quinta-feira, 31 de maio de 2012

A Fazenda e o desespero da Record

Na noite de ontem, uma terça-feira (29/05), estreou a quinta temporada do reality "A Fazenda". Desde que estreou na grade da Record em 2009, o programa tem sido o principal responsável para que a emissora consiga obter uns bons  índices de audiência na grade noturna. A atração é uma espécie de "Big Brother Brasil", só que não são BBBs e sim "peões" e os participantes (subcelebridades) têm como objetivo cuidar dos animais e participar de provas parecidas com o reality da Globo. 


A estreia não apresentou muitas novidades. Britto Júnior continua muito fraco como apresentador e faz muito suspense para pouca ação. Demora tempo demais para anunciar qualquer fato relevante, como o resultado de uma prova por exemplo, e deixa visível o quanto que é prolixo. As regras mudaram um pouco e criaram um 'Celeiro', lugar que incentivará uma divisão de grupos (tática muito usada no BBB). Sobre os integrantes é o constrangimento de sempre: famosos que deixaram de ser famosos há tempos e outros que ainda nem chegaram a ser. Nessa edição temos Ângela Bismarchi, Gretchen, Nicole Bahls, Lui Mendes, Felipe Folgosi, Penélope Nova, Robertha Portella, Shayene Cesário, Gustavo Slayer, Rodrigo Capella, Diego Pombo, Simone Sampaio, Leo Áquila, Sylvinho Blau Blau, Vavá e Viviane Araújo. Se você não conhece mais da metade dos citados, não se assuste. 

O curioso é que a estreia do reality mostrou como a Record está depositando todas as suas esperanças nessa atração e o desespero com a sua audiência decrescente é nítido. Assim que terminou "Avenida Brasil", "A Fazenda" entrou no ar na concorrente. Essa atitude faz parte da nova estratégia da emissora. Como o remake de "O Astro", ano passado, causou uma perda significativa na audiência do reality, agora para evitar o confronto com a nova versão de "Gabriela", optaram por exibir a atração mais cedo, logo após a novela das nove da Globo.

O ibope noturno da Record é o pior dos últimos sete anos. Com o fracasso retumbante da reprise de "Vidas Opostas" e da inédita "Máscaras", a emissora não consegue obter bons números. Com o imenso sucesso de "Avenida Brasil" e agora com boa resposta que o remake de "Carrossel" vem tendo do público --- deixando o SBT na vice-colocação --- , a Record vive uma crise. Vários colunistas já divulgaram notícias a respeito de pressões internas para que haja alguma melhora imediatamente. E foi justamente no segundo dia do reality que o público pôde observar a falta de planejamento da emissora. 

Como houve uma antecipação da grade da Globo por causa da exibição do amistoso entre Brasil e E.U.A., a novela das nove acabou exatamente nesse horário. Conclusão: "A Fazenda" foi exibida excepcionalmente às 21h. Mas só ficou no ar por pouco mais de treze minutos. Isso porque Britto Júnior avisou que interromperia o programa para a exibição de "Vidas Opostas" e voltaria às 22h45. Mas além dessa reprise foi exibida "Máscaras" e só depois o reality voltou ao ar: às 23h, quinze minutos depois do afirmado pelo apresentador. A intenção foi clara: atrair audiência para as duas tramas que foram exibidas no 'meio' de "A Fazenda". 

O público não gosta de ser feito de bobo. E é uma pena que essas mudanças tenham virado rotina na grade da Record. Até o SBT, que já fez muita besteira com sua programação, tem diminuído as mudanças repentinas de horário. Já a Globo respeitou os telespectadores ao avisar constantemente que nessa quarta-feira haveria antecipação na exibição de "Cheias de Charme", "Jornal Nacional" e "Avenida Brasil". Se a emissora de Edir Macedo continuar com esse tipo de atitude, não conseguirá atrair a audiência e sim afastá-la cada vez mais.




42 comentários:

Dandara Blue disse...

Oba,será que serei a primeira a comentar?Nunca consigo!rs
Achei a pior das edições.Britto chatíssimo,prolixo como nunca.
Um time de desconhecidos,eu mesma conheço uma meia dúzia só.
E acho que a palavra certa é mesmo desespero pois se bem cuidada a atração teria um bom público.
Pode até ser que tenhamos barracos e outras bizarrices,mas é mais um gol contra da Record e a favor do mau gosto.Cada vez mais puxado para o telespectador.Beijos!

Sérgio Santos disse...

Foi a primeira sim, Dandara! rs Não acompanharei A Fazenda e nunca acompanhei, só vi alguns episódios. Britto está mais do mesmo e o reality continua muito mal dirigido. As edições são lentas e cansativas, mesmo tendo discussões entre os participantes. E ainda há a mudança constante de horário, ou seja, pior ainda. Beijos, Dandara! Obrigado pelo comentário.

Anônimo disse...

Na fazenda não é necessário q todos sejam muito famosos, o mais importante para um reality como esse é personalidade, carisma. Tendo alguns ja um tanto quanto populares ja é o sufiente. E nessa edição souberam muito escolher o elenco. Cheio de gente carismatica, divertida, guerreira, pra mim essa edição veio com tudo, tirando o britto, é claro.

Thallys Bruno Almeida disse...

Perfeito artigo, Sérgio. Eu até iria dar a sugestão, mas foi mais rápido. rsrsrsrs

A Record adora negar e atacar seus rivais, mas não engana mais ninguém, a emissora está sim em sua pior crise desde que começou a fazer os investimentos para se tornar a mais nova rival da Globo, em 2004. Um grande erro dos executivos foi ter subestimado o SBT, que agora está vindo com tudo e consolidou Carrossel na vice-liderança, voltando a ameaçar a emissora da Barra Funda. Reprisaram Vidas Opostas UNICAMENTE pra pegar carona no sucesso do Marcelo Serrado como Crô, em Fina Estampa, e deu nisso. Uma das decisões mais erradas da história da emissora. Fora de Controle, por sua vez, teve bem pouca divulgação e na estreia foi jogada pra tarde da noite. Hoje, então, a Record se superou no desrespeito. Quem esperava um programa completo do reality às 21h teve que esperar duas novelas para poder ver a tal prova. Bizarro e vergonhoso. E eles adoram usar a desculpa de atacar o Ibope - Sílvio Santos uma vez fez a mesma coisa e criou um instituto próprio (Datanexus), mas desistiu do mesmo quando viu que dava praticamente igual ao Ibope. Esse tipo de atitude só aumenta ainda mais a antipatia dos telespectadores pela Record, que virou motivo de piada na segunda-feira quando marcou ante-pico de 1.2 à noite e ficou em quarto lugar, contra os quase 43 de Avenida Brasil.

Thallys Bruno Almeida disse...

Agora eu vou falar da Fazenda. É incrível que insistam no Britto Junior. Prolixo demais, faz um suspense desnecessário, anuncia breaks justamente "na melhor parte", insuportável e pretensioso (faz questão de exaltar a suposta "superioridade" de seu reality em entrevistas). O Pedro Bial dá um banho no Britto até mesmo quando não está em seu melhor momento.

O elenco é sempre bizarro. Uns são subcelebridades convictas (caso da Gretchen, da Viviane Araújo e da Nicole Bahls). Alguns são ex-sub-famosos que são "ressuscitados" a ponto de fazer pensar "essa foi longe, hein" e outros são totalmente desconhecidos mesmo. Já não vejo com bons olhos esse reality desde que o Dado Dolabella ganhou sem merecer de nenhuma forma a primeira edição, em 2009, com 83% (dá pra acreditar?).

Enfim, não dá pra levar a sério uma emissora que age assim. Desculpe o texto longo. Abraços!

Sérgio Santos disse...

"Anônimo", obrigado pelo seu comentário. Os participantes já demonstraram que terão muito conflitos, mas ainda assim acho o nível deles um pouco abaixo da média. Realmente nem quem gosta desse reality consegue gostar da apresentação do Britto. Abraço!

Sérgio Santos disse...

Oi, Thallys. Obrigado pelo comentário. Não tem nada do que se desculpar, gosto de opiniões. Você lembrou bem da falta de respeito com o horário de "Fora de Controle", onde esperaram acabar a série "Louco por Elas" da Globo. A crise é nítida e está aí para qualquer um ver. A boa audiência inicial da Fazenda não parece que irá se sustentar com tantas alterações de horário.

Sim, Britto é fraco e cansa muito o telespectador com seus textos intermináveis. Eu detesto essas subcelebridades que vivem aparecendo no Site Ego e afins. Então fica difícil assistir, mas aí já é questão do meu gosto pessoal. Essa vitória do Dado foi triste mesmo. Abraço!

Sozynho disse...

Olá, Sérgio!
Quem não respeita, não pode ser respeitado mesmo!
Abçs!
Rike.

Clau disse...

Oi Sérgio!
Então pelo jeito,o Brito Júnior,continua o mesmo...
Das pouquíssimas vezes que assisti A Fazenda (em edições anteriores),ele também 'fazia muito suspense para pouca ação.'
(O Léo Áquila apareceu
como drag queen?!).
Bjs!

Sérgio Santos disse...

Oi, Rike! Exatamente. Quem planta vento... Abração e obrigado pelo comentário.

Sérgio Santos disse...

Oi, Clau! Continua exatamente o mesmo e isso é desanimador. Sim, o Léo tá vestido de mulher o tempo todo. Beijos e obrigado pelo comentário!

Montez Oliveira disse...

Só assisti a uma edição de A Fazenda, e toda vez que tento assistir uma nova, tenho a sensação de mais do mesmo. Como você mesmo disse, Brito Jr. é fraco. E o elenco dessa edição é - praticamente - com desconhecidos. Quando foram apresentados me perguntava: "Modelo de quê?" "Ator da onde?" "Oi? Quem é essa?" "Dançarina? Aonde?".
Quanto a grade da Record, o público que assiste já percebeu todo o esforço que a Record faz pra ter audiência, mas quase nunca consegue.
Uma emissora que se diz "A CAMINHO DA LIDERANÇA" não pode tratar o telespectador como trata. E isso já é visível na audiência da emissora.
Se continuar desse jeito, a Record será um futuro SBT, e o SBT (com a audiência cada vez mais crescente) será a Record de 5 anos atrás.
Parabéns pelo ótimo texto, Sérgio.

Bia Hain disse...

Oi, Sérgio. Esse formato de programa já está meio saturado, mas eu realmente me irrito quando começo a ver que o apresentador está enrolando. Falou muito bem, ninguém é bobo! Um abraço!

Sua Casa Ok disse...

Oi Sergio, tudo bem com você?
Estava curiosa, para saber o que iria falar da fazenda. Acho também que a Record, perdeu a mão. Como já falaram, muita gente desconhecida e esquisita.
Gostei muito.
Abraço
Mari

Maria José Rezende disse...

Olá. Vim conhecer o seu blog e agradecer-lhe sua visita ao Arca. Aqui é um espaço agradável, pois todos gostamos de TV. Parabéns. Grande abraço.

janna disse...

A fazenda é uma gangorra para figuras como você citou, sub-celebridades, que estão mofando no ostracismo imposto pela mídia e que vêem ali uma oportunidade de "querer" causar... É tão apelativo quanto o BBB, mas faz a linha certinho... Talvez sirva pra Gretchen encontrar seu centésimo marido, o Silvinho se inspirar no cativeiro e criar um Hit pras Lhamas, ou a Viviane Araújo conseguir dar um basta no assunto Belo...

Cecilia sfalsin disse...

Ei Sérgio,

Para ser sincera nunca gostei da fazenda e nem BBB. Não vejo ibope nenhum em ambos, mas se tratando de fazenda me parece que agora esta com um grupo novo, ja assisti algumas vezes por não ter nada mesmo a assistir, não por apreciar, e cansei de ver Monique Evans em idas e vindas, acredito que a record realmente esta em desespero...e tentando ressuscitar alguns que já perderam um pouco da fama...

Beijos

Sérgio Santos disse...

Montez, obrigado pelo comentário. Também tenho essa sensação com A Fazenda. E nunca acompanhei nenhuma edição, salvo um ou outro episódio e olhe lá. Realmente que tudo continuar do jeito que está o SBT voltará para sua antiga posição de vice-líder e a Record ficará em terceiro, ou empatada com a emissora de Silvio Santos. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Oi, Bia! É verdade, o formato não é mais o mesmo, mas o BBB ainda faz muito sucesso. O Britto irrita muita gente. Beijos e obrigado pelo comentário.

Sérgio Santos disse...

Oi, Maria. Obrigado pelo elogio. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi, Janna! Seu comentário é ÓTIMO! rsrs Não duvido que essas coisas realmente aconteçam, vai saber... Beijos e obrigado pelo comentário. :)

Sérgio Santos disse...

Oi, Cecília. Do Big Brother Brasil eu sempre gostei muito e sou um telespectador assíduo. Mas A Fazenda quase nunca vi. Nem acho que a Record queira 'ajudar' a carreira fracassada dos selecionados e sim obter audiência com possíveis barracos entre eles. Beijos e obrigado pelo comentário.

Sérgio Santos disse...

Oi, "Sua Casa Ok"! Que bom que gostou! Tudo certo e com você? Espero que esteja tudo bem. As figuras bizarras são comuns em todas as edições desse reality. Obrigado pelo comentário!;)

Paty Michele disse...

Oi Sérgio
Eu só assisti a primeira versão desse reality. Acho chato exatamente pq o Brito Jr enrola demais e não tem o carisma que pensa que tem. rsrsrs

Mas até que acho engraçadas as trapalhadas das subcelebridades. Por falar nelas, me espantei em ver a Penélope Nova nesse bolo.

um abraço.

Sérgio Santos disse...

Oi, Paty. Obrigado pelo comentário. O Britto enrola para segurar a audiência e não há nada mais irritante que isso. Eu também me surpreendi com a Penélope. Acho que ela vai se arrepender de ter entrado. Beijos! ;)

Van disse...

Oi Sergio,

Desde a primeira edição deste programa que leio reclamações sistemáticas do apresentador, se não agrada ao público, não entendo porque a Record não o substitui. São coisas que vão se somando e espantam o público.

Beijos

ELAINE disse...

Amigo Sérgio, obrigada pelo carinho e pela presença amiga e constante lá no blog! Esse é o estímulo de todo blogueiro.... Sérgio, você não poderia estar mais correto! Concordo com você e assino embaixo! Já faz bastante tempo que não assisto realitys.... Tanto um como outro, na minha modesta opinião já se tornou apelativo (o que sempre foi, aliás...) demais! Uma abençoada e feliz sexta-feira!
Carinhoso abraço!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Sérgio Santos disse...

Van, sim, sempre há reclamações e é uma incógnita porque não houve uma mudança até agora. Enfim, vá entender... Obrigado pelo comentário. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi, Elaine. Eu que agradeço. Obrigado pelo comentário. Beijos!

Vanessa_Oliveira disse...

Nem me dou o trabalho de assistir
show de horrores já bastam os dos telejornais.
beijos ****

Erick disse...

Ótima matéria Sérgio! No mês passado o Rafinha Bastos postou no twitter o e-mail da record convidando ele pra participar da fazenda, e é claro que ele negou. Também deixar de fazer SNL pra participar dessa roça de artista seria como rebaixar a carteira de trabalho não é mesmo! Vlw pela indicação abç.

Guilherme Freitas disse...

A Fazenda é igualzinho ao BBB, embora a Record negue. É um lixo, que só piora a já combalida TV brasileira. Estou fazendo minha parte, ignorando totalmente. Abraços.

Nívea Marco disse...

Sergio, eu não acompanho a Fazenda porque não aguento o Britto Jr. apresentando. Ele é muito fraco e chato no comando do programa.
Já essa falta de respeito com o telespectador é realmente absurda. Se eu fosse público da record, ficaria puta.

Sérgio Santos disse...

Vanessa, obrigado pelo comentário! Beijos! ;)

Sérgio Santos disse...

Eu soube disso, Erick. Ele não aceitaria mesmo. Eu que agradeço o seu comentário e sua visita. Abração.

Sérgio Santos disse...

Oi, Guilherme. Obrigado pelo comentário. Do BBB eu gosto e sempre assisto. Abraço!

Sérgio Santos disse...

Pois é, Nivea. Eu também ficaria se fosse telespectador. Muito obrigado pelo seu comentário! Beijão! ;)

Bell disse...

ah eu nao curto esse tipo de programa não. Infelizmente são uns dos que mais dá IBOP.

Milene Lima disse...

Penso que a principal diferença entre BBB e A Fazenda é justamente o nível do apresentador. Pedro Bial, embora tenha se perdido nas últimas edições,se mostrando parcial e outras coisinhas, é um sujeito extremamente inteligente e cheio dos atalhos. Sabe bem como caminhar nesse mundo. Britto é sofrível, chato, bobo. Os inúmeros "daqui a pouco" são insuportáveis, as novidades que não são novas, enfim... Mas gostei dessa ideia do celero, tirou um pouco da mesmice e o nada pra fazer, embora sejam cópias, não apenas do BBB, mas de todos os reallitys mundo afora. A Globo não inventou os realittys, vale lembrar.

Beijo!

Sérgio Santos disse...

Oi, Bell. Eu gosto do BBB e gostava da finada Casa dos Artistas do SBT, mas de A Fazenda eu nunca gostei. Beijos e obrigado pelo comentário.

Sérgio Santos disse...

Oi, Milena. Obrigado pelo comentário. Realmente a diferença entre Pedro Bial e Britto Jr. é gritante. O apresentador da Record é muito cansativo e tem uma dicção péssima. O Celeiro é uma imitação das divisões que o Boninho faz no reality da Globo, mas você tem razão ao dizer que não foi a Globo a inventora desse formato. Beijos!

Samanta Sammy disse...

Olá Sérgio, tudo bem ?

Pois é amigo, nunca assisti a nenhuma temporada da Fazenda, mas estes dias acabei acompanhando e confesso que a sensação de deja vu é praticamente impossível de se controlar... A tempos que não assisto muito tv aberta porque acredito que esteja faltando criatividade para todas as emissoras, é um tal de remake, reprise, novas edições do que já é velho...
Acho que ao invés de ficarem brigando a qualquer custo por causa de audiência, poderiam, quem sabe, tentar algo novo ;)
Não entendo muito deste tipo de administração, então esta á só minha humilde opinião :)
Mas seria ótimo se houvesse alguma inovação, estes realitys poderiam dar lugar a novos temas, por exemplo... ou outras competições...enfim, nunca tinha assistido, vi alguns e provavelmente não verei mais rsrs
mas é uma questão de gosto pessoal né, se está no ar, deve agradar bastante :)

Um enorme abraço e boa semana !! :D