segunda-feira, 6 de agosto de 2012

SuperNanny volta à grade do SBT e mantém a qualidade de sempre

Foram muitos adiamentos e especulações, mas finalmente o SBT havia resolvido que iria continuar produzindo uma atração que sempre foi muito bem realizada pela emissora, mas havia saído da grade após a oitava temporada. Assim sendo, voltou ao ar no dia 21 de julho, aos sábados à noite, o "SuperNanny". Em sua nona temporada, a atração apresentou pouquíssimas mudanças e fez muito bem em manter a essência, uma vez que não se mexe em time vencedor.


Em meio a tantos formatos prontos, fica claro o quanto que o SBT acertou ao adaptar esta atração tão útil e interessante para os telespectadores (o programa foi criado na Inglaterra e já foi produzido em vários países). A babá, que ajuda pais despreparados e que não estão dando conta dos próprios filhos, não poderia ser melhor representada: Cris Poli é uma educadora nata e sabe exatamente como educar todo e qualquer tipo de criança, sem nunca utilizar métodos violentos ou ultrapassados. A pedagoga argentina, além de todas estas qualidades, ainda é uma simpatia e muito carismática.

Dentre as poucas mudanças na atração, temos a alteração na cor do uniforme da Cris (saiu o azul e entrou o vermelho) e no final do programa a educadora não volta mais à casa dos pais para ver como ambos estão se saindo após as 'lições', basta um bate-papo informal em
algum local (normalmente é um ambiente de recreação para as crianças) e todas as dúvidas restantes são tiradas.

Infelizmente, apesar de tantas qualidades, o SBT coloca o programa em um horário totalmente ingrato: 21h15 de um sábado. Afinal, concorrer com a novela das nove da Globo é uma dura missão, e no fim de semana o número de pessoas assistindo televisão diminui significativamente. Além de sábado, programa já foi exibido aos domingos e segundas, em horários que também não eram nada favoráveis. Talvez isto explique a audiência nunca ter sido muito alta.

Apesar do horário, o "SuperNanny" é uma excelente opção não só para pais e mães, como também para quem pretende ter filhos ou apenas está buscando um entretenimento de qualidade na tevê aberta. É uma atração que merece vida longa na programação. Cris Poli e o SBT estão de parabéns pelo bom trabalho apresentado. 

30 comentários:

FaloTv disse...

Isso mesmo! Supernanny entrete, Ensina e é muito interessante! O unico problema aparentemento é o Horário, mais fora isso, Tudo ótimo!! Abçs sérgio.

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde!
Tudo bem, Sergio?
sim...horário concorrente das telenovelas da Globo e das baladas...
Eu gostei de sua abordagem/crítica!
É um bom programa destinado a ensinar aos pais a melhor forma de criar e de educar os filhos.Porém vejo um agravante, que é a autoridade dos pais se ver abalada, e fazendo com que eles aumentem sua
dependência de especialistas, neste caso da pedagoga...
Obrigado pela visita!
Boa semana!
Abraços

Clau disse...

Oi Sérgio!
É muito bom esse 'SuperNanny'.
Sempre assisti e acho ótimo.
Cris Poli,é uma excelente educadora, que ensina métodos que eu acho muito coerentes,(além de ser também uma escritora competente).
Vc sintetizou muito bem seu post escrevendo isso:
'é uma excelente opção não só para pais e mães,como também para quem pretende ter filhos ou apenas está buscando um entretenimento de qualidade na tevê aberta.'
Fato!
Bjs!

Barbie Californiana disse...

Apesar de eu não ter filhos, adoro a SuperNanny... e acho que na verdade ela não "educa as crianças", mas sim "ensina os pais a educarem".
Sempre ouvi minha mãe dizer: "os filhos, são o espelho dos pais" e isso é verdade... certa vez, uma conhecida contou que numa igreja a neta falou obscenidade na frente de todos, mas a criança só estava repetindo aquilo que ouvia entre os que conviviam com ela, ou seja, tudo o que se fala ou faz, a criança vai copiar.
Adorei seu artigo... mas como você citou, é uma pena que este excelente programa tem um concorrente de peso.
beijos e excelente semana.

Bia Hain disse...

Oi, Sérgio! Por muito tempo assisti SuperNanny, concordo que ela tem propriedade no que diz e sabe ser firme ou amorosa na hora certa. Só é lamentável que hajam pais precisando desse tipo de ajuda para dar conta dos filhos. Pior são aqueles que não reconhecem seu próprio fracasso e ainda acham ruim com os métodos da educadora. Um abraço!

Vera Lúcia disse...

Olá Sérgio,
É uma pena que as emissoras não se preocupem em colocar um programa de utilidade no ar em horários que possam ser acompanhados sem maiores concorrências. Como você bem salientou, o horário já tem um programa de peso em outro canal e nos finais de semana as programações da TV realmente ficam em segundo plano.
Bem colocada a crítica.

Beijo.

Kellen Bittencourt disse...

Oii amigo, minha filha adora esse programa, ela se diverte com as peraltices das crianças, tbém acho interessante e acho que ela sempre dá dicas valiosas, mas agradeço nunca ter precisado de uma Nany na minha vida rsrsr abraçoosss

Carlos disse...

Um programa mto bom e ao mesmo tempo bastante educativo. Mesmo que o método não mude tanto de um programa para o outro vc ainda vê uma pqna diferença graças a criatividade da educadora.

Só discordo quanto ao horário de exibição, acho que de todos esse é o melhor horário (domingo após o almoço era péssimo). Sábado é um horário familiar, quando as pessoas não saem, ficam em casa prontos pra assistir a esse tipo de programa. Azar de quem quer dá preferência para a novela.

É um fato de que as emissoras se guiam pela Globo e tentam "fugir" dela, mas o SBT se salva por isso: mesmo se guiando, ela faz a programação dela. Uma programação alternativa, e colocar dois programas de entretenimento (esquadrão e nanny), enquanto a outra exibe jornal e novela é bem inteligente, volto a dizer, azar de quem não gosta de usar o controle remoto durante uma horinha em um dia da semana (novela tem em seis dias, isso de sete, quase uma prisão dentro de casa kkkk).

Parabéns ao SBT por esse programa.

Jeanne Geyer disse...

adoro este programa, mas fico triste ao perceber o quanto tem pais que fracassam na sua missão, para chegar a este ponto, mas enfim, sempre tem dicas para os outros pais que assistem. bjs

Thallys Bruno Almeida disse...

Ótimo artigo, Sérgio. O Supernanny foi uma daquelas boas sacadas do SBT mesmo em meio à crise que a emissora começou a enfrentar em 2006. Agora, com o bom momento da emissora, acho que o programa pode se beneficiar.

Cris Poli mostra bastante propriedade em sua missão ao ajudar os pais, que em alguns casos não têm pulso firme para educar as crianças. O SBT gostou dela de tal forma que ela foi escalada para Carrossel.

Anônimo disse...

O formato mudou sim. Foram pequenos ajustes, mas houve uma mudança

Paty Michele disse...

Sérgio, eu enquanto educadora, gosto do programa. ainda que algumas colegas critiquem a linha adotada pela Super Nany, eu apoio, pq dá resultado.
Pior é o pessoal ficar assistindo programas violentos. Tem muita gente tendo filhos, sem saber como educar. Criar não é educar! E isso ela ensina.
O SBT acertou!

Um bjo, querido.

Fabio Dias disse...

Super Nany é um excelente programa do SBT, é tão bom ver o SBT nessa boa fase!
Torço para que continue divando sobre a Record que não aprendeu ainda respeitar o telespectador e seus profissionais!

@FABIODIASR
www.ocabidefala.com

Sérgio Santos disse...

Oi Falotv, obrigado pelo comentário. O programa é uma ótima opção para os telespectadores. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi Felisberto, obrigado pelo comentário. Pois é, tem a concorrência da balada e da novela das nove, difícil pra qualquer programa. Muitos pais acabam não sabendo como lidar com os filhos e a atração sabe se utilizar muito bem disso. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Clau, que bom que gostou. O programa é ótimo e realmente não é exclusivo para pais, embora muitos achem isso. Vale para todo mundo que busca entretenimento de qualidade. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Barbie, você falou muito bem "ensina os pais a educarem", é verdade. A mudança tem que vir deles e a Cris sempre fala isso. Que bom que gostou do post. Beijão! :)

Sérgio Santos disse...

Oi Bia, é verdade, muitos pais acabam tendo filhos sem ter planejado e acabam educando muito mal a cria. Em um programa (creio que da temporada passada), uma mãe não aceitou os métodos e discutiu com Cris. Ainda bem que mesmo assim colocaram o programa no ar. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Vera, obrigado pelo comentário. Um programa como esse não pode ficar 'escondido' em um sábado à noite. Uma pena. Beijos! =)

Sérgio Santos disse...

Oi Kellen, a sua filha apenas comprova a tese que é, sim, um programa para todas as idades. Que bom que você não precisa dela!!! Melhor assim, né? rs Beijos!!!

Sérgio Santos disse...

Carlos, obrigado pelo comentário. Também acho que o domingo era um horário ainda pior, mas poderiam ao menos colocar o programa por volta de 22h30, até mesmo para concorrer com o famigerado "Zorra Total". Seria uma boa opção.

Quem assiste novela jamais abre mão de ver um dia sequer para priorizar um outro programa, é praticamente uma rotina. A não ser, claro, se a trama em questão estiver entediante.

O SBT foi muito sábio quando colocou uma leva de séries americanas para concorrer com a novela e aí sim eu concordo que era uma estratégia inteligente. O próprio "Programa do Ratinho" é uma ideia que tem rendido bem e ganhando da Record no horário.

Mas a questão é que, nesses casos, o SBT ofereceu opções diferentes para quem não gosta de novela. O perfil do telespectador de SuperNanny é justamente o noveleiro, ou seja, é um tiro no pé. Abração.

Sérgio Santos disse...

Oi Jeanne, obrigado pelo comentário. E o sucesso de aceitação do programa, com um elevado número de inscrições, apenas comprova como temos famílias que não estão sabendo lidar com os filhos. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Thallys, obrigado pelo comentário. É verdade, a Cris ainda fez uma participação em Carrossel e é um local totalmente apropriado para ela. O Sbt quando quer consegue acertar em cheio, basta não relaxar. Abração.

Sérgio Santos disse...

Oi Anônimo, foi isso mesmo que coloquei no texto. O formato em si pouco mudou, mas pequenas alterações foram feitas e eu até as citei. Ainda tem até um 'Nanny-mirim', mas não coloquei no texto porque ela só apareceu em um episódio e nem dá para saber se será fixa. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Oi Paty, obrigado pelo carinho de sempre. Imaginei que como educadora que você é, fosse gostar desse programa. Acertei. Confesso que fiquei surpreso em saber que algumas de suas colegas criticam os métodos. Acho tão interessantes e eficazes, enfim... Beijão! =)

Sérgio Santos disse...

Oi Fabio, o programa é legal , né? Também gosto. A Record tem que abrir o olho porque o SBT tá querendo voltar para a vice-liderança e tem conseguido com louvor. Abração.

Carlos disse...

Tenho que discordar quanto ao perfil de supernanny ser a de um noveleiro, muito menos quando se trata de uma novela como a atual, e se formos puxar pelo perfil dos twitteiros então, ixi.

Vejo o Supernanny mais como um programa pra família mesmo, para todas as idades, diferente de uma novela das 8 que é de 12/14 anos pra cima.

O que concorre com o Zorra é o filme, que aí sim, dependendo do público, pega quase todo da novela. Dias desses passou Os Goonies, não a toa foi parar nos trends.

Sérgio Santos disse...

Oi Carlos, sim, me esqueci mesmo das crianças que o "SuperNanny" engloba, mas ainda assim acredito que, apesar de ser um programa que qualquer um pode assistir, a maioria ainda é de donas de casa e noveleiras. Os Twitteiros nunca assistem ao programa, a repercussão é nula, infelizmente. Abração!

Valdenice Freitas disse...

Oi Sérgio! Bacana o seu blog! Gosto muito de programas com temas que de alguma forma nos ajudam nas mais diversas áreas;seja saude, educação de filhos,comportamento e etc. Que vc tenha um dia abençoado, abraços

Sérgio Santos disse...

Oi Valdenice, que bom que você gostou do blog, fico feliz. Seja bem-vinda! Desejo o mesmo pra você! Beijos!