terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Com "Amores Roubados" e "O Rebu" se destacando, 58ª edição da "APCA" faz justiça na premiação dos melhores de 2014

Na primeira segunda feira de dezembro (dia 1º), foi realizada a tradicional assembleia da Associação Paulista de Críticos de Artes, mais conhecida como "APCA", que reuniu mais de 50 críticos do Sindicado dos Jornalistas do Estado de São Paulo para escolher os melhores em várias categorias, como Arquitetura, Cinema, Artes Visuais, Música Popular, Literatura, Dança, Rádio, Teatro, Teatro Infantil e Televisão.


E na categoria Televisão (sem excluir as demais, vale ressaltar), tanto os finalistas quanto os vencedores foram merecidos. A 58ª edição da "APCA" honrou as qualidades de várias produções e o trabalho de talentosos atores que brilharam em 2014. "Amores Roubados" e "O Rebu" foram as grandes premiadas e, curiosamente, ambas foram encabeçadas pela mesma equipe, que inclusive contou com a participação de alguns atores nas duas produções.

"Amores Roubados" ganhou na categoria "Dramaturgia" e o troféu foi muito justo. A minissérie de George Moura, com direção de José Luiz Villamarim, fez um grande sucesso e arrebatou público e crítica com uma história que mesclava suspense e muito drama.
Porém, é preciso destacar também suas concorrentes: Os remakes de "O Rebu" e "Meu Pedacinho de Chão" foram obras primorosas e também mereciam a vitória. Além delas, também concorreram as ótimas "Plano Alto" (minissérie da Record) e "A Teia" (série policial da Globo).

A grande Cássia Kiss ganhou o prêmio de Melhor Atriz pelo seu desempenho irretocável em "Amores Roubados", na pele da ex-prostituta Carolina, e pela sua visceral atuação em "O Rebu", interpretando a complexa advogada Gilda ---- lembrando que Elizabeth Savalla e Bianca Comparato foram as vencedoras de 2013 pela Márcia de "Amor à Vida" e pela Ana de "A Menina sem Qualidades", respectivamente. Ela concorreu com a igualmente merecedora Patrícia Pillar, que também atuou nestas duas produções impecáveis: viveu a problemática Isabel Favais na minissérie e deu vida a Angela Mahler, uma empresária rica e fria no remake das 23h. Além delas disputaram a sempre ótima Drica Moraes, pela sua Cora, de "Império" ----- hoje, infelizmente, afastada por problemas de saúde -----, Dira Paes, pelo trabalho em "Amores Roubados", e Letícia Sabatella, em virtude da sua tocante atuação na série "Sessão de Terapia".

O prêmio de Melhor Ator agraciou o talentoso Irandhir Santos ---- Mateus Solano foi o vencedor de 2013 pelo seu impecável Félix, de "Amor à Vida" ----- pelos seus magníficos trabalhos: o primeiro na minissérie "Amores Roubados", interpretando o violento João da Silva, e o segundo em "Meu Pedacinho de Chão", vivendo o ingênuo Zelão, capataz que emocionou do início ao fim da novela, escrita por Benedito Ruy Barbosa e dirigida brilhantemente por Luiz Fernando Carvalho. Ele concorreu com o grande Tony Ramos, que deu um show em "O Rebu" na pele do canalha Carlos Braga. Outro merecedor que concorreu com Irandhir foi Bruno Gagliasso, que está impecável interpretando o serial killer Edu na série "Dupla Identidade". Jesuíta Barbosa (grata revelação) e Cauã Reymond também concorreram.

Na categoria Direção ganhou o competente José Luiz Villamarim pelo seu primoroso trabalho em "Amores Roubados" e em "O Rebu". O diretor teve a sorte de dirigir duas produções repletas de qualidades e soube aproveitar os presentes que ganhou em 2014. Ele extraiu tudo o que pôde do elenco e foi responsável por cenas e tomadas de câmeras merecedoras de uma sucessão de elogios. Vale ressaltar que quase sempre, nas duas tramas, eram cenas fortes e difíceis. Luiz Fernando Carvalho era um dos concorrentes e merecia demais também em virtude de seu maravilhoso trabalho em "Meu Pedacinho de Chão", uma vez que ele transformou uma história que caía na mesmice em um lindo conto de fadas. Heitor Dhalia (por "O Caçador"), Mauro Mendonça Filho (que vem dirigindo com maestria "Dupla Identidade") e Michel Tikhomiroff (por "O Negócio") foram os outros concorrentes.

Já o Melhor Programa de Humor foi o "Tá no Ar; a TV na TV". Uma vitória merecida, afinal, Marcelo Adnet e Marcius Melhem foram os responsáveis pela exibição de um produto até então impensável na Globo, onde se faz piada com marcas famosas, debocha da televisão e ainda sacaneia a própria emissora. O êxito do formato implicou em uma segunda temporada prevista para o início de 2015. "Cobertura Especial de Humor na Copa" (Fox Sports 2), "Tudo Pela Audiência" (Multishow) e "Politicamente Incorreto" (FX) também concorreram.

Nas categorias Programas de Variedades e Programa Infantil ganharam "O Infiltrado" (History Channel) e "Quintal da Cultura" (TV Cultura), respectivamente. Vale destacar a menção honrosa ao êxito de "A Grande Família". A homenagem foi prestada em virtude da trajetória da série e também ao lindo episódio final que fechou o ciclo com chave de ouro. É preciso ainda citar o Grande Prêmio da Crítica de Teatro dado a Laura Cardoso, fazendo uma justa reverência a esta grandiosa atriz. Entre outros premiados nas demais categorias, Deborah Secco ganhou como Melhor Atriz de Cinema pela sua entrega no longa "Boa Sorte" e Laila Garin faturou como Melhor Atriz de Teatro, devido ao elogiado trabalho na peça "Elis, o musical".

Foi muito gratificante ver atores que brilharam e produções de qualidade sendo valorizados como merecem. Mais uma vez a "APCA" fez justiça e indicou e premiou os melhores. A cerimônia de premiação será realizada no primeiro trimestre de 2015, em data a ser divulgada, no Sesc Pinheiros, em São Paulo. Parabéns a todos os vencedores.



Indicados na categoria Televisão:

Dramaturgia:
"Amores Roubados" (Globo) - Vencedor
"O Rebu" (Globo)
"Plano Alto" (Record)
"A Teia" (Globo)
"Meu Pedacinho de Chão" (Globo)

Atriz:
Cássia Kis Magro ("Amores Roubados" e "O Rebu") - Vencedora
Patrícia Pillar ("Amores Roubados e "O Rebu")
Drica Moraes ("Império")
Dira Paes ("Amores Roubados")
Letícia Sabatella ("Sessão de Terapia")

Ator:
Tony Ramos ("O Rebu")
Irandhir Santos ("Amores Roubados" e "Meu Pedacinho de Chão") - Vencedor
Bruno Gagliasso ("Dupla Identidade")
Cauã Reymond ("Amores Roubados" e "O Caçador")
Jesuíta Barbosa ("Amores Roubados" e "O Rebu")

Direção:
José Luiz Villamarim ("Amores Roubados" e "O Rebu") - Vencedor
Luiz Fernando Carvalho ("Meu Pedacinho de Chão")
Heitor Dhalia ("O Caçador")
Michel Tikhomiroff ("O Negócio")
Mauro Mendonça Filho ("Dupla Identidade")

Programa Infantil:
"Quintal da Cultura" (TV Cultura) - Vencedor
"Zica e os Camaleões" (Nickelodeon)
"O Irmão do Jorel" (Cartoon)
"Gaby Estrela" (Gloob)
"Patrulha Salvadora" (SBT)

Programa de Variedades:
"O Infiltrado" (History Channel) - Vencedor
"100 Anos de Seleção Brasileira" (Nat Geo)
"Cultura Livre" (TV Cultura)
"Elas" (TCM)
"Agora é Tarde" (Band)

Programa de Humor:
"Tá no Ar: a TV na TV" (Globo) - Vencedor
"Cobertura Especial de Humor na Copa" (Fox Sports 2)
"Tudo Pela Audiência" (Multishow)
"Politicamente Incorreto" (FX)

52 comentários:

Andressa Mattos M. disse...

Sérgio, parabéns pela rica postagem. Adorei ver Amores Roubados e O Rebu sendo valorizadas, tanto nas premiações quanto também nas indicações. Por isso esse prêmio é o mais respeitado. E boa lembrança do Mateus Solano, Bianca Comparato e da Elizabeth Savalla ganhando no ano passado. Não tinha detalhes ainda de todos os premiados e pude me informar aqui. Seu blog é sempre ótimo. Beijo.

Quércia N. disse...

Adorei Amores Roubados mas aquele final me decepcionou por isso daria o prêmio para O Rebu que foi a melhor novela de 2014. E como diretor eu dava pro Luiz Fernando que deixou Meu Pedacinho de Chão linda. Mas todos os indicados mereciam e isso é tão raro de se ver. Tudo bem, o Cauã Reymond não merecia, mas é uma exceção. Adorei a postagem e concordo.

Thallys Bruno Almeida disse...

Fico muito feliz pelas vitórias conquistadas por Amores Roubados e pelas indicações conquistadas pelos atores de O Rebu. Amei muito a série. A novela, eu não achei essa maravilha toda exaltada por muitos, pelo contrário, mas os atores e profissionais indicados honraram estar nessa lista. Aplaudo especialmente o prêmio de dramaturgia, o de direção pro Zé Villamarim e os de atores (pra Irandhir e Cássia). Só trocaria a indicação do Cauã pela do Murilo Benício. Ou do Osmar Prado (que tb fez Amores e Pedacinho). Estranhamente, ano passado não teve a categoria "produto de dramaturgia" (a mesma em que Avenida, Cordel, A Próxima Vítima, etc) ganharam.

O de humor tinha que ser do Tá no Ar.

Anônimo disse...

Sérgio, li as premiações no G1 mas lá eles não divulgaram a lista com todos os concorrentes. Ainda bem que vc postou, me informei. Mais uma vez a justiça foi feita e é gratificante mesmo ver tanta produção e profissional merecedor ganhando. Torcia por O Rebu como Dramaturgia mas Amores mereceu também. E como foi bom ver tanta gente de O Rebu indicada e ainda ganhando. Coisa que os outros prêmios não fizeram. Cássia deu um show mas eu preferia a Patrícia Pillar pelos mesmos trabalhos. E o José Luiz Villamarim mereceu a direção. O que ele fez na série e na novela foi show de bola.

Luma Rosa disse...

Oi, Sérgio!
Você é uma enciclopédia viva da televisão! Depois que passa, o meu esquecimento começa... rs. Mas como foram novelas e séries recentes, ainda lembro um pouquinho das pessoas envolvidas e as premiações foram merecidíssimas. Parabéns à premiação!! Parabéns também à você pela "Xícara de Ouro"; prêmio merecidíssimo!!
:)
Beijus,

Ana Carolina disse...

Muito bom ver O Rebu valorizada como a grande produção que foi. Achei Meu Pedacinho de Chão uma novela linda esteticamente mas a história era mt cansativa. Se não fosse o diretor seria uma novela esquecível.

E os autores de O Canto da Sereia, Amores Roubados e O Rebu saem cada vez mais fortalecidos. Depois desses trabalhos é impossível contestar a competência deles. Cássia Kiss mereceu mt esse prêmio, assim como Irandhir, embora o Tony, pra mim, merecesse mais. Parabéns pela completa postagem!

Rita Sperchi disse...

Olá Serginho querido, que bom saber de tudo algumas coisas já tinha visto mas não tudo e aqui já viu vem bem explicadinho gostei de saber do Irandhir foi premiado , ele foi um genio na novelinha bem colorida, enfim quem ganhou , porque merceu , saõ atores e atrizes espetaculares
Elogios pelo post.

Ah seu presente seguiu ontem dia 8 tã bom me avisa quado chegar.

Bjuss e até mais

└──●► *Rita!!

Rita Sperchi disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Lulu on the Sky disse...

Olá, Sérgio !
Duas excelentes atrações que foram premiadas. Gostei demais de ambas
Ótimo dia pra você.
Big beijos
Lulu on the Sky

Melina disse...

Sérgio, querido, estava esperando essa postagem. Como foi bom ver a nossa O Rebu com tantas indicações e sendo premiada. Amores Roubados também foi grandiosa mas queria O Rebu como Dramaturgia. E soube que a votação foi apertada entre Amores e O Rebu. Cássia maravilhosa foi condecorada pelos seus grandes trabalhos e Irandhir é um grande ator também. Não nego que torci por Tony Ramos pelo canalha Braga, mas foi justo. José Luiz Villamarim foi um grande diretor e tb mereceu o troféu. Orgulho dessa equipe! Que saudades bateu da novela, Sérgio. Esse ano só essa honrou a posição de novela do ano. E adorei essa foto da Sophie com o Roberto Carlos. Ela vai cantar Sua Estupidez, né? Linda. Um beijo.

Anônimo disse...

Parabéns pelo texto bem informativo. E é nesse prêmio que se vê o que valeu a pena mesmo. E desse ano só se salva mesmo Amores Roubados e O Rebu. Produções impecáveis. O resto não se salva nada até mesmo essa Meu Pedacinho de Chão que se não fosse o diretor seria mais uma novela sonolenta do Benedito. Até essa Dupla Identidade que começou ótima tá se perdendo com vários absurdos como a tal da que sofre de Bornerline sair dizendo todos os sintomas da sua doença. Se ela soubesse que é doente não agiria como age. E a Vera? Vai ficar sozinha com um psicopata pra virar refém? Me poupe.

Sempre Fênix disse...

Não tive paciência nem animo de assistir O Rebu, talvez pelo horário, não sei, mas é inegável a interpretação inpecavel de Pilar e Kiss em todas as produções que se envolvem !!!
Amores Roubados, foi mais leve pra mim, tanto que me prendeu do inicio ao fim
ótima noite
Abraços

Reinaldo SP disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Karen disse...

Premiação justa e concordo com a maioria dos comentários sobre O Rebu. Tb acho que deveria ter ganhado como dramaturgia. Essa novela entrou para o hall das novelas de luxo da Globo. O Tá no ar foi outra boa surpresa desse ano.

Nidja Andrade disse...

Noossa incrível... amei!...

MARILENE disse...

Sergio, desconhecia todos os resultados da premiação e gostei muito da clareza de sua postagem. Tenho como merecedores os escolhidos, cujos trabalhos foram brilhantes. Bjs.

Reinaldo SP disse...

Boa tarde blog, gostei muito da matéria sobre os vencedores do consagrado APCA, sempre confiro suas premiações todos os anos. Os grandes vencedores de 2012 foram Adriana Esteves e José de Abreu, os de 2013 foram Mateus Solano, Elizabeth Savalla e Bianca Comparato, e agora, os de 2014, são Irandhir Santos e Cássia Kiss. É difícil não sentir orgulho dessa magnifica premiação, sendo que, na minha opinião, é a única a chegar perto de um Oscar.
Irandhir Santos é um ator extraordinário e, realmente, fez por merecer. O ator já havia faturado milhões de prêmios por seus trabalhos no cinema, e agora, com o APCA em mãos, o ator se consagrou de vez. O ator fez um ótimo trabalho como o antagonista João, de Amores Roubados, e como o cativante Zelão, de Meu Pedacinho De Chão. Me surpreendeu muito a forma como o ator conduziu magistralmente esses dois personagens, nem parecia que ambos eram vividos pelo mesmo ator (e muito menos com os vários tipos que viveu no cinema como, por exemplo, em Tropa de Elite 2, lembram-se?), portanto, sua premiação foi mais do que justa.
Cássia Kiss faturou o primeiro APCA de sua carreira, e já estava mais do que na hora desse momento chegar. Após a atriz ter dado um show como a sofrida Dulce (em Morde e Assopra), eis que a atriz volta a nos surpreender na pele de Carolina (em Amores Roubados) e Gilda (em O Rebu), sua premiação foi mais que merecida. Cássia é uma atriz consagrada, acompanhei quase todos os seus trabalhos, mas fiquei bastante chateado por não vê-la incluída nas demais premiações como realmente merecia.
Amores Roubados, O Rebu e Meu Pedacinho De Chão foram produções excelentes, mas eu teria optado por O Rebu, mas não achei injusto a vitória de Amores Roubados. Só lamento muito por quem não tenha acompanhado essas magnificas produções, não sabem o que perderam.
O APCA foi, seguramente, o prêmio mais justo e coerente do ano. Aguardarei ansiosamente pela premiação APCA do próximo ano, até mais.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, concordo inteiramente com o seu ótimo comentário. As vitórias foram merecidas, especialmente de Irandhir, Cassia, Amores Roubados.

Ana Mack disse...

Tão bom ver só quem merece ser indicado e os vencedores sendo realmente os que mais se destacaram... É tanta premiação por escolha da audiência, e em tempos em que até o Grammy virou bagunça (e às vezes o próprio Oscar), que pouco vemos quem realmente merece levar o prêmio. Palmas para os organizadores! Sorri de orelha a orelha com a lista de indicados e com seus respectivos vencedores (Jesuíta Barbosa, se gostasse de mulher, bem que podia vir aqui em casa que eu o consolava pela falta do troféu - Cauã tbm pode vir). Já posso chamar a equipe de Rebu e Amores Roubados de reis da televisão? Pq olha... Excelentes! E pensar que fizeram duas obras primorosas no mesmo ano... Coisa para poucos!

Amanda Ventura disse...

Sérgio, a premiação da APCA é um dos raros casos em que todos os concorrentes das categorias dramaturgia, ator, atriz e direção estavam no mesmo nível. Os vencedores mereceram, mas seus concorrentes não estavam atrás.
Sobre programa infantil e de variedades não posso opinar, pois não assisti nenhum.
Mesmo sem conhecer os concorrentes do Tá no Ar, acredito que a vitória foi justa. O programa é ótimo. Estou feliz por saber que vai voltar em 2015.

Henrique disse...

Essa premiação foi ótima! E dá pra ver que tem credibilidade pq ignorou todas as novelas porcas desse ano como Geração Brasil, Em Família, Império, Joia Rara, Boogie Oogie... Nenhum desses lixos foi sequer lembrado em categoria alguma, com exceção da Drica pela Cora. O Rebu e Meu Pedacinho foram as únicas novelas que prestaram esse ano. Gostei mt dos vencedores.

Fran disse...

Graças,a APCA premiou justamente quem realmente mereceu,já to cansada desses premios dado por votação de internet,onde o que prevalece é quem tem mais torcida organizada,quem tem rostinho mais bonito ou é mais conhecidos!

Kauê disse...

APCA sempre fazendo justiça e premiando quem de fato merece! Concordo plenamente com as indicações, e os vencedores. Irandhir mereceu ganhar pelo lindo trabalho em "Meu Pedacinho de Chão" embora Tony Ramos os demais tbm merecessem, o mesmo para a ótima Cassia Kis, sendo que Patricia Pillar tbm era merecedora, kkkkkk.

Muito bom ver "Amores Roubados" e "O Rebu" (elenco e direção) valorizados, o que não aconteceu com outras premiações.... Lamentável! Aliás, já me tornei fã dessa equipe que em um pouco espaço de tempo apresentaram dois produtos completamente diferentes, e de ótima qualidade.

Ana Braga disse...

Nossa!não concordo com alguns nomes!

Anônimo disse...

Gostei muito, estava bastante ansiosa para saber quem eram os vencedores do APCA, alias, ganharam justamente os atores em que eu estava apostando, Irandhir e Cássia mereceram.
Só que não estou nada ansiosa pelo troféu imprensa, depois do que vi no ano passado me desanimei completamente, Mateus Solano concorrer com Caio Castro e o Cirilo do Carrossel foi o fim da picada e tenho certeza que nenhum dos concorrentes do APCA irão concorrer no troféu imprensa, o povo infelizmente não sabe analisar e escolher.

Tiago disse...

Concordo com toda a sua postagem e com os vencedores. E o APCA é o único prêmio respeitado desse país. E terem ignorado esse ano as duas novelas do horário nobre e terem falando só de Meu Pedacinho de Chão e O Rebu comprova como só essas novelas valeram a pena em 2014. E veja que nada tem a ver com ser popular ou não porque ano passado Amor à Vida teve várias indicações onde se consagraram dois vencedores. O que vale é uma boa produção com grandes atuações.

juliana s disse...

Sérgio, esse ano a Globo fez ótimas séries que fica muito difícil escolher a preferida, sem falar na novela O rebu que foi maravilhosa com vários atores de peso reunidos. E a novela Meu Pedacinho de chão que foi uma doce e encantadora surpresa.
Que bom que eles foram valorizados, tomara que em 2015 nos surpreenda ainda mais. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Andressa. Pois é, ano passado os melhores tb mereceram vencer assim como nesse ano. E em 2012 foi José de Abreu e Adriana Esteves os vencedores, merecidamente tb. bjs

Sérgio Santos disse...

Quércia, achei que o Cauã tb não merecia indicação embora tenha achado ele ótimo em O Caçador. Mas em Amores Roubados não gostei dele. Tb daria o prêmio para O Rebu de Dramaturgia. bjs

Sérgio Santos disse...

Todos os vencedores foram merecidos, Thallys, como é de costume nesse prêmio. Até pq 99% dos finalistas tb mereciam. Fiquei mt feliz em ver O Rebu e Meu Pedacinho de Chão lembradas e tão valorizadas pela premiação. Mereceram. Ano passado não teve Dramaturgia e quem perdeu com isso foi O Canto da Sereia que provavelmente levaria o troféu.

Sérgio Santos disse...

Que bom que gostou, anônimo. E concordo que a Patrícia Pillar tb merecia, assim como O Rebu que foi grandiosa. Mas foi mt gratificante mesmo ver todos os bons produtos e os ótimos atores valorizados.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Luma! =) Beijão!

Sérgio Santos disse...

Concordo plenamente, Ana. Foi ótimo ver O Rebu valorizada e a equipe está cheia de prestígio depois de O Canto da Sereia, Amores Roubados e O Rebu.

Tb acho que Meu Pedacinho foi linda mas a trama foi cansativa. Se não fosse o diretor, seria mais uma mesmice do Benedito. Bjsss

Sérgio Santos disse...

Irandhir mereceu mt msmo, Rita. E pode deixar que aviso. bj

Sérgio Santos disse...

Bom fim de semana, Lulu. bjs

Sérgio Santos disse...

Melina, que bom que gostou. Póis é, foi bom demais ver a nossa O Rebu tão valorizada. E eu tenho uma conhecida que é crítica da APCA e ela me contou algumas coisas que me deixaram mt feliz, mas não posso falar pq é sigiloso. :( E tb acho que o Tony era mt merecedor, mas o Irandhir foi genial tb. José Luiz Villamarim saiu consagrado e Cássia Kiss merecia mt, assim como a Patrícia. Enfim, foi mt bom.

E a Sophie cantará Sua Estupidez mesmo. Aliás, já cantou. Mt legal o reconhecimento. bjs

Sérgio Santos disse...

Anônimo, concordo com vc, com exceção de Dupla Identidade que acho excelente. Mas sim, concordo que a Ray ter falado tudo o que fazia pra Vera ficou forçado assim como a policial tirar a algema do Edu. Mas não afetou a qualidade da série.

Sérgio Santos disse...

Sempre Fênix, te aconselho a ver O Rebu. Foi impecável. E Amores Roubados tb foi excelente, mas não foi leve não, pelo contrário, foi bem pesado. Abração.

Sérgio Santos disse...

Concordo plenamente, Karen! Plenamente. bj

Sérgio Santos disse...

Idem, Nidja!

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Marilene. bjssss

Sérgio Santos disse...

Reinaldo, parabéns pelo seu comentário. Perfeito e eu concordo com cada vírgula de tudo o que vc falou. Me falta até o que acrescentar. Tanto em 2012, quanto em 2013 e agora os vencedores foram mt justos e eu tb optaria por O Rebu, que foi um grande privilégio de assistir. Irandhir merecia mesmo e ele deu um show. Cássia estava merecendo desde a Dulce, de fato, e agora o reconhecimento veio. Ainda bem. Enfim, concordo com tudo. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Elvira. bjs

Sérgio Santos disse...

Ana, é verdade. A equipe de Amores Roubados e O Rebu conseguiu produzir duas obras maravilhosas em um ano. Estão cheios de prestígio e foi um prazer mesmo ver tanta gente merecedora indicada e ganhando. Bjs

Sérgio Santos disse...

Concordo, Amanda. E eu tb não vi o infantil, mas acho que foi justo. Os concorrentes do Tá no Ar eu vi todos e ele era o melhor mesmo. Tb fiquei feliz com a volta do programa em 2015. bjsssss

Sérgio Santos disse...

Tb gostei mt dos vencedores, Henrique. E O Rebu e Meu Pedacinho de Chão foram mesmo as melhores novelas do ano de longe. Abçs

Sérgio Santos disse...

É verdade, Fran.

Sérgio Santos disse...

Perfeito, Kauê. E eu tb acho que o Tony e a Patrícia tb eram tão merecedores quanto Irandhir e Cássia, o que só reforça a justiça das indicações. Tb me tornei fã do George Moura e Sérgio Goldenberg. abçs

Sérgio Santos disse...

Ok, Ana.

Sérgio Santos disse...

Tb gostei mt, anônimo. E assim como vc tb não estou nem um pouco animado com o Troféu Imprensa que tem deixado mt a desejar.

Sérgio Santos disse...

Tiago, mt bom seu comentário. É verdade, ano passado dois atores de Amor à Vida ganharam merecidamente e a novela teve boas indicações tb. Ao contrário de agora, já que Em Família e Império foram ignoradas. O Rebu foi a melhor novela de 2014 e Meu Pedacinho de Chão foi linda. Mereceram as indiações e vitórias.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Juliana, concordo com vc. bjsss