quarta-feira, 5 de abril de 2017

A postura correta da Globo e o machismo de José Mayer

A última semana de "A Lei do Amor" foi marcada não pelo final de uma novela problemática e desfigurada, mas sim pela repercussão da denúncia de que José Mayer teria assediado uma figurinista da produção ---- segundo consta, ela vinha sendo assediada há 8 meses e só recentemente teve coragem de denunciar. O ator demorou para se pronunciar e nem esteve presente na tradicional confraternização do elenco no último capítulo. Sua única resposta, dias depois, havia sido "Não confundam ficção com realidade", tentando colocar a vítima como idiota, a responsabilizando por confundi-lo com o asqueroso Tião Bezerra, vilão do folhetim de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari.


Mas, ontem, terça-feira, dia 4 de abril, José Mayer escreveu uma carta aberta assumindo sua culpa e se desculpando. O 'documento' foi lido no "Jornal Hoje", "Vídeo Show" e "Jornal Nacional", com direito ainda ao pronunciamento da Globo a respeito do caso, prestando total apoio a Su Tonani, figurinista assediada que fez a denúncia. A emissora ainda fez questão de anunciar a suspensão do ator por tempo indeterminado ---- antes do escândalo, ele já estava escalado para um dos principais papéis de "O Sétimo Guardião", novela de Aguinaldo Silva prevista para 2018.

A carta aberta diz o seguinte: "Eu errei. Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava. A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora. Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com quem devo tratar minhas colegas.
Sou responsável pelo que faço. Tenho amigas, tenho mulher e filha, e asseguro que de forma alguma tenho a intenção de tratar qualquer mulher com desrespeito; não me sinto superior a ninguém, não sou."

E o ator finaliza da seguinte forma: "Tristemente, sou sim fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas. Não podem. Não são. Aprendi nos últimos dias o que levei 60 anos sem aprender. O mundo mudou e isso  é bom. Eu preciso e quero mudar junto com ele. Este é o meu exercício. Este é o meu compromisso. Isso é o que eu aprendi. A única coisa que posso pedir a Susllen, às minhas colegas e a toda sociedade é este meu movimento de mudança. Espero que este meu reconhecimento público sirva para alertar a tantas pessoas da mesma geração que eu, aos que pensavam da mesma forma que eu, que os leve a refletir e os incentive também a mudar. Estou vivendo a dolorosa necessidade desta mudança. Dolorosa, mas necessária. O que posso assegurar é o José Mayer, homem, ator, pai,filho, marido, colega que surge hoje é, sem dúvida, muito melhor."

Essa declaração oficial do ator era o mínimo que poderia ser feito depois do ocorrido. Não fez mais que sua obrigação. Mas, ainda assim, foi uma atitude louvável e que merece reconhecimento. Vale ressaltar, inclusive, que inúmeras funcionárias da Globo, incluindo várias atrizes, como Sophie Charlotte, Alice Wegmann, Taís Araújo, Tainá Muller, Carolina Kasting, Glória Pires, Drica Mores, Camila Queiroz, Letícia Sabatella, Cissa Guimarães, entre tantas outras, se manifestaram contra o assédio através da campanha "Mexeu com uma mexeu com todas! #ChegaDeAssédio!". A atitude delas foi fantástica, servindo como estímulo para a punição dos responsáveis e coragem das vítimas. Não se pode mais tolerar esse tipo de situação em qualquer lugar. Já passou da hora do basta. Infelizmente, é uma cultura machista que demorará pra ser derrubada (nunca será, na verdade), mas precisa ser combatida no dia a dia.

E citando o machismo, é preciso lembrar que em "Laços de Família" (reprisada recentemente no Canal Viva), por exemplo, ele viveu o machista Pedro e o personagem chegou a protagonizar uma cena de quase estupro e nada foi debatido na época. Até mesmo o autor Manoel Carlos escreveu com 'normalidade'. O peão e a veterinária Cintia (Helena Ranaldi) tinham uma atração imensa e viviam entre tapas e beijos, mas uma vez o sujeito tentou violentá-la e ela conseguiu fugir. Tudo foi encarado com naturalidade, principalmente porque em 2001 esse tipo de assunto não estava tão em voga. Pelo contrário. Aliás, ironicamente, José Mayer já viveu vários tipos assim nas novelas. O mais recente foi o citado Tião Bezerra. Ou seja, se tem alguém que confundiu ficção e realidade não foi a figurinista assediada.

José Mayer é um grande ator e seu desempenho na recém-terminada "A Lei do Amor" é uma das muitas provas. Sua carreira é repleta de sucessos e de personagens marcantes, sendo muitos deles galãs que povoaram a imaginação do público feminino. Entretanto, essa atitude do ator mancha, sim, muito o seu currículo. Ao menos ele teve a hombridade de reconhecer o erro e pedir desculpas. Já a atitude da Globo foi exemplar ---- repetindo a elogiada conduta no "The Voice Kids", afastando Victor, da dupla com Leo, do time dos jurados, após o mesmo ter sido acusado de agressão contra a esposa ----  e ainda serviu como campanha contra o assédio. Simples assim.

28 comentários:

Anônimo disse...

APOIADO!

Juan A. disse...

Sergio, me permita discordar de você. Pelo que li, essa tal figurinista vinha sofrendo assedio por parte dele havia 8 meses, desde o começo da novela e a mesma já tinha inclusive se dirigido ao RH da emissora, para prestar queixa, e a historia só veio a vazar agora, no fim da novela. Porque a tal moça foi em outro veiculo de comunicação fazer sua denuncia. Então entendo, que a emissora, já estava a par da situação e não fez nada, antes da historia vazar, através da denuncia dela, por outro veiculo de imprensa. Então tenho pra mim, que a Globo fez o mínimo do que dela se esperava, que era suspender. Para mim cabia, até demissão por justa causa, que eu acho que era o certo a se fazer, e pelo que eu li, da denuncia que a moça fez, não foi apenas verbal o assedio, o ator chegou até a tocar nas partes intimas, da moça. Pra mim a situação cabia demissão e não apensa suspensão, acho que saiu até barato, porque a memória das pessoas geralmente é curta, e esse caso pode vir a ser esquecido, ou ter a sua importância diminuída. E pra mim o que o ator fez, ao escrever uma carta aberta, com um pedido de desculpa, era o mínimo a se fazer também. Não vejo com tanta hombridade assim, pois uma carta qualquer um pode escrever, as vezes pode nem ter sido ele a ter escrito a carta, e sim sua assessoria de imprensa. Para mim uma atitude com mais hombridade seria, se ele tivesse vindo a publico e colocado a cara a tapa. Não julgo o lado profissional dele(pois o acho um bom ator), e nem coloco na balança pois julgo a atitude dele nesse caso, apenas como pessoa, ser humano e atitudes como essas tem que ser condenadas e punidas para que não venham a se repetir e que paremos de achar que é normal, pois não é. É uma atitude intolerável. Grande abraço e gosto muito do seu trabalho.

Clara disse...

Concordo com vc. Uma postura correta e também achei válido ele se desculpar. Admitir o erro é pra poucos, vide o babaca do Biel.

Oathkeeper disse...

Um homem faz uma merda. É abusivo, agride, trai, não importa. Faz uma merda. Eu não estou mais falando do José Mayer, eu estou falando de você. E do seu amigo também, ali do lado. Qual é o passo seguinte, vocês sabem? Como deve se portar um homem que comete “um erro”? Não respondam para mim, respondam cada um para si mesmo: como vocês aprenderam que um homem deve se portar quando flagrado em erro?
Isso mesmo. “Negue enquanto puder”. É assim que vocês são ensinados, neguem o quanto puderem, neguem enquanto puderem.
“Esta mulher só pode ser doida.”
“Não fui eu, foi o Tião Bezerra”.
Vale qualquer coisa, mas neguem enquanto puderem.

Oathkeeper disse...

eu não estou reclamando sobre José Mayer ter pedido desculpas. É triste, mas nós temos que reconhecer que uma carta pública e cínica de desculpas é uma grande vitória para o ser humano, é uma grande vitória do de pessoas decentes (seja homens e/ou mulheres) das redes, do verdades na cara pelas hashtags, do escracho público.

Gustavo Nogueira disse...

Concordo a atitude da Globo foi louvável, mas esses homens só fazem isso porque sabem que serão acobertados pelo povo ficando impunes vide aquela admiração pelo goleiro Bruno tirando fotos e pedindo autógrafo(depois de sair da prisão por ter MATADO A ELISA E JOGADO O CORPO DELA PARA OS CACHORROS COMEREM) e aquele Marcos ridículo ter continuado no BBB depois de tudo o que fez.ESSE MUNDO TÁ NOJENTO!!!

Debora disse...

Olá Sérgio tudo bem?


Achei esse fato deplorável!



Beijinhos;
Débora.
http://derbymotta.blogspot.com.br/

Bell disse...

A corda sempre arrebenta pro lado do mais fraco né?
Ai a pessoa ainda paga de louca.
Merece ser investigado sim, pq o que falta para muitos homens é respeitar as mulheres.

bjokas =)

Bianca disse...

Mais um texto fantástico, parabéns.

Desde que essa covardia com essa moça veio a tona eu, e acredito que a maioria das mulheres também como visto na campanha, sentimos muita coisa. É um misto de revolta, ódio, decepção e pena pela carreira linda que ele levou anos para construir e jogou no lixo. Sim porque um fato desse mancha a vida da pessoa pra sempre. Pode até ser que ele volte um dia mas pelo menos pra mim, sempre vai ser difícil olhar para um "homem" que fez o que ele fez. Quantos atores excelentes por ai que não tiveram metade das oportunidades que ele teve?
Minha decepção foi porque eu gostava dele. Não chegava a ser fã, acho que ser "fã" é um sentimento muito sério. Dou o meu amor de fã pra quem realmente conheço. Mas eu gostava do ator que ele sempre foi. Principalmente pelos inúmeras parcerias de sucesso com o querido Maneco. Isso pra mim acabou, foi uma decepção. Não consigo admirar alguém com esse tipo de atitude, mesmo essa pessoa sendo boa no que faz profissionalmente. E mesmo que venha a público pedir desculpa. Ninguém é perfeito, todo mundo erra. Só que esse é o tipo de erro que se comete conscientemente e muitas vezes por prazer, então não merece perdão, de forma alguma.
Esqueci de falar do orgulho que eu senti também com esse fato. Orgulho pela campanha que fizeram. Estou vendo que as mulheres estão ganhando força e apesar de ainda existir muito babaca, tem muito homem, de fato, do nosso lado. E isso é bonito de se ver.
Acho que qualquer forma de desrespeito contra qualquer ser humano, seja mulher ou homem merece punição. Temos que aprender a amar uns aos outros como se não houvesse amanhã, como muito bem disse Renato Russo há anos atrás. Eu me senti humilhada junto com essa moça e me sinto "vingada" através da incrível campanha que essas mulheres guerreiras tiveram coragem de fazer.

Clau disse...

Oi Sérgio,
Não esperava esse destempero do José Mayer...
Que bom que a figurinista teve a coragem de por a boca no mundo,
atitude corretíssima.
Quanto ao ator, é muito simples escrever uma carta aberta, quero ver
se ele vai mesmo mudar as atitudes machistas que ele mesmo admitiu.
Muito inteligente também o posicionamento da Globo e das atrizes que se manifestaram através da campanha : "Mexeu com uma mexeu com todas! #ChegaDeAssédio!"
Postagem excelente! Adorei!
Beijos ;)

Anônimo disse...

Ótimo texto, muito bom o fato de você se pronunciar sobre isso de maneira tão sensata.
Parabéns

Raquel disse...

Fala Sérgio!

Essa cena que você citou em Laços de Família não foi a única que José Mayer interpretou um quase-estupro. Esses dias estava revendo algumas cenas de “A Indomada” e fiquei chocadíssima ao ver o personagem Teobaldo, aparentemente bêbado, atacar, arrancar e rasgar a roupa de Helena porque essa se recusou a consumar o casamento com o qual havia concordado quando ainda era adolescente. Isso foi em 97, há 20 anos. E o que foi dito dessa cena? Aposto que nada! Teobaldo era o mocinho da novela, e acabou vivendo uma história de amor e terminando a novela feliz ao lado da quase-vítima. A mesma coisa em Laços de Família onde seu personagem nunca sofreu grandes represálias e terminou a novela ao lado da novinha Íris, uns 20 anos mais jovem que ele. (?)

Tudo isso pra dizer que eu até posso acreditar nessa desculpa de que o ator é de uma outra geração... Até pouco tempo atrás esse tipo de comportamente insistente era incentivado, inclusive nas próprias novelas que o ator participava. O problema foi que ele tentou negar e ainda dizer que era a figurinista que tinha confundido ficção com realidade, quando o mais provável é que o próprio ator que tenha se convencido do seu alto grau de sedução e de uma certa invencibilidade. Ou seja: quem confundiu as coisas foi ele...

Acho que a reação de grande parte das mulheres, inclusive artistas foi muito positiva e serviu pra pra mostrar que esse tipo não pode e não deve ser tolerado. E espero que isso sirva pra colocar medo nos outros abusadores dentro da própria Globo (tenho certeza de o Mayer está longe de ser o único) e espalhados por todo o país de que se fizer alguma coisa, vai ser responsabiliado.

No mais, não curto qualquer forma de crucificação virtual. Tenho certeza que o ator vai pagar por isso pelo resto da sua vida em termos de oportunidades comerciais e profissionais, talvez até judicialmente caso a Susllem quiser prestar queixa. Acho que esse monte de opiniões discutindo se ele está ou não arrependido ou se fulano e cicrano está de corporativismo masculino é irrelevante. Vamos concentrar nas consequências positivas do que aconteceu, não fica batendo em cachorro morto.

Ah! E sem memória curta tb...

Germana disse...

Olá Sérgio!!
É muito decepcionante (para dizer o mínimo) ver um alguém tão talentoso, com tantos trabalhos memoráveis, cometer um ato tão vil. Tira um pouco do encanto que, mesmo que involuntariamente, a gente cria com esse mundo.
Também acho que uma carta de desculpas foi o mínimo que ele poderia fazer mas, infelizmente, nesses casos, esse mínimo fica parecendo um grande atitude. O mesmo vale pra Globo: também fez o mínimo que se esperava, "suspendendo por tempo indeterminado" (pra mim, um eufemismo para "demitindo"), o que acaba se tornando louvável.
No mais, é isso. Abraços!!

Débora disse...

Atitude deplorável, que ele pague pelo que fez!!!!
Achei curioso que na novela Laços de Família, mesmo agora na reprise, teve gente que torceu pro Pedro ficar com a Cíntia, ignorando totalmente essa tentativa de estupro. Por mim o Pedro ficaria sozinho.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Juan. Respeito sua opinião.

Sérgio Santos disse...

Fato, Clara...

Sérgio Santos disse...

Ótimo comentário, Oath!

Sérgio Santos disse...

Verdade, Gustavo.

Sérgio Santos disse...

Sim, entendi, Oath.

Sérgio Santos disse...

Foi msm, Debora.

Sérgio Santos disse...

Sem duvida, Bell.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Bianca. E seu comentário ficou excelente.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Clau!

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Essas cena seu realmente não lembro, Raquel. Até pq achei essa novela horrível. Mas antigamente havia mesmo esse tipo de situação nas tramas. Era um reflexo do "costume". Ainda bem que mudou. Pelo menos um pouco.

Sérgio Santos disse...

Mt decepcionante, Germana. Eu quando soube fiquei assustado e triste.

Sérgio Santos disse...

Eu torci, Débora, pq os dois tinham quimica de sobra e havia um sentimento entre eles. Mas entendo seu posicionamento.