sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

"The Voice Kids" já é uma das gratas surpresas da Globo em 2016

Estreou no primeiro domingo de 2016 (dia 3 de janeiro), a versão infantil do "The Voice Brasil". O "The Voice Kids" chegou para ocupar a vaga deixada pelo "Esquenta!" (que entrou de férias e voltará em abril), entrando no ar justamente no horário da primeira temporada da versão adulta da competição musical. E a estreia foi bastante promissora, recheada de talentos mirins, e os demais programas vêm conseguindo manter a boa impressão inicial.


Tiago Leifert segue na apresentação e Carlinhos Brown continua no juri. Porém, finalmente houve uma renovação maior no time. Cláudia Leitte, Michel Teló e Lulu Santos não participam do Kids, cedendo lugar para Ivete Sangalo e a dupla sertaneja Victor e Leo. Aliás, embora quatro jurados continuem fazendo parte da atração, o esquema funciona com três times, um a menos que a versão adulta. Isso porque os sertanejos agem como 'um só'. Ou seja, eles sentam em duas cadeiras, mas as mesmas só viraram juntas. Um tinha que concordar sempre com o outro na hora de selecionar um candidato.

O programa foi uma grata surpresa. Principalmente levando em consideração a terceira e a quarta temporadas do "The Voice Brasil", que foram muito fracas ----- poucos participantes se salvavam e os técnicos cansaram fazendo as mesmas observações e gracinhas, deixando claro que uma renovação era mais do que necessária.
Os talentos mirins foram muitos logo na estreia e a quantidade de belas vozes impressionou. Eram muitas crianças carismáticas, desenvoltas e afinadas. É até difícil observar algum pior, pois o grande número de talentos segue ao longo da disputa.

E é justamente isso que se buscava nas duas últimas temporadas dos adultos: uma competição de alto nível, onde é praticamente impossível escolher com tranquilidade o melhor. A atração ainda está na metade, então é lógico que haverá criança com menos voz ao longo da competição ou que não se saia bem em alguma música. Mas, ainda assim, é preciso elogiar essa qualidade da seleção mirim. Aliás, não só na parte dos competidores, como também na parte do juri. Ivete Sangalo está completamente à vontade e tem todo um jeito delicado de tratar as crianças. Já Victor e Leo se mostraram muito mais seguros e entendedores do que Daniel e Michel Teló, provocando uma ótima impressão. Até mesmo o Carlinhos Brown ficou menos cansativo ao lado dos novos companheiros.

A espontaneidade das crianças é outro grande atrativo do "The Voice Kids". Elas não têm filtro e falam o que bem entendem. Alguns tropeços também divertem, como o da estreia, onde um menino disse "Eu 'ouvo' mais pop", sendo imediatamente interrompido por Carlinhos Brown, que retrucou dizendo que também gostava muito de ovo. Outro ponto alto tem sido a escolha de repertório. A qualidade das músicas escolhidas é uma surpresa agradabilíssima e um verdadeiro presente para os ouvidos. Alguns adultos das temporadas anteriores, aliás, deveriam aprender com elas e com os pais das mesmas, até porque, com certeza, eles têm participação na escolha dos pequenos. Até agora, por exemplo, teve Queen, Maná, Dorgival Dantas, Jackson Five, Os Saltimbancos, Dorival Caymmi, Pitty, Balão Mágico, Cássia Eller, entre tantos mais.

A atração já é um grande acerto na Globo na faixa da tarde, uma vez que aumentou em cinco pontos a média do horário (a estreia marcou 18 pontos) e ainda entrou logo depois de outro êxito e tanto: o especial da "Escolinha do Professor Raimundo - Nova Geração", que a emissora vinha reprisando aos domingos ----- os programas, sete ao todo, foram produzidos em parceria com o Canal Viva, que exibiu cinco em primeira mão, no final de novembro do ano passado. Pena que, com o término do humorístico, a emissora tenha optado em antecipar o horário da disputa musical, colocando logo depois do "Esporte Espetacular", às 13h --- seria bem mais vantajoso se fosse exibido depois da "Temperatura Máxima", até porque os índices caíram com a antecipação da grade. Porém, a questão da mudança do horário é um detalhe que não afeta o bom conjunto do programa.

A equipe do "The Voice Brasil" teve uma ótima decisão de produzir uma versão infantil do reality musical. Assim como ocorreu com o "MasterChef Júnior", exibido na Band, o programa com crianças surpreendeu e agradou em cheio o público, mostrando que a televisão também pode dar espaço para os pequenos. O "The Voice Kids" tem tido uma excelente e atrativa disputa de belíssimas vozes, superando facilmente as duas últimas fracas temporadas da versão adulta. Os talentos mirins vêm impressionando quem assiste, principalmente após o início da fase das batalhas. Com certeza a atração já é uma das melhores surpresas de 2016.

25 comentários:

Ernane disse...

Concordo. E já superou a adulta.

Renato disse...

To curtindo bastante, mas ao contrário de vc não gostei do horário. Na noite de sábado seria melhor ou até no lugar do Faustão dando umas férias pra ele até abril.

Anônimo disse...

Adoro o programa e nem botava muita fé.

Fernanda disse...

Essa mudança dos jurados era vital e essa versão Kids só expos o óbvio.Não aguentava mais Claudia Leite e aquele Teló ou Daniel. E tinham que ter tirado o Brown também. To adorando acompanhar e tb acho que deveria vir depois da Temperatura Máxima,não antes.

William O. disse...

É um bom programa mesmo e tão bom quanto o Masterchef Júnior. Vale a pena abrir espaço pra criança sim na tv.

Anônimo disse...

O bom dessa versão foi a renovação geral. Mudaram os perfis dos candidatos, mudaram os jurados, mudou tudo. Aí veio o natural frescor. O adulto já estava agonizando.

Kika disse...

As crianças são encantadores e to torcendo pra Julia Gomes!

Lulu on the sky disse...

Oi Sérgio,
Diria que a versão infantil tem superado minhas expectativas
Big Beijos
Lulu on the Sky

Ulisses disse...

Gosto desse programa e já superou com fola a versão adulta.

Vera Lúcia disse...


Não vejo, Sérgio, mas me chama atenção nas chamadas o alto nível de seleção, pois são vozes maravilhosas. As crianças cantam com emoção e entrega.

Abraço.

Sérgio Santos disse...

Já sim, Ernane.

Sérgio Santos disse...

Seria uma boa tb, Renato.

Sérgio Santos disse...

Tb nao, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Isso, Fernanda.

Sérgio Santos disse...

Vale sim, William.

Sérgio Santos disse...

Jaá mesmo, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Julia é ótima, Kika.

Sérgio Santos disse...

Né, Lulu? bj

Sérgio Santos disse...

Concordo, Ulisses.

Sérgio Santos disse...

Cantam mesmo, Vera.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Minha família faz questão de não perder um só dia do The Voice Kids. Gostamos de tudo: candidatos, repertório, jurados. Eu ousaria dizer que é o melhor programa de TV aos domingos, Acrescento que o Caldeirão do Huck é o pior programa aos sábados.

Anônimo disse...

Caldeirão do Huck não é o pior programa do sábado.

Sérgio Santos disse...

É mt bom, né Elvira.

Sérgio Santos disse...

Tb acho que não, anonimo. Embora não goste.

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.