quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Relação entre Fábia e Anthony destaca a boa dupla formada por Eva Wilma e Reynaldo Gianecchini em "Verdades Secretas"

Entre as qualidades de "Verdades Secretas", estão a dubiedade dos personagens e a chance de todos os atores se destacarem na trama de Walcyr Carrasco, dirigida por Mauro Mendonça Filho. Assim sendo, a relação de Fábia (Eva Wilma) e Anthony (Reynaldo Gianecchini) é uma das muitas situações que despertam atenção, destacando o talento dos atores e a questão, tão comum em tantas famílias, do filho que vira pai.


Anthony é um conquistador nato, que manipula suas vítimas a seu favor. Seu namoro com Fanny (Marieta Severo), seu caso com Giovanna (Agatha Moreira) e seu relacionamento com Maurice (Fernando Eiras) são a prova da habilidade que o modelo tem para transformar as pessoas em marionetes. Ele não tem escrúpulos e usa todos para atingir seus objetivos e ambições. Entretanto, seu ponto fraco é justamente a mãe, a única pessoa que ama de verdade, embora goste de Giovanna também.

Fábia é uma perua falida que não se acostumou ao novo modo de vida. Perdeu toda a fortuna que tinha, mas ainda quer ostentar na frente das amigas, outras senhoras que estão em uma situação financeira parecida. Ainda por cima é alcoólatra e vê seu vício piorar a cada dia.
Sarcástica, a personagem profere inúmeras frases ferinas e tem um peculiar humor negro. Apesar de gostar do filho, o trata com certo descaso e muitas vezes só se interessa pelo dinheiro que ele lhe dá, prontamente gastado com bebidas.

Reynaldo Gianecchini e Eva Wilma têm uma ótima cumplicidade cênica e a parceria deu muito certo. Os personagens crescem quando estão juntos, ganhando uma espécie de humanização, que não é vista quando estão com outros perfis, principalmente Anthony. Uma das melhores cenas da dupla, inclusive, foi até rápida, mas intensa: quando o modelo se desesperou ao constatar que a mãe havia bebido perfume, após a mesma confirmar, dizendo que não tinha mais nada em casa para 'tomar'. Isso dias depois de Fábia ter bebido álcool puro, enquanto estava sozinha.

Anthony trata a mãe como filha e cuida dela, que sempre reclama do excesso de preocupação e não se dá conta de seu vício. Além de tudo, a personagem é arrogante e não perde a pose, principalmente quando está com as 'amigas'. Já ele perde a prepotência quando está com Fábia e passa a apresentar um lado mais afetuoso, dificilmente mostrado em outras situações. Todo este conjunto proporciona interessantes nuances ao personagem, que também ressalta o lado inconsequente da perua falida.

O ator amadureceu profissionalmente há um bom tempo e agora ganhou um de seus melhores personagens na carreira. Anthony é um perfil muito bem construído pelo autor e Gianecchini correspondeu. Ele já vinha de um ótimo desempenho na pele do Cadu, de em "Em Família" (2014), e também havia convencido vivendo o ingênuo Nando, no remake de "Guerra dos Sexos", em 2012. O modelo decadente que faz tudo por dinheiro agora entrou para o time de perfis que engrandeceram o currículo de Reynaldo, que conta com o ignorante mecânico Pascoal ("Belíssima" - 2005) e o vilão Fred ("Passione" - 2010) como os tipos que mais se sobressaíram o longo de sua vida como ator.

Já Eva Wilma é uma das maiores atrizes brasileiras e estava longe das novelas desde 2011, quando interpretou a Tia Íris, na fraca "Fina Estampa". É um prazer vê-la de volta aos folhetins e interpretando uma personagem bem escrita. O papel é até pequeno, mas a valoriza e não a deixa fazendo figuração de luxo. Fábia tem história e importância para a trama, principalmente em virtude da humanização de Anthony. Aliás, vale mencionar outros ótimos momentos protagonizados pela perua, tanto ao lado de Osvaldo (Genésio de Barros) ---- por quem se interessou ----, quanto com Fanny ---- em tempo, a cena exibida na última semana, onde as duas trocaram ironias e ataques, foi simplesmente deliciosa, evidenciando o talento das intérpretes.

Fábia e Anthony são ótimos personagens e a parceria dos atores em "Verdades Secretas" funcionou desde o início, contribuindo para o fluxo do enredo. Eva Wilma e Reynaldo Gianecchini sempre protagonizam boas cenas e a relação entre mãe e filho foi muito bem delineada por Walcyr, que evidenciou a fragilidade daquela arrogante senhora através do alcoolismo e expôs o lado humano do cafajeste modelo no carinho que o mesmo sente por sua progenitora. Mais um acerto da novela das onze.

30 comentários:

Isabela disse...

Fábia é o calcanhar de Aquiles do Anthony como vc havia dito nesses dias. A relação é muito boa mesmo e expõe esse lado mais humano do canalha. Os dois estão bem e é um prazer ver a Eva de volta e em uma novela boa de fato.

Heitor disse...

A Fábia é um personagem pequena mesmo, mas bem diferente de figuração de luxo.O autor a valoriza e essa parceria com o Gianecchini está boa.Acho ele melhor até do que esses canastras Cauãs Reymonds e Caios Catros e Gabrieis Bragas Nunes da vida.

Patrícia Campos disse...

Adoro os dois e a cena dele preocupado com a mãe bebendo perfume me comoveu.Eva diva.

Caio disse...

A Eva está fantástica e acho o Gianecchini melhor que o canastrão do Rodrigo Lombardi.Pena que a novela está no fim.

Rafaella disse...

O Gianecchini tava merecendo mesmo participar de um sucesso depois de dois fracassos. Ele esteve muito bem em Guerra dos Sexos e Em Família, mas as duas novelas foram bem ruins. Essa é boa demais e o valoriza. E que sorte ele estar com Marieta novamente e ainda tendo Eva de mãe. Adorei o texto e nem acho que ele goste da Giovanna, ele gosta só da mãe mesmo.

Quércia disse...

Queria que ao menos a Fábia tivesse um final feliz. Mas acho difícil. Eles formam uma boa dupla e o Reynaldo vem amadurecendo cada vez mais como ator.

Ana Carolina disse...

Os dois estão ótimos e parecem mesmo mãe e filho.A mãe que vira filha é algo comum e queria eu cuidar da Eva Wilma.Concordo com o texto e já estou sentindo falta da novela, que é a única que acompanho assiduamente.

Ricardo disse...

Todos os elogios para essa dupla são merecidos. Eles arrasaram também em Esperança em 2002. Giane cresce cada vez mais como ator, embora eu ache que Walcyr deveria ter dado mais espaço para a humanização dele. Eva Wilma é incrível.

Anônimo disse...

Essa novela boa vai acabar e aquela chatice de Paraisópolis parece ser eterna...

Ulisses disse...

A cena de ontem do Antony abraçando a mãe e cuidando dela me emocionou. É uma relação bonita e os atores estão ótimos.

beto disse...

Eva Wilma foi é e sempre será a maior protagonista das telenovelas do Brasil,não é a toa que a maioria dos remaker que a globo vem fazendo tiveram Eva como protagonista.Quanto a personagem dela em Verdades Secretas,pode até ter sido pequeno,mas seu talento foi muito maior,pois a referida atriz tem dado um verdadeiro show de interpretação como a decadente e solitária álcoolatra Fabia Mariano,mostrando o terrível efeito que álcool,pode causa ao ser humano.outra coisa muito bonita é a relação dela com o filho Anthony personagem que vem sendo muito bem interpretado pelo ator Reynaldo Gianecchini,a química entre os dois funcionou muito bem nos e proporcionou cenas fantástica com diálogos emocionantes,portando deixo aqui meus parabéns pra Eva e Reynaldo,pela brilhante parceria que foi show de bola!E também ao autor Walcyr Carrasco pela sensacional novela Verdades Secretas que na minha opinião junto com OS Dez Mandamento dá Record foram ás melhores novela exibida este ano

Vera Lúcia disse...


Oi Sérgio,

Achei lindo ontem o carinho de Anthony ao beijar a mãe. Senti o desalento dele em não saber mais o que fazer para ajudá-la.
Sua análise está mais que perfeita, nada havendo a acrescentar. Gianecchini amadureceu muito na carreira e transformou-se em um ótimo ator. Eva Wilma é uma atriz de incontestável talento.
Estou adorando ver esta trama e muito curiosa para conhecer o final.

Beijo.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Reynaldo Gianecchini está se aprimorando a cada novo trabalho. Ele está ótimo no papel do oportunista Anthony, que só gosta de si mesmo e da mãe. Realmente, Gianecchini e Eva Wilma contracenam muito bem.

MARILENE disse...

Não vejo a novela, mas ela é, inegavelmente, uma grande atriz. Bjs.

Sérgio Santos disse...

Perfeito, Isabela!

Sérgio Santos disse...

Onde eu assino, Heitor?

Sérgio Santos disse...

Essa cena foi bonita msm, Patricia.

Sérgio Santos disse...

Pena, Caio. Fará mta falta.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Rafaella. Eu achei Em Família péssima, mas gostei bastante de Guerra dos Sexos. E ele está mt bem mesmo, fazendo boas parcerias com a Eva e a Marieta. bjs

Sérgio Santos disse...

Concordo, Quércia.

Sérgio Santos disse...

É a melhor novela no ar, Ana. E essa relação é comum msmo e bonita. Pena que já está no fim.

Sérgio Santos disse...

Ricardo, vc não tem do que reclamar. Vc é mt exigente. O Gianecchini está com um excelente papel e de grande destaque. Mais que isso era impossível, até pq o trio central é Alex, Angel e Carolina. Mas todos os elogios a ele são merecidos mesmo.

Sérgio Santos disse...

Nossa, anonimo, verdade.

Sérgio Santos disse...

Sem dúvida, Ulisses.

Sérgio Santos disse...

Mt bom seu comentário, Beto. Concordo com vc. Eva é incrível.

Sérgio Santos disse...

Vera, a novela tá boa demais, né? Tb estou curioso, ao mesmo tempo que não quero que acabe. Bjsss

Sérgio Santos disse...

Concordo, Elvira.

Sérgio Santos disse...

É mesmo, Marilene.

Ricardo disse...

O que foi aquela cena de Anthony e Maurice? Merecia comentário também. Que direção e que interpretação dos atores.

Sérgio Santos disse...

Falei da cena no post final, Ricardo.