terça-feira, 14 de agosto de 2012

Nova Malhação: intensa como a vida e de volta às origens

Estreou nesta segunda-feira a vigésima temporada de "Malhação", a novelinha adolescente que permanece no ar desde abril de 1995. Após o fracasso da trama a respeito do sobrenatural e repleta de mistérios, a nova fase resolveu apostar na história clássica: os conflitos entre os adolescentes e um triângulo amoroso central. Além de não apostar em grandes inovações, ainda trouxeram de volta o Mocotó, personagem marcante e interpretado por André Marques, só que agora com muitos quilos extras. Coincidentemente, a primeira cena teve a trilha que marcou "Malhação": 'Assim caminha a humanidade', de Lulu Santos. A nova música de abertura também é de autoria do cantor, "Tempos Modernos", mas agora sendo interpretada pelo Jota Quest.


As primeiras impressões passadas neste primeiro capítulo foram as melhores possíveis. Apesar de haver muita reclamação a respeito da falta de inovação da "Malhação", ficou provado que o público que costuma acompanhar a trama (incluindo adolescentes e adultos) não está querendo grandes novidades mesmo. Escrita por Rosane Svartman --- uma autora que já mostrou conhecer muito bem os adolescentes com o excelente filme "Desenrola" --- e Glória Barreto, a atual temporada traz de volta o colégio como cenário central e investe em tipos tradicionais como o nerd, o pegador, a rebelde, a virginal, enfim... E agora há também a periguete, que virou uma obrigação na teledramaturgia.

A preocupação com esta nova fase ficou nítida. A seleção de trilha sonora foi cuidadosa e tem a cara dos adolescentes, enquanto que os atores escalados realmente parecem ter entre 15 e 17 anos, transmitindo uma veracidade na história e uma identificação grande do público. A abertura ficou
ótima e leve, retratando o clima jovial da temporada. E para melhorar, as situações apresentadas dentro da sala de aula foram muito reais, e todos os que estudam ou estudaram em escola sabem bem a bagunça generalizada que ocorre dentro de uma instituição de ensino. Ambientada no Rio de Janeiro, outro acerto foi optar por imagens externas, fugindo das gravações feitas exclusivamente nos estúdios. No primeiro capítulo, por exemplo, os protagonistas apareceram pedalando na Lagoa Rodrigo de Freitas.

Os atores não comprometeram e Juliana Paiva já se destacou como a periguete Fatinha, ou Facinha como os colegas a chamam. Alice Wegmann e Agatha Moreira também convenceram vivendo a rebelde Lia e a doce Ju, melhores amigas e que 'dividirão' o mesmo garoto. Já David Lucas está cada vez mais estigmatizado como o nerd que vive no computador, o que é uma pena para um ator que já se mostrou capaz de viver tipos diferentes.

A vigésima temporada de "Malhação" estreou com o pé direito e mostrou que tem todas as características para agradar os adolescentes e os adultos, que também fazem parte do público da novelinha. Mirar no certo e evitar o duvidoso foi uma estratégia inteligente; o mesmo pode-se dizer sobre a clara intensão de voltar às origens e apresentar uma espécie de 'remake', mas com temas atuais e elenco jovem. As autoras se mostraram competentes na apresentação dos conflitos adolescentes, incluindo primeiro amor, rebeldia, pressão para o vestibular e repetência. Claro que tudo ainda terá que ser desenvolvido e se irá agradar é impossível saber, mas a audiência de estreia foi bastante satisfatória: 20,6 pontos de média, enquanto que o último capítulo da temporada passada foi de 18 pontos. Pelo que se nota, não será difícil que os dramas adolescentes se mantenham no ar por pelo menos mais vinte temporadas.

Links relacionados:
           Malhação decepciona e encerra sua temporada recheada de clichês
           Malhação: um caso perdido?
           Malhação se conecta com o sobrenatural e acerta em cheio
          Atual temporada de Malhação não trata adolescente como idiota

32 comentários:

Carlos disse...

Primeiro capítulo foi bem legal. Agora é torcer pra não desandar. É esperar pra ver.

Bem que eles poderiam fazer uma "reunião" de personagens antigos de malhação. Sei que a proposta é lançar novos talentos, mas seria divertido rever o pessoal da academia, se possível em uma academia mesmo, pq agora só o que falta voltar as origens é o título xd.

Sérgio Santos disse...

Foi bem legal mesmo, Carlos. Tomara que as boas impressões iniciais permaneçam. Não sei se seria uma boa a volta dos personagens ,até porque, pra falar a verdade, achei a participação do André Marques bem dispensável.

Mas isso é verdade, o título continua imutável e há tempos que a academia saiu de cena. Abração!

Valquiria Novaes disse...

Eu gostei do primeiro capítulo, foi igual ao meu ensino médio kkkkkkkk
Bjos!
http://amonailart.blogspot.com.br/

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Também gostei do capítulo de estreia da nova temporada, Sérgio, tanto pela abertura quanto pelo enredo (que faz o público se identificar com os tempos do Ensino Médio) e pela escolha do elenco.
Espero que esse bom astral permaneça.

Clau disse...

Bom dia Sérgio :)
Adorei a volta do 'Mocotó',em Malhação,acho ele muito engraçado e simpático.
(Ah eu prefiro 'Tempos Modernos',na voz do Lulu Santos).
Bjs!!

Fabio Dias disse...

Sérgio!
Já estava curtindo as chamadas agora com seu texto me instigou a voltar a acompanhar Malhação!

Adorei a versão Tempos Moderno com JQUest!

Vamos nos permitirrrr.... a voltar a acompanhar! rs


Abraço
@FABIODIASR
www.ocabidefala.com

Carlos disse...

O Mocotó não funcionava sozinho, assim como o Cabeção. É que infelizmente, o público quando se apega com um personagem, acha que ele é o dono do programa. Essas horas é que bato palmas pro Aguinaldo Silva que parece que vai fazer um filme do Crô (filme bem desnecessário por sinal), mas não vai esquecer do Baltazar e da Marilda. Se voltassem com o Mocotó mais os demais (a maioria dos atores ainda está na Globo) seria genial. Pelo menos eu acho.

Quanto a abertura, gostei, mas após ver um vídeo na internet (procure: "Skins opening 6", é o primeiro vídeo), percebo que a Globo vem chupando MUITO ideias de fora. Sei lá, acho que tá faltando criatividade. Foi inclusive por essa falta de criatividade que muitos começaram a comparar a atual novela das 8 com a série americana Revenve (procure: "avenida brasil revenge", primeiro vídeo também). A "cópia" já começou no teaser tsc tsc Hans Donner.

Barbie Californiana disse...

Que legal, Sérgio, nem sabia... vou ver se assisto hoje, valeu pela dica! beijos e tudo de bom!

Thallys Bruno Almeida disse...

Bem, Sérgio, vi os dois primeiros capítulos e achei boa, com mais "identificação", mais "cara de Malhação", sem ser tão pretensiosa quanto foi a anterior.

As três atrizes (Agatha Moreira, Juliana Paiva e Alice Wegmann) agradaram logo de cara. Só lamento por enquanto o David Lucas fazendo um nerd de novo.

A julgar por esses dois capítulos, as autoras acertaram. Espero que elas consigam fazer uma temporada convincente, pelo menos próxima da ótima fase de 2010-11.

Milene Lima disse...

Vi o capítulo de ontem, hoje não. Já gostei de início de terem voltado aos personagens mais adolescentes, visto que é este o público ao qual se destina a novelinha.

André Marques, Mocotó... ambos meio chatos, mas tudo bem. O Renê Junior (rsrs) tá ficando sem graça demais com isso de ser eterno nerd.

Beijo, Sérgio.

Sérgio Santos disse...

Oi Valquíria, pois é, foi igual ao meu também. Aquela zona na sala de aula, enfim... achei bem verossímil! Beijão!

Sérgio Santos disse...

Elvira, sem dúvida o enredo foi um grande acerto e o ensino médio ficou claramente representado e de forma muito realista. Também torço para que a boa impressão permaneça. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Clau, achei a volta do Mocotó desnecessária, mas concordo com você sobre a música; Lulu é imbatível e também prefiro na voz dele, mas gostei da versão do Jota Quest. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Fabio, olha, pelo menos por enquanto vale a pena! Não sei se irei acompanhar, mas essa temporada estreou muito bem! Vamos nos permitir! rsrs Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Carlos, confesso que não gostava do Mocotó e nem do Cabeção na época. Pelo contrário, os achava insuportáveis! Ainda bem que não trouxeram o outro de volta!

Nem me lembre que estão gravando esse filme do Crô, que besteira vão fazer!

Eu vi e realmente a abertura é semelhante, mas ainda assim achei bacana e ficou muito atrativa! Sobre Avenida Brasil, muitos falam das semelhanças com Revenge, mas a vingança é uma situação amplamente abordada nas novelas desde sempre. Sobre o teaser, é verdade, mas achei a estratégia fantástica porque despertou muito expectativa pela trama! Abração.

Sérgio Santos disse...

Oi Barbie, eu que agradeço! Acho que irá gostar! Beijão!

Sérgio Santos disse...

É verdade, Thallys, tá a cara de Malhação e a cara da adolescência. As três atrizes já se destacaram mesmo e o David está repetindo o mesmo papel. Vamos torcer para que continue assim porque a receptividade do público foi boa. Abração.

Sérgio Santos disse...

Oi Milene, foi bacana, né? Também gostei das situações abordadas e detestei a volta do Mocotó (chato mesmo). David Lucas repete os nerds que o 'perseguem', uma pena. Beijos!

Carlos disse...

Mas Sérgio, a comparação nem é a vingança em si, pq esse tema é muito velho, assim como vários outros. A questão é: como o tema é abordado.

Mas a comparação com Revenge vai além. Esse link explica bem. (http://extra.globo.com/noticias/seis-que-sabem/revenge-avenida-brasil-5586423.html). Por mais que o autor tenha feito a sinopse com antecedência, ninguém garante que na "pré-produção" ele tem modificado alguns detalhes. A Norma se vingou do Léo, mas não tinha nenhum amor de infância. O mesmo podemos falar de várias outras personagens que nada tem a ver com revenge apesar da vingança ter sido a trama central.

Aos poucos vc tá descobrindo pq não assisto essa novela, só juntar todos os meus posts "negativos" e pronto kkkkk.

Abraço!

Bia Hain disse...

Oi, Sérgio, tem razão. Usou um termo no qual que não havia pensado mas é o que parece, um remake dos primeiros episódios. Confesso que parei para espiar quando ouvi o termo Mocotó, e dei de cara com o André Marques mais robusto. Dá aquela sensação de voltar no tempo, o que sempre é bom. Um abraço!

Sissym disse...

Sergio, achei bacana o André Marques voltar. É uma série que vem atravessando anos com sucesso.

Bjs

FaloTV disse...

Estou curtindo a nova malhação, os personagens, atores, história, trilha sonora, e a abertura (e que abertura incrivel, a melhor de malhação até agora) era o que a grade da globo estava precisando uma novela destinada a jovens adolescentes falando sobre jovens adolescentes, não uma novela que mais parecia novela das 9, cheia de drama (Não que eu não goste, mas tem que dar uma equilibrada, drama em 5 novelas??), só acho que se colocassem outro ator no lugar do david lucas seria melhor, ele acabou de sair de uma novela das 9, e não é só por isso, todo papel dele ele tem a mesma cara, não mostra facetas (Também só dão papel de humor pro cara), e poderia abordar o lesbianismo, pois o homossexualismo entre homens já é muito abordado (Acho que o personagem é!), mas gostei de tudo e nunca tinha visto uma malhação tão boa a tempo. Abçs

Rita disse...

Apesar de ter saudades das que já se foram...Gosto de assistir, e a volta de André Marques vulgo Mocotó srsrrs

Foi muito bom....vamos continuar assistindo, e ver como fica
Abraços com carinho
Bjuss
Rita!!!!

Sérgio Santos disse...

Carlos, já havia lido esse mesmo link! Não costumo acompanhar essas séries, então no meu caso nem fez diferença. Ainda assim ,acho a novela incrível e continuo achando que você deveria acompanhar pelo menos alguns capítulos por semana! rsrs Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Bia, obrigado pelo comentário. Essa fase dá uma sensação de nostalgia mesmo e você foi muito gentil ao classificar o André como 'robusto'. rs Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Sissym, Malhação dificilmente sairá da grade da Globo. Já enfrentou fases de imenso sucesso, de grandes fracassos, mas continua lá, firme e forte. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Falotv, obrigado pelo comentário. A fase já prometia nas chamadas e cumpriu após a estreia. Tudo está bem harmônico por enquanto e agradou. Acho que esse tema sugerido por você é muito bom ,mas não sei se o Ministério da Justiça ia deixar abordarem com a seriedade e a complexidade que o tema impõe, mas seria bacana. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi Rita, obrigado pelo comentário. O Mocotó permanecerá na história por duas semanas, se não me engano! Beijos!

Anônimo disse...

Ah malhaçao possa tah legal mais como a de 2005 impossivel.

Sérgio Santos disse...

Oi "Anônimo", obrigado pelo comentário. A fase de 2005 foi a da Betina (Fernanda Vasconcellos), se não me engano, e eu achei essa fase muito ruim! Abração!

Samanta Sammy disse...

Olá querido amigo, como vai?

Puxa que legal saber da volta do André Marques, eu acompanhava Malhação na época dele e tive o prazer de conhecê-lo pessoalmente, assim como o Luigi Barrichelli e outros atores. Eles foram grava na cidadezinha onde eu morava e ficaram por lá a algumas semanas. Realmente era uma fase ótima do programa! Depois disso, assisti poucas vezes, mas sempre acho interessante. Na minha opinião é um pouco difícil diversificar um programa assim, visto que os conflitos e temas desta idade são os mesmos, então acho que serão sempre interessantes. Sem dúvidas a presença dele vai dar um Up, ele é muito divertido e talentoso :)

Grande abraço e bom finalzinho de semana :D

Sérgio Santos disse...

Oi Samanta, obrigado pelo comentário. Os conflitos costumam ser os mesmos e por isso que fica até difícil ter uma grande variedade de situações, mas a atual temporada acertou em cheio e está muito agradável de se ver. Beijos e boa sexta!