sexta-feira, 12 de outubro de 2012

É suspense? É terror? É drama? É apenas o capítulo 172 de um sucesso chamado Avenida Brasil!

Embora pareça, "Avenida Brasil" não irá terminar nesta semana. Há mais alguns dias de novela, para a alegria do público que a prestigia diariamente. E João Emanuel Carneiro não se cansa de surpreender o telespectador. O que poderia ser apenas mais um clichê com o famigerado 'quem matou?', acabou virando uma das mais impressionantes cenas da novela e, quiçá, de toda a história da teledramaturgia, sem exageros.  O esperado assassinato de Max hipnotizou a todos que acompanharam o capítulo 172 da trama que parou o país.


A tensão se fez presente o tempo todo e não parecia que havia uma novela sendo exibida, e sim um longa-metragem de suspense da melhor qualidade. Max (Marcello Novaes) mantinha Carminha (Adriana Esteves), Nina (Débora Falabella), Jorginho (Cauã Reymond), Mãe Lucinda (Vera Holtz) e Nilo (José de Abreu) presos na casa da mãe do lixão. O terror psicológico, uma das principais marcas de João Emanuel Carneiro, dominava a cena, onde estavam os principais personagens da trama. Mais uma vez é necessário rasgar elogios ao minucioso trabalho da direção, que transmitia um nível elevadíssimo, com imagens rapidamente cortadas, focalização no pânico de todos os envolvidos e uma edição acertada. Amora Mautner, Ricardo Waddington, José Luiz Villamarim e toda a equipe responsável são geniais. E, claro, a atuação do elenco foi maravilhosa, como de costume.

As sequências em que Max se descontrolava e ateava fogo na casa, causando um desespero em todos os presentes, foram grandiosas e ainda é preciso destacar a trilha de tensão da novela, que foi um dos pontos altos de "Avenida Brasil" desde o início. A chegada, aos poucos, de cada um dos futuros suspeitos aumentou o clima de mistério, ao mesmo tempo que
empolgava quem assistia. Lúcio (Emiliano D`Avila) foi o primeiro a chegar e após agredir o vilão, levou um tiro do rival. Não demorou muito para Janaína (Cláudia Missura) aparecer, e logo depois Tufão (Murilo Benício), Leleco (Marcos Caruso), Ivana (Letícia Isnard), Muricy (Eliane Giardini), Santiago (Juca de Oliveira) e Picolé (João Fernandes). A turma de possíveis assassinos estava completa.

Na parte mais assustadora do capítulo, Max leva Nina para outro local no lixão e a ameaça com uma arma. Ela o enfrenta e pede para que a mate logo. O vilão recua e a mocinha corre gritando por Jorginho, levando uma coronhada logo em seguida. A escuridão toma conta. O telespectador nada vê. Nina acorda e a imagem fica desfocada, devolvendo a nitidez aos poucos. Max está sangrando na cabeça, mas ainda consegue apontar a arma para a namorada do filho de Tufão. Nina pega uma enxada para se defender. Ela leva uma paulada na cabeça. Corta a cena. Nina acorda sentindo uma forte dor e ao passar as mãos no rosto, percebe que elas estão ensanguentadas e o vilão morto ao seu lado, com a cabeça aberta com um profundo corte. Nina pega na enxada e solta um grito aterrorizante. Acaba mais um capítulo de "Avenida Brasil" e o público aplaude de pé.

João Emanuel Carneiro mais uma vez conseguiu ousar e surpreender seus telespectadores, mostrando que ainda tem muita cena boa até surgir a palavra 'fim' na tela. Cabe a todos saborearem esta reta final que vai melhorando a cada dia, a cada sequência e a cada minuto.


80 comentários:

Carlos disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Não vi o capítulo, pois está bem perdível, mas segundo alguns comentários: essa novela tbm não tem polícia (licença poética feeling), Janaína já sabia pra onde ir e o taxista tbm sabia onde ficava o lixão e ela sabia onde ficava exatamente a casa da Lucinda. A empregada tbm chegou antes do Tufão mesmo saindo depois. Mas ok, não sabemos a distancia exata, então dá pra perdoar.

Imagino como foi o capítulo, deve ter sido todo recheado daqueles clichês bobos de todos suspeitos reunidos em um mesmo local, com caras de mal, falando frases como "ele merece morrer" ou "tem que pagar pelo que fez" (derivados valem) mesmo não sendo o único vilão. Amanhã pelo que já vi no comercial, até os que não tem nada a ver estão comentando (Monalisa). O pior, e mais risível, foi a fala da Nina. Globo, aquilo não é cena pra comercial né? Por favor, a PERSONAGEM pode não saber, mas os TELESPECTADORES sabem que não foi ela.

Enfim, bom divertimento aos que ainda aturam, muitos ou poucos, não interessa, mas que vocês são corajosos isso são. Agora só comento no último capítulo, que ainda estou pensando se vou assistir. Falar mal dessa porcaria tbm cansa.

Abraço

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo"-F.P- disse...

aaaaaaaaaaaaa cheguei primeiro, vou ser o primeiro a comentar. Estava de plantão Sérgio, esperando que os meus trÊs críticos favoritos, a Dandara, O Mr.TV(Márcio) e VocÊ, escrevessem algo sobre a capítulo de hoje. Enfim, você chegou primeiro e eu tbm rsrs.
O Capítulo, episódio, cena... sei lá oq pensar dessa maravilha, foi COLOSSAL, AVASSALADOR. Mal pude respirar. Por várias vezes minha avó perguntou se era o fim da novela. Eu respondi que não, que era simplesmente uma sacada de mestre de João Emanoel Carneiro o melhor escritor de novelas de todos os tempos. No mais, Um elenco igualmente colossal. Todos impecáveis. Adriana Esteves atuando magistralmente com pouquíssimas falas, onde seu olhar e expressões diziam tudooo. Nilo pedindo uma cachaça e quebrando a tensão foi genialllll. Sem querer desfazer das tramas paralelas, que por sinal estão ótimas tbm, a novela se viraria muito bem sem elas.
Acho que vou acabar ficando em segundo lugar ao postar isso que chamo de comentário, mas mais parece redação kkkkkkkkkkkkkkkk. me desculpe. Um abraço. Excelente crítica.
E vamos bater palmas, para nossa eterna OIOIOI AVENIDA BRASIL.

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo"-F.P- disse...

Eu não disse que iria acabar ficando em segundo? E por final de contas tendo qe aturar um comentarista que se quer assistiu ao episódio, capítulo.. ah, sei lá!
Enfim, opiniões são assim, podemos não concordar, mas, somos obrigados a aceitar.

Até mais ler!

paulo disse...

Já comentei em outros sites e estava esperando mesmo vc postar sobre o capitulo de hoje, sérgio, e o que posso dizer é que foi tudo LAMENTÁVEL. Sinceramente achei que dessa vez até vc, fã e defensor incondicional dessa novela, fosse enfim enxergar a realidade: Ab já deu o que tinha que dar, e o capitulo do assassinato do Max foi a coisa mais arrastada, inverossimil, sem lógica e patética que já ví nos ultimos tempos. Aliás, lembrei da cena do ultimo capitulo de Fina Estampa com a Teresa Cristina pondo fogo naquele galpão com o casal lá dentro. Por que as novelas atuais apelam pra fogo, acidentes fantásticos, correria, gritaria... será que é porque só o "talento" doa atores já não segura o ibope? Por que a morte do Max virou aquele circo todo? A novela inteira correu pro local e a policia nada? Max virou o Rambo na reta final, dominou todos os personagens da novela sozinho, pelo menos até morrer no final do capitulo, quanta falta de lógica meu Deus! Ninguem liga pra policia, preferem chamar o lucio, o tufão, o jorginho, etc. Quase todo o elenco foi pro lixão, tudo pra haver mil possibilades para o milésimo "quem matou" nas novelas, KKKKKKKKKKKKKKKKK. *PS.: o que foi esses dias a nina dizendo pro tufão que ia ser um desgaste processar a Carminha, oras, a moça passou a novela inteira se desgastando pra se vingar(?) da Carminha e no final vem com essa? Socorroooo!!! Ainda bem que eu tenho o canal viva e toda noite me recupero dessa tragédia chamada Avenida Brasil vendo Que Rei Sou Eu? a meia noite, aquilo sim era NOVELA!
Abrçs.

Sérgio Santos disse...

Carlos, obrigado pelo comentário, mas acho que você deveria assistir para dar um parecer. Não é possível que você ache as cenas horríveis e ridículas. Foi sensacional. Mas enfim, se não quiser ok, é o seu direito. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Oi amigo, não se desculpe por escrever demais, eu sempre gosto. Sim, que capítulo espetacular. Que cenas incríveis! Realmente parecia que a novela acabaria amanhã, mas ainda temos um pouquinho mais de diversão. Que honra saber que estou entre os seus preferidos. Obrigado. Abração!

Carlos disse...

Sério que a Nina não queria processar a Carminha ou vc tá de piada?

E ao comentarista acima, sim, tem que aguentar, pq assim como vc eu assistia essa novela até ver seus enormes furos e desisti, não só dela como de todas as novelas. Só assisto Lado a Lado, mas até dessa vou começar a parar pq chego tarde em casa e ficar procurando na internet é muito ruim, fora que estou tentando aproveitar a minha vida com... A minha vida. Novela nada mais é que vida de terceiros e ocupa muito tempo. Não vale a pena.

Sérgio Santos disse...

Paulo, você jura que achou essas cenas iguais ao patético, ridículo, imbecil e totalmente constrangedor sequestro da Griselda em Fina Estampa? Me custa acreditar que você realmente pense isso. Odiar a novela é seu direito, mas achar a sequência do assassinato ridícula, eu acho um pouco demais. Porém, ok, imaginaria que você fosse descer a lenha. Abraço.

Carlos disse...

Mas Sérgio, vai me dizer que estou tão errado na minha análise sem assistir? As novelas estão bem previsíveis no quesito suspense. A última que realmente teve um suspense digno de cinema foi A Favorita, como a Flora surgindo do escuro pra dar um tiro no Dr. Salvatore (cena f...), ou tbm na cena do Gonçalo morrendo... Essas ceninhas aí são mto mequetrefe. Depois da cena do enterro e da descoberta do Tufão sobre a Carminha, não vejo mais graça. Isso pq já nem via. A primeira cena foi de rir ("Pede desculpas" kkkk), a segunda foi boa, mas fraca no sentido de que poderia ter durado mais, a humilhação poderia ter sido maior, mas não, ela ainda tinha que sair por cima dizendo "verdades". Quem é ela pra pagar pra alguém? Se um falasse "minha filha, vc deu pro marido de sua cunhada durante 12 anos debaixo do teto de sua família" ela já calava a boca (desculpe o termo, mas a novela é baixa mesmo, o VERBO dar nem seria tão bruto kkkk).

Não assisti hj, e como disse em outros tópicos, acho errado comentar sem saber sobre o que é, mas me desculpe, esse suspense barato de quem matou já tá super manjado, duvido que não tenha rolado o que disse, nem que pelo menos tenha surgido essas ameaças de última hora. Sim, pq até os personagens que não tem personalidade de assassino, vira suspeito. Se bobear até Ivana e Adauto disseram a tal frase "ele vai pagar", mesmo sendo dois infantis. No caso dela tem a desculpa do "mulher traída é capaz de coisas surpreendentes"... Licença poética purinha. Manjada também.

paulo disse...

Achei sim, sérgio. E olha, eu até gostei de AB até a metade, mas de lá pra cá são tantos absurdos, tantas apelações, tanta falta de lógica... num dá mesmo. Mas eu entendo a sua empolgação pela novela, até as palavras que vc usa deixam bem claro o qto vc esta empolgado com essa novela, e aí fica dificil mesmo vc enxergar os inumeros furos dela. Não é implicancia minha não, eu juro que tento assistir com a maior boa vontade mas é incrivel como a cada capitulo AB se torna mais absurda e ridícula. Esse "quem matou" do max já entrou pra história sim, mas como o mais ridiculo de todos. Aliás, deviam proibir esse clichê nas novelas, chega, nenhum conseguirá superar o "quem matou Odete Roitman", aliás acho que ninguem nem lembra dos outros quem matou, isso já encheu, passam os anos e o unico que continuam lembrando é o da diva Odete. O do max vai cair no esquecimento como os demais. Por que o JEC não inovou e fez o contrario já que todos os personagens foram pro lixão(kkk), tipo: quem o max vai matar? Façam suas apostas, não seria criativo?

Tatiane disse...

Sérgio, na verdade o Max atacou a Nina pela segunda vez com uma faca, ou seja, a arma desapareceu. Ainda estou na dúvida de qual foi a real intenção de quem atacou Nina, se foi para incriminá-la, para tirá-la do combate, porque queria acertar as contas com o Max ou se também tinha a intenção da matá-la em seguida. Aproveito para dizer que reprovo a atitude do JEC de querer justificar as atitudes da Carminha jogando toda a vilania para o Santiago.

Barbie Californiana disse...

Sérgio, pela primeira vez, posso dizer que uma novela teve emoção do início ao fim e criatividade é o que não faltou ao diretor... e como você bem citou, merece aplausos de pé! beijos e lindo feriado.

EDER RIBEIRO disse...

Sérgio, sinceramente essa última cena foi inserida para esticar a novela, contudo tem q ressalta q a cena foi espetacular, além de bem escrita, foi um show de direção, então, concluo, a melhor cena da teledramaturgia brasileira. O Max tava impagável, até o Jorginho me convenceu, para mim, ele é o ponto fraco da novela. Abçs.

Anônimo disse...

A mocinha que volta pra se vingar, um homem com tres mulheres, o casal de vilões, cena congelada no fim do capitulo, quem matou? Avenida Brasil foi uma colcha de retalhos de tudo que já vimos em outras novelas, qual a inovação mesmo que a novela ia trazer?

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
Tudo bem?Sérgio...
O Marcelo Novaes desta vez me surpreendeu. Eu não o julgava um bom ator. Ele "bombou" na pele do Max. Parabéns ao autor da novela e a direção , que fez com que esse capítulo fosse emoção do início ao fim... que não falte criatividade para o restante da telenovela,já que temos ainda alguns dias... essa de "reunir" todos os suspeitos num mesmo lugar já está muito "manjado"...
Obrigado!
Bom feriado!
Abraços

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Realmente, Sérgio, o capítulo foi eletrizante, tirando o fôlego do espectador. Mas faço uma observação sobre a imprudência e ingenuidade da Nina em se dirigir ao local, sabendo dos perigos que corria.
Marcello Novaes, Adriana Esteves e Débora Falabella estiveram ótimos, assim como os demais atores.
Para contrabalançar tamanha tensão, gostei das cenas de entrosamento dos irmãos Tufão e Ivana, falando sobre ingenuidade e laços familiares.
O "gancho" foi ótimo, gerando mais um questionamento em tramas policiais: o famoso "quem matou?"

Thallys Bruno Almeida disse...

Bem, Sérgio, o que mais falar? Mais um perfeito artigo. A gente tenta não ser repetitivo mas não dá. Quando a gente acha que já elogiou demais AVBR, sempre vem alguma coisa a mais pra nos surpreender. Marcello Novaes ontem foi o dono do capítulo, mostrando um incrível crescimento em sua carreira e já demonstrando estar preparado para personagens tão difíceis e complexos quanto. E o melhor ver Nina e Carminha, inimigas mortais, encurraladas na mesma situação, além do mistério de Santiago que será determinante para os últimos capítulos. A equipe de direção e o elenco traduziram de uma maneira extraordinária o impactante texto de JEC nessas cenas explosivas e de adrenalina pura. Arrepiante do início ao fim.

Off-topic: Então a Cacau Protásio declarou no Mais Você que o "improviso" da Zezé foi ideia do diretor? Então foi falha minha, pois eu tinha lido na matéria do Yahoo sobre aquilo e automaticamente achei que era dela. Abçs e bom fds!

Paty Michele disse...

foi fantástico! Eu adorei! sou fã confessa da novela e digam o que disserem, haja o furo que houver, a novela é boa e pronto.
Fiquei com os olhos grudados e tomei um susto com o grito de pavor da Nina. Não perco hj por nada!

Tamo junto, Sérgio!

Clau disse...

Bom dia Sérgio :)
Quanta carga dramática né?!Grandes emoções!!
Agora,o jeito é esperar até dia 19,pra saber quem matou Max!!
Bjs \o/

Dandara disse...

Ai,Sérgio...

Como admiro (profundamente) sua paciência com alguns leitores de seu Blog.
Seria cômico se não fosse trágico.
Enfim, cada noveleiro tem o Aguinaldo Silva que merece.
Revi 3 vezes a cena.Fantástica. A sequência inteira é de tirar o fôlego e carimbar esse trio de diretores para o lugar que lhes pertence. São os melhores da teledramaturgia. Marcelo Novaes e Débora, como todos os outros, foram colossais. Eu que vi e continuo vendo Revenge, me lembrei de uma cena, também de morte na primeira temporada, na qual há uma sutuação similar, o menino que supostamente mata o outro leva uma pancada, perde a noção, ficam procurando quem foi, lembra sim, mas com um detalhe- a cena não tinha atores como estes, direção como esta e o pior, não era escrita pelo maior autor de dramaturgia do Brasil- João Emanuel Carneiro.
Insisto que as novelas se dividirão em antes de Avenida Brasil e depois de Avenida Brasil.
E quem não gostar, que aguarde, em breve poderá voltar a bater palminhas para o por do sol ou comprar pulserinhas turcas para as filhas.
Grande beijo, e Oi Oi Oi !
Dandara

Valquiria Novaes disse...

Eu não sei, essa novela já cansou, está cheia de furos e nessa semana vai haver aqueles desfechos relâmpagos sem mais explicação e a Nina que era a principal na novela virou praticamente figurante, affff, nem foi ela que se vingou da Carminha! Achei isso muito sem noção, estragou a novela.
Bjos e bom feriado!
amonailart.blogspot.com

Carlos disse...

Nossa, mas como tem gente exagerada aqui. A outra me compara a novela com Revenge, mas no final considera os atores escandalosos brasileiros melhores que os atores talentosos americanos. Aí chega uma outra e diz que é boa e pronto. Até onde eu sei, isso aqui é pra debater. Vcs tem o direito de achar isso muito bom, assim como eu tenho direito de achar uma porcaria, PRONTO.

O engraçado, que só pq o Aguinaldo fez aquela merda de novela, que os fanáticos tudo querem comparar, chegando ao ponto de querer que a audiência seja maior. Pq não comparam logo com Senhora do Destino, Tieta ou Roque Santeiro? Se é pra ser justo, tem que ter comparação de um sucesso com outro, e não de um sucesso com uma porcaria. Vale lembrar tbm que Fina Estampa só foi porcaria tbm por causa daquele final. Duvido que se ele tivesse feito o arroz com feijão teria alguem o criticando tanto (só ir nas redes sociais que o pessoal mais critica é aquela ultima cena bizarra, até as escadas o povo deixa um pouco de lado).

Vale ressaltar que não sou fã de NENHUM autor. O JEC me decepcionou e muito fazendo essa novela. Assistir uma bobagem dessas as 21h, chega a ser vergonhoso. Não sei como o emmy premia, mas se for com uma compilação de imagens AB deve ganhar. No entanto se for com o juri vendo cena por cena, sinceramente, seria vergonhoso essa novela ganhar. Mas, não duvido que isso aconteça visto que até Caminho das Índias ganhou e nem sei o que aquela novela tinha.

Bom, agora é esperar por um "Quem matou o turco?" e futuramente um "Quem matou Helena?". Quem sabe não tenhamos tbm uma zona sul e norte escandalosa e avoada nas próximas novelas, e uma periguete achandp que é Dona Flor. Por falar em periguete, me lembrei de uma coisa: o Roni é gay ou não? Depois ainda tem coragem de dizer que o autor não está perdido e que ele aprofunda os temas. Bom, estou vendo...

Abraço Sérgio, desculpe o desabafo, mas acho que todos tem o direito de opinar na forma que achar melhor. Eu pelo menos venho com argumentos e não tento impor uma verdade. Assisti a novela até quando já não estava gostando no 3° mês mais ou menos, já falei isso, mas não sou masoquista. Ficar me irritando com uma novela? Tenho mais o que fazer. Hoje, acho é graça dessa novela e de ALGUNS fãs.

Anônimo disse...

Acho que o que faltou em avenida brasil foi lógica mesmo. Não consigo entender o que a Nina foi fazer no lixão ou o porque de todo mundo chamar todo mundo menos a policia. Viva a festa no lixão! Fora todos os outros furos absurdos que a maioria esquece com uma facilidade impressionante... Agora não posso deixar de elogiar o Marcelo Novaes, ele estava impressionante. No mais, eu que fiquei meses sem assistir a novela ou colocando a tv no mudo toda vez que a muricy, nina e carminha abria a boca... consegui ser fisgada nessa reta final. Não podemos desmerecer o autor e a direção que apesar de todos os erros conseguiram que a parte boa prevalecesse e que avbr fosse esse sucesso.

Milene Lima disse...

Tem certeza que a gente pode comentar e discordar? Confesso que estou com medinho de ser apedrejada em praça pública virtual por não achar essa a novela mais fantástica de todos os tempos. Acho que não ficará entre as minhas 10 preferidas... É pecado?
O capítulo de ontem eu gostei. As cenas do Max foram bacanas e eu pensei que até que enfim iríamos nos livrar do famigerado "quem matou Salomão Hayalla?"... Sou mais antiga do que a Odete Hoitman, mas não, ele tinha que estragar tudo. Céus!
Mas, enfim, o capítulo valeu.
Sérgio, o que falei no parágrafo acima nada tem a ver contigo, que sempre fui educadíssimo comigo e acredito que com todos os seus leitores. Mas é que tem umas pessoas que não aceitam um pensamento discordante e já trata logo de rotular o outro.
Sobre os furos, o fato da Janaína ter chegado lá antes do Tufão, Leleco e o guarda-costas deles (o Zenon) foi bem estranho. Todos não moram no Divino? Sei lá, mas não foi nada assim tão gritante.

Bora esperar pra ver o que vem por aí... Ah, e eu concordo com quem disse que a Nina se transformou em mera figurante.

Vou embora agora... Obrigada pelo espaço e beijo!

Marcos disse...

Apesar de alguns furos, como já foram comentados inclusive pelo blog em outra postagem, eu tenho gostado muito de Avenida Brasil!

Sinceramente não gostei do excesso popularesco na trilha sonora nacional, que basicamente se limitou a sertanejo e pagode/samba. Não que a novela tivesse de repetir uma trilha sonora como a de A Favorita, que teve diversos tangos, por ex., só achei música popular DEMAIS da conta!

A outra coisa que tbm acho que foi uma pena foi alguns personagens nao terem sido tão bem aproveitados. A Dolores prometia causar muito mais polêmica. Mas é até compreensível, visto que certamente houve uma pressão interna por parte da emissora, já que há um público evangélico, especialmente depois daquele Festival Promessas, que foi feito ano passado!

Mas o que dizer de Marcello Novaes? Que ator brilhante! Um ator que mostrou que nem só de Raí se faz uma carreira! Um personagem que tinha tudo pra ser só mais um capacho de vilã adquiriu um destaque colossal! Se formos pensar que o personagem iria morrer na virada (lá pelo capítulo 100), é sinal de que o ator conseguiu cativar e teve um desempenho excepcional!

Rasgar elogios pra Adriana Esteves e Débora Falabella já é desperdício de tempo, porque do talento delas todos já sabem, são excepcionais mesmo.

Avenida Brasil tem uma semana ainda, mas já está deixando saudades, mesmo com as falhas, foi a melhor novela dos últimos anos (pelo menos depois de A Favorita)!

Rita disse...

Assisti, achei meio sufocante esse
capítulo, mas quando a Nina acorda do
desmaio, não gostei de levantar com a enxada nas mãos.....Ela poderia levantar sim, sem a ENXADA....né.....
acordar e tentar sair de la pedindo socorro, mas sei la vamos ver o resto
como fica
Abraços de bom final de semana
Bjusss
Rita!!!

Foi bom sim e gostei muito!!!!

Rita disse...

Também estranhei a Janaina chegar primeiro affff
Vai ver ela mora mais perto do lixão
Pode ser.......

Bjin!!!

Roberta Ribeiro disse...

Eu acho que Avenida Brasil conseguiu algo inedito. Ela nao precisa ser politicamente correta, ELA PODE TUDO, por direito adquirido .

Estou presa a um genial filme que me remete a Agatha Cristie.
Bravo JEC !

Anônimo disse...

Carlos, se vc não gosta da novela e afirmou que tem mais o que fazer, por que perder o seu tempo comentando?

Izabel disse...

Dois cansaços: 1( de quem NÃO assiste à novela e se arvora em criticar pelo que lê ou ouve; 2)de quem é do contra de carteirinha... Óbvio que ninguém é obrigado a concordar com o teor do comentarista,mas escrever laudas enorrrrmesnuma sucessão de exigências só pra estar na contramão, me poupem.
A novela é apenas genial! Haja vista sua repercussão e sua audiência.E não me venham dizer que o povo é burro, que a Globo é sei lá o quê...Tired!!!

Dandara Blue disse...

Sérgio,

Voltei apenas para uma justa correção no meu comentário- bem destacado pelo Sr. Carlos- eu afirmei que acho os atores da série americana Revenge, que tanto usam como aanalogia- piores que os atores de Avenida Brasil.
Não foi correto de minha parte.
Os atores brasileiros da novela de João Emanuel são INFINITAMENTE SUPERIORES aos americanos. Assim como os personagens que defendem. E o mesmo vale para a direção e a produção quando comparadas.
Um beijo,
Dandara

Dandara Blue disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

O capítulo de ontem foi mesmo eletrizante. Aplaudi o desempenho de Marcelo Novaes, que ganhou um brilho especial nesse capítulo.
Sua análise e crítica estão em perfeita consonância como meu ponto de vista.

Concordo, no entanto, com duas observações acima, pois já haviam chamado a minha atenção: O fato da Nina ter se apagado nos últimos capítulos, considerando que é uma das atrizes principais, e o fato da Janaína ter chegado no lixão antes dos demais, já que o trânsito estava parado e ela saiu bem depois.

Ótimo final de semana.

Beijo.

Carlos disse...

Izabel,
Talvez vc não saiba, ou não tenha lido, ou talvez nem sequer tenha se preocupado em ler os meus argumentos nesse e em outros posts, mas eu acompanhei a novela nos TRÊS MESES INICIAIS, pq acreditava na competência do autor.

E na boa, nesse próprio post percebo que os comentários que li e ouvi por aí não estão tão errados assim. Li na internet pessoas reclamando da Janaína, e vi aqui mesmo gente reclamando da empregada ter chegado antes do Tufão. Entretanto, EU MESMO defendi dizendo: "Mas ok, não sabemos a distancia exata, então dá pra perdoar.". Mas é claro, como já comecei criticando e o meu parágrafo foi quase todo negativo, vcs que adoram a novela nem devem ter feito muita questão de ler.

E outra Izabel, desde quando repercussão e audiência são sinônimos de qualidade? Se for pensar assim, as últimas novelas das 8 foram tão boas quanto a atual, incluindo a tão odiada Fina Estampa, ou vai me dizer que a audiência de FE foi baixa? E ninguém tá usando esse argumento de "o povo é burro", pelo amor, né?

Como já disse, é mto engraçado, criticar o programa dos outros é uma maravilha, agora se criticam suas novelinhas vcs começam ofendendo os outros. Se analisar melhor os comentários positivos e negativos veremos quais tem mais argumentos... O que se critica aqui é a LÓGICA. Infelizmente os fãs usam como desculpa pra tudo a "licença poética", sendo que até pra isso existe uma coisa chamada COERÊNCIA. Daqui a pouco JEC vai colocar a Nina pra voar e vcs ainda vão achar lindo e maravilhoso e ainda falar que é "poético", que é "simbólico".

Hj mesmo li o blog da Dandara, que não querendo puxar saco, mas escreve bem, só a acho muito imparcial. Mas nem é sobre isso que vou falar. Estava lendo o blog dela e vi dois artigos que me chamaram a atenção: um era quanto ao Stycer que falou mal da novela até então e só pq o mesmo falou bem em uma semana o cara já foi "acusado" como incoerente. Em uma novela de trocentos capítulos a gente não pode achar 10 cenas bem feitas? Não pode elogiar? Se for assim, eu tenho muito orgulho em ser incoerente, pois elogio o que tem que ser elogiado, e falo mal do que acho que mereça.

Outra coisa que me chamou atenção é o "desespero" que vcs tem de explicar o que foi mal feito pelo autor. O comportamento da Nina, segundo a Dandara, quanto a vingança: "Rita nunca foi realmente a empregada doméstica de Carminha. Muito menos pensou uma só vez como tal. Estava infiltrada, camuflada, como o predador que premedita por horas a fio o momento certo do bote.". Agora o argumento do bloguista do tvXtv: "Nina voltou para o Brasil para se vingar de Carminha, mas não planejou o que faria, não arquitetou, não pensou em nada. Apenas se infiltrou na mansão e começou um estranho relacionamento de amor e ódio com a ex-madrasta."

Sentiram a contradição que a novela fez em vcs mesmos? Não trata-se apenas de opinião, mas de um fato: essa novela não aprofundou o tema central da forma correta, foi fraca. Cada um tenta salvar a novela de um jeito, mas no final das contas ninguém consegue. Mas parabéns a Globo pela audiência e repercussão, mesmo achando que não mereça.

Carlos disse...

Anônimo (12/10/2012 19:33)

Eu estou "perdendo meu tempo comentando" no blog sobre TV que costumo comentar. Não entro aqui pra falar dessa novela, mas esse é o tema da berlinda, logo...

É Sérgio, não gostar de AB é polêmica na certa. No seu blog, é claro kkkk.

Rafael Barbosa dos Santos disse...

Eita que esse blog ta pegando fogo, kkkk. Quanto comentário absurdo sobre Avenida Brasil, entendo que não gosta, rodos tem esse direito, e os a gente que gosta tem que aceitar, mas chamar de porcaria, comparar com Fina estampa, e ficar caçando erros de lógica é um pouco demais perto do que vimos no capítulo de ontem, é preciso dar o braço á torcer. Acho que nem uma novela ruim merece ser chamada de porcaria, nem Fina estampa , quanto mais Avenida Brasil. Eu amei o capítulo, nunca vi nada parecido em nenhuma novela. Foi o melhor capítulo de Avenida Brasil, com as melhores cenas. Aqui em casa ficamos todos paralisados, o de hoje também foi maravilhoso, Vera Holtz divou. Diante de todo aquele espetáculo, dane-se a lógica, não importa se o quem matou é clichê ou não, o que importa é que foi uma das cenas mais perfeitas que já vi. O diferencial de Avenida Brasil sem dúvida é o elenco e o tratamento cinematográfico dado por JEC e pela direção, Avenida Brasil é um fenomeno, não diria que é a melhor novela que já existiu, mas sem dúvida é única e no mínimo é uma das... Palmas pra JEC, e afinal quem matou MAX?

Abç

http://brincdeescrever.blogspot.com.br/

Milene Lima disse...

Recolherei minha desimportante opinião até acabar essa novela genial, de tramas jamais vistas na história da teledramaturgia brasileira, pois tenho "opiniães" por demais irrelevantes para tamanha obra prima.

Façam-me o favor, é só uma novela! O que era pra ser divertido se tornou uma discussão chata sobre quem é descolado e ama e os "mentes fechadas" que odeiam.

Fui ali ver os últimos capítulos de Avenida Brasil, gostar ou não gostar e sem precisar morrer por isso. Inté!

MARILENE disse...

Foi excelente o capítulo, conforme você evidenciou. Muito bem dirigido e representado. A sequência das cenas provocou, de fato, suspense. Bjs.

LUIZ disse...

Como voces podem achar genial uma novela cheia de furos, cheia de personagens insuportáveis, uma trilha sonora abaixo da critica, e um monte de situações já vistas em outras novelas? Será que daqui a alguns anos quando passar o furor do momento voces continuarão a achar tudo isso dessa novela? Eu não vejo nada demais nessa novela, pelo contrario, a acho cansativa e sem nexo. Mas respeito o gosto de cada um. Um abraço a todos!

Sérgio Santos disse...

Oi Tatiane, obrigado pelo comentário. Uma faca? Tem certeza? Eu revi a cena várias vezes e não reparei.

Por mais cruel que venha a ser o Santiago, não justifica as atrocidades de Carminha. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Barbie, obrigado pelo comentário. Sim, a direção foi um dos acertos mesmo. Beijos e bom fim de semana.

Sérgio Santos disse...

Oi Eder, obrigado. Também não gosto do Jorginho e não morro de amores pela atuação do Cauã. O acho repetitivo, embora tenha feito algumas cenas boas nessa novela. Abração!

Sérgio Santos disse...

"Anônimo", obrigado pelo comentário. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Oi Felisberto, obrigado pelo comentário. Pois é, o Marcello surpreendeu mesmo. Mostrou que é um bom ator e de diversos tipos. Abraços!

Dandara disse...

Sérgio, a/c- Carlos

Peço desculpas por comentar mais uma vez, sabe que não é de meu feitio, mas como fui nominalmente citada pelo Sr. Carlos, faço três observações.

1)Não sou imparcial, como se referiu. Sou radicalmente parcial. Se leu meu Blog realmente encontrou mais de uma centena de textos defendendo a obra prima de João Emanuel Carneiro. Aliás, o Blog existe pela e para a novela, portanto seria hipócrita que eu não assumisse minha parcialidade.

2) Quanto ao Stycer, tão jornalista como eu,talvez ele há menos tempo, me permito uma certa galhardia com a perseguição que o mesmo tem com a novela, especialmente quando comparado o nível de suas críticas com a novela anterior ou outras. Tenho por ele respeito e nada mais faço do que ironizar seu desagrado com Avenida Brasil.

3) Carlos, você destacou um trecho de um texto meu,aliás, um dos mais acessados em meu Blog, no qual faço uma analogia entre o Primo Basílio, Revenge e Avenida Brasil.
Isolar esse trecho aqui me pareceu descabido, até porque direciona o leitor a acreditar em uma afirmação isolada, e não como deve ser com um posicionamento sério, um argumento contextualizado.

Desculpem tomar o espaço, mas acredito que essas colocações eram pertinentes.
Para não perder a viagem, uma excelente última semana de genialidade e talento para todos,assistindo Avenida Brasil!

Um beijo,
Dandara

Sérgio Santos disse...

Oi Elvira, obrigado! Ingenuidade foi bondade sua, ela foi burra mesmo. Acabou caindo na arapuca do vilão.

Foram cenas de tirar o fôlego e também gostei da bonita cena entre Ivana e Tufão, mostrando cumplicidade e amizade entre irmãos. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Thallys, é exatamente isso! Quando acho que só irei escrever o texto final de Avenida Brasil, esperando o último capítulo, surge alguma coisa surpreendente que me faz escrever sobre. Mais cenas impactantes nós vimos e mereceram a repercussão que tiveram.

Sim, a Cacau disse isso na entrevista e hoje li no jornal a mesma coisa. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi Paty, obrigado! Tamo junto! rsrs Hoje o capítulo foi ótimo também e fica difícil acertar o assassino. O que foi a interpretação de Vera Holtz e José de Abreu? Incríveis! Beijos!!!

Sérgio Santos disse...

Oi Clau, que carga, hein? Uma novela que jamais será reprisada no Vale a Pena Ver de Novo por questões de classificação etária! rs Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Dandara, obrigado! Como não vejo Revenge nem posso opinar, mas gosto de ler as comparações até para me inteirar, nem que seja 1%.

As cenas de ontem foram de tirar o ar e impressionaram pela qualidade, direção, atuações, enfim, parecia filme mesmo.

Não precisa se desculpar por comentar várias vezes, pelo contrário, gosto muito quando vejo vários comentários debatendo, discordando, argumentando, enfim, criei este espaço justamente pra isso, publicar minhas opiniões e ler a dos outros! Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Valquíria, obrigado pelo comentário. Respeito sua opinião mas discordo. Acho que a diminuição das cenas da Débora teve a ver com a pneumonia que a atriz pegou! Beijão!

Sérgio Santos disse...

Carlos, me metendo, discordo de você. As críticas não ocorreram por causa do final de Fina Estampa, não, e sim pela novela toda. Desde que estreou, a novela recebeu uma avalanche de críticas e só foi piorando. A prova era a indignação do Aguinaldo no Twitter, xingando tudo e todos, inclusive os críticos especializados, por estarem falando mal da novela dele. E o seu argumento era aquele:" A novela que todos criticam está bombando no ibope. Fom fom!", dizia.

Adorei Senhora do Destino, Tieta e Pedra sobre Pedra, mas Duas Caras foi muito fraca, Lara com Z totalmente imbecil e Fina Estampa um horror.

Sobre ibope, concordo que não reflita qualidade, mas nesse caso considero o sucesso merecido. Fina Estampa o que teve de êxito nos pontos teve de críticas.

Mas antes dessa novela do Aguinaldo, as anteriores não tiveram bons desempenhos. Viver a Vida, Passione e Insensato Coração tiveram baixo ibope. Embora, Passione (novela que eu adorei) ainda mantenha o mais alto índice desde então na reta final: 54 pontos, com 59 de pico. Abraços!

Sérgio Santos disse...

"Anônimo", obrigado pelo comentário. Os furos que considero na novela foi o assalto e a ausência de tecnologia de Nina, no mais não tenho do que reclamar, mas entendo seu ponto de vista. Sobre chamar a polícia, o Leleco sugeriu isso ao Tufão, mas ele não quis. Prefere contar com a ajuda do amigo Zenon, um miliciano que nada faz. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Milene, obrigado pelos comentários! Quer dizer que você é mais antiga que a Odete? rs A cena da morte foi muito boa e até lembrou o suspense que teve na época de A Favorita, quando a Flora matou o Gonçalo apenas o torturando psicologicamente.

Hoje o capitulo foi voltado para os suspeitos e para o show de atuação de José de Abreu e Vera Holtz. Beijos!!!!!!!!

Sérgio Santos disse...

Oi Marcos, obrigado pelo comentário. Olha, nisso eu concordo, a trilha nacional foi HORRÍVEL!!! Tirando a Rita Lee e a música de abertura com o clássico 'oi oi oi', nada se salva. Exageraram no popularesco mesmo.

Também acho que mesmo com os furos, será uma trama que deixará muitas saudades e cativou o público. Adriana, Débora, Marcello, enfim, muitos atores brilharam. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Rita, obrigado! Nina quando acordou acabou pegando na enxada por impulso e entrou em estado de choque após ver aquela cena aterrorizante. Débora deu um show! Beijos e bom fim de semana!

Sérgio Santos disse...

Oi Roberta, obrigado pelo comentário. Amamos Avenida Brasil mesmo! rs Beijos! =)

Sérgio Santos disse...

Izabel, obrigado pelo comentário! Também acho o autor genial e a novela idem! Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Vera, obrigado pelo comentário. Quer dizer que o meu texto casou com as suas impressões? Bacana! Nina perdeu mt destaque na derrocada da Carminha mesmo, mas não sei a que ponto foi por causa da pneumonia. Beijos e bom fim de semana pra você também!

Sérgio Santos disse...

Oi Rafael, obrigado pelo comentário. Viu? Tá pegando fogo mesmo, até levei um susto quando abri o blog hoje! Mas é bacana esse conflito de ideias, mesmo que haja algumas exaltações de vez em quando.

Também fiquei paralisado quando vi a cena e as atuações impressionaram. O tratamento de cinema merece elogio mesmo, assim como a direção e o texto do autor. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi Marilene, obrigado pelo comentário. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Luiz, obrigado pelo comentário. Mesmo que os anos se passem, continuarei achando essa novela incrível. Mas também respeito sua opinião. Abraços!

ELAINE disse...

Sérgio, meu amigo! Já estava com saudade de vir aqui ler teus textos bem escritos, tuas acertadas considerações e analogias. Como esta de hoje, perfeita! Apesar de que não assisto o programa em questão! Parabéns pelo post! E vamos nóis... Estou novamente pedindo teu voto; desta vez para a nova fase do Top Blog, o Top 100 Top Blog. Posso contar com teu voto? Se já votou em alguém, não tem problema, pois pode votar em quantos blogs quiser! Para votar é tudo igual como da outra vez! O Selo já está na lateral direita do blog, onde estava o outro! Desde já agradeço, de coração! Juntos chegaremos!
Ótimo final de semana!
Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Carlos disse...

É Dandara, acabei colocando o "Im" onde não existia, erro meu. Pensei uma coisa e coloquei outra. E olha que ainda corrigi...

Quanto ao Stycer, percebi sim que ele detesta a novela, só achei errado vc ter falado, nos coments, que ele estava sendo "incoerente", mas já te entendi.

Quanto ao trecho colocado, ele pode estar até fora de contexto, mas se encaixa perfeitamente com o texto do seu colega. São trechos onde vemos claramente o ponto de vista de vcs em relação ao plano (ou falta de) da Nina. Quem lê o seu texto todo, verá que vc acha que ela entrou com tudo pensado, enquanto o outro acredita que a mocinha vive de "rompantes". Pode ver que coloquei até a frase completa de um e de outro pra não ficar tão tendencioso assim, mas no geral, os textos descrevem personagens diferentes, mesmo que sejam a mesma. Se fosse meu blog, colocaria o link pra o leitor verificar e chegar a sua conclusão, mas como direcionei a ti, deixei como estava.

Carlos disse...

Sim Sérgio, lembro que críticas já rolavam, até pq vamos combinar que uma garota grávida rolar em um acidente de carro e não morrer e nem perder o bebê, o irmão ser alvejado de tiros e não receber uma bala mesmo parado, e enquanto isso um homem cair de uma escada de 7 degraus e subir no telhado... São situações absurdas e que nem tem como ficar quieto. Só que as pessoas ficaram MAIS revoltadas foi com aquele fim sem pé nem cabeça que ele fez. Foi um vexame e que agora é parâmetro para fins de novela. Quer apostar quanto que no último capítulo de AB vai ter gente falando frases como: "isso sim é fim de novela e não como a de FE" ou "aprende Aguinaldo". Já fizeram isso com o fim de "Vidas em Jogo".

Tá certo que a audiência das ultimas novelas das 8 não foram ótimas para o padrão da Globo, mas qualquer coisa colocada no horário das 8 fica com audiência boa. Claro que tem suas excessões como Viver a Vida e Esperança, mas até Passione, começou a ter uma audiência alta na reta final (o que não adiantou muito), e Insensato Coração tbm. Mas se for levar pra esse lado de audiência então A Favorita é a grande injustiçada, principalmente se for comparada com FE. Por isso nem entro na quesito audiência e se eu fosse vocês não se prendia nisso também, pq ganhar de FE não é lá uma boa coisa pra ser comemorada. Nesse ponto discordo do colega acima. Se chamei AB de porcaria, ou eu troco o adjetivo e o uso pra novela do Aguinaldo ou então chamo FE de porcaria mór kkkkkk

Abraço

paulo disse...

Fina Estampa, Avenida Brasil, Cheias de charme... pra mim tá tudo no mesmo nível. Novela boa é Vale Tudo, Rainha da Sucata, Mulheres de Areia, Que Rei Sou Eu, A Gata comeu, Cambalacho, Selva de pedra, Roque santeiro... Novelas atuais só as do Maneco porque são despretenciosas e tem diálogos interessantes. Coragem pra quem se aventurar a acompanhar essas novelecas de hoje em dia! Quem matou o max, tanto faz, a novela inteira foi pro lixo, kkkk. Abrçs a todos!!!

paulo disse...

Só mais uma coisinha, CHEGA desses efeitos de congelar a ultima cena do capitulo, isso já tá mais que batido, olha essa nina congelada com a enxada na mão: PATÉTICO! Vamos inovar rede globo!

paulo disse...

E na chamada da novela agora: "mãe lucinda se entrega a policia, e nina é libertada" kkkkkkkkkk, quem já viu isso em trocentas novelas dá um joinha, kkkkkkkkkkkk. Já até imagino a cena, mãe lucinda entra na delegacia, procura o delegado e revela: fui eu quem matou o max, CONGELA A CENA! kkkkkkkkkkk

Anônimo disse...




Eta que nao foi so a novela que pegou fogo!Aqui tambem oegou!Nossssssa!kkkkkkkkk

sinceramente Sérgio, voce esta de parabens com um post que super causou !
Embora eu nao concorde com um certo exagero aqui, isso sem duvidas, é qualidade pro seu blog que sempre achei de excelente qualidade!

Mas galeraaaaaa!
Relaxa gente!rs
Qualquer novela mistura realidade com ficção então que se danem a logica e os furos!É pra divertir!É NOVELA!!!
Quem gosta, gosta assim e pronto!E quem não gosta, não é obrigado a gostar!
Não se estressam por tao pouco!


Beijao Sergio!
Parabéns, meu querido!

Lulu!



A viajante disse...

A novela ainda promete fortes emoções... tá rolando uma fofoca que a Nina é filha de Carminha e foi trocada na maternidade... imagina, que loucura?? Beijo!

Carlos disse...

Mas Lulu, se a gente começar a ignorar certas situações, como vamos definir um texto bom do ruim? Furos são erros graves sim. Um erro de gravação, por exemplo, não seria motivo pra ter tanta manifestação. Se o Max tivesse sem querer chamado a Carminha de Adriana em cena, nós poderíamos até reclamar (dizendo que é mal feito, etc) mas seria UM erro em uma novela boa, no entanto esses furos são primários, isso que me revoltou no INÍCIO pq agora não dou a mínima, mas como a maioria aqui gosta, deu esse auê aqui. Até mais interessante que a novela kkkk.

Paulo, tbm não é pra tanto né? Tem novelas boas hj em dia sim. Já falamos disso. E quanto ao Maneco, o texto dele é mto bom, tem a profundidade que tanto falo, mas falta movimento. Tudo lá é muito parado. Essa última dele, Viver a Vida foi péssima. Teve situações boas, atuações excelentes, mas foi bem chatinha. As anteriores foram bem melhores.

A viajante, acho que isso aí é fofoca pra vender jornal.

Sérgio, me bane daqui kkkkk. Tô respondendo aos outros e nem sou dono do blog pra isso kkkkk. Mas é pq tbm não quero ficar entrando aqui só pra falar mal da novela de vcs pq isso é MUITO chato. Desculpe qualquer coisa, mas é pq eu sou um ex-fã dessa trama, que me hipnotizou naquele teaser. Com o tempo percebi que a vingança não desenrolava e por falta de "coragem" do autor em colocar a Nina armando de verdade. O resto da novela sempre destuou da trama principal, tanto que agora no final não vejo ninguém se importando com o fim deles. Até a Suellen e o Roni que começaram bombando, vão terminar a novela apagados,e não é por culpa do Leandro. Mas enfim, é por isso que falo mais dessa novela do que das outras, pq essa tinha sido minha última aposta, até então.

Abraço, e boa novela pra vcs. Chega de confusão. Prometo que no último post nem vou falar disso tudo que já falei nesses meses. Serei breve.

paulo disse...

Carlos, Avenida Brasil podia ter terminado a duas semanas atrás sem todos esses clichês que virão com o "quem matou". Agora é que meu conceito sobre essa novela caiu mesmo, infelizmente. Abrçs.

Marcos Mariano disse...

Cara, sinceramente eu não gostei muito desse capitulo, me pareceu mais um grande confusão e muita gritaria desnecessária do que suspense, e não é só opinião minha, minha sogra, minha namorada, minha mãe e outros conhecidos falaram a mesma coisa, me pareceu mais um dramalhão de novela mexicana. Bom é só a opinião de um leigo no assunto, então não faz tanta diferença, mas sinceramente eu não gostei.

Abraços

Sérgio Santos disse...

Elaine, parabéns pela conquista. Eu tentei me inscrever nisso meses atrás, mas achei muito complicado. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Carlos, te banir? Nunca! Esperança e Suave Veneno foram os maiores fracassos do horário nobre. Marcavam 35/38 numa época que o normal era 45/50. Nos últimos anos, Viver a Vida, Passione e Insensato Coração enfrentando muitos problemas e achei a baixa audiência da trama do Maneco e do Gilberto Braga justas, mas Passione merecia muito mais. Pelo menos a trama do Silvio de Abreu atingiu o maior índice dos últimos anos, que até agora não conseguiu ser ultrapassado.

Sobre o comentário do Paulo, eu concordo com você. Viver a Vida foi péssima e só se salvaram os dramas da Luciana e os conflitos da Lilia Cabral com a Adriana Birolli.
Manoel Carlos é um grande autor, mas sua última novela excelente foi Mulheres Apaixonadas. Páginas da Vida era boa somente na parte da Lilia Cabral, Caruso, Regina Duarde e da Joana Mocarsel, que tinha síndrome de down. De resto nada salvava.

E claro que tivemos outras grandes novelas muito depois dessas citadas pelo Paulo, mas ele é saudosista ao extremo. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Lulu, rendeu muito né? Obrigado pelo elogio! A presença de vocês é que me motiva a escrever. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Ju, jura? Olha, acho que é mero chute das revistas porque ninguém conseguiu descobrir o que irá acontecer de fato! Beijão!

Sérgio Santos disse...

Oi Marcos, claro que faz diferença. Sinta-se à vontade para opinar. Eu adorei a cena. Abração!

Vanessa disse...

Posso confessar uma coisa, Sérgio? Hehehe.. Não consegui entender a cena da morte do Max de primeira. Tive que rever a cena no site oficial. Senti vergonha de mim mesma. Mas depois, conversando com uns amigos, percebi que muitos tb tinham demorado a assimilar. Ali pensei: 'como JEC é genial. Faz de uma cena que seria comum nas mãos de outros esse enigma todo'.

Bacana tb que tudo isso tenha acontecido faltando pouquíssimos dias para o fim. Assim ficamos sem o famoso "quem matou" se arrastando por meses.

Além de tudo isso comentado por vc, gostaria de deixar meus parabéns a Marcello Novaes. Como já comentei em outros espaços, nunca foi um ator que eu apreciei. Mas depois de "AVBR" mudei completamente de opinião!

Beijos, querido.

Sérgio Santos disse...

Que vergonha, Vanessa? Eu vi a cena mais de 15 vezes, embora tenha sido porque adorei e não por não ter entendido. Mas é verdade, a complexidade foi muito grande. Provavelmente foram quatro pessoas diferentes que participaram de tudo. Duas que deram as primeiras pancadas e outras duas depois. Acredito em Muricy e Ivana primeiro e depois Carminha e Santiago.

Marcello Novaes foi ótimo e mereceu o destaque que teve. Também gostei do autor só ter colocado o quem matou faltando pouco para o fim, assim nada se arrasta. Beijão.