sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Após uma estreia de sucesso, "The Voice Brasil" volta com a mesma qualidade e acerta ao mudar de dia e horário

A busca pela voz continua. Depois de ter feito um grande sucesso nas tardes de domingo em 2012, o "The Voice Brasil" iniciou sua segunda temporada em novo dia e horário em 2013. Agora, a atração dirigida por Boninho, vai ao ar todas as quintas-feiras, logo após "Amor à Vida". Apesar dessa mudança, o reality musical voltou mantendo todo o bem-sucedido conjunto que conquistou os telespectadores e estreou tão bem quanto no ano passado.


Lulu Santos, Carlinhos Brown, Cláudia Leitte e Daniel continuam fazendo parte do time de jurados/técnicos e Thiago Leifert mantém seu posto de apresentador. Já Daniele Suzuki não é mais repórter e foi devidamente substituída por Miá Mello, que ainda não havia feito nada na Globo depois que acabou o "Casseta e Planeta". As regras, embora não tenham mudado, apresentaram pequenas alterações. A primeira fase ---- quando os jurados ficam de costas apenas ouvindo os candidatos ----, por exemplo, agora terá cinco audições, ao invés de quatro, como em 2012. A fase das batalhas terá novos cenários ---- o ringue virou um octógono, semelhante aos do UFC ----, mas não sofrerá alterações. Porém, a produção prometeu uma 'fase extra e surpresa' mais para frente. 

A estreia da segunda temporada mostrou que o formato tem todas as chances para ser tão longevo quanto o amado e odiado "Big Brother Brasil". Mais uma vez o telespectador foi presenteado com candidatos de algo nível, direção acertada do Boninho e uma edição rápida, que deixou o programa dinâmico e
atrativo como tem que ser. Lulu Santos continua sendo o técnico mais interessante, se sobressaindo em relação aos demais. Porém, os quatro formam uma boa equipe, embora a presença de Daniel seja bastante questionável, afinal, o cantor pouco fala, o que deixa sua participação desinteressante e monótona. Thiago Leifert tem um carisma incontestável e novamente comandou muito bem a atração. Já Miá Mello demonstrou segurança e substituiu muito bem a Dani Suzuki. 

A segunda temporada do "The Voice Brasil" começou repleta de qualidades e tão boa quanto a primeira, porém, o novo horário deixou o reality ainda melhor. A Globo acertou plenamente quando colocou a atração no horário nobre e logo após a novela das nove. Se no domingo à tarde, o programa conseguia entre 14 e 19 pontos de média, nas noites de quinta-feira conseguirá índices bem maiores, atingindo muito mais telespectadores ----- vive a audiência obtida na estreia: 24 pontos de média. Ainda acabou sendo benéfico para o próprio formato, uma vez que o cenário das audições nunca foi apropriado para uma atração vespertina, vide a a iluminação e as cores do palco, todas voltadas para edições noturnas. A mudança também acabou sendo benéfica para "A Grande Família", que anda cada vez mais desgastada e sem identidade. O público e os atores poderão descansar um pouco até a volta da série, em 2014 (último ano), para finalmente fechar seu ciclo. 

Mas infelizmente o reality, apesar de ótimo, sofre do mesmo mal dos formatos semelhantes: o vencedor não vira um cantor de sucesso. Ellen Oléria foi a grande vencedora da edição passada e sua voz maravilhosa a fez merecer essa conquista, porém, apesar de ter lançado um CD, não alcançou o 'estrelato' e não emplacou nenhuma música. Claro que os quinhentos mil de prêmio, um carro zero e o contrato com uma gravadora são grandes prêmios e fazem valer a pena lutar pela vitória. Entretanto, apesar de não 'lançar fenômenos artísticos', ao contrário de atrações como "Ídolos", "Fama", "Astros" e "Got Talent", o reality adquirido pela Globo em 2012 consegue uma excelente audiência. 

O "The Voice Brasil" estreou sua segunda temporada da melhor forma possível e enriquecendo a programação noturna das quintas-feiras. Uma atraente e competitiva disputa musical acabou de começar e o telespectador terá um ótimo produto para prestigiar pelos próximos meses. Enquanto a nova 'Voz do Brasil' é escolhida, o público se entretém e se diverte com um programa de alto nível e em um dia e horário muito mais adequados. 

46 comentários:

Anônimo disse...

ola sergio venho todo dia no seu blog tanto q tenho ele salvo no speed dial do meu navegador adoro seus textos e opnioes e me indentifico bastante mais sobre o the voice brasil acho q idolos leva vantagem pelos cangicas q nos divertem bastante no começo e o daniel é um mosca morta tinha q sair fora isso o the voice é realmente bom!!!

Carlos disse...

Só deu 24 pontos? Com tanta propaganda... Essa é a média dos programas mais baratos, em relação ao caro reality, do horário, The Voice dar isso não é muito bom.

Bom, achei fraco. Quem assiste a versão de fora nota essa diferença. Assim como o BBB de lá de fora consegue ser pior do que a daqui (sim, a original não é a melhor), o The Voice UK e USA dão um banho em qualidade, começando pelos jurados (Cláudia Leitte nem se compara a Shakira ou Christina Aguilera, o mesmo serve para os demais) e indo até os candidatos (vontade de parar na Anitta Cover, mas fui até o fim). Sério que vocês ainda aguentam "como é grande o meu amor por você?" Os repertórios são os mesmos.

E pra piorar, eu não vou aguentar ver mais uma temporada de um reality show musical que no final lança ninguém. A vencedora do ano passado sumiu. Fui tentar procurar sobre e soube que estava fazendo pocket show gratuito e abrindo show de alguns cantores. Só por aí já vemos a desgraça. Aqui já teve Ídolos, Fama, Calouros do Raul Gil... Todos tiveram um "boom" e sumiram e os que voltaram foram os perdedores que ergueram por conta própria e não por causa do reality show. É perder tempo assistir esse tipo de entretenimento aqui no Brasil.

Boa Noite!

Anônimo disse...

Eu fico admirado como o autor desse blog consegue, ou tem paciência de assistir tudo que passa na TV(LEIA-SE REDE GLOBO).

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia
Sérgio
é verdade, faz tempo que não tem programa de música no horário nobre da Plim Plim. Já é um grande atrativo.Vi as "audições á cegas", e só não gostei do Daniel,muito sei lá, os demais estão fazendo bem a sua parte no time de jurados,
Sim, Ellen Oléria q sagrou-se vencedora da competição musical ao final do ano passado,sumiu do "mapa",não teve o sucesso merecido.
Agradeço
Belos dias
Abraços

A Viajante disse...

Gostei da mudança de dia e horário. Vou assistir porque adoro música e por ter Carlinhos Brown no meio de tudo. Cláudia Leite, por sua vez, me desanima... Beijo! :)

Raylan disse...

Até hoje, o único reality musical do Brasil que conseguiu emplacar os vencedores foi o ótimo "Popstars" do SBT. Talvez falta uma divulgação maior dos vencedores nos programas da casa.
Sobre o "The Voice Brasil", gostei muito da estreia, até que enfim a Globo variou a linha de shows. Só não gosto da Claudia Leitte nem do Daniel, poderiam ter trocado. Lulu Santos é muito bom e Carlinhos Brown entende do assunto.

Leticia disse...

Oi Sergio já comentei antes mais nunca dei parabéns pelo blog, eu adoro The Voice na minha opinião é um dos melhores programas de entretenimento mundial assisto todos americanos e agora brasileiro

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, eu preferia o horário anterior, porque acordo cedo. Mas gostei deste início da segunda temporada, da apresentação de alguns cantores (especialmente do primeiro, dom Paulinho Lima, que encantou os jurados, o público e minha família).
O repertório foi bom, os jurados foram justos. Espero que o bom nível permaneça e alguém do mesmo quilate da Ellen Oleria seja o campeão.

Lulu on the Sky disse...

Gostei muito do novo horário e claro a possibilidade de interagir mais no twitter, nunca ri tanto com as pessoas. Promete uma ótima temporada.
Big beijos

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Gostei da mudança de horário do programa, pois agora terei oportunidade de assisti-lo, ainda que esporadicamente. Aprecio o formato do programa, pois oferece
uma oportunidade importante para quem deseja ingressar na carreira. Se vai render frutos ou não vai depender unicamente da competência e da sorte de cada um. Gosto de programas que abrem portas para talentos ocultos.

Ótimo final de semana.

Abraço.

MARILENE disse...

Você tem razão, Sergio, o Daniel fica muito apagado, nem faz falta (rss).
E tentei me lembrar da última ganhadora, percebendo que não conseguiu emplacar. Ms o programa é bom e conhecemos vozes muito belas. O novo horário, de fato, vai ajudar. Bjs.

Anônimo disse...

O The Voice é um dos acertos da Globo e essa segunda temporada tem tudo para ser sucesso,programas musicais de qualidade fazem falta na Tv e não apenas os de calouros mas também formatos como o Som Brasil.Vejo muitas pessoas dizendo que cantores saídos de programas de calouros não fazem sucesso, mas isso pouco tem haver com o programa em si , a verdade é que infelizmente a mídia e boa parte da população já não valoriza os bons artistas, preferindo consumir lixos como Naldo infelizmente ...

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Eu adorei, meu marido que estava no quarto quando começou disse que não ia assistir, logo que começou ele já se aquietou na cama e assistiu o programa inteiro comigo, coisa rara já que ele não gosta de tv aberta rsrs Abraçossss

Clau disse...

Oi Sérgio,
eu entendo os motivos da mudança de horário,ma não gostei,preferia quando era no domingo à tarde!
Ah,e ninguém merece ver Daniel e Claudia Leitte no juri...são lindinhos e maravilhosos,quando estão de boca fechada.Nada acrescentam ao reality.Eu pelo menos não aprovo.
Bjs e aproveita o fim de semana \o/

Sissym Mascarenhas disse...

Sérgio,

Assisti. Como me agrada este tipo de programa, pois diverte, emociona e tambem encanta, foi otimo de ser assistido numa noite da semana quando volto cansada do trabalho e quero me distrair.

Bjs

Barbie Californiana disse...

Dessa vez eles acertaram, Sérgio, eu vi alguns pedaços. beijinhos

Pamela Sensato disse...

Ola Sérgio tudo bem???
Adorei o blog e já estou seguindo =)

Eu fiquei impressionada com o programa ontem, principalmente com o cantor DOM hehehe......
brilhante..

Beijosss!!!

==> Blog Resenhas da Pâm

eder ribeiro disse...

Sérgio, na primeira audiência (eliminatória) as duas vozes negras me encantaram. O programa realmente é dinâmico e o Daniel parece um boneco de ventrículo. Abçs.

Paty Michele disse...

Sérgio,
eu vi e adorei!
A mudança de horário foi perfeita. Melhor que isso só sábado à noite. rsrsrs
Concordo contigo qdo dizes que os ganhadores não emplacam. Isso já aconteceu com outros realities de música como o extinto Fama, que revelou a Vanessa Jackson. Mas quem se lembra?
Enfim, vamos em frente.

Um bjão.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, muito obrigado. Da próxima vez identifique-se. Grande abraço.

Sérgio Santos disse...

Carlos, é um ótimo índice. Eu gosto muito do programa mas para entreter, até porque eu mesmo disse no texto que não lançam ninguém mesmo.

Sobre o repertório, realmente algumas escolhas são tristes, mas isso não é culpa do programa é culpa dos candidatos.

Eu só gosto do Lulu de jurado, tiraria os outros e colocaria Ana Carolina, Rita Lee e Herbert Vianna, mas ainda que não goste deles, forma um grupo entrosado. Tirando o Daniel que é uma nulidade.

Sim, o BBB de fora tem um festival de baixarias, até pq pode briga, pode porrada, pode tudo. Abraços. (sumido)

Sérgio Santos disse...

Anônimo, realmente a minha paciência é DE JÓ, principalmente ao lidar com algumas pessoas.

Sérgio Santos disse...

Felis, o último programa musical que a Globo levou ao ar no horário nobre foi o Globo de Ouro. Sem dúvida o The Voice conseguiu um feito e tanto. Sim, Daniel é muito ruim. abçs

Sérgio Santos disse...

A mudança foi ótima, Ju. bjs

Sérgio Santos disse...

Raylan, é verdade. Até hoje o Rouge é lembrado e emplacou vários sucessos. Mas a segunda edição do Postars já não teve o mesmo êxito porque aquele grupo Bro`z lançou uma música e sumiu. (ainda bem, diga-se) Abraços

Sérgio Santos disse...

Letícia, muito obrigado pelo carinho! ;) bj

Sérgio Santos disse...

Elvira, a voz do Paulinha arrepiou. O cara é genial. Vai longe na competição. Bem, eu gostei da mudança porque o Esquenta! combina com o horário e o The Voice tinha um cenário mt escuro para a programação vespertina. Além disso merecia ter mais visibilidade. bjs

Sérgio Santos disse...

Concordo, Lulu. bjsss

Sérgio Santos disse...

Oi Vera. O novo horário agradou muita gente mesmo. Aliás, ano passado o horário de domingo foi um dos pontos criticados pela audiência. bjs

Sérgio Santos disse...

Marilene, o Daniel é só figurante e nem abre a boca. Uma bobagem estar ali. A Ellen é um poço de talento mas não fez sucesso, fato. bjsss

Sérgio Santos disse...

Anônimo, o The Voice é um formato que deu certo aqui mesmo, depois de ter dado no mundo. Realmente aqui vemos profissionais duvidosos ganhando repercussão, mas enfim... abçs

Sérgio Santos disse...

Então seu marido gostou mesmo, Kellen. rs bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Clau. As mudanças nunca agradam a todos, né, é difícil. Do juri eu só gosto mesmo do Lulu. Bjsssssssss

Sérgio Santos disse...

Sissym, imaginei que vc fosse gostar do novo horário. É um programa muito bacana mesmo. bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Barbie. bjs

Sérgio Santos disse...

Pamela, bem-vinda. Que bom que gostou. Esse cantor foi fantástico mesmo. bjs

Sérgio Santos disse...

Eder, achei sensacional a sua definição do Daniel rsrs abçs

Sérgio Santos disse...

Paty, sábado à noite eu acho que seria ruim porque tem menos audiência. A quinta caiu perfeitamente. Sim, Vanessa Jackson é apenas um dos muitos nomes esquecidos. bjssss

Thallys Bruno Almeida disse...

Quando o The Voice começou a ser anunciado ainda no ano passado, pelos nomes anunciados (com exceção do Lulu), eu pensei imediatamente que tinha tudo pra dar errado. Felizmente, tive o prazer de estar enganado. Tudo acabou fluindo tão bem que nem mesmo a inexpressividade do Daniel atrapalhou. Mesmo assim, acabou não tendo muito resultado prático porque em alguns de seus candidatos, eu acabo sabendo mais de suas carreiras pelos próprios perfis em redes sociais. Isso sem contar as esporádicas (e olhe lá) participações da Ellen Oléria (vencedora).

Na estreia da segunda temporada eu senti como positiva a presença de mais músicas estrangeiras. Entre os que mais me agradaram, estão Paulinho Lima (o que cantou Marvin Gaye) e Luana Camarah (que interpretou AC/DC). Como boa surpresa, a Jullie (Jullie e os Fantasmas) entrando com repertório próprio.

Quanto à Miá Mello, ela parece ser mais simpática em relação à Daniele Suzuki, mas às vezes a vejo um tantinho afetada, embora não chegue a comprometer o conjunto final (até porque a função delas nem exige tanto).

Tiago Leifert segue fluindo naturalmente e Lulu Santos continua sendo o melhor jurado. Carlinhos Brown compensa os chatíssimos "teatrinhos" no anúncio de eliminação com o bom tino pra escolher talentos (tanto que Ellen Oléria veio do time dele).

O atual horário se mostra mais adequado à proposta do programa (um show musical) e não sofrerá tanto com mudanças de horário (uma vez que o antigo variava muito e ainda pegou a fase final da F1, com corridas à tarde nos EUA e Brasil). Ainda há tempo de rever essa quesão de investir melhor na carreira do vencedor, mas o programa em si continua sendo um super acerto. Abç!

Carlos disse...

Eu acho que a troca de horário foi péssimo não pelo programa em si, pq acho que na primeira vez que vc comentou do programa aqui chegamos a conclusão que esse programa era pra noite, até aí a Globo acertou. O problema foi escolher um dia da semana. Pra mim o dia mais ideal era o sábado a noite no lugar do Zorra, que dá pífios 16/17 pontos e as pessoas estão em casa. Globo daria mais de 20 com certeza. Pra Grande Família isso foi ótimo porque, apesar de não ter o clássico episódio de natal, dá pra eles pensarem em um final, entretanto pra aumentar os índices a ideia foi péssima pq The Voice é um programa que tem tuo pra seguir o trajeto do Fama e outros realitys musicais, ou não musicais: fazer sucesso no início e depois cair. É, pra Globo vai ser difícil encontrar um programa que substitue, mas pro horário, se não um programa de auditório, apenas uma outra novela.

Dos jurados eu até gostava de alguns, mas depois da primeira temporada... Carlinhos Brown fazendo aqueles suspenses chatos que nem o apresentador faz, Claudia Leitte falando que gostou da voz mas não vira, Lulu Santos "apadrinhando" participante ruim, Daniel escolhendo demais... Tudo isso pra no final ninguém ganhar? Não posso com isso.

Repertório realmente os participantes tem culpa e isso já é o suficiente pra me afastar. Se nem isso são capazes de escolher...

Sumi porque tá difícil ter algo bom, e só entrei porque pensei que você fosse falar da nudez em Amor e Sexo e dos comentários hipócritas de alguns que amaram porque tal cena foram no Plim Plim, porque o que tem de gente que fala que fora do canal é apelação... Só que na Globo é "quebra de tabu". Nada contra nudez na tv, mas esses falsos "moderninhos" me dão raiva rsrs.

Abraços

Sérgio Santos disse...

Tirando o Lulu, eu não gosto dos jurados, Thallys, mas não critico porque é um gosto pessoal meu, até pq a Cláudia e o Carlinhos sabem "fazer um show" à parte. Só o Daniel mesmo que é ruim em todos os sentidos.

Por mim os candidatos só cantariam músicas estrangeiras porque só escolhem nacionais ruins.

O novo horário foi mt bom e espero que nas próximas temporadas continue assim. Gostei da Miá como repórter, mas ela nem aparece muito. Abçs

Sérgio Santos disse...

Carlos, o Zorra é muito ruim mas dá audiência. E acho que o sábado não seria benéfico pro ibope do The Voice e talvez desse a mesma coisa que dava aos domingos. Por isso gostei da quinta.

Dos jurados concordo com vc, com exceção do Lulu, porque os seus argumentos são sempre bem embasados e ele é o único que fala quando algum cantor não foi bem.

Ainda não sei se vou escrever sobre o Amor e Sexo ou se esperarei o último programa da última temporada, mas eu gostei dessa situação da nudez e achei uma ousadia boa. Até porque aquilo tinha absolutamente tudo a ver com o tema do programa. Não dá pra comparar, por exemplo, exibir uma mulher pelada num programa do João Kleber às 9 da manhã. Abraços!

Anônimo disse...

Moro fora do Brasil e quando assisto programas brasileiros como The Voice Brasil, nao fico apenas decepcionada, fico triste tb. O programa que voces ficam em suspiros nao chega nem aos pes do gringo. Primeiro que Claudia Leite é uma das pessoas mais boçais e sem personalidade que eu ja vi na minha vida, parece uma adolescente boba deslumbrada e aparecida, fora que umas das pessoas que ela escolheu primeira vez eh uma menina com uma voz que mistura Kelly Ki e Anitta, ou seja, dois lixos musicais que infelizmente o povo adora, so por isso ja eh triste. Ai vem Carlinhos Brown, outro babaca, Daniel so fala lé com cré. E ainda tem aquela parte das pessoas receberem envelopes em casa anunciando que foram selecionas para ir ao palco. Pra que? Aquilo é redículo e apelativo, não faz o menor sentido. Posso dizer que o nível musical anda de mal a pior, é Naldo, Anitta, sertanejo universitario, pagode, funk, só porcaria, nao existe mais pop, rock. Nao existe mais letra que presta, a falta de qualidade é assustador. Outro lixo é o programa do Faustao, cada dia que passa so piora. Fico realmente muito triste em ver meu país a cada dia pior, tanto na musica, na educação, na cultura, na política, na segurança e na economia. O Brasil hoje vive numa fase obscura, as pessoas estão cegas, relaxadas e achando tudo que é esculhambado e falso bacana. Uma pena que so quem esta vendo de fora pra dentro vê isso mais claro. Desculpe e desabafo, mas está cada dia mais difícil assistir qualquer coisa brasileira.

Sérgio Santos disse...

Sem problema, anônimo. Desabafe quando quiser. Concordo que o pop e o rock estão a cada dia mais desvalorizados e infelizmente esquecidos. Me entristece porque são meus gêneros preferidos. Abraços.

Filha do Rei disse...

O The Voice nos leva a amar mais a música,os talentos,as vozes. Atualmente existem tantas vozes dizendo nada, que assistir quem sabe "dizer" é muito bom.
Tenha lindos dias. Bjs

Sérgio Santos disse...

Adorei seu comentário, Cléu. Bjão!