sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Na pele do poderoso José Alfredo, Alexandre Nero honra o posto de protagonista de "Império"

A estreia de Alexandre Nero na televisão foi tardia. Com 38 anos, em 2008, o ator caiu nas graças do público logo em sua primeira novela. Na pele do humilde verdureiro Vanderlei, Alexandre se destacou vivendo um dos personagens de menor importância de "A Favorita", primeira novela de João Emanuel Carneiro no horário nobre. Pois seis anos se passaram e hoje ele brilha vivendo o protagonista de "Império", na trama de Aguinaldo Silva.


José Alfredo é um personagem bem complexo e engrandecedor para qualquer ator. Após se apaixonar pela mulher do irmão, viu sua vida entrar em desgraça e acabou caindo nas armações de Cora (Marjorie Estiano), que fez de tudo para vê-lo longe da irmã e da casa de seu cunhado. Ao cair nas graças de um senhor milionário, o jovem viu seu destino mudar e enriqueceu ---- devido ao mercado negro de pedras preciosas ----, formando uma família que vive às voltas com o poder de seu tão cobiçado império.

O homem carinhoso da primeira fase deu origem a um sujeito amargo e agressivo, que foge do passado a qualquer custo. Tudo por causa da dor de um amor que não conseguiu se concretizar. Com a entrada de Cristina (Leandra Leal) em sua vida ---- filha dele com Eliane (Vanessa Giácomo/Malu Galli) ----, o rico empresário entra em conflito consigo mesmo, uma vez que demonstra uma simpatia pela moça, enquanto enfrenta dificuldades de encarar todo o sofrimento que a figura daquela mulher representa.
Mas ao aceitá-la como membro da família e colocá-la dentro de sua empresa, o todo poderoso abre sua guarda e se permite gostar daquela mulher tão parecida com ele.

A complexidade destes sentimentos proporciona para Alexandre Nero cenas ótimas, que evidenciam o acerto de sua escalação. O ator está impecável na pele deste bem construído personagem, que tem uma amante muito mais jovem, é pai de três filhos e casado com uma mulher que só pensa em poder. Aguinaldo escreveu José Alfredo especialmente para ele e acertou em cheio.

Vale destacar os fortes embates que o comendador tem com Maria Marta, repetindo a ótima parceria do ator com Lilia Cabral, já vista em 2008, em "A Favorita". Na época, ambos viviam perfis completamente distintos dos atuais: enquanto ele dava vida ao humilde Vanderlei, ela interpretava a sofrida Catarina, que era constantemente espancada pelo marido. Agora, ambos se destacam novamente fazendo uma excelente dobradinha, na pele de um casal que está junto pelo poder, embora haja um sentimento mal resolvido.

Alexandre ----- que ganhou recentemente o Prêmio Extra de Melhor Ator ---- também tem sequências muito boas com Caio Blat (José Pedro), Daniel Rocha (João Lucas), Andreia Horta (Maria Clara) e Marina Ruy Barbosa (Maria Isis). Enquanto Zé Alfredo demonstra uma predileção pela filha e um carinho pelo caçula, não faz questão de esconder o desprezo que sente por José Pedro, rapaz interesseiro e egoísta. Já com sua 'sweet child', o comendador tem uma relação sólida e repleta de sentimentos, mesmo ela sendo sua amante.

Ainda que tenha estreado na televisão como ator já com mais de 35 anos, Alexandre Nero vem emedando um trabalho atrás do outro e sempre se destacando em seus trabalhos. Começou na carreira tardiamente, mas tem colhido merecidos frutos desde que surgiu na telinha. Após "A Favorita", ele brilhou em "Paraíso" (2009), na pele de Terêncio, e deu um show com seu primeiro grande vilão: o Gilmar, de "Escrito nas Estrelas" (2010), que foi um dos pontos altos da trama de Elizabeth Jhin. Já em 2011, o ator interpretou o homofóbico Baltazar ----- motorista de Tereza Cristina (Christiane Torloni) ----- e fez uma dupla ótima com Marcelo Serrado, o mordomo Crô, em "Fina Estampa".

Em "Salve Jorge" (2012), Alexandre deu vida ao advogado Stênio, formando o melhor casal da novela de Glória Perez ao lado de Giovanna Antonelli, a delegada Helô. Eles roubaram a cena e acabaram virando o par protagonista da história. Já em 2013, Nero ganhou o vilão Hermes, de "Além do Horizonte" e também brilhou, embora não tenha ficado até o fim por causa do seu protagonista de "Império" ----- precisou sair do folhetim de Marcos Berstein e Carlos Gregório para se dedicar ao José Alfredo.

Alexandre Nero (que também é cantor e compositor) é um ator que vem ganhando um merecido reconhecimento e ter ganhado o protagonista da atual novela das nove é apenas a comprovação deste fato. O comendador está nas mãos de um profissional que faz jus ao elogios que recebe.

50 comentários:

Gustavo Nogueira disse...

Ótimo post, Sérgio.O José Alfredo é o melhor personagem de Império, é um protagonista muito bem construído e repleto de complexidade.Se faz de durão, mas se desmorona quando se lembra de Eliane e teve dificuldades em aceitar a Cristina(Leandra Leal ótima).O Alexandre Nero se destacou em todos os trabalhos, é muito talentoso, destaco o Gilmar de Escrito nas Estrelas, Stênio de Salve Jorge e agora José Alfredo de Império.Mas o personagem dele em Fina Estampa não me despertou atenção, primeiro era um homem violento que batia na esposa, depois foi para a comédia escrachada com o Crô(nem a dupla formada pelos dois me agradou nessa péssima novela) o personagem perdeu a identidade.Mas não foi culpa dele claro, foi culpa do Aguinaldo que não soube conduzir.E em Império o Alexandre Nero faz boas cenas com a Lilia Cabral(queria que os personagens deles ficassem juntos), Leandra Leal(só gosto da chata da Cristina nas cenas com ele), Daniel Rocha, Caio Blat e Andréia Horta.Mas ele e a Maria Isis não me convencem como casal, não há química entre eles, prefiro mil vezes ele com a Maria Marta, apesar da Marina Ruy Barbosa não fazer feio em cena.

Anônimo disse...

Ele é um grande ator e o personagem é complexo de fato mas é muito decepcionante ver como essa novela foi destruída. Nada mais salva.

William O. disse...

Ele começou tar mesmo mas vem crescendo. Não gostei dele como Stênio e só ganhou prêmio por causa das talifãs da Giovana Antonelli. Ele mesmo reconheceu isso. Mas agora está bem de Zé ALfredo.

Anônimo disse...

Um grande ator vivendo um ótimo personagem numa novela que prometia mas não cumpriu nem a metade.

S disse...

Assim como maioria das mulheres eu acho ele super charmoso, é um artista completo, ator, músico e compositor. Esse aspecto meio cult dele que é visto nas redes sociais, acho que explica bastante porque ele demorou um pouco para aparecer no horário nobre. Tenho orgulho porque ele também é paranaense.
Adorei aqui, Beijos

✿ chica disse...

Ele está maravilhoso nesse papel.Estou gostando muito e acompanhando o desenrolar da trama...abraços, lindo fds! chica

Anônimo disse...

Alexandre Nero nasceu pra brilhar. Conheci o trabalho dele em Salve Jorge e amei a parceria dele com a Gio Antonelli. Agora estou amando a parceria dele com a diva talentosa Lília Cabral. Eles são perfeitos juntos.Queria que a Marta e o Zé Alfredo voltassem a ficar juntos.

Lulu on the Sky disse...

Sérgio,
quando o Nero foi escalado para viver o José Alfredo, eu tinha certeza de que ele iria além do personagem.
Super talentoso, a cada trabalho ele evolui e você pode notar a versatilidade dele seja em drama ou humor.
big beijos

Rita Sperchi disse...

Olá tudo bem? Hj vim fazer um convite para
participar do sorteio de natal que o meu blog
Cantinho Virtual da Rita está fazendo .
Desejo sorte participe, bjuss e bom final de semana

Abraços

└──●► *Rita!!

juliana s disse...

Sérgio, o Alexandre Nero está maravilhoso em Império. Só acho que a novela está meio devagar e parece que vai continuar assim. Mas ainda pode ter jeito. bjsssss

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Quando Alexandre Nero começou na TV como o verdadeiro Vanderlei, em A Favorita, eu não poderia imaginar a sua ascensão profissional. Ele está cada vez melhor, inclusive brilhou em Fina Estampa e Salve Jorge e está espetacular em Imperio.

Anônimo disse...

A princípio assisti Império por vídeos apenas pela Marjorie, mas acabei me encantando com ele na novela. Merece todo o sucesso pelo trabalho impecável!
Para mim é um dos melhores protagonistas dos últimos anos... Aguinaldo geralmente sabe criar bons e reais "mocinhos", mas esse está incrível, é um protagonista muito bem construído, complexo... Adoro o ator, personagem, o casal que forma com Ísis e a relação dele no geral com cada um dos personagens. Tudo na novela se torna mais interessante quando ele está presente, e o ator demonstra sintonia com todos.
A relação que o personagem está criando com Cristina também é ótima. Gosto de como ela está conseguindo fazer ele mostrar mais o lado amável dele, quando antes ele mostrava esse lado apenas para Clara, Ísis ou os poucos ao redor dele que mereciam.
Gosto da novela e acho a melhor do horário nobre desde Avenida Brasil, porém assisto principalmente por ele e algumas relações dele na novela. Para mim é um anti-herói muito fácil de conquistar e torcer, principalmente depois que você entende o jeito e as atitudes dele.
Sempre que vejo as cenas dele penso em como finalmente acertaram, depois de anos, tanto no personagem principal quanto no ator para dar vida à ele. Meio que inovaram também, fugiram do óbvio e chato...
Já tinha visto outros trabalhos do Nero, e todos muito bons, mas José Alfredo é um personagem apaixonante e ele está sabendo aproveitar muito bem. Rouba totalmente a atenção.
Torço para que após Império venham personagens e protagonistas tão bons quando esse para ele, pois ele merece. Ótimo ator, trabalho incrível como comendador e já quero ver outros iguais ou tão bons quanto esse.
Depois dessa novela ele com certeza é um dos meus favoritos.

Anônimo disse...

Só corrigindo meu comentário e discordando de uma parte do texto, acho que existe boa sintonia e sequência com todos, tirando o Rocha. Só consigo achar bom por ser o Nero em cena com ele.

E Sérgio, só para avisar, no texto houve erro de digitação e está 2001 o ano da novela Fina Estampa.

MARILENE disse...

Sergio, não sabia que ele era cantor e compositor. Está brilhando na novela, embora esta esteja deixando a desejar. As cenas são lentas e estendidas em demasia. Bjs.

Andressa Mattos M. disse...

Sérgio, depois de Amor à Vida não veio outra novela boa no horário nobre. Torço para Babilônia. Mas apesar de Império ser fraca, concordo com seus elogios ao Alexandre Nero que está muito bem vivendo o comendador. Mas foi um erro do autor matar a Eliane. O personagem ficou sem par romântico pq aquela mosca morta da Isis não dá.

Kauê disse...

Sérgio, não tenho acompanhado muito Império por causa da facul, e tbm porque a trama não esta essas coisas todas, enfim...

Mas é preciso destacar mesmo o Alexandre Nero que está fazendo bonito, na minha opinião é o personagem mais interessante da novela, mt bem construído. Lembro dele em A Favorita e mesmo sendo um papel pequeno ele mostrou serviço por ser seu primeiro trabalho na TV e fez um ótimo par com a sofrida personagem da Lília Cabral.

Não o vi em Escrito nas Estrelas, não acompanhei essa novela, mas gostei bastante dele em Salve Jorge, aliás ele e Dona Helô eram um dos poucos motivos pra conseguir ver aquela novela...

É uma pena que Império tenha prometido tanto e não surpreendeu muito, mas reconheço que Zé Alfredo esta sendo muito bem defendido pelo Nero, que tem se firmado como um ótimo ator a cada trabalho. É de se admirar que mesmo a trama perdendo um pouco o rumo ele consegue se destacar, não compromete em nada, esta sob medida!

Abraços! Ah, e vc escreve muito bem. Parabéns.

Anônimo disse...

Alexandre Nero esta muito bem como o Comendador,esta arrazando,só não esta perfeito,porque o personagem as vezes é meio chato demais,ele grita muito kk,Tirando isso ele esta otimo,ele tem uma quimica e uma sintonia perfeita com Lilia Cabral,as cenas deles seja de briga,de humor,ou de drama,são Show,é uma grande parceria,Ja nao posso dizer a mesma coisa da parceria com Marina Ruy Barbosa,o casal José Alfredo e Maria Isis é a pior coisa dessa Novela,os atores não tem quimica,a Historia é forçada,e o casal é insuportavel,cenas chatas e sem graça,chega a dar nojo,torço para que ele fique com Maria Marta no fim,seria o ideal,e o melhor,os dois combinam mais e tem uma Historia de Verdade.Ele tambem tem otimas cenas e demonstra sintonia com seus Filhos,Cristina(Leandra Leal),Zé Pedro(Caio Blat) e Maria Clara(Andreia Horta),mas suas Melhores e mais emocionantes cenas como pai são com João Lucas(Daniel Rocha),como aquela em Zé Alfredo tira João Lucas da cadeia e os dos tem uma discussão emocionante e impactante,e aquela em que Zé Alfredo ve João Lucas chegar descontrolado em casa e ameça expulsar o filho,são grandes cenas que ficaram marcadas da Novela,esse Jovem Ator Daniel Rocha é um Genio da Nova Geração de Atores,é muito Talentoso,ele ta arrazando em Império,João Lucas é um Grande Personagem,ele emociona,diverte,e tem cenas de drama e de impacto,o ator tem uma quimica surpreendente com Josie Pessoa,o casal é lindo,e tem tambem otimas cenas ao lado de Lilia Cabral e Alexandre Nero,é um dos Melhores Atores da Novela ao lado de Alexandre Nero e Muitos outros.

Anônimo disse...

Ele tá ótimo, mas já não acho o personagem tão bom assim. Descambou pro besteirol. O que foi aquela cena do diamante se quebrando? Diamante nem se quebra e aquelas cenas foram uma tosqueira só.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Alexandre Nero tem mesmo brilhado na figura do Comendador. Seu desempenho está irretocável. O autor da trama acertou em sua escolha para protagonizar a novela. Já como Stênio, confesso que não gostei. Não pelo desempenho dele, mas pelo personagem, nada carismático. Em 'Império' acontece exatamente o contrário, pois o personagem dele é forte e muito carismático. Sem dúvida, excelente ator.

Ótimas considerações.

Boa madrugada e feliz domingo.

Abraço.

Anônimo disse...

É um bom ator com um bom personagem numa novela mediana.

Sérgio Santos disse...

Gustavo, ele está mt bem mesmo e tb se destacou nessas produções citadas por vc. Destaco mais o Gilmar de Escrito nas Estrelas. E é verdade, o Baltazar em FE mudou completamente de personalidade e a novela foi absurdamente ruim. Mas achava a parceria dele com o Crô boa. Era a única coisa que eu elogiei naquela novela horrível.

E tb não vejo graça do Zé com a Maria Isis. Prefiro com a Maria Marta. Abração.

Sérgio Santos disse...

A novela decaiu bastante mesmo, anônimo.

Sérgio Santos disse...

William, achei ele bem como Stênio, mas nada de espetacular. Até pq o personagem não dava muitas possibilidades. Mas realmente os prêmios populares vieram por meio da votação do fã-clube da Giovanna.

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Que bom que gostou, S. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Tenha uma ótima semana, Chica. bjs

Sérgio Santos disse...

Ele é ótimo mesmo, anônimo. Como a Maria Marta não é nada daquela terrível vilã que prometia, tb prefiro que eles fiquem juntos.

Sérgio Santos disse...

Concordo plenamente, Lulu. bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo convite, Rita. bj

Sérgio Santos disse...

A novela tá cansativa mesmo, Juliana, concordo com vc. bjs

Sérgio Santos disse...

Eu tb não imaginava, Elvira. Mas ele foi evoluindo e ganhando cada vez mais destaque merecidamente. Bjs

Sérgio Santos disse...

O trabalho do Alexandre está impecável mesmo, anônimo. E a participação da Marjorie na primeira fase foi excelente. Mas o protagonista é complexo, cheio de nuances e o ator está sabendo dosar tudo muito bem. Acho Amor à Vida a melhor novela depois de Av. Brasil, mas respeito vc gostar de Império. Acho que a novela começou incrível mas ficou mt cansativa e desinteressante.

E é verdade, o Zé só se desarma diante da Cristina, Isis e Maria Clara. Enfim, é um personagem excelente. abçs.

Sérgio Santos disse...

Ah, anônimo, obrigado pela correção. Foi um erro de digitação mesmo, mas já corrigi. Obrigado.

Sérgio Santos disse...

Ele é sim, Marilene. E está mt bem na novela, que realmente tem deixado a desejar. bj

Sérgio Santos disse...

Pois é, Andressa. E eu tb estou apostando em Rio Babilônia. Tá prometendo. Mas o Nero está impecável de Zé Alfredo. bjssss

Sérgio Santos disse...

Kauê, muito obrigado. Fico feliz que goste dos meus textos. E o Nero em Escrito nas Estrelas deu um show. Pena que vc não pôde ver. Mas tb acho o comendador personagem mais interessante da novela e está sendo interpretado com maestria por ele. Abração!

Sérgio Santos disse...

Anônimo, não me incomodo com os gritos do Zé. rs Mas entendo. E tb não vejo graça no casal com Maria Isis. Mas o ator tem mesmo uma grande sintonia com seus companheiros de cenas e Daniel Rocha fez muitas cenas boas com ele no começo. A química de Daniel com Josie é ótima tb e o casal agrada. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Entendo, anônimo. abçs

Sérgio Santos disse...

Ah, anonimo, embora tb goste do Zé com a Maria Marta não creio que eles fiquem juntos no final pq o autor já mostrou uma clara predileção dele com a Isis. Enfim... abçs

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Vera. E eu lembro que vc não gostou dele como Stênio. Tb não achei nada de incrível, mas ele e a Giovanna roubaram o posto de casal protagonista daquela péssima Salve Jorge. E como Zé Alfredo ele está mt bem. bjssss e boa semana.

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, anônimo.

Anônimo disse...

José Alfredo está muito bem na pele do comendador, Sérgio. Sérgio, só uma coisa; desculpa te perturbar, mas como vc aguenta aquele patético Thallys na sua página no facebook? Aqui no blog ele sumiu pq deve ter cansado de apanhar dos leitores, mas lá ele continua. Será que ele não se cansa? Nunca vi uma pessoa tão imbecil e insuportável quanto essa. Deve ser muito infeliz pra ser tão fixado em vc. Será que é algum maníaco? haha Abraço.




Italo

Luma Rosa disse...

Oi, Sérgio!
Como sou noveleira recente, não conhecia o trabalho do Alexandre Nero. Lembro de uma passagem na novela Império em que ele palita os dentes e dá uma chupadinha nos dentes... eu fiquei morrendo de nojo, daí lembrei do personagem e constatei como ele se entregou ao papel - Não são todos atores que se prestam à isso, pois a vaidade muitas vezes impera!
Beijus,

Anônimo disse...

Não gosto do Zé com Marta, é apenas um embate repetido de forma exaustiva com uma frase metida a engraçadinha, muitas vezes nem isso, aqui ou ali. Não tem encanto! Isso não é química, é apenas aquela velha formula usada entre protagonista e antagonista das novelas das 9. Que já deu certo, mas está desgastada e enfadonha.
Mas realmente, o personagem Zé Alfredo é excelente, um anti-herói nordestino arretado e o contraponto quando o Zé se desarma diante da Cristina, Isis e Maria Clara. E o jeitão popular acentuado na amizade com os velhos amigos no bar. E Nero o faz muito bem!
Como todos aqui, apenas dando a minha opinião, um pitaco kkk Abraços!

Filha do Rei disse...

Ele está "fenomenal" como dizia o personagem de J. Wilker. Ele me faz rir de suas tiradas e junto com a Lilian Cabral fazem de cada cena um show a mais.

Sérgio Santos disse...

José Alfredo tá mt bem mesmo, Italo. E quem disse que eu aguento? rs abçs

Sérgio Santos disse...

Luma, obrigado pelo comentário! =)) bjsss

Sérgio Santos disse...

E pode dar sua opinião sempre que quiser, anônimo. Será bem vindo. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Concordo, Cléu. bj

Sérgio Santos disse...

Aliás, Cléu, saudade do Giovanni Improtta. bj