terça-feira, 16 de outubro de 2012

Verônica: uma personagem sarcástica que despertou a simpatia do público em Avenida Brasil

Embora tenha apresentado uma nítida melhora e ter se transformado em um dos núcleos mais engraçados de "Avenida Brasil", a trama do Cadinho (Alexandre Borges) sempre foi muito marcada pela críticas. O telespectador não tinha a mínima paciência em ficar assistindo o mulherengo com suas três mulheres, enquanto Nina e Carminha não apareciam na telinha. Porém, uma personagem sempre teve carinho do público: a debochada Verônica.


Vivida brilhantemente pela Débora Bloch, a perua é o retrato da ironia fina. Todos os preconceitos possíveis e inimagináveis estão presentes no perfil da personagem, e acaba sendo difícil não se divertir quando Verônica começa a destilar seu veneno em cima de todo mundo que vê pela frente. Foram muitas as pérolas já ditas pela ex-ricaça. Dentre alguma temos: "Depois de namorar o jogador de time de segundo turno, você vai na morar com o filho da cabeleireira?" (ao descobrir que sua filha Débora estava se interessando por Iran); "Um pouquinho nervosa, Carlos Eduardo? Um pouquinho nervosa eu fico quando o 'valet' demora pra trazer meu carro no restaurante!" (quando descobriu que foi traída); "Agora vou ter que aguentar pagodão no play?" (quando soube que Monalisa se mudaria para seu condomínio); "Este país está virando um grande camelódromo, um grande churrascão na laje!"; "Quer feijão, Cadinho? Lambe o teto porque a panela de pressão explodiu!" (na atual fase pobre da família); enfim, são inúmeras frases e que só melhoraram após a falência do empresário, ao levar o trio de mulheres para o Divino.

João Emanuel Carneiro, que não é bobo, viu a boa aceitação da mãe de Débora e aumentou a participação da personagem, chegando ao ponto do Cadinho servir de escada para a mulher. Das três 'esposas' do galinha, sem dúvida, há uma protagonista e esta atente pelo nome de Verônica. Assim como quase tudo nesta novela, houve
uma combinação perfeita --- um texto afiado com uma boa interpretação. Débora Bloch soube exatamente o que o autor queria e conseguiu se destacar justamente dentro de um núcleo que nunca foi visto com bons olhos pelo público.

A atriz mais uma vez recebe elogios, após já ter feito diversos trabalhos na Globo. "Cambalacho", "TV Pirata", "Deus nos Acuda", "A Comédia da Vida Privada", "Andando nas Nuvens", "A Lua me Disse", "JK", "Queridos Amigos" e "Caminho das Índias" foram algumas produções que contaram com a presença desta grande atriz. Recentemente, interpretou a hilária Karin da série "Separação?!" e a vilã Úrsula de "Cordel Encantado", antes de aparecer no atual sucesso das nove. No drama ou na comédia, Débora convence e sempre mostra do que é capaz. Seu bom desempenho atualmente não chega ser surpreendente.

Em uma trama com tantos personagens bem escritos e densos, coube a Verônica ser uma das responsáveis pelos momentos engraçados de "Avenida Brasil". Podemos dizer, tranquilamente, que Débora Bloch conseguiu com louvor executar esta missão e a atual falida do Divino será sempre lembrada pelo tom irônico, principalmente em cima da classe C. Seu sarcasmo, para o terror dos politicamente corretos, foi um dos pontos positivos do tão criticado 'núcleo Cadinho'.

44 comentários:

Luiz Henrique Rodrigues disse...

OI OI OI

Eu sempre disse que a Verônica era uma das melhores (senão a melhor) coisas do Núcleo Cadinho. Junto com a bela atuação da Débora LINDA Bloch, ela se tornou uma das melhores personagens da trama, fazendo com firmeza o que lhe era encarregado: fazer rir.

Mesmo ainda não gostando do núcleo Cadinho (aquilo é tão desnecessário quanto o "Encontro com Fátima Bernardes"), ainda se salva algumas personagens, vulgo, Pilar (vivida pela maravilhosa Betty Faria) e Verônica.

Até mais Sérgio!

(Obs.: Minha frase preferida da Verônica: "Pronto, começou a invasão suburbana! A gente vai acordar ouvindo oi oi oi e dormir ouvindo tchá tchú!")

Sérgio Santos disse...

Oi Luiz, obrigado pelo comentário. Eu sempre gostei do núcleo, embora no início tenha detestado mesmo. Mas depois da entrada da Pilar e da falência do Cadinho a trama ficou muito melhor e engraçadíssima. Realmente Débora sempre foi a melhor coisa do núcleo! Essa frase dela também é genial! rsrs Abraços!

✿ chica disse...

Ela trabalha muito bem, mas não vi a necessidade daquele grupinho na novel.Pra mim foi encheção de linguiça,rsrs

Sabes da pior? Ontem não aguentei e dormi, caí dura na novela.Estava chata, achei...Agora vou ter que ver o que aconteceu após o sono,rssr ...

Basta falar com minha filha, fico sabendo detalhes.Se ela não vê, vai pra globo.com e recupera... abraços,lindo dia! chica

Dorli disse...

Olá Sergio!
Seu blog é novelístico, muito bom.
Vim agradecer o comentário que colocou no meu blog.
Abraços
Lua Singular

Kellen Bittencourt disse...

Oii amigo, que bom estar retornando, gostei demais da Débora, adoro a forma como ela interpreta, e ela deu show mesmo, muito bem humorada e mesmo com a peruísse dela, ela nos conquistou! Adorei! Acho que ela foi mesmo a protagonista deste trio! Abraçosss

Rafael Barbosa dos Santos disse...

Sempre vi com bons olhos o núcleos, apesar de muitas vezes a trama de Cadinho cansar um pouco! Acho que foi super bem bolada, o rodízio, depois a falência e agora o Jimmy roubando as esposas de Cadinho depois de já ter tirado tudo, rs acho genial como tudo em Avenida Brasil. E realmente Verônica é demais, a mais engraçada da trama, foi com ela que dei as maiores risadas sem sombra de dúvida, o "amor amor" dela vai fazer falta!

Abç

paulo disse...

Na boa, sérgio, vc não cansa de falar dessa novelinha? A impressão é que vc fica se forçando a achar coisas boas nela só porque é a atual novela das nove da rede globo. Essa novela é um porre, cheia de personagens intragáveis, cheia de estórias avulsas e chatas, cheia de erros... Tudo bem, a trama central, nina e carminha, até deu um caldinho até a metade da novela, mas mesmo essa trama se tornou enfadonha. Essa última semana a novela virou um CLICHEZASSO com o quem matou: a mocinha é presa como suspeita, alguem se entrega assumindo o crime pra salvá-la, entrou um delegado na novela que interroga todos os persongens, aquelas frases batidas do tipo "fulano tinha motivos pra fazer isso", etc, etc. Era melhor a novela ter terminado sem essa, aliás deviam extinguir esses quem matou das novelas pra sempre, isso já deu! Ah, e eu sou saudosista mas sei apreciar coisas boas e atuais, mas qdo PRESTAM, o que é muito raro atualmente, gostei de algumas novelas desde 2000 SIM, mas pouquissimas. E com certeza AB não é uma delas, talvez A Favorita entre na minha lista, pelo menos até a metade ela prestou, já AB desandou faz tempo, essa última semana então foi literalmente pro lixo! Um grande abraço a vc e muita coragem pra seguir Salve Jorge!

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Concordo, Sérgio. Débora Bloch fez da Verônica a melhor personagem do núcleo do Cadinho.

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
Sérgio...
eu tinha a impressão q o núcleo do Cadinho e o "restante" eram duas estórias sem nenhuma relação entre si...e o autor não conseguia unir a trama principal com a de humor...aos poucos foi acertando o tom e, na última semana, com a falência do Cadinho...temos que destacar mesmo Débora, em ótima interpretação, com uma personagem cheia de tiradas ótimas...como vc destacou!
Obrigado!
Boa terça feira!
Abraços

EDER RIBEIRO disse...

Sérgio, no início, eu assistia AB para dar boas risadas das enrascada de Cadinho, qdo a trama passou para o núcleo pobre melhorou consideravelmente. O Alexandre dá um show e, lógico, a Debora se saiu muitissimo bem. Abçs.

Rita disse...

Mais uma atriz da minha lista de
favoritos.....
Essa é maravilhosa, e o papel dela nessa
novela tbém foi um swhouuuuu
Enfim acho que cada um representou bem seu personagem em Av.Brasil
Eu adorei
Só tenho que elogiar ela
Bjãoooooo
Rita

Lucinha disse...

oi oioi...rsrs ela é demais mesmo.. adorei seu post...seu blog...
Convido a vc a ir conhecer meu cantinho... ficarei feliz demais...
Tenha uma linda semana
abraços

LUIZ disse...

Essa personagem da Deborah é meio fora do contexto, afinal foi-se o (bom) tempo em que os ricos ouviam música boa, vá a um show de sertanejo e verá que a maioria do público são patricinhas e filhinhos de papai. Abraços.

Zilani Célia disse...

OI SÉRGIO!
ESTE NÚCLEO ESTAVA FICANDO MUITO CHATO, TAMBÉM ACHO,QUE A ENTRADA DA BETH FARIA, DEU UMA AGITADA LEGAL, QUANTO A DÉBORA BLOCH, É UM TALENTO MESMO E TEM SIDO A SALVAÇÃO, DAQUELE GRUPO,EMBORA TAMBÉM ACHE QUE O FATO DA
POBREZA DEU UMA BOA AQUECIDA NA HISTÓRIA.
ABRÇS
zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

A Débora Bloch é mesmo muito talentosa e trouxe um brilho especial à Verônica. As "tiradas" da personagem são mesmo engraçadas e irônicas.
O núcleo ficou bem divertido vivendo na pobreza. Ri muito com o novo estilo de roupas usadas pelas três mulheres do Cadinho.

Excelente artigo, como sempre.

Beijo.

Barbie Californiana disse...

A Débora Bloch é uma excelente atriz, Sérgio, mas vou lhe confessar que deixei de gostar da história que a personagem dela vive, pois aquele triângulo que o Cadinho faz é muito chato... bem, isso é só uma opinião minha. ;) beijos e linda noite.

Narinha disse...

Sergio, amei Avenida Brasil,mas acho o núcleo Cadinho o calcanhar de Aquiles da novela, totalmente dispensável!Tudo bem que a Debora Block leva muito bem esta Verônica e qualquer personagem que derem a ela; tudo bem que o texto do JEC pra personagem tem lá suas pérolas, mas eles não fazem parte do universo da novela;são um núcleo à parte, destituído de qualquer função na trama. Humor? Nilo , Zezé e Adauto ganham de 10 a zero ... Tomemos o twitter como termômetro:as risadas que ecoaram foram com Zezé,Adauto e Nilo, em cenas antológicas!Núcleo Cadinho entrava, os comentários iam de 'hora do pipi' até Cadinhozzzzzz rs

Ramis disse...

Post ótimo. Déborah Bloch novamente brilhando em cena. Mas vai aqui alguns toques.
Déborah Bloch só fez o finalzinho de "Deus nos Acuda", acho que uma participaçãozinha no último capítulo pro personagem Igor (Cãudio Fontana) não terminar só.
Quanto a Verônica, é quase igual a Teodora de "Salsa e Merengue", papel esse que rendeu o Troféu Imprensa pra atriz (devido também Drica Moraes não ter sido indicada, visto ter sido a melhor atuação daquele longíquo 1996).
Por outro lado, mesmo sendo uma repetição de personagem, faz tempo o suficiente pra ser inédita a muita gente, e as tiradas dela são sempre ótimas em épocas de politicamente correto e super exaltação à nova classe C.
Enfim, parabéns mais uma vez por este post enaltecendo mais uma vvez essa grande obra da Teledramaturgia brasileira chamada "Avenida Brasil". Blog ótimo!!!

Thallys Bruno Almeida disse...

Ótimo artigo, Sérgio. O núcleo Cadinho alterna altos e baixos (na minha porcentagem, os pontos baixos têm leve vantagem), mas Verônica foi sensacional do início ao fim. As tiradas de Verônica e sua visão sobre a classe C aliada à divertida atuação de Debora Bloch fez com que ela se sobressaísse em meio às fracas atuações de Camila Morgado, Carolina Ferraz e Alexandre Borges. Grande abraço!

@gsbp9_ disse...

A Veronica samba na cara de Tereza Cristina, com o perfil de madame arrogante, rsrs

No mais Deborah bloch, como sempre impecável, e quando ela faz personagens ricos e granfinos entao, está em casa, rs.

parabens pelo blog, como sempre tudo coerente.

Sérgio Santos disse...

Oi Chica, olha eu também vou pra Globo.com ver as cenas que acho mais marcantes. Sua filha precisa te ensinar a entrar lá no site e ver, é mt fácil. Beijos!!!

Sérgio Santos disse...

Oi Dorli, beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Kellen, saudades de você! A Débora foi a protagonista mesmo, fez ótimas cenas! Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Rafael, também sempre vi com bons olhos! Principalmente a partir que Cadinho foi desmascarado por Alexia.

Achei genial o Jimmy roubar as mulheres do ex-patrão, após pegar seu dinheiro. O autor conseguiu dar uma virada boa no núcleo. Verônica fará falta mesmo. Abração!

Sérgio Santos disse...

Paulo, lamento te decepcionar, mas essa semana será especial sobre Avenida Brasil Só escreverei posts sobre a novela. Jura que você não acha nenhum ator bom nessa novela? Nenhum atua bem pra você? Não há um personagem sequer bom? Ok. Abraços e fico feliz que tenha gostado pelo menos de algumas novelas depois dos anos 2000.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Elvira! Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Felisberto, é verdade, com a falência o núcleo do Cadinho foi se unindo mais com os demais e não ficou mais avulso. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi Eder, olha, você era um dos poucos que via a novela por causa do Cadinho. Eu odiava o núcleo, mas depois passei a gostar muito. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Rita, é verdade, cada um teve o seu destaque e sua importância. A grande maioria se saiu muito bem. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Lucinha, obrigado pelo comentário. Pode deixar. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Luiz, a Verônica era a principal crítica da trilha popularesca de Avenida Brasil e justamente por isso era hilária. Confesso que me sentia representado por ela quando descia a lenha em "quero tchú quero tchá" e coisas do tipo! rs Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Zilani, Betty Faria e Débora Bloch eram os destaques desse núcleo, sem dúvida. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Vera, foi divertido mesmo as peruas furtando a loja do Diógenes, dizendo que pagariam depois. Ainda a vimos com umas roupas que elas detestavam! De´broa foi hilária. Beijos e obrigado pelo elogio.

Sérgio Santos disse...

Oi Barbie, e faço gosto de ver sua opinião sempre aqui. Sim, muita gente pensa como você e detesta o núcleo. Eu gosto. rs Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Narinha, isso é, houve muita rejeição em cima do núcleo e foi o mais criticado da novela. No entanto, com a falência houve uma nítida melhora. Mas é verdade que Adauto e outros personagens divertem muito mais. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Ramis, obrigado pelo carinho de sempre! Amei Deus nos Acuda e acabei citando a novela mais pela minha parcialidade mesmo do que pelo papel dela em si. rsrs Além dessa personagem ser parecida com a de Salsa e Merengue, também acabou tendo semelhanças com a Madô, de A Lua me Disse, que era esnobe ao cubo. Mas ainda assim ela foi muito bem novamente. Abraços! :)

Sérgio Santos disse...

Oi Thallys, obrigado! Na minha porcentagem, os pontos positivos superam os negativos do núcleo, mas entendo o seu ponto de vista. Débora divertiu muito com suas pérolas e os elogios recebidos foram merecidos. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Gsbp9, obrigado pelo elogio. Sempre nos falamos pelo Twitter, mas por aqui creio que é a primeira vez ou segunda.

Quem é Tereza Cristina? Não lembro. rsrs Débora esteve perfeita vivendo a Verônica e até merece o prêmio de melhor atriz coadjuvante. Abraços.

Roberta Ribeiro disse...

kkkk verdade, vc descreveu muito bem!
Veronica muito debochada, fino humor.
Alias a melhor do nucleo Cadinho:) OI OI OI

Marcos Mariano disse...

Concordo com vc, me diverti bastante com esse núcleo nas poucas oportunidades que tenho pra assistir essa novela, e Débora Bloch sempre teve uma veia cômica muito boa, lembro-me dela na instinta TV Pirata ilaria.

Abraços

gsbp92 disse...

Pois é, é porque (quase) sempre concordo com tudo o que vc fala no blog, e acho muito legal, e o melhor é que vc sempre responde aos meus tweets, legal isso. E que bom que vc se lembra ne? rs
Prometo que compareço aqui mais, grande abraco.

Sérgio Santos disse...

Oi Roberta, obrigado pelo comentário! Beijos! =)

Sérgio Santos disse...

Oi Marcos, na Tv Pirata ela era ótima mesmo, aliás, todos do elenco do humorístico eram. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Gsbp, obrigado. Sempre tento responder todo mundo porque detesto ser ignorado e procuro não fazer isso com meus seguidores. Enquanto puder responderei com gosto. Abração!