terça-feira, 18 de novembro de 2014

Joana Fomm volta em "Boogie Oogie" e mata a saudade dos telespectadores

Afastada das novelas há nove anos (o último folhetim que contou com sua luxuosa participação do início ao fim foi "Bang Bang", em 2005), Joana Fomm voltou em "Boogie Oogie", na pele da enigmática e ferina Tia Odete, mulher que chegou para movimentar a novela das seis de Rui Vilhena. A atriz estava fazendo muita falta na televisão e é um prazer vê-la de volta.


Joana sofreu alguns percalços antes de retornar à telinha. Em 2007, o autor Gilberto Braga chegou a convidá-la para interpretar a picareta Marion em "Paraíso Tropical", mas a atriz se viu obrigada a recusar o convite em virtude da descoberta de um câncer de mama (a doença a obrigou a fazer cinco cirurgias para corrigir os seios mastectomizados) ---- a personagem acabou ficando com a ótima Vera Holtz. Já em 2010, foi escalada pelo mesmo autor para o elenco de "Insensato Coração", mas novamente um problema de saúde a afastou: desta vez foi a Disautonomia, doença que afeta o sistema nervoso e compromete os movimentos, descoberta por ela justamente quando o tratamento contra o câncer tinha chegado ao fim.

Como esta enfermidade não tem cura, a atriz precisa se cuidar constantemente. Enquanto enfrentava o novo problema, Joana fez apenas algumas aparições na televisão. Vide suas participações em "Casos & Acasos" e "Dicas de um Sedutor" (ambas em 2008). Já em 2010, Daniel Filho a convidou para uma participação na série "As Cariocas" e ela aceitou desde que gravasse sentada, pois seus movimentos ainda estavam muito limitados.
Em 2012, ela estava melhor e foi escalada para a maravilhosa novela "Lado a Lado", mas recusou o papel. Desta vez não por questões de saúde e sim por achar a personagem muito parecida com a inesquecível Perpértua de "Tieta" ---- o papel em questão (Dona Eulália) ficou, então, com a ótima Débora Duarte.

Mas antes de entrar em "Boogie Oogie", a atriz fez uma participação na série "As Canalhas", em 2014, no canal pago GNT, onde se destacou interpretando uma senhora que se vingava da melhor amiga. Após este trabalho, ela foi escalada para o folhetim. E, inicialmente, Joana interpretaria a Madalena na história de Rui Vilhena, uma das principais personagens da novela, que acabou nas mãos da ótima Betty Faria. Isso porque ela teve um problema na voz e precisou novamente se tratar. Mas com a promessa de que entraria na trama interpretando outro perfil, a atriz conseguiu mais uma vez vencer a limitação e finalmente retornou às novelas, agora interpretando a venenosa Tia Odete.

A personagem é uma vilã e Joana Fomm é uma 'expert' neste tipo de personagem. As mais famosas e lembradas pelo público são Yolanda Pratini, de "Dancin`Days" (1978), e a carola Perpétua, de "Tieta" (1989). Na atual novela das seis, a atriz tem brilhado na pele de uma mulher cheia de mistérios, que é tia de Carlota (Giulia Gam). Tendo a ironia como sua principal arma, a tia esnobe faz questão de jogar na cara de todos os moradores da mansão de Madalena o que pensa. Mesmo com poucas cenas, Joana consegue se destacar, além de ser um prazer revê-la contracenando com Betty Faria.

Porém, toda a situação que envolve a personagem peca pela falta de coerência. Afinal, não há o menor sentido uma mulher chegar do nada, dizer que é tia da esposa de Fernando (Marco Ricca), todo mundo acreditar, e ela passar a morar na mansão, onde não é querida, já que ataca todos o tempo inteiro. Mas apesar desta falha, a presença da dissimulada e irônica senhora no núcleo principal é um acerto do autor.

A entrada de Odete teve como objetivo dar um fôlego à novela após o afastamento de Giulia Gam. Carlota era a principal vilã da história e acabou sumindo do núcleo principal. A situação estava prevista na sinopse, até porque outros personagens também já desapareceram da trama porque viajaram ---- vide Suzana (Alessandra Negrini) e agora Dani (Alice Wegmann) e Rodrigo (Breno Leonne) ----, porém, várias versões de brigas nos bastidores foram noticiadas na imprensa. Mas o importante mesmo, deixando as polêmicas de lado, é esta volta de Joana Fomm às novelas após nove anos.

Com uma respeitada carreira e um currículo repleto de tipos marcantes, Joana Fomm é uma das profissionais mais reconhecidas do mundo das artes dramáticas. Este seu retorno era bastante aguardado pelo admiradores de seu trabalho. O público agora pode matar um pouco da saudade desta grande atriz, que estava fazendo muita falta televisão.

53 comentários:

Lucas disse...

Olá, Sérgio


Olha, a Glória Perez me surpreendeu com Dupla Identidade. Depois de vários fracassos seguidos, ela está presenteando o telespectador com um produto de qualidade. Tudo está perfeito nessa série. Estou adorando essa série.

Abraço

Lucas disse...

rsrsrs

Acabei, postando o comentário errado acima. Bom, estou adorando rever a Joana Fomm em novelas novamente. O reencontro dela com a Betty Faria está sendo sensacional. Boogie Oogie só ganhou com a entrada dela. Espero que ela fique até o final da novela.

Abraço

Patricia Galis disse...

Amei a chegada dela na novela, e em relação a sua vida pessoal não é nada fácil o que enfrentou e enfrenta....admiro demais nossa eterna
Perpetua (Tieta).

Anônimo disse...

Uma grande atriz que infelizmente voltou numa novela patética.

Vinícius disse...

Sou fã da Joana Fomm e fiquei impressionado com a quantidade de problemas que ela precisou e ainda precisa enfrentar. Duro isso. E só lamento que ela esteja de volta nessa novela cheia de falhas graves, mas ainda assim é muito bom revê-la. Bom texto.

Clara Sol disse...

Bom dia SÉRGIO.
Fico feliz em saber que Joana Fomm voltou a fazer dramaturgia televisiva, por que tinha lido que estava doente, mas que também estava depressiva por não estar fazendo novela.
Sempre gostei do trabalho de Joana Fomm é uma excelente atriz e espero que consiga conquistar o publico com o seu papel, pois ela merece ser reconhecida e não ficar esquecida como fazem com artistas quais estão com certa idade. E por incrível que pareça isso acontece sempre, pois estas pseudo atriz "novinhas"
Consegue tirar o papel de quem realmente sabe atuar pra dar lugar a bundas e peitos siliconados, isso para me isto é simplesmente vergonhoso.
Deixando meu abraço.
ClaraSol

✿ chica disse...

Não assisto a novela, mas fiquei feliz agora ao saber que ela está trabalhando! Fazia um tempão nada ouvia dela! abraços, chica

Raquel disse...

Oi, Sérgio!

Fico muito feliz com a volta da Joana Fomm às novelas e que entra com esse papel de destaque. Mas não consigo superar o sumiço da Carlota da trama (seja por qual motivo tenha sido). Carlota é o meu personagem favorito da trama e um dos poucos realmente interessante. Na minha opinião, Sandra, Rafael e Vitória não são suficientes para segurar a novela.

Carlota e Fernando pra mim são o melhor par da novela e conseguiram algo que há muito tempo eu não sentia: vontade de torcer pras maldades dos vilões derem certo e continuarem ferrando os mocinhos. Sou team-evil nessa novela. :P

Elaine disse...

A volta da Joana é uma alegria para seus fãs. Ela tem enfrentado uma sucessão de enfermidades e merecia esse retorno. Pena que tenha sido nessa novela. E ainda bem que vc citou no texto todos os absurdos que envolvem a chegada da personagem dela. Essa novela é sem o menor sentido.

Andressa Mattos M. disse...

Adorei o post em homenagem a essa grande atriz, Sérgio. Eu sabia dessa doença dela que afeta os movimentos mas não sabia do câncer. Quantos problemas ela enfrentou, nossa. Bom vê-la novamente de volta a ativa. Eu realmente percebi um pouco de dificuldade na fala dela. Parece que ela está em "câmera lenta" e deve ser o principal sintoma dessa disautonomia.

Quanto a personagem, pouco posso falar porque essa novela é muito absurda e exagerada, então vejo pouco. Mas toda a situação que envolve a Odete é absurda pelo que vc descreveu. Então acho ótimo que eu não esteja vendo. Mas Joana Fomm merece muitos aplausos. Beijo.

Roberto Santos disse...

Quando a Joana Fomm apareceu na novela comentei com minha mãe que ela estava com problemas na fala, mas não imaginava que ela tinha passado por todos esses problemas de saúde recentemente.
Além de uma atriz incrível, é um exemplo de perseverança para todos nós, que ela continue a atuar e nos presenteie com mais ótimos papeis que com certeza ainda virão.

Anônimo disse...

Quanta dificuldade ela enfrentou. Guerreira!

Ana Carolina disse...

Joana é uma diva e é bom bom vê-la se recuperando e de volta às telas. Mas a novela é ruim mesmo.

Uma Interessante Vida disse...

Nossa, ela estava mesmo sumida das telinhas... uma boa volta, Seergio. bjs

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Está sendo ótimo rever a grande atriz Joanna Fomm, parecendo estar recuperada dos problemas de saúde. E ainda mais ao lado de Betty Faria e Francisco Cuoco.

MARILENE disse...

Sergio, ela é, de fato, uma atriz muito talentosa. Desconhecia os problemas de saúde que enfrentou. Não acompanho a novela, mas estou certa de que brilhará na trama, como sempre fez em todas as outras das quais participou. Bjs.

Anônimo disse...

Está sendo um prazer revê-la e adorei a sua crítica. Completa e precisa.

Milene Lima disse...

Eu não sabia que ela tinha tido tanto problema de saúde. Só isso explica uma atriz do seu gabarito fora das telas, né?
Também acho coerente como o personagem dela (não) se inseriu na trama, mas é sempre um prazer ver Joana Fomm de volta.

Beijo, Sérgio.

Felipe disse...

Uma baita atriz que estava fazendo falta mesmo. Já sabia de todos esses problemas dela e me impressiono com sua garra e determinação. Não gosto dessa novela mas torço para ela permanecer até o fim.

Fernanda disse...

Parabéns pelo texto, Sérgio. A televisão estava sentindo falta da presença da Joana Fomm e como é prazeroso ver essa atriz tão talentosa de volta e vitoriosa diante de tantos problemas pesados que enfrentou. Ainda enfrenta, né, porque dá pra ver sua dificuldade em falar. Essa novela é uma das mais bregas que a Globo já produziu mas o retorno da Joana é muito bem vindo.

Anônimo disse...

Uma grande atriz que voltou numa novela muito ruim. Pena, mas ainda assim valeu.

Gustavo Nogueira disse...

Concordo, Sérgio.A tia Odete é uma ótima personagem, muito misteriosa e irônica e a Joana Fomm está impecável no papel.Ela faz boas cenas com Betty Faria, Alexandra Richter e Bianca Bin.Mas concordo com o fato da Odete ficar na mansão e não ser expulsa é incoerente demais, porque além de ser uma mera desconhecida para todos, ainda trata todos mal.Aliás, o grande defeito de Boogie Oogie é a incoerência.Gosto da novela, acho boa e ágil, mas entendo os leitores que não gostam da novela por causa das falhas e incoerências, que realmente são muitas.Mas ainda sim eu gosto da novela, acho boa, a agilidade e os bons personagens compensam pra mim.Aliás, gosto de quase toda as produções atuais da Globo: Malhação, Boogie Oogie, Alto Astral e Dupla Identidade.Império é cansativa e arrastada, mas tem alguns personagens interessantes e algumas boas cenas.

Vera Lúcia disse...


Oi Sérgio,

Sempre gostei da atuação da Joana Fomm e estava estranhando mesmo o sumiço dela das telinhas. Desconhecia essa trajetória dolorosa dela com problemas de saúde. Que bom que ela está de volta. Não sigo a novela "Boogie Oogie", mas gostei de ler suas considerações.

Abraço.

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Olá amigo, não sabia de todos esses problemas de saude da Joana, notei uma certa dificuldade na fala dela que deve ser pela doença que mencionou, achei que ela teria sofrido algum derrame ou coisa parecida! De fato a personagem não tem muito haver com as tramas, mas se é p ela participar está valendo, tbém não sabia das brigas mencionadas nos bastidores, nem sei por que a Giulia Gam se afastou, mas no geral eu curto a novela! Abraçoss

Alexandra disse...

Joana Fomm é ótima e a maioria das novelas em que ela atuou, tb foram boas, portanto acompanho a carreira dela desde uma novela do Cassiano em 1982. Corpo a Corpo, Bambolê, Tieta, Cambalacho, Vamp...Enfim, é muito bom vê-la de volta, apesar do grave problema na fala. Bjss

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Lucas. rs E a Glória surpreendeu msm. abçsss

Sérgio Santos disse...

Ela enfrentou mts problemas, Patrícia. Guerreira. bjs

Sérgio Santos disse...

Uma grande atriz msm, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Vinícius.

Sérgio Santos disse...

Clara, obrigado pelo comentário. E é mt bom mesmo ver a Joana de volta. Ela é maravilhosa. bjssss

Sérgio Santos disse...

Ela ficou um tempão afastada mesmo, Chica. bjs

Sérgio Santos disse...

Raquel, eu tb sinto falta da Carlota. Eu sempre amo os vilões, então isso não é novidade pra mim. rs Mas a volta da Joana é mt bem vinda. E tb acho que esses personagens não sustentam a trama. Mas o problema msm é a repetição constante dos assuntos e algumas incoerencias que forçam a barra. bjsssss

Sérgio Santos disse...

Elaine, fiz questão de falar dos absurdos pq senão seria cara de pau da minha parte ignorá-los, mas a volta dela é mt bem vinda.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Andressa, foram muito problemas de saúde e ela ainda enfrenta dificuldades. Realmente dá pra ver a dificuldade na fala dela. Mas está aí firme e forte. Entendo suas críticas à novela. bjs

Sérgio Santos disse...

Roberto, assino embaixo do seu comentário.

Sérgio Santos disse...

Guerreira mesmo, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Ela é ótima, Ana. bjssss

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Barbie. bj

Sérgio Santos disse...

Tá sendo ótimo mesmo, Elvira. E a dobradinha com a Betty após tantos anos. bjssss

Sérgio Santos disse...

Ela é uma atriz incrível, Marilene. bjks

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Milene, quantas coisas ela precisou enfrentar. Mas a chegada da Odete foi sem o menor sentido msm. bjs

Sérgio Santos disse...

Ela fazia muita falta, Felipe, e vamos torcer para ela não se afastar novamente.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Fernanda! bjão!

Sérgio Santos disse...

Valeu, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Gustavo, a Joana é maravilhosa. A grande qualidade de Boogie Oogie é sua agilidade e os bons ganchos. Tem sempre alguma coisa acontecendo. Porém, para isso, o autor joga a lógica no lixo e isso compromete a trama. E as repetições dos assuntos cansam mt. Mas não acho a novela ruim, eu gosto, só não acho ótima. abçssss

Sérgio Santos disse...

Vera, acho que todo mundo sentia falta dela. Que bom que está de volta à ativa. bjssss

Sérgio Santos disse...

Kellen, muita gente desconhece tudo o que ela passou. E ainda passa. Mas que bom que está de volta. A Giulia teve uma briga feia com o diretor e o clima pesou. bjs

Sérgio Santos disse...

É mt bom vê-la de volta, Alexandra.

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Filha do Rei disse...

Atrizes como ela não devem jamais sair de cena, não importa a idade, são essenciais.

Sérgio Santos disse...

Verdade, Cléu.

Thallys Bruno Almeida disse...

Boogie pode não ser a melhor coisa teledramatúrgica do mundo, mas eu gosto mesmo e não tô nem aí, eu me identifiquei e comprei essa proposta. Aqui não se tem espaço pra grandes pretensões e seus personagens não ficam só no discurso. A Cristina por exemplo, ela é tudo que o Aguinaldo prometeu pra Cora sem precisar daquele marketing todo: é fria, recalcada, moralista, frustrada, obcecada por uma grana. Só não matou ninguém (ainda).

E o trabalho de elenco que o Ricardo Waddington e o Gustavo Fernandez tão fazendo é primoroso, dá chance pra todo mundo (de Isis Valverde a Ana Rosa, de Daniel Dantas a Deborah Secco, de Caco Ciocler a Betty Faria) brilhar. Só acho fracos o Zé Loreto e o Brenno Leone, revelado no VS (até o Bruno Garcia que sempre achei fraco nem tá me incomodando, acho-o médio).

Só aponto que a agilidade da história, ao mesmo tempo que é um atrativo, pode mal-acostumar o telespectador, pois qualquer leve diminuição de ritmo pode dar a impressão de criação de barriga. Mas enfim, eu adoro. Tô nem aí e isso não me faz "menor" do que alguém que prefere a complexidade de O Rebu, por exemplo. Eu tô sendo feliz com a trama que gosto.

Joana Fomm dispensa mais comentários e fez uma participação maravilhosa em Boogie, apesar da dicção comprometida e da face paralisada pelo tratamento. E eu adoro a ironia fina que ela insere a cada vilã que ela interpreta. Claro que podia ter ficado mais, a menos que ela tivesse combinado o período dessa participação em decorrência do tratamento.

Li que a trama foi esticada pra dar mais espaço pra produção de Sete Vidas trabalhar com mais folga. E confesso que mesmo Licia sendo competente, dependendo da história, a nova novela não me anima muito não. E, apesar de não influir no trabalho dela, não gostei daquela entrevista que ela deu pro Cabide com perguntas tuas e do Daniel/Demlo. Me pareceu seca. Torço que uma boa história venha, mas ansioso não tô não. Não vou mentir.