quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Através da Rosemere de "Sangue Bom", Malu Mader comprova que é capaz de interpretar qualquer papel

Ela foi e ainda é um ícone de beleza. Estreou na televisão em 1983 e desde então não parou mais. Após ter interpretado inúmeros papéis ao longo desses anos, sendo a maioria deles mulheres exuberantes e chiques, tem brilhado atualmente na pele da espalhafatosa Rosemere em "Sangue Bom", que já está chegando ao fim. A profissional em questão, que mais uma vez tem feito por merecer elogios, atende pelo nome de Malu Mader.


Malu começou sua carreira na Globo na novela "Eu Prometo" (1983) graças a Dennis Carvalho, que se encantou por ela quando a viu na peça "Os doze trabalhos de Hércules". Depois participou de "Corpo a Corpo" (1984) ---- folhetim que iniciava sua parceria com Gilberto Braga ---- e do sucesso "Ti ti ti" (1985), na pele de Walkíria, filha de Jacques Leclair (Reginaldo Faria). Encantou o Brasil vivendo a protagonista da minissérie "Anos Dourados" (1986), fenômeno de audiência que até hoje é lembrado pelos telespectadores saudosos.

Participou de "O Outro" (1987) e interpretou uma mocinha vingativa em "Fera Radical" (1988). Também se destacou em "Top Model", "O Dono do Mundo", "Anos Rebeldes", "O Mapa da Mina", "A Justiceira", "Labirinto" e brilhou em "Força de um Desejo" (1999), interpretando a elegante e sofrida Ester,
na novela de época de Gilberto Braga. Aliás, foi a partir dessa obra que Malu Mader passou a ser requisitada para viver mulheres ricas e exuberantes.

Após ter feito várias novelas de Gilberto ("Anos Dourados", "O Dono do Mundo", "Anos Rebeldes" e "Labirinto" também eram dele), a atriz ganhou do autor a personagem mais marcante de sua carreira: a rica empresária Maria Clara Diniz, rival da diabólica Laura (Cláudia Abreu) em "Celebridade" (2003). Malu se destacou do início ao fim e ainda protagonizou uma surra história que a mocinha deu na vilã. Depois desse bem-sucedido trabalho, viveu mais duas mulheres refinadas: a esnobe Eva de "Eterna Magia" (2007) e a atenciosa Suzana no remake de "Ti ti ti" (2010).

Justamente por causa desse esteriótipo que a perseguia cada vez mais, é preciso elogiar Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari que a escalaram para viver uma mulher humilde e nada discreta em "Sangue Bom". Apesar de ser uma personagem pequena, Rosemere foi muito brilhantemente defendida pela atriz. A carismática garçonete divertiu o público com seus barracos e emocionou com seus dramas.

Malu fez ótimas cenas ao lado da grandiosa Yoná Magalhães (Glória), da talentosa Letícia Isnard (Brenda) e do sempre bem Felipe Camargo (Perácio, paixão de Rosemere). Aliás, com Felipe ela repete a boa parceria de "Anos Dourados", minissérie onde seus personagens também formavam um par romântico. Só é de se lamentar que a garçonete tenha perdido a função depois que Felipinho (Josafá Filho) viajou, após muitas especulações na imprensa a respeito do que realmente havia acontecido nos bastidores da produção. A atriz acabou sumindo por vários capítulos e sua importância na trama ficou menor do que já era.

Entretanto, apesar dos tropeços durante o desenvolvimento da história, foi um prazer ver Malu Mader em "Sangue Bom" interpretando uma mulher que era completamente oposta aos seus papéis mais recentes. Apesar de já ter vivido meninas pobres em "O Outro" e "Top Model", é inegável que o esteriótipo de 'ricaça chique' estava cada vez mais presente em sua carreira nos últimos anos. Felizmente, a barraqueira e amorosa Rosemere chegou para comprovar, mais uma vez, que a linda atriz tem talento para interpretar qualquer papel.

43 comentários:

Bruno Marques disse...

Sérgio!!!
Concordo com tudo!!!
Malu é linda e além de tudo um exemplo de profissional!!!
De todos os seus papéis o meu favorito é justamente a Ester de Força de Um Desejo,mas até do que a Maria Clara de Celebridade!!!
Também gostava da Rosemere na primeira metade de Sangue Bom,mas como vc bem disse com a saída do Filipinho a personagem se perdeu e meio que ficou sem função!!!
Espero que ela retorne rapidamente e que de preferência seja na próxima novela do Gilberto Braga em 2015!!!
Nunca vi uma atriz e um autor combinarem tanto!!!
Abração Sérgio!!!

Bell disse...

Ela continua maravilhosa =)

Anônimo disse...

pra mim ela é a eterna fera radical, apesar de que em O Outro como Glorinha da abolição estava no auge da beleza.

Thallys Bruno Almeida disse...

Malu Mader é simplesmente maravilhosa e dona de papeis fantásticos (Anos Dourados, Fera Radical, Anos Rebeldes, Força de Um Desejo e em especial Celebridade, pra mim o grande papel dela).

Rosemere nunca se intimidou em defender o filho, embora exagerasse na superproteção. Mas o que acho que poderia ser melhor explorado na trama era seu romance com Nelson. Por várias vezes ela ficava dando atenção ao Perácio e não lembro de tê-la visto se separando plenamente dele e sendo feliz como devia. Serviria pra compensar essa perda de função que ela sofreu com a polêmica envolvendo Josafá Filho.

Fico feliz de vê-la num papel mais diferenciado e, apesar do acontecido, ela tá ótima.
-------------------------------------------------------------------------------------------
Sei que o texto fala da Malu Mader, mas tbm fala de papeis diferenciados e, por isso, me sinto à vontade pra abordar a questão. Além da Malu Mader, a Deborah Evelyn tb ganhou uma personagem diferente depois de tantas peruas esnobes. Idem o Herson Capri (se esquecermos Aquele Beijo e compararmos com o Cortez de IC; a Sophie idem em relação à Fina Estampa; a Isabelle idem em relação à Cheias de Charme...

Mas como fã da Fernanda Vasconcellos eu tenho que falar: por que raios muitos autores têm medo de dar papéis diferentes pra ela também? Será que existe medo em relação a explorar ainda mais o já comprovado potencial dela pra isso? Tem tanta atriz bem pior que já ganhou papeis diferentes entre si e não deu conta. É sabido que ela cresceu demais como atriz em AVDG, graças à Lícia Manzo que investiu em uma dramaticidade mais forte, mais pesada; e agora em Sangue Bom a Maria Adelaide inseriu elementos vilanescos na personagem que, embora pudessem vir mais cedo logo nos primeiros meses, vieram. Mas essa falta de ousadia de outros autores em si deixa a falsa impressão de que suas personagens e atuações são sempre iguais, impressão que acaba sendo desfeita ao longo do tempo (vide seus elogios à Ana de AVDG e à nova fase dela em SB).

Se existe alguma culpa por parte dela, não é a de se identificar com algum personagem assim, mas talvez o fato de que ela poderia deixar mais clara a vontade de interpretar tipos diferentes, pra sensibilizar autores. Por isso não gosto muito quando se fala que a Malu lembra qualquer personagem anterior, até porque procuro evitar ver por esse ângulo e focar no que a nova personagem traz de novo em si. Não digo que me cansei 100% do tipo porque vc sabe que gostei da personagem da Fernanda desd'o início, mas eu, como fã, quero muito vê-la vivendo outra coisa. Aliás, de tanto sofrer na mão dos outros, já aposto que o próximo tem que ser uma vilã daquelas bem crueis, rsrs. Abçs!

Thallys Bruno Almeida disse...

PS: onde há "pra sensibilizar os autores", leia-se "para os autores enfim investirem nisso".

Maria Lúcia Gromann disse...

Adoro a Malu, é uma atriz fantástica. Apesar de seu papel em Sangue Bom ter perdido o rumo, eu adoro ver a atriz em um papel suburbano, diferente das ricaças e damas que encarnou. Dos seus papeis q mais gostei foram a Ester de Força de UM Desejo, a Maria Clara de Celebridade, a Eva de Eterna Magia e óbvio: a eterna e mitante Fera Radical. Ela combina muito com Gilberto Braga, espero q os dois se reencontrem novamente. Aliás, vale lembrar que minisserie erótica Labirinto ela fez diversas cenas de sexo com Fábio Assunção e brilhou em outras cenas. Beijos Sérgio

Melina disse...

Adoro Malu Mader e adorei vê-la nesse papel totalmente diferente. Mas infelizmente como você bem disse no texto a personagem foi perdendo a pouca importância que tinha. Ela não foi valorizada. Além dela cito Cris Nicolotti, Louise Cardoso, Daniel Dantas, Yoná Magalhães, Débora Evelyn, Herson Capri entre tantos outros. Essa novela foi muito legal mas os atores mais velhos não tiveram vez. Uma pena. Beijo!

Barbie Californiana disse...

Ela é sem dúvida uma excelente atriz. beijinhos

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde
Sérgio
concordo, Malu é uma ótima atriz por quem tenho carinho e admiração, e que cada papel a que ela se entrega é com profundidade. A sensação é de que ela pode interpretar todo tipo de personagem.
Agradeço!
Belo dia
Abraços!

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Concordo em parte, Sérgio. Achei o desempenho da Malu Mader cheio de altos e baixos. Mas ela fez bem em mostrar outras facetas do talento, já que sempre lhe cabiam personagens glamurosas. Para mim, seus melhores papeis foram em A Justiceira, Força de um Desejo e Celebridade.

Lulu on the Sky disse...

Assisti todas as novelas com a Malu Mader. É uma excelente atriz. Adoro.
Big Beijos

Filha do Rei disse...

A Malu é uma das atrizes que mais admiro:é profissional com alma,é simples e profunda,é humilde mas sabe se posicionar.
Tenha uma linda noite.Bjss

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Bruno. Também gosto muito da Malu e adorei a Ester de Força de um Desejo. Mas prefiro a Maria Clara.

É uma pena mesmo que com a saída do Felipinho ela tenha sumido. Pelo menos hj ela fez uma linda cena com o Felipe Camargo. E acho que o Gilberto vai escalá-la sim, sempre escala. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Verdade, Bell. bj

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, anônimo.

Sérgio Santos disse...

A Malu é ótima mesmo, Thallys, e a Rosemere foi uma excelente personagem. Mas não foi bem desenvolvida, pagou o pato por causa do tal problema e teve menos destaque até do que alguns coadjuvantes dos coadjuvantes, por exemplo. Tarcisio Filho entrou na novela mas também não foi valorizado.

O Herson já tinha tido um papel parecido em Aquele Beijo, mas no caso da Debora foi mt bem vindo.

A Fernanda não tem culpa de sempre ganhar o mesmo tipo de papel, mas acaba sendo sujeita a críticas. Acho forte demais isso de Malu ter ganhado ares 'vilanescos'. Ela apenas acordou pra vida e parou de dar a outra face, enfrentando tudo sem medo. E eu já cansei desses tipos pra ela e quero qualquer coisa diferente, desde periguete, interesseira, falsa, vilã, cômica, qualquer coisa. menos a mocinha boa. Infelizmente ela, Jayme e Marco acabaram pegando personagens que ficaram presos por muito tempo a atitudes e discursos cansativos. Abçs.

Sérgio Santos disse...

É verdade, Maria, em Labirinto ela foi muito bem mesmo. Pena que a Rosemere tenha perdido o rumo porque era uma personagem que poderia ter rendido bem mais. E eu também gosto muito dela. Bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Barbie. bj

Sérgio Santos disse...

E que bom que pelo menos nessa novela ela pôde mostrar que também sabe fazer uma boa suburbana, Felis. Abçs.

Sérgio Santos disse...

Tudo bem, Elvira, respeito. Eu gostei muito dela desde o início e nada tenho a reclamar. Considero a Maria Clara Diniz a melhor personagem dela. Bjs

Sérgio Santos disse...

Também gosto muito, Lulu. bj

Sérgio Santos disse...

Ainda por cima é linda, né Cléu. Bjsssss

GustavoGM disse...

Já eu acho que ela foi muito mal em "Sangue Bom". Interpretação muito ruim e pra completar o sotaque mal feito, péssimo. Pior que ela só o Filipinho.

MARILENE disse...

Ela é uma ótima atriz. Seu papel em Sangue Bom foi pequeno, mas valeu a pena vê-la na novela. Bjs.

Clau disse...

Oi Sérgio,boa tarde \o/
A Malu Mader não fica velha!
Ela continua linda e talentosíssima.
Gostei desse post onde vc descreveu os papéis que ela viveu,de alguns eu nem lembrava mais.
Bjs!

eder ribeiro disse...

Concordo contigo, Sérgio, porém acho a beleza da Malu comum. Abçs.

Vanessa disse...

Sérgio, meu querido, acho que ando azeda. rs.

Discordo um pouco do que vc escreveu. Primeiro, porque nunca considerei a Malu uma grande atriz, sempre achei correta apenas. E, como Rosemere, acho que ela mais errou do que acertou. Não gostei de seu trabalho, muitas vezes achei forçado.

Mas tenho que reconhecer que ela foi corajosa ao encarar uma personagem diferente de tudo que já tinha feito. Isso é digno de aplausos. Sair da zona de conforto é importante nesta profissão, o arriscar é louvável. Algumas atrizes, como a Fernanda Vasconcellos, deveriam ir pelo mesmo caminho. Fazer sempre o mesmo tipo é pequeno demais.

Agora eu tenho que dar meu braço a torcer para a Sophie Charlotte. Como ela está bem nesta reta final!! Esse lado mais humano da Amora está sendo muito bem desenvolvido pela Charlotte, e a parceria dela com a Andréia Horta funcionou muito bem. Termino minha deliciosa "SB" aplaudindo a Sophie, que encarou talvez o papel mais difícil da novela, e o mais interessante/rico, e o fez muito bem.

Beijão, querido.

Fábio Coutinho disse...

Sérgio, dessa vez não concordo com você.Essa personagem dela é muito chata e a Malu Mader não está a vontade nesse papel.Essa personagem dela entrou apagada e vai sair apagada, na minha opinião.Mas eu gostei da cena dela com o Perácio no capítulo de quarta.

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Eu particularmente achei o papel muito sem holofotes, meio sem graça, comum demais, acho que ela por tudo que já fez merecia mais destaque mesmo sendo em um núcleo mais pobre, achei o conteudo da história dela meio pobre! Abraçossss

Sérgio Santos disse...

Discordo de você, Gustavo, mas respeito sua concepção.

Sérgio Santos disse...

Pena que tenha sido pequeno demais, Marilene. Bjs

Sérgio Santos disse...

Isso é mesmo, Clau. Ela não fica velha, impressionante. Bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Eder! abçs

Sérgio Santos disse...

Tá azeda nada, Vanessa! Respeito sua opinião, mas eu gostei muito da Malu e principalmente por causa disso: a vi deixando de lado a rica elegante e entrando de cabeça na suburbana grossa. Mas não posso negar que a atuação dela dividiu opiniões. Bjão!

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Fábio! Eu adorei a Rosemere e o jeito dela desbocado. A cena dela com o Perácio nessa semana foi muito bonita. Mas entendo que vc não goste. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Kellen, o núcleo dela foi o pior da novela depois do da agência do Natan. Mesmo com a maravilhosa Yoná Magalhães, o tempo que passaram enfatizando a submissão do Perácio, a chatice do Felipinho e as armações cansativas da Brenda acabou cansando. Mas eu gostei mt da Malu. bjs

Leandro disse...

Sempre gostei da Malu Mader, tem uma presença e feições marcantes, mas não acho ela uma grande atriz, boa sim. Em uma listagem das melhores atrizes colocaria muitas na frente dela.

Alex Viana disse...

Malu é sem sombra de dúvida uma das melhores e mais lindas atrizes de sua geração, em Sangue Bom deu show e voltou a fazer um tipo popular, coisa que já havia feito, e maravilhosamente bem, em tramas como O Outro, O Mapa da Mina e A Vida como Ela É. Rosemere é mais personagem de tipos inesquecíveis que Malu interpretou ao longo de sua vitoriosa carreira.

Sérgio Santos disse...

Leandro, obrigado pelo comentário. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Alex, boas lembranças que vc fez. Abraços.

BIA disse...

Malu Mader também é uma das minhas atrizes favoritas. É outra que tudo o que faz é ótimo. Concordo com sua análise Sérgio!!!
Boa semana!!!
Bjs :)

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Bia! bjssss

leko disse...

Adoro a Malu desde que ne entendo por gente, sempre achei ela charmosa ms n sei os tem acontecido,ela tem estado acabada,olhos tristes caídos... não faz as sobrancelhas que hj não são charmes pra ela mais,a buchecha esta murcha e caída, cabelo partido ao meio horrível ta largadona fico revoltado c isso, aliás sou seu fã e qro ve- la linda!!
..