quinta-feira, 29 de maio de 2014

"Jardim Urgente" destaca Welder Rodrigues e se firma como melhor quadro do "Tá no Ar: a TV na TV"

Entre as muitas qualidades do "Tá no Ar: a TV na TV", a criatividade dos quadros é a principal delas. O programa tem se revelado uma grata surpresa e as noites de quinta-feira ficaram muito mais divertidas. Um outro ponto alto é, sem dúvida, a versatilidade do elenco. Os atores interpretam vários personagens e sempre se saem bem nas inúmeras cenas exibidas. Mas, em meio a tantos pontos positivos, é preciso destacar um quadro que virou o grande trunfo da atração: o "Jardim Urgente".


Welder Rodrigues interpreta Jorge, apresentador de um programa que fala sobre delitos e crimes cometidos por crianças. A paródia, é claro, faz um hilário deboche em cima dos formatos policialescos que estão presentes na programação de várias emissoras. Os mais assistidos pelo público são o "Brasil Urgente", na Band, e o "Cidade Alerta", na Record. O próprio ator diz que se inspira no José Luís Datena e no Marcelo Rezende para dar vida ao indignado âncora.

O quadro faz uma crítica bem-humorada a esses programas que transformam crimes e notícias desastrosas em um espetáculo, onde o apresentador sempre profere xingamentos e um discurso de indignação, com tom exaltado, em relação aos crimes cometidos.
A sacada do "Tá no ar" foi ótima e o resultado desta boa ideia foi a consagração de um quadro que diverte o telespectador e ainda destaca o talento de Welder Rodrigues.

O ator (integrante do grupo Melhores do Mundo) é um grande humorista e o sucesso que fez no teatro com o espetáculo "Hermanoteu na Terra de Godá" (junto com um ótimo elenco, vale ressaltar) comprova sua competência. Ele ainda tem outras peças no currículo e também chegou a fazer parte do "Zorra Total", entre 2007 e 2009, quando interpretou o inesquecível Jajá, marido que vivia obcecado pela 'beleza' de Juju, sua mulher. O quadro era um grande sucesso, mas Welder acabou não se adaptando ao formato popularesco do humorístico, que naquela época ainda tinha alguma graça, ao contrário de hoje em dia.

Com o "Tá no Ar: a TV na TV", o ator encontrou seu espaço na televisão e vem brilhando com seus colegas em várias situações criadas pela equipe de roteiristas, que está sempre inspirada. Assim como todos do elenco, ele interpreta vários tipos e participa de muitas esquetes. Porém, obviamente, graças ao "Jardim Urgente" conseguiu se sobressair.

Os bordões "Foca em mim!" (que resulta em uma foca de pelúcia sendo jogada no rosto de Jorge), "Foca lá!" e "Chocalho nele!", ditos pelo apresentador, fazem muito sucesso e viraram a principal marca do personagem destemperado. Vale elogiar ainda outro deboche do quadro: a hora do merchandising. No momento de faturar uma grana do patrocinador, Jorge se acalma imediatamente, tira o ar sério e abre um baita sorriso para falar do produto em questão. Qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência. E os produtos anunciados são hilários: 'Sandálias Educanas' (pode bater no seu filho que não deixa marcas), 'Desmemoril' (para que o filho se esqueça das promessas que os pais fizeram e não cumpriram), entre outras pérolas.

O "Tá no Ar: a TV na TV" é um excelente programa de humor e Marcelo Adnet, Maurício Farias e Marcius Melhem estão de parabéns pela criação do formato, mas não há dúvidas que Welder Rodrigues conseguiu transformar o "Jardim Urgente" no quadro mais divertido e atrativo do humorístico. O êxito foi a soma de um ator talentoso com uma ideia criativa. Focaram certo.

30 comentários:

Thallys Bruno Almeida disse...

Lembro da primeira vez que vi Welder Rodrigues, antes mesmo do Jajá, interpretando Joseph Klimber em um esquete no Programa do Jô que recebeu o pessoal do Melhores do Mundo. Se não me engano esse esquete faz parte de outro show deles, o Notícias Populares. Mas só fui descobrir seu nome numa matéria do Video Show que mostrava os bastidores do quadro dele.

O Jardim Urgente é sensacional não apenas pela sátira dos policialescos, mas também pelo fato de os tais "crimes" com crianças funcionarem indiretamente como uma abordagem sobre responsabilidade dos pais na educação, maioridade penal tb. Isso fica forte nos comentários do personagem, quando ele fala "vem didi, vem criança esperança, vem xuxa, vem unicef", ou nos merchandisings, como as sandálias "Educanas" bem no dia em que foi discutida a tal lei da palmada. O "foca em mim!" com a foca sendo jogada é exemplo de como algo simples, e aparentemente até bobo, funciona perfeitamente quando o ator dá o tom adequado.

O sucesso do quadro é merecido demais e, com toda certeza, Welder ganhou um presentaço. E a gente tb.

Outra coisa que eu vejo forte no Tá No Ar é que não é exatamente um programa inovador, uma vez que usa formatos já explorados anteriormente em TV Pirata, Casseta, Comédia MTV, mas dá essa "sensação" por usar temas mais atuais e pelo fato de a emissora se permitir uma maior liberdade para ousar em temas "tabus", como a religião e as críticas à mesma. E o curioso é que eu não vi nenhum católico reclamar do clipe do JC de Nazaré (primeiro programa) ou Vaticano Fashion Week e nenhum adepto das religiões africanas reclamou da Galinha Preta Pintadinha. Por isso faz tanto sucesso.

Thallys Bruno Almeida disse...

Ah: a foca não é jogada no "foca lá" do link ao vivo, apenas no "foca em mim".

Anônimo disse...

Tá no Ar conseguiu deixar sua marca, e é um programa com uma linguagem diferente e atrativa, que deu um suspiro de alívio no humorístico da Globo, que já estava no chão com o Zorra Total (já fez uma crítica sobre ele)?

O Zorra tinha um formato bacana, mas todos esses anos cansaram e tiraram toda a graça. Há tempos não assisto mais.

Já o Jardim Urgente conseguiu se sobressair e marcar presença com mérito. É uma parte bastante comentada e desenvolvida nas rédeas sociaIs. Todos os pontos são ótimos, e o conjunto da obra ficou bastante engraçado. Não sabia que o programa repetia suas atrações até notar isso nesse quadro do Welder Rodrigues.

Acho um ponto muito bom, porque não é preciso ter quadros novos todos os dias, já que esses alternam com os já consolidados, como o "Dr. SUS", por exemplo. E isso explora mais piadas no mesmo universo.

Sou meio novo aqui, e então não sei se você também relembra novelas e programas antigos, que marcaram época. Há postagens especiais sobre eles?

TITO

Anônimo disse...

O Jardim urgente é hilário. Juro que não conhecia o Welder direito antes do programa.

Andrea Ventura disse...

Acho o Jardim Urgente o ponto alto do programa. Não conhecia Welder Rodrigues, pois nunca gostei de Zorra Total e não assisto. A atuação dele como o apresentador sensacionalista está perfeita, como também a direção e o texto impecável.
Este quadro se sobressai num programa que é todo muito bom. Marcelo Adnet podendo mostrar finalmente todo o seu potencial. Até Marcius Melhem, que nunca considerei um grande humorista, está se saindo muito bem.
Além do Jardim, destaco o quadro do militante esquerdista que faz críticas vazias à Globo.

Anônimo disse...

O Jardim urgente é bem engraçado mesmo. Sérgio, você viu a notícia que saiu no site do Maurício Stycer sobre o Marco Bianchi e o Tá no ar??
Gostaria que você desse sua opinião sobre isso.
Lembro do Bianchi ao lado do Paulo Bonfá no Rock gol da antiga MTV. Nunca achei ele muito engraçado. Pra mim ele só era escada do Paulo. Alías, o Paulo depois da MTV conseguiu ir para o Sportv e agora está no Fox sports.

Anônimo disse...

Esse programa do chatissimo Marcelo Adnet nada mais é que uma cópia sem graça do hilário TV PIRATA, aquilo sim era inovador e engraçado e só com feras no elenco, e não essa turma de malas desse programa chato ai.

Flávia disse...

Sérgio, adorei a crítica!!!!! Eu me mato de rir com esse quadro!!! É o melhor mesmo!!!! Também gosto do momento zapeada de canal. VÂNDALO! ARRUACEIRO! CHOCALHO NELE! KKKK Bjk

Anônimo disse...

E o Batata? rsrsrsrs Quadro ótimo!

Melina disse...

Sérgio, concordo! O quadro é muito divertido e a ideia foi criativa demais. O Welder é um talento e muito engraçado. Acho até mais engraçado que o Adnet. A parte do merchan também é muito boa. Beijos.

Anônimo disse...

HAHAHAHA SÓ DE OLHAR PRA ESSA FOTO EU JÁ RIO! ADOREI A CRÍTICA!

Cc disse...

PROGRAMA MAIS TOSCO, QUER SER UM TV PIRATA MAS NÃO CONSEGUE. ATÉ O COMEDIA MTV QUE TAMBEM SEGUIA A LINHA DO TV PIRATA ERA BEM MAIS ENGRAÇADO.

Sérgio Santos disse...

Thallys, o Klimber era um dos maiores sucessos do espetáculo deles e lembro dessa entrevista no Jô.

O Jardim Urgente é um sucesso e merecidamente pq a ideia foi boa, o humorista é ótimo e as sacadas do quadro divertem.

O Tá no ar não é inovador, mas é corajoso ao abordar tanta coisa tabu em tempos de politicamente correto. A Globo tb foi corajosa.

Sérgio Santos disse...

TITO, tb acho que não precisa repetir os quadros todo programa, mas o Jardim Urgente é uma exceção. E merece continuar. O programa ganhou seu espaço mesmo, tanto que uma segunda temporada é certa.

Olha, escrevi sobre o Zorra, se não me engano, em 2011. (http://zamenza.blogspot.com.br/2011/11/o-problema-do-zorra-total-e-repeticao.html) E realmente o programa não era ruim não. Tinha uma época mt boa. Da Nair Bello com o Rogério Cardoso, do Francisco Milani com Seu Saraiva, enfim, era bom e engraçado. Mas com o tempo se perdeu em esquetes repetitivas, situações sem graça e repetição exaustiva.

Não costumo relembrar muito não, mas de vez em quando posto algumas coisas. Recentemente, lembrei de Éramos Seis e Passione. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Eu já conhecia, anônimo. Ele é mt bom.

Sérgio Santos disse...

Andrea, tb acho esse o ponto alto do programa, embora todo ele seja mt bom. Boa lembrança do esquerdista que critica a Globo. É outra ótima sacada mesmo. bjs

Sérgio Santos disse...

Anônimo, eu li sim e eu tb nunca o achei engraçado. E, sinceramente, não acho que tenha havido plágio, até porque a Comédia MTV já era parecida e o próprio TV Pirata. Então, achei aquilo desnecessário. Só pq o programa deu certo, acontece isso?

Sérgio Santos disse...

Ok, anônimo.

Sérgio Santos disse...

As zapeadas são ótimas, Flávia. E quando para naquela parte da música da net? Mt bom. bjs

Sérgio Santos disse...

Batata já virou um personagem, anônimo, mesmo sem aparecer.

Sérgio Santos disse...

Eu tb acho mais engraçado, Melina. E o quadro é hilário. Ótima sacada. bj

Sérgio Santos disse...

Obrigado, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Cc, imaginei que vc odiasse msm.

Anônimo disse...

A melhor coisa do programa é ele e o militante. Uma vez no Twitter vc disse que deveria ter um programa só com o Jardim Urgente e os comentários do esquerdista. Concordo! Seria muito engraçado.

Sérgio Santos disse...

Seria uma boa ideia, não seria? rs Abçs

Anônimo disse...

Estávamos com saudades do potencial do Adnet!
Agora, sim! Podemos ver todas as qualidades desse excelente comediante.
Concordo que o Jardim Urgente é o quadro de destaque deste programa, que a TV aberta estava carente.Excelente trabalho!
Gosto muito também das paródias musicais feitas pelo Adnet, o sargento fazendo "entrevista" , interpretado pelo Marcius Melhem, Dr. SUS e a galinha preta pintadinha foi ótima!

Sérgio Santos disse...

Anônimo, concordo com vc. Só discordo do Sargente fazendo entrevista pq o quadro cansou logo.

Anônimo disse...

FOCAAAAAA LÁÁÁÁÁÁÁ!!!!!!!!!!!!

OX disse...

Quadro muito criativo e bem humorado. E faz o que se espera de um programa humorístico: mostra como algumas coisas são ridículas. E o caso desse Jardim Urgente é comprovar como esses policiais da Record e Band são ruins e apelativos. O Welder deu uma boa entrevista ao Uol sobre isso e disse que esses apresentadores transformam o nada em tudo. Concordo. Abraços.

Sérgio Santos disse...

OX, eu li essa entrevista no Uol e achei mt boa. O Welder tem razão. E o quadro foi mt divertido. Aliás, o programa todo. Abraços.