sexta-feira, 6 de abril de 2012

A Grande Família volta reformulada e evita desgaste

"A Grande Família" voltou ao ar apresentando várias novidades. O programa, que vai para a sua décima-segunda temporada, continua fazendo muito sucesso e tendo uma boa repercussão; porém, havia um iminente desgaste. Para evitar que o sonho da qualidade se transformasse no pesadelo da repetição, resolveram mexer um pouco na história, sem que nada afetasse a essência da atração. Pelo que se viu no primeiro episódio, parece que deu certo.


Logo no início vimos Nenê (Marieta Severo) apreensiva devido a um sonho ruim e Lineu (Marco Nanini) feliz porque finalmente iria viajar com a esposa. Tudo corria bem --- Agostinho (Pedro Cardoso) brincava com o filho, Tuco (Lucio Mauro Filho) tocava seu violão e Bebel (Guta Stresser) chegava das compras ---, até que o pressentimento de Nenê se concretiza: Lineu se joga na frente de um carro que atropelaria Florianinho, salvando a vida do neto.

Quatro anos se passam. Lineu está em coma e muita coisa mudou na
 família Silva. Agostinho ampliou sua frota de táxis, transformando até o carro do sogro em um, e melhorou sua condição financeira. Bebel virou um piriguete de primeira. Nenê agora trabalha e está sendo 'assediada' pelo médico que cuida do marido enfermo. Juca de Oliveira, sempre ótimo, interpreta o novo pretendente. Porém, todos se surpreendem quando Lineu acorda e se depara com uma 'nova família'. A partir daí, surgirão novos problemas que todos terão que enfrentar. Florianinho virou um pré-adolescente travesso e se antes ele não aparecia nem de relance, agora ele é personagem fixo e Vinícius Moreno dá vida ao menino. Tonico Pereira (Mendonça), Marcos Oliveira (Beiçola) e Evandro Mesquita (Paulão) continuam fazendo parte dessa turma. Já Márcia Manfredini, a Dona Abigail, deixou a série e agora integra a equipe de "Tapas & Beijos". Natalia Lage (Gina) também saiu e se dedicará ao teatro por enquanto. Katiucia Canoro (a Lady Kate do "Zorra Total") fará umas participações vivendo uma amiga da Nenê e tem chances de permanecer. Outra boa surpresa foi a nova abertura que, agora toda feita em animação, ficou ótima.

Em comparação aos anos anteriores, nota-se que "A Grande Família" teve uma reformulção bastante significativa. Ao longo desses anos, vimos poucas mudanças. A última grande 'ousadia' havia sido a Pet Shop do Lineu, que fez o personagem sair da repartição e se dedicar aos animais, tendo ajuda de Tuco. A frota de táxis do Agostinho, ano passado, também pode ser considerada como algo novo. Mas com exceção desses fatos, as únicas novidades apresentadas eram as participações especiais. Muitas delas, inclusive, começaram a se intensificar após as mortes dos saudosos Rogério Cardoso (Floriano) e Francisco Milani (Tio Mala).

Apesar do sucesso, era nítido que se algo não fosse mexido, dificilmente a série se manteria no ar por muito mais tempo. São doze temporadas e o desgaste é inevitável. Mas essas novidades foram muito positivas, porque além de não terem alterado a característica do formato, acabaram abrindo uma leva de novos conflitos. Não dá para saber se uma outra temporada em 2013 irá vingar, mas se antes era praticamente impossível esse fato acontecer, agora, com as reformulações, as chances de um novo fôlego aumentam. Cabe agora ao telespectador acompanhar a nova saga da família Silva e observar se todo o esforço da equipe valeu a pena.

15 comentários:

Carlos disse...

Na vdd, ao longo dos anos não teve muita mudança pq não era necessária. Os personagens iam evoluindo (ou não) de acordo com as experiencias vividas (o que é normal em muitos seriados). Agora, apesar de ser fã deles, não posso negar que eram necessárias essas mudanças, e apesar de o coma ser um fato dramático demais para um programa de comédia, acho que foi o melhor, não apenas pela passagem de tempo, mas também pra mostrar que isso pode acontecer com qualquer um. Acho que esse clima de tristeza vai continuar até a reconciliação de Lineu e Nenê, mas depois disso, espero que eles voltem a apostar na comédia, caso o contrário, será um tiro no pé.

Ah! E Parabéns pelo blog, raramente eu comento (acho que só fiz isso uma vez kkk), mas gosto da sua imparcialidade, são poucos os críticos que são assim.

Thallys Bruo disse...

A Grande Família sempre teve ótima qualidade, mas de vez em quando me divide. Alguns episódios são bons, outros sem graça, outros hilários (como um do ano passado onde o Ney Latorraca participou como o "cantor" Fred Marques). Acredito que essas mudanças se mostraram necessárias, para evitar que a série cansasse de vez.

PS: No meu comment sobre a estreia do Casseta Vai Fundo, faço um mea-culpa sobre o Gustavo Mendes (imitador da Dilma). Vi os vídeos no KibeLoco e de fato ele é ótimo mesmo. Não tinha achado graça na participação dele no Casseta por causa do programa em si.

Thallys Bruno disse...

Errata: Bruno (na minha assinatura)

Sissym disse...

Assistir a GF sempre foi um programa divertido, mesmo que os capitulos fossem continuações sem novidades.

Sempre há o momento de revitalização, e a ideia foi interessante sim.

A minha filha é criança e adora assistir. É um programa que a familia pode assistir pq não faz mal nenhum.

Amigo, eu desejo a voce uma FELIZ PASCOA.


Beijinhos

Jeanne Geyer disse...

acho que o sucesso do programa se deve a simplicidade do formato bem como a identificação das pessoas com uma família absolutamente "normal", com suas qualidades e defeitos, mais defeitos que qualidades, mas que sempre acaba superando tudo com amor, no fundo o que todos desejamos e nem todos têm em sua familia.
gostei da nova abertura, mas das mudanças já não sei, o tempo dirá. aliás nem sabia que corria o risco de acabar, tem programas MUITO ruins que não terminam nunca, como o programa do Faustão por ex.
beijos

Sérgio Santos disse...

Carlos, obrigado pelo cometário e fico honrado com o seu elogio. Saber que você raramente comenta, mas acabou quebrando essa 'regra' no meu blog me deixou feliz. Concordo com você. Realmente em time que está ganhando não se mexe, já diria o ditado. Mas o noa passado acabou mostrando que um desgaste estava cada vez mais perto. Vamos ver se essa mudança vai dar certo realmente. Abraço e bom feriado!

Sérgio Santos disse...

Thallys, obrigado. Você tem razão. Principalmente no ano passado, A Grande Familia não foi muito feliz. Foram poucos os episódios realmente engraçados. Também me diverti com a participação do Ney Latorraca. Esses vídeos do Gustavo Mendes me faziam rir demais! Por isso gostei dele no Casseta, mas só ele não vai segurar nada. Abraço e bom feriado! :)

Sérgio Santos disse...

Sissym, obrigado! A Grande Familia é um programa para todas as idades mesmo. Sua filha tem bom gosto. Te desejo uma Feliz Páscoa e que você e toda sua família tenham muita saúde e alegrias. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Jeanne, é verdade. Essa simplicidade cativou a todos e o carisma dos personagens é muito grande. Pois é, muitos programas bons acabam saindo do ar enquanto que outros de qualidade bem inferior permanecem. Beijos e tenha um bom feriado!

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! - disse...

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!
- De Olho Nos Detalhes -

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo

Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................

Sérgio Santos disse...

Dário, muito obrigado. Quanta honra! Já peguei o selo! Grande abraço!

Patricia Galis disse...

Ótimos atores com certeza, mas já cansei, 12 temporadas é muito né...renovar se faz preciso.

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Patricia. Beijos!

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

O primeiro episódio desta temporada de "A Grande Família" chamou a atenção porque fugiu do tradicional cômico e teve uma boa participação do Juca de Oliveira. Foi uma criativa maneira de mostrar a passagem do tempo.
Mas os outros não têm chamado minha atenção. É uma pena, porque o elenco é muito bom.

Sérgio Santos disse...

Elvira, concordo com vc. O primeiro episódio passou uma falsa impressão. Os demais não corresponderam às expectativas. Também observei uma queda da qualidade. O desgaste acaba ficando evidenciado. Uma pena mesmo. Beijos e obrigado pelo comentário.