sábado, 12 de maio de 2012

Protagonistas brilham em Cheias de Charme

A nova novela das 19h, exibida pela Rede Globo, tem se mostrado um grande acerto. Os autores criaram uma história bem atrativa para o público, divertida, 'colorida', com bons personagens e um texto inspirado. Filipe Miguez e Isabel de Oliveira têm todos os motivos para comemorar o sucesso que a trama vem fazendo. Além desse conjunto de fatores que transformaram "Cheias de Charme" em uma ótima novela, temos a escolha acertadíssima do trio protagonista: Isabelle Drumond, Leandra Leal e Taís Araújo.


As três atrizes são merecedoras de cada elogio que estão recebendo desde que a trama estreou. A amizade entre Cida, Rosário e Penha é um dos pontos fortes da história. O entrosamento do trio era primordial para que esse elo fosse convincente para o público e a 'química' que Isabelle, Leandra e Taís mostram em cena foi essencial para cativar os telespectadores. Isabelle é um talento nato, veio mostrando isso desde criança e seu bom desempenho não é surpresa. Leandra Leal merecia uma protagonista, após tantos papéis secundários que interpretou e tem uma carreira com grandes interpretações no currículo. Já Taís Araújo nunca foi uma grande atriz e fracassou em sua última personagem: a Helena de "Viver a Vida", que foi sumindo da trama, sendo ofuscada pelo show dado por Alinne Moraes (Luciana). Porém, conseguiu agarrar essa nova protagonista com unhas e dentes e está totalmente à vontade no papel. Ou seja, fica impossível não torcer para que as sofridas empregadas domésticas sejam felizes e obtenham sucesso, ao vermos o bom desempenho dessas atrizes, além dos perfis terem sido muito bem escritos, claro.

Outro ponto interessante é que cada personagem tem a sua trama própria, o que implica
diretamente em várias subtramas que vão dando fôlego à novela, sem haver a necessidade que as três fiquem juntas o tempo todo para que isso aconteça. Cida é uma espécie de Cinderela que sofre com o desprezo das 'irmãs' (Isadora e Ariela - interpretadas pelas ótimas Giselle Batista e Simone Gutierrez) e com a exploração dos padrastos (Ernani Sarmento - Tato Gabus Mendes e Sônia - Alexandra Richter) que a transformaram em empregada e só recentemente passou a ganhar um salário. Agora descobriu que o seu 'príncipe' (Conrado - Jonatas Faro) a trocou pela 'irmã' ao descobrir que ela não era rica.

Já Rosário sonha em ser cantora, mas quando a chance finalmente surgiu, teve que vender sua composição para a patroa (Chayene) cantar com Fabian (Ricardo Tozzi), uma vez que precisava do dinheiro para pagar o tratamento do pai (Sidney - Daniel Dantas) que sofreu um infarto.

E Penha? Até que a personagem estava em uma fase um pouco mais tranquila após sua patroa e amiga (Lígia - Malu Galli) ter quitado suas dívidas, ajudado a prender os agiotas que ameaçavam seu ex-marido (Sandro - Marcos Palmeira) e lhe dado um aumento de salário. Porém, a coitada se viu em um dilema quando Ajedandro (Pablo Belini), esposo de Lígia, tentou beijá-la. Para não gerar uma crise no casamento da patroa, resolveu pedir demissão sem dar maiores explicações. Resultado: acabou tendo que ouvir uma série de desaforos e precisa devolver o dinheiro de sua ex-empregadora o mais rápido possível.

Essa crise na vida do trio central servirá para a trama ter uma grande virada. Em breve, Rosário irá compor  uma nova canção e as três 'empreguetes' cantarão a música e postarão o vídeo na internet, fazendo uma imenso sucesso. Em suma: Chayene terá concorrência na carreira artística e muitos conflitos irão surgir, o que implica em mais diversão para o público.

"Cheias de Charme" vai apresentando aos telespectadores protagonistas que têm uma atrativa história e estão sendo muito bem defendidas pelas atrizes escaladas. Isabelle Drumond, Leandra Leal e Taís Araújo estão de parabéns pelos seus respectivos trabalhos e agora terão um novo desafio pela frente: cantar e fazer performances no palco; desafio já cumprido com louvor por Cláudia Abreu. Alguém duvida que elas conseguirão?

Links relacionados: O talento de Cláudia Abreu
                             Cheias de Charme tem cheiro de sucesso

36 comentários:

junior disse...

já estou aqui blz

junior disse...

só eu lando

Thallys Bruno Almeida disse...

Artigo perfeito, Sérgio. A novela das 19h tem me conquistado cada vez mais e mais.

Em VaV, Taís Araújo foi mesmo péssima, enquanto Alinne Moraes a apagou por completo e brilhou absoluta junto com Lília Cabral, Mateus Solano e Natália do Valle. Mas agora, em Cheias de Charme, Taís superou esse fracasso, merece o reconhecimento positivo e mostrou uma ótima entrega ao papel. A trama dela é ótima porque a personagem é bem realista: retrata as dificuldades da mulher batalhadora, mas que não deixa de se manter linda.

A Leandra foi presenteada com uma ótima personagem, que sonha com o sucesso como cantora. Ela está mais linda do que nunca e sua boa sintonia com Ricardo Tozzi é visível. Aliás, o Tozzi como Fabian funciona mais nas cenas de show, pois satiriza os cantores sertanejos atuais.

Isabelle Drummond se enquadra na mesma categoria de Marina Ruy Barbosa e Bruna Marquezine: atrizes talentosas que encantaram o público como crianças e se mantiveram ótimas atrizes conforme foram crescendo. A trama dela ganhou ótimas cenas quando ela descobriu que foi traída pela "irmã" Isadora e usada pelos patrões. Ela e os atores que interpretam a "família" dela são ótimos. Mas, convenhamos, ela merecia "pares" muito melhores.

Quero ver como vai se dar essa virada, com o início da carreira artística das empreguetes. Até porque as três atrizes irão soltar as próprias vozes, assim como a Cláudia Abreu. Se não me engano, as músicas delas entrarão para a trilha.

Agora, já podemos dizer. Cheias de Charme não tem mesmo meio-termo: é um sucesso. Divertida, alto-astral e popular, mas com histórias verossímeis e bem-contadas. Uma das melhores das 19h dos últimos tempos, junto com Caras e Bocas e TiTiTi 2010.

Rafael Barbosa dos Santos disse...

Cheias de charme, realmente é um presente para todos nós. Nada como sentar no sofá, para assistir. É um prazer imenso, ver a historia das empreguetes. Adorei o texto, as tres atrizes estão dando um show, e o engraçado é que pensei, que iria torcer por uma ou por outra, mais não, torço pelas três igualmente. Cada uma com seu jeitinho me conquistou. Amo as três Marias, quem não ama né? Taís, Isabele e Leandra são grandes atrizes. A única coisa que discordo, é quando diz, que Taís nunca foi uma grande atriz atriz. Ela sempre brilhou, em papeis, como Preta, Helen e Alicia, nas novelas da Cor do pecado, cobras e lagartos e a Favorita, sem falar em Xica da Silva. No caso de Helena, acredito que ela até se esforçou, mais o problema era o personagem, que foi muito mal escrito pelo Maneco, uma Helena fútil, mimada, sem nenhum drama, e que já tinha tudo, é claro que a historia de Luciana que fica tetraplégica, passaria por cima da historia de Helena. E foi isso o que houve. Para mim a culpa foi do autor e não de Taís. Bem, agora é torcer para Taís e as outras, darem um grande show nessa novela, e elas vão dar literalmente. Fico por aqui, abraço.

http://brincdeescrever.blogspot.com.br/2012/05/o-grande-papel-de-mae-nas-novelas.html

Dandara Blue disse...

Sérgio,

É realmente gratificante termos uma ótima novela no horário das 19 hs.O que mais gosto é que esta mistura de conto de fadas moderno com música e cores,está garantida pelo talento destas protagonistas que realmente estão bárbaras.
Não gosto do elenco masculino,acho que este é o grande furo da novela.
Não consigo conceber que em um trabalho como este não haveria opções para Jonatas faro e o argentino (não sei o nome).No final das contas,até isso é superado e a fórmula funcionou.É mesmo um sucesso merecido.Adoro assistir.Parabéns pelo texto!Beijos.

Douglas disse...

Concordo com vc, Cheias de Charme traz o frescor da novidade, tando na autoria, com o texto primoroso da inédita dupla, Filipe Miguez e Isabel de Oliveira, nos folhetins, contando com uma boa fotografia, direção e principalmente o acerto na escalação de grande parte do elenco. A novela vem apostando tando o time de protagonista, como a Isabelle Drummond, como nos vários personagens segundários que a trama apresenta. O trio que forma as empreguetes, está de PARABÉNS, as três estão excelentes em seus respectivos papéis. Claudia Abreu dispensa comentários na pele da extravagante Chayene. Marcos Pálmeira, Ricardo Tozzi, Mallu Galli, Alexandra Rithner, Simone Gutirrz, Chandelly Branz...enfim todos no ponto.
Sem sombras de dúvid, a novela só tende a melhorar, sorte dos telespectadores que estavam órfãos de uma boa novela no horário das 19h e Globo comemora, já que neste ínicio o folhetim caminha bem na audiência, na repercussão e na crítica.
Só um porém, afirmar que a Taís Araújo não nunca foi uma grande atriz, não condiz com a realidade já que a prórpia foi já fez vários papéis importantes em novelas. A atuação dela em Xica da Silva dispensa comentários, comandou com maestria um grande elenco em uma grande história, e atuou com firmeza ao fazer a Preta, protagonista de Da cor do Pecado. Novelas essas que a deixaram famosa em vários países do mundo, sem falar de Cobras e Lagartos que acabou roubando a cena e deixando Mariana Ximenes chupando manga. No cinema fez um ótima trabalhado no filme Filhas do Vento e em Garrinha, uma estrela solitária, ao fazer a Elza Soares. Acredito que o erro na personagem Helena, que Taís interpretou em Viver a Vida, se deve mais ao Manoel Carlos que falhou na criação da história da personagem.

Enfim, um viva a Cheias de Charme!

Sérgio Santos disse...

Oi, Lando! Percebi! rsrs Bem-vindo! Abraço!

Sérgio Santos disse...

Thallys, obrigado pelo comentário. Pois é, a Taís está muito bem e nem se compara com o seu fraco desempenho em "Viver a Vida". Isabelle e Leanda não surpreendem e sempre receberam elogios. Essa virada da novela será muito interessante e o capítulo desse sábado já começou a mostrar isso. Abração!

Sérgio Santos disse...

Rafael, Obrigado pelo comentário. Também torço pelas três igualmente. Pelo visto elas conquistaram a todos! O entrosamento é nítido e muito bacana de se ver. A novela é muito alegre e pra cima. Achei a Taís Araújo bem como Helen em "Cobras e Lagartos", mas não a vi tão bem como Preta em "Da Cor do Pecado", onde Giovana Antonelli se destacou mais como a vilã Bárbara. A achei fraca em "A Favorita" e "Viver a Vida". Mas respeito o seu ponto de vista. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi, Dandara! Agora não é mais 'anônima', hein?! rs A novela é muito agradável e confesso que não me animei muito quando li a sinopse e nem quando lia as notícias sobre a nova trama. Mas mudei drasticamente de opinião assim que as chamadas começaram a ir pro ar e a estreia só confirmou as boas expectativas. Ainda escrevei um texto sobre essa discrepância entre o time feminino e masculino. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Douglas, obrigado pelo comentário. A repercussão positiva e o sucesso da novela refletem a qualidade do texto e dos personagens criados. A trama é muito atrativa. O trio protagonista foi muito bem escalado e os papéis caíram como uma luva para elas. Acho que o motivo do fraco desempenho da Taís em "Viver a Vida" foi uma soma do péssimo personagem com uma atuação não convincente. Gostei dela em "Cobras & Lagartos", mas também a achei fraca em "A Favorita". Não disse que ela era uma péssima atriz, e sim que não a achava uma grande atriz. Mas respeito a sua opinião sobre ela. Muito obrigado pelo comentário. Abração!

EDMARCIUS CARVALHO disse...

Gosto muito da novela e de seu blog. Nesse texto só não concordo com "Já Taís Araújo nunca foi uma grande atriz e fracassou em sua última personagem: a Helena de "Viver a Vida".

Xica da Silva foi um marco da TV brasileira, e era ela. Da Cor do Pecado, Cobras e Lagartos.... somente a Helena que realmente não foi boa, mas também, aquela foi a pior novela do Maneco.

Sérgio Santos disse...

Edmarcius, obrigado pelo comentário. Que bom que você gosta do blog, fico feliz! Acho Taís uma atriz regular. Gostei muito dela como a picareta Hellen de "Cobras & Lagartos" e realmente mereceu o reconhecimento pela sua protagonista em "Xica da Silva". No entanto, não gostei de seu desempenho em "A Favorita" e nem em "Viver a Vida", que concordo com você, foi a pior novela do Manoel Carlos. Em "Da Cor do Pecado" ela foi bem, mas não a achei 'incrível', digamos assim. Obrigado pela sua opinião! Abração!

ELAINE disse...

Meu amigo, obrigada pelo carinho! Quanta informação e dicas impostantes a gente encontra por aqui! Ultimamente não tenho assistido novelas, mas depois de ler o que escreveste, até fiquei tentada, rsrsrs! Bênçãos de paz, alegria, união e amor! Um abençoado e feliz domingo de Dia das Mães! Carinhoso abraço!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Aleatoriamente disse...

Olá Sergio.
Não tenho muito tempo para as novelas, mas esta me chamou atenção, gosto do ritmo da trama. Muitas vezes estou fazendo trabalhos de aula nesse horário, então não resisto, paro e fico assistindo um pouquinho rsrsr.
Espero que continue cada vez melhor.

Beijo e obrigada pela visita.

FABIO DIAS disse...

Engraçado que Chayene na primeira semana era a sensação da novela.
Hoje as Marias roubaram a cena!
Estão perfeitas!

A Chayene perdeu um pouco da graça.

AMO A NOVELA!

Fabio
www.ocabidefala.com

Van disse...

Oi Sergio,

É sempre bom ver um bom trabalho, a muito não assisto novelas, mas sempre gostei de Leandra Leal, é uma excelente atriz, qualquer papel que ela assuma não passará despercebido, já Taís Araújo é artista Saci, boa em papéis que cabem em sua interpretação , são os personagens que fazem sucesso nela e não ela que faz qualquer personagem ter sucesso, esta é a diferença entre uma boa atriz e uma atriz medíocre, a versatilidade ou a falta dela.

Beijos

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Boa crítica, Sérgio. "Cheias de Charme" continua com seu alto-astral e muita diversão sem compromisso.
O trio central foi bem escolhido mesmo. Assim como Claudia Abreu, Taís/Leandra/Isabelle parecem estar se divertindo nos papeis.
Mas esta não é uma novela que acompanho diariamente, devido a compromissos no horário.

Rafael Barbosa dos Santos disse...

Achei agressivo o comentário do Van logo acima. Chamar Taís Araujo de atriz Medíocre, é um grande Equivoco. Existem personagens que simplesmente não conquistam o público. Adriana Esteves por exemplo, foi bombardeada de criticas na novela amanhecer, e hoje é uma grande atriz, olha o sucesso que ela faz em Avenida Brasil. Débora Seco, também sofreu muitas criticas em América, e nem por isso é uma medíocre. Taís fez sim grandes trabalhos, e ao meu ver a única personagem que não deu certo foi Helena, mais isso não se deve a mediocridade dela como atriz, e sim a uma personagem mal escrita, e um texto ruim. Taís fez o que pode, mais infelizmente não conseguiu conquistar o publico.

Sérgio Santos disse...

Oi, Elaine. Obrigado pelo comentário! beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi, Fernanda! Eu que agradeço! Essa novela é irresistível, né?! Tem agradado muito! Beijos e obrigado pelo comentário.

Sérgio Santos disse...

Oi, Fabio! Obrigado pelo comentário! As três estão muito bem ,mas continuo achando a Chayene excelente. Me divirto com ela! Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi, Van. Obrigado pelo seu comentário e por expor sua opinião. Também gosto muito da Leandra Leal. Estou gostando da Taís como Penha. Tente ver um trecho dessa novela. Vale a pena! Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi, Rafael obrigado por colocar a sua opinião. Gosto de debater e de ler opiniões. Eu particularmente não gosto da atuação da Deborah Secco. Gostei dela em Laços de Família, Celebridade e A Próxima Vítima. Depois só a vejo se repetir o tempo todo, com papéis semelhantes e atuações mais do mesmo. Abração!

Sérgio Santos disse...

Elvira, me esqueci de você! Desculpe! A novela está muito boa mesmo e esse quarteto tem dado show. Uma pena que vc não possa acompanhar diariamente. Tem valido muito a pena! Beijos.

ELAINE disse...

Sérgio! Querido amigo! Obrigada pelo carinho! Uma semana feliz e cheia de oportunidades! Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Rita disse...

Agradecer o carinho que você dedica
aos amigos é uma virtude maravilhosa
Hoje deixo meu bom dia, e desejo o melhor
pra vc,e parabenizo pelo bom gosto que tem
em postar o que gosta,e o que eu adoro
Abraços ..Rita!!!

Sérgio Santos disse...

Elaine, mt obrigado! Pra você também! Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi, Rita. Obrigado pelo carinho e pelo comentário. Beijo.

Barbie Californiana disse...

Embora assista pouco, estou gostando da novela. *-*" abraços.

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Barbie! A novela está ótima! Beijos!

Moveis Sao Jose dos Pinhais disse...

Realmente é uma excelente novela

Giselle Freitas disse...

Amo essa novela. Aos autores, diretores, Taís Araújo, Claudia Abreu, Leandra Leal, Isabelle Drummond e Cia. meus parabéns!

Sérgio Santos disse...

Moveis Sao Jose, obrigado pelo comentário. Abraço!

Sérgio Santos disse...

Oi, Giselle. A novela é muito boa, né? Também gosto muito. Obrigado pelo seu comentário. Beijos!

Anônimo disse...

Gostei de sua crítica sobre a novela que é incrível mesmo.Nada a dizer,mas fiquei triste de você não vê o talento de Taís Araújo,que é sim mega talentosa,além de linda.Os trabalhos falam por ela em Xica da Silva ela arrasou,encorporou muito bem a negra,debochada,irônica que vira rainha,em pleno século XVI.E em "Da cor do pecado" o que falar de Preta,estava linda como a moça maranhense que sofreu muito por amor,trabalho lindo,eu assistia a novela para torcer por ela.Geovanna estava muito bem,a adoro,mas não tirem o brilho de Taís que foi fundamental para a novela,lindas cenas com Reinaldo.Sua pior novela de fato,foi "Viver a Vida" .Mas como já foi dito aqui a culpa não foi dela e sim do autor,que criou uma história fraca,chata pra ela,vale aquele ditado,como tirar leite de pedra?E sim,a Aline brilhou como a tetraplégica,mas como não se destacar com uma personagem que tanto sofreu?uma história de superação?Assim fica fácil né.E desculpem,mas Leandra é sim, meia boca,personagem dela é meio chatinha,enjoada,parece mais infantil que a Drumond.Que por sinal,está muito bem.E por fim,Debora é maravilhosa também,e se seus últimos personagens se parecem,a culpa também não é dela,tem é que fazê-lo e dar um show como sempre dá.E as pessoas só sabem fazer críticas negativas,pois se perceberem os papéis que fazem se diferem,ela parece uma camaleoa,sempre surpreende.Agora se formos falar de quem não tem talento,sobram poucos mesmos na tv.