quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

"MasterChef": o maior êxito da Band em 2014

A Band comprou um formato que faz sucesso em muitos países e estreou a versão nacional do "MasterChef" (formato originalmente britânico) no dia 3 de setembro. O alto investimento da emissora na produção ficou claro logo no primeiro programa e o começo da competição agradou. Ao longo das semanas, a disputa foi ficando mais interessante e atrativa. Agora, após 17 episódios e pouco mais de três meses no ar, pode-se dizer que este programa foi o maior êxito de 2014 do canal.


Comandado por Ana Paula Padrão, a competição de culinária apresentou várias provas muito bem elaboradas e os participantes selecionados foram ganhando torcida, graças aos diferentes tipos de temperamento, o que é vital em qualquer bom reality. Houve brigas, amizades bacanas, momentos de emoção, eliminações dolorosas, classificações sofridas, enfim, todos os ingredientes de uma boa disputa estiveram presentes do início ao fim da atração.

A argentina Paola Carosella, o brasileiro Henrique Fogaça e o francês Erick Jacquin começaram pecando pelo exagero nas broncas, mas ao longo do programa, os três foram se enturmando e os jurados se transformaram em um dos muitos pontos altos do "MasterChef" nacional.
Eles muitas vezes foram duros e até grosseiros com os candidatos, entretanto, souberam elogiar as boas performances e claramente se afeiçoaram aos participantes. Aliás, é preciso elogiar as pérolas proferidas por Jacquin em seu característico sotaque francês. Um divertimento e tanto para o público.

O programa conseguiu ser dinâmico e bem produzido, apesar da longa duração ---- praticamente duas horas. As provas prendiam atenção, assim como os comentários dos jurados, o que impedia qualquer tipo de situação mais maçante ou cansativa. Não tinha como sentir o tempo passar e a edição ajudou muito nesta questão, uma vez que havia uma mescla boa entre os desafios, as análises do juri e os depoimentos dos participantes sobre o jogo e as dificuldades que tinham. O único problema foi a participação de Ana Paula Padrão. Muitas vezes suas presença foi desnecessária e ela parecia uma estranha no ninho.

Entre os candidatos, houve um bom número de destaques. Elisa, Helena, Cecília e Flávio sempre se sobressaíam pela competência na execução das provas, enquanto que Mohamad era o que mais levava bronca por causa do seu jeito atrapalhado. Estefano foi outro participante que rendeu bastante no reality e sua eliminação foi uma das mais emocionantes. A saída de Lúcio, marido de Helena, por problemas de saúde, também entrou para a lista das situações tocantes da edição, assim como a emoção de Paola Carosella com a eliminação da favorita Cecília. Ainda teve espaço para os 'detestados', como Jamyly e Jaime, que eram inimigos e ainda gostavam de bancar os 'coitadinhos'.

A final foi emocionante e com uma disputa muito acirrada. Luis, Helena e Elisa foram os três finalistas, mas ele foi logo eliminado na primeira prova, que consistia no preparo de um peru de Natal. A última prova foi disputada por Helena e Elisa, as duas grandes amigas do reality. As participantes tinham um carinho muito grande um pela outra e foi bacana vê-las se enfrentando na hora da decisão.

E foi uma decisão cheia de tensão, com direito a um momento que já entrou para a galeria de situações marcantes da edição: o pai de Elisa abrindo o pote de goiabada para a filha, após minutos de desespero. Foi o ponto de maior tensão da grande final. No saldo geral, as duas foram muito bem e colheram muitos elogios dos jurados, que tiveram dificuldades na escolha da primeira MasterChef do Brasil. Ambas mereciam a vitória, mas o cobiçado troféu, o carro, R$150 mil e a bolsa de estudos na Le Cordon Bleu, em Paris, foram para a tímida Elisa, que se consagrou vencedora com muito mérito.

O "MasterChef" foi o grande acerto da Band de 2014 e a segunda temporada já está garantida, com previsão de estreia para maio de 2015. A audiência satisfatória (algumas vezes atingia a vice-liderança e a final conseguiu alcançar o primeiro lugar por mais de 30 minutos) foi merecida em virtude da qualidade apresentada. O reality tem tudo para ficar muitos anos na grade da emissora e esta bem produzida primeira temporada foi uma ótima opção para o telespectador. Um prato realmente delicioso.

30 comentários:

Anônimo disse...

ELISA GANHOU!!!!!!!!!!!!! AMEI!!!!!!!

Vinícius disse...

Foi bom mesmo e adorei a final. Teve tudo o que uma boa final necessita. E Elisa mereceu demais. Concordo com seu texto! Foi melhor reality de 2014, deu um banho no BBB, A Fazenda, The Voice...

Denner disse...

Acompanhei desde o início e não me arrependi. Foi um programa muito bom e concordo com a crítica. Mas eu torcia pra Helena.

juliana s disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Yasmin disse...

Adorei o programa e adorei a final também. Elisa merecia e acho um absurdo gente que achou marmelada só porque o pai abriu o pote pra ela. Qual o problema? É competição de culinária, não de quem consegue abrir um pote. Ótima crítica!

juliana s disse...

Sérgio, infelizmente não pude acompanhar o Master chef desde o inicio, já que o sinal da Band é péssimo aqui na minha cidade. Só consegui ver alguns episódios. E realmente o programa é muito bom, e foi super elogiado nas redes sociais.
E por milagre ontem a Band resolveu dar o ar da graça e pude acompanhar a final. No meio dos chuviscos na tela da TV, vi uma final eletrizante e emocionante até o último segundo. Nossa, como dá uma tremenda aflição nos segundos finais, parece que não vai dar tempo arrumar os pratos do jeito que as participantes querem. Tem que ter preparo psicológico para enfrentar uma competição como essa.
Enfim a Elisa venceu e pelos seus comentários ela mereceu ganhar. Bjsssssss

Anônimo disse...

Também gostei embora o começo não tenha me atraído, mas foi um bom programa e a final foi justa. Os jurados exageraram no início com grosserias gratuitas e estavam fora do tom, mas concordo com você que depois o trio virou um dos pontos altos do reality.

OX disse...

Sérgio, eu acompanhei esse reality e gostei muito. Só perdi alguns poucos episódios e achei a final muito boa. Gostei também da estratégia da emissora de colocar os minutos finais ao vivo para evitar vazamentos do anúncio da vitoriosa. E fico feliz em saber que terá uma nova temporada ano que vem. Abraço.

Sempre Fênix disse...

Olá Sérgio
Bom retornar ao seu espaço já agradecendo sua visita e comentário em meu mundo ...
Engraçado, acompanhei o Masterchef somente nas últimas semanas e ontem fiquei sem sinal de tv , mas pelo que pude ver hj em videos O PAI DE ELISA roubou a cena, a minha aposta sempre foi para Helena e os jurados foram bem escolhidos , assim como os competidores foram/são bem ecléticos em suas atitudes e intervenções dentro do programa
Tirar Ana Paula da bancada foi uma grande aposta da Band (risco e acerto)
Aguardo já a segunda temporada
Abraços

Anônimo disse...

Também adorei o programa e a Elisa venceu merecidamente. Aos reclamões, o choro é livre!

Tiago disse...

Sérgio, muito boa sua crítica e pensei que não ia escrever sobre a final porque já tinha escrito sobre o começo do programa. E foi muito bom mesmo. Eu mordi a língua pq não gostei no começo. Mas fui me prendendo e me envolvendo. Elisa merecia e só achei injusto a Cecília não ter ido pra final.

Anônimo disse...

Essa menina mereceu o prêmio e o programa foi uma ótima opção pras noites de terça que andavam pra lá de chatas. Só não sei se é bom outra temporada estrear tão próxima dessa...

Anônimo disse...

Tenho nojo desses programas de "culinária" mirabolantes com competição, haja estomago pra comer os pratos feitos daquele jeito.

Thallys Bruno Almeida disse...

Não peguei o programa de início, mas comecei a assistir na metade e me envolvi com todo esse universo. E confesso que se fosse jurado de uma coisa dessas eu não conseguiria me conter se eu achasse a comida horrível, ia falar mesmo.

Um reality com muito respeito entre os finalistas (não é, BBB e Fazenda), sem essa história de votação popular (não é, The Voice e Superstar), sem essa coisa de favoritismo exacerbado de um só competidor (não é, Superstar), onde quem ganhou foi realmente merecedor (assim como o Aprendiz desse ano). Uma final linda e emocionante.

É vdd que a Ana Paula Padrão foi ofuscada pelos jurados, mas não a achei de todo ruim.

E que o programa tenha vida longa na TV. A gente merece.

Flávia disse...

Torci pra Elisa e pra Cecília. Achei a saída da Cecília muito injusta, mas fiquei feliz pela Elisa. O reality foi muito legal e adorei também, Sérgio. Ótima crítica!

Sérgio Santos disse...

Tb gostei mt, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Deu um banho mesmo, Vinicius. Foi o melhor reality do ano.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Denner. Tb gostava mt da Helena.

Sérgio Santos disse...

Yasmin, esse tipo de reclamação é uma bobagem. O pai ajudou e foi justamente uma das melhores situações da final. E vc tá certíssima, não é competição de abrir mais rápido um pote, é de culinária. Vitória mt justa. bjs

Sérgio Santos disse...

Ah, que pena, Juliana. Eu vi desde o início e não me arrependi. Foi mt bom mesmo e a final honrou toda a qualidade da competição. E precisa msm de mt preparo psicológico pra participar. Eu torcia mt pela Elisa. bjssss

Sérgio Santos disse...

Foi bem isso, anônimo.

Sérgio Santos disse...

OX, foi uma boa estratégia da Band deixar os minutos finais ao vivo pra evitar vazamentos. Funcionou pq se não tivessem feito isso com certeza teria vazado. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Eu que agradeço, Sempre Fênix. E o pai da Elisa roubou a cena mesmo. Foi uma final mt boa e a Band acertou em cheio. Gosto da Ana Paula, mas achei ela deslocada na apresentação. abçs

Sérgio Santos disse...

Foi mt legal, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Tiago. Eu fiz questão de escrever. Foi um ótimo programa. E tb achei injusto a Cecília não ter ido pra final. Ela merecia a vaga do Luis. abçs

Sérgio Santos disse...

Mereceu mesmo, anônimo. A segunda temporada é fruto do sucesso dessa.

Sérgio Santos disse...

Não tenho nojo não, anônimo, pelo contrário, me dá fome.

Sérgio Santos disse...

O programa foi ótimo, Thallys, a vencedora justa e o sucesso merecido.

Sérgio Santos disse...

Tb fiquei feliz pela Elisa, Flávia. bjssss

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.