terça-feira, 22 de maio de 2012

Carrossel surpreende e tem uma boa estreia

A versão mexicana de "Carrossel" marcou a infância de muita gente. Exibida na década de 90, a novelinha infantil fez um imenso sucesso no Brasil e foi a salvação do SBT, que passava por uma crise na época. Todas as crianças se apaixonaram pelos dramas dos alunos e pela carinhosa Professora Helena, vivida por Gabriela Rivero. E pelo que foi visto na estreia do remake produzido pela emissora do Silvio Santos, e escrita por Íris Abravanel, que estreou nessa segunda-feira (21/05), a boa aceitação tem tudo para se repetir.


Rosanne Mulholhand foi uma excelente escolha para viver a amada Professora Helena e convenceu logo que surgiu em cena. A atriz é talentosa, além de linda. Na inevitável comparação com a Helena 'original', seu desempenho não ficou devendo em nada. Noemi Gerbelli é outro acerto nesse time. A diretora da escola está sendo muito bem defendida por ela. Mas se há elogios de sobra para essas escolhas, o mesmo não se pode dizer a respeito do desempenho do elenco infantil. A grande maioria das crianças está robótica e tem uma interpretação forçada. Claro que não se pode exigir muito delas, mas a produção deveria ter se preocupado em selecionar atores-mirins mais talentosos, ou então ter um 'coach' (treinador, ou seja, um ator experiente) que os instruísse melhor. A menina que mais se destacou foi Larissa Manoela, a intérprete da perversa Maria Joaquina.

Aliás, foi justamente na fala dessa personagem que foi possível perceber a interferência do Ministério Público. Na versão original, a aluna agride verbalmente Cirilo
(um menino pobre e apaixonado por ela) o chamando de 'seu negro'. Agora houve uma mudança para 'seu sujo'. Uma pena que esse politicamente correto insista em atrapalhar as produções das emissoras. Os diálogos também estão muito formais e é necessário uma reavaliação dos responsáveis. O português correto e culto é louvável, óbvio, no entanto, uma linguagem mais coloquial se faz necessária.

O remake teve uma atenção especial do SBT  e o resultado pôde ser visto no ar. A escola toda colorida, incluindo mesas e carteiras, pode até parecer irreal --- como de fato é ---, mas tem o intuito de atrair o público infantil, afinal, a trama é voltada exclusivamente para esse tipo de telespectador. A abertura é muito bem feita e foi criada com capricho. Já a trilha sonora se mostrou acertada ao incluir Marisa Monte, Chico Buarque, Eliana (voltando ao tempo em que produzia várias canções para crianças), e a versão original da novelinha, mas agora cantada por Priscilla e Yudi.

A nova versão de "Carrossel" surpreendeu e se mostrou um acerto do SBT. Será uma ótima opção para o público infantil, que não tem absolutamente nada para assistir às 20h30 na tevê aberta. E as crianças responderam dando ao SBT 12 pontos de média e 14 de pico, deixando a emissora na vice-liderança isolada. Pelo visto, para a alegria de Silvio Santos, todas embarcaram nesse Carrossel!

30 comentários:

Thallys Bruno Almeida disse...

Eu, que não esperava muita coisa do remake, me surpreendi com a estreia de Carrossel. O texto do primeiro capítulo agradou, mesmo com essa interferência chata do MP. Aliás, foi publicado que boa parte delas gravava com ponto eletrônico. Isso talvez possa ajudar a explicar essa atuação "robótica" que se viu na estreia. Se bem que, com ou sem ponto, a Larissa Manoela foi a melhor das crianças de longe.

Rosane Mulholland é linda e há havia se destacando em papéis mais "adultos", como o filme Falsa Loura (2008), e na apresentação do A Liga (2010) na BAND. A escolha dela foi o maior acerto e ela encarnou logo de cara a doçura da eterna professora Helena. Noemi Gerbelli foi uma surpresa, pois não a conhecia. Numa rápida consulta, li que ela fez pontas em A Diarista, Presença de Anita e Sansão e Dalila (série bíblica da Record). Na trilha, o maior acerto foi a inclusão de Marisa Monte e Chico Buarque, entre os citados.

O número conquistado por Carrossel no ibope foi merecido. Pela qualidade apresentada, a nova trama tem tudo para conquistar as crianças e pré-adolescentes, se bobear podendo até disputar o público com "Rebelde" da Record. Sucesso ao SBT!

Thallys Bruno Almeida disse...

Errata: "Sobre a má atuação das crianças, foi publicado que boa parte..."

Sérgio Santos disse...

Oi, Thallys. Obrigado pelo comentário. Nem foi dormir, hein?! rsrs Também me surpreendi e não estava esperando boa coisa. Mas tiveram cuidado com a produção e embora não seja um primor, é muito bonitinha. Vai agradar o público infantil. Não será como na década de 90, mas não será tão ruim quanto esperávamos. Abraço!

Marcia Pimentel disse...

Olá Sérgio,

Eu amava ver a novela Carrossel. Que bom que o SBT está fazendo um remake dela. Eu não vi a estreia, mas vou começar a acompanhar.

bjs.

http://marcia-pimentel.blogspot.com.br/2012/05/as-primeiras-paginas.html

Sérgio Santos disse...

Oi, Marcia. Eu também adorava. Não irei acompanhar o remake, mas tenho quase certeza que terá uma boa aceitação! Obrigado pelo comentário. Beijos!

Fabio Dias disse...

Eu adorei a estreia, de longe a mais bem produzida e dirigida novela do SBT em muitos anos.

Tomara que o SBT sambe na cara da Record!

Abs

FABIO
www.ocabidefala.com

Sérgio Santos disse...

Oi, Fabio! Obrigado pelo comentário. A Record pelo visto terá muitos problemas com o remake de Carrossel. O SBT não está para brincadeira. Silvio Santos quer voltar para a sua antiga posição de vice-líder absoluto! Gostei também! rs Abração!

Sissym disse...

Eu não assisti, mas tenho lido a respeito. Como a Maisa está bonitinha, ela mudou muito o rosto.

bjs

Sérgio Santos disse...

Oi, Sissym. Obrigado pelo comentário. A Maisa alisou os cabelos. A estreia foi bem bacana. Beijos! :)

Paty Michele disse...

Eu fui conferir, pra ver se libero meu filho pra assistir e tbm gostei. Exceto pelo figurino. Que escola ainda usa uniforme com gravatinha??? Tosco!

Um abç, e obrigada pela visita ao meu blog.

Sérgio Santos disse...

Oi, Paty! Eu que agradeço! O uniforme é fantasiosos mesmo, mas tem o intuito de agradar o público infantil. Beijos e obrigado pelo comentário.

ELAINE disse...

Sérgio, meu amigo, não aposto muito em remakes, pois muito poucos deram realmente certo... Vamos esperar pra ver... Grande e carinhoso abraço! Ótima quarta-feira!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Kellen Bittencourt disse...

Olá amigo, não assisti, mas pego a dica p minha filhota, porém se não me engano é no mesmo horário dos Simpsons na Fox, se for já era, ela não abre mão dos Simpsons por nada deste mundo rsrs Valeu! abraços

Sérgio Santos disse...

Oi, Elaine. Obrigado pelo comentário. O segundo capítulo deu 15 pontos no ibope, mais do que no primeiro dia. Acredito que o SBT conseguiu emplacar esse remake, mas temos que esperar mais um pouco mesmo. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi, Kellen! Obrigado pelo comentário. Acredito que sua filha vai gostar muito da novelinha, mas se concorre com Os Simpsons e ela ama o desenho ,fica complicado. rs Beijos.

Zilani Célia disse...

OI SÉRGIO!
BOM MESMO SE NÃO POR OUTROS ASPECTOS, AO MENOS, PELO QUE DISSESTE, UMA OPÇÃO PARA AS CRIANÇAS NESTE HORÁRIO.
ABRÇS


zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Zilani! As crianças agora tem uma opção interessante para se entreter na televisão aberta. Beijos.

Bia Hain disse...

Oi, Sergio! Confesso que Carrossel não me atrai muito, mas sem dúvida o universo infantil precisa de produções como essa. Um abraço!

Sérgio Santos disse...

Verdade, Bia. Já passamos da época, né? rsrs Mas as crianças ganharam um bom divertimento nesse horário tão ingrato para elas na tevê aberta! Beijos e obrigado pelo comentário!

Emerson Felipe disse...

Também me surpreendi positivamente com o remake de Carrossel, com mais acertos que erros, e um clima delicioso de infância e nostalgia que agrada. Do elenco infantil, entre verdes e convincentes, destaco positivamente os intérpretes de Maria Joaquina, Davi e Paulo. Quanto à Professora Helena, nada contra a interpretação da atriz, mas acho que ela, por si só, não possui a candura necessária para a personagem, que tinha de sobra na doce Helena da original.

Parabéns pela análise.

Barbie Californiana disse...

Sérgio,
Acredita que eu não curtia essa novela na infância? (risos)
Contudo, ontem vi um pedacinho com minha mãe que estava curiosa apenas para ver a Maisa e a Aysha. abraços.

Sérgio Santos disse...

Emerson, eu que agradeço o comentário e o elogio. Gostei muito da Rosanne, mas também adorava a Gabriela. Também gostei dos intérpretes de Paulo e Davi. A menina é ótima. Resta aguardar pra saber se a audiência continuará alta. Abração! =)

Sérgio Santos disse...

Oi, Barbie. Jura? Aquilo foi uma febre na década de 90. Mas também conheço uma pessoa que não gostava. rs Obrigado pelo comentário. Beijos!

Danilo Didho disse...

Estava faltando na tv brasileira uma novela tão pura e encantadora como Carrossel. A novelinha mesmo sendo inocente consegue agradar tanto o público alvo como pessoas mais velhas. O enredo da novela me encantou quando assisti. Você tem razão, a escolha do horário para a novela infantil promete avantajar a audiencia do canal.

Sérgio Santos disse...

Oi, Danilo. As crianças conseguiram uma boa opção de entretenimento às 20h30. A história é muito bonitinha e ainda tenho boas lembranças da versão original. Obrigado pelo comentário! Abraço!

Anônimo disse...

Confesso que não consegui terminar de ver o primeiro capítulo. Achei ruim, uma direção equivocada - do tipo que ilustra um noção imbecil de programa infantil, especialmente com aquelas "mickey mousing" idiotas na trilha. E como se não bastasse o elenco é muito fraco, como se nem mesmo fosse dirigido, ou sei lá. Tudo feito nas cochas - com exceção do valor de produção, que deve ter sido alto.
Enfim, não sou contra o remake, mas entendendo um pouco de noções básicas de marketing. Tenho certeza que a emissora do Silvio Santos arrecadaria muitos pontos de audiência, caso reexibissem a novela clássica. Isso porque a reprise teria a audiência de uma enorme massa de crianças e adultos, estes que assistiram a novela quando pimpolhos, nos anos 90 - tal como este que vos escreve.
Houve inclusive uma polêmica, à poucos meses atrás, em que muitos adultos saudosistas acreditavam que o SBT reprisaria a novela mexicana. Mas, estupidamente, a própria emissora confirmou a decisão de não reprisá-la, adicionando apenas o adendo de que iriam simplesmente refilmar em versão brasileira - o que me pareceu uma burrice das grandes, já que uma reprise seria uma resposta inteligente. Investiu-se caro numa produção de qualidade inferior, e ignorou-se uma oportunidade de lucro válida. Pareceu-me, por fim, até mesmo um tipo de desrespeito aos espectadores da emissora.
E mais, a boa audiência dos primeiros capítulos não significa nada demais, já que qualquer espectador (seja exigente, ou não) ficaria curioso para saber "como raios ficara o tal remake" da melhor novela infantil que já foi exibida na tv brasileira. A boa audiência dos primeiros episódios não significam o sucesso dum empreendimento como uma novela, ou série de tv. Muitos projetos afundam, pois perdem a audiência a partir de certo ponto, já que o público se cansa de algo que não se sustenta por completo, com alta qualidade. E em quesito de qualidade, convenhamos que é decepcionante (ou melhor, profético) notar em como o remake é inferior ao original; a diferença é assombrosa - e nem afirmo como um saudosista do clássico, já que basta um olhar um pouco mais exigente na comparação. O remake é ruim mesmo.
Se eu fosse o Silvio deixaria de ser bobo e reprisaria a clássica novela mexicana na primeira oportunidade que surgisse. Estranho a decisão da emissora, se eles já reprisaram várias das novelas da "Maria das tantas" da Thalia, tendo a "Maria do Bairro" em atual reprise - e com ótima audiência, diga-se de passagem. Enfim, o público já deu o recado, mas parece que o Silvio Santos já está muito velho mesmo.

Sérgio Santos disse...

"Anônimo", muito obrigado pelo seu comentário. Realmente o remake é muito inferior ao original, até porque conta o nosso saudosismo e isso ninguém tira. Sobre as atuações, também concordo que são muito fracas e mencionei isso no texto, porém, para o público infantil isso não faz muita diferença.

Também acredito que uma reprise de Carrossel faria uma baita sucesso no horário, mas o SBT optou pelo remake porque já pensou no faturamento que poderia ter com marcas e produtos da novelinha. Abraço e volte sempre!

Rafinha disse...

Sérgio querido, dei uma "sumidinha" mas sempre estou de olho nos seus posts pelo twitter. Assisti Carrossel há 20 anos atrás e eu particularmente estou adorando este remake. Concordo que possam haver equivocos do original mexicano para o remake brasileiro, porém, não perco nenhum dia a novela.

Abraço!

Sérgio Santos disse...

Oi, Rafinha! Que bom que está 'de olho'. Também acompanhei a versão mexicana e era fã. O SBT soube fazer um remake muito bonitinho, apesar dos equívocos. O sucesso é merecido! Abração!

Lilly Soares disse...

Os saudosistas tb conferiram o remake e no meu caso, ao contrário do que pensava, até gostei...
Claro que não chega aos pés do original, mas até que está bem feito. As crianças aos poucos foram melhorando e além da Larissa Manoela como a metida, chata e esnobe: Maria Joaquina, Nicholas como Jaime Palilo e Lucas como o travesso Paulo Guerra tb tem dado um show de interpretação. Os demais foram melhorando e ainda precisam melhorar, mas nada que não se possa dar um desconto, por serem crianças e por ser o primeiro trabalho. Só a Maisa acho que tem mto ainda a melhorar, pq ela até se sai bem nas cenas de travessura da Valéria, mas nas dramáticas ela não convence. Ah, sim, inovaram algumas coisas na história, não é 100% fiel a versão original, algumas inovações bem-vindas, outras totalmente infelizes, mas no conjunto da obra, o remake está ótimo e merece todo o sucesso que vem fazendo.