sexta-feira, 26 de julho de 2013

"Carrossel": chega ao fim um dos grandes acertos do SBT

Chegou ao fim o projeto responsável pela retomada do SBT, após um crítico período, onde a vice-liderança foi perdida para a Record em todos os horários. O remake de "Carrossel", que estreou em maio de 2012 e explodiu em audiência, teve seu último capítulo exibido nessa sexta-feira (26/07), deixando um saldo extremamente positivo para a emissora de Silvio Santos.


Tentando atingir o mesmo sucesso alcançado anos atrás com a produção de excelentes novelas ---- vide "Éramos Seis" (1994), "As Pupilas do Senhor Reitor" (1995), "Ossos do Barão" (1997) e "Fascinação" (1998) ----, o SBT resolveu voltar a investir em teledramaturgia em 2008 com a produção de "Amigas & Rivais", versão nacional da obra homônima mexicana. Não deu certo. Novas tentativas foram feitas com a exibição de "Revelação", "Vende-se um véu de Noiva", "Corações Feridos" e "Amor e Revolução", mas, novamente, o bom resultado não veio. Todos os projetos fracassaram. Porém, ao invés de jogar a toalha de vez, a emissora resolveu apostar no remake da obra infantil mexicana que foi um fenômeno na década de 90 e virou febre no Brasil quando foi exibida pelo mesmo SBT.

O risco valeu a pena. O sucesso não demorou muito para chegar e a novela adaptada por Íris Abravanel novamente fez a alegria das crianças e da emissora. Sem querer, acabaram constatando o óbvio: o público infantil não tem absolutamente nada para assistir à noite nos canais abertos. O telespectador-mirim que
via desenhos na tv a cabo ou que jogava video-game nessa hora resolveu parar para assistir ao remake de "Carrossel". E esse fato é comprovado simplesmente porque não houve uma migração de audiência dos outros canais, apenas o crescimento do SBT. 

A trama envolvendo a Professora Helena (Rosanne Mulholhand) e seus alunos emplacou e ainda rendeu bons lucros, uma vez que a empresa aproveitou o sucesso para lançar vários produtos da novelinha, incluindo CD com a trilha sonora. A história também mereceu o reconhecimento do público, afinal, a autora soube fazer uma boa adaptação e o elenco conseguiu se destacar positivamente. Rosanne fez uma linda e doce professora, Larissa Manoela brilhou na pele da preconceituosa Maria Joaquina e Jean Paulo Campos chegou a ganhar prêmios por conta de sua interpretação comovente do sofrido Cirilo. Já Noemi Gerbelli também fez bonito vivendo a diretora Olívia.

O último capítulo (que conseguiu 14 pontos de média e 17 de pico, mesmo concorrendo com "Amor à Vida) emocionou e encerrou esse vitorioso projeto, que chegou a ficar mais de um ano no ar, com chave de ouro. Helena se casou com Renê (Gustavo Wabner) e o sonho de Adriano (Kostantino Atanassopoulos) proporcionou finais divertidos, como Valéria (Maísa Silva) virando apresentadora (em uma clara homenagem a Hebe Camargo) e Cirilo e Maria Joaquina se casando. A cena final foi uma bela apresentação no circo Tihany, em São Paulo, com o elenco cantando a música de abertura da trama. E assim, a bem-sucedida obra chegou ao fim. Entretanto, não há motivo para o SBT se preocupar, ao menos por enquanto. "Chiquititas", substituta que já está sendo exibida no horário que era de "Carrossel" (20h30m), tem mostrado que fará tanto, ou mais sucesso, que a história protagonizada pela Professora Helena. O aprimoramento na produção desse outro remake e os elevados índices de audiência, mantendo a emissora na vice-colocação isolada, têm comprovado que os fãs da recém-terminada trama não ficarão órfãos. 

O remake de "Carrossel" marcou a retomada do SBT na disputa pelo ibope e ainda serviu para acender um alerta a respeito do telespectador infantil, que também precisa de conteúdo de qualidade no horário nobre. O retorno da audiência (a produção fecha com média geral de 12,3; devolvendo os cobiçados dois dígitos), o lucro obtido e a preocupação da emissora em produzir uma outra produção à altura ---- no caso a adaptação de outro sucesso da década de 90 ----, apenas comprovaram o quanto que foi acertado trazer de volta esse sucesso que ficou marcado na infância de muita gente e que fechou seu ciclo conquistando uma nova geração de telespectadores. 

25 comentários:

✿ chica disse...

Sérgio, vim agradecer teu carinho nas minhas ferias e dizer que voltei( mesmo querendo ficar mais,rs) abraços,chica

eder ribeiro disse...

E saber q o SBT fez sucesso sem uma gde produção e o elenco mírim mal dirigido. Vamos torcerq com a nova novela, eles aprimoram e mantêm a audiência. Abçs, Sérgio.

Danizita L. disse...

Sim Sérgio, Carrossel com certeza mereceu o sucesso que fez, sempre achei o SBT uma emissora com certo potencial para novelas, ta aí as ótimas produções da década de 90 pra provar, sem falar no primeiro remake de Chiquititas que eu amei quando era criança, rsrsrs. Carrossel marcou muitas crianças e adultos também, mas pelo visto a emissora do homem do Baú não vai mais cochilar e continuará honrando o público infantil que estava carente de atenção na teledramaturgia. Tomara que a nova geração do orfanato Raio de Luz brilhe bastante também.

Bjs ;)

Danizita L. disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Clau disse...

Oi Sérgio!
Vi algumas cenas do remake de Carrossel,pra matar a saudade,
pois a outra versão eu assisti do começo ao fim.Marcou minha infância!
Bjs \o/

Thallys Bruno Almeida disse...

Ótimo texto, Sérgio.

O SBT confirmou a tendência de seguir apostando cada vez mais na programação infantil e por isso vem se destacando. Após o fiasco de uma novela adulta (Amor e Revolução) e a exibição quase despercebida da outrora polêmica (graças a seu quase engavetamento, e também adulta) "Corações Feridos", eles decidiram apostar em Carrossel até de forma leve. E nem eles esperavam que o remake fosse fazer esse sucesso todo e devolver a vice-liderança do horário ao SBT. Foi aí que viram a mina de ouro que tinham e passaram a investir cada vez pesado e com sucesso, nos licenciamentos de produtos infantis, na trilha sonora de grande sucesso... O SBT soube, de forma inteligente, aproveitar os erros que a Record vinha cometendo na segunda temporada de Rebelde pra firmar cada vez mais Carrossel. O carisma do elenco infantil (especialmente Larissa, Jean Paulo e a menina Maísa) e o talento da Rosane Mulholland na pele da Professora Helena foram outros determinantes.

Ponto ainda a favor do SBT foi saber aproveitar o sucesso pra continuar o investimento forte em Chiquititas, só que dessa vez desde o começo, com um maior esforço e não duvido nada de a nova trama elevar o nível de qualidade trazido pela anterior e manter o mesmo sucesso. Sílvio, Íris e toda a equipe merecem os aplausos por terem conseguido levar uma trama de mais de 300 capítulos sem se desgastar e mantendo os ótimos números, aliado a todo o sucesso comercial. Abçs!

Rita disse...

Bom final de tarde!!
Serginho vim só te visitar deixar meus comprimentos, já sabe que não vou opinar mas vi sim algumas cenas dessa novela...coisinha pouca, por isso nada sei
Abraços de bom final de semana
Bjuss
__________Rita!!!!

Lilian Soares disse...

O remake realmente foi mto bem feito, merecendo assim todo o sucesso que teve. Carrossel mexicana marcou a minha infância, e com um misto de curiosidade e nostalgia, assisti ao remake e adorei. Pena, que nem sempre sejam lembradas todas as crianças que se empenharam bem, e são promessa de sucesso, como Nicholas Torres como Jaime Palilo, Lucas Santos como Paulo Guerra e Gustavo Daneluz como Mário Ayala, a meu ver, todos com mais talento e carisma do que o Jean, o qual destaque devido ao apelo do sofrido personagem. Estes 3 que citei, mais a hiper-talentosa Larissa Manoela, são talentos precoces, e desempenharam mto bem seus personagens. Não faço parte dos que superestimam - em minha opinião - a Maísa. E sim, Rosane tb encantou como a doce e encantadora professora Helena. Resumo da obra, todos do elenco e SBT, estão de parabéns! Sucesso mais que merecido!

VERINHA TIBURSKI disse...

Olá Sérgio
Acompanhei a novela mexicana, já este remake não vi nenhuma cena, só pessoas comentando, já quando assistia no passado chamávamos esta novela de os chorões, sabes que novelas mexicanas são muito melodramáticas e isso me deixava doida. Mas pelos comentários do povo por aqui adoram com certeza.
Agradeço o carinho da visita.
Um maravilhoso domingo. Beijos.

Patricia Galis disse...

Minha sobrinha não perdeu um capitulo vi algumas vezes qdo ela vinha aqui em casa gostei espero que tenham mais novelas voltadas para o publico infantil.

Anônimo disse...

Sergio. DENUNCIA: o twitter @thyagomyron esta kibando, na verdade, copiando e colando seus twettes como se fossem dele. ate o resumo de final de capitulo que voce faz, ele copia na maior cara de pau. resolvi falar porque acho isso ridiculo. #ficaadica

Thairys Moreno disse...

Olá Sérgio! Sumi um pouco, mas tô de volta!rsrs
Com certeza dessa vez a SBT emplacou e acertou com o remake de Carrossel, eu não cheguei a acompanhar, só assisti alguns capítulos, mas com certeza a novela merece os elogios que vc proferiu!
A criançada tava precisando de uma produção de qualidade pra se distrair á noite.
E Chiquititas parece que tb vai pelo mesmo caminho, me faz lembrar da época de criança, rsrs.
Beijos e ótima semana.

Sérgio Santos disse...

Bem vinda de volta, Chica!! Férias nunca são demais. bjs

Sérgio Santos disse...

Pois é, Eder. Para as crianças não importa a direção e a má atuação. Sorte da emissora. rs abçs

Sérgio Santos disse...

É verdade, Danizita. E Carrossel marcou minha infância também! Foi um marco e um sucesso no Brasil. A atriz que viva a Professora Helena foi até recebida pelo então (...) Presidente Collor. bjs

Sérgio Santos disse...

Marcou a infância de muita gente, Clau! bjssss

Sérgio Santos disse...

O SBT acertou mesmo, Thallys. O bom resultado foi merecido. E agora os eros cometidos em Carrossel já começaram a ser corrigidos em Chiquititas, como a produção, por exemplo, e os clipes mais elaborados.

Os 300 capítulos têm tudo para manter o público infantil fiel até o fim. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Sem problema, Rita! Bjssss

Sérgio Santos disse...

Oi Lilian! O remake fez um merecido sucesso mesmo. Eu pouco vi da novelinha então nem fiz questão de citar mais gente do elenco, com exceção dos que mencionei. Mas que bom que citou os que vc achou bons. Eu nem citei a Maísa na lista de elogios poque não a achei bem, não. rs Bjssss

Sérgio Santos disse...

Oi Verinha. Aliás, é difícil achar alguém que não tenha visto a trama da década de 90. Foi um fenômeno. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Sua sobrinha é a prova do êxito dessa produção, Patrícia. bjs

Sérgio Santos disse...

Anônimo, obrigado pelo aviso. Já haviam me avisado no Twitter. E eu já o bloqueei. Infelizmente é o máximo que eu posso fazer. Talvez se mais gente denunciar resulte alguma coisa, mas não tenho certeza. É lamentável mesmo essa gente que plagia os outros. Obrigado.

Sérgio Santos disse...

Tava sumida mesmo, Thairys. Bom te ver de volta. Realmente essa novela faz lembrar a infância, não tem jeito. Bjssss

Thallys Bruno Almeida disse...

Em compensação... quando a gente acha que o SBT tá indo bem, dão uns 6 passos pra trás. Não tem nem dez dias que acabou e já anunciam que vão reprisar. Isso mesmo: reprisar. Coitado do elenco... as crianças vão ter a imagem desgastada e talvez relegada a um papel só, a Rosanne Mulholland queria se livrar da imagem da Professora Helena, fez até ensaio sensual recente... Difícil.

Sérgio Santos disse...

Ridícula essa atitude de reprisarem essa novela que acabou há menos de cinco dias. Deram um tiro no pé. Burros.