Tim Burton, e a menina se mata depois que é abandonada no altar pelo noivo Gabriel. Só que o rapaz tira seu corpo do caixão, em um ato de desespero, e ela volta ao mundo dos vivos ainda mais surtada. A noiva tenebrosa mata até seus pais ao descobrir que tinha sido enganada a respeito da morte da mãe (que na verdade estava viva). Marina tem se destacado na pele desta espécie de demônio de véu e grinalda.

Maria Luisa Mendonça (Dora, a dona do bordel da cidade), Gustavo Falcão (Padre Joaquim), Isio Ghelman (Isaac), Gheusa Sena (Zefa) e Fabiana Gugli (Esmaralda) também são mais alguns ótimos nomes deste bem escalado elenco, que ainda conta com Bruno Garcia (Jeremias) e Gilray Coutinho (Padre Lauro).

"Amorteamo" é uma produção repleta de qualidades e uma delas é, sem dúvida, o time de profissionais escolhidos para interpretar vários personagens interessantes, voltados para o lado mais teatral da fantasia. Os atores conseguiram entender bem a proposta da série e mergulharam neste enredo tão ousado e diferenciado da teledramaturgia nacional.

33 comentários:

Tiago disse...

Essa série é ótima e o elenco está muito bem. Só tiro da sua lista de elogios a Marina porque não vejo nada demais na atuação.

Anônimo disse...

Esse Jonny Massaro vai longe.Em Meu Pedacinho de Chão emocionou e agora está totalmente diferente vivendo um personagem com caracteristicas um pouco semelhantes ao do Ferdinando.

Flávia disse...

Achava que essa série seria muito bizarra e tosca.Mas esse lado macabro mesclado com o lado lúdico combinou bem e o elenco está incrível.Destaco Johnny Massaro, Letícia Sabatella e Jackson Antunes. Bjkk

Fabíola disse...

Oi, Sérgio... Sérgio, você acha a Marina Ruy Barbosa de fato uma boa atriz ou é só um rostinho que conseguiu ganhar a atenção da mídia e, por isso, está com o nome em alta?

Às vezes tenho a impressão que a interpretação da Marina é apenas correta.

Não sei se é impressão minha, mas vejo atrizes tão mais bem empenhadas na profissão como a Juliana Paiva, a Alice wegman, por exemplo, que ainda não são grandes nomes da teledramaturgia e que, por isso, ainda estão lutando por um espaço e a Marina, que parece que nem se entrega tanto assim aos seus personagens, já é um nome forte entre atores de sua geração...

Se posso dar uma sugestão, gostaria muito de ver uma série de posts teus aqui falando só sobre a atuação dessa nova geração de atores que, para mim, tem como um de seus principais nomes a Sophie, que tem pego cada dia mais, papéis complexos... Acho muito interessante a entrega dela para os personagens.

Beijos!

Anônimo disse...

Elenco ótimo mesmo, bom texto!

Daniele H. disse...

Concordo com tudo. Letícia está cantando divinamente e atuando da mesma forma, Jackson faz um vilão maravilhoso, Arianne é uma revelação, Tonico e Guta provam que os 14 anos de A Grande Família não os acomodou, e Maria Luisa Mendonça é sempre ótima. Em relação ao trabalho da Marina, acho apenas regular. Essa menina é muito sem sal.

Sissym Mascarenhas disse...



Sergio,

Eu não acompanhei, mas todo mundo que assistiu só elogiou. Com certeza deve ter sido bom. Reparei nas breves propagandas o otimo desempenho da Leticia.

Bjs

Bia Hain disse...

Olá, Sérgio, como vai? Gosto também do capricho com que a série é feita, muito original, e com enredo diferente do usual. A Letícia é ótima para papeis nesse estilo teatral, ela parece uma pintura, rsrsrs. Abraços!

Yasmin disse...

É difícil até citar um destaque porque todos estão bons e sabem usar a teatralidade da série a favor dos personagens. Lamento que Paula Barbosa não tenha entrado nessa série porque ela ganhou uma figurante dessa I love caricatura.

Gustavo disse...

O elenco merece os seus elogios e eu só tiro o Bruno Garcia porque mesmo sem ter aparecido ainda sabemos que ele é um ator péssimo.

Marília disse...

Esse menino Johnny Massaro é um talento, ao contrário da Marina Ruy Barbosa que é sempre a mesma coisa. Gostei da Arianne Botelho, rosto novo e menina de talento.Letícia Sabatella é boa pra fazer sofredoras mas mostrou não ser versátil quando ganhou uma vilã em Caminho das Indias.Guta e Tonico estão ótimos.

Anônimo disse...

Concordo, a série é boa como um todo e o elenco é uma das qualidades. Há uma teatralidade que poderia deixar tudo muito over mas não deixa porque o elenco sabe dosar bem isso.

Ed Taborda Assunção disse...

Eu não costumo assistir séries da Globo durante o ano, assito só as de janeiro mesmo, mas essa me interessou desde as primeiras chamadas. Acho a direção impecável e os atores ótimos. Letícia Sabatella arrasa e dá um show quando canta. Jackson Antunes também está ótimo como vilão, assim como a Arianne Botelho. Achava o Jhonny Massaro ruim antes mas foi evoluindo com o tempo e nessa série ele está excepcional, acho que essa é a melhor atuação dele. A Marina Ruy Barbosa também acho ótima, só não gostei muito dela com sotaque, mas enfim, a personagem dela é uma das mais interessantes e a cena em que ela levanta do caixão toda dura foi ótima e bizarra. Guta e Tonico estão ótimos também e nem lembram os personagens da Grande Família. Ah, a Maria Luisa Mendonça também está excepcional nesse papel, bem distante das peruas histéricas que fazia. O elenco é excelente e o enredo não fica atrás, série ótima.
Abraços

MARILENE disse...

Sergio, até eu, que não gosto de séries, não resisti. As chamadas já mostravam o inusitado da produção. Confesso que não tinha visto, antes, algo do gênero, na Globo, e está sensacional. Atores com grandes interpretações, figurino excelente (como mencionou), enredo que nos prende. Aliás, felicito-o pela abordagem, muito bem desenvolvida. Bjs.

Adriana Helena disse...

Olá Sérgio , boa tarde amigo!
Antes de tudo peço desculpas pela demora em vir agradecer todo o carinho!Passei por alguns problemas, mas agora superados, estou em um novo recomeço!

Ah, e esta série é maravilhosa e você explicou muito bem cada personagem!
Adoro situações assim, mais macabras...rsrs Mas só na ficção...rsrs
As cores soturnas, as personagens que parecem saídas de um livro de terror, estão incríveis mesmo.
Algumas cenas dão até um friozinho na barriga...rsrs
Enfim, tudo está perfeito!

Tenha uma ótima semana Sérgio, beijos e obrigada sempre! :)))

Vera Lúcia disse...


Oi Sérgio,

Tenho certeza de que esta série me agradaria. Contudo, não estou conseguindo assisti-la, em razão do horário. Vi a cena do Gabriel desenterrando a Malvina.
É mesmo uma série inusitada em nossa teledramaturgia. Pelo que vi do elenco, é excelente. Lamento estar perdendo.
Parabéns pela excelência do seu texto.

Abraço.

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Tiago. abçs!

Sérgio Santos disse...

Concordo com vc, anonimo.

Sérgio Santos disse...

A série foi uma grata surpresa, Flavia. bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Fabíola, adorei a sugestão. Já fiz posts sobre esses talentos. Alice e Juliana na época da Malhação e Alice quando estava em Em Familia e Juliana quando estava em Além do Horizonte. Do Johnny tb falei na época de Meu Pedacinho. Falei ainda da Sophie, Bianca Bin, enfim...

E eu acho a Marina boa atriz. Mas entendo o que vc disse e até acho que Alice e Juliana têm trilhado um bom caminho na Globo. Sophie, por ex, virou uma grande requisitada pelos autores merecidamente. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Obrigado, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Mt bom seu comentário, Daniele. Concordo.

Sérgio Santos disse...

Mas vc ainda pode dar uma olhada, Sissym. Faltam 3 episódios pra acabar. bjão!

Sérgio Santos disse...

Oi Bia, tudo indo. Tem um capricho mt grande a série msm e Leticia não envelhece, impressionante. bjs

Sérgio Santos disse...

É difícil mesmo, Yasmin. E Paula tá com um tipo pequeno msm em ILP.

Sérgio Santos disse...

Tb acho o Bruno Garcia fraco, anonimo. Vamos ver como ele se sairá quando entrar.

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Marilia. E Johnny é ótimo mesmo. Leticia não convenceu msm como vilã.

Sérgio Santos disse...

Exato, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Mt bom seu comentário, Ed. E que b om que vc abriu uma exceção pra ver essa série. Tem valido a pena mesmo. Não gostei do Johnny em Guerra dos Sexos, mas depois ele evoluiu muito. E o elenco merece elogios. abção!

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Marilene. Tá muito boa, né? Que bom que vc está acompanhando. bjssss

Sérgio Santos disse...

Adriana, bom te ver de volta. Espero que agora tudo esteja melhor. Fique bem. bjssss

Sérgio Santos disse...

É mt boa mesmo, Vera. O horário não é lá mt convidativo mesmo. bjsss

Lenon Ramon disse...

Essa série está esplendorosa, apenas. E o penúltimo capítulo foi THE BEST, to com medo da Marina kkkk. Ela é linda e aterrorizante como a Malvina (lembrei de Maria Mercedes, aliás a atriz brilhou vivendo uma Malvina lá em 1992 ) , a cena dela matando a mãe me marcou, meu coração foi na boca e voltou. Ela sendo enterrada foi pior que a Nina e a mão dela saindo foi tipo,AI MEU CORAÇÃO. Johnny e Arianne são lindos juntos e estão perfeitos. O trio Leticia, Jackson e Daniel estão dando um show e Leticia cantando é deslumbrante. Guta e Tonico simplesmente arrasam!!! Melhor série do ano pra mim, apenas