quinta-feira, 24 de novembro de 2016

"Carinha de Anjo" é uma graça de novela

Mantendo a já tradição de produzir folhetins infantis, o SBT estreou, nesta segunda-feira (21/11), "Carinha de Anjo", nova produção da emissora que com certeza terá uma duração tão grande quanto as tramas que vieram antes. Entrando no ar simultaneamente com a reta final de "Cúmplices de um Resgate", o novo remake tem como principal objetivo manter os pequenos diante da televisão, preservando a ótima audiência de "Carrossel", "Chiquititas" (que vem sendo reprisada logo depois) e da atual novelinha protagonizada por Larissa Manoela que está perto do seu fim.


Porém, apesar de seguir mantendo o mesmo tipo de público, houve uma mudança na equipe. A autora Íris Abravanel e o diretor Reynaldo Boury, responsáveis pelas três novelas anteriores, saem de cena e cedem lugar para Leonor Corrêa (responsável pela condução do roteiro) e Ricardo Mantoanelli (na direção). É verdade que Íris não saiu tão de cena assim, pois é supervisora de texto, entretanto, já é uma renovação importante. A própria história, por sinal, exige uma alteração na forma de ser contada, uma vez que é ainda mais infantil que as antecessoras.

É uma novela de crianças para crianças, onde a 'fofura' é o mote do enredo. Ao contrário das outras produções, que tinham personagens saindo da infância e entrando na pré-adolescência, "Carinha de Anjo" é totalmente infantil. O elenco é repleto de pequenos cuja idade máxima não passa de sete ou oito anos. E a protagonista tem apenas cinco aninhos, fazendo jus ao título da trama.
Lorena Queiroz é uma graça e tem um carisma arrebatador. É impossível não ser conquistado pela menina de sorriso cativante. A longa seleção do SBT valeu a pena, pois conseguiram a criança perfeita para o papel principal. A Dulce Maria está em boas mãos. Ela é até melhor que a atriz da produção original mexicana.

Claro que é apenas uma criança, o que impede uma maior desenvoltura na hora de proferir o texto. E o mesmo vale para todo o elenco infantil, incluindo a dupla malvada composta por Bárbara (Renata Randel) e Frida (Sienna Belle) ---- inimigas de Dulce Maria ----; além de Marianna Santos (Adriana), Maria Eduarda Silva (Duda), Valenthina Rodarte (Valentina) e Helena Luz (Lúcia) ---- intérpretes das melhores amigas da protagonista. São todas muito cruas, mas é natural e compreensível. Também nem são necessárias grandes interpretações, pois é um produto destinado a um público bem pouco exigente e que tem a mesma idade.

Já o time adulto é composto por alguns ótimos nomes e está bem melhor selecionado, principalmente comparando com o elenco 'veterano' das três novelas anteriores. Alguns atores já se destacam, como Bia Arantes, vivendo a noviça Cecília, a mocinha da história. Revelada em "Malhação Conectados" (2011), a atriz está ótima e demonstra uma linda sintonia com Lorena Queiroz. Priscila Sol também se destaca como a caricata Tia Perucas, prima do pai de Dulce Maria, o poderoso empresário Gustavo (Carlo Porto). Eliana Guttman foi um grande êxito da escalação, fazendo jus ao importante papel da Madre Superiora. Karin Hills está muito bem vivendo a atrapalhada irmã Fabiana e a sua escolha é explicada através dos números musicais protagonizados por ela ---- ex-integrante do grupo Rouge, é uma cantora nata.

Ângela Dip (a extrovertida Rosana) é mais um bom nome, além de Blota Júnior vivendo o sisudo mordomo Silvestre. Clarice Niskier brilha na pele da perua Haydee, mãe da grande vilã da novela: a linda Nicole (Dani Gondim), nova namorada de Carlo que fará da vida de Dulce Maria um inferno. Camila Camargo, Cristina Mutarelli, José Rubens Chachá, Thiago Mendonça e a atriz/cantora mexicana Lucero (intérprete da mãe falecida de Dulce Maria que aparece nos sonhos da filha) são outros atores que compõem o elenco. Já Jean Paulo Campos (ex-Cirillo de "Carrossel" e atual Zeca) e Maisa Silva (a youtuber Juju) são os únicos pré-adolescentes do time infantil, tendo como função clara conquistar o público das produções anteriores.

A novela teve um ótimo início, apresentando bem os conflitos da trama central e evidenciando o colorido dos cenários e figurinos. Dulce Maria foi colocada em um orfanato pelo pai quando tinha três anos, pois o poderoso homem não conseguiu superar o trauma da morte de sua esposa em um grave acidente. Dois anos se passam e a menina cria um forte vínculo com a noviça Cecília, apesar de sempre lamentar a ausência do pai. Logo no primeiro capítulo, o telespectador pôde acompanhar o arrependimento de Carlo e sua ida ao orfanato para buscar a filha, apesar da má vontade da nova namorada. Ele se encanta pela doce menina e ainda se apaixona pela noviça que cuida dela. O roteiro começou a ser desenhado para o público de forma competente.

"Carinha de Anjo" manterá com facilidade a audiência de "Carrossel", "Chiquititas" e "Cúmplices de um Resgate", apesar da sua trama ser ainda mais infantil. É um folhetim sem pretensão alguma e que aposta em tudo o que já deu certo antes. O SBT conseguiu se firmar com as produções para crianças e os bons números no Ibope (sempre com dois dígitos) apenas comprovam isso. O novo remake escrito por Leonor Corrêa e dirigido por Ricardo Mantoanelli é uma graça de novela.

28 comentários:

Larissa disse...

Também achei uma gracinha a novela!

Anônimo disse...

Essa menina é uma lindinha. Adorei ela.

Marcia Pimentel disse...

É bom ver que o SBT pensa tbm nas crianças.
Eu gosto das novelas infantis do SBT.
Essa novela parece que será muito boa.
Abrçs

✿Blog: Autora Marcia Pimentel✿ ✿Instagram✿ ✿Twitter✿

Ulisses disse...

Achei essa novela mt melhor que as anteriores. Msm sendo mais infantil.

Anônimo disse...

Excelente crítica!!!!!!!

Anônimo disse...

Eu fico imaginando se a Mel Maia ainda tivesse cinco anos e interpretasse a Dulce... seria fenomenal! A Lorena Queiroz é fofa, mas ainda é fraquinha. Esperava uma criança mais desenvolta. Contudo, creio que ela vai amadurecer bastante e crescer mais no papel daqui a algum tempo de atuação na novela.

Matheus Nogueira disse...

Sérgio,a Lorena é uma fofinha mesmo,achei ela melhor do q a Dulce Maria original.´´Carinha de Anjo´´marcou minha infância,espero q marque a de muita gente também.é como nós estávamos comentando no twitter.a mãe da Lorena Queiroz largou tudo no interior paulista para correr atrás do sonho da filha,e aí vale uma outra curiosidade.Lorena Queiroz foi descoberta por Marcelo Germano,o mesmo cara que descobriu ninguém mais,ninguém menos do que Larissa Manoela

Bell disse...

Muito bom para as crianças.
Eu não acompanho mais novelas.

bjokas =)

Matheus Nogueira disse...

Sérgio,na parte das atuações,começando pelo elenco,gostei muito da Tia Perucas,da Lucero,que é uma estrela latino-americana,e fez sucesso como a Valentina de´´A Dona´´,e também da Bia Arantes.no elenco infantil,gostei muito da Lorena Queiroz,impossível não se apaixonar por essa fofinha,mas achei q a Maísa e o Jean Paulo destoaram um pouco,principalmente o Jean,que não pegou o tom certo do Zeca,que é um cantor sertanejo.no mais,a novela é ótima,tem tudo para fazer sucesso(a versão original foi um fenômeno parecido ao da´´Carrossel´´original),e como já diz Dulce Maria,sim piririm

Anônimo disse...

eu também achei a atriz muito fofinha e carismatica, vai conseguir muito bem segurar a novela pelo pouco que vi, fiquei surpresa também que a Lucero também esta no elenco, dos trabalhos dela só vi Chispita e Laços de Amor (aquela em que viveu as trigêmeas), por coincidencia esses foram os melhores papeis dela, depois ela deu uma pausa, sei que fez outras coisas mas nao pude ver nada mais.

Anônimo disse...

Carinha de anjo é uma fofura de novela e Lorena Queiroz está perfeita no papel.
O que me incomoda é o fator idade das crianças. São muito pequenas e por vezes é incompreensíveis suas falas.
O elenco adulto está bem escalado, com exceção da vilã Nicole (Atriz fraquíssima).
O pior mesmo em nível de escalação são Jean Paulo Campos( Esse é ruim que dói) e Maisa Silva( Que está razoável no papel, mas que deveria estar apresentando e não atuando).
Eliana Guttman, Karin Hills e Bia Arantes, por enquanto, são os destaques do elenco.

Sérgio Santos disse...

É uma graça msm, Larissa.

Sérgio Santos disse...

Tb gostei, anonimo.

Sérgio Santos disse...

É a única emissora aberta que tem pensado nas crianças, Marcia. bjs

Sérgio Santos disse...

Sabia que eu tb, Ulisses?

Sérgio Santos disse...

Ela é fraquinha msm, anonimo, mas nessa idade é quase impossivel ter desenvoltura. Qd Mel estreou em Av Brasil ela devia ter uns 10/11 anos.

Sérgio Santos disse...

Tb achei melhor, Matheus.

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Bell. bjs

Sérgio Santos disse...

A Maisa é mt ruim, Matheus.

Sérgio Santos disse...

Entendo, anonimo!

Sérgio Santos disse...

Mt bom o seu comentário, anonimo. E o fator idade prejudica msm o nível das atuações, como mencionei no texto.

Sérgio Santos disse...

Ah, Eliana, Karin e Bia são os destaques mesmo.

Anônimo disse...

Não, zamenza, ela tinha sete anos quando atuou em Avenida Brasil.

porlapazyporlavida lc disse...

Zamenzito, esqueci de comentar aqui. Pensei que tinha escrito, mas não. Achei uma fofura a nova novela do SBT. Espero que seja tão boa quanto a versão mexicana. A Lorena é muito fofa.

Sérgio Santos disse...

Não lembrava, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Eu acho essa a melhor novela infantil do SBT dessa nova safra até agora, porlapazyporlavida lc! bjssss

Anônimo disse...

Assisti a versão mexicana,sdds infância, S2! Tenho que discordar de você em um ponto Sérgio, a Lorena não tá melhor que a Daniela Aedo (até voltei a rever as cenas em espanhol quando soube do remake) a desenvoltura da Dani é bem mais natural, a Lorena é fofa e bem carismática mas ás vezes o texto fica meio travado, acho que com o andar da novela isso melhora, no mais concordo. Sou fã das novelas mexicanas, todos os remakes infantis feitos pelo sbt até então não tinham me cativado o bastante, mas carinha de anjo tá sendo tão delicinha que fica impossível não parar pra olhar, uma fofura de verdade! Meus destaques são pra Lucero S2, Pri Sol (nessa eu ouso dizer que tá melhor do que a mexicana), Bia Arantes, Karin Hils,Bloto tá uma graça com a Carolina Loback, os dois me matam de rir, Ângela Dip é minha infância e tá ótima como a mãe "micão" ... O elenco infantil tá ótimo e o adulto também, só não tenho ainda muita segurança no Carlo Porto (apesar de ter amado Alto Astral e ter gostado do pequeno papel porém agradável do Dr. "colírio" Tavares) não senti firmeza. Bom, tem tudo pra ser uma boa novela, é divertida, doce e agradável!

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, anonimo. Respeito essa sua visão e a outra menininha era uma graça tb. A novela tá fazendo mt sucesso.