quarta-feira, 19 de novembro de 2014

"Vale Tudo": uma novela que entrou para a história da teledramaturgia

Dirigida por Dennis Carvalho e escrita por Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Brassères, "Vale Tudo" estreou no dia 16 de maio de 1988 e foi ao ar até 6 de janeiro de 1989. A novela substituiu "Mandala" e foi substituída por "O Salvador da Pátria", duas tramas que ainda são lembradas. Mas este folhetim escrito pelos três autores citados foi um verdadeiro fenômeno de popularidade e um marco na história da teledramaturgia ----- reprisada no "Vale a Pena Ver de Novo" em 1992.


A história abordou vários assuntos interessantes e ainda colocou o dedo nas questões morais do Brasil, expondo esta ferida para todos os telespectadores. A conturbada relação de Raquel Accioli (Regina Duarte) e Maria de Fátima (Glória Pires) era um dos principais focos da trama, que começou a se desenrolar a partir de um golpe que a filha mau-caráter deu na própria mãe. O único bem das duas era a casa do pai de Raquel (deixada por ele no nome da neta), localizada em Foz do Iguaçu, no Paraná. Mas Maria de Fátima vende o imóvel para tentar a vida como modelo no Rio de Janeiro.

Ao se estabelecer no RJ, a vilã se envolve com César Ribeiro (Carlos Alberto Ricceli), um ex-modelo que atua como garoto de programa e tão ambicioso quanto ela. Já Raquel, após descobrir que foi enganada pela filha, chega ao Rio para ir atrás dela.
Honesta e trabalhadora, a personagem (que ganhava a vida como guia de turismo) passa a vender sanduíches na praia, enquanto Maria de Fátima tenta ficar rica através do famoso golpe do baú ----- a cena onde as duas se encontram na praia, uma vendendo seus lanches e a outra se bronzeando, é lembrada até hoje. A trama foca muito bem nesta discrepância de valores entre as duas.

Raquel acaba se envolvendo com Ivan (Antônio Fagundes) e ainda consegue ser dona de uma rede de restaurantes graças ao seu trabalho. Mas sua vida entra em colapso quando a íntegra mulher encontra 800 mil dólares perdidos pelo crápula Marco Aurélio, empresário ambicioso interpretado por Reginaldo Faria. Seu então namorado sugere que ela fique com a fortuna, mas Raquel se nega. O problema é que a quantia desaparece graças a uma armação de Maria de Fátima, provocando o término do relacionamento da mãe, já que Ivan vira alvo de sua suspeita. Ele, então, acaba se casando com Heleninha Roitmann (Renata Sorrah), mulher frágil e alcoólatra, filha de Odete Roitman (Beatriz Segall), a grande vilã da novela.

Toda esta bem construída trama prendeu a atenção do telespectador ao longo dos meses. Marco Aurélio, Maria de Fátima e Odete Roitman formavam um trio que representava a escória da sociedade em diversos âmbitos. A perua era um poço de preconceitos, odiava o Brasil e não tinha um pingo de sentimento por ninguém ---- sua única fraqueza era o amante, César Ribeiro. E enquanto Marco era vice-presidente da TCA (empresa de aviação da grande vilã) e desviava dinheiro sem o menor escrúpulo, a filha de Raquel tentava a todo custo ficar rica, passando por cima de quem fosse necessário.

Entre as muitas cenas marcantes da novela, é impossível não citar a sequência onde Raquel discute com Maria de Fátima e rasga o vestido de noiva da filha, gritando que a odiava. O assassinato de Odete Roitman foi outro momento antológico, responsável pela última virada da novela, que aconteceu faltando menos de 15 capítulos para o seu final ------ o mistério do 'quem matou?' durou pouco mas mobilizou o país. Leila (Cássia Kiss esplendorosa) mata Odete por engano, ao achar que ela era Maria de Fátima, amante de seu marido Marco Aurélio. A cena foi impactante. E o empresário canalha foi o protagonista de outra cena memorável: ao entrar em seu jatinho para fugir da polícia ----- juntamente com sua esposa, que não é punida pelo assassinato que cometeu -----, Marco dá uma 'banana' para o país, comemorando a impunidade.

Regina Duarte e Glória Pires foram excepcionais e tiveram suas respectivas carreiras marcadas pelas personagens. O mesmo vale para Beatriz Segall, que viveu uma das maiores vilãs da teledramaturgia e ainda é lembrada pela víbora. Renata Sorrah também teve sua trajetória enriquecida pela sua Heleninha, brilhantemente interpretada por ela ----- a cena onde ela dança um 'mambo caliente' completamente bêbada foi mais um momento marcante da história. Antônio Fagundes, Cássia Kiss e Reginaldo Faria são outros grandes intérpretes que merecem aplausos.

Vale destacar ainda outros ótimos atores que fizeram parte deste time: Cláudio Correa e Castro (intérprete do pai de Ivan - Bartolomeu), Lilia Cabral (Aldeíde), Nathalia Timberg (Celina, irmã da cruel Odete), Sérgio Mamberti (o mordomo Eugênio), Pedro Paulo Rangel (Audálio), Cristina Prochaska (Laís, que se apaixonou por outra mulher), Rosane Gofman (Consuelo), Cássio Gabus Mendes (Afonso Roitman), Lídia Brondi (Solange), Adriano Reys (Renato), Maria Gladys (Lucimar), Zilka Salaberry (Ruth), Dennis Carvalho (William), entre tantos outros.

"Vale Tudo" ---- cuja abertura ao som de 'Brasil', cantada por Gal Costa, também foi um acerto e tanto ---- foi um marco na teledramaturgia e a GloboMarcas lançou recentemente um DVD (que ganhei de presente da emissora e aproveito para agradecer) com a trama completa para os fãs saudosos. Inclusive, a reprise da novela no Viva, entre outubro de 2010 e julho de 2011, foi um dos maiores sucessos do canal a cabo, comprovando a força que esta história teve. Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e a saudosa Leonor Brassères escreveram um folhetim da melhor qualidade. Uma das melhores novelas brasileiras.

70 comentários:

Ricardo disse...

Nunca tive a oportunidade de assistir essa novela toda, mas pelo que já vi no youtube, realmente é uma trama interessante, bem amarrada e bem escrita.

Anônimo disse...

Essa novela foi um marco! Vc fez uma bela retrospectiva!

Anônimo disse...

Primeiramente quero te agradecer pelo post porque essas suas sessões de retrospectivas tinham que ter essa novela. E vc ganhou o dvd da Globo???? Inveja de vc!

Clau disse...

Oi Sérgio, boa noite \o/
Com exceção do famoso e inesquecível
caso 'Odete Roitman',
não lembrava da trama de 'Vale Tudo'.
Mas sei que esta novela foi um sucesso.
Foi bom ler e recordar.
Gosto muito dessa música da Gal, que foi o tema de abertura.
Bjs!

Felisberto Junior disse...

Olá,Sérgio
parabéns pela bela retrospectiva de Vale Tudo e com certeza, a maioria vai se lembrar do "assassinato de Odete Roitman" , do insosso Carlos Alberto Riccelli - opinião minha- e das grandes atuações das talentosas Regina e Glória.
Obrigado pelo carinho, belos dias,abraços!

Ana Carolina disse...

Sérgio, fiz questão de ver a reprise no Viva e essa novela foi um marco. O engraçado e ridículo ao mesmo tempo é Gilberto Braga dizer que a horrível Insensato Coração foi a melhor novela dele. Deve tá gagá já. Adorei a retrospectiva.

Anônimo disse...

Não se faz mais novelas como antigamente...A última que prestou foi o remake de O Rebu. O resto é de chorar.

MARILENE disse...

Sergio, já não me lembrava dos detalhes da novela (rss). Creio que, naquela época, não tinha muito tempo para ver tv. Gosto muito quando você faz postagens assim, pois nos provoca ótimas lembranças de atuações maravilhosas e marcantes de alguns atores. Bjs.

OX disse...

A novela foi um marco mesmo, Sérgio, e sua retrospectiva foi mt bem detalhada. Mas é bom lembrar que não foi uma novela perfeita, teve seus erros também. Mas foi a melhor novela do Gilberto e do Aguinaldo, assim como da saudosa Leonor. Abraço.

paulo disse...

Vale Tudo é a melhor novela de todos os tempos. Pergunte a qualquer pessoa que entende de telenovela e tem bagagem pra opinar, inclusive o maior entendedor do assunto, Nilson Xavier, também acha. Nessa novela tudo é perfeito. Regina e Gloria Pires tiveram uma química absurda. Odete Roitman é, foi e sempre será a maior vilã. Heleninha Roitman é a alcoolatra mais lembrada de todas as novelas. E a trama de Vale Tudo é impressionantemente bem construída. E foi a primeira novela com efeito de final de capitulo, que aliás era maravilhoso, quando começava a tocar aquela musiquinha e a imagem ia congelando em cinza, DEMAIS!!! E ainda há quem acha que porcarias como Avenida Brasil e Amor a Vida valem alguma coisa, ah me desculpe...

Yasmin disse...

Adorei essa retrô assim como adoro as outras que vc já fez. E essa novela é lembrada por todo mundo virou cult. Odete Roitman, Raquel, Maria de Fátima, Marco Aurélio e Heleninha são personagens mt marcantes. E parabéns por ter ganho o dvd de Vale Tudo da Globo. Tá podendo, heim!

Clara Sol disse...

Bom dia SÉRGIO.
Surpreendentemente esta novela foi uma das melhore que a Globo já fez nesta área da dramaturgia.
Com isso vários atores e atriz tiveram sua ascensão e ficando então queridinhos, tanto para os autores que as escreveu como também do publico. Realmente foi um fenômeno de audiência, nisso devo concordar que virou uma febre no horário das oito, pois só se ouvia falar quem matou Odete Roitman?
Agradeço por ter compartilhado.
Desejando uma ótima quinta feira
Abraços sempre.
ClaraSol

Anônimo disse...

Cenas inesquecíveis: Raquel desistindo de voltar pra foz e decide ficar no Rio pra vencer na vida. O encontro de mãe e filha na praia. Odete chegando de Paris e notando que Celina mudou os estofados e dá de cara com Heleninha bêbada. Ivan e Raquel encontrando a mala do Marco Aurelio com os 800 mil dólares. Maria de Fatima dando um sonífero pra mãe e roubando a mala e ainda arma pra culpa cair sobre o Ivan, com a promessa da futura sogra Odete de garantir seu casamento com o filho Afonso. A cena da discoteca com o mambo caliente de Heleninha. A empregada da Raquel provando da maionese estragada e revelando o plano da Odete pra destruí-la. Odete pegando Fatima e Cesar no aeroporto pronto pra embarcarem com sua grana. O assassinato da megera e no fim a revelação: morta por engano pela Leila, mulher de Marco Aurelio, amante da Fatima. O Gilberto Braga enganou todo mundo. Final hiper criativo pra melhor novela do mundo. E uma banana pro brasil!

Carlos disse...

Do tempo em que as novelas já eram interessantes desde as chamadas, a abertura, o elenco, a trilha sonora, a trama. A Beatriz Segal falou numa entrevista que seria impossível fazer um remake dessa novela com o que temos hoje e eu assino embaixo. Imagine Adriana Esteves como Odete ou Cauã Reymond como Cesar? Isso pra não citar os mais novatos. Pesadelo.

Andressa Mattos M. disse...

Sérgio, ótima retrospectiva e que legal vc ter ganhado o dvd de Vale Tudo. Reconhecimento do seu bom trabalho do blog e da sua popularidade no Twitter.

Essa novela foi incrível e considero a melhor do Gilberto embora ele sempre arrogante goste de criticar a trama e ainda falar bem daquela péssima Insensato Coração. Ele também critica Dancin`Days e outras obras dele que marcaram. Esse autor não bate mt bem da cabeça.

Odete Roitman foi uma das melhores vilãs da teledramaturgia e o embate entre Raquel e Maria de Fátima era mt bom. Foi uma novela muito boa. Beijo e mais uma vez parabéns.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

A novela foi excelente, a temática permanece mais atual do que nunca e o sucesso da novela é merecido. Grandes desempenhos.

Lulu on the Sky disse...

Sérgio,
é a minha novela favorita de todos os tempos. Apesar de ter sido escrita em 88, os temas são tão atuais. Agora saiu o lançamento em DVD tá sabendo? Parece que cortaram umas cenas que eram encheção de linguiça.

Ótimo dia pra você.
Big beijos

Lulu on the Sky

Lisandra disse...

Eu não acho essa novela a melhor de todos os tempos. Até por que eu assisto novela desde 1968. Assisti todas as novelas da Janete Clair e da Ivani Ribeiro. Mas é claro que essa novela é a melhor do Gilberto Braga e a melhor dos anos 80 junto com Roque Santeiro e Tieta

Lisandra disse...

E também não acho a Odete Roitman a maior vilã. O que ela fazia mal? Falar mal do Brasil? Isso eu faço todo dia. A maior vilã de todos os tempos pra mim é a Fernanda (Dina Sfat/Christiane Torloni) de Selva de Pedra. Até por que ela foi a primeira vilã de verdade da Globo. Mas essa personagem Odete foi muito bem escrita e interpretada pela Segall. Tanto que depois dessa, ela nunca mais conseguiu outro personagem de destaque

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Lembro-me da excelência da novela e da expectativa quanto ao "quem matou Odete Roitman?", mas já não recordava de tantos detalhes. Valeu a bela retrospectiva.
Que chique ganhar o DVD da emissora, hein? Você mereceu esse mimo.
Beatriz Segall é muito talentosa e creio que será sempre lembrada como a vilã Odete Roitman.

Abraço.

Anônimo disse...

Lisandra, bem se vê que você não acompanhou a novela. Falar mal do brasil era apenas uma das características da personagem. Ela culpou a filha Helena pela morte do irmão, sendo que foi ela a culpada. Ela mandou sabotar a maionese do restaurante da Raquel. Chantageou a Raquel pra separa-la do Ivan. Teve um caso com o amante da própria nora. Tá pouco ou quer saber mais?

Lisandra disse...

Querido anônimo, a Fernanda de Selva de Pedra era muito mais vilã que a Odete. Fora que Dina Sfat é muito mais atriz que a Beatriz Segall. Você deve ter nascido na geração anos 70, que acha que os anos 80 é o mais importante. Não é! Repito: gostei dessa novela, mas tem outras melhores. Como diria o Jô Soares: toda unanimidade é burra!

Vitor disse...

Adorei essa novela. Mas eu acho Rainha da Sucata melhor, com menos personagens, a Glória Menezes estava perfeita como Laurinha. Gosto de tramas assim. Mas Vale Tudo é excelente também

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

olá amigo, essa foi demais mesmo, eu era bem novinha mas me lembro bem, adorava! Deixou saudades! Abraçoss

Vitor disse...

Sérgio, tava pesquisando sobre Selva de Pedra (já que a Lisandra falou), aí eu vi que a Walkíria (Neuza Amaral) culpava a filha Flávia (Sônia Braga) pelo assassinato do namorado e na verdade foi ela mesmo que matou. Situação parecida com a da Odete/Heleninha. Então não vejo motivo pra criar rivalidade entre as duas novelas. Gilberto sempre se inspirou na Janete Clair pra escrever suas novelas. Selva de Pedra e Vale Tudo foram grandes sucessos cada uma a seu tempo

Anônimo disse...

Essa novela de fato esvaziou as ruas, lembro ate hoje do fenômeno que foi. Tenho os LPs nacional e internacional, época maravilhosa!!!

Nequéren Reis disse...

Postagem maravilhosa eu não assisti essa novela so vejo pessoas falar bem dela, Curta e siga o meu canal e TSU
https://www.youtube.com/user/NekitaReis
TSU: https://www.tsu.co/Nequeren

Anônimo disse...

Essa novela aí nem foi tudo isso. Tanto que só lembram de uns 6 personagens.

Anônimo disse...

Anônimo Anônimo disse...
"Essa novela aí nem foi tudo isso. Tanto que só lembram de uns 6 personagens."
Ah criança, vá assistir alto astral e malhação sonhos, vai...

Paulo Roberto disse...

Sérgio, eu também acho Selva de Pedra melhor que Vale Tudo, mas só quem assistiu a novela em 1972 vai entender isso. Mas Vale Tudo é excelente. Uma novela como nenhuma outra. A Regina Duarte sempre participou das melhores produções. A melhor atriz dessa país. A Glória se superou e a Lídia Brondi sempre foi minha favorita. Pena que largou a carreira. A Beatriz também foi ótima nessa novela, mas pra mim Regina é e sempre será a namoradinha do Brasil. Dos atores masculinos: Reginaldo Faria, Antônio Fagundes, Sérgio Mamberti e Cláudio Correia e Castro foram excelentes

Vitor disse...

Sérgio, semana que vem você vai falar de qual novela? Fala de Rainha da Sucata pfvr. Já que é da mesma época de VT e tem quase o mesmo elenco

Gustavo Nogueira disse...

Não assisti a essa novela Sérgio, mas pelo o que você falou realmente parece ser uma grande novela.Só de ter Regina Duarte, Glória Pires, Cássia Kis e Renata Sorrah no elenco já é motivo para assistir.Jura que o Gilberto Braga acha Insensato Coração a melhor novela dele?E nem achei Insensato Coração tão ruim, achei a novela regular, mas ser melhor do que Celebridade e Paraíso Tropical não é nunca, nem aqui e nem na China.

Alexandra disse...

Sérgio, Vale Tudo em minha opinião é a melhor de todas as novelas do Brasil, quiçá do mundo. Outros folhetins também foram marcantes e sensacionais, mas não tanto como Vale Tudo. Vendo a reprise no VIVA, percebi que não envelheceu mal. Trama atual e elenco impecável. Beatriz Segall esteve soberba no papel da segunda melhor vilã de todos os tempos - pra mim só perde pra Nazaré Tedesco, Lilia Cabral esteve deliciosa no seu primeiro papel de destaque, e foi a partir daqui que comecei a gostar da Gloria Pires. Regina Duarte fez uma grande personagem, a terceira preferida dela pra mim - as primeiras são Porcina e Sucateira. Realmente uma história marcante e que fez merecido sucesso em todas as exibições. Pena que Gilberto Braga tenha elegido a fraca IC como sua melhor novela... Lá só prestava a Norma e olhe lá. Sua última trama boa foi Paraíso Tropical e espero que Rio Babilônia me surpreenda.

Sérgio Santos disse...

É mt boa, Ricardo. abçssss

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Anônimo.

Sérgio Santos disse...

Ganhei sim, anônimo, fiquei mt honrado.

Sérgio Santos disse...

Essa música da Gal é tão atual, né Clau? E é uma pena que seja...

Sérgio Santos disse...

Essa novela é inesquecível, Felis. Foi um marco. Não é por acaso que até hj se lembram.

Sérgio Santos disse...

Ana, realmente o Gilberto dizer que a péssima Insensato Coração, sua pior novela, tenha sido a melhor. Mas o Gilberto calado é um poeta.

Sérgio Santos disse...

Que saudades de O Rebu, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Marilene, fico feliz que minhas retrospectivas estejam agradando! bjs

Sérgio Santos disse...

Ah sim, OX, mas toda novela tem alguns problemas mesmo, normal. Abração!

Sérgio Santos disse...

Vale Tudo é uma novela espetacular mesmo, Paulo. Agora, quanto a opinião do Nilson, não me baseio por isso. Eu tenho minhas próprias opiniões. Aliás, ele amou Avenida Brasil, que vc odiou, então cada um com sua opinião pessoal. Mas eu achei VT uma obra incrível e entrou para a história. Várias cenas antológicas foram dessa novela.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Yasmin! bjão!

Sérgio Santos disse...

Engraçado isso, né, Clara, o "Quem matou Odete Roitman?" durou tão pouco tempo mas marcou tanto que impressiona. E a sacada dos autores foi genial: ser morta por engano. Mt bom. bjs

Sérgio Santos disse...

Uma banana pro Brasil que ainda é atual, anônimo. Vc citou mtas cenas marcantes msm.

Sérgio Santos disse...

Carlos, eu sinceramente espero que não façam remake dessas novelas mais """"recentes"""". Nem ela, nem Tieta, nem essas outras que marcaram a teledramaturgia merecem remakes. Deixa para as produções de 70/80 msm.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Andressa. Fiquei honrado com o presente. E agradeço o carinho das suas palavras.

Pois é, o Gilberto parece que gosta de ser do contra. Mas enfim... Essa novela foi ótima. bjs

Sérgio Santos disse...

Elvira, a temática é atualíssima. E isso é de se lamentar, né. Mas a novela foi histórica. bj

Sérgio Santos disse...

Lulu, tanto tô sabendo que eu ganhei de presente. Não leu o texto todo, hein. bjs

Sérgio Santos disse...

Entendo, Lisandra. Selva de Pedra eu não vi, mas foi uma obra marcante tb. Não acho a Odete amaior vilã, acho que está na lista das grandes vilãs. Pq não acho que tenha uma melhor, há várias marcantes. bjs

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Vera. bjão! =)

Sérgio Santos disse...

Vitor, Rainha da Sucata tb foi uma novela excelente. Sobre a novela da próxima semana é surpresa. abçs

Sérgio Santos disse...

Deixou mesmo, Kellen. bjs

Sérgio Santos disse...

Vitor, cada um tem um gosto e isso é perfeitamente normal. Não existe unanimidade em nada msm.

Sérgio Santos disse...

Foi uma grande novela, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Nequeren, foi uma excelente novela.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, discordo, achei a novela isso tudo msm. Mas respeito sua opinião.

Sérgio Santos disse...

Paulo, entendo. Mas é bom até eu deixar claro: em nenhum momento digo no texto que essa foi a melhor novela já feita. Apenas coloco o quanto que foi boa e marcante, além de enfatizar que entrou para a história. Mas nem tenho uma novela pra eleger como melhor, são tantas incríveis. É uma eleição mt difícil. Vc fez boas menções ao elenco! abçs

Sérgio Santos disse...

Gustavo, tinha um elencão! E Gilberto já declarou esse absurdo várias vezes. E eu não acho Insensato regular não, acho péssima mesmo. Só a Norma e a Tia Neném salvavam. O resto era triste. Celebridade e Paraíso Tropical foram ótimas. abçs

Sérgio Santos disse...

Alexandra, foi uma novela sensacional mesmo e não envelheceu nada pq todos os temas são atuais, o que é uma pena, teoricamente. E só a Norma, junto com a Tia Neném, salvava msm aquela IC. Sua última boa novela foi Paraíso Tropical mesmo, concordo. Acho que Rio Babilônia promete.

Gustavo Nogueira disse...

Eu também gostava da Norma e da tia Neném, Sérgio, Glória Pires e Ana Lúcia Torre estavam ótimas como sempre.Mas eu também gostava de outras coisas, como do vilão Léo, da Jandira, dos casais Eunice e Ismael e Douglas e Bibi, do núcleo do Cortez(mesmo com fracos desempenhos da Déborah Secco e Jonatas Faro) e do núcleo dos homossexuais.Mas a novela estava longe de ser perfeita, tinha muita coisa ruim também(como aquele casal protagonista insuportável e aquele personagem ridículo interpretado pelo Lázaro Ramos, fora outras coisas tbm) por isso considero a novela regular, teve novelas piores como Fina Estampa, Salve Jorge, Em Família e Viver a Vida.Mas respeito sua opinião Sérgio.

Anônimo disse...

Essa é aquela novela superestimada que quem diz que não gosta é crucificado. Mas não foi uma novela das melhores. Foi boa mas nada além disso. Produções como Tieta, Rainha da Sucata e Irmãos Coragem foram bem mais interessantes que essa.

Anônimo disse...

O GB não cita Vale Tudo como sua melhor novela porque não é dele propriamente mas co-autoria do Aguinaldo Silva, e ambos tem o ego inflado. Parece inclusive que a personagem Odete Roitman foi criada pelo Aguinaldo, já vi ele dizer que foi sua ideia a personagem. Perceba que as outras novelas do GB não tem a pitada de humor e sarcasmo que Vale Tudo tinha, típicas do Aguinaldo. Acho que foi a parceria perfeita, pena que não se repetiu.

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Gustavo. Eu acho Viver a Vida melhor que Insensato, mas comparando ela com essas outras que vc citou até que é melhor msm. Mas achei a novela mt ruim. E não gostava do Léo, achei o Gabriel regular e foi ofuscado pela Norma. Abraço!

Sérgio Santos disse...

Respeito sua opinião, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Pode ser por isso mesmo, anônimo, e os dois são arrogantes e têm o ego lá em cima mesmo. Mas ainda assim, ele escreveu tanta novela sozinho, precisava escolher a pior? Parece até provocação. E vc tem razão, o Gilberto não sabe escrever núcleo cômico. Nem ele e nem o Maneco. Isso de Vale Tudo deve ter vindo do Aguinaldo mesmo.

Daniellyn disse...

Sérgio e você ganhou o DVD da Globo, é isso mesmo? Eles lhe presentearam? Como assim? Também quero, rss.
Mas achei positivo, isso significa que eles sabem das suas criticas, e quando você faz criticas negativas/construtivas e eles leem, quem sabe eles tomam alguma atitude e melhoram. Quem sabe um dia, por exemplo, o Troféu Melhores da Globo, vulgo do Ano pelo Faustão seja justo.

Anônimo disse...

Fraco desempenho da Deborah secco ela segurou a novela em muitos momentos, vou que é um recalcado que queria tá no lugar dela.

Sérgio Santos disse...

Foi sim, Daniellyn. Adorei o presente. =) E obrigado pelo seu carinho! bjssss