quinta-feira, 4 de outubro de 2012

O Maior Brasileiro de Todos os Tempos: um programa marcado pelo constrangimento

A atração que tinha como objetivo eleger a maior personalidade do país terminou nesta última quarta-feira  (4/10). "O Maior Brasileiro de Todos os Tempos", baseado no formato britânico "100 Greatest Britons", da BBC, foi tratado com pompa e circunstância pelo SBT e demorou bastante para ser lançado. As votações eram constantemente anunciadas nos intervalos da programação, mas o programa nunca estreava. Quando finalmente foi ao ar, o resultado causou constrangimento em quem havia se prestado a assistir.


Enquanto o telespectador via Carlos Nascimento totalmente inexpressivo como apresentador, percebendo um claro equívoco da emissora em escolhê-lo para esta triste missão, acompanhava indicações totalmente estapafúrdias para a disputa do tal 'maior brasileiro'. Nomes como Luan Santana, Roberto Justus, Romário, Joelma, Ronaldinho Gaúcho, Rodrigo Faro, Luciano Huck, Datena, Michel Teló, Gugu, Tiririca, Ivete Sangalo, Xuxa, Lua Blanco, dentre outros, causaram espanto e acabaram transformando o programa em um deboche. Ainda houve a presença de políticos na lista, como Lula, Dilma, Fernando Henrique Cardoso e, vejam só, Fernando Collor. Os pastores evangélicos também não ficaram de fora, como Missionário RR Soares, Silas Malafaia, Apóstolo Valdemiro Santiago e Bispo Edir Macedo. Alguma destas pessoas merecia disputar o posto de "O Maior Brasileiro de Todos os Tempos"? E, mudando a pergunta, mereciam entrar em uma listagem de cem melhores? Para piorar, o apresentador ainda fazia questão de perguntar para as pessoas da platéia quem elas queriam na lista. As respostas eram tão absurdas quanto a maior parte da lista.

Claro que merecedores também entraram no grupo --- Oswaldo Cruz, Carlos Drummond de Andrade, Carlos Chagas, Chico Xavier, Luis Carlos Prestes, Duque de Caxias, Marechal Rondon, Tom Jobim, Vital Brasil, Monteiro Lobato, dentre outros ---, porém, com este nível de participantes, acabou sendo deprimente vê-los misturados com esta 'turma'. Com o passar das
semanas, os nomes mais grotescos foram sendo eliminados, até chegarem ao vencedor, exibido no último programa: Chico Xavier saiu vitorioso.

Apesar de ter apresentado um ganhador justo (independente de religião), "O Maior Brasileiro de Todos os Tempos" foi uma atração totalmente dispensável e acabou gerando muito mais repercussão, apenas em sua fase inicial, por causa do nível vergonhoso dos participantes do que pelo bom nível do programa. Carlos Nascimento se mostrou um fraquíssimo apresentador e para quem havia dito, tempos atrás, que 'nós já havíamos sido mais inteligentes', acabou mordendo a própria língua ao fazer parte desta aposta do SBT.

43 comentários:

ELAINE disse...

Meu amigo! Obrigada pelo carinho e pelos comentários sempre tão gentis! Confesso que não assisti (graças a Deus) e, pelo teu excelente editorial, com o qual concordo, me espantei com os indicados!
Desculpe pela demora em aparecer!....
Tem post novo!
Um abençoado e feliz final de semana!
Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Carlos disse...

Esse programa foi bem chatinho, tinha nada de interessante e ainda puxaram bastante saco das personalidades. Os podres deles, não foram falados, o que ficou bastante tendencioso.´Apenas não ficou mais pq os internautas mandavam mensagens quebrando o clima cor de rosa hehe.

Desculpe a ignorância, mas o que o Chico fez de significativo para o país? Que eu saiba já rolou até um bafafa em relação a veracidade de seus atos. Bom, mas deixa isso pra lá, ganhou ganhou.

Abraço.

paulo disse...

A culpa não é do SBT mas sim do povo que votou nessas "personalidades" que vc citou. São os dias de hoje, meu caro, onde tudo tem um toque de mediocridade. Sei que meus comentários são sempre saudosistas, mas é que cada vez mais percebo que o mundo está piorando: intelectualmente, musicalmente, socialmente...

jotapeh9907 disse...

Eu também fiquei frustrado com as escolhas. As pessoas apontaram alguns ídolos do momento desprezando os verdadeiros grandes brasileiros que realmente marcaram época. Eu fiquei sabendo o resultado agora, lendo este Post. Assisti algumas edições e gostei muito de ver o Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ser vencido pela Princesa Isabel.

Kellen Bittencourt disse...

Eu não assisti nenhum dia mas ouvi falar muito dos nomes absurdos que estavam participando, fico muito contente que a escolha no final de todo esses horrores, tenha sido de um ser humano fantástico como Chico Xavier, pelo menos isso! Abraçoossss

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Concordo, Sérgio. O programa começou apresentando escolhas absurdas, até restarem concorrentes que realmente valiam a pena. Pessoalmente, torci por Tiradentes, mas achei louvável a escolha do Chico Xavier.

Paty Michele disse...

Tô vindo lá da Patrícia Gallis, ela tbm fez um post sobre a escolha e deu polêmica por lá.
Eu achei excelente a escolha, embora não tivesse visto o programa. Chico foi um ser humano que viveu para o bem alheio e independente da religião, foi um brasileiro digno de ser celebrado.

Agora as críticas: Tô vendo o povo cada vez se emburrecendo mais e isso me angustia tanto...

Um abraço, queridão!

Clau disse...

Bom dia Sérgio \o/
Eu acompanhei a lista dos mais votados,porém nunca assisti o programa.
Eu preferiria que Carlos Chagas tivesse sido o vencedor,porém,Chico Xavier foi um grande ser humano.E graças a Deus que o eleito foi ele.Já pensou se Joelma,Luan Santana ou Datena tivessem ganho?!!
Deus me defenda!rsrs
Bjs!
Muito legal o post.

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
Sérgio...
não tenho como ser "contrário à sua crítica".Primeiro: colocar um apresentador de telejornal num programa de auditório...no mínimo seríamos contemplados com um apresentador "engessado/sem jogo de cintura".
segundo: somos um povo "sem memória" que por ser midiático consumista tem a construção das suas escolhas no próprio embasamento desta...
terceiro:pelo menos, independente de religião, foi uma boa escolha!
Boa quinta feira!
Abraços

Anônimo disse...

Infelizmente esquecer de pessoas com
o saudoso Airton Senna é realmente
vergonhoso para um país.
Luan Santana, Michel Teló, Pastores de Igreja, foi ridículo ao extremo.

Thallys Bruno Almeida disse...

Ótimo texto, Sérgio. Carlos Nascimento é um ótimo jornalista/âncora, mas é frio demais como apresentador de auditório.

A lista ficou marcada pelo constrangimento pela presença não apenas de ídolos teen (Luan Santana, Lua Blanco, Michel Teló), mas de jogadores da atualidade (Marcos do Palmeiras, Dedé do Vasco, Rogério Ceni), apresentadores atuais, atores atuais (com todo o respeito ao Giannecchini, o que raios ele tava fazendo ali?) e os televangelistas neopentecostas (Valdemiro, Malafaia, Macedo, etc) ocupando a maioria das colocações em meio a merecedores verdadeiros, como JK, Cândido Rondon, Ayrton Senna, Vital Brasil, Jorge Amado, Machado de Assis, Landell de Moura (pioneiro do radioamador brasileiro), etc.

Gostei da vitória de Chico Xavier, embora preferisse Tiradentes ou JK. O constrangimento fica evidente se comparado com as versões estrangeiras (Nelson Mandela foi vencedor na África do Sul, Salvador Allende no Chile, Winston Churchill na Inglaterra, etc). Mas enfim, essa foi a maior prova do estrago que uma votação popular é capaz de fazer. Abçs!

Thallys Bruno Almeida disse...

*neopentecostais

Rita disse...

Bom não assisti o programa de ontem
vi o resultado hj no Blog da minha filha Patricia Galis.....Chico foi e sempre será um anjo que esteve na terra fazendo o bem para todos.
Mas eu votei e torci para Santos Dumond...
Cada um tem seu direito de achar o que
quiser.
Mas vendo as pessoas que estavam nas listas, me conformo sim com Chico Xavier
Abraços com carinho
Bjuss
Rita!!!

EDER RIBEIRO disse...

Sérgio, se fosse exigido ficha limpa dos participantes, a maioria da primeira fase não entraria na lista, principalmente os políticos. Abçs.

Rita disse...

Não me entendam mal.....falar de Chico é um prazer enorme, ele estará
sempre nas minhas lembranças pelas belas frases ditas.
Mas torci para S. Dumond!!!

Carlos. disse...

Exatamente Thallys, vendo esses nomes de países do exterior que fizeram e muito pelo próprio país é que não entendo a vitória do Chico. E continuo me perguntando o que ele fez de TÃO IMPORTANTE. O bem ao próximo, de certa forma, muitos fizeram, mas qual foi a mudança na história do Brasil pós-Chico? Se for ter um "A maior personalidade de todos os tempos" entre os vitoriosos desses outros países, o Brasil não terá a menor chance, gostaria de morder a língua, mas não acredito em uma vitória internacional. Isso de competição internacional é boato ou é verdade?

E outra, essas listas bizarras não é uma mediocridade do brasileiro, nesses outros países também tiveram nomes desnecessários. Temos que parar de falar mal de brasileiro só conhecendo a NOSSA realidade. O mundo tem mais de 150 países e eu não conheço a metade pra poder dizer que Brasil é isso e que país tal é melhor. Aliás, nem os EUA, que adoramos citar, eu conheço direito kkkkkkk

Isso é só para NÓS refletirmos e pararmos com essa mania de "brasileiro é isso/ aquilo". Eu mesmo adoro falar isso, me segurei agora pra não escrever isso. Quero ser do contra kkkkk.

Abraço

Joel Munhoz disse...

Desculpe amigo,
mas acho totalmente inútil essa coisa de ser maior ou menor. É algo totalmente subjetivo pois são muitas as variáveis... Cada pessoa, por mais fama que tenha, seja para o bem ou para o mal, tem uma história única e sua forma de interagir com a vida e com as pessoas contemporâneas também foi única. Como saber se outra pessoa teria agido da mesma forma se submetida à mesma época e às mesmas circusntâncias?
Cada pessoa é única, desde o mais humilde até o mais famoso.
Valeu, obrigado.
Abração!

Anônimo disse...

Nem perdi tempo assistindo. Parabéns pelo texto!


Dualys

Barbie Californiana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Barbie Californiana disse...

Assisti o programa de relance, Sérgio e talvez pelo motivo que você citou neste excelente relato... relato de que não era muito bom! Bem se eu fosse escolher o maior brasileiro de todos os tempos, escolheria Santos Dumont. beijos e linda noite!

Milene Lima disse...

Mas em tempos de internet, acesso em massa de adolescentes e afins, qualquer enquete do gênero terá resultado estapafúrdio, não dá pra levar a sério isso, seja lá o resultado que se apresente.

Eu votaria no Betinho porque não tenho notícias de alguém que tenha feito tanto pelo outro de forma tão espontânea e altruísta, apenas por fazer. Enfim, é apenas uma opinião, e quem disse que opiniões existem para serem verdades absolutas?

Beijo, Sérgio.

Sérgio Santos disse...

Oi Elaine, obrigado pelo comentário. Beijos.

Sérgio Santos disse...

O programa foi bem ruim mesmo, Carlos. Olha, o Chico não fez nada pelo país, mas pelas pessoas fez e muito, e tudo sem cobrar nada. Mas qualquer um que dos citados merecia ganhar, isso claro, dos candidatos merecedores da lista. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Paulo, sim a culpa é do povo que escolheu essas figuras, mas também foi do SBT por não ter apresentado candidatos previamente selecionados, tendo como base suas importâncias para o país. E o formato também não ajudou porque é muito entediante. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Jotapeh, obrigado pelo comentário. Pois é, a maioria dos escolhidos não foi bem acetia mesmo e com razão. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi Kellen, pois é, pelo menos isso! Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Elvira, exatamente, depois foram sobrando os merecedores. Por mim, tanto Chico quanto Tiradentes, ou qualquer um dos que citei merecia! Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Paty, deu polêmica, é? Ih, normal, e também fico angustiado com muitas escolhas do povo. Beijos!!!!!

Sérgio Santos disse...

Oi Clau, nem repita isso, já pensou que tragédia? Ia ser o retrato da vergonha alheia! rsrs Beijão!

Sérgio Santos disse...

Felisberto, foi exatamente isso, um apresentador engessado e apático. Escolha muito infeliz. E, dos males, o menor, pelo menos o vencedor foi um merecedor. Abração.

Sérgio Santos disse...

"Anônimo", o Senna entrou na disputa o que achei muito louvável. E ele chegou quase na final e ainda ganhou do Lula, o que achei ótimo! Abraços.

Sérgio Santos disse...

Thallys, obrigado. Isso tudo que você exemplificou é o retrato de uma sucessão de erros. Votaram muito mal. Realmente o que esse pessoal fazia ali? Enfim, por mim, qualquer um dos merecedores seria um bom vencedor. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Rita, Santos Dumont era merecedor também e ficaria feliz com a vitória dele. Mas, como você mesmo disse, tendo o Chico sendo o vencedor em meio a tanta gente ruim, foi um bônus. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Eder, sem dúvida alguma, mas do jeito que nosso país é, eles entrariam com um recurso no STF e conseguiriam entrar. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Carlos, isso é mesmo, as escolhas dos outros países foi controversa também. Aliás, para ter um programa como esse deveriam primeiramente selecionar os merecedores e aí sim dar ao público o direito de escolher. Mas deixar essa zona não pode. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Oi Joel, olha, você tem razão no seu pensamento, mas para se criar um programa é necessário ter competições desse tipo, por exemplo. Abração!

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Dualys. Abração! =)

Sérgio Santos disse...

Barbie, sem dúvida você fez um grande escolha. E sim, fez bem em não perder tempo vendo, eu mesmo não vi muita coisa. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Milene, é verdade, com adolescentes votando 24 horas é esse tipo de resultado que vemos. E sua opinião é muito válida e sempre gosto de lê-la. Betinho foi uma grande pessoa mesmo e até hoje é lembrado. Beijos.

Marcos Mariano disse...

Acho que esse programa só servil para mostrar o quanto o povo brasileiro é pobre de cultura e raciocínio logico.
Um povo que vive de momentos, que esquece a sua própria história.

Lamentável, nem perdi meu tempo assistindo isso.

Sérgio Santos disse...

Oi Marcos, pior que você tem razão! Abraços.

Patricia Galis disse...

O programa foi uma lastima desde sua execução, e a pior fiquei com vergonha em quem os brasileiros votaram os 100 da lista alguns nomes são ridículo, torci muito para Santos Dumont que fez algo como nada menos inventar o avião mas tudo bem, tenho medo do que irão fazer hoje nas urnas afffff é pra caba o goias.

Fernando Oliveira disse...

Meu querido, quando eu crescer, quero escrever igual a você. Falou e disse. Adorei o final do texto, a parte que você cita a frase que o Carlos Nascimento falou há algum tempo. Eu digo,"o peixe morre pela boca".