quinta-feira, 27 de abril de 2017

"Lady Night" explora o melhor de Tatá Werneck

No dia 10 de abril estreou o "Lady Night", novo programa de entrevistas do Multishow. Na verdade, mais um talk-show em meio a vários que se proliferam na tv aberta e fechada. Mas o maior diferencial desse formato é justamente a apresentadora. Tatá Werneck é conhecida pela facilidade que tem em improvisar e nada mais justo que ser a primeira mulher a comandar um produto desse tipo em um canal a cabo ---- uma vez que Luciana Gimenez tem um talk-show na Rede TV! desde 2012 ("Luciana By Night") e Marília Gabriela nunca teve plateia ao longo dos 20 anos do "Marília Gabriela Entrevista" no GNT.


Vale ressaltar, entretanto, que a  própria Tatá teve um programa seu no mesmo Multishow chamado de "O Estranho Show de Renatinho" em 2016 ("Renatinho", por sinal, é o nome de sua banda). Mas era um formato mais parecido com os da extinta MTV, onde a humorista brilhava com seus trotes, imitações e brincadeiras. O "Lady Night" é um claro talk-show mesclado com alguns momentos de descontração da apresentadora, que protagoniza rápidos quadros com seus convidados durante as entrevistas e ainda conta com participações esporádicas dos comediantes Marco Gonçalves, Felipe Gracinco e Daniel Furlan ---- além deles, Grace Gianoukas (com quem a atriz fez uma ótima dupla em "Haja Coração") e o próprio pai de Tatá marcam presença.

Não há maiores novidades no formato. É um talk-show como outro qualquer, mas tem uma duração menor que vários similares (cerca de 40 minutos), deixando um gostinho de quero mais sempre que acaba. E Tatá é o maior trunfo do programa, como tem que ser em qualquer bom produto do gênero.
Ela deixa todos os convidados completamente à vontade, mesmo diante de inúmeras piadas e comentários que deixariam qualquer um desconcertado. As conversas fluem naturalmente e sempre parece um bate-papo entre melhores amigos. Em alguns casos até é mesmo, vide Bruna Marquezine e Tiago Iorc, duas pessoas com quem Tatá tem grande intimidade e que renderam divertidíssimos momentos.

Padre Fábio de Melo, Cláudia Leitte, Anitta, Daniel, Rafinha Bastos, Celso Portiolli e Sandy foram alguns outros entrevistados que proporcionaram deliciosas conversas, sempre tendo como ponto alto a descontração. Mas com Sandy, por exemplo, houve até um instante de emoção da apresentadora, quando a irmã de Júnior cantou "Quando Você Passa (Turu Turu)", fazendo Tatá lembrar da adolescência. Foi bonitinho e espontâneo. Aliás, é difícil mencionar as melhores partes das entrevistas, pois todas são muito gostosas de serem acompanhadas e nem dá para sentir o tempo passar.

Mas, sem dúvida, o melhor quadro do programa é a "Entrevista com o Especialista". A apresentadora interrompe o papo com o convidado para um breve 'bate-volta' com algum profissional especialmente chamado. Tatá vira uma metralhadora de perguntas impagáveis, deixando advogados, psicólogas, dentistas, médicos, entre tantos outros especialistas, muitas vezes sem reação diante de questionamentos tão absurdos. E todos acabam se saindo bem, entrando na brincadeira e divertindo a plateia e o telespectador. A própria apresentadora muitas vezes não segura o riso. É muito bom.

Esse programa vem se mostrando um grande acerto porque explora o melhor de Tatá Werneck. O seu imenso talento para o improviso, mesmo que tenha um claro roteiro a ser seguido, é evidenciado em cada instante, divertindo os entrevistados e o público. Aliás, é até estranho a Globo não ter colocado essa atração em sua grade ---- as gravações, inclusive, foram feitas nos Estúdios da emissora e não nas locações do Multishow, onde costumam gravar todas as suas produções. É um formato que flui muito melhor que o "Adnight", por exemplo, e poderia até ocupar a faixa do extinto "Programa do Jô".

O sucesso do "Lady Night" já resultou em uma segunda temporada programada para julho, tendo a primeira 25 episódios. Tatá Werneck ganhou um talk-show que faz jus ao seu talento e seu desempenho como entrevistadora compõe perfeitamente esse seu lado cômico, onde o improviso é o maior protagonista diante de um roteiro muito bem elaborado, valorizando o potencial de cada convidado. Terá vida longa, podendo até ir para a tv aberta se a Globo for esperta.

16 comentários:

Karen disse...

Ela tá maravilhosa mesmo. Me divirto horrores!

Anônimo disse...

O programa me surpreendeu. Não dava nada por ele.

Samara disse...

Já ia perguntar se você ia escrever sobre o programa... rsrs

Italo disse...

Tatá nasceu pra isso. Devia largar as novelas e focar só nisso.

Lulu on the sky disse...

Ainda não vi o programa dela, e confesso que peguei uma certa birra dela.
Big Beijos,
Lulu
BLOG | CANAL

✿ chica disse...

Vi alguns dias,gostei. Vi boas entrevistas! abraços, chica

Debora disse...

Olá Sérgio tudo bem???


Já assisti e ADOREI, super divertido!!!



Beijinhos;
Débora.
http://derbymotta.blogspot.com.br/

Sérgio Santos disse...

Eu tb, Karen. bjs

Sérgio Santos disse...

Eu adorei, anonimo!

Sérgio Santos disse...

Previ o futuro, Samara... rs

Sérgio Santos disse...

Nasceu msm, Italo!

Sérgio Santos disse...

Ok, Lulu. bj

Sérgio Santos disse...

É mt bom, Chica!

Sérgio Santos disse...

Idem, Débora!bjss

Adriana Helena disse...

Oi Sérgio, que surpresa boa saber que você fez um post sobre o novo programa da Tatá Werneck!
Nossa, está maravilhoso!!
Muito divertido, expontâneo e completamente maluco.. rsrs
A gente se diverte horrores!
O quadro que a Tatá entrevista um profissional realmente é o melhor de todos...
A gente até chora de tanto rir!!
Realmente se fosse para a tv aberta iria arrasar, com certeza!!

Adorei sua explanação amigo!!
Tenha uma semana maravilhosa!
Beijos! :)))

Sérgio Santos disse...

É genial, Adriana. Impossível não rir. bjssss