terça-feira, 27 de março de 2012

Jonas: um jogador que merece ganhar o BBB12

E a profecia se cumpriu. A final do Big Brother Brasil 12 terá um participante que não merecia estar ali: Fabiana. Não que Fael merecesse, mas como há uma torcida imensa que o apóia, seria previsível vê-lo lá. Na última prova, vimos o trio restante participar de um jogo de perguntas e respostas. Após muita tensão, Fabi conseguiu vencer Jonas na última questão. É finalista. Com isso, Jonas e Fael se enfrentam no último paredão dessa edição.


Em todas as edições foi exatamente isso que aconteceu. Um participante que nunca teve uma grande torcida, e muitas vezes era até rejeitado, ou que se comportou como uma samambaia, chega na final. Fabiana foi uma grande jogadora. Sabe manipular seus concorrentes, abandonou sua melhor amiga e aliada na reta final por pura estratégia e soube pressionar os adversários nas provas de resistência, utilizando a tática da irritabilidade, o que ela sabe fazer com perfeição. Ou seja, 'planta' ela não é. Fabiana se encaixa na categoria de pessoas rejeitadas que permanecem até o último dia de programa graças à sorte ou às sucessivas vitórias nas provas do líder.

Mas esse post não é sobre essa moça, e sim
 o porquê de Jonas merecer ganhar do Fael no paredão e faturar o prêmio na grande final. Fael foi um jogador nulo. Fugiu de conflitos, deixou ser humilhado por Laisa e Rafa, sem reagir quando ambos o confrontaram. Preferiu se esconder e dizer que 'se estivesse errado, pagaria por isso'. Não vou entrar na questão dos rodeios, prática que desprezo totalmente, porque prefiro me ater somente ao jogo. Não acho que Fael tenha sido menos planta que a Kelly. Ambos ficaram escondidos atrás de seus aliados. Kelly atrás de Fabiana e Fael de Jonas. Se a espanhola Noemí não tivesse entrado no BBB, o que Fael teria pra contar sobre sua participação? Difícil responder.

Jonas foi um grande jogador. Soube, com genialidade, sair do grupo Selva assim que percebeu a combinação explícita de votos. Percebeu que Jakeline poderia estar sendo vista como vítima aqui fora e se aliou ao Grupo Praia. Tudo começou de uma maneira gradativa. Sem muito alarde. Após um tempo, ninguém mais lembrava que Jonas era muito mais ligado ao grupo que ajudou a exterminar do que com a Praia. Enquanto a Selva dominava o BBB, Jonas foi o responsável pela reação da Praia. Um grupo de pessoas apáticas e sem expressão, que só acordou pro jogo quando Jonas pôs as cartas na mesa e deu um ultimato: 'Se a gente não reagir, seremos eliminados um a um.' Mesmo enfrentado um baque com o confronto com seu amigo João Maurício, Jonas não se acovardou e continuou liderando o grupo. Fingiu que não ficou indignado pelos votos de Fabiana e Kelly (que acabaram protegendo João Carvalho, levando JM ao paredão), já que sabia que precisava delas para sobreviver no jogo. A tática deu certo. Ambas ficaram com peso na consciência e viram a besteira que fizeram. A união do quarteto e a sobrevivência deles no jogo se deve a Jonas, um jogador que usou o termo 'não dividir votos', ao invés de combinar votos; tudo para manter seu time diferenciado do adversário. E fez tudo isso sem nunca tripudiar em cima da derrota dos outros, afinal, a arrogância muitas vezes pode derrubar a popularidade de um participante.

Em se tratando de 'relacionamentos', Jonas nunca enganou Monique e Renata. Ficou com ambas, mas nunca prometeu namoro e nem amor eterno. Sempre fez questão de enfatizar que era pura diversão. Ele ficou com duas, Renata e Monique com dois cada uma. Nada demais nisso. O seu foco sempre foi o jogo. Seria conveniente pra ele fingir que estava apaixonado por Monique, por exemplo, e assim ganhar pontos com os telespectadores que ainda acreditam em casais no BBB. Não fez. Preferiu ser sincero.

Nessa edição, tivemos uma legião de participantes inexpressivos e sem um pingo de carisma. Monique pode ser considerada a exceção. Os únicos jogadores que tiveram a minha torcida foram Jonas e João Maurício. Posteriormente, Monique se juntou a esse meu pequeno 'grupo'. Infelizmente os dois já saíram. Portanto, torço para Jonas ganhar esse BBB, pois ele fez por merecer. Sei que as chances de vê-lo vencedor são pequenas, uma vez que Fael tem uma torcida muito grande e é provável que ganhe esse último paredão. Mas ainda assim, acredito numa possível virada inesperada. Caso não aconteça, fica aqui o meu parabéns pelo jogo do BBB Jonas.

6 comentários:

Anônimo disse...

Ainda que concorde consigo a respeito de Fael e, principalmente, de Fabiana; devo dizer que em termos concordo com sua opinião a respeito de Jonas, acreditando que dentre os 3 - dando a mão a palmatória, ele seja o melhor. Melhor dentre os 3 porque foi o único a realmente se expor e jogar
, fazendo jus ao prêmio.

Acho ridículo o pensamento de alguns a respeito do BBB e a noção de jogo limpo. Os únicos BBBs que jogaram limpo, na minha opinião, foram aqueles que ganharam por serem "pobres" - Cida e Mara. O resto não fez jogo limpo não. Apelaram pra casal, apelaram pra religiosidade, pra pseudo pobreza, pseudo ingenuidade e outras pseudo bizarrices (bizarrices por que não eram aquilo que pregaram durante todo o programa).

No quesito praia x selva - os últimos pecaram muito mais pela arrogância que pela combinação de votos. Da praia, o que podemos dizer? O grande articulador foi o JM, sem ele, e não Jonas, os praianos teriam se rendido à selva ou teriam feito um jogo muito mais coerente com o tal jogo limpo, isento de combinação de votos. Embora não ache combinação de votos um jogo sujo - percebo que o público que realmente vota não compartilhe de meu pensamento, acabando por extrair do jogo articuladores inteligentes como p.ex. JM.

Agora, dentre meus limites que nem entram combinação de votos, o pior, ainda que faça parte de um jogo e de uma estratégia, é usar-se deliberada e surtivamente pessoas de um grupo já taxado como "inimigo" pra não ser votado. E o maior jogador, dentre os 3 a utilizar este recurso foi o Jonas. Muito embora não tenha aproximado-se de líderes selvagens, soube jogar muito bem tanto com Renata quanto com Monique, pra que as mesmas se colocassem contra uma possível votação em sua pessoa, o que em pelo menos 3 vezes isso ocorreu (uma das quais a própria mãe do moçoilo admitiu a proteção de Monique pra ele não fosse votado). Realmente ele nunca prometeu nada, mas também não foi honesto quando, depois de "ficar", "aproveitar" ou que outro nomes tenha, não perdia a oportunidade de falar mal ou desdenhar das duas - ainda que ambas não ficassem atrás ao colocar em xeque sua orientação sexual - mesmo ciente e depois disto e ele ia lá e ficava com elas... Isto pra mim não é jogo sujo, mas medo de votação, medo de paredão! Assim, o jogo dele não foi límpido (como gostam de falar) e nem fruto de coração "bão" - aliás um apelo ridículo porque ninguém é capaz de medir as intensões e atitudes de alguém num JOGO!!!! Na vida real já é difícil avalie num JOGO!!!

O jogo covarde que ele, Jonas, ao meu ver, fez é muito mais aprazível que a covardia de não se expor e não jogar e, como ratos, comer restos e ficar esgueirando-se pelas beiradas.

Ao meu ver, nenhum dos 3 merece o prêmio, mas se for pra escolher um que seja o Jonas, pela coragem de um jogo ainda que covarde.

#FICAJONAS

#JONASCAMPEÃO

Sérgio Santos disse...

Anônimo, obrigado pelo seu excelente comentário. Realmente3 João Maurício tinha uma visão de jogo excepcional, assim como Jonas. Mas ambos cometeram um erro: se deixaram enganar por Rafa por um bom tempo.

Concordo com você sobre o jogo limpo X jogo sujo. Nunca fui contra a chamada combinação de votos, uma vez que isso faz parte do reality, mas sim da forma como isso é feito. A Selva se autodenominou campeã do programa logo na segunda semana e, sem dúvida, a arrogância foi um dos principais motivos para a derrocada do grupo.

Preferia ver João Mauricio campeão, mas como não dá mais, torço para Jonas, que também já tinha a minha simpatia desde o início. Fael não fez absolutamente nada para merecer o prêmio. Ficou na sua zona de conforto. Vamos ver como se dará o rumo do jogo. Abraço!

Anônimo disse...

PARABÉNS PELO SEU TEXTO..REFLETE MINHA LINHA DE RACIOCÍNIO FAZ VALER A PENA A MINHA TORCIDA POR JONAS!!

Sérgio Santos disse...

Obrigado! Vamos aguardar e torcer. Abraço!

Pura Emoção! disse...

Gosto muito da maneira real que você comenta e observa as notícias! Parabéns amigo!!Abraços

Sérgio Santos disse...

Muito obrigado pelo elogio, Pura emoção! Beijos!