terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Retrospectiva 2014: os melhores atores e as melhores atrizes do ano

O ano de 2014 foi repleto de grandes atuações e foram muitos os atores e as atrizes que se destacaram positivamente. Em 2013, coloquei todos estes grandes profissionais das artes cênicas na lista dos destaques do ano. Porém, para não misturar muitas categorias e deixar a postagem longa demais, optei em dividir, deixando um texto para citar os atores/atrizes e outro somente para as produções. Cabe ao leitor concordar, discordar ou acrescentar mais nomes.





Melhor Atriz (1): Patrícia Pillar.
A atriz impressionou com sua atuação na minissérie "Amores Roubados", onde interpretou a problemática Isabel Favais, e brilhou protagonizando o remake de "O Rebu". A sofisticada empresária Angela Mahler foi lindamente vivida pela atriz e a complexa personagem proporcionou para Patrícia cenas fortes e intensas. Ela se destacou do início ao fim, fez uma ótima parceria com Sophie Charlotte e ainda foi a protagonista da cena mais surpreendente do último capítulo: a sequência onde Angela é assassinada enquanto está sozinha e deprimida em sua mansão. 




Melhor Atriz (2): Sophie Charlotte.
Depois de ter se destacado em 2013, na pele da dúbia Amora Campana, em "Sangue Bom", a atriz ganhou mais uma ótima personagem em "O Rebu". A controversa Duda ganhou uma intérprete à sua altura e Sophie brilhou logo na estreia, quando a menina canta Sua Estupidez, enquanto chora a dor da perda do seu 'amado'. Ela ainda foi muito exigida na reta final, uma vez que foi a sua personagem que bateu na cabeça de Bruno e o trancou no freezer. Esta foi uma das cenas mais fortes do remake e a atriz se entregou por completo. E para fechar o ano com chave de ouro, cantou a mesma música no especial de fim de ano do Roberto Carlos, emocionando o público.


Melhor Atriz (3): Júlia Lemmertz.
A última Helena de Manoel Carlos foi dada de presente para a atriz com o intuito de fechar o ciclo iniciado por sua falecida mãe, a saudosa Lilian Lemmertz. A personagem, infelizmente, não foi bem desenvolvida pelo autor, mas Júlia deu tudo de si e fez o que pôde. A atriz convenceu em todas as cenas e viveu intensamente todas as angústias da Helena, fazendo ainda um ótimo casal com Humberto Martins (Virgílio). Os embates que tinha com Bruna Marquezine (Luiza) também foram muito bem interpretados por ela. Sempre é bom ver Júlia Lemmertz atuando e com uma personagem de destaque. 




Melhor Atriz (4): Lilia Cabral.
Mais uma vez a atriz está se destacando e mostrando seu conhecido talento. Na pele da ambiciosa Maria Marta, em "Império", Lilia brilha e comprova o acerto de sua escalação. É uma das atrizes prediletas de Aguinaldo Silva. Apesar da personagem não ter sido a vilã que foi prometida no início, a imperatriz é um dos destaques da novela das nove e Lilia Cabral já protagonizou várias cenas excelentes, tanto com Alexandre Nero, quanto com Andreia Horta, Daniel Rocha, Caio Blat e Othon Bastos. Recentemente, emocionou na sequência da falsa morte do comendador e do nascimento dos filhos de João Lucas e Du.


Melhor Atriz (5): Fernanda Montenegro.
A atriz mais respeitada deste país divertiu a todos com sua adorável Dona Picucha, na ótima série "Doce de Mãe", produção que foi responsável pelo Emmy Internacional dado a ela em 2013. Fernanda protagonizou a história com maestria e deu um show tanto nas cenas cômicas quanto nas dramáticas, o que não foi nenhuma surpresa para os admiradores do seu trabalho. A personagem era um encanto e a atriz esteve impecável. Sempre é preciso aplaudi-la de pé. 



Melhor Atriz (6): Débora Falabella.
Após ter feito um imenso sucesso como a vingativa Nina, de "Avenida Brasil", em 2012, a atriz voltou ao ar com uma personagem extremamente problemática e desequilibrada emocionalmente na série de Glória Perez. O resultado não poderia ter sido diferente: ela impressionou com sua atuação e colocou a Ray, de "Dupla Identidade", na lista de ótimos papéis de sua carreira.


Melhor Atriz (7): Juliana Paes.
A histérica Catarina foi muito bem interpretada pela atriz, que fez ótimas cenas com Osmar Prado (Epaminondas), Jhonny Massaro (Ferdinando) e Geytsa Garcia (Pituca). A personagem era exagerada e Juliana soube dar o tom certo, o colocando uns dois degraus acima propositalmente. Juliana Paes mesclou bem o drama do seu papel com o lado cômico que ele tinha e se destacou merecidamente. 


Melhor Atriz (8): Giulia Gam.
Ela brilhou absoluta em 2013 em "Sangue Bom", quando interpretou a maravilhosa Bárbara Ellen, uma de suas melhores personagens na carreira. Agora ela da vida a Carlota, principal vilã de "Boogie Oogie". Ao contrário do papel na ótima novela das sete, a personagem não tem humor algum e tem um grande segredo que virou o mote principal da história. É um dos principais destaques da trama e a atriz está ótima.


Melhor Atriz (9): Denise Fraga e Cláudia Mello.
As duas merecem uma menção simultânea porque são parceiras de longa data no teatro e mais uma vez estiveram impecáveis na série "3 Teresas", no GNT. Teresa e Teresinha foram lindamente interpretadas pelas duas, que conseguiram fazer rir e chorar ao longo da segunda temporada. São atrizes talentosas e dedicadas. Pena que a presença delas é tão rara na televisão. 



Melhor Atriz (10): Isis Valverde.
Depois de ter protagonizado "O Canto da Sereia", em 2013, a atriz se destacou em "Amores Roubados", na pele da controversa Antônia, que se envolvia com o perigoso Leandro e via sua vida destruída. Sua atuação foi merecedora de elogios, assim como a de todo o elenco que brilhou do início ao fim. Agora ela tem convencido interpretando a voluntariosa mocinha Sandra, em "Boogie Oogie".







Melhor Ator (1): Tony Ramos.
Tony completou 50 anos de carreira em 2014 e comemorou da melhor forma possível. Angariou uma legião de elogios por sua performance como Getúlio Vargas, no filme "Getúlio", e ainda se destacou em "O Rebu", na pele do canalha Carlos Braga. Depois de tantos homens íntegros, o ator pôde mostrar uma face pouco conhecida com o papel de empresário inescrupuloso no remake de George Moura e Sérgio Goldenberg. Braga era um grande personagem e os autores acertaram em cheio ao escalar Tony Ramos para interpretá-lo. 


Melhor Ator (2): Irandhir Santos.
Em "Amores Roubados", o ator chamou atenção na pele do perigoso e obcecado João da Silva, fiel capanga do poderoso Jaime Favais (Murilo Benício). Mas foi em "Meu Pedacinho de Chão" que Irandhir Santos brilhou absoluto ao interpretar o cativante Zelão, capataz ignorante que se apaixonava por uma professora. Ele protagonizou inúmeras cenas tocantes e emocionou do primeiro ao último capítulo. Um ator com todas as letras maiúsculas que ganhou merecidamente o troféu APCA (Associação Paulista dos Críticos de Artes) de Melhor Ator. 


Melhor Ator (3): Alexandre Nero.
Aguinaldo Silva escreveu o protagonista de "Império" pensando no ator e estava certo ao confiar o personagem a ele. Alexandre está impecável na pele do comendador e sua entrega é visível. Todas as cenas exigem muito do intérprete, que corresponde à altura. Não por acaso tem recebido vários elogios por sua atuação e vem ganhando vários prêmios também. Fruto de um ótimo trabalho. 


Melhor Ator (4): Osmar Prado.
Ele conseguiu se destacar em "Amores Roubados", na pele do empresário traído Roberto Cavalcanti, e depois conseguiu mergulhar com maestria no universo lúdico de "Meu Pedacinho de Chão", vivendo o autoritário Coronel Epaminondas. O personagem aparentemente era um vilão, mas no fundo tinha um bom coração. O ator mais uma vez mostrou seu talento e fez bonito no remake dirigido por Luiz Fernando Carvalho e escrito por Benedito Ruy Barbosa. 


Melhor Ator (5): Humberto Martins.
Apesar do equívoco que foi "Em Família", o ator convenceu com o seu sofrido Virgílio na novela de Manoel Carlos e sua atuação já está entre as melhores da carreira. O personagem era complexo e poderia cair na chatice se não fosse o talento do intérprete, que soube dar todas as nuances que o papel pedia. Ele fez várias cenas dramáticas e se destacou em todas elas. Ainda teve química com Júlia Lemmertz. Foi um dos poucos acertos do folhetim. 



Melhor Ator (6): Murilo Benício.
Seu grande trabalho de 2014 foi, sem dúvida, o poderoso empresário Jaime Favais, em "Amores Roubados". Foi perceptível a entrega do ator, que não lembrava em nada o ingênuo Tufão, de "Avenida Brasil". Ele fez cenas muito fortes com Patrícia Pillar, Isis Valverde e Cauã Reymond. Mas vale citar também sua boa atuação em "Geração Brasil", vivendo o gênio da tecnologia Jonas Marra, mesmo a novela não tendo sido bem desenvolvida pelos autores. 



Melhor Ator (7): Bruno Gagliasso.
O serial killer Edu já pode ser considerado o melhor personagem da carreira do ator, que batalhou pelo papel, pedindo para Glória Perez uma chance. O psicopata foi brilhantemente interpretado por Bruno, que impressionou com seu olhar macabro, além da expressão corporal, onde imitava um puma de olho em sua presa. A série foi repleta de cenas fortes e o ator deu um show. Sua entrega é digna de muitos elogios.


Melhor Ator (8): Antônio Calloni.
O grande vilão de "Além do Horizonte" era um excelente personagem e foi defendido com maestria pelo ator. O mentor da comunidade que buscava a felicidade era um maníaco que foi ficando cada vez mais violento. Antônio Calloni fez excelentes cenas e, apesar dos problemas iniciais da novela, este papel é um dos melhores (senão o melhor) de sua carreira. Vale destacar ainda o show que ele deu no último episódio de "Eu que amo tanto", série do "Fantástico", onde interpretou um canalha galinha.


Melhor Ator (9): Zécarlos Machado.
Ele novamente se entregou por completo em "Sessão de Terapia". Na terceira temporada da primorosa série do GNT, Zécarlos se destacou mais uma vez vivendo o psicólogo Theo, honrando o seu protagonismo. O personagem é um tipo rico e repleto de nuances, todas muito bem trabalhadas por este grande ator. Sempre é necessário aplaudi-lo.



Melhor Ator (10): Daniel de Oliveira.
O vigarista Bruno Ferraz foi muito bem vivido por ele, que só apareceu no remake em flashbacks, já que seu personagem era assassinado logo no primeiro capítulo. O interesseiro rapaz foi um tipo diferente dos mocinhos bonzinhos interpretados pelo ator nas novelas. E uma de suas melhores cenas foi quando Bruno e Duda discutem, minutos antes dela acertá-lo com um pancada na cabeça. O momento que ele é trancado no freezer também foi impactante e brilhantemente atuado por Daniel. Seus gritos foram aterrorizantes.








Melhor Atriz Coadjuvante (1): Cássia Kiss.
O ano de 2014 foi muito bom para ela. Logo em janeiro, se destacou interpretando a ex-prostituta Carolina, na microssérie "Amores Roubados", recebendo vários elogios merecidos. Meses depois, entrou em "O Rebu" para viver a advogada Gilda, uma mulher amargurada e cheia de complexos. Cássia foi esplendorosa no papel e suas cenas com Patrícia Pillar, Sophie Charlotte e José de Abreu eram maravilhosas. Não por acaso, a atriz ganhou o troféu APCA (Associação Paulista dos Críticos de Artes) de Melhor Atriz por estes dois grandiosos trabalhos.



Melhor Atriz Coadjuvante (2): Drica Moraes.
A Cora, de "Império", foi uma decepção. Isso porque as chamadas iniciais da novela prometiam uma grande vilã, mas, ao longo dos capítulos, a personagem foi se esvaziando e mergulhando em um universo cômico bem desinteressante. Porém, Drica deu um show e foi uma pena o seu afastamento por problemas de saúde. Vale destacar ainda seu ótimo desempenho em "Doce de Mãe", na pele da simpática Rosalinda.


Melhor Atriz Coadjuvante (3): Marjorie Estiano.
Ela foi um dos grandes destaques da primeira fase de "Império", interpretando a Cora jovem. A atriz interpretou a vilã com competência e preparou muito bem a personagem para Drica Moraes. Depois, se destacou novamente na série "Eu que amo tanto", onde viveu a ciumenta Angélica, mulher que largava a família para viver com uma motorista de ônibus. Sua atuação visceral impressionou. E, agora, ela tem brilhado em "Império", interpretando novamente a Cora 'rejuvenescida', substituindo a querida Drica.


Melhor Atriz Coadjuvante (4): Vanessa Gerbelli.
Depois de ter ficado um período na Record, a atriz voltou à Globo para participar da última novela do Manoel Carlos, autor responsável pelo melhor papel de sua carreira (a Fernanda, de "Mulheres Apaixonadas"). E brilhou na pele da desequilibrada Juliana, mulher que era obcecada pela filha da empregada e fazia de tudo para ficar com a criança. A atriz se destacou e fez uma ótima parceria com Marcello Melo Jr..



Melhor Atriz Coadjuvante (5): Iná de Carvalho.
Uma das qualidades da atual temporada de "Malhação" é dar a oportunidade para todos se destacarem. E a grande Iná tem brilhado na pele da encantadora e sacana Dona Dalva, uma avó que todo mundo gostaria de ter. Paraplégica, ela cuida do neto Duca e parece mais jovem que ele. A atriz se destaca tanto nas cenas cômicas quanto nas dramáticas e a sequência de maior impacto foi quando Dalva descobre a morte do seu outro neto, Alan. Iná deu um show e está ótima em seu primeiro trabalho de maior repercussão na televisão.


Melhor Atriz Coadjuvante (6): Betty Faria.
Depois de ter divertido na pele da impagável Pilar, em "Avenida Brasil", a atriz voltou em "Boogie Oogie" vivendo uma outra senhorinha de bem com a vida. Madalena é a matriarca da família protagonista da novela das seis e Betty está ótima. Ela até já cantou em uma sequência onde sua personagem solta a voz na discoteca do filho.


Melhor Atriz Coadjuvante (7): Emanuelle Araújo.
A doce Dandara é um dos destaques do time dos veteranos de "Malhação Sonhos" e está sendo muito bem interpretada pela atriz, que também empresta sua linda voz para a professora de canto dos alunos da Ribalta. Ela já protagonizou tocantes cenas, mesclando música com arte. A personagem proporciona para Emanuelle bons momentos, já que ela é atriz e cantora.



Melhor Atriz Coadjuvante (8): Isabelle Drummond.
A patricinha Megan tinha tudo para ser a melhor personagem da carreira da atriz, mas não foi porque os autores não souberam desenvolvê-la. Entretanto, Isabelle se destacou na pele da fútil menina rica que usava várias expressões em inglês. Mostrou que tem talento para viver papéis de todos os tipos.



Melhor Atriz Coadjuvante (9): Fabíula Nascimento.
Ela está bem demais na pele da invejosa Cristina, tia do mocinho Rafael (Marco Pigossi). Sua personagem é uma quase vilã e a atriz vive pela primeira vez um tipo diferente da mulher boazinha ou dos tipos mais cômicos que estava acostumada a fazer. Ganhou uma personagem interessante e tem conseguido se destacar em "Boogie Oogie".




Melhor Atriz Coadjuvante (10): Vera Holtz e Camila Morgado.
Elas precisam ser mencionadas juntas porque foram as responsáveis pelas cenas mais engraçadas de "O Rebu", uma novela quase toda voltada para o suspense. Vic Garcez e Maria Angélica eram mãe e filha, e muito fogosas. Foram as que mais aproveitaram a festa da mansão de Angela Mahler. Vera e Camila estavam maravilhosas e tiveram uma ótima sintonia.


Melhor Atriz Coadjuvante (11): Heloísa Périssé.
Se livrou completamente do estigma de 'atriz cômica'. Após ter brilhado na série "Segunda Dama", vivendo as gêmeas protagonistas (uma boa e outra má), conseguiu um papel extremamente dramático em "Boogie Oogie". Sua Beatriz é uma mulher submissa que sofre o tempo todo. Um tipo bem exagerado e que cansa pelo excesso de passividade; no entanto, um desafio e tanto para Heloísa, que se sai bem em todas as cenas.


Melhor Atriz Coadjuvante (12): Cláudia Abreu.
Pâmela Parker era caricata e muito exagerada. A atriz fez o que o papel propôs e mais uma vez se destacou. É sempre um prazer vê-la atuando, mas esta foi mais uma personagem que não foi bem desenvolvida em "Geração Brasil". A ótima parceria que ela teve com Isabelle Drummond poderia ter sido muito mais explorada, o que não foi feito, assim como a aproximação da senhora Parker com Ernesto, que demorou demais. Entretanto, problemas à parte, sua atuação merece elogios e resta torcer para que seu próximo papel faça jus ao seu talento.



Melhor Atriz Coadjuvante (13): Bianca Bin.
Ela está muito bem na pele da patricinha que não se importa em magoar os outros para atingir seus objetivos. Vitória, de "Boogie Oogie", é uma personagem que alterna momentos de bondade com atos típicos de uma vilã e Bianca consegue imprimir bem todas estas nuances. Está em um grande momento na carreira e sua evolução é nítida.









Melhor Ator Coadjuvante (1): Reynaldo Gianecchini.
Depois de "Guerra dos Sexos", onde viveu o ingênuo Nando, o ator se destacou na pele do Cadu. O personagem de "Em Família" foi bem interpretado pelo Gianecchini, que mostrou um claro amadurecimento profissional. Ele, inclusive, foi o protagonista da cena mais tocante da novela, quando o rapaz encontra a família do doador de seu coração, e emocionou.



Melhor Ator Coadjuvante (2): Luis Miranda.
Ele foi um dos pouquíssimos acertos de "Geração Brasil". A sofisticada Dorothy Benson era um transgênero e o ator conseguiu interpretar este difícil papel sem cair na caricatura. Ele parecia mesmo uma mulher e suas cenas eram sempre ótimas. O trabalho de composição de Luis foi impecável e merecedor de muitos elogios.


Melhor Ator Coadjuvante (3): Marcello Melo Jr..
O violento Jairo foi um dos poucos tipos de "Em Família" que caíram no gosto popular. O ator conseguiu se destacar em cena e o seu personagem foi ganhando cada vez mais importância na problemática trama de Manoel Carlos. Marcello teve sua carreira fortificada pelo papel e ainda foi o merecido vencedor da "Dança dos Famosos" de 2014. Um ótimo ano para ele.




Melhor Ator Coadjuvante (4): José de Abreu.
O advogado Bernardo era braço direito do poderoso Braga e o ator fez ótimas cenas com Tony Ramos e Cássia Kiss em "O Rebu". O dúbio personagem tinha sérios desvios de caráter, mas seu lado mais humano foi aflorando na reta final do ótimo remake. Um tipo que foi muito bem interpretado por José de Abreu, que já se acostumou a viver perfis mais canalhas.



Melhor Ator Coadjuvante (5): Leandro Hassum.
O ano foi ótimo para o ator. Brilhou no cinema e ainda conseguiu se destacar em "Geração Brasil" com o seu atrapalhado Barata. O personagem exagerado e bonachão caiu feito uma luva para Leandro, que dominou o papel rapidamente. A paixão platônica que o empresário tinha por Verônica provocava pena em quem assistia e o ator fez uma ótima parceria com Taís Araújo.




Melhor Ator Coadjuvante (6): Aílton Graça.
No início do ano, o ator brilhou vivendo o delegado Lopes, na série "O Caçador", e o personagem foi um desafio para ele, após ter interpretado tantos tipos cômicos. E, pouco tempo depois, em "Império", Aílton ganhou a Xanna Summer de Aguinaldo Silva, um homem que se veste de mulher e tem voz esganiçada. O tipo caricato está sendo interpretado com competência e ele já levou alguns troféus por sua interpretação. Apesar do papel ter perdido o destaque, o ator continua muito bem.


Melhor Ator Coadjuvante (7): Flávio Bauraqui.
O ingênuo Rodapé era parceiro de Zelão e o ator fez hilárias cenas com Irandhir Santos. Apesar de ter tido muitas cenas cômicas, uma das sequências mais bonitas da novela foi feita por ele e seu colega de cena: quando o capataz pede para o amigo, tão analfabeto quanto ele, escrever uma carta para Juliana. O personagem era típico das histórias infantis e o tom exagerado que Flávio deu a ele foi apropriado.


Melhor Ator Coadjuvante (8): Odilon Wagner.
Há anos sem ganhar um bom papel na televisão, Odilon conseguiu um ótimo personagem em "Malhação Sonhos". Heideguer é um vilão sarcástico e ambicioso que ganha dinheiro manipulando resultados de competições de muay thai. O advogado é o grande vilão da temporada e manipula vários personagens com facilidade, sem sofrer desconfianças. O ator está perfeito no papel.



Melhor Ator Coadjuvante (9): Antônio Fagundes.
Depois de ter brilhado na pele do intolerante César, em "Amor à Vida", o ator ganhou um personagem de menor importância em "Meu Pedacinho de Chão", mas completamente diferente de tudo o que ele já tinha interpretado. O fofoqueiro Giácomo era dono do bar da cidadezinha lúdica criada por Luiz Fernando Carvalho e Fagundes foi muito bem. Sua interpretação estava uns 3 tons acima, de acordo mesmo com a linguagem do folhetim, e ele andava saltitando como se estivesse em um desenho animado. Foi uma grata surpresa.







Atriz Mirim (1): Bianca Vedovato.
A menina está ótima em "Malhação Sonhos" interpretando a esperta Tomtom, amiga e parceira do irmão Pedro (Rafael Vitti). A personagem não tem tanto destaque, mas recentemente a atriz foi mais exigida por causa da separação dos pais e correspondeu à altura.



Atriz Mirim (2): Giovanna Rispoli.
Após ter brilhado na primeira fase de "Em Família", vivendo a fria Shirley, a menina ganhou uma outra pestinha em "Boogie Oogie". A debochada Cláudia é uma ótima personagem e a atriz tem conseguido protagonizar sequências muito boas na novela de Rui Vilhena. Suas cenas são sempre recheadas de ironias e maledicências.



Atriz Mirim (3): Geytsa Garcia.
A encantadora Pituca foi uma grata surpresa de "Meu Pedacinho de Chão" justamente por causa de sua intérprete. Geytsa tem uma naturalidade para interpetrar e isso pôde ser visto na lúdica novela. A menininha que amava sair para passear com melhor amigo Serelepe foi muito bem defendida por ela.




Ator Mirim (1): Tomás Sampaio.
O sapeca Serelepe se destacou em "Meu Pedacinho de Chão" e no final da novela foi mostrado para o público que toda aquela linda história era fruto da imaginação do garoto travesso. Tomás o interpretou muito bem e o garoto tem carisma. Ele ainda fez uma ótima dupla com Geytsa.



Ator Mirim (2): JP Rufino.
Ele foi uma grata revelação de "Além do Horizonte" e ganhou merecidos prêmios por sua atuação na novela. O travesso Nilson foi um dos destaques da história de Carlos Gregório e Marcos Bernstein. Agora ele interpreta o Azeitona em "Alto Astral" e, apesar da novela ainda estar no começo, já está se destacando na pele do simpático personagem. Tem um futuro promissor na televisão.

Ator Mirim (3): Victor Figueiredo.
O menino já tinha brilhado em "Flor do Caribe" e novamente se destacou na novela de Manoel Carlos. Ivan, de "Em Família", era um menino esperto e o entrosamento que o ator teve com Reynaldo Gianecchini e Giovanna Antonelli ficou nítido desde a primeira cena.








Atriz Revelação (1): Isabella Santoni.
A lutadora Karina caiu nas graças do público logo de cara. A personagem sofre de baixa autoestima e tem a luta como seu ponto de apoio. Ou seja, é um tipo complexo e que precisaria de uma atriz talentosa para interpretá-lo. E esta atriz foi encontrada pela equipe de "Malhação Sonhos". Isabella fez uma participação na série "As Canalhas", do GNT, e ganhou projeção na atual temporada da novelinha adolescente. Ela é um dos grandes destaques da trama e faz um ótimo par com Rafael Vitti, que vive o Pedro.



Atriz Revelação (2): Bruna Hamu.
Ela fazia parte do elenco de apoio de "Sangue Bom" e ganhou a chance de protagonizar "Malhação Sonhos". Na pele da mocinha Bianca, a atriz tem feito ótimas cenas e mostra que tem talento. A personagem é uma patricinha que sonha em ser atriz e faz de tudo para conseguir atingir seus objetivos. Bruna ainda tem química com Arthur Aguiar (o Duca) e faz uma ótima parceria com Isabella, que interpreta sua irmã na história de Rosane Svartman e Paulo Halm.


Atriz Revelação (3): Anaju Dorigon.
A intérprete da debochada Jade é mais uma grata surpresa da atual temporada de "Malhação". A personagem é cheia de complexos e esconde a sua insegurança através de uma pose de mulher resolvida. Ainda se vê diante de um furacão ao descobrir que a mãe (que é extremamente rígida com ela) está com câncer. Anaju é muito exigida e corresponde às expectativas que os autores depositaram nela. A atriz consegue se sair bem nas cenas dramáticas e também nos momentos de humor ferino de sua personagem. Ainda faz um lindo casal com Felipe Simas, intérprete do Cobra.




Atriz Revelação (4): Paula Barbosa.
Ela fez pequenas participações em "Paraíso" e "Amor Eterno Amor", mas foi graças a Gina, de "Meu Pedacinho de Chão", que a atriz pôde mostrar seu talento. A marrenta personagem do remake de Benedito Ruy Barbosa foi brilhantemente interpretada por ela, que ainda fez um lindo casal com Johnny Massaro, intérprete do Ferdinando. Paula foi um dos muitos acertos da lúdica novela dirigida por Luiz Fernando Carvalho.



Atriz Revelação (5): Mariana Xavier e Luciana Paes.
As duas merecem ser citadas juntas porque formaram uma dupla impagável em "Além do Horizonte". Ana Rita e Ana Selma eram as responsáveis pelas cenas mais engraçadas da novela e a dupla deu muito certo. As atrizes já haviam feito pequenas participações antes deste trabalho na televisão, mas foi na novela de Carlos Gregório e Marcos Bersntein que conseguiram mostrar do que eram capazes ---- vale ressaltar que Mariana brilhou em 2013 no filme "Minha Mãe é uma Peça", na pele da hilária Marcelina.



Atriz Revelação (6): Josie Pessoa.
Após pequenas participações em "Zorra Total", "Fina Estampa", "Flor do Caribe" e "Além do Horizonte", a atriz finalmente ganhou sua chance em "Império". Com a rebelde Du, Josie tem conseguido brilhar na novela de Aguinaldo Silva e formou um lindo casal com Daniel Rocha, intérprete do João Lucas. Recentemente, emocionou na cena do parto da sua personagem, que teve gêmeos.



Atriz Revelação (7): Jeniffer Nascimento.
Mais uma grata surpresa de "Malhação Sonhos". A atriz está se saindo muito bem neste seu primeiro trabalho e ainda pode mostrar seu talento vocal. Sol é uma menina de bem com a vida e profere várias pérolas. Seu sonho é ser uma grande cantora. Jeniffer está ótima e tem uma linda voz. Tem feito mais cenas dramáticas (e convencido) depois que o pai da personagem, que é um ex-presidiário, entrou na trama.


Atriz Revelação (8): Viviane Araújo.
É a sua primeira novela e ninguém estava muito confiante com sua participação. Mas ela surpreendeu e faz uma ótima dupla com Aílton Graça, que interpreta a Xana Summer. Viviane ainda encarou algumas cenas dramáticas com competência, surpreendendo. Pena que os personagens tenham perdido destaque em "Império".








Ator Revelação (1): Jesuíta Barbosa.
Ele logo despertou atenção em "Amores Roubados", quando viveu o íntegro Fortunado, melhor amigo do protagonista Leandro (Cauã Reymond). Seu trabalho foi muito elogiado e logo depois ele pôde ser visto no remake de "O Rebu" interpretando o misterioso Allain, que entra de penetra na festa de Angela Mahler e acaba envolvido na trama do assassinato de Bruno. Ele deu um show e protagonizou cenas emocionantes com Cyria Coentro (que viveu a mãe de Allain) e quentes com Camila Morgado (intérprete da fogosa Maria Angélica).


Ator Revelação (2): Rafael Vitti.
Não demorou muito para o ator se destacar em "Malhação Sonhos". O intérprete do atrapalhado Pedro é um poço de carisma e tem protagonizado cenas hilárias na atual temporada. O personagem é muito bem escrito e Rafael está aproveitando a oportunidade para brilhar. Ele é um dos responsáveis pelos momentos mais engraçados da história de Rosane Svartman e Paulo Halm.


Ator Revelação (3): Chay Suede.
Ele era um dos protagonistas de "Rebelde", da Record, mas não há como negar que só ganhou projeção nacional quando protagonizou os quatro primeiros capítulos de "Império", na pele do José Alfredo. O comendador na fase jovem foi muito bem interpretado pelo ator que preparou o terreno para a entrada do ótimo Alexandre Nero na segunda fase.



Ator Revelação (4): Felipe Simas.
Ele começou robótico em "Malhação Sonhos" e estava muito inseguro. Porém, ao longo dos meses foi evoluindo e dominando o personagem. Agora está muito bem na pele do enigmático Cobra. Felipe Simas tem feito ótimas cenas com Anaju Dorigon e convence no drama do rapaz problemático que usa a agressividade como arma.


Ator Revelação (5): Guilherme Hamacek.
O João é um dos personagens coadjuvantes mais engraçados de "Malhação Sonhos". E o ator tem um tempo de comédia ótimo, o que só ajuda nas tiradas hilárias do garoto nerd, fruto do texto de qualidade dos autores. Guilherme começou sem muito destaque, mas foi crescendo e agora vive um dos tipos mais atrativos da novelinha.



Ator Revelação (6): Igor Angelkorte.
Ele começou apagado em "Além do Horizonte", mas seu personagem foi crescendo merecidamente na trama. O atrapalhado e medroso Marcelo foi muito bem interpretado pelo ator, que teve uma ótima química com Laila Zaid, intérprete da Priscila. Igor ainda fez uma pequena participação em "Dupla Identidade" e seu personagem foi o único homem assassinado pelo serial killer Edu. 







Todos os atores citados merecem aplausos pelos seus respectivos trabalhos ao longo de 2014. É sempre bom ver atores e atrizes talentosos se destacando em novelas e séries. Ganham eles e ganha o público. Que em 2015 o telespectador seja presenteado novamente com ótimas atuações. O público sempre merece.

83 comentários:

Ana Carolina disse...

Vc está se superando nas retrospectivas esse ano, Sérgio. Tá uma melhor que a outra! Maravilhosa sua lista de melhores atores e atrizes. Mais completa que isso impossível! Concordo principalmente com os atores de O Rebu (que elenco) e Meu Pedacinho de Chão.

Anônimo disse...

Destaque para Patrícia Pillar, Cássia Kiss, Júlia Lemmertz, Sophie Charlotte, Tony Ramos e Irandhir Santos que foram os grandes de 2014. Tua lista ficou muito boa.

Ulisses disse...

E a retrospectiva de quem faz melhores retrospectivas vc tá incluído! Essa seleção de atores, atrizes, revelações e coadjuvantes está impecável, Sérgio! Parabéns!

Yasmin disse...

Ai, adorei. Só tiraria daí a Isis Valverde e a Cláudia Abreu que pra mim não honraram a lista. Tirando isso, onde eu assino, Sergio? Perfeito!

Pedro disse...

Depois dos casais e dos piores, você fez mais uma lista impecável, Sérgio. Imagino o trabalho que você deve ter tido pra fazer tudo isso! Eu fico com preguiça só de pensar... Mas adorei as lembranças e essa sua lista dá um banho em todas as premiações do ano, principalmente aquele do Faustão que esqueceu um monte de ator e atriz talentoso.

William O. disse...

Sérgio, depois desse texto acho que tu já foi até dormir. Deve tá exausto! Parabéns pela capacidade que vc tem de escrever. Por isso gosto de vir aqui. Vc fez justiça com todos os atores e tanto que seu texto ficou grandão. Li tudo com atenção e fiquei impressionado como vc evitou se repetir ao máximo nos elogios a cada um deles. Não conseguiria. Destaco Patrícia Pillar, Tony Ramos, Lilia Cabral, Sophie Charlotte, Daniel de Oliveira, Paula Barbosa, Irandhir Santos, Fernanda Montenegro e Isabella Santoni.

thales lima disse...

CADÊ VIVIANE ARAÚJO E LEANDRA LEAL?

Anônimo disse...

Retrospectiva completíssima! Foi gostoso ler e relembrar cada um se destacando.

João disse...

Lendo essa retrospectiva me deu muita saudade de O Rebu e Meu Pedacinho de Chão que foram as únicas novelas desse ano que prestaram. Novelas ótimas e elencos impecáveis.

Lara disse...

Eu senti a falta do Cauã Reymond que fez pra mim seu melhor papel na TV em Amores Roubados e da Bianca Bin como coadjuvante. Na minha opinião, ela deu o tom certo para a Vitória, que embora vilã, tem muito carisma e até comove. Sobre as escolhas, destaque para todos os atores de O Rebu, Meu Pedacinho de Chão e o casal de Dupla Identidade. Sophie Charlotte em grata evolução, Débora Falabella com uma personagem complexa e exorcizando a Nina, brilhante atriz, o Bruno Gagliasso impecável em todas as suas cenas, Juliana Paes em uma personagem maravilhosa, madura e carismática e a dupla vencedora do Emmy. Cassia e Irandhir foram verdadeiros primores. QUE ATORES!

OX disse...

Sérgio, meu amigo, que retrospectiva rica você fez! Me senti mergulhado em todas as produções de 2014. Já te deram parabéns mas eu reitero. E elogio também Patrícia Pillar, Sophie Charlotte, Tony Ramos, Denise Fraga, Cláudia Mello, Irandhir Santos, José de Abreu, Cássia Kiss, Vera Holtz, Fernanda Montenegro, Júlia Lemmertz e o Gianecchini. Gostei de ler sobre as revelações porque muitos eu não conheço. Um abraço!

Lara disse...

Esqueci de comentar. Luis Miranda fez um tremendo personagem. Como é bom ver atores fora do eixo se destacando e com personagens grandes. Além de tudo, é um ator negro discutindo a questão de gênero, e cumprindo de forma magistral. Parabéns pela lista!!!

Anônimo disse...

Adorei o texto, Sérgio. E Viviane Araújo e Bianca Bin estão na lista.

Thallys Bruno Almeida disse...

E vamos a mais uma lista. Essa eu vou me estender bastante, então se prepara.

Patrícia Pillar foi excelente do início ao fim e merecia muito ser lembrada nas indicações dos prêmios. Honrou demais a protagonista que interpretou em O Rebu.

Sophie, como sabe, não gostei em Sangue Bom nem em Serra Pelada. Mas gostei dela em O Rebu naquilo que vi, com destaque pra Sua Estupidez (as duas versões, a da novela e a do especial RC) e a reta final onde Ângela e Duda matam Bruno juntas.

Julia Lemmertz viveu em Em Família a mesma situação que Lilia Cabral viveu em Fina Estampa: uma grande atriz vivendo um papel pessimamente desenvolvido, mas dando tudo de si e grandificando cada cena que interpretou. E Lilia, felizmente, enfim ganhou uma personagem à altura de seu talento, no caso a Maria Marta. Torço para que Júlia tenha a mesma sorte.

Fernanda Montenegro, nem tem o que se falar, é praticamente uma unanimidade neste país.

Débora Falabella brilhou absoluta em Dupla Identidade e fez uma Ray fantástica, numa dupla perfeita com o Bruno Gagliasso. Uma personagem sensacional.

Giulia Gam tá fantástica e durante um bom tempo Carlota chegou a ser a melhor vilã no ar, já que a Cora de Drica Moraes infelizmente não rendeu o que poderia. Uma entrega impressionante.

Sobre Denise Fraga e Cláudia Mello, não tenho muito o que comentar pois pouco vi de 3 Teresas. Mas são atrizes talentosas e merecem o reconhecimento.

Porém, das dez atrizes principais, as minhas preferidas da lista são Juliana Paes e Isis Valverde. Juliana, no meu ver e sem exagero nenhum, é a melhor atriz do ano de 2014. Sua Catarina foi uma composição dificílima, um personagem até perigoso, e ela deu o tom certeiro em uma personagem fantástica, linda, linda, linda de se acompanhar. Não à toa ela era minha preferida da novela entre as mulheres. Ela jamais podia ter sido ignorada no MDA do Faustão. Isis, por sua vez, me encanta cada vez mais o seu amadurecimento visível. Viveu brilhantemente a Antônia de Amores Roubados, em meio ao furacão da vida pessoal, esbanjou química com Cauã Reymond e agora se entregou de forma fantástica à sua Sandra, personagem que considero a melhor mocinha protagonista de novela do ano com larga vantagem. Juliana e Isis são as duas que mais me conquistaram esse ano entre as principais, vindo logo atrás Patrícia Pillar e Lilia Cabral.

Senti falta da inclusão de Mariana Ximenes, pelo desempenho fantástico em Eu Que Amo Tanto.

Vamos aos atores.

Tony Ramos merece todo o destaque, todos os aplausos, é um de nossos maiores atores, esteve excelente em O Rebu e especialmente em Getúlio.

Irandhir é a maior revelação desse ano, tanto em Amores Roubados quanto em Pedacinho, onde foi o maior destaque masculino. Mereceu demais o APCA.

Alexandre Nero, depois de um fraquíssimo papel em Além do Horizonte, ganhou um dos melhores papeis já vistos recentemente. É pra mim o melhor ator de 2014. Seu José Alfredo de Império é um personagem sensacional. A melhor coisa da novela de longe.

Osmar Prado é um cara que eu sempre gosto de ver atuando. Personagens totalmente diferentes num curto espaço de tempo vividos com a mesma maestria.

Humberto Martins, como tantos de Em Família, tirou leite de pedra e conseguiu se sair bem.

Murilo Benício foi impecável nos dois papeis, embora Jaime Favais tenha sido um personagem muito melhor. Destaco a cena em que Jaime leva Leandro pra emboscada e comete suicídio após saber que Antonia engravidou do mesmo.

Bruno Gagliasso fez uma das melhores interpretações já vistas em muito, muito, muito tempo. Fez questão de se submeter aos testes pra Dupla Identdade, foi aprovado, levou o papel, cresceu e saiu da série muito maior do que entrou, elevado a outro patamar.

Antônio Calloni é excelente e foi um dos raríssimos acertos de Além do Horizonte. Mas acho que seu melhor papel foi lá em O Astro vivendo o Natal.

Daniel de Oliveira foi muito bem, com destaque pra reta final onde Bruno é morto, congelado e jogado na piscina.

E Zécarlos representou muito bem a TV paga. Theo foi um personagem maravilhoso, mais uma vez. (continua)

Thallys Bruno Almeida disse...

Entre as coadjuvantes, Cássia Kiss foi maravilhosa e mereceu demais o prêmio APCA. Drica, eu amo, mas não sei se devia entrar nessa lista por causa justamente do rumo que Cora tomou, apesar de sua atuação excelente.

Marjorie merece muito, foi excelente em Eu Que Amo Tanto e nas duas fases de Império, apesar dessa solução fantasiosa demais pra substituir Drica.

Amo muito a Isabelle Drummond, mas não a colocaria nessa lista justamente porque Megan foi uma decepção pra ela, apesar de ser talentosíssima. No lugar dela eu colocaria a Mariana Rios por ADH. Encarar um papel dificílimo como a Celina, ter que aguentar um par romântico com um ator péssimo e mesmo assim fazer o seu papel crescer e ganhar espaço semelhante aos protagonistas, isso não é pouca coisa não. E ela conseguiu.

Amo demais a Betty Faria, mesmo que Madalena não tenha muito pulso firme, sua alegria de viver é contagiante e encanta seu par com Vicente, reeditando o famoso casal vivido por Betty e Cuoco em Pecado Capital de 1975.

Fabiula Nascimento e Heloísa Perissé estão simplesmente fantásticas vivendo tipos diferentes dos acostumados a fazer. Beatriz e Cristina são tipos bem construídos e caíram como luva pra elas.

Entre os atores coadjuvantes, destaco Reynaldo, outro que também tirou leite de pedra e protagonizou cenas bonitas como o encontro com o doador; Marcelo, que tem crescido bastante como Jairo, embora tenha três tipos "bandidos" na carreira - Benê de VaV, Caniço de LaL e Jairo de EF - e parece que agora ganhou um tipo diferente em Babilônia; José de Abreu, pela experiência de sempre e pelo bom papel em O Rebu, mas também pelo Ernest de Joia Rara que rendeu uma linda parceria com a Mel Maia no começo do ano; Ailton Graça, que desde Flor do Caribe vem se versatilizando e esteve bem tanto na novela de Negrão quanto em O Caçador - com Xana Summer eu tive um pouco de medo, mas a composição dele foi fantástica; Odilon Wagner - uma figura que tem sido rara na TV e merece mais papeis; e o Fagundes, que mesmo num papel menor brilhou - e pelo visto, parece que ele mesmo queria um papel menor, o César foi muito forte, muita exposição, e mesmo assim ele se encantou pelo universo do remake. Um que eu adicionaria é o Marco Ricca, que também vive um vilão em Boogie Oogie.

Atores mirins, todos ótimos, mas destaco Tomás Sampaio, o travesso e encantador Lepe; e Giovanna Rispoli, a pestinha de Boogie. Geytsa estava lindamente encantadora e protagonizou ótimas sequências com a Ju Paes.

Das atrizes revelações, as quatro de Malhação são boas, mas destaco Isabella Santoni e Anaju. Elas pra mim são as duas melhores personagens do elenco jovem. Karina, marrenta, um tanto insegura, mas mesmo assim maravilhosa. E Jade, toda complexada e mesmo assim um furacão de tão sensual. Paula Barbosa cresceu muito de Paraíso pra cá e esteve ótima. Mariana e Luciana formaram uma dupla hilária e Josie tem se saído muito bem nas últimas cenas da relação Lucas e Du.

Entre os atores revelação, eu tiraria o Simas, que continuo achando fraco, pelo menos por enquanto. Acho seus irmãos Bruno e Rodrigo melhores.

E o melhor dessa Malhação é o Rafa Vitti. O Pedro é de longe o melhor personagem masculino do núcleo jovem da Malhação, divertidíssimo e Rafael mostra que herdou o talento do pai, João Vitti.

O Suede chegou chegando, esteve bem no início de Império, mas quero ver como vai se sair numa novela inteira, como Babilônia.

Ou seja, desta lista, meus preferidos:

Atriz: Juliana Paes, Isis Valverde, Patrícia Pillar, Lilia Cabral, Débora Falabella e Giulia Gam

Ator: Tony, Irandhir, Nero, Osmar, Gagliasso e Zécarlos.

Atriz Coadjuvante: Cássia, Marjorie, Gerbelli, Betty, Fabiula e Heloísa.

Ator Coadjuvante: Reynaldo, Luís, Marcelo, Zé de Abreu, Ailton.

Mirins: Giovanna Rispoli, Tomás e Geytsa.

Revelações: Isa Santoni, Anaju, Paula Barbosa, Mariana Xavier e Luciana. Rafa Vitti, Jesuíta e Igor.

Senti falta: Mariana Ximenes (atriz), Mariana Rios, Bianca Bin e Leandra Leal (atriz coadjuvante) e Marco Ricca (ator coadjuvante).

Ricardo disse...

Excelente lista Sérgio, por mais elogios que voce tenha recebido, eu faço questao de tambem elogiar. Entre os atores foi ótimo lembrar de Tony Ramos, que sempre merece destaque. Sua lista de atrizes também foi ótima. E quanto aos coadjuvantes não posso deixar de falar do Gianecchini. Que satisfação enorme ver ele nessa lista por um trabalho tão maduro, simples e bonito como o Cadu de Em família. Muitas vezes cumpriu a função de protagonista e verdade seja dita seu carisma foi tanto que ao invés da Clara abandonar ele, foi o Cadu quem teve de terminar o casamento, num gesto que demonstra que primeiro o público tinha de ver ele feliz, pra só assim o rejeitado casal clara e marina ficarem juntas. E as cenas de Cadu conhecendo a família do doador, descobrindo que precisava de transplante, saindo de casa, a missa que ele fez para o doador foram extremamente emocionantes.

Ricardo disse...

Incluiria também o Victor Figueiredo na lista de ator infantil e Mariana Ximenes na lsita de atriz.

Lara disse...

Desculpa o equívoco. Bianca Bin na lista <3

Andressa Mattos M. disse...

Sérgio, retrospectiva impecável! Mais uma grande postagem sua. O Rebu foi a grande novela do ano e dá pra constatar apenas observando os atores que se destacaram nela. E gostei também das suas menções aos atores de Meu Pedacinho de Chão e Em Família, que apesar de ter visto pouco, reconheço os elogios. E essa Malhação está uma delícia mesmo, tanto que vários atores se destacaram e estão se destacando. Gostei de vê-los aqui. Aguardando agora a última retrospectiva, né. Tadinho, vc deve estar cansado! Beijo.

Anônimo disse...

Sergio, não se soube, mas os nomes das novelas brasileiras para exportação esse ano ficaram no minimo curioso e enfatizou a falta de novelas para se exportar. Resolveram ate mesmo colcoar guerra e sexo com dois anos de atrazo, e tirar meu pedacinho e alen do horizonte do catalogo, alem de vender O Rebu como miniserie de 15 X 1 hr.

La Sombra de Helena( Em Familia) 75x1hr (Super editaram ela)
HOMBRE NUEVO (105 x 1Hr*)(geração Brasil)
¿PELEA O AMOR? (120 x 1Hr*)(guerra dos sexos)
Miniseries

Amores Robado 8 x1hr
La Fiesta 15X1hr (o rebu) (nao creio que cortaram, ja que varios capitulos tinham 30 min.)
Ojos sin culpa (dupla identidade) Este ultimo eu nao gostei mesmo, que mal tem Dulpa identidad?!


Imperio ta no catalogo e é Imperio mesmo.

juliana s disse...

Sérgio sua lista ficou ótima, concordo com todos os nomes citados. Até mesmo os atores das novelas que não foram muito boas, mas se destacaram na trama.
O rebu, e Meu Pedacinho de Chão tiveram os melhores destaques, mas foram injustiçadas pelo público.
Suas retrospectivas estão ótimas, tem mais? rsrsrs. Deve está dando um trabalhão, mas está valendo a pena. Bjsss

Thiciane Diniz disse...

Ótima lista. Só senti falta de mais menções à 'Amores Roubados'. Murilo Benício esteve impecável, Patrícia Pillar deu mais um show de atuação, e Cauã e Ísis mostraram muita segurança em cena. Com certeza um dos melhores projetos de 2014!

Melina disse...

Sérgio, querido, que retrospectiva primorosa. De olho nos detalhes é isso! Patrícia Pillar e Sophie Charlotte foram maravilhosas em O Rebu e Patrícia ainda brilhou em Amores Roubados. Sophie fez a cena mais linda do ano cantando Sua Estupidez. Fernanda Montenegro é sempre incrível e Doce de Mãe foi uma graça. Cássia Kiss foi a melhor coadjuvante do ano, tanto por Amores Roubados quanto por O Rebu. E Tony Ramos é um mestre. Irandhir Santos também é um gênio e é preciso elogiar muito o Antonio Calloni pelo show que deu em Além do Horizonte, principalmente naquela reta final empolgante. E que gratas revelações Malhação Sonhos lançou. Figuras que tem tudo pra brilhar futuramente nas novelas. Adorei essa sua retrô e que saudades de O Rebu. Foi a melhor novela deste ano e mereceu todos os aplausos que ganhou da crítica. Um beijo!

Anônimo disse...

Gostei num geral... a unica coisa que n concordo mto foi nas suas escolhas pra revelação, onde vc destacou demais o elenco de malhação. Não há como negar que essa temporada está mto boa. Histórias super interessantes, engraçadas, bem desenvolvidas... mas o atores... desculpa, mas deixam mto a desejar ( to falando da parte jovem, n dos mais maduros) claro, que são inexperientes e ainda tem mto que aprender, mas n são NEM DE LONGE Marjories estianos e nathalias dills ou sophies charlottes, que começaram em malhação já grandes atrizes, apesar de cruas. Colocar a Santoni acima da paula... é um absurdo. E faltou a dona tê de meu pedacinho de chão ou até a mãe do zelão na lista (tbm grandes atrizes)
A melhor atuação de malhação pra mim é a da menina que faz a jade, já da parte dos meninos arthur aguiar é o que está melhor. Embora seu personagem seja um saco, prefiro mais a bianca (até q essa bruna tbm n é tão ruim) com o outro q pode ser irmão da karina (que apesar de péssimo ator é mto divertido).

Anônimo disse...

Lilia Cabral,Patricia Pilar,Tony Ramos,ALexandre Nero,Drica Moraes,Marjorie Estiano simplesmente Brilharam esse Ano,são os Melhores Atores do Ano Conserteza,Josie Pessoa,Adoro essa Atriz,Alem de Linda é Muito Talentosa,ta surpreendendo em Império,emocionou na Cena dos Nascimento dos Gêmeos assim como o Grande Daniel Rocha que esta Dando Show em Império,senti a falta dele nessa Lista,uma Pena,vc nao ter colocado.Chay Suede tambem arrazou em Império.Julia Lemmertz salvou Em familia,Helena nao era uma otima personagem,mais a Atriz se saiu muito bem,adorava a interpretação dela,Shophie Charlotte tambem deu Show em O Rebu.Lista Muito boa a Sua,mais senti falta de Alguns Atores e Atrizes como Joaquim Lopes,Andreia Horta,Daniel Rocha e mais Alguns que Brilharam durante o Ano.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Mais uma seleção impecável, Sérgio. Parabéns. Na minha lista, figurariam Patrícia Pillar, Lília Cabral, Fernanda Montenegro, Débora Falabella, Ísis Valverde, Tony Ramos, Irandhir Santos, Alexandre Nero, Murilo Benício, Humberto Martins, Bruno Gagliasso, Daniel de Oliveira e eu acrescento Cauã Reymond. E mais: Cassia Kis Magro, Drica Moraes, Marjorie Estiano, Vanessa Gerbelli, Fabiula Nascimento, Reynaldo Gianecchini, Luís Miranda, Marcello Melo Jr, Leandro Hassunm Flávio Bauraqui, Giovanna Rispoli, Geytza Garcia, Tomás Sampaio, J,P, Rufino, Vitor Figueiredo, Viviane Araújo, Jesuíta Barbosa, Chay Suede (chegou e abafou).

Anônimo disse...

Sérgio, sua lista está excelente, mas senti falta do Johnny Massaro, que brilhou em Meu Pedacinho de Chão !!!

Anônimo disse...

Patrícia pilar sempre uma rainha!! Marjorie é a melhor atriz de sua geração. E a AnaJu Dorigon a grande revelação de 2014. Tenho certeza, que Anaju em breve vai figurar entre os principais nomes de sua geração de atores. Além de linda, simpática, ela é extremamente talentosa.

Fran disse...

Sua lista ta legal mas ñ teve ninguém da Record que se destacou?Fica parecendo q só existe Globo.

Alexandra disse...

Muito boa a lista Sérgio. Patrícia Pillar e Sophie Charlotte se destacaram mesmo no pouco que vi de ''O rebu''. São grandiosas atrizes, e eu adoro a Sophie. Ela vem fazendo uma brilhante carreira. Julia Lemmertz deu uma dignidade à Helena mal desenvolvida de ''Em Família''. Eu acho uma talentosa atriz. Lilia Cabral, minha terceira atriz preferida, finalmente ganhou um personagem a altura, depois da tenebrosa Pereirão. E ela vem se destacando na novela, pois sempre que vejo, ela aparece em 90% das cenas. Fernanda Montenegro não precisa de comentários. Uma grande dama, com certeza. Débora Falabella e Bruno Gagliasso marcaram em ''Dupla Identidade'', com certeza, uma das melhores séries brasileiras. Que tenha segunda temporada. Juliana Paes mereceu ser citada mesmo pela ótima Catarina, uma atriz que vem crescendo a cada trabalho. Giulia Gam marcou na inesquecível ''Sangue Bom'', e pelo pouco que vejo de ''Boogie Oogie'', ela está tendo um grande desempenho. Eu não assisti três Teresas, mas adoro a Cláudia Mello. Isis Valverde vem tendo uma atuação segura na novela das seis, mesmo estando envolvida em várias polêmicas esse ano. Cont...

Alexandra disse...

O Tony Ramos é meu ator preferido, e os elogios a esse grande artista são merecidíssimos. Irandhir Santos é muito talentoso e brilhou demais em ''Meu Pedacinho de Chão''. Zelão foi na minha opinião, seu melhor papel, seja em TV ou cinema. Ator com A maiúsculo. Alexandre Nero vem conquistando uma legião de fãs com seu comendador, e ele é um ator que apareceu de repente, e brilhou. Osmar Prado também esteve sagaz na novela das seis, e Epaminondas foi um ótimo personagem. Humberto Martins é um ator talentoso que vem me conquistando ultimamente. Eu ñ gostava dele há algum tempo atrás. Murilo Benício dispensa comentários. Talentoso sempre.
Antonio Calloni foi um dos destaques da controversa ''Além do Horizonte''. O LC foi um grande personagem. Não acompanho a carreira de Zé Carlos Machado, Sérgio, mas Sessão de Terapia foi excelente. Daniel de Oliveira é um ator que sempre fez tipos bonzinhos, e surpreendeu como um mau-caráter. A Cássia Kiss é sempre excepcional, uma rainha da TV. Agora a Drica Moraes é sempre excelente, eu amo demais. Já pensei em criar até fã clube, rsrs. Uma pena ela se afastar. Cont...

Alexandra disse...

A Marjorie é a melhor atriz de sua geração, e vem interpretando com maestria a Cora rejuvenescida. Vanessa Gerbelli deu dinamismo à fraca ''Em Família'', fazendo dupla com Marcello Mello, que tbm se destacou. Iná de Carvalho é uma atriz que pouco aparece na televisão, e vem conquistando em Malhação. Merece mais aparições. Betty Faria é sempre grandiosa, e destaco Emanuele Araújo, que vem fazendo bonito em Malhação. Isabelle Drummond ganhou uma personagem desagradável na esquecível ''Geração Brasil'', mas mesmo assim, mostrou seu talento. Fabiula Nascimento está tão boa que causa ódio. Do resto das coadjuvantes, destaco Heloísa Perissé (finalmente longe da comédia, e Bianca Bin, que vem crescendo a cada capítulo.
Dos coadjuvantes, destaco Luis Miranda (excepcional no melhor personagem daquela novela), Reynaldo Gianecchini (ótimo) e Ailton Graça (que por sinal está muito melhor que Paulo Betti). Fagundes é sempre ótimo, mas eu vi pouco do desempenho dele em Pedacinho. O Odilon Wagner é um ator que não envelhece.
2014 foi um grande ano para atores mirins. Geytsa e Tomás foram muito bem em Pedacinho, e na minha opinião, foram os grandes destaques mirins do ano. Giovanna Rispoli brilhou em Em Família e a mini vilã de Boogie Oogie é um dos melhores tipos da novela. JP Rufino foi mesmo uma ótima revelação e Victor Figueiredo vai ser um ator mt talentoso, se seguir a carreira.

nicolas gonçalves disse...

Já tinha visto a Bruna Hamu em SB, é talentosa, assim como a Isabella Santoni, que tem uma química ótima com Rafael Vitti, que herdou o talento do pai e é o maior destaque da Malhação.
DDas outras revelações, destaco Paula Barbosa, atriz que já tinha visto no ótimo remake de Paraíso e mostrou todo seu talento, Josie Pessoa, e a dupla Mariana e Luciana em Além do Horizonte. Das revelações masculinas, Rafael Vitti, claro, Jesuíta e Igor Angelkorte.

Gustavo Nogueira disse...

tiva Sérgio.Vou comentar sobre os atores que estiveram na produção que eu assisti:

Melhor atriz:

Patrícia Pillar: ela é ótima, deu um show de interpretação em A Favorita e Lado a Lado e novamente se destacou em Amores Roubados e O Rebu, aliás sua parceria com a Sophie Charlotte foi excelente, a cena final de sua personagem foi triste.

Sophie Charlotte: ela vem evoluindo desde Sangue Bom, onde deu um show como a Amora e novamente se destacou em O Rebu, fazendo uma ótima parceria com a Patrícia Pillar.O casal que ela formou com o Daniel de Oliveira foi repleto de química.

Júlia Lemmertz: ela tirou leite de pedra de uma Helena desinteressante e chata e deu um show de interpretação.A parceria dela com o Humberto Martins foi um dos poucos pontos positivos daquela novela péssima e eles tinham química em cena.

Lilia Cabral: ela é uma atriz de verdade, se destacou em A Favorita Páginas da Vida e Viver a Vida e agora novamente se destaca no horário nobre como a Maria Marta.Apesar dela não ser a grande vilã que prometia, sua personagem é ótima, muito bem construída e além disso tem uma ótima dose de ironia e sarcasmo.

Fernanda Montenegro: não assisti Doce de Mãe, mas essa atriz é sempre maravilhosa, deu um show em sua pequena participação em Rainha da Sucata, em Belíssima como a vilã Bia Falcão e em Passione como a Bete Golveia.Uma atriz com A maiúsculo.

Débora Falabella: uma atriz de verdade, após ter dado um show em Avenida Brasil, também se destacou como Ray na ótima Dupla Identidade e ela e o Bruno Gagliaso tinham química de sobra.

Alexandra disse...

das atrizes de Malhação, gosto de todas, em especial Isabella Santoni. Paula Barbosa cresceu desde Paraiso, novela que gostei muito. Gina foi um presente pra sua carreira. Josie Pessoa tbm é muito talentosa e se tornou querida pelo público. Já tem até fã clube, rsrs.

Gustavo Nogueira disse...

*Ótima retrospectiva

Gustavo Nogueira disse...

*Ótima retrospectiva

Gustavo Nogueira disse...

Giulia Gam: após ter dado um show de interpretação como a hilária Bárbara Ellen, ela ganhou outra ótima personagem e vem se destacando como a vilã Carlota desta vez sem nenhum resquício cômico.Ela sempre faz ótimas cenas com Marco Ricca, Rodrigo Simas, Alexandra Richter, Isis Valverde e Bianca Bin.

Isis Valverde: ela é ótima, se destacou como a Suelen em Avenida Brasil, em O Canto da Sereia, Amores Roubados e agora novamente se destaca em Boogie Oogie como Sandra.Apesar de sua mocinha ter virado uma mala na minha opinião, seu desempenho continua impecável.


Melhor Ator:

Tony Ramos: ele é um grande ator, se destacou em várias produções e novamente fez bonito em O Rebu, o seu Braga era um personagem muito bem-construído e ele deu novamente um show de atuação.

Irandhir Santos: não assisti Meu Pedacinho do Chão, mas gostei dele em Amores Roubados e sua parceria com Murilo Benicio foi ótima.

Alexandre Nero: é um baita ator e está se destacando em Império como o protagonista José Alfredo, é um personagem muito bem-construído.Destaco sua ótima parceria com a Lilia Cabral e suas cenas com Leandra Leal, Daniel Rocha e Andréia Horta.

Osmar Prado: gosto dele, esteve ótimo em Sinhá Moça e Amor Eterno Amor.

Humberto Martins: foi outro que tirou leite de pedra, seu passivo Virgilio tinha tudo para cair na chatice extrema, mas Humberto soube driblar bem as armadilhas do papel e deu show, sua parceria com a Júlia Lemmertz foi excelente.

Murilo Benicio: no inicio da carreira o achava muito fraco(não gostei dele em Por Amor, O Clone e América), mas ele evolui muito e se tornou um ótimo ator.Deu um show em Avenida Brasil como o generoso Tufão e se destacou novamente em Amores Roubados, não lembrando em nada o personagem anterior.Ele esteve bem também na péssima Geração Brasil.

Bruno Gagliaso: também nunca o achei um grande ator, ele deixou a desejar em algumas produções na minha opinião, mas gostei dele em Joia Rara e em Dupla Identidade ele deu show, fazendo do Edu o melhor personagem de sua carreira.Suas cenas com a Débora Falabella, Luana Piovani e Marcello Novaes sempre rendiam ótimas sequências.

Daniel de Oliveira: esteve ótimo em O Rebu e fez um ótimo casal com Sophie Charlotte, repleto de química.




Gustavo Nogueira disse...

Melhor atriz coadjuvante:

Cássia Kiss: ela é uma grande atriz, esteve ótima em Por Amor onde formou uma boa dobradinha com a Susana Vieira, fez bonito nas suas poucas cenas em Cobras e Lagartos, emocionou de verdade como a Dulce, ela fazia ótimas cenas com a Adriana Esteves e Kléber Tolledo, fez de sua vilã Melissa um dos poucos pontos positivos da fraca Amor Eterno fazendo uma ótima parceria com o Osmar Prado e deu show em Amores Roubados e em O Rebu.Sem dúvidas é uma grande atriz.

Drica Moraes: apesar de sua Cora ter fracassado no quesito vilania e deixado a desejar, ela sem dúvidas é uma grande atriz e fez o que pode nesse papel.Seus melhores momentos na novela na minha opinião foram a cena da morte da Eliane, onde ela se recusou a socorrer a irmã e na sequência em que mata o Fernando, fora suas ótimas cenas com o Alexandre Nero e Leandra Leal.Pena que sua Cora no geral tenha deixado a desejar e decepcionado.

Marjorie Estiano: uma das melhores revelações de Malhação, é uma grande atriz e novamente se destaca como a Cora rejuvenescida, apesar da bizarrice da situação e novamente convence, sua Cora atual não lembra em nada a Cora da primeira fase.

Vanessa Gerbelli: apesar de sua personagem Juliana ter se perdido(era psicótica, depois se curou, depois voltou a ficar psicótica), ela esteve ótima e deu um show em todas as cenas.Sua parceria com o Marcello Mello Jr e Leonarod Medeiros foi ótima apesar do núcleo deles ser muito ruim.

Iná de Carvalho: considero ela a melhor do elenco veterano, ela está ótima como a dona Dalva e sua personagem mescla comédia com drama com muita competência e a Iná sempre convence.

Betty Faria: está muito bem em Boogie Oogie e faz ótimas cenas com Giulia Gam, Isis Valverde e Francisco Cuoco.

Emanuelle Araújo: está muito bem como Dandara e tem química com o Eriberto Leão.

Isabelle Drummond: ela tirou leite de pedra e esteve muito bem como Megan mesmo sendo uma personagem desinteressante.

Fabíula Nascimento: está ótima na pele da amarga Cristina apesar da sua personagem ser insuportável.

Vera Holtz e Camila Morgado: elas são ótimas atrizes e fizeram uma ótima parceria em O Rebu.

Heloísa Perissé: mostrou que convence no drama e está ótima coo a Beatriz apesar da sua personagem ter se perdido em insistir em voltar para o Elisio e se humilhando.

Cláudia Abreu: é uma ótima atriz, mas a Pamêla Parker foi uma das piores personagens de sua carreira.Esteve ótima em Celebridade e Cheias de Charme.

Bianca Bin: ela evoluiu a olhos vistos e está ótima como a patricinha Vitória, que é uma personagem muito complexa e interessante e a Bianca Bin sempre convence e corresponde muito bem.Se o papel não se perder, a Vitória tem tudo para ser a melhor personagem de sua carreira até agora.

Melhor Ator Coadjuvante:

Reynaldo Gianechini: se tornou um ótimo ator e fez do Cadu um dos poucos personagens cativantes daquela novela horrível, uma pena que o casal com a Helena Ranaldi tenha demorado a se formar.

Luís Miranda: sua Dorothy foi um dos poucos acertos de Geração Brasil e ele esteve ótimo.

Marcello Melo Jr: seu Jairo foi um dos poucos personagens que caiu no gosto popular naquela novela e sua parceria com a Vanessa Gerbelli era ótima.

José de Abreu: é um ótimo ator, se destacou na fraca Joia Rara como o Ernest e sua parceria com a Mel Maia era ótima e novamente se destacou em O Rebu, fazendo uma ótima parceria com Tony Ramos e Cássia Kiss.

Leandro Hassum: ele é ótimo na comédia, diverte bastante e seu Barata foi um dos poucos acertos de Geração Brasil ao lado da Dorothy.

Ailton Graça: está impecável como Xana, sempre convence e faz uma ótima parceria com a Viviane Aráujo, pena que seu personagem tenha perdido o destaque e esteja sem história.

Odilon Wagner: está ótimo como o vilão Heideguer e seu personagem não gera suspeitas de nenhum personagem.

Gustavo Nogueira disse...

Atores mirins:

Bianca Vedovato: é uma grata surpresa e está muito bem em Malhação.

Giovanna Rispoli: está ótima como Cláudia e faz dela uma pestinha cativante.Sua melhor cena na minha opinião foi com a Giulia Gam, em que ela finge que foi afogada pela personagem manipulando todo mundo.

JP Rufino: assisti pouco Além do Horizonte, mas ele está muito bem como Nilson e faz uma ótima parceria com o Sérgio Malheiros.

Victor Figueiredo: gosto dele, esteve muito bem em Flor do Caribe e em Em Família.


Categoria revelação:

Isabela Santoni: ela está ótima como Karina, sua personagem é complexa e interessante.Destaco o ótimo casal formado com o Rafael Vitti e sua parceria com a Bruna Hamu e Eriberto Leão.

Bruna Hamu: ela me surpreendeu, está muito bem como Bianca, mas o casal que ela forma com o Arthur Aguiar não me chama muita atenção.

Anaju Dorigon: está ótima como Jade, destaco o ótimo casal formado com o Felipe Simas e sua parceria com a Helena Fernandes.

Josie Pessoa: está muito bem como Du e forma um bonito casal com o Daniel Rocha, uma pena que sua personagem não tenha muito destaque.

Jeniffer Nascimento: está ótima como Sol e sua parceria com a Iná de Carvalho é muito boa.

Viviane Araújo: é uma grata surpresa, está muito bem como Naná e sua parceria com o Ailton Graça é ótima, uma pena que sua personagem não tenha muita importância.

Jesuíta Barbosa: gosto dele, esteve ótimo em Amores Roubados e em O Rebu.

Rafael Vitti: está muito bem como Pedro, concordo que ele é muito carismático e além disso ele forma um ótimo casal com a Isabela Santoni.

Chay Suede: ele me surpreendeu positivamente e esteve muito bem o José Alfredo na primeira fase de Império.

Felipe Simas: concordo que ele começou péssimo em Malhação, mas ele melhorou bastante e está muito bem como Cobra.Forma um ótimo casal com a Anaju Dorigon.

Guilherme Hamacek: está muito bem como o hilário João e destaco sua boa parceria com o Rafael Vitti.

Anônimo disse...

Das revelações de "malhação", que aliás, melhorou bastante em relação a temporada passada, só acho realmente talentosos a isabella com a complicada karina e anaju dorigon com a jade que, pra mim, é a mais talentosa do elenco. Arthur aguiar é otimo mas não é revelação, felipe simas não deixa a desejar também mas precisa melhorar. Bruna hamu não chega a ser revelação, mocinha chata e atuação previsivel.

F Silva disse...

Algo a comentar...

Sérgio, acho que a lista está muito bem representada com os destaques do ano, porém eu tiraria da lista a Isabelle Drumond, o Murilo Benício e Cláudia Abreu. Todos talentosos, claro, mas foram prejudicados pelo fracasso que foi a novela foi. Aliás, acho que a Thaís Araújo teve uma melhor atuação do que Cláudia Abreu nessa novela.

Eu acrescentaria nessa lista, alguns nomes que com muito talento mostraram competência ao que lhes foi proposto como:

Dira Paes, numa brilhante participação como a Celeste de "Amores Roubados"

Cláudia Raia, que em dois meses de exibição foi o grande destaque de "Alto Astral", como a vidente charlatã Samantha.

Rodrigo Simas, pela composição distinta que deu a dois personagens, o cientista Marlon de "Além do Horizonte, e o playboy esnobe Beto de "Boogie Oogie".

Joaquim Lopes, que depois de vários papéis mostrou seu talento dramático através do homofóbico Enrico de "Império"

Paulo Vilhena, que foi muito bem em "A Teia" e surpreendeu com a composição do esquizofrênico Salvador de "Império". Palmas pra ele.

É isso, gostaria de ler um post sobre o que nos espera 2015 na televisão.

Um grande abraço...

Kauê disse...

Sérgio que lista sensacional. Apesar de 2014 não ter sido um ano fantástico para a dramaturgia é preciso ressaltar aqueles que se destacaram. Ao meu ver esse foi o ano de Patrícia Pillar que deu um show de atuação na pele de Angela Mahler, Cássia Kiss é uma otima atriz arrebentou em "O Rebu", Sophie Charlotte e Isis Valverde vem amadurecendo e é ótimo acompanhar isso, Débora Falabella que interpretou uma personagem que tinha que ser dela, Ray foi muito bem defendida. Drica Moraes que mesmo com o rumo que a personagem levou e seu afastamento da trama é uma delícia ver essa atriz em cena, Marjorie Estiano nunca é demais elogiá-lá, que atriz! Tony Ramos e Fernanda Montenegro dispensam comentários... Alexandre Nero tem em mãos um ótimo personagem e até o momento o melhor de sua carreira. Bruno Gagliasso impressionou como Edu, teve um ótimo ano. Entre as revelações, merecem elogios Irandhir Santos e Jesuíta Barbosa, ambos excelentes atores e foram ótimos em seus respectivos papéis. Isabella Santoni, Rafael Vitti, Anaju e Guilherme Hamacek que estão brilhando em Malhação. Zé Carlos mandou bem mais uma vez em Sessão de Terapia e eu ainda acrescentaria a ótima Paula Possani que de longe foi o grande destaque dessa temporada, conseguiu transpor toda a angústia e o drama da personagem que sofria de TOC e era esposa de uma paciente da temporada anterior, acho inclusive que ela merecia mais oportunidades na televisão. Enfim, muitos conseguiram se destacar e merecidamente.

Adriano disse...

Injustiça esquecer da juliana Silveira, que esta impecável em Vitória e que você mesmo já destacou. Ficou só Globo. E Bianca Bin é melhor atriz, e não coadjuvante, afinal ela é uma das protagonista da novela, e ultimamente a Vitória tem rido mais função que a Sandra na novela, aliás esse negócio da Sandra investigar o segredo da Carlota foi pra dar um chega pra lá na Vitória que tinha mais destaque na novela, achei injusto, a Vitória ta nessa desde o começo da novela, nada haver agora a Sandra descobrir só pra puxar no saco da mocinha.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Ana! Vendo que vcs gostaram eu constato que valeu a pena. bjs

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Valeu, Ulisses! Fico feliz!

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Yasmin. E respeito vc não ter gostado delas. bjssss

Sérgio Santos disse...

Deu um trabalhão sim, Pedro. Mas valeu a pena. Que bom que gostou! abração!

Sérgio Santos disse...

William, depois que eu escrevi eu fui dormir mesmo porque fiquei cansado. Mas não foi tudo num dia só, não, demorei 3 dias pra fazer. E fico mt feliz que vc goste do blog e dos meus textos. abraço!

Sérgio Santos disse...

A Viviane está na lista, Thales, mas a Leandra eu não coloquei não.

Sérgio Santos disse...

Valeu, anônimo.

Sérgio Santos disse...

João, essas duas novelas foram os grandes destaques do ano em folhetins. Não por acaso foram aclamadas pela crítica merecidamente. Saudades tb.

Sérgio Santos disse...

Lara, mt obrigado. Achei o Cauã regular em Amores Roubados, mas achei ele excelente em O Caçador. A Bianca eu coloquei na lista e ela fez por merecer mesmo. O Luis Miranda tb foi mt bem. Sophie está a cada dia melhor e virou uma das atrizes mais disputadas da Globo merecidamente. Irandhir é gênio, enfim... bjão!

Sérgio Santos disse...

Ah, Lara, Juliana, Bruno e Debora excelentes também.bjs

Sérgio Santos disse...

OX, mt obrigado. Que bom que vc gostou e tb achei todos esses atores citados por vc excelentes! Fiz questão de elogiar todos. abraços!

Sérgio Santos disse...

Obrigado, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Pra mim os grandes destaques do ano foram Patrícia Pillar, Sophie, Cássia, Irandhir, Tony Ramos e Bruno Gagliasso, Thallys. A Bianca Bin tá na lista, mas os demais não vi necessidade de colocar. E Leandra, caso eu colocasse, entraria como atriz pq ela não é coadjuvante, é a mocinha da novela. Mas não coloquei nem ela e nem Andreia Horta.

Sérgio Santos disse...

Ricardo, mt obrigado. Tony sempre merece mesmo ser elogiado e o Gianecchini fez a cena mais linda de Em Família. E mostrou um claro amadurecimento profissional. A Mariana eu coloquei na lista de destaques e acrescentei o Victor depois que vc falou pq tinha me esquecido dele. Merece mesmo ser lembrado. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Andressa. Fico feliz que tenha gostado. E fiquei cansado mesmo, mas foi gostoso escrever e fazer as listas. Que bom que agradou. Bjão!

Sérgio Santos disse...

A venda de O Rebu como série eu sabia, anônimo, mas o restante eu desconhecia.

Sérgio Santos disse...

Juliana, obrigado. O Rebu e Meu Pedacinho de Chão, além de terem sido novelas primorosas, ainda destacaram seus atores. Mereciam mais audiência mesmo. E além dessa teve mais uma! Deu trabalho sim. rs bjão

Sérgio Santos disse...

Mas eu citei muito, Thiciane. Quando menciono Patrícia, Isis, Cássia e Murilo eu tb faço questão de falar do show que deram na microssérie. bjs

Sérgio Santos disse...

Melina, mt obrigado pelo carinho de sempre. E eu assino embaixo do seu comentário. Concordo com cada vírgula. O Rebu foi msm a melhor novela do ano e até hj sinto falta da novela. Malhação tá uma delícia, Doce de Mãe foi mt gostosa de ser vista e o Calloni ganhou seu melhor personagem na carreira em ADH, se destacando merecidamente naquela excelente reta final. E Sophie emocionou cantando Sua Estupidez. Foi lindo. Bjão!

Sérgio Santos disse...

Obrigado, anônimo. E sem problema discordar. Na verdade, a ordem das revelações foi aleatória, não coloquei com o intuito de colocar um melhor que o outro não. Mas eu estou achando todos eles mt bem na temporada. Não sei se terão bons desempenhos depois, mas ao menos agora estão bem. Porém, é claro que Marjorie e Sophie são únicas. As duas foram grandes revelações e ainda é cedo pra traçar isso em relaçao as novas. A Dona Tê foi feita pela grande Inês Peixoto, mas ela não é revelação, já é uma atriz com vasta experiência. Fez, inclusive, A Cura. A mãe do Zelão foi feita pela Teuda Bara, ela é ótima msm.

Sérgio Santos disse...

Concordo com vc, anônimo. Não coloquei o Daniel pq apesar de estar bem ele aparece pouco, msm caso ocorre com a maravilhosa Andreia Horta.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Elvira! Gostei mt da sua lista também!

Sérgio Santos disse...

Anônimo, o Jhonny foi ótimo mesmo em Meu Pedacinho de Chão! Mas acabei deixando ele e a Bruna Lizmeyer de fora.

Sérgio Santos disse...

Tb aposto mt na Anaju, anônimo. E Patrícia é maravilhosa.

Sérgio Santos disse...

Fran, quem se destacou na Record foi a Juliana e eu coloquei ela na lista de destaques. Além dela vc acha que teve mais alguém?

Sérgio Santos disse...

Alexandra, eu concordo com todos os seus três bons comentários. E que bom que gostou da lista. Tb acho que o Zelão foi o grande papel do Irandhir, assim como LC foi do Calloni. E todas as suas observações são pertinentes.

Sérgio Santos disse...

Nicolas, pra ser sincero, eu mal prestei atenção na Bruna em Sangue Bom. Mas quando ela surgiu em Malhação eu gostei de imediato e vejo mt potencial nela. Assim como vejo na Isabella também. Enfim, o elenco está bem promissor. Paula se destacou merecidamente em Meu Pedacinho de Chão e merecia essa oportunidade. Mariana e Luciana formaram uma dupla hilária em ADH e fizeram parte da lista de acertos da novela depois dos ajustes que os autores fizeram.

Sérgio Santos disse...

Foram quatro comentários, Alexandra, desculpe.

Sérgio Santos disse...

Gustavo, gostei mt de todos os seus comentários e observações sobre os atores e atrizes. Discordo de pouquíssima coisa e concordo com praticamente tudo. Nem tenho mt mais o que acrescentar depois de tudo o que colocou. E obrigado pela sua presença aqui. Abraço!

Sérgio Santos disse...

Anônimo, eu nem coloquei o Arthur Aguiar pq ele não se enquadra em Revelação. Mas acho ele ótimo.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, F Silva. E entendo vc retirar esses três atores, que realmente estiveram longe de seus melhores momentos naquela novela péssima. A Taís foi mt bem tb, mas achei a personagem dela apagada. Começou ótima, mas ficou nula. E vc fez boas menções ao Joaquim e Paulinho, porém, como um personagem perdeu a importância e o outro é avulso, acabei não inserindo. E não coloquei ninguém de Alto Astral pq a novela tá mt no começo ainda, mas com certeza Cláudia Raia estará na lista do ano que vem, assim como Christiane Torloni, por exemplo.

E farei sim um post sobre o que esperar de 2015. abraços.

Sérgio Santos disse...

Ah, F Silva, concordo que o Rodrigo Simas está ótimo de Beto e conseguiu diferenciá-lo bem do Marlon, que tb foi mt bem interpretado por ele. Tanto que virou o mocinho da novela e fez um excelente par com a Juliana.

Sérgio Santos disse...

Kauê, mt obrigado. E seu comentário tá excelente. Alexandre Nero vive mesmo seu melhor momento, e Patrícia deu um show, assim como Sophie e Cássia. Vc fez uma ótima menção a Paula Possani, que realmente foi o grande destaque dessa temporada de Sessão de Terapia. Ela se entregou por completo vivendo a personagem que sofria de TOC. Foi incrível mesmo. Abraço!

Sérgio Santos disse...

Adriano, a Juliana eu coloquei na lista de destaques do ano, depois dê uma olhada. Bianca Bin está vivendo sua melhor fase e concordo que colocar a Sandra pra investigar o tal segredo só serviu para dar uma função pra ela que estava avulsa.

Sérgio Santos disse...

Ah, F Silva, a Dira esteve ótima mesmo em Amores Roubados. E gostei dela em O Rebu tb.

Anônimo disse...

Irandhir Santos arrasou em 2014 ,pra um ator completo .

Sérgio Santos disse...

É verdade, anônimo.

JOICE disse...

Sergio como sempre concordo com voce em tudo haha sempre fala a coisa certa...mais senti falta da JuPaiva e do RodSimas por terem interpretado Lili e Marlon eles foram otimos e tu nem colocou eles na lista de melhore ator e atriz... :(