quinta-feira, 7 de novembro de 2013

"Malhação" infantiliza sua história e transforma atual temporada em um grande equívoco

A atual temporada de "Malhação" estreou precisando enfrentar uma grande dificuldade: manter ou superar a boa impressão deixada pela fase passada, escrita por Rosane Svartman e Glória Barreto. Apesar de não ter sido um sucesso de audiência, a história verossímil e os personagens bem construídos e interpretados conquistaram o público. Entretanto, lamentavelmente, a trama comandada por Ana Maria e Patrícia Moretzohn é um grande equívoco.


Chamada inicialmente de "Malhação Casa Cheia", a temporada tinha como principal objetivo apresentar uma história que conquistasse todo tipo de público, evitando priorizar apenas o mundo adolescente. Porém, a novelinha sempre conseguiu atrair audiência de todas as idades, ainda que os jovens sejam o foco principal. Tanto que várias pesquisas feitas pela emissora comprovaram que as senhoras e donas de casa eram as principais telespectadoras. Bastava uma boa trama ser contada. 

E essa estratégia de englobar todas as faixas etárias acabou não funcionando simplesmente porque o desenvolvimento do enredo foi e está sendo muito equivocado. A novelinha parece uma dessas histórias
infantis exibidas no SBT, como "Chiquititas", por exemplo. Praticamente todos os núcleos apresentam conteúdos desinteressantes para um público acima dos 12 anos. 

O próprio casal protagonista parece ter sido criado para agradar crianças fãs dos filmes da Disney. Anita (Bianca Salgueiro) é uma mocinha boazinha demais, meiga demais e cansativa demais. Já Ben (Gabriel Falcão) é tratado como um típico herói que sempre aparece para salvar os fracos e oprimidos. E, para aumentar a infantilização, eles se chamam de "Príncipe Sapo e Princesa Plebeia". A vilãzinha (Sofia - Hanna Romanazzi), por sua vez, tem como principal objetivo conquistar o mocinho e atrapalhar a felicidade da irmã. Ou seja, um retrocesso para a própria história da "Malhação", que havia deixado de lado esse tipo de clichê que aparecia em todas as temporadas.
E os atores (com exceção de Hanna) deixam muito a desejar, principalmente Gabriel, completamente inexpressivo.

Ainda entrou na história uma menina grávida de Ben (Meg - Chysti Ane Lopes) para atrapalhar o romance do par central. Para piorar, a personagem é americana e solta 'well', 'but' e algumas outras palavras em inglês, deixando o tipo artificial e caricato. O irmão de Ben (Antônio - Gabriel Leone) é outra figura que começou a fazer parte da trama. E o personagem remete muito a um perfil já comum em filmes vampirescos, como "Crepúsculo" e suas continuações: tem uma personalidade estranha, é misterioso, enfim, mais um papel cuja única função é prejudicar o romance principal.

A escola, protagonista de quase todas as últimas temporadas , agora é apenas pano de fundo para uma ou duas cenas, no máximo. Não é mais o foco. Os personagens raramente aparecem estudando e sempre estão falando de conquistas amorosas. Aliás, é muito natural esse tipo de conversa entre os adolescentes e a própria fase passada tinha muitos diálogos desse tipo, entretanto, entedia quando vira o tema principal de vários núcleos. 

E para aumentar o grau de infantilização da temporada, inseriram uma trama parecida com a de um desenho animado para Paulino (Cadu Paschoal). O menino se apaixonou por uma garota que se veste de 'Zorga', personagem de um video-game da história, e se aproximou da mesma se fantasiando de um herói. As cenas onde ele a persegue e 'luta' com ela ---- com direito a efeitos especiais de péssimo gosto ---- foram constrangedoras. 

A atual temporada só não é um equívoco completo por causa de algumas boas escalações. Bruna Griphao está fazendo bonito na pele da rebelde Giovana; Hanna Romanazzi está muito bem vivendo a venenosa Sofia; Clara Tiezzi tem feito uma encantadora Clara; Vitor Thiré consegue transmitir o lado humano e o cruel de Sidney; e Laís Pinho é uma grata revelação na pele da ex-patinho feio Micaela. Já Anna Rita Cerqueira merece o reconhecimento por ter melhorado os exageros, deixando Flaviana menos caricata. Entretanto, são exceções em meio a um elenco repleto de personagens cansativos e sem uma história atraente para contar. E os veteranos Tuca Andrada, Isabela Garcia, Luis Serra, Paulo Betti e Alexandra Richter acabaram ganhando tipos ----- no caso de Paulo e Alexandra tipos repetitivos ---- que pouco acrescentam.

Ana Maria Moretzohn e Patrícia Moretzohn não foram felizes na elaboração da temporada de 2013. Caso fosse destinada ao público infantil, a vigésima-primeira temporada de "Malhação" não seria merecedora de críticas, entretanto, ao ser passada como um produto para adolescentes e que ainda tem capacidade para englobar todas as idades, a novelinha vespertina tropeça feio. 

42 comentários:

GustavoGM disse...

Ana Maria Moretzohn e Patrícia Moretzohn não sabem escrever uma trama mais adulta. A outra temporada escrita por elas, não lembro qual, tb tinha um ar mais infanto-juvenil.

E pensar que elas mandaram uma sinopse de novela das 7. Imagina a bomba!!

Anônimo disse...

Malhação ainda existe?

Thairys Moreno disse...

Olá Sérgio! Nunca fui fã de Malhação, mas concordo que a temporada anterior deixou uma impressão melhor... e essa atual está de matar! Matar qualquer um de tédio. Tb tive essa impressão da novela estar muito infantilizada, clichê demais.
Mas tb esse programa está há tanto tempo no ar que eu acho quase impossível fugir dos clichês, não consigo ver muita diferença, todos os anos basicamente é a mesma coisa... mas dessa vez erraram feio, tá mais pra novela de criança mesmo, totalmente sem noção!
Beijos e ótimo final de semana.

Anônimo disse...

Sérgio,gostei muito do seu texto.O que eu acho que agradava e muito na temporada passada,é que os protagonistas não eram tão certinhos demais,principalmente a protagonista Lia (Alice Wegmann)ela hora agia como uma rebelde com causa,afinal foi de uma certa forma abandonada pela mãe e ora se mostrava amiga de seus principais aliados (Gil e Ju).Em contraponto a protagonista dessa atual fase:Anita (Bianca Salgueiro),é uma protagonista muito certinho,ou seja que acaba não fugindo do clichê e seu par sempre é mostrado como um super - herói,o que acaba deixando a trama mais inverossímil ainda.Entretanto essa temporada tem alguns personagens de destaque positivo como:Zelândia,Sidney como você sitou e principalmente a Sofia,que se fosse ajustada como uma personagem mais boazinha porém sem ser chata,poderia muito bem ganhar o carinho do público e terminar a temporada com Ben.Creio que me alonguei muito no meu texto kkkk,mas o que você acha Sérgio?,concorda comigo ou não nessas opiniões?.Obrigado

Anônimo disse...

Correção do meu comentário anterior:muito certinha e citou com c,digitei errado sem perceber.

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia, Sérgio!
quem consegue assistir Malhação aqui em casa, é a minha filha, Bibi...e ela que gosta de quase tudo,não está gostando dessa fase da novela.É como tu disseste,ficou muito infantilizada...e ainda acho que deveriam voltar a trama para a escola...onde tudo acontecia!
Parabéns pela análise!
Agradeço, obrigado, belo dia, abraços!

Pamela Sensato disse...

Oiiiiii tudo bem Sérgio??
Olha faz tanto tempo que não assisto malhação e nem perco mais meu tempo para mim somente os antigos...amava o tempo do mocotó, cabeção agora estragaram =/

- Tem post novo no blog bora conferir ;)

Beijoss *-*

==> Blog Resenhas da Pâm

Maria Clara disse...

Quem viu a temporada passada não consegue acompanhar essa nem se fizer muito esforço. Seu texto está perfeito e diz tudo o que precisa ser dito. História infantil, atores ruins, personagens idiotas. Como está colocado na crítica, se fosse destinada para crianças não haveria problema. As autoras erraram já na estreia e foram piorando o que já estava péssimo.

Alexandra Amaral disse...

Adorei esse texto.
Essa nova Malhação é um verdadeiro cocô. A história é infantilóide, bobinha e só agrada as crianças. Poderia ser exibida no Gloob com maior tranquilidade. Poucos adolescentes que conheço estão gostando dessa nova temporada. Já, as crianças, percebo que a maioria anda gostando.
Esses protagonistas são horrorosos, a voz daquela Bianca Salgueiro é ridícula, não é atoa que participou da nojenta Fina Estampa, hewheheh.
O protagonista, Gabriel Falcão é bem inexpressivo e feioso. Parece mais um ET com aquela cabeça esquisita dele. E tem gente que acha aquela coisa bonita, kkkk.
Uma das autoras, Ana Maria Moretosn, só emplacou fracassos ou tramas insossas na Globo. Vide: Estrela-Guia, Sabor da Paixão e Esplendor. Alguns dos sucessos dela, ela emplacou junto de Aguinaldo Silva.
Abraços

Anônimo disse...

Sergio, você não esta bem adulto pra assistir malhação? Meus sobrinhos de 15 e 13 anos já achavam esse programa uó desde que tinham 9, 10 anos.

Flávia disse...

Sérgio, essa Malhação me deu arrepios logo no primeiro capítulo. Não consegui ver mais nada. É muito ruim.

Gostaria de falar uma coisinha para esse anônimo que postou acima. E você, rapaz ou moça, não está bem adulto (a) pra se esconder atrás de um anonimato para fazer esse tipo de comentário boboca? O Sérgio escreve sobre televisão e o blog dele é o mais completo que eu já vi. Fala de todos os programas mas isso não significa que ele veja tudo. Seus sobrinhos que acham uó tem capacidade para escrever textos? Ou a crítica deles é essa dizendo que é UÓ?

Sérgio, desculpe me meter de novo em outros comentários mas é que tem certas coisas que dão vontade de dar uma resposta merecida. kkkk Beijo.

OX disse...

Só queria saber quem foi o irresponsável que colocou esse Gabriel Falcão pra protagonizar isso. Ele não tem expressão e fica com uma cara de idiota o tempo todo.

Melina disse...

Há tempos não vejo Malhação mas abri uma exceção para a temporada de 2010 que tinha uma menina loirinha fazendo par com o Bruno Gissoni. Foi uma boa história e valeu a pena. Não vi a tão aclamada temporada da Fatinha mas pelo visto foi muito boa porque todo mundo elogia. Essa atual eu nunca vi mas pelo que li no seu texto faço bem! Beijos!

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, tento assistir a Malhação ao menos uma vez por semana, e o que sinto é apenas tédio. Que contraste com a temporada anterior e com algumas do passado. Parece não haver um fio condutor, não dá vontade de torcer por nenhum personagem, nenhuma atuação se sobressai. Urgente uma modificação, antes que "o barco afunde de vez".

Yuri disse...

Concordo com vc sergio apos a boa tenporada anterior malhacao esta pessima quase inassistivel

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Olá amigo, eu comecei assistir essa temporada mas depois coloquei nesse horário minha própria malhação, rsrs então não assisto mais, estou malhando na hora da malhação rsrs mas acho que esse seriado já deu, está muito desgastado! Abraçoss

Sissym Mascarenhas disse...

Depois vou perguntar à minha filha se está gostando de ver. Acho que estas series sempre tem altos e baixos.



Sergio, bom final de semana.
Bjs

David Denis Lobão disse...

Gabriel Falcão é péssimo ator e além de tudo é feio. Como virou protagonista da novelinha chata?

MARILENE disse...

Nunca me senti atraída por Malhação. Eu a vejo voltada, de fato, para um público mais jovem. Sua postagem me fez conhecer o que se passa nessa nova fase. O horário também não ajuda (rss). Bjs.

Sérgio Santos disse...

Eu li que elas mandaram uma sinopse, Gustavo. Espero que seja uma trama boa, mas ainda tem muito tempo pra isso. Essa temporada é um erro e realmente elas escrevem coisas mais infantis mesmo.

Sérgio Santos disse...

Thairys, realmente, após tantos anos não tem como fugir dos clichês, mas ainda assim, o que está sendo feito é triste. Praticamente um retrocesso. Bjsssss

Sérgio Santos disse...

Concordo sim, Anônimo. A temporada passada tinha tipos ricos e verossímeis. Além, claro, de retratar muito bem o universo adolescente. Tudo o que não há nessa fase. A Zelândia está sendo bem defendida pela Flávia Rubim, embora não a tenha citado no texto.

Pelo pouco que vi dessa temporada, acho que a Sofia foi criada mesmo pra ser a vilãzinha clichê. Mas claro que seria interessante se ela fosse ambígua ou ao menos humana. Mas ainda que fosse, duvido que fossem separar o insosso do Ben da insossa da Anita. Abçs.

Sérgio Santos disse...

Felis, a escola era o foco principal e um dos muitos erros dessa fase foi ter tirado isso. E a trama tá muito boba. Não dá pra assistir. Abçs.

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Pamela. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Maria Clara. Realmente quem viu a fase passada não consegue ver essa e nem por 10 minutos. Deixei gravando dois episódios pra poder me inteirar do que estava acontecendo pra poder escrever e, digo, foi dureza aguentar. Bjsss

Sérgio Santos disse...

Oi Alexandra. É verdade, a trama deveria ser exibida no Gloob ou então para concorrer com Chiquititas. Erraram feio na condução e na criação da trama. Está tudo muito bobo e é normal que as crianças estejam gostando, afinal, é história pra elas msmo. Pena porque a temporada passada foi excelente. Bjs

Sérgio Santos disse...

Flávia, não tem problema. Esse tipo da internet é muito comum e já estou acostumado. rsrs E a temporada tá muito ruim mesmo. Bjs

Sérgio Santos disse...

OX, o Gabriel é um ator muito fraco mesmo e inexpressivo. Abçs

Sérgio Santos disse...

A lorinha é a Daniella Carvalho, Melina. Essa temporada foi excelente também e mereceu o sucesso que fez. O último capítulo, se não me engano, deu 26 pontos. Foi muito bem escrita por Emanuel Jacobina e a reta final foi repleta de ação. A temporada da Fatinha foi ótima também. Aliás, curiosamente, houve um intercalamento nos últimos anos. Uma fase excelente (2010), uma péssima (2011, com uma temática sobrenatural que deu errado), uma ótima (2012, da Fatinha), e uma péssima (a atual). Bjs

Sérgio Santos disse...

Elvira, parabéns pela sua coragem em conseguir ver ainda que uma vez por semana. É entediante mesmo e tudo ali parece equivocado. Eu acho que não há mais solução, já afundou. Agora só esperando a próxima temporada. Bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Yuri!

Sérgio Santos disse...

Continue com a sua malhação, Kellen. Faz bem. bjssss

Sérgio Santos disse...

Sissym, obrigado pelo comentário. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Pois é, David, não sei.

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Marilene! Bjs e bom domingo.

Carol Souza disse...

Concordo plenamente com o seu texto, a última temporada havia deixado uma impressão muito boa, enquanto essa fica no mesmo contexto, nada muda. E realmente eu tenho muito a que elogiar a Laís Pinho.

Sérgio Santos disse...

A temporada passada foi ótima, Carol. Essa é muito fraca. Já a Laís é uma grata surpresa, gostei dela. Bjs

Thallys Bruno Almeida disse...

Essa temporada é de um tédio tal que até pra comentar fica difícil... Fica difícil acreditar que uma das autoras disso é a Patrícia Moretzsohn, a mesma autora da ótima temporada 2008. Nem Hanna, Bruna e Anna Rita, mesmo estando ótimas, conseguem salvar. Pena ainda por Paulo Betti, Alexandra Richter e Fernanda Souza pelos tipos parecidos demais que receberam. Abç!

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sérgio Santos disse...

A temporada é toda muito ruim, Thallys. É praticamente 'inassistível'. Abraços.

Anônimo disse...

Nem nos desenhos animados recentes a princesa é só boazinha e o príncipe certinho, vide Enrolados, A princesa e o sapo...

Sérgio Santos disse...

Enrolados eu vi, anônimo, mas esse outro não. Ou seja, até os filmes da Disney tão mais adultos do que essa Malhação.